Bahia

Mesmo com queda de 16,8% em taxa de desemprego, Bahia ainda lidera ranking de desocupação no país, aponta IBGE

Domingos Matos, 20/11/2019 | 13:29

A Bahia ainda lidera o ranking de desocupação do país, mesmo com uma queda na taxa de desempregados em relação aos primeiros meses do ano, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), divulgada ontem (19) pelo IBGE.

É considerada desocupação quando a pessoa não está trabalhando e procurou trabalho. Os dados são referentes aos meses de julho a setembro de 2019.

Com taxa de desemprego de 16,8% , a Bahia superou o Amapá, que era o estado com o maior índice no primeiro trimestre do ano. No 2º trimestre, o estado baiano registrou a taxa de 17,3%.

Na Bahia, o recuo na taxa de desocupação do 2º para o 3º trimestre foi resultado da queda no número de pessoas desocupadas (que estão procurando trabalho) e do crescimento no número de pessoas que não trabalham nem estavam procurando trabalho (ou seja, estão fora da força de trabalho).

De acordo com os dados, no 3º trimestre foi registrado 1,170 milhão de pessoas desocupadas, 45 mil a menos que no segundo trimestre deste ano.

Já em Salvador, no 3º trimestre a taxa baixou para 15,1%, em relação de abril a junho com 17,7%. Com esse resultado, a capital baiana passa para a 6ª posição no ranking da desocupação entre as capitais do Brasil, ficando atrás de Recife (17,4%), Macapá (17,4%), Manaus (17,2%).

O número de pessoas fora da força de trabalho na Bahia (5,017 milhões) atingiu seu maior patamar para um 3º trimestre, desde o início da série histórica da PNAD Contínua, em 2012. Além disso, também atingiu o segundo maior nível considerando todos os trimestres da pesquisa (menor apenas que o verificado no 2º trimestre 2018: 5,075 milhões de pessoas).

Os desalentos no estado somou 781 mil pessoas no terceiro trimestre, em relação a 766 mil do segundo. A população desalentada é aquela que está fora da força de trabalho por uma das seguintes razões: não conseguia trabalho, ou não tinha experiência, ou era muito jovem ou idosa, ou não encontrou trabalho na localidade. Entretanto, se tivesse conseguido trabalho, estaria disponível para assumir a vaga.

Em Salvador, o número de desocupados diminuiu para 254 mil pessoas (frente a 306 mil no 2º tri e 271 mil no 3º tri).

Entretanto, também na capital houve aumento do número de pessoas que não estavam trabalhando nem procurando trabalho. Esse grupo chegou a 755 mil pessoas no terceiro trimestre deste ano, comparado a 739 mil no segundo trimestre e 742 mil no terceiro trimestre do ano de 2018.

Na Bahia, no terceiro trimestre, os empregados no setor privado com carteira de trabalho assinada (exceto empregados domésticos) somavam 1,454 milhão de pessoas.

Já as pessoas empregadas sem carteira assinada, somaram 1,081 milhão de pessoas no terceiro trimestre. O número também mostrou uma leve queda em relação ao 2º trimestre, quando havia chegado a 1,092 milhão de pessoas, e ficou igual ao do 3º trimestre de 2018.

Já os trabalhadores por conta própria somavam 1,703 milhão no terceiro trimestre deste ano. Um número um pouco menor que o 1,707 milhão verificado no segundo trimestre.

Mesmo com essas pequenas reduções de contingente, no 3º trimestre de 2019 os empregados sem carteira assinada e os ocupados por conta própria somavam 2,784 milhões de pessoas na Bahia, ou quase metade (48,0%) de todos os trabalhadores do estado. (Com informações do G1)

 

Defensoria Pública ajuíza Ação Civil Pública para suspensão do aumento da tarifa de transporte em Ilhéus

DPE/BA também pede indenização no valor de R$ 974.390,40, respectivo ao dano social causado pelas lesões na qualidade de vida da população

Domingos Matos, 20/11/2019 | 10:21
Editado em 19/11/2019 | 23:57

A Defensoria Pública do Estado da Bahia – DPE/BA ajuizou uma Ação Civil Pública contra o município de Ilhéus e as concessionárias de transporte público da cidade, solicitando a suspensão imediata do aumento da tarifa de ônibus. Atualmente o valor é de R$ 3,80, mas as condições de segurança, qualidade e acessibilidade nos veículos da frota municipal estão sendo descumpridas pelas empresas.

