CMVI

Polícia frustra sequestro de empresário

Domingos Matos, 24/05/2019 | 14:31

 

Isaque Santos de Oliveira, 30 anos, Fabrício Diego dos Santos Short, 23, e George Cardoso Nascimento, 25, foram presos na última quinta-feira (23), após policiais do Esquadrão de Motociclistas Águia da PM receberem informações do Centro Integrado de Comunicação (Cicom) sobre um veículo Sandero, cor branca, placa OUL 3F31, roubado na avenida Garibaldi, e que seguia sentido Orla.

O trio foi interceptado na altura da Boca do Rio com um simulacro de pistola, duas facas, um facão, dois relógios, dois celulares, a quantia de R$ 104 e uma folha de cheque no valor de R$ 80. “Os três estavam praticando roubos com esse veículo e informaram que estavam planejando sequestrar um empresário para tentar extorquir R$ 20 mil da vítima”, contou o comandante do Esquadrão Águia, major André Borges. 

Segundo o delegado titular da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos ( DRFRV), José Nélis, uma investigação está sendo realizada para descobrir quem seria a vítima. “Isaque tem passagem por praticar 'saidinhas bancarias' e já estava em liberdade cometendo outros crimes. Vamos investigar se tem mais criminosos envolvidos na quadrilha”, ressaltou o delegado. O veículo encontrado com os criminosos foi encaminhado para a DRFRV.

 

Emissão de 89,3 milhões de notas fiscais eletrônicas faz Bahia bater recorde em abril

Domingos Matos, 24/05/2019 | 13:31

Em abril, a Bahia bateu o recorde do número de emissões da Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e). Os dados são da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz) e dão conta de que o documento digital, que sinaliza o recolhimento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), foi lançado 89,3 milhões vezes em 61,8 mil estabelecimentos comerciais de todos os 417 municípios do território baiano. 

O superintendente de Desenvolvimento da Gestão Fazendária da Sefaz, Felix Mascarenhas, relaciona o aumento à consciência dos cidadãos de que é importante exigir a nota e à obrigatoriedade de emissão por micro e pequenas empresas, que passou a valer no início desse ano. “Quem não emite sonega o ICMS, que é o principal imposto de arrecadação do Estado. No momento que há um ganho na emissão de NFC-e, há uma garantia de que esse encargo está sendo pago e recolhido pelos cofres públicos. Esse montante é revertido para a execução de políticas públicas de educação, saúde e outros segmentos. Dessa forma, todos ganham”, explicou.

Com as notas emitidas em abril, a Bahia chega à marca de 345 milhões de NFC-e lançadas em 2019. O número de estabelecimentos contribuintes quase dobrou no período, subindo de 33,1 mil, cadastrados no final de 2018, para os atuais 61,8 mil. Os supermercados GBarbosa, pertencentes ao grupo Cencosud Brasil, estão presentes na capital e interior do estado, e  são responsáveis por uma parcela importante do universo de documentos digitais lançados na Bahia. 

Segundo a coordenadora de Compliance do Cencosud Brasil, Roseane Cruz, as notas eletrônicas tornam menos oneroso o processo de emissão. "Além disso, as informações são disponibilizadas de forma mais rápida, uma vez que toda a transmissão é feita online. A Censcosud tem uma política de incentivo à identificação do consumidor na nota, na qual a área de operações incentiva, treina e orienta a frente de caixa para que o direito do consumidor seja atendido”.

De acordo com a Sefaz, os estabelecimentos obrigados a aderir à NFC-e que não emitirem o documento poderão ter a inscrição estadual tornada inapta, ficando, na prática, impedidos de operar. Além disso, podem receber uma multa cujo valor corresponde a 2% do total das vendas feitas com os documentos fiscais indevidos.

Nota Premiada

Lançada no final de 2017, a campanha Nota Premiada Bahia tem se configurado como um importante instrumento de combate à sonegação fiscal, em todo o estado. A iniciativa repassa valores para instituições escolhidas pelo consumidor e ainda dá dez prêmios mensais de R$ 100 mil e realiza sorteios especiais no valor de R$ 1 milhão.

