Assembleia promulga lei que nomina Horácio Sodré barragem em Itapé

Domingos Matos, 27/12/2017 | 16:26
Editado em 27/12/2017 | 16:26

O Diário do Poder Legislativo, edição de hoje (27), publicou a lei promulgada pela Assembleia, de autoria do deputado Marcelo Nilo, que denomina de Barragem Horácio Sodré a barragem de contenção hídrica que o Governo do Estado acaba de concluir a construção no município de Itapé, no sul do Estado. O equipamento, dentre múltiplas serventias, deverá abastecer, além daquela cidade, o município de Itabuna, pondo fim às crises hídricas que a tem atingido severamente, nos últimos anos.

A lei, que foi catalogada sob o n° 13.826, mereceu indicação, ao Governador do Estado e à Assembleia Legislativa, pela unanimidade dos Vereadores de todos os partidos da Câmara Municipal de Itapé e, por fazer justiça à vida e às realizações daquele seu ex-prefeito por quatro vezes, converteu-se em apelo da população itapeense que já se organiza para realizar, na inauguração da obra, uma consagradora homenagem ao governador Rui Costa e à Assembleia Legislativa, em torno da figura do homenageado cuja escolha do nome uniu o povo do município e conquistou repercussão positiva em toda a região.

História

A publicação da lei coincide com a data de emancipação política do município de Itapé e, por ironia do destino, ocorre exatamente no dia em que se completam 50 anos da grande enchente do rio onde foi erigida a barragem, enchente essa que destruiu quase inteiramente a cidade de Itapé, justo quando o homenageado era Prefeito do município e conduziu a reconstrução da mesma.

A inauguração da obra deverá ocorrer no primeiro trimestre de 2018.

Bahia lidera ranking de licenciamento ambiental

Domingos Matos, 26/12/2017 | 16:40

Uma matéria publicada no jornal Valor Econômico, nesta terça-feira (26), aponta que a Bahia é o Estado com as melhores práticas e com maior agilidade para liberação de licenciamento ambiental para empreendimentos empresariais no país. A publicação mostra que o Estado baiano lidera o ranking nacional do Índice de Qualidade do Licenciamento Ambiental (IQL), instrumento inédito elaborado pela consultoria AFranco Partners que mapeia processos de governos estaduais na área ambiental.

O indicador surge de estudo sobre as implicações do caminho percorrido por empresários até a obtenção do licenciamento ambiental para a tomada de decisão de investimentos. O estudo foca os Estados porque é sobre eles que recai a maior demanda por licenciamentos, já que a maior parte dos municípios repassa a responsabilidade institucional para governos estaduais.

De acordo com a diretora-geral do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), Márcia Telles, 179 técnicos de nível superior e médio foram contratados e todos os processos foram digitalizados e hoje são feitos pela internet. “Os Estados precisam se fortalecer, fortalecer a gestão municipal, pois muitos empreendimentos podem ser feitos pelas prefeituras, e priorizar avaliações e licenciamentos que significativamente tenham impacto. Atividades hoje mais conhecidas ou empreendimentos em áreas já vocacionadas [para atividade econômica] podem ter um licenciamento mais pontual, deixando os Estados mais livres para se debruçar sobre casos mais relevantes”, afirmou Márcia à publicação do Valor Econômico.

Para formar o IQL, 18 variáveis foram parametrizadas em três blocos principais: transparência, burocracia e prazos. Existência de manuais de licenciamento, serviços on-line, qualidade no atendimento e apresentação de informações de forma clara e acessível são alguns critérios do indicador. Dentro dessa lógica, a Bahia alcança pontuação máxima, com IQL 18. O desempenho está relacionado a várias mudanças implementadas desde 2012.

Ensino Fundamental americano em Itabuna

Informe

Domingos Matos, 13/11/2017 | 08:10

O Colégio Ieprol consolidou-se no serviço de ensino de Itabuna, oferecendo uma educação de excelência, voltada para atender as exigências educacionais do século XXI.

E, fiel a essa visão, apresentou à comunidade itabunense e regional, na noite do dia 09/11, mais uma novidade revolucionária: o Middle School, ensino fundamental americano.

Com essa inovadora proposta, o Colégio Ieprol completa o seu já excepcional portfólio - método Poliedro, Mecatrônica e Robótica e o Programa Dual Language.