A ACP ainda pede o pagamento de uma indenização no valor de R$ 974.390,40, respectivo ao dano social causado pelas lesões na qualidade de vida da população, além da função punitiva, podendo este valor ser destinado a outros órgãos ou entidades que realizem atividades de interesse difuso ou coletivo.

A defensora pública Fabianne de Oliveira Souza, que atua em Ilhéus e propôs a ação citada, explica que é mais uma atuação da Defensoria contra o que qualifica como contínuo desrespeito no serviço prestado pelas concessionárias que operam no sistema de transporte coletivo de passageiros e pelo município.

“A DPE/BA espera, ao provocar o Judiciário sobre este tema, fazer com que cessem tais ilegalidades, mas também que se abra um espaço para discussão e participação da sociedade na construção de um modelo mais justo”, afirmou Fabianne Souza.

Na ação proposta pela Defensoria são citados diversos fatos não cumpridos que foram prometidos como parte do acordo entre Prefeitura e concessionárias de transporte público  em dezembro de 2018. Naquela ocasião a passagem aumentou de R$ 3,50 para R$ 3,80, um aumento de R$ 0,30 (8,57%).  

Entre os motivos estão a precariedade da situação da frota e da deficiência na prestação dos serviços das empresas concessionárias, a falta de estruturas e até de existência de abrigos para passageiros, a ausência de acessibilidade para pessoas com deficiência, devido à demora na renovação da frota, equipamentos subutilizados, danificados e ainda funcionários não adequadamente treinados. Além disso tem o aumento acumulado de 39,87% nos últimos quatro anos, que supera com folga os 23,66% do acumulado da inflação no país neste mesmo período.

De acordo com a defensora Fabianne Souza, o juiz que está com o caso já despachou para que a Prefeitura se manifeste sobre o assunto em até 72 horas, mas o Município ainda não foi oficialmente intimado.

 

Fragmentos de óleo voltam a aparecer em Prado e Caravelas

Domingos Matos, 19/11/2019 | 13:29
Editado em 19/11/2019 | 17:21

Novos fragmentos de óleo voltaram a aparacer, ontem (18), em praias dos municípios de Prado e Caravelas, no extremo sul da Bahia. Conforme a Marinha do Brasil, uma equipe com 60 homens, da operação “Amazônia Azul – Mar limpo é vida”, viajou do Rio de Janeiro no domingo (17) e reforça a limpeza na região.

Segundo informações da Prefeitura de Prado, a substância foi encontrada nas praias de Corumbau e Cumuruxatiba. Além desses locais, a praia do Centro da cidade foi atingida pelos fragmentos pela primeira vez.

Equipes do órgão estão no local desde as primeiras horas desta segunda para fazer a limpeza da região. Não há informações sobre a quantidade exata de fragmentos encontrado no local, porque a maré estava cheia.

No domingo (17), de acordo com a Marinha, cerca de 60 funcionários do órgão chegaram em Caravelas. Mergulhadores foram para o Parque Nacional de Abrolhos e, pelo menos, 20 fuzileiros seguiram para Comuruxatiba.

Também ontem, pequenos fragmentos, mas em quantidade maior do que já tinha sido registrada em Caravelas, voltaram a aparecer na região. A substância foi encontrada entre o limite do município com Alcobaça. Agentes da prefeitura foram fazer a limpeza.

Na última sexta-feira (15), a praia de Cumuruxatiba já tinha registrado fragmentos de óleo. As substâncias foram registradas na praia de Ponta de Corumbau, segundo informações da Divisão do Meio Ambiente do município.

Desde quarta (13), foram recolhidos pelo menos 3 toneladas de óleo da Praia do Rio do Peixe. Na quinta (14), novas manchas apareceram na praia de Cumuruxatiba, e, com isso, o número subiu para 5 toneladas retiradas da substância.

Na praia de Corumbau, cerca de 3 tonéis de óleo foram retirados ainda na sexta e foram levados para um galpão da prefeitura.