Em todo o estado, já são 466 mil cadastros ativos. Uma destas inscrições foi feita pela aposentada Iracilda Damasceno. “Além de ajudar a combater a sonegação fiscal, eu informo meu CPF porque participo da campanha Nota Premiada Bahia. Lá em casa, todo mundo é cadastrado”, assegurou. O caixa Jorge Gonzaga garante que “antes, os clientes tinham grande resistência em informar o CPF. Hoje em dia, basta fazer a pergunta que a maioria vai logo digitar o número na maquininha”.

Após um cadastro simples pelo site www.notapremiadabahia.ba.gov.br, e a escolha de duas instituições filantrópicas, o cidadão só precisa informar o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF), no ato da compra, para ajudar e ainda concorrer às premiações.
 

MP recorre da sentença aplicada a acusado pelo assassinato do jornalista Manoel Leal

Domingos Matos, 24/05/2019 | 12:21
Editado em 24/05/2019 | 14:43

O Ministério Público estadual recorreu da sentença aplicada a Marcone Rodrigues Sarmento, que foi condenado ontem, dia 22, pelo Tribunal do Júri, a seis anos de prisão em regime aberto, por ter assassinado o jornalista Manoel Leal, fundador do jornal itabunense A Região.

A denúncia foi sustentada no Fórum Ruy Barbosa pelos promotores de Justiça Cássio Marcelo de Melo, Davi Gallo, e Antônio Luciano Assis. Conforme a denúncia, no dia 14 de janeiro de 1998, o jornalista foi vítima de uma emboscada e acabou executado a tiros na porta de casa.

Marcone Sarmento foi denunciado pelo Ministério Público estadual como um dos executores. Ele chegou a ser julgado, mas foi absolvido pela participação no crime em 2005.

O MP recorreu da decisão e o Tribunal de Justiça julgou que a absolvição era manifestamente contrária às provas dos autos, designando a nova sessão de julgamento. A sentença de ontem foi proferida pela juíza Gelzi Maria Almeida Souza, mas os promotores de Justiça não concordaram com a dosimetria da pena e recorreram.

 

Governo autoriza nomeação de aprovados em concurso da Polícia Federal

Domingos Matos, 24/05/2019 | 11:19
Editado em 24/05/2019 | 09:00

O governo autoriza a nomeação de candidatos aprovados no concurso público da Polícia Federal. O decreto assinado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, autorizando a nomeação, está publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira (24).

De acordo com o decreto, serão nomeados 1.047 candidatos, sendo 500 aprovados e classificados dentro do quantitativo de vagas originalmente previsto para pronto provimento e mais 547 aprovados, que não estavam dentro da quantidade de vagas originalmente prevista.

No dia 14 de abril, em uma postagem no Twitter, o presidente da República escreveu que o governo chamaria mil candidatos aprovados em concurso da PF para compor o quadro da instituição.

“Governo anuncia convocação de mais 1.000 policiais federais. O objetivo é compor gradativamente o quadro de inteligência, como no trabalho da Lava-Jato (combate à corrupção) e outros serviços de segurança nacional dentro do orçamento possível destes primeiros 100 dias de mandato.” (Com informações da Agência Brasil)

Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 3 milhões neste sábado

Domingos Matos, 24/05/2019 | 10:12

A Mega-Sena sorteará um prêmio estimado de R$ 3 milhões, neste sábado (25). As seis dezenas do concurso 2.154 serão sorteadas, a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias da Caixa, no Terminal Rodoviário do Tietê, na cidade de São Paulo.

De acordo com a Caixa, o valor do prêmio, caso aplicado na poupança, renderia mais de R$ 11 mil por mês.

 

Quina de São João

A Quina de São João vai pagar este ano um prêmio de R$ 140 milhões. O sorteio será realizado no dia 24 de junho, às 20h (horário de Brasília). As apostas começaram a ser feitas na segunda-feira (13) da semana passada.

Réu confesso de morte de bailarino é condenado a oito anos de prisão em júri popular

Domingos Matos, 24/05/2019 | 09:14

O homem que confessou ter matado o coreógrafo e bailarino Augusto José da Purificação Conceição foi condenado a oito anos de prisão em regime semiaberto, em júri popular realizado no Fórum de Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador, na quinta-feira (23).

O acusado, Cleverson Santos Teixeira, não participou do julgamento e é considerado foragido pela Justiça.

Dos oito anos de reclusão, sete foram aplicados por conta do assassinato. Além disso, a juíza presidente Jeine Vieira Guimaraes aplicou a pena base de um ano de prisão porque Cleverson roubou o celular da vítima, no momento do crime.