O Middle School é resultado de uma parceria com uma das mais importantes universidades norte-americanas, University of Missouri, e funcionará a partir de 2018 para alunos do 7º e 8º anos.

O aluno concluinte sairá com duas diplomações, a brasileira e a americana. Isso permitirá um futuro de mobilidade pessoal, acadêmica e profissional, que superará qualquer fronteira.

E não é só isso. Após a conclusão do Middle School, o aluno poderá seguir para o High School (ensino médio), a partir do 9º ano.

Forte no conteúdo, ousado nas propostas e criativo nas ideias. Assim é o Colégio Ieprol. Caminhando lado a lado ao tempo de seu filho.

As matrículas estão abertas. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (73) 98880-8010. Visite a página.

Projeto Vida Saudável no CPI foi apresentado em conferência com diversas unidades da Bahia

Domingos Matos, 11/11/2017 | 11:46

Uma prática exitosa desenvolvida pela equipe de ressocialização do Conjunto Penal de Itabuna (CPI) foi apresentada na manhã dessa quarta-feira (8), em uma videoconferência com representantes da Seap, além de diversas outras unidades prisionais do estado. A apresentação fez parte da segunda edição do projeto Práticas Exitosas no Sistema Prisional Baiano.

O projeto escolhido como uma das práticas exitosas CPI, por meio da cogestão Seap/Socializa Brasil, foi o “Vida Saudável no CPI”, que consiste em integrar e desenvolver as cerca de 60 reeducandas da unidade por meio da dança, especificamente da modalidade “Zumba Fitness”.

A apresentação foi realizada pela psicóloga Amanda Costa, que detalhou os benefícios para a saúde mental e física das alunas, com benefícios sensoriais, de memória e a elevação da autoestima e sentido de pertencimento a um grupo social para além da situação do cárcere.

O projeto foi bastante elogiado, especialmente por trabalhar a ludicidade no ambiente prisional numa perspectiva de integração social das internas, e também porque envolve toda a equipe multidisciplinar da ressocialização e de acompanhamento biopsicossocial da unidade.

Além da psicóloga Amanda Costa, participaram da videoconferência, realizada na Escola Cultural Luís Eduardo Magalhães, outros psicólogos, terapeuta ocupacional, advogada, pedagoga, assistentes sociais, além de representantes do corpo de segurança e da gerência da empresa Socializa em Itabuna.

Pedalada Azul mobiliza para Mutirão do Diabetes

Domingos Matos, 28/10/2017 | 15:46

Um grande evento de mobilização para o Mutirão do Diabetes de Itabuna. Esse é o foco da Pedalada Azul, que acontece  no próximo dia 15 de novembro. Esse semana, o evento recebeu o apoio do Grupo Águia Branca, que oferecerá suporte aos participantes, além de apresentar um ônibus com a cor azul e o símbolo da campanha mundial de prevenção da doença. A parceria foi oficializada durante encontro que reuniu o coordenador do Mutirão, Dr. Rafael Andrade, e o diretor regional da Água Branca, Gilmar de Abreu, além de integrantes de grupos de ciclismo como  Pedal Bom, Ciclo Bike Grapiúna e Amigos das Trilhas.

A Pedalada  Azul percorrerá as principais avenidas do centro da cidade e de bairros como Banco Raso, São Caetano, Fátima, Pontalzinho e Califórnia, com encerramento na praça Rio Cachoeira, com atividades culturais e recreativas.  Durante o percurso, um mini trio vai fornecer informações sobre atividades esportivas e prevenção do diabetes.

Novembro Azul

No próximo dia 1º.,  começa em Itabuna a campanha Novembro Azul, que vai iluminar prédios e espaços públicos, estabelecimentos comerciais e empresariais  e residências com a cor azul. A exemplo dos anos anteriores, a mera é fazer da cidade uma das  mais iluminadas do Brasil com a cor da campanha.

O Mutirão do Diabetes, promovido pelo Hospital de Olhos Beira Rio,  Asdita e ONG Unidos pelo Diabetes, será realizado no próximo dia 25 de novembro.