A substância começou a aparecer na Bahia no começo de outubro. Ao menos 31 cidades baianas e o Parque Nacional de Abrolhos já foram atingidos. O Governo do Estado decretou situação de emergência. (Com informações do G1)

 

Operação Lei Seca do Detran fez mais de duas mil abordagens no feriadão

Domingos Matos, 18/11/2019 | 14:41

De sexta-feira (15) a domingo (17), a Operação Lei Seca do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-BA) abordou, em Salvador, 1,3 mil pessoas e 814 veículos, com o registro de 278 autuações. No teste do bafômetro, 109 condutores se recusaram a soprar o aparelho, 12 estavam alcoolizados e três foram encaminhados à delegacia.

A operação foi realizada com o apoio da Polícia Militar, por meio do Esquadrão Águia. O Detran-BA intensificou as ações de fiscalização no período que antecede o verão, para reduzir o número de acidentes em pontos estratégicos da capital, com foco na retirada de circulação de motoristas que dirigem sob o efeito de álcool.

"O reforço na operação vai seguir até o Carnaval, para aumentar a segurança viária nos meses em que Salvador é palco de muitas festas e recebe milhares de turistas. Por isso, a necessidade de coibir com mais rigor a prática de dirigir bebendo", declarou o coordenador de Fiscalização do Detran-BA, Márcio Santos.

 

Itacaré inicia 2ª etapa da campanha de vacinação contra o sarampo

Domingos Matos, 18/11/2019 | 08:34
Editado em 18/11/2019 | 08:46

A Secretaria Municipal de Saúde de Itacaré iniciou nesta segunda-feira (18) a segunda etapa da campanha de vacinação contra o sarampo, que vai até o dia 30 de novembro. Nessa etapa estão sendo vacinados jovens e adultos na faixa etária de 20 a 29 anos que ainda não foram imunizados contra o sarampo. A orientação é que procurem a unidade de saúde mais próximo de sua residência.

Já no doa 30 de novembro vai acontecer o dia de mobilização nacional, o chamado de Dia D de vacinação contra o sarampo. Para isso a Prefeitura de Itacaré estará realizando a vacinação em todas as unidades de saúde do município e também postos volantes em diferentes pontos da cidade e também na zona rural. O objetivo é atender aqueles que não se vacinaram nos dias úteis ou que esqueceram de procurar os postos para a imunização. Paralelo a esse trabalho, a Secretaria Municipal de Saúde também continua com a vacinação volante da zona rural imunizando desde crianças de 6 meses até os adultos de 49 anos.

Seguindo as orientações do Ministério da Saúde, a campanha é de forma seletiva, ou seja, haverá avaliação da situação vacinal e vacinação conforme o calendário vacinal vigente. Nessa faixa etária, homens e mulheres devem ter comprovadamente 2 doses da vacina tríplice viral (SCR ou MMR). Aqueles que não possuem carteira de vacinação, receberão a primeira dose da vacina e deverão comparecer 30 dias depois para receber a segunda dose. Importante ressaltar que o indivíduo só fica devidamente imunizado, após a segunda dose da vacina.

O sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus, que pode ser fatal. Sua transmissão ocorre quando o doente tosse, fala, espira ou respira próximo de outras pessoas. A única maneira de evitar o sarampo é pela vacina. Em torno de 3 a 5 dias, podem aparecer outros sinais e sintomas, como manchas vermelhas no rosto e atrás das orelhas que, em seguida, se espalham pelo corpo. Após o aparecimento das manchas, a persistência da febre é um sinal de alerta e pode indicar gravidade, principalmente em crianças menores de 5 anos de idade. 

 

Bahia Pesca divulga postos de cadastramento em Vera Cruz e Baixo Sul

Domingos Matos, 15/11/2019 | 11:35

Pescadores e marisqueiras afetados pela mancha de óleo em Vera Cruz, Valença, Cairu, Ituberá, Nilo Peçanha, Camamu e Jaguaripe estão sendo convocados pela Bahia Pesca, empresa vinculada à Secretaria da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri). O órgão realiza um levantamento dos pescadores que tiveram suas atividades prejudicadas pelo desastre ambiental.