Inicialmente, a pena de Cleverson para o assassinato foi fixada em oito anos. Com isso, ele ficaria detido por nove anos. No entanto, seis meses foram atenuados porque ele estava com menos de 21 anos na época do crime, e outros seis meses porque ele confessou o delito.

Cleverson confessou à polícia que matou o bailarino com três golpes de faca no pescoço, em junho de 2013, após uma briga entre eles. Em depoimento, o homem disse que a vítima pagaria R$ 100, referente a um programa. O suspeito teria aceitado, mas quando chegaram no sítio de Omolú, em Lauro de Freitas, houve uma discussão entre os dois e, em seguida, o assassinato.

Omolú foi achado pelo caseiro do sítio, de bruços, entre a sala e a cozinha do imóvel. Segundo a polícia, o suspeito morava ao lado de um bar onde conheceu a vítima, em Portão, também em Lauro de Freitas.

Cleverson foi preso cerca de dois meses após o crime, depois de vender o celular do dançarino. Entretanto, ele conseguiu responder o crime em liberdade e, em 2015, ficou definido que ele iria à júri popular.

Quando foi morto, Omolú tinha 50 anos. Ele era professor, bailarino e um dos coreógrafos do Balé do Teatro Castro Alves (BTCA). O corpo dele foi velado no foyer do TCA, no Campo Grande. Augusto Omolú foi enterrado na Ordem Terceira de São Francisco, na Quinta dos Lázaros, em Salvador. (Com informações do G1)

 

Projeto São João dos Bairros começa neste final de semana em Ilhéus

Domingos Matos, 24/05/2019 | 08:09
Editado em 24/05/2019 | 09:02

O projeto São João dos Bairros, realizado pela TV Santa Cruz com apoio da Prefeitura Municipal de Ilhéus, através das Secretarias de Cultura e Turismo começa neste domingo (26), no bairro Teotônio Vilela. Em sua oitava edição, o projeto reúne a comunidade, mobiliza pessoas a participarem do evento que valoriza os costumes do povo do interior, promove a diversão e resgata a cultura das tradicionais festas juninas.

As praças dos bairros que recebem o projeto se transformam em verdadeiros arraiais, ruas ganham decorações confeccionadas pela própria comunidade, pessoas de várias idades se dedicam aos ensaios das quadrilhas e apresentações juninas, deliciosas comidas típicas são preparadas e o ritmo do tradicional São João toma conta da população que vivencia o autêntico festejo nordestino.

Neste ano, dois eventos serão realizados aos domingos na cidade de Ilhéus. No dia 26 de maio, no bairro Teotônio Vilela e no dia 9 de junho, em Olivença. Os eventos começam às 16 horas e terminam às 21 horas, impreterivelmente. Todas as quintas-feiras que antecedem o projeto, a TV Santa Cruz, junto com os apoiadores, faz uma visita técnica no bairro para realizar ações de melhorias na infraestrutura do local, com o objetivo de atrair visitantes e dar segurança ao público.

A programação para o primeiro domingo (26) conta com o Grupo de Dança Art Dance, apresentação da quadrilha junina Valentes Guerreiros, o tradicional desfile da rainha e princesa do milho para as crianças shows das bandas Macaxeira Estilizada, Nélio Jovito e Violino de Luxo, além de muitas brincadeiras, premiações, diversão e arrasta pé.

 

Bahia: Técnicos e analistas de universidades estaduais fazem acordo com o Governo

Domingos Matos, 24/05/2019 | 07:01

O Fórum dos Sindicatos dos Servidores Técnico Administrativos das Universidades Estaduais e o Governo do Estado assinaram um acordo, na tarde desta quinta-feira (23), após reunião com o governador Rui Costa na sede da Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. Ficou definida a reestruturação da tabela de vencimentos dos técnicos administrativos das quatro universidades estaduais que têm vencimentos abaixo do salário mínimo. 

No acordo, aceito na quinta-feira (23) pelos servidores da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) e da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), também ficou estabelecido o ajuste do quadro de vagas para permitir a promoção na carreira de 244 servidores dessas duas instituições, sendo 184 da Uneb e 60 da Uesc, entre técnicos administrativos e analistas.