Feira de Odontologia envolve 582 internos no Conjunto Penal de Itabuna

Domingos Matos, 27/10/2017 | 10:13

Com o objetivo principal de chamar a atenção para a importância da saúde bucal para a qualidade de vida do indivíduo, o Conjunto Penal de Itabuna (CPI) realizou, entre os dias 24 e 27, a sua 1ª Feira de Odontologia – Resgatando Sorrisos. A abertura ocorreu na terça-feira (24), às 9 horas. Ao todo, 582 internos e internas passaram pelos diversos estandes, consultórios e auditórios da feira. Esse número envolve testes rápidos para detecção de HIV e sífilis (167), ouvintes das palestras (287) e atendimentos com profissionais da odontologia (128).

A ação foi realizada pela empresa Socializa Brasil, que faz a administração do presídio em regime de cogestão com o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Administração Prisional e Ressocialização (Seap). A unidade já oferece o atendimento odontológico no dia a dia. “Com a feira, concentramos o atendimento e as ações de prevenção, atingindo, dessa forma, um maior número de reeducandos”, afirma o diretor do CPI, Adriano Valério Jácome da Silva.

Foram realizadas ações de educação para a higiene bucal (palestras com concluintes do curso de Odontologia da Unime), atendimentos com odontólogos e com duas técnicas de saúde bucal (TSBs), que realizaram limpezas de tártaro, o que é permitido à profissão. Ao final das palestras todos receberam um kit com escova de dente, creme dental e enxaguante.

Ao longo do evento, profissionais que já trabalham no Conjunto Penal e outros convidados fizeram os atendimentos. Além do consultório da unidade prisional, foi utilizado um consultório móvel. A feira de odontologia foi também uma forma de comemorar o Dia Nacional do Dentista (25 de outubro).

Os números informados incluem os atendimentos, testes e palestra já agendados para as 73 mulheres internas, que ocorrerão na próxima segunda-feira (30), no anexo feminino. A feira também promoverá ações junto aos funcionários do Conjunto Penal de Itabuna, assim como o acesso aos testes rápidos para detecção de HIV e sífilis. O evento contou com apoio das equipes de segurança e da direção da unidade.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

Domingos Matos, 22/10/2017 | 14:27

BOTAFOGO SPORT CLUB

            Fundado em 1939

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA ELEIÇÃO DA DIRETORIA EXECUTIVA E DO CONSELHO FISCAL

Pelo presente Edital de Convocação de Eleição, o Botafogo Sport Club, em conformidade com o seu Estatuto, convoca todos os seus sócios, em pleno gozo de seus direitos, para participar do processo de eleição dos MEMBROS DA DIRETORIA EXECUTIVA E DO CONSELHO FISCAL, cuja votação ocorrerá no dia 1º de novembro de 2017, na sede administrativa provisória do Clube, localizada na Rua Hercília Teixeira de Almeida, nº 169, Bairro Conceição, nesta Cidade, entre às 17:00 e às 21:00 horas, de acordo com os termos a seguir:

  1. O processo eleitoral obedecerá o Estatuto do Botafogo Sport Club.
  2. Esta eleição tem por finalidade eleger o Presidente e Vice-Presidente da Diretoria Executiva, bom como os membros titulares e suplentes para o Conselho Fiscal para mandatos a serem exercidos pelo próximo biênio 2018/2019.
  3. A inscrição de chapas para o pleito será realizada no período compreendido entre os dias 25 e 26 de outubro de 2017, devendo o respectivo requerimento ser entregue pelo(a) candidato(a), ou representante, na sede administrativa provisória do clube no horário de 9:00 às 17:00 horas.
  4. Para conduzir o processo eleitoral ficará responsável a comissão eleitoral formada pelos seguintes membros: Josemar Ribeiro da Silva (Presidente), José Ronaldo dos Santos e, Horley Galvão Oliveira.

Itabuna - Bahia, 16 de outubro de 2017

Emilio de Morais Guirra

Presidente

Rui inaugura Base avançada da Cipe Cacaueira em Ibicaraí

Domingos Matos, 21/10/2017 | 19:13

O município de Ibicaraí, no sul do estado, completará 65 anos de emancipação política, no domingo (22), mas a população ibicaraiense já tem motivos para comemorar antecipadamente. Em visita à cidade, nesta sexta-feira (20), o governador Rui Costa inaugurou a sede avançada da Companhia Independente de Polícia Especializada (CIPE) Cacaueira e lançou o Plano Estratégico de Revitalização da Bacia do Rio Cachoeira, que tem como objetivo a recuperação e preservação do rio por meio de ações que promovem a proteção de nascentes e cursos d'água.