As informações serão enviadas ao Ministério da Agricultura, para que o Governo Federal desenvolva políticas compensatórias emergenciais. Para se inscrever, os pescadores devem apresentar carteira de identidade (RG), CPF, NIS, comprovante de residência e, se tiver, Registro Geral de Pesca (RGP). Os cadastramentos são feitos sempre das 8h às 16h.

 

Vera Cruz

As primeiras comunidades que serão cadastradas em Vera Cruz são as de Gameleira, Praia do Búzio e Bom Despacho. Pescadores e marisqueiras dessas localidades devem se dirigir à Associação de Moradores de Gameleira, na segunda-feira (18).

Já a comunidade de Baiacu tem a segunda (18) e a terça-feira (19) para se cadastrar na sede da colônia Z-11 ou na Associação de Pescadores e Marisqueiras de Baiacu. Na quarta (20) e quinta (21) será a vez das comunidades de Catu (na colônia Z-10), Tairu (no Centro de Capacitação), Jiribatuba (na sede da Associação Comunitária) e Matarandiba (na Associação de Pescadores e Marisqueiras).

 

Programação no Baixo Sul 

Segunda-feira (18)

Valença (na colônia Z-15 e na Associação Beneficente dos Pescadores do Baixo Sul da Bahia)

Camamu (na comunidade de Porto do Campo e na Igreja Batista de Cajaíba do Sul)

 

Terça-feira (19)

Valença (na colônia Z-15 e na Associação Beneficente dos Pescadores do Baixo Sul da Bahia)

Camamu (na comunidade de Aldeia Velha e na Igreja Batista de Cajaíba do Sul)

 

Quarta-feira (20)

Jaguaripe (na colônia Z-36)

Valença (na colônia Z-15 e na Associação Beneficente dos Pescadores do Baixo Sul da Bahia)

Ituberá (no Clube Comunitário de Rio do Campo)

Nilo Peçanha (na Associação Comunitária do Jatimane)

 

Quinta-feira (21)

Jaguaripe (na colônia Z-36 e no Centro de Referência de Assistência Social de Camassandi)

Camamu (nas comunidades de Garcia e de Tapuias)

 

Sexta-feira (22)

Cairu (na pousada Ilha de Boipeba)

 

Festival de música atrai visitantes a Itacaré e garante boa ocupação hoteleira neste feriado

Domingos Matos, 14/11/2019 | 09:12

Shows gratuitos e apresentação de grupos culturais integram a programação do Festival Música Boa, a ser realizado em Itacaré nesta sexta-feira e sábado (15 e 16 de novembro), durante o feriado prolongado da Proclamação da República. No período do evento, que tem apoio do Governo do Estado, por meio da Superintendência de Fomento ao Turismo (Bahiatursa), o município registra ocupação hoteleira de 100%.

De acordo com o secretário municipal de Turismo, o Festival Música Boa é uma das iniciativas desenvolvidas pelo município para atração de visitantes e já apresenta resultado nesta primeira edição: 100% de ocupação hoteleira proporcionada por turistas de todo o Brasil. Os hotéis Ecoporan e Terra Boa e a pousada Vila do Dengo, por exemplo, estarão lotados e vão receber hóspedes de Salvador, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro e Curitiba, dentre outras cidades.
 

Festival Música Boa

Além de shows de artistas como Armandinho Macedo, Yacoce Simões e Emanuel Stanchi e de bandas como Banda Meu Som Instrumental, Banda Pecados Capitais, o festival terá espaço para apresentações culturais com grupos de capoeira, grupos de percussão e desfile de fanfarras. Feira da economia criativa e circuito gastronômico também compõem a programação.

Rica em atrativos, Itacaré recebe seus visitantes.  As belas praias, propícias a esportes como o surf, não são as únicas alternativas para quem quer aproveitar a estada na cidade da Costa do Cacau. Há também trilhas, cachoeiras, circuito histórico e fazendas de cacau abertas à visitação.