Representantes das universidades estaduais de Feira de Santana (Uefs) e do Sudoeste da Bahia (Uesb) ainda não assinaram o acordo com o Governo do Estado, mas também terão direito ao ganho salarial por decisão do governador. No entanto, as promoções e progressões de carreira ainda não estão asseguradas, até que um acordo entre as duas universidades e o Estado seja efetivado. 

 

Progressão para Uneb e Uesc

Um projeto de lei com a reestruturação do quadro de vagas da Uneb e Uesc será encaminhado à Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) até esta sexta-feira (24). “O destravamento das promoções e das progressões gera, cada um, ganhos entre 8% e 7%, e as ampliações de carga horária, quando acontecerem para esses servidores, representarão mais um terço na remuneração. No total, estamos falando, para este grupo das universidades, de um investimento entre 7 e 8 milhões de reais ao ano, que certamente serão refletidos na melhoria da qualidade de ensino”, afirmou o superintendente de Recursos Humanos da Secretaria da Administração do Estado (Saeb), Adriano Tambone. 

Também participaram da reunião os secretários da Educação, Jerônimo Rodrigues; da Administração, Edelvino Góes; e de Relações Institucionais, Cibele Carvalho; além dos representantes de entidades sindicais e parlamentares. O resultado do acordo surgiu após três rodadas de negociações. “O mais importante é entendermos que, neste momento, com a manutenção de um cronograma efetivo de reuniões com o Estado, todos nós poderemos alcançar voos mais altos”, destacou o presidente do Fórum de Técnicos, Firmino Oliveira, sobre a continuidade do diálogo com o governo, item que também compôs o acordo.

 

Morre em hospital mulher que ficou ferida em acidente que matou marido e dois filhos

Domingos Matos, 23/05/2019 | 18:31

Morreu no Hospital Regional de Teixeira de Freitas, na manhã desta quinta-feira (23), a mulher que ficou ferida na batida entre dois carros que deixou quatro mortos, incluindo o marido e os dois filhos dela. Com isso, subiu para cinco o número de mortos no acidente ocorrido na noite de quarta-feira (22), na BA-290, em trecho da cidade de Medeiros Neto, extremo sul da Bahia.

De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), no carro da família viajavam Luciana Ribeiro, de 37 anos, o marido Lucas Viana Lima, de 28 anos, e dois filhos do casal: Afonso, de 4 anos, e Lunna, de três meses. No outro carro estava o idoso Aldo Resende, de 66 anos, que morreu no local.

As crianças foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levadas para uma Unidade de Pronto Atendimento de Teixeira de Freitas, mas não resistiram aos ferimentos.

Luciana também foi socorrida pelo Samu e levada para o Hospital de Teixeira de Freitas. Segundo os familiares dela, a mulher passou por uma cirurgia, mas não resistiu.

Os corpos de quatro das vítimas foram levados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Teixeira de Freitas e até o início da manhã desta quinta-feira, ainda não tinham sido liberados. Ainda não há informações sobre sepultamentos. (Com informações do G1)

 

 

Sema e municípios definem agenda de Educação Ambiental no Litoral Sul

Domingos Matos, 23/05/2019 | 17:09

Representantes dos municípios do Território Litoral Sul, vinculados às Secretarias de Agricultura e Meio Ambiente, Educação e Saúde criaram uma agenda de planejamento para a implantação da Política Educacional de Resíduos Sólidos, em conjunto com a Secretaria de Meio ambiente do Estado da Bahia – Sema, nesta quinta-feira (23), na sede da Amurc e do Consórcio de Desenvolvimento Sustentável – Litoral Sul.

A iniciativa partiu do coordenador do plano de gestão integrada de resíduos sólidos do município de Ibicaraí, Saulo Araújo, que em parceria com o Consórcio Litoral Sul resolveram reunir secretários e técnicos que atuam nas secretarias municipais com a coordenadora na Diretoria de Educação Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente do Estado – Sema, Silvana Canário, para sensibilizá-los quanto a importância do tema.

Nesse contexto, a função da Sema é de contribuir para o planejamento dessa agenda e fomentar a educação dentro do processo de elaboração do Plano de Resíduos Sólidos, que vai ser construído a partir do Consórcio. “Primeiramente, iremos implementar essa política de educação ambiental dentro de todos os municípios da Bahia, e, a partir dessa política desdobrar as ações para resíduos sólidos”, destacou Silvana.