Durante o evento, que contou com a presença de 16 prefeitos e sete ex-prefeitos de municípios da região, o governador Rui Costa recebeu o título de cidadão honorário de Ibicaraí. "Quero agradecer esta homenagem que recebi da Câmara de Vereadores. Esse reconhecimento aumenta ainda mais a minha responsabilidade e meu compromisso com Ibicaraí. Hoje realizei entregas e inaugurações que com certeza são de grande importância para o desenvolvimento do município e da região, e vou continuar trabalhando em parceria com o prefeito Lula Brandão, para melhorar a vida da população desta cidade", afirmou o governador.

Cipe

A nova sede da CIPE conta com uma guarnição do Tipo C, com quatro homens e uma viatura para operações em Ibicaraí e as regiões vizinhas de Floresta Azul, Jussari, Itaju do Colônia e BR-414, que liga Ilhéus a Vitória da Conquista. O espaço também funcionará como uma base avançada da CIPE Cacaueira, que tem sede em Ilhéus e é responsável pelo policiamento de 40 municípios da região.

Rio Cachoeira

O projeto de recuperação do rio está inserido no Programa de Desenvolvimento Ambiental (PDA – Bahia), realizado pela Secretaria do Meio Ambiente do Estado (Sema) e pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), e conta com a parceria do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), com recurso de R$ 4 milhões.

O diagnóstico, que prevê o plano de ações para a restauração total do rio, já foi realizado, assim como a restauração florestal de 150 hectares de matas ciliares, o Plano de Revitalização e o cadastramento de pequenas propriedades da agricultura familiar no Cadastro Ambiental Rural (CAR/Cefir). 
A autorização para a Secretaria do Meio Ambiente do Estado (Sema) viabilizar mais de 13 mil cadastros para pequenos agricultores foi assinada pelo governador nesta sexta. Foram beneficiados produtores de 14 municípios da região, com investimento de R$ 807 mil.

Para a realização do diagnóstico ambiental, foram mobilizados cerca de 300 pequenos proprietários de terra da região da bacia, que contribuíram com a classificação dos remanescentes florestais; levantamento do uso e ocupação do solo e recursos hídricos; e identificação e caracterização de áreas degradadas. O diagnóstico indicou as melhores estratégias para restauração e as áreas a serem destinadas como Reserva Legal. Os produtores selecionados das áreas demonstrativas de assentamentos de reforma agrária e de pequenas propriedades foram capacitados para plantio e manutenção de mudas. O investimento para a realização do plano foi de R$ 1 milhão.


Outros investimentos

Durante a visita do governador, também foi lançado o Projeto Saúde e Bem-estar, em parceria com a 63ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) de Ibicaraí, a prefeitura da cidade e a Faculdade Montenegro. O objetivo é promover atividades físicas, orientadas pelos estudantes de educação física da unidade de ensino, como estágio curricular. Nesse primeiro momento, serão atendidos os idosos, preferencialmente, o que consiste cerca de 60 a 70 pessoas, além dos PMs da unidade. 
Ainda nesta sexta-feira, Rui entregou um trator com implementos agrícolas para a agricultura do município; autorizou a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) a celebrar três convênios no âmbito do Programa Bahia Produtiva, para beneficiamento de cacau; e inaugurou a loja da fábrica de chocolate Bahia Cacau da Cooperativa da Agricultura Familiar e Economia Solidária da Bacia do Rio Salgado e Adjacências (COOPFESBA). O investimento de R$ 380 mil foi utilizado para a compra de uma máquina embaladora; modernização do sistema elétrico; instalação de câmeras de segurança e pintura do prédio. Na área da saúde, o governador participou da inauguração da Unidade de Saúde da Família Doutor Ferreirinha.

Conjunto Penal de Itabuna realiza ações voltadas ao Outubro Rosa

Domingos Matos, 19/10/2017 | 22:56
Editado em 19/10/2017 | 22:57

Diversas ações, a exemplo de palestras, dinâmicas, exames clínicos e atendimentos psicológicos, de enfermagem e de assistência social, estão sendo realizadas no Conjunto Penal de Itabuna (CPI) em referência ao Outubro Rosa, campanha mundial dedicada à prevenção do câncer de mama. O projeto Outubro Rosa no CPI é realizado pela Socializa Brasil, que administra o presídio em regime de cogestão com o governo do estado, por meio da Secretaria de Administração Prisional e Ressocialização (Seap).