 

Hospital da Mulher atende metade dos casos de câncer de mama na Bahia

Domingos Matos, 13/11/2019 | 18:50

Durante o primeiro ano de funcionamento, o Serviço de Oncologia do Hospital da Mulher (HM), no Largo de Roma, em Salvador, realizou 12,8 mil consultas médicas e multiprofissional e mais de 7 mil sessões de tratamento. Os tumores de mama foram os responsáveis por 71% dos atendimentos, seguidos pelos ginecológico (24%), gastrointestinal (4%) e de cabeça e pescoço (1%). Com esses números, a unidade foi responsável por mais da metade do tratamento de câncer de mama em todo o estado.

“O Hospital da Mulher tem um perfil de atendimento cirúrgico e complementou com oncologia clínica. Neste um ano de funcionamento, nós atendemos 53% dos novos casos diagnosticados de câncer de mama na Bahia. Foram atendimentos cirúrgicos, de quimioterapia e hormonioterapia, quando indicados”, explicou o coordenador médico do setor, Marcos Lyra, se referindo ao período entre novembro de 2018 e outubro de 2019.

Uma das pacientes atendidas foi a faxineira Mônica Santos, que mora em Salvador. Após uma cirurgia de retirada do útero realizada no HM, exames de rotina feitos na unidade hospitalar identificaram um tumor no seio. Com o diagnóstico, ela recebeu o apoio da equipe multidisciplinar do hospital, formada por enfermeiras, farmacêuticas, psicólogas, assistentes sociais, nutricionistas e oncologistas. “O atendimento é ótimo. Gostei muito daqui”, disse a paciente. 

Já a comerciante Marileide Santos mora em Alagoinhas, no nordeste do estado, onde recebeu o diagnóstico de câncer de colo do útero e foi encaminhada pela Central de Regulação Estadual da Secretaria da Saúde (Sesab) para o tratamento de quimioterapia no HM. “Para mim, esse hospital faz toda a diferença. Os funcionários são muito bons. Eles dão carinho e atenção e não deixam ninguém em falta de nada. Depois que cheguei, eu perdi o medo e aquela sensação de desespero. Estou confiante com todo o apoio que estou tendo aqui”. 

O Hospital da Mulher atende exclusivamente mulheres com procedimentos agendados. É preciso procurar uma Unidade Básica de Saúde em um dos 471 municípios baianos para ser encaminhada, via Lista Única, para atendimento no hospital. 

 

Temporada de Cruzeiros em Ilhéus começam neste sábado (16) e receptivo será em novo local

Domingos Matos, 13/11/2019 | 10:11

A cidade de Ilhéus já iniciou a preparação do receptivo turístico para a temporada 2019-2020 de navios, que começa no próximo sábado (16), com a chegada do MSC Fantasia. A previsão é de que a embarcação atraque às 8h, no Porto do Malhado. O município receberá 20 escalas de transatlânticos, sendo aguardados aproximadamente 70 mil visitantes e 14 mil tripulantes, entre novembro de 2019 e abril de 2020, segundo informações da Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba).

O prefeito Mário Alexandre enfatiza que o turismo é um vetor econômico e movimenta toda a cadeia produtiva da cidade. “Durante a temporada de transatlânticos, pessoas do mundo inteiro terão a oportunidade de visitar um dos destinos mais lindos e procurados da Bahia. Queremos potencializar o desenvolvimento econômico, sustentável e social, atraindo investimento em diversos setores, com geração de renda e emprego para a nossa gente. Um novo ciclo de crescimento se inicia”, destacou.

Receptivo em novo local – Segundo o recente normativo expedido pela Codeba no dia 10 de outubro de 2019, sob o título “Cruzeiro Marítimo – Embarque/Desembarque/Receptivo no Porto de Ilhéus”, as operações de embarque e desembarque dos passageiros atendem aos regramentos do Plano de Segurança Público Portuário, com isolamento das áreas ocupadas pelas cargas gerais. No item “Estacionamento e Controle de Veículo”, a norma estabelece no dispositivo que “não será permitido o estacionamento de veículos que não estejam vinculados às operações portuárias em curso”.

De acordo com o Secretário de Cultura e Turismo, Fábio Manzi Junior, o governo municipal, em reunião com o diretor presidente da Codeba, José Alfredo de Albuquerque e Silva, “dedicou todos os esforços para que o receptivo dos turistas fosse tradicionalmente mantido no Porto de Ilhéus. Porém, em razão da normativa recentemente expedida pela Codeba e a necessidade do Município de respeitar as normas que obedecem a um regulamento internacional de segurança, o local do receptivo dos turistas precisou ser transferido para o Centro de Convenções Luís Eduardo Magalhães, que fica ao lado do Porto de Ilhéus”.