A proposta é trabalhar com os diversos públicos possíveis e com vários municípios para ser feita uma construção coletiva. A iniciativa visa desenvolver uma metodologia especifica para alcançar o máximo de pessoas possíveis dentro da temática de resíduos sólidos. “Para isso, os municípios devem encaminhar um representante para que cada um tenha o olhar particular, do próprio município”.

Para o coordenador executivo do Consórcio, Luciano Veiga, a ação é o primeiro passo estruturante para desenvolver a política de gestão de resíduos sólidos na região, em atendimento a Lei dos Resíduos Sólidos 12.305 de 2010. “Para isso, iremos envolver o máximo de pessoas, a partir dos munícipes, bem como as escolas, para que a gente possa produzir menos lixo e que ele possa ter uma reutilização, através da reciclagem”, pontuou.

Itabuna registra mais um assassinato; vítima foi executada na avenida Bionor Rebouças

Domingos Matos, 23/05/2019 | 15:51
Editado em 23/05/2019 | 16:15

A Avenida Bionor Rebouças, no bairro São Roque, em Itabuna, foi palco, agora há pouco, de um assassinato. A vítima, identificada  como Marcos Barbosa Santos, mais conhecido como Big Big, foi executada com nove tiros.

Segundo testemunhas, o atirador estava de moto. A motivação do crime ainda é desconhecida.

Trio do Espírito Santo é preso aplicando golpe contra idosos em Coaraci

Domingos Matos, 23/05/2019 | 15:28

Um trio de estelionatários do Espírito Santo formado por duas mulheres e um homem foi capturado na tarde de quarta-feira (23) por investigadores da Delegacia Territorial de Coaraci, momentos depois de tentar aplicar um golpe contra idosos em uma agência bancária daquela cidade. 

A quadrilha, hospedada em uma pousada em Coaraci, chegou no banco acompanhando de alguns idosos. Desconfiado da atitude, um funcionário da instituição financeira acionou a Polícia Civil que montou uma campana e flagrou a quadrilha com documentos falsificados.

As informações preliminares dão conta de que o grupo tentaria sacar benefícios previdenciários das vítimas. O trio foi encaminhado para a Delegacia da Polícia Federal de Ilhéus.

 

Atraídas pelo Governo do Estado, fábricas de calçados geram 31 mil empregos diretos na Bahia 

Domingos Matos, 23/05/2019 | 13:31
Editado em 23/05/2019 | 13:28

Atualmente, a indústria calçadista emprega cerca de 31 mil pessoas em toda a Bahia. Estimulada pelo Governo do Estado, a descentralização de fábricas do segmento, por meio da oferta de incentivos fiscais, reflete, atualmente, no funcionamento de 51 fábricas, que estão espalhadas em 41 municípios.

A diretora de Desenvolvimento de Negócios da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado (SDE), Laís Maciel, destacou a relevância dessas ações de atração. “Nós estamos utilizando as melhores estratégias para a atração da indústria, em especial a calçadista. É uma estratégia muito importante para a economia da Bahia, porque representa a geração de muitos empregos e a utilização da mão-de-obra local, além de ajudar no desenvolvimento de municípios do interior”, explicou.

Instalada desde 2016 em Serrinha, a Minas Bahia gera cerca de 250 empregos diretos e supera a marca anual de 727 mil pares de calçados produzidos, abastecendo, além do nordeste brasileiro, as regiões sul e sudeste do país.  No último dia 15 de maio, o grupo firmou compromisso com o governo baiano para ampliar a planta fabril.  O Estado entrou com a cessão de um galpão e incentivos fiscais e, em contrapartida, a Minas Bahia vai investir R$ 3,8 milhões, gerando 200 novos empregos diretos e saltando a produção para 1,3 milhão de pares ao ano.  

De acordo com o presidente da Minas Bahia, Gil Assunção, "o fácil diálogo com o governo estadual e o empenho e qualificação da mão-de-obra local foram determinantes, no primeiro momento, para a mudança da fábrica para solo baiano e, agora, para essa ampliação, que vai quase dobrar a produção anual e a metragem e maquinário da indústria". 

Oportunidade 

A Minas Bahia funciona em um galpão com 2.700 metros quadrados de área construída e concentra a produção em calçados femininos, tais como tênis e sandálias. Possui,  entre a cartela de clientes, grandes marcas, como Marisa, Mersan, Avon e Pernambucanas.  Ressalta-se, ainda, que não é só o setor atacadista que é aquecido com as atividades da empresa, uma vez que 70% da matéria-prima utilizada na confecção dos sapatos é comprada de fornecedores instalados na Bahia.

Além da Minas Bahia, Serrinha abriga a fábrica Nádia Talita, que, por sua vez, produz tênis esportivos e sapatilhas, ambos sintéticos. A empresa também fornece palmilhas e executa injeção de sola. São três linhas de produção responsáveis por confeccionar seis mil pares por dia, nas quais  trabalham mais de 300 pessoas.

Laís Maciel lembrou, ainda, que novas fábricas devem se instalar na Bahia, em breve. “Nós já temos sete empreendimentos previstos para serem implantados ao longo dos próximos anos nas regiões de Castro Alves, Serrinha, Ubaíra e outros municípios. O investimento somado chega a R$ 48 milhões. Cerca de dois mil novos empregos diretos serão gerados com isso. Essas empresas estão se instalando aqui porque o Estado consegue oferecer galpões com valores subsidiados e preços de mercado muito mais competitivos. Além disso, conseguimos dar um incentivo fiscal que é um dos melhores do Brasil, com descontos de ICMS de até 99% para essa indústria”, concluiu a diretora. 

 

MEC mantém bloqueio de R$ 5,8 bilhões após revisão orçamentária

Domingos Matos, 23/05/2019 | 12:34

O Ministério da Educação informou ontem (22) que vai manter o contingenciamento de R$ 5,8 bilhões no orçamento da pasta para 2019, apesar do desbloqueio de R$ 1,587 bilhão anunciado à tarde pelo Ministério da Economia.

A liberação do valor de R$ 1,587 bilhão, de acordo com o MEC, vai apenas cancelar uma segunda ordem emitida pelo Ministério da Economia em portaria de 2 de maio, que ainda não tinha sido implementada.

Naquele momento, dias após o anúncio dos bloqueios no ensino superior, o Ministério da Economia pediu um esforço adicional de R$ 3 bilhões a 13 órgãos federais, e mais da metade recaía sobre a Educação. Agora, o ministério revisou a previsão orçamentária.

 

Bloqueio ativo

Apesar da suspensão dessa segunda ordem, a primeira, de 29 de março, permanece válida.

Com isso, até o momento, o MEC continua com R$ 5,83 bilhões bloqueados no orçamento de 2019. O contingenciamento do MEC atinge tanto o ensino básico quanto as universidades e institutos federais.

Desse total, R$ 1,704 bilhão recai sobre o ensino superior federal. A cifra corresponde a 3,4% do orçamento total das universidades federais, e a 24,84% da verba discricionária (ou seja, excluindo salários e aposentadorias do cálculo) dessas instituições.

Em nota, o Ministério da Educação afirma que passou as últimas semanas negociando com a área econômica: "Para não limitar ainda mais o orçamento da pasta, o MEC manteve diálogo constante com o Ministério da Economia e apresentou o impacto dos bloqueios nas diversas áreas de atuação da pasta", diz.

Em 15 de maio, estudantes realizaram protestos em todos os estados e no Distrito Federal contra os cortes. Houve manifestações em mais de 200 cidades. (Com informações do G1)

 

Internacional de Porto Alegre realiza peneira em Itabuna

Domingos Matos, 23/05/2019 | 11:38

O Esporte Clube Internacional, de Porto Alegre, vai realizar nos próximos dias 01 e 02 de junho, no Estádio Luís Viana Filho, em Itabuna, uma peneira com meninos nascidos entre os anos de 2000 e 2008.

A vinda do observador do Internacional tem apoio da Usemi, por meio do presidente Clenildo Ramos, o vice Wellington Alves (Galego), o diretor de Esportes Íris e os professores Luiz Cláudio Tato, Washington Brito e Robson Bel.

As observações técnicas realizadas por grandes clubes são janelas de oportunidades que se abrem a crianças e adolescentes que sonham em seguir carreira no futebol, e são a forma mais utilizada por grandes clubes para garimpar talentos pelo interior do país.

Recentemente, o destaque do Campeonato Baiano, o Bahia de Feira, realizou uma peneira com alunos de diversas escolinhas de futebol da cidade e da região, tendo aproveitado o jovem Luís Eduardo, da Escolinha do Juventus, do professor Zé Andrade.  

 

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.