Na terça-feira (17) foram realizados atendimentos a 16 funcionárias da instituição, que receberam orientações e foram encaminhadas para a rede clínica conveniada (Plansul), para exames mais detalhados, como mamografias e ultrassonografias de rastreamento.

Além de passarem pelo exame clínico das mamas, todas foram orientadas sobre os cuidados com o corpo, especialmente as mamas, assim como sobre os benefícios da amamentação para a prevenção ao câncer mamário. O atendimento foi realizado pela médica do próprio Conjunto Penal, Drª Marcela Carvalho, que é especialista em mastologia.

De acordo com a enfermeira Jhenifer Soares, todas as cerca de 60 mulheres internas na unidade também estão sendo atendidas. Na segunda-feira (16), elas receberam a visita do Grupo Se Toque, que fez palestras e outras ações voltadas ao autoconhecimento, elevação da autoestima e conscientização a respeito da prevenção e cuidados, como o autoexame de toque nas mamas.

Homens também

Mas não serão apenas as mulheres a serem beneficiadas com a campanha. Até o fim dessa semana serão realizadas as mesmas ações educativas para homens, especialmente os estudantes, para que sejam multiplicadores nos seus respectivos pavilhões.

Isso porque, segundo explica a enfermeira Jhenifer Soares, o câncer de mama não é uma doença exclusivamente feminina, atinge também a homens – essa incidência, porém, é pequena, representando apenas 1% dos casos, segundo o Instituto Nacional do Câncer.

Waldeny Andrade faz sessão de autógrafos em Itabuna do seu 3º livro

Aberta ao público, sessão será quarta-feira, dia 25, às 16h, na Câmara de Vereadores

Domingos Matos, 19/10/2017 | 22:44

Depois do sucesso das noites de autógrafo do livro “Serra do Padeiro – A saga dos Tupinambás”, em Salvador e Ilhéus, o radialista, jornalista e escritor grapiúna Waldeny Andrade chega a Itabuna para atender ao público com quem sempre se identificou ao longo da carreira profissional. Sejam seus ouvintes do programa Microfone Aberto, apresentado ao meio-dia e meia de segunda a sexta-feira, na Rádio Jornal de Itabuna, entre 1969 e 2002, sejam os leitores do Diário de Itabuna, que dirigiu no mesmo período. Aberta ao público, sessão será quarta-feira, dia 25, às 16h, na Câmara de Vereadores.

A obra ficcional, editada pela Via Litterarum, é um thriller que narra a história de três gerações de uma mesma família, nascida da união de uma índia e um austríaco, que fugiu da Europa após a Primeira Guerra Mundial ao final da primeira década do século XX. Além da narrativa envolvente, o livro tem capítulos curtos e sequência quase cinematográfica ao descrever a vida cotidiana dos tupinambás no alto da serra e dos proprietários rurais que habitam no entorno da aldeia entre Buerarema, Ilhéus e Una.

Com 288 páginas, a ficção tem como pano de fundo a heroica saga dos Tupinambás, desde suas raízes na nação Tupi, que habitava o litoral brasileiro na época do Descobrimento. Também narra fatos históricos envolvendo os Tupinambás como a Batalha dos Nadadores, em 1559, quando a praia do Cururupe, extremo norte da Terra Indígena Tupinambá de Olivença, foi cenário da sangrenta guerra comandada pelo governador-geral Mem de Sá.

Ainda evoca aspectos da colonização jesuítica dos índios, tendo à frente o padre Manoel da Nóbrega, cujo marco foi a construção da Igreja de Nossa Senhora da Escada, em 1680. Por sua trajetória profissional reconhecida, em determinados momentos, o autor assume sua condição de jornalista profissional opinativo para enfocar uma realidade incontestável sobre a discriminação e sofrimento que resta aos indígenas que habitam uma área, cuja demarcação oficial esperam há séculos.

Para o editor da Via Litterarum, sociólogo e professor da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Agenor Gasparetto, o livro trata de questão bastante sensível que requer bastante reflexão. “No momento em que a obra é lançada há um conflito latente. Certamente, os leitores poderão aclarar alguns pontos e ter serenidade na discussão. Como obra ficcional, conta uma história com elementos de realidade. Mas, creio que há uma voz ponderada a indicar bom senso e a razoabilidade que leva as pessoas a refletir”, afirma.

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.