Carga de 700 kg de carne transportada de forma irregular em caminhonete sem refrigeração é apreendida na BA

Domingos Matos, 10/01/2019 | 14:32

Um motorista foi flagrado transportando cerca de 700 kg de carne em uma caminhonete sem refrigeração, no início da noite de quarta-feira (9). A apreensão ocorreu em frente à unidade operacional da Polícia Rodoviária Federal (PRF), no Km-677 da BR 116, em Jequié, sudoeste da Bahia.

Além do transporte indevido da carne, a caminhonete foi retida no pátio da PRF, pois possuía mais de R$ 10 mil em infrações de trânsito e estava com licenciamento atrasado.

Com relação à apreensão da carne, a PRF detalhou que, no veículo, os policiais encontraram diversas caixas de papelão contendo os mais variados tipos de carnes e derivados, sem qualquer refrigeração e condição de consumo.

À polícia, o motorista relatou que foi ao munícipio de Vitoria da Conquista, no sudoeste da Bahia, para buscar a carne, que seria revendida em Jaguaquara, a cerca de 54 km de Jequié. A PRF informou que o motorista foi encaminhado para a delegacia de Jequié, pela prática de crime contra as relações de consumo, que é inafiançável.

Estudantes de Itororó criam cercas sustentáveis com garrafa PET

Domingos Matos, 10/01/2019 | 14:01

Donos de residências e propriedades rurais no município de Itororó (a 424 km de Salvador) estão sendo estimulados a utilizar cercamento sustentável, feito a partir de garrafas PET. A iniciativa é dos estudantes dos cursos técnicos de Zootecnia e de Meio Ambiente do Centro Territorial de Educação Profissional (CETEP) do Meio Sudoeste da Bahia, que protagonizam o projeto “Ecoestacas: promovendo propriedades sustentáveis”.

O projeto ganhou o terceiro lugar na 7ª edição da Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação da Bahia (FECIBA), em 2018, e em março deste ano vai representar a Bahia na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (FEBRACE), em São Paulo. O objetivo é reduzir os custos da confecção de cercas; aumentar a longevidade das mesmas; e reduzir o lixo tóxico com o uso das garrafas de plástico.

As estudantes Nathalia Molgão, 18, do curso de Zootecnia, e Luciana Silva, 20, responsáveis pelo desenvolvimento do projeto, contam que o trabalho foi inspirado em um vídeo que assistiu no youtube. “Pensamos em uma ação voltada à redução do lixo tóxico produzido em abundância, no caso as garrafas PET, que são descartadas no meio ambiente de forma inadequada, prejudicando, por exemplo, a vida marinha. Usando essas garrafas no revestimento do madeiramento, as cercas terão mais durabilidade, já que elas levam um século para decompor”, explica Nathalia.

O projeto foi aplicado, inicialmente, na área verde do CETEP e, atualmente, na Fazenda Cabana da Ponte, de propriedade do ator Marcos Palmeira. A professora orientadora, Thayane Gonçalves, conta que a aluna Luciana Silva está atuando no local, contribuindo para o cercamento. “Além de retirar as garrafas PET do ecossistema, o projeto ajuda os agricultores do nosso município – que vivem, essencialmente, da pecuária – a manterem suas propriedades rurais de forma sustentável, evitando um grande derrubamento de madeiras por conta da prática comum de cercamento”.

A ideia do projeto “Ecoestaca” não é nova, ressalta a educadora, mas não há muitas pesquisas sobre o tema, como confecção do revestimento da cerca com garrafa PET e a sua durabilidade. “O trabalho foi iniciado com pesquisas sobre o experimento e, a partir daí, as alunas partiram para a prática, oportunizando os agricultores rurais a executarem uma ação sustentável. Além disso, a junção da teoria com a prática empolga os estudantes, melhorando o seu processo de ensino e aprendizagem”.  

Exportações baianas crescem 9,1% em 2018

Domingos Matos, 10/01/2019 | 13:31

As exportações na Bahia fecharam 2018 com vendas de US$ 8,8 bilhões, um crescimento de 9,1% sobre 2017, de acordo com dados analisados pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais (SEI). O fortalecimento da China como principal parceiro da Bahia — resultado do conflito comercial protagonizado entre o país asiático e os Estados Unidos — e uma trajetória de preços mais favoráveis, que resultou em uma valorização média de 6% na pauta comparada ao ano anterior, além de nova expansão da produção agrícola estimada em 17%, foram os principais responsáveis pelo melhor resultado para as exportações baianas desde 2014.

Já as importações cresceram cerca de 10%, alcançando US$ 7,92 bilhões, sinalizando um maior dinamismo da economia, apesar da ainda frágil recuperação da atividade industrial. Em dezembro, as exportações baianas alcançaram US$ 959,6 milhões, superando em 46,9% o resultado obtido em dezembro do ano passado — melhor resultado para o mês desde 2012 —, com destaque para as vendas de soja, algodão, celulose e derivados de petróleo.

Em meio à guerra comercial entre Estados Unidos e China, o pais asiático avançou sua fatia nas exportações baianas de 26,4% em 2017 para 32,8% em 2018, seguido pela UE com participação de 18,4%, os EUA com 11,2% e o Mercosul com 10,3%. A exportação para os chineses somou US$ 2,9 bilhões no ano passado, com crescimento de 35,3% na comparação com o ano anterior, numa variação bem acima dos 9,1% de alta nos embarques totais da Bahia. Já para a UE, EUA e Mercosul, as vendas recuaram 6,2%, 8,7% e 14%, respectivamente.

 

Primeira semana de 2019 tem queda de 21% nas mortes violentas, segundo SSP

Domingos Matos, 10/01/2019 | 13:01

A primeira semana (1 a 7 de janeiro) de 2019 se encerrou com uma queda de 21% nos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), que correspondem aos homicídios, latrocínios e lesões dolosas seguidas de morte. Em Salvador e Região Metropolitana a polícia contabilizou 26 casos este ano, enquanto em 2018 registrou 33. Em números absolutos foram sete mortes a menos na comparação do mesmo período.

Os números seguem a tendência de 2018 que terminou com redução de 11,5% na Bahia, menor dos últimos seis anos. “Ao contrário do que alguns falam, mesmo sem acompanhar de maneira séria o trabalho da polícia, fechamos o ano passado com uma grande diminuição dos crimes contra a vida e iniciamos 2019 no mesmo ritmo”, destacou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.

Lembrou ainda que o bom desempenho é mérito do trabalho realizado pelas polícias Militar, Civil e Técnica com ações preventivas e investigativas. “Em 2019 teremos um grande desafio, haja vista a redução no ano anterior, mas empenho não faltará”, garantiu Barbosa.

 

 

Upa 24 horas recebe reforço de mais um médico plantonista, diz secretário de Saúde de Itabuna

Domingos Matos, 10/01/2019 | 12:31
Editado em 10/01/2019 | 10:57

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24), de Itabuna ganhou o reforço com a contratação de mais um médico plantonista, aumentando para quatro o número de profissionais para garantir o atendimento noturno, initerruptamente, conforme anunciou o secretário de Saúde do município, Jozimar Salles.

A unidade já atende cerca de cinco mil pacientes por mês e é considerada como um importante e indispensável serviço de atendimento médico de média complexidade assegurado pelo Sistema Único de Saúde. “É um direito constitucional do cidadão brasileiro que o prefeito Fernando Gomes faz questão de respeitar e por isso vem trabalhando para que o itabunense tenha acesso a uma saúde plena e de qualidade e que atenda aos anseios de nossa comunidade”, frisou o secretário de Saúde.

A UPA 24 instalada no bairro Monte Cristo, funciona como um mini hospital e atende moradores de vários bairros de Itabuna, a exemplo do Santa Inês, Fátima, Califórnia, Nova Califórnia e São Roque  e de acordo com o secretário, a unidade tem cumprido o papel de auxiliar e suprir a grande demanda nos atendimentos emergenciais do município, desafogando, inclusive, os hospitais de Base e o Calixto Midlej Filho, por exemplo.

Jozimar Salles explicou que o atendimento na UPA é feito diuturnamente a pacientes em situação de urgência e emergência que buscam os serviços no local ou são encaminhadas pelo Serviço de Urgência e Emergência (Samu 192).  Trabalham no local durante os sete dias por semana, além dos quatro médicos e uma coordenadora, uma equipe de enfermeiros, um técnico em radiologia e quatro auxiliares técnicos.  

 

Estabelecimentos de Ilhéus deverão incluir símbolo de autismo em placas de prioridade

Domingos Matos, 10/01/2019 | 12:01

Os estabelecimentos públicos e privados de Ilhéus terão até o final do mês de janeiro para incluírem o símbolo mundial referente ao autismo nas placas de atendimento prioritário. A lei 3.997/2018 foi publicada no Diário Oficial do Município e sancionada pelo prefeito Mário Alexandre em outubro último. A lei, de autoria do Pastor Matos, prevê que “os estabelecimentos privados em geral ficam obrigados a dar atendimento prioritário às pessoas portadoras do Transtorno do Espectro do Autismo (TEA), não podendo reter em filas tais cidadãos”, destaca o decreto.

Os estabelecimentos públicos e privados que descumprirem a determinação devem sofrer multas e sanções, de acordo com a nova lei. O autor do projeto explicou que os autistas já possuíam direito ao atendimento prioritário e alegou que a inserção do símbolo na placa é uma forma de conscientização. Os estabelecimentos deverão inserir a imagem da fita quebra-cabeça, a partir da data da publicação e os comércios que não cumprirem a lei sofrerão sanções e multas a serem regulamentadas pelo Poder Executivo.

O autismo, cientificamente conhecido como Transtorno do Espectro Autista, é uma síndrome caracterizada por problemas na comunicação, na socialização e no comportamento, geralmente, diagnosticada entre os dois e três anos de idade. A lei dispõe ainda as características das pessoas com autismo: “deficiência persistente e clinicamente significativa da comunicação e da interação social, manifestada por deficiência marcada de comunicação verbal e não verbal usada para interação social, ausência de reciprocidade social; falência em desenvolver e manter relações apropriadas ao seu nível de desenvolvimento”.

Postos SAC do interior realizam atendimento exclusivo a crianças no sábado 

Domingos Matos, 10/01/2019 | 11:31

Facilitar o acesso de crianças até 10 anos de idade para emissão de carteira de identidade. Esse é o objetivo principal do projeto Pequeno Cidadão, lançado pelo SAC, e que já atendeu a mais de 2 mil crianças no interior da Bahia. O programa vai fazer a segunda edição em 13 unidades do SAC em municípios do interior, de forma conjunta, neste sábado (12). Para fazer o agendamento, é necessário que os responsáveis se dirijam aos postos com antecedência, portando certidão de nascimento da criança.

O atendimento será exclusivo e dedicado aos pequenos em um ambiente lúdico. Os documentos necessários para emissão do RG são: Certidão de Nascimento original, legível e sem rasuras, ou cópia autenticada. Para crianças até três anos de idade, é preciso levar foto 3x4, com fundo branco. Vale ressaltar que para os casos de segunda e demais vias será cobrada uma taxa de R$ 37,77. Os postos contemplados são Alagoinhas, Conquista I e II, Feira de Santana I, Guanambi, Ilhéus, Irecê, Itabuna, Jacobina, Porto Seguro, Santo Antonio de Jesus, Senhor do Bonfim e Valença.

Para o coordenador dos postos SAC do Interior, Lúcio Pisani, a ação é importante para ampliar o acesso de crianças a serviços básicos de cidadania "É fundamental que eles iniciem o quanto antes o exercício da cidadania, já que o projeto ajuda no processo da confecção do RG, documento que vai facilitar a vida dos pais e responsáveis no dia a dia", disse.

A Rede SAC possui 71 unidades de atendimento, sendo 37 Postos (na capital, região metropolitana e interior) e 31 Pontos SAC. Além disso, operam três rotas do SAC Móvel, unidades itinerantes que percorrem localidades que não possuem SAC. Para outras informações sobre serviços prestados, horários de atendimento e endereços, a Secretaria da Administração (Saeb) disponibiliza os aplicativos SAC Mobile e SAC Digital, os Portais SAC ( www.sac.ba.gov.br ) e SAC Digital (sacdigital.ba.gov.br), além da central telefônica de atendimento, através do 0800 071 5353 (telefone fixo) e 4020 5353 (telefone móvel).

 

Polícia Militar e empresários vão atuar via WhatsApp no comércio de Itabuna

Domingos Matos, 10/01/2019 | 11:01

Visando garantir uma comunicação mais rápida e eficiente com a Polícia Militar, os empresários integrados as entidades da ACEI, CDL e Sindicom estarão em contato conjunto e direto com o órgão de segurança através de um grupo de WhatsApp. A rede social será um espaço aberto para que os empresários comuniquem qualquer suspeita de ato criminoso no estabelecimento ou no entorno comercial, visando ser coibido.

O pontapé inicial foi dado no início desta semana, quando o Major do 15º Batalhão da PM de Itabuna, Manoilzo Neves recebeu das classes empresariais, a doação de sete celulares smartphones, que serão distribuídos de acordo com as companhias da PM na cidade e ficarão disponível com um policial plantonista responsável por visualizar as mensagens no grupo e acionar uma viatura, caso necessário.

De acordo com o Major Manoilzo Neves, o grupo está em fase de implementação das regras de convivência, mas nós próximos dias estará funcionando. “Ao todo serão criados 4 grupos de acordo com as áreas comerciais da cidade, onde atuam as companhias da PM, no bairro São Caetano, centro da cidade, bairro Santo Antônio e os bairros Califórnia e Fátima”, explicou o Major.

Segundo o presidente da ACEI, Sérgio Velanes, o objetivo é promover o bem estar da população, além de contribuir com a ação da PM no combate a furtos e roubos no comércio em geral. “A iniciativa vai melhorar a comunicação e a informação entre lojistas e a Polícia Militar, buscando trazer tranquilidade aos clientes e às pessoas em circulação nas ruas”, defendeu o representante da classe.

A iniciativa é das entidades de classes, Associação Comercial e Empresarial de Itabuna, Câmara de Dirigentes Lojistas de Itabuna e Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista do Município de Itabuna. A estratégia de atuação será da Polícia Militar do 15º Batalhão de Itabuna.

 

Treinamento de Política de Identificação do Paciente chega ao hospital Manoel Novaes

Domingos Matos, 10/01/2019 | 10:31

Foi ministrado, entre os dias 03 e 09 de janeiro, no auditório do Hospital Manoel Novaes, em Itabuna, o treinamento da Política de Identificação do Paciente. O objeitvo é cumprir uma das seis metas de segurança estabelecidas pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

De acordo com Nathalia Trindade Santa Isabel Valete, enfermeira da Qualidade e Núcleo de Segurança do Paciente, que ministrou o curso, a finalidade maior desse treinamento é proporcionar segurança aos pacientes, identificando-os da maneira correta desde o internamento até a alta, antes da realização de qualquer procedimento invasivo, medicação, dieta oferecida, exames ou uso de sangue através de pulseiras ou etiquetas. “É preciso confirmar antes de qualquer procedimento os dois identificadores: Nome completo e data de nascimento. Para os recém-nascidos, o uso de duas pulseiras de identificação com nome completo da mãe, data de nascimento e o sexo do bebê”, diz.

A política também visa favorecer a participação do paciente no seu cuidado, confirmando sua identificação e dos colaboradores que precisam estar preparados para isso. “É necessário que todos entendam a importância de ofertar um atendimento seguro e padronizado a esses pacientes”, diz. A enfermeira destaca ainda, que a política de identificação do paciente é uma das exigências para o processo de acreditação da ONA.

Ao todo, 111 funcionários da nutrição, recepção e equipe assistencial (enfermeiros, técnicos de enfermagem, técnicos de laboratório e maqueiros) passaram pelo treinamento em turnos da manhã, tarde e noite, além dos setores que servirão como piloto para a implantação a política de identificação: oncologia pediátrica, UTI pediátrica, Pavilhão Otaciana Pinto e Radioterapia e, posteriormente, direcionado aos demais setores.

Piso salarial do magistério é reajustado a partir de janeiro 

Domingos Matos, 10/01/2019 | 10:01

O piso salarial do magistério será reajustado para R$ 2.557,74. O Ministério da Educação anunciou na quarta-feira (9), o reajuste de 4,17%, conforme determinação do artigo 5º da Lei nº 11.738, de 16 de julho de 2008. O valor corresponde ao vencimento inicial dos profissionais do magistério público da educação básica, com formação de nível médio, modalidade normal, jornada de 40 horas semanais.
 
O piso salarial foi estabelecido pela Lei nº 11.738 em cumprimento ao que determina a Constituição Federal, no artigo 60, inciso III, alínea “e”, do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias. Pelo dispositivo, o piso salarial profissional nacional do magistério público da educação básica é atualizado, anualmente, no mês de janeiro, a partir de 2009. No parágrafo único do artigo, é definido que essa atualização será calculada utilizando-se o mesmo percentual de crescimento do Valor Anual Mínimo por Aluno (VAA) referente aos anos iniciais do ensino fundamental urbano, definido nacionalmente, nos termos da Lei nº 11.494, de 20 de junho de 2007.
 
Conforme a legislação vigente, a atualização reflete a variação ocorrida no VAA definido nacionalmente no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) de 2018, em relação ao valor de 2017. Dessa forma, o cálculo é feito com a variação entre a Portaria Interministerial MEC/MF nº 6, de 26 de dezembro de 2018, com VAA de R$ 3.048,73, e a Portaria Interministerial MEC/MF nº 08, de 29 de novembro de 2017, com VAA de R$ 2.926,56. Com o cômputo, o MEC chegou à variação de 4,17%, que deve ser aplicada ao valor do Piso Salarial Profissional Nacional (PSPN) do ano anterior, neste caso em 2018, de R$ 2.455,35.

A metodologia proposta é a de utilizar o percentual de crescimento do VAA, tendo como referência os dois exercícios imediatamente anteriores à data em que a atualização deve ocorrer. A Nota Técnica nº 36/2009, da Advocacia Geral da União, acompanhou esse entendimento.
 
De acordo com o MEC, esse formato para correção do piso salarial é utilizado desde o ano de 2010. Como até o presente momento não houve alterações expressas na Lei, bem como na forma de cálculo, compreende-se que a metodologia para a constituição do percentual de variação do PSPN está mantida.

Lei prevê mensagens sobre uso de álcool e drogas em eventos de Ilhéus

Domingos Matos, 10/01/2019 | 09:01

Agora é lei. Promotores de shows, eventos culturais e esportivos voltados ao público infanto-juvenil na cidade deverão inserir mensagens educativas sobre o uso indevido de álcool e drogas no seu decorrer e respectivos ingressos, contendo informações sobre os malefícios das drogas e o uso abusivo de álcool. De autoria do vereador Aldemir Almeida, a lei nº 3.985/2018 foi sancionada em outubro último pelo prefeito Mário Alexandre, passou a ser obrigatória desde a da data de publicação no Diário Oficial do Município.

Durante os eventos, painéis, faixas, cartazes, outros meios audiovisuais e viva voz, devem replicar a comunicação. Segundo o autor, a luta contra a droga deve ser responsabilidade de toda a sociedade. Esses eventos constituem excelentes oportunidades para a divulgação. O descumprimento do disposto nesta lei sujeita os infratores às penalidades no Código de Defesa do Consumidor, Lei Federal nº 8.078 de 1990.

Ato ilícito – As famosas frases “É só uma dose” ou “é só um golinho” têm sido incentivos inofensivos para o início do consumo de álcool pelos adolescentes. De longe, o consumo de álcool por adolescentes tem se tornado cada vez mais comum, e por vezes esquecido como um ato ilícito. Muitos jovens começam a beber na companhia de amigos mais velhos ou até mesmo junto com a família, em um almoço de domingo, sem ninguém ver perigo nisso.

Importante ressaltar que é proibida a comercialização de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos e considerar que o álcool etílico é a droga mais consumida no Brasil e no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Vários estudos apontam que o álcool também é a substância psicotrópica mais utilizada por crianças e adolescentes, com aumento do consumo e iniciação cada vez mais precoce entre os jovens.

 

Servidores com os mais altos salários de Ilhéus estão na lista dos afastados por sentença judicial

Domingos Matos, 10/01/2019 | 08:31

Entre os 268 servidores afastados pela Prefeitura de Ilhéus, na segunda-feira (7), por força de sentença judicial proferida pelo juiz Alex Venicius, da 1ª Vara da Fazenda Pública, estão os detentores dos mais altos salários da folha de pagamento do município. Com o cumprimento da decisão judicial, a administração municipal economizará R$ 1.590.155,88 mensais, totalizando R$ 19 milhões por ano.

O prefeito Mário Alexandre lamenta a situação. “É um momento muito delicado da nossa gestão, termos de afastar pessoas conhecidas e até amigas que contribuíram durante anos com a cidade de Ilhéus”, enfatiza. A herança deixada por gestões anteriores, numa sequência de erros administrativos e jurídicos lesou os cofres públicos e produziu distorções salariais consideradas injustas por funcionários municipais e a população.

As disparidades entre funções e salários são evidentes na lista incluída no decreto de cumprimento da decisão judicial publicado no Diário Oficial do Município no último dia 7. Assistentes administrativos com salários entre R$7 e R$10 mil, guardas municipais recebendo de R$8 a R$10 mil, técnicos administrativos com remuneração de até R$13 mil, professores com salários acima de R$10 mil, odontólogo recebendo R$ 20 mil, entre outras distinções.

Concursados - A mesma sentença, no entanto, também obrigou o Município a nomear os candidatos aprovados no concurso público realizado em 2016. Com a convocação, serão preenchidas 196 novas vagas em níveis médio e superior, para trabalhar nas secretarias municipais de Administração, Educação, Desenvolvimento Social, Saúde, Agricultura e Pesca, Fazenda, Infraestrutura, Transporte e Trânsito, Turismo, Cultura, Planejamento e Desenvolvimento Sustentável.

O prefeito Mário Alexandre destaca que o afastamento dos 268 servidores não estáveis, em um universo de 3.317 funcionários efetivos, não coloca em risco a continuidade do serviço público. “Estamos consternados com a obrigatoriedade de cumprimento da decisão judicial, e ainda vamos fazer o que for possível para ajudar esses servidores não estáveis, mas os concursados que se encontravam ansiosos para serem nomeados chegam com todo o gás e motivados para prestar um bom serviço à cidade”, diz ele.

O chefe do Executivo ilheense destaca também os esforços da administração municipal para beneficiar os servidores não estáveis com o Programa de Desligamento Voluntário (PDV), que oferece o benefício do pagamento de 35% da média salarial do servidor nos últimos 12 meses, durante 20 anos. Segundo dados do Departamento de Recursos Humanos do município, até o momento já foram autorizadas 400 concessões de indenização. Os servidores que aderiram ao PDV e foram incluídos na lista do cumprimento da decisão judicial podem se aposentar com o benefício, assim que seus processos forem concluídos e receberem a carta de deferimento do INSS.

Câmara de Itabuna acompanham reordenamento de matrículas na rede municipal 

Domingos Matos, 10/01/2019 | 08:01

O reordenamento na matrícula estudantil, idealizado pela Prefeitura de Itabuna, está sendo acompanhado de perto pelo Legislativo. A mudança de escola pode afetar centenas de alunos da rede municipal – de bairros como Fátima, Califórnia, Parque Boa Vista – que estudam no Colégio Ciso. “Nos propomos a ajudar o Governo na busca de soluções para manter o funcionamento do Ciso”, declarou Manoel Júnior (PV), 1º Secretário, na tarde de quarta-feira (09).

Manoel representou o presidente Ricardo Xavier (PPS) no encontro realizado na Usemi, bairro São Caetano, com participação das secretárias Nilmecy Gonçalves (Educação), Maria Alice Pereira (Governo) e do vice-prefeito Fernando Vita. Para o Governo, o fim da parceria com o Ciso seria justificável pela contenção de despesas (aluguel, energia elétrica). A intenção é transferir os alunos para o Instituto Municipal de Educação Aziz Maron (Imeam), que deverá ser revitalizado.

Mais cedo, pela manhã, um grupo de sete vereadores visitou o Ciso. A comitiva parlamentar, da qual fez parte o presidente Ricardo Xavier, reuniu-se com pais de alunos que fizeram apelos pela permanência da escola, que funciona há mais de 50 anos no bairro de Fátima. Após a visita, Ricardo agendou audiência com o chefe do Executivo para segunda, 14. “Abrimos esse canal para que pais e alunos dialoguem diretamente com o prefeito”, ressaltou Xavier.

 

Legislativo fixa turno único no recesso parlamentar em Itabuna

Domingos Matos, 10/01/2019 | 07:31

Para economizar despesas, o presidente Ricardo Xavier (PPS) fixou turno único para o expediente administrativo do Legislativo de Itabuna. O ‘turnão’ durante o recesso parlamentar será das 8h às 14h. A modificação no horário já está valendo e prossegue até 14 de fevereiro. O retorno das atividades parlamentares da Câmara itabunense deve ocorrer a partir de 15 de fevereiro.

Na portaria, Xavier ressalta, contudo, que, havendo convocação extraordinária ou necessidades detectadas”, o expediente administrativo pode regressar ao horário normal (8h às 12h; 14h às 18h). Outra ressalva é para o atendimento a serviços de interesse institucional. Neste caso, os empregados designados pela Diretoria deverão cumprir a jornada legal imposta ao cargo.

Posse de concursados

Na terça (15), às 9h, a Presidência empossará mais dois assistentes administrativos aprovados em concurso público. Em novembro passado, três candidatos foram convocados, no entanto, um deles deixou de comparecer ao Setor de Recursos Humanos. Os 47 classificados nas vagas do edital já foram nomeados. Hoje 35 empregados estão trabalhando, considerando-se as desistências.

 

Tradicional Puxada do Mastro promete agitar o fim de semana em Ilhéus

Domingos Matos, 10/01/2019 | 07:01

A tradicional festa da Puxada do Mastro de São Sebastião, que acontece todos os anos em Ilhéus, será neste final de semana (dias 11, 12 e 13). A expectativa é que a Estância Hidromineral de Olivença, zona sul do município, atraia milhares de ilheenses e turistas para prestigiar o evento, já que a cidade está com quase 100% de ocupação da rede hoteleira.

A programação começa na sexta-feira (11), com desfile cultural às 16 horas. Logo após, acontece a cerimônia de hasteamento das bandeiras, missa e acendimento do fogo simbólico. No sábado (12), a programação inclui missa em homenagem a São Sebastião, às 19h30, seguida de apresentações culturais e indígenas, cortejo dos mascarados e show musical, a partir das 21 horas, na Praça Cláudio Magalhães, com as atrações regionais Pagofunk e Batuque Bom. 

Os festejos começam cedo no domingo (13), com alvorada às 5 horas e rituais religiosos e indígenas em frente à paróquia de Nossa Senhora da Escada, organizados por puxadores do mastro. Às 7 horas, será oferecida feijoada aos machadeiros, antes da saída deles para a mata de Ipanema, em Olivença, em busca do mastro. A partir das 16 horas, inicia o show musical na Praça Cláudio de Magalhães, com as bandas Kavunje e Realce e às 17 horas estão programadas a chegada do mastro e solenidade do arreamento de bandeiras e o apagar do fogo simbólico.

Calendário turístico ­- O evento é realizado pela Prefeitura de Ilhéus, através das secretarias de Turismo e Esporte (Setur) e Cultura (Secult) em parceria comAssociação dos Machadeiros de Olivença. A festa inicia com o ritual da escolha da árvore, para que no segundo domingo de janeiro seja transformada em mastro eintegra o calendário oficial turístico da cidade.

 

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.