No que se refere ao recente posicionamento divulgado pelo Sindicato dos Taxistas de Ilhéus, o Secretário Manzi Jr. explicou ainda que “a logística dos turistas na contratação com os taxistas continuará a acontecer normalmente. A única diferença é que ao invés da recepção acontecer no Porto, acontecerá no Centro de Convenções, o que em nada interferirá na atividade profissional dos taxistas, uma categoria importante para somar no turismo da amada cidade de Ilhéus”.

 

Modelo de humanização no sistema penitenciário é apresentado no MP

Domingos Matos, 12/11/2019 | 13:32

O modelo prisional desenvolvido pela Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac) no Brasil e em outros 12 países foi apresentado ontem (11), durante o seminário ‘Sistema Prisional em Pauta’, na sede do Ministério Público estadual, no CAB. Realizado pelos Centros de Apoio Operacional de Segurança Pública e Defesa Social (Ceosp) e Criminal (Caocrim) e pela Unidade de Monitoramento da Execução da Pena (Umep), com o apoio do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf), o evento foi marcado ainda pela assinatura de um termo de cooperação técnica entre a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização do Estado da Bahia (Seap), a Faculdade Social da Bahia (Unisba), o Instituto Federal da Bahia e a Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública para desenvolver pesquisas, trabalhos de extensão e cursos no âmbito do Sistema Penitenciário da Bahia.

De acordo com o procurador de Justiça Geder Gomes, coordenador do Ceosp, o trabalho humanizado é necessário em qualquer processo autêntico de reinserção. “O apenado precisa desenvolver valores que ele perdeu e, para isso, é preciso estar envolvido com a sociedade”, afirmou o procurador em referência ao trabalho da Apac. Para o promotor de Justiça Edmundo Reis, coordenador da Umep e do programa ‘A Academia vai ao Cárcere’, o detento precisa ser o foco de todo o trabalho voltado ao sistema prisional. “É preciso  preparar os presos para a vida. O trabalho da Apac e as parcerias firmadas hoje para desenvolvimento de pesquisas na área penitenciária são faces importantes de um mesmo projeto que tem por objetivo final a reinserção”, salientou o promotor. 

A experiência da Apac foi apresentada pelo gerente da associação, o psicólogo Marcelo Gomes Moutinho. Sem fins lucrativos, a Apac gerencia presídios onde estão mais de 5700 detentos. De acordo com Marcelo, usando a humanização e a profissionalização, os níveis de reincidência são cinco vezes menores que num presídio comum. “Dentre os egressos do sistema prisional convencional, 85% voltam a cometer crimes. Entre os ex-detentos da Aapac, a reincidência é de 15%”, afirmou ele. Marcelo afirmou ainda que, nas unidades gerenciadas pela associação, “o custo do preso é de R$ 1.100,00 por mês, pouco mais de um terço dos R$ 3.000,00 que custa um detento no sistema comum”. As unidades funcionam em prédios cedidos pelo estado e pelos municípios e reformados com verba de voluntários. Parte da mão de obra é voluntária. O centro do trabalho está no envolvimento com a comunidade. “Todos os detentos ficam em unidades próximas a suas comunidades, de forma que não perdem os laços com suas famílias, o que facilita a reinserção”, afirmou Marcelo, explicando que atender a família do detento e das vítimas é parte do programa. 

Marcelo Gomes afirmou que a Apac, estuda parcerias para implantar o trabalho na Bahia. Participaram do debate sobre a Apac, o coordenador do projeto ‘Extra Muros’, o promotor de Justiça de Teixeira de Freitas, José Dutra Lima Júnior; e a desembargadora Joanice Maria Guimarães de Jesus, coordenadora do Núcleo de Justiça Restaurativa do Tribunal de Justiça da Bahia. Para o promotor José Dutra, o método apresentado pela Apac é “promissor”. “Retirar um detento do cárcere pode ser mais eficaz com um método como esse, que trabalha o desenvolvimento de valores fundamentais para a reinserção”, afirmou. A desembargadora Joanice Guimarães destacou o papel da humanização no resgate da dignidade do detento. “O detento, em última instância, é um membro da sociedade como outro qualquer. Afinal, ele irá sair e qualquer um de nós, se cometermos delitos, podemos ingressar no sistema”, frisou a desembargadora, que propôs a formação de uma comissão permanente para implementar a Apac na Bahia. “Eventos como o de hoje fazem parte de um projeto nosso de sensibilização da sociedade nesse sentido”, corroborou o coordenador da Umep, Edmundo Reis. O evento debateu ainda a governança no sistema prisional e seus impactos na segurança pública. 

 

SineBahia vai intermediar vagas de empreendimento comercial em Lauro de Freitas

Domingos Matos, 12/11/2019 | 11:32

O SineBahia vai realizar a intermediação de mão de obra para os estabelecimentos comerciais do Parque Shopping Bahia, que será inaugurado em Lauro de Freitas, em março de 2020. O termo de cooperação técnica para a seleção de trabalhadores foi assinado na tarde de ontem (11), pela Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), responsável pelo serviço, a Prefeitura de Lauro de Freitas e o centro comercial.

A expectativa é que sejam ofertadas 3,5 mil vagas para o funcionamento do shopping e das 204 lojas. De acordo com o titular da Setre, Davidson Magalhães, o convênio é um reconhecimento da qualidade do serviço prestado pela rede SineBahia. “Nós vamos buscar no mercado, prioritariamente de Lauro de Freitas, pessoas aptas a serem incorporadas ao empreendimento e existe ainda a perspectiva de qualificar a mão de obra, a partir das demandas dos lojistas. É um grande avanço, que vai contribuir para a produtividade e desempenho econômico financeiro do shopping”, destacou o secretário.

A prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho, ressaltou que a parceria vai garantir “um atendimento de excelência para o público do centro comercial, um empreendimento ousado e de grande impacto”.

Para o diretor-presidente do Shopping Parque Bahia, Marcos Rogério de Brito, o shopping tem que ser um agente transformador. “Não adiantaria abrir um complexo desse porte sem agregar a comunidade local. Vamos fazer esse papel de ser a ponte entre os lojistas e o SineBahia, mostrando esse trabalho tão bacana que o Governo do Estado já desenvolve”, afirmou. Também acompanharam o ato de assinatura o superintendente estadual de Desenvolvimento do Trabalho, Marcelo Gavião, e o secretário de Trabalho, Esporte e Lazer de Lauro de Freitas, Uilson Souza.

Localizado na Avenida Santos Dumont (Estrada do Coco), o Parque Shopping Bahia será um dos maiores centros comerciais do estado. O shopping faz parte de um complexo comercial com 260 mil metros quadrados de área total e 84 mil metros quadrados de área bruta locável (ABL) já construída. 

O local terá um power center com operações inéditas no Estado, além de terrenos destinados a construção de hotel, hospital e universidade, bem como o Centro Administrativo de Lauro de Freitas (CALF), que já foi entregue à prefeitura municipal.

 

Motorista de aplicativo foi queimado vivo por assaltantes; acusados confessaram o crime

Domingos Matos, 12/11/2019 | 09:30

O jovem de 24 anos que trabalhava como motorista por aplicativo na cidade de Vitória da Conquista, sudoeste da Bahia, e desapareceu após sair para fazer uma corrida, foi queimado vivo. A vítima foi encontrada morta no início da tarde de sexta-feira (8).

Dois jovens, de 21 e 22 anos, foram presos pela suspeita de matarem Hiago Evangelista Freitas, de 24 anos, no sábado (9).

Alexandre Cruz Brito, de 21 anos e Rodrigo Porto Oliveira Silva, de 22, confessaram o crime à polícia. Ao delegado Fabiano Aurich, responsável pela investigação do crime, a dupla disse que assaltou Hiago com um revólver falso e que o crime foi premeditado.

Segundo informações do delegado Fabiano Aurich, que também investiga o caso, os suspeitos foram encontrados com a ajuda de um cão farejador. O animal levou os investigadores da Polícia Civil a um local próximo da casa do suspeito Rodrigo Porto, onde os policiais encontraram objetos pessoais da vítima.

“Documentos pessoais, cartão de crédito da vítima, estava tudo dentro de um travesseiro, escondido dentro do travesseiro. Dentro da cozinha tinha um isqueiro amarelo, que depois a gente teve a oportunidade de voltar [a casa do suspeito] e pegar, que foi usado para acender [o fogo] e tinha vestígios de sangue da mão do homicida que esfaqueou a vítima”, disse Fabiano Aurich.

“O rolo de fita que eles usaram para adulterar a placa e o principal, achamos o celular da vítima, além da roupa que ele [Rodrigo] utilizou no crime, que estava suja de sangue”, também lembrou o delegado Marcos Vinicius.

Hiago Evangelista Freitas era estudante de odontologia e desapareceu na noite de quarta-feira (6), após deixar a namorada em casa para fazer corridas no município.

Ao delegado, os dois disseram ainda que depois imobilizaram Hiago e o levaram para a estrada que liga o bairro de São Sebastião à cidade de Barra do Choça, onde ele foi morto a facadas. O corpo de Hiago foi encontrado carbonizado. Os suspeitos disseram que mataram a vítima porque tinham medo de serem denunciados.

Na casa de Rodrigo, a polícia apreendeu vários objetos pessoais da vítima, incluindo documentos, cartões de banco, a chave do carro que Hiago dirigia e o celular dele. O carro de Hiago foi deixado pelos suspeitos no bairro Alto Maron, também em Vitória da Conquista.

Os policiais encontraram, também na casa de Rodrigo, o revólver falso usado para cometer o assalto. Os dois foram autuados em flagrante por latrocínio, que é o roubo seguido de morte, e por ocultação de cadáver.

Além disso, Rodrigo também responderá por associação ao tráfico de drogas, adulteração de sinal identificador e posse ilegal de munição, por outros materiais encontrados na casa dele.

O corpo da vítima foi enterrado no cemitério municipal de Guanambi, cidade natal do jovem que fica a cerca de 276 km de Vitória da Conquista, no sábado (9).

 

*Com informações do G1

 

Inaugurada 14ª Policlínica Regional de Saúde em Senhor do Bonfim

Domingos Matos, 11/11/2019 | 16:41

A décima quarta Policlínica Regional de Saúde foi entregue à população pelo governador Rui Costa, nesta segunda-feira (11), em Senhor do Bonfim, no norte do estado. Com um investimento de R$ 23 milhões, a unidade dará assistência a 11 municípios da região que formam o Consórcio Interfederativo de Saúde: Andorinha, Antônio Gonçalves, Campo Formoso, Cansanção, Filadélfia, Itiúba, Jaguarari, Nordestina, Ponto Novo, Queimadas e Senhor do Bonfim.

“Esta é mais uma unidade de saúde na Bahia planejada e construída num modelo integrado. O Governo do Estado construiu a policlínica e o custeio com a manutenção será dividido entre o Estado e as cidades que fazem parte do consórcio, sendo que cada município pagará de forma proporcional a sua população”, explicou o governador.

A Policlínica de Senhor do Bonfim já começa a funcionar a partir desta terça-feira (12), oferecendo atendimento gratuito para cerca de 350 mil moradores da região. A unidade conta com uma equipe formada por 67 profissionais, incluindo médicos, enfermeiros, psicólogo, farmacêutico, nutricionista, ouvidor, assessores técnicos, assistente social, técnicos em enfermagem, técnicos em radiologia e assistentes administrativos. Ônibus equipados com ar condicionado e internet wi-fi realizarão o transporte dos pacientes que moram nos municípios vizinhos.

A unidade oferece consultas em especialidades como angiologia, cardiologia, endocrinologia, gastrenterologia, neurologia, ortopedia, oftalmologia, otorrinolaringologia, ginecologia/obstetrícia, mastologia e urologia. Também serão realizados exames como ressonância magnética (com e sem contraste), tomografia (com e sem contraste), mamografia, ultrassonografia com doppler, ecocardiografia, ergometria, mapa, holter, eletroencefalograma, raio-X, eletrocardiograma, endoscopia, colonoscopia, nasolaringoscopia, colposcopia, histeroscopia, cistoscopia, entