Estudante de odontologia é indiciado por exercício ilegal da profissão e lesão corporal

Domingos Matos, 17/09/2019 | 07:01

O estudante de odontologia suspeito de atuar de forma irregular em clínicas em Vitória da Conquista e Itabuna, no sudoeste e sul da Bahia, foi indiciado por exercício ilegal da profissão e lesão corporal grave. O inquérito instaurado pela delegacia de Conquista foi concluído ontem (16).

Paulo Henrico Almeida foi denunciado pelo Conselho Regional de Odontologia (CRO). Pelo menos 15 pessoas foram lesionadas por procedimentos mal feitos. O inquérito será remetido à Justiça pelo delegado Humberto Matos, um dos responsáveis pelo caso.

Outras duas mulheres, Luíza Gusmão, Isabelle Neme Sá, também serão indiciadas pelos mesmos crimes. A polícia não detalhou se elas também são estudantes. Um dentista, Wildiano Guimarães, terá conduta investigada pela polícia.

A defesa de Paulo Henrico informou que o estudante é inocente.

 

Conselho de odontologia denuncia

O Conselho Regional de Odontologia (CRO) denunciou Paulo Henrico de Almeida no final do mês de maio deste ano. Ele é suspeito de atuando de forma irregular em uma clínica em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia.

Apesar de não poder exercer a profissão, Henrico postava várias fotos em redes sociais, onde aparece atuando como dentista. O conselho informou ainda que várias pessoas procuraram o órgão para denunciar o rapaz.

O CRO chegou a registrar um boletim de ocorrência contra o estudante na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Itabuna, no sul do estado, depois que uma senhora denunciou o estudante.

 

Vítimas

Entre as vítimas que denunciaram o estudante está um homem que teve nove dentes extraídos de uma só vez por Paulo Henrico Almeida durante uma consulta.

A vítima contou que procurou o falso dentista, sem saber que ele não era um profissional da área, após uma inflamação em um dos dentes e afirmou que foi surpreendido com as extrações.

Além dele, outras pessoas da cidade relataram problemas com o falso dentista. A empregada doméstica Sirlene Santos contou que durante a consulta, o estudante teria orientado que o filho dela, um jovem de 21 anos, tivesse dois dentes extraídos e substituídos por implantes. (Com informações do G1)

Bahia busca novos investimentos da Alemanha em encontro internacional

Domingos Matos, 16/09/2019 | 18:41

Com oito grandes empreendimentos alemães implantados na Bahia que, juntos, geram 2,3 mil empregos e somam cerca de R$ 4 bilhões em investimentos, o Governo do Estado participa do Encontro Econômico Brasil-Alemanha (EEBA-2019), para ampliar o fluxo de negócios com investidores do país europeu, além de fortalecer as relações de cooperação internacional nos campos da economia, turismo, planejamento e cultura. O evento iniciou nesta segunda-feira (16) e segue até a terça (17), em Natal, Rio Grande do Norte.

"A Alemanha é a quarta economia do mundo e, com essa integração, podemos trazer mais emprego para o Nordeste brasileiro. O encontro pode beneficiar ainda o Consórcio Nordeste, com a ampliação do comércio entre o Brasil, os estados nordestinos e a Alemanha", disse o governador Rui Costa. Em visita ao estande do Governo do Estado no evento, Rui apresentou aos governadores da região os produtos de cooperativas da agricultura familiar.

O EEBA, na opinião do vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, João Leão, permite uma maior aproximação da Bahia com investidores alemães. "A Alemanha é um dos países que mais tem investido em nosso estado, com a Basf, Continental, Bosch, Sowitec, Siemens-Gamesa e Knauf. Além disso, atrair as empresas alemãs de médio e grande porte traz perspectivas de empregos e parcerias mais qualificados para nosso Estado", afirma.

O governo baiano montou um estande no evento no qual expõe as oportunidades de investimento e o ambiente de negócios do estado. A Bahia está fortemente interessada em receber este encontro econômico em 2021, quando voltará a ser realizado no Brasil.



Potencial
"A Bahia possui um potencial enorme para o desenvolvimento de novos projetos em parceria com a Alemanha nas mais diversas áreas. Temos, inclusive, avançado nas tratativas com empresas alemãs que pretendem investir na Bahia, como é o caso da Hirmer, com a implantação de um resort no Sul do estado e a construção do novo aeroporto de Porto Seguro, além do fomento para a agricultura familiar e geração de energia renovável", destaca o secretário do Planejamento, Walter Pinheiro.

Já o secretário do Turismo, Fausto Franco, exalta as potencialidades turísticas e a união dos estados nordestinos como aspecto estratégico para o crescimento da economia: “Esse encontro é muito importante para o Brasil, pois a Alemanha está entre as maiores potências mundiais e, no caso específico da Bahia, que já possui negócios com este país, as oportunidades vão se ampliar ainda mais a partir do Consórcio Nordeste”.

A Secretaria de Cultura também participa do evento com o propósito, segundo Arany Santana, titular da pasta, de fortalecer a dimensão econômica da Cultura, que precisa ser fomentada para além dos seus aspectos simbólicos e cidadão.

Esta é a 37º edição do encontro que reúne empresários interessados em estreitar relações, fechar parcerias, fazer intercâmbio de tecnologias e efetivar negócios. O EEBA é organizado pela Federação das Indústrias Alemãs (BDI) e pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), em parceria com a Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha (AHK) e nesta edição, contará com a parceria da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (FIERN).

Secretários aprovam instalações do Hospital Metropolitano 

Domingos Matos, 16/09/2019 | 17:32

O secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, acompanhou nesta segunda-feira (16) Secretários de Saúde dos municípios da Região Metropolitana de Salvador (RMS) em visita guiada às obras do Hospital Metropolitano. A unidade, que está sendo erguida em Lauro de Freitas e está com 90% de obras concluídas, deve ser inaugurada no primeiro trimestre de 2020, passando a integrar a rede de assistência da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab).

De acordo com Vilas-Boas, o “Hospital Metropolitano será o principal equipamento de saúde da RMS, atendendo a todos os casos da rede de urgência e emergência do litoral norte e das cidades que compõem a região metropolitana, pelo fácil acesso, a partir de diversas vias expressas, o que irá desafogar o Hospital Geral do Estado, Hospital Geral Roberto Santos e o Hospital Geral de Camaçari”, ressalta.

Entre obras e equipamentos, a unidade receberá investimentos da ordem de R$ 180 milhões. Com 265 leitos, sendo 55 de Terapia Intensiva (UTI), o hospital será de grande porte, com 27.900 metros quadrados de área construída. A unidade será referência para casos de urgência e emergência, trauma (particularmente o trauma raquimedular), acidente vascular cerebral (AVC) e contará com dez salas de cirurgia. Um dos destaques do projeto é a Unidade de Atenção ao Acidente Vascular Cerebral (UAVC), que atenderá pacientes acometidos pelo Acidente Vascular Cerebral (isquêmico, hemorrágico ou ataque isquêmico transitório), na fase aguda, ofertando tratamento trombolítico venoso, reabilitação precoce e investigação etiológica completa.

Para o secretário de Saúde de Camaçari, Elias Natan, a unidade vai ser importante no atendimento à população da RMS. “O hospital se apresenta com uma estrutura muito boa e que a gente entende que irá trazer um grande benefício para a região. Sem dúvida, teremos um atendimento muito mais qualificado em virtude das condições que constatamos nessa visita”, afirma.

Já a secretária de Saúde de Simões Filho, Poliana Avena, diz que “a estrutura vem para fortalecer a saúde na Bahia. Aprovamos as instalações na visita técnica e este equipamento é de extrema importância, onde Simões Filho conta também com essa obra.

Também está em curso a pavimentação asfáltica de 2,6 quilômetros da Rua Djanira Maria Bastos e a construção de uma via de acesso ao novo hospital, que beneficiará moradores de Camaçari, Candeias, Dias D’Ávila, Itaparica, Lauro de Freitas, Madre de Deus, Mata de São João, Pojuca, Salvador, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Simões Filho e Vera Cruz.

Gestão da saúde em Itabuna preocupa conselheiros e vereadores

Domingos Matos, 16/09/2019 | 16:39

Para o Conselho Municipal de Saúde de Itabuna – CMSI, o município vive um “problema crônico de gestão que não é exclusivamente [por falta] de financiamento”. Essa é a conclusão do relatório apresentado nessa quinta, 12, às Comissões de Saúde e Direitos Humanos do Legislativo itabunense. Os conselheiros cobram transparência e políticas duradouras para a pasta.   

Na Audiência Pública, o conselheiro Paulinho Silva denunciou, entre outras situações, a precariedade no atendimento da atenção básica, atrasos em pagamentos de funcionários e fornecedores, postos de saúde sem curativos, sem aferidor de pressão e insumos para diabéticos. “Falta resolutividade para esses problemas recorrentes”, lamentou o conselheiro.      

Da plateia, o ex-vereador Luís Sena declarou que “a saúde de Itabuna está doente, não por falta de verba.” Para ele é preciso “esclarecimento onde está sendo aplicado esse recurso.” A conselheira Sueli Dias, que atua junto a pacientes com câncer, pontuou que “eles sofrem calados e estão desacreditados a ponto de não procurarem mais as autoridades”.

Vereadores presentes à audiência manifestaram preocupação com as deficiências da saúde apontadas pelo Conselho. Apoiado por Enderson Guinho, Júnior Brandão e Chicão, Jairo Araújo defendeu a abertura de Comissão Especial de Inquérito para investigar e, se necessário, punir os responsáveis por mau gerenciamento dos recursos da Saúde.

“Apesar de auditorias que comprovaram desvios de milhões de reais, ninguém foi punido até agora. As pessoas estão morrendo”, declarou Guinho, que preside a Comissão de Saúde. “Temos que continuar apurando as irregularidades nos contratos na pasta da saúde visto que o prefeito cogita revisões contratuais e mais auditorias. A sociedade precisa saber o que está irregular”, frisou Jairo, de Direitos Humanos.
 

Mãe e filho são mortos a tiros e familiares ficam feridos após casa ser invadida por homens encapuzados em Uruçuca

Domingos Matos, 16/09/2019 | 16:03
Editado em 16/09/2019 | 16:08

Uma mulher de 36 anos e o filho dela, de 18, foram mortos a tiros na madrugada desta segunda-feira (16), após dois homens encapuzados invadirem a casa onde os dois moravam, na cidade de Uruçuca, no sul da Bahia.

De acordo com a Polícia Militar, outras três pessoas da mesma família estavam no imóvel no momento do ataque e também foram baleadas, incluindo um bebê de um ano. No entanto, a Polícia Civil não confirma o ataque à criança.

Conforme a PM, familiares das vítimas contaram que o alvo dos tiros era o jovem de 18 anos, que tinha envolvimento com o tráfico de drogas. As outras vítimas teriam sido baleadas ao tentar defender o rapaz.

O crime ocorreu por volta das 4h desta segunda-feira. Após a ação, os suspeitos, que ainda não foram identificados, fugiram. O caso será investigado pela Polícia Civil.

As duas pessoas que morreram foram identificadas como Mateus Oduque de Jesus e Rosilda Oduque de Jesus. Os corpos deles foram encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Ilhéus, também no sul do estado.

Os feridos são Lucas Gabriel Oduque de Jesus, de 1 ano, filho de Rosilda; Roseane Oduque de Jesus, de 38 anos, que é irmã de Rosilda; e Mateus Oliveira dos Santos, filho de Roseane, que não teve idade divulgada.

Os três foram socorridos e levados para um hospital da região. Não há detalhes sobre o estado de saúde deles. (Com informações do G1)

 

PM e PC desmontam rinha de galo e apreendem R$ 119 mil

Domingos Matos, 16/09/2019 | 15:39
Editado em 16/09/2019 | 15:19

Uma denúncia anônima ajudou as polícias Civil e Militar a localizarem, na tarde de sexta-feira (13), uma rinha de galo na cidade de São Gonçalo dos Campos. No local foram apreendidos R$ 119 mil e resgatados 184 animais submetidos a maus tratos.

Equipes da 1a Coorpin (Feira de Santana), da COE, do Batalhão de Choque, da Coppa e da Rondesp Leste cercaram o sítio Por do Sol, localizado na zona rural daquele município. Após varreduras foram encontradas as gaiolas com os galos e a arena onde aconteciam as lutas.

"Estamos diante de um grupo organizado. Eles distribuíam fichas com valores de apostas e possuíam também medicações para estimular os animais", contou o titular da 1a Coorpin, delegado Roberto Leal. 

O policial contou ainda que os 28 homens conduzidos foram autuados por maus tratos contra animais e em seguida liberados como determina o Código Penal. "Sabemos da participação de outras pessoas, que também serão responsabilizadas", avisou Leal.

 

Encontrado corpo de jovem que sumiu após entrar em mar do sul da Bahia para buscar bola

Domingos Matos, 16/09/2019 | 14:32

O corpo do jovem de 19 anos que sumiu na praia de Carapitanguí, em Barra Grande, Península de Maraú, no sul da Bahia, foi encontrado boiando por moradores e pescadores, horas depois de desparecer.

Segundo informações da Polícia Militar, Rodrigo de Jesus Conceição desapareceu na manhã do último sábado (14), quando jogava bola com os amigos na praia. O jovem entrou na água para buscar a bola e não conseguiu voltar.

De acordo com a PM, uma equipe do Corpo de Bombeiros fez buscas na região, mas não conseguiu encontrar a vítima. Após o encerramento das atividades, os moradores da região continuaram na praia de Carapitanguí e acharam o jovem por volta das 21h30.

O corpo de Rodrigo de Jesus foi levado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Ilhéus. Não há detalhes sobre o velório e sepultamento dele. (Com informações do G1)

 

Ações de controle geram economia de R$ 52,9 milhões para a Previdência Estadual

Domingos Matos, 16/09/2019 | 13:36

A Superintendência de Previdência (Suprev), unidade vinculada à Secretaria da Administração do Estado (Saeb), obteve uma economia de R$ 52,9 milhões para os cofres previdência estadual, com ações de controle realizadas nos primeiros oito meses deste ano. Essas ações resultaram na exclusão de 1.245 benefícios previdenciários irregulares e na recuperação de valores pagos indevidamente. 

A Coordenação de Controle de Benefícios (CCON), unidade ligada à Suprev, realiza ações de auditoria com a finalidade de zelar pelo dinheiro público e evitar pagamentos irregulares. A superintendência faz verificações rotineiras na folha dos aposentados e pensionistas, com intuito de detectar pagamentos indevidos de benefícios previdenciários, identificar vantagens irregulares e aposentadorias em desconformidade com a legislação.

Nos primeiros oito meses deste ano, a Suprev excluiu 926 beneficiários da Previdência Estadual que faleceram e os óbitos não foram informados à Suprev. A retirada desses beneficiários da folha gerou uma economia de R$ 43,7 milhões, evitando o pagamento de valores indevidos. Os casos foram identificados com o cruzamento de informações da folha da Previdência com outros bancos de dados como o Sistema Informatizado de Controle de Óbitos (Sisob) e o relatório de sepultamento de cemitérios, consultas em obituários de jornais e outros.

A Suprev excluiu, ainda, outros 319 benefícios da folha da previdência, totalizando uma economia de R$ 3,7 milhões. Os cortes foram de beneficiários que estavam recebendo pagamentos indevidos ou que não possuem mais os pré-requisitos legais para receber pensão.

Em uma nova trilha de auditoria, em parceria com a Auditoria Geral do Estado (AGE), foram identificados servidores que receberam adiantamento de décimo terceiro quando estavam na ativa e voltaram a receber na condição de inativo. Essa ação de controle resultou no cancelamento de 2.106 pagamentos indevidos e uma economia de R$ 4,3 milhões aos cofres da previdência.

A Superintendência de Previdência também fechou acordos para devolução ao erário de pagamentos indevidos feito a beneficiários. Foram 212 acordos assinados com beneficiários e familiares de servidores falecidos que resultaram em R$ 1,2 milhão de recuperados para os cofres públicos. 

O coordenador de controle de benefícios da Suprev, Maurício Góes Dantas, destacou a importância a atuação da área de controle na Previdência Estadual. “O Estado vem trabalhando de forma efetiva nas ações de controle e auditoria, na tentativa de coibir fraudes, evitar pagamentos indevidos para preservar a saúde financeira dos Fundos Previdenciários e garantir os proventos de novas aposentadorias e pensões”, disse Dantas.  Salientou ainda que outras ações de controle estão em andamento, com utilização de novas ferramentas e em parcerias com outras entidades.

Novas regras para a primeira habilitação já estão valendo; uso do simulador agora é facultativo

Domingos Matos, 16/09/2019 | 12:33

O Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA) chama a atenção das autoescolas e dos candidatos à primeira carteira de habilitação para as mudanças na legislação. Passou a valer, nesta segunda-feira (16), a resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) 778, que alterou o processo de formação de condutores.

A principal mudança foi a redução na carga horária das aulas práticas para habilitação categoria B (carros), de 25 horas para 20 horas, sendo que uma das aulas deve acontecer no período noturno. Antes, o candidato tinha que fazer 20% do curso prático à noite. O uso do simulador de direção agora é facultativo. No estado, uma portaria do Detran-BA antecipou em um mês a nova regra do simulador.

Para os candidatos à habilitação categoria A (motos), foram mantidas as 20 horas de aulas práticas e houve redução no número de aulas noturnas, de quatro para uma. 

No caso da Autorização para Conduzir Ciclomotores (ACC), usada por quem pilota motos "cinquentinhas", a carga horária do ensino prático diminuiu de dez para cinco horas. A autoescola poderá permitir o uso de um veículo apresentado pelo candidato, que tem a opção de não fazer as aulas teóricas e práticas, realizando somente as provas, no prazo de 12 meses. Se houver reprovação no exame, a parte teórica do curso torna-se obrigatória.

O diretor-geral do Detran-BA, Rodrigo Pimentel, comentou as mudanças na legislação. "A ideia foi ampliar o acesso da população à carteira de habilitação, sem deixar de priorizar a segurança no processo de formação do condutor”.

 

Pagamento do FGTS: Caixa alerta sobre cuidados para trabalhador não cair em golpes

Domingos Matos, 16/09/2019 | 11:31

A Caixa Econômica Federal registrou mais 12 milhões de transações nesses primeiros dias de saques de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que,segundo o governo federal, devem injetar R$ 40 bilhões na economia até março de 2020.

Para evitar que as pessoas sejam vítimas de golpistas, o banco publicou em seu site dicas de segurança.

 

Dicas de segurança

Evite fornecer a senha ou número do Cartão Cidadão, pois golpistas procuram entrar em contato com os clientes se passando por empregados das centrais de cartões ou do banco, para obter informações e, assim, aplicar golpes.

Não acesse links em nome da Caixa, pois o banco não envia links por e-mail, SMS ou WhatsApp. “Se você receber mensagens desse tipo, desconfie”.

Não faça pré-cadastro para saque do FGTS. Golpistas têm se passado pela Caixa no WhatsApp. Não responda. Em caso de dúvida, procure os canais oficiais do banco.

A área de segurança da Caixa mantém ainda, uma página atualizada com dicas e informações sobre os principais golpes praticados pelos fraudadores.

O banco alerta que não envia mensagens sobre saques das contas vinculada FGTS; não solicita senhas, dados ou informações pessoais do trabalhador; não pede confirmação de dispositivo ou ou acesso à conta por e-mail, SMS ou WhatsApp.

O banco orienta que os trabalhadores busquem informações sobre FGTS disponíveis nos canais oficiais da Caixa, na internet, no endereço fgts.caixa.gov.br, no app FGTS ou no telefone 0800-726-0207, ou direto em suas agências.

 

Receita libera pagamento do 4º lote de restituição do Imposto de Renda 2019

Domingos Matos, 16/09/2019 | 10:19

A Receita Federal liberou hoje (16) o pagamento do quarto lote de restituição do Imposto de Renda 2019. O crédito bancário será feito para 2.819.522 contribuintes, no valor total de R$3,5 bilhões. Segundo a Receita Federal, o dinheiro será depositado nas contas dos contribuintes.

O lote também contempla restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2018. A consulta para saber se a declaração foi liberada poderá ser feita acessando a página da Receita na internet, pelo Receitafone 146, informando o CPF e a data de nascimento. Caso tenha entrado no lote, a situação da declaração será “crédito enviado ao banco”.

Se o valor não foi creditado, o contribuinte deve ligar nos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) ou ir a uma agência do Banco do Brasil para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Os lotes de restituição são liberados mensalmente. O Fisco libera os pagamentos por ordem de chegada da declaração. Isso significa que quem entregou a declaração mais cedo recebe a restituição primeiro. 

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la pela internet.

É possível perder peso com lipo e abdominoplastia?

Domingos Matos, 16/09/2019 | 09:30

A lipoaspiração e a abdominoplastia estão entre as cirurgias plásticas mais realizadas no Brasil e no mundo.

Porém, existem muitas mulheres e homens que ainda entendem mal esse procedimento ou acabam tendo uma visão errada sobre o objetivo da cirurgia.

Dessa forma, é nesse post que você vai entender de uma vez por todas se é possível perder peso com esses procedimentos e o que realmente esperar.

Preparada? Vamos lá!

Entenda o conceito de cada cirurgia

Antes de começar a explicar melhor a temática em relação a perda de peso e as duas cirurgias plásticas do título desse post, vale a pena entender exatamente o que é cada procedimento.

- Lipoaspiração:

A lipoaspiração é um procedimento com foco na retirada de gordura entre os tecidos do corpo, geralmente na região do abdômen, culote, coxas e costas.

Através de uma cânula o cirurgião suga a gordura da região, deixando a área visivelmente mais magra e definida.

- Abdominoplastia:

Por outro lado, a abdominoplastia vem como um processo de retirada da pele da região do abdômen, geralmente após o parto ou emagrecimento.

O foco dessa cirurgia é eliminar os tecidos que sofreram flacidez ou que ficaram com uma grande quantidade de estrias.

Lipoaspiração e abdominoplastia emagrecem?

A pergunta que não quer calar não tem uma resposta simples, mas é possível ser bastante direta em relação ao que dizem os especialistas.

Em resumo, nem a lipoaspiração e nem a abdominoplastia servem para pacientes que querem perder peso.

E por que não?

Primeiramente, em relação a a lipoaspiração, a quantidade de gordura que é retirada pode ser considerada mínima, não sendo algo que vá fazer diferença na balança.

Já em relação a abdominoplastia, o que é retirado da paciente é o excesso de pele, o que pode dar alguma diferença em relação ao peso, mas toda a gordura do seu corpo se mantém presente.

Por que então, essas cirurgias parecem promover o emagrecimento?

A recomendação do cirurgião diante de qualquer dúvida sobre o procedimento deve envolver espera e conhecimento.

Isso porque, essas cirurgias funcionam como uma quebra de etapa, ou seja, você pula uma casa para conseguir aquilo que quer sem precisar de tempo.

Através da espera e conhecimento, dá para entender que a percepção de emagrecer depois destes dois procedimentos está relacionada totalmente a questão visual.

Na lipoaspiração, você elimina algumas gordurinhas que são visíveis e incomodam, deixando a cintura um pouco mais fina ou mesmo reduzindo os culotes e a barriga, por exemplo.

Com isso, mesmo que a gordura retirada seja mínima, você vai olhar no espelho e perceber que o corpo está mais harmônico e bonito, seguindo os padrões de beleza.

A abdominoplastia, por outro lado, é capaz de eliminar o tecido flácido e as estrias, o que já garante a eliminação daquilo que incomoda, um tecido mole e marcas.

Sendo assim, você tem a sensação de que está mais magra porque o tecido que estava pendurado sumiu.

Em suma, você não emagreceu, mas conseguiu um corpo mais definido e levemente mais magro, já que tirou da sua visão aquilo que estava incomodando.

Importante:  a abdominoplastia, por exemplo, só é recomendada depois de você emagrecer, para conseguir retirar todo o excesso de pele e seguir com um plano mais equilibrado de atividades e alimentação.

Porque as cirurgias são vistas como a possibilidade de emagrecimento rápido?

Esse é o ponto de destaque desse post, no qual você deve ter total atenção para entender como uma ideia pode ser entendida errada.

Dessa forma, essa temática será dividida em três pontos, sendo eles:

- O imaginário cirúrgico:

Em primeiro lugar, quase todos os procedimentos estéticos, nesse caso lipoaspiração e abdominoplastia, lidam com a ideia da paciente.

Ou seja, lidam com o como você quer ficar ou o que é possível fazer.

Esse imaginário cirúrgico está em todos os lugares, desde as revistas de moda até aquela blogueira que garante que uma lipo devolveu sua cintura.

Entretanto, se trata apenas de um imaginário, e a recomendação do cirurgião é ter atenção quanto aquilo que você deseja e aquilo que é possível obter. Sendo possiblidades completamente diferentes.

- A questão de resultado rápido:

Em segundo lugar, as cirurgias plásticas surgem como uma possiblidade rápida de conquistar algo.

Por exemplo, porque passar horas treinando para deixar o abdômen zerado se você pode recorrer a uma lipoaspiração não é mesmo?

Além de ser nociva para quem está planejando mudar, a ideia de resultado rápido não funciona tão rápido assim.

Afinal, você não vai conseguir emagrecer, o resultado não dura para sempre e depende de você o que vai acontecer nos próximos meses e anos.

Fora isso, toda cirurgia envolve algum risco.

- Autoestima e frustração:

Em terceiro lugar, para terminar, a lipoaspiração e a abdominoplastia mexem com o imaginário do paciente, como uma possibilidade quase infinita de melhorar mais a cada dia.

Ou seja, é a sua autoestima que parece estar em jogo, junto com a frustração por não conseguir aquele resultado que deseja.

Emagrecer e ter o corpo dos sonhos não é fácil e envolve mudanças no estilo de vida, incluindo alimentação e prática física.

Nessa linha, a abdominoplastia e lipoaspiração vem como uma alternativa para correções após o emagrecimento, como que para melhorar os resultados ou eliminar algo que, de maneira saudável, não está sendo possível.

Esses três pontos mostram que as cirurgias plásticas podem causar uma ideia errada e até uma dependência.

Afinal, você pode preferir subir em uma mesa e seguir com o pós-operatório ao invés de malhar e cortar a alimentação. O que não é nada saudável.

Com isso, a recomendação do cirurgião qualificado pode não apenas mudar a sua perspectiva, mas garantir que você amplie aquilo que pensa sobre procedimentos estéticos e hábitos saudáveis.

Conclusão

Não é possível perder peso com lipoaspiração e abdominoplastia, sendo que a recomendação do cirurgião é sempre começar por uma mudança alimentar e física antes de optar por cirurgias.

Assim, os procedimentos estéticos podem brincar com o imaginário do paciente, mas é preciso realmente investir em uma vida saudável bem como conversar com profissionais qualificados antes de qualquer escolha.

Detran exonera servidor investigado pelo Ministério Público

Domingos Matos, 16/09/2019 | 09:23

O Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA) exonerou o servidor  Márcio Silva Freire, preso na última quinta-feira (12), na operação "Freio de Arrumação'. O caso, segundo o órgão, vinha sendo apurado pela Corregedoria do Detran há quatro meses.

A Corregedoria encaminhou as informações levantadas ao Ministério Público do Estado e à Polícia Civil, ação que contribuiu para o desfecho do caso. O Detran está colaborando com as investigações da operação, para que tudo seja esclarecido e os culpados punidos.

A Corregedoria disse que tem um trabalho contínuo na apuração de denúncias de irregularidades envolvendo servidores do órgão de trânsito.

Policlínicas já atendem mais da metade dos municípios baianos

Domingos Matos, 16/09/2019 | 08:15

As policlínicas regionais de saúde já atendem a população de 58% dos municípios da Bahia. Com a inauguração da 12ª unidade, em Jacobina, na última quinta-feira (12), são 239 municípios contemplados pelos serviços. Cada policlínica recebe R$ 22 milhões em investimentos do Governo do Estado, que é responsável pela construção, aquisição de equipamentos, mobiliário e micro-ônibus para o transporte dos pacientes. 

O principal objetivo das policlínicas é complementar a atenção básica de saúde. Elas são construídas em locais estratégicos no interior do estado, possibilitando a regionalização do atendimento à população, que não precisa percorrer longas distâncias ou aguardar tempo excessivo para o atendimento.

As policlínicas já funcionam nas regiões de Teixeira de Freitas (13 municípios atendidos), Guanambi (22 municípios), Jequié (28 municípios), Irecê (24 municípios), Feira de Santana (28 municípios), Alagoinhas (19 municípios), Santo Antônio de Jesus (28 municípios), Valença (13 municípios), Paulo Afonso (9 municípios), Juazeiro (10 municípios) e Vitória da Conquista (28 municípios). Também estão em construção as unidades de Salvador, Barreiras, Itabuna, São Francisco do Conde, Simões Filho e Senhor do Bonfim. 

A manutenção das unidades é compartilhada entre o Estado, que financia 40% dos custos, e os municípios do consórcio de saúde, que cobrem os 60% restantes.

Entregue pelo governador Rui Costa na quinta-feira (12), a policlínica em Jacobina será administrada pelo consórcio formado por 17 municípios: Caém, Caldeirão Grande, Capim Grosso, Jacobina, Mairi, Miguel Calmon, Mirangaba, Ourolândia, Piritiba, Quixabeira, São José do Jacuípe, Saúde, Serrolândia, Umburanas, Várzea da Roça, Várzea Nova e Várzea do Poço. 

Nas policlínicas, a população têm acesso gratuito a consultas em diversas especialidades médicas, a exemplo de angiologia, cardiologia, endocrinologia, gastrenterologia, neurologia, ortopedia e otorrinolaringologia, e exames como ressonância magnética, tomografia, mamografia, ultrassonografia com doppler, ecocardiografia, mapa, holter, eletroencefalograma, eletrocardiograma, endoscopia e colonoscopia.

Itacaré realiza palestra sobre a “Prevenção do Suicídio”

Domingos Matos, 16/09/2019 | 07:07

A Prefeitura de Itacaré se une à campanha nacional Setembro Amarelo de Combate ao Suicídio, promovendo uma série de ações, palestras e informações sobre os riscos desse problema e a abordagem de um tema tão complexo que tem tirado muitas vidas. E como parte dessas ações, a Secretaria de Desenvolvimento Social de Itacaré estará realizando na próxima quarta-feira (18), a palestra com o tema “Prevenção ao Suicídio – Setembro Amarelo”, com a psicóloga Ana Paula Laranjeira.

A palestra acontecerá às 10 horas da manhã na sede da Secretaria de Desenvolvimento Social, ao lado do Clube Pirajá, e é aberta a todas as pessoas interessadas em conhecer mais sobre o problema e descobrir as formas de ajudar cada vez mais a mostrar o dom da vida. De acordo com a secretária de Desenvolvimento Social de Itacaré, Sirlândia Lyrio, o objetivo desse trabalho é alertar a comunidade sobre o problema, acompanhar e prestar assistência as pessoas, nformar sobre os fatores de riscos e as formar de apoio, como elevar a autoestima, o bom suporte familiar, os laços sociais estabelecidos, atividades de lazer, o senso de responsabilidade com a família e mostrar a importância da vida.

Setembro Amarelo é uma campanha brasileira de prevenção ao suicídio, iniciada em 2015. É uma iniciativa do Centro de Valorização da Vida (CVV), do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). O mês de setembro foi escolhido para a campanha porque, desde 2003, o dia 10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio. A ideia é promover eventos que abram espaço para debates sobre suicídio e divulgar o tema alertando a população sobre a importância de sua discussão.

No Brasil, o suicídio é considerado um problema de saúde pública e sua ocorrência tem aumentado muito entre jovens. De acordo com números oficiais, 32 brasileiros se matam por dia em média, sendo essa uma taxa maior do que a de vítimas de AIDS e da maioria dos tipos de câncer. De acordo com um relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) de 2014, o Brasil está em oitavo dentre os países com maior número de suicídios. No mundo, o suicídio é a terceira causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos e a sétima causa de morte de crianças entre 10 e 14 anos de idade. A OMS também afirma que o suicídio tem prevenção em 90 por cento dos casos.

 

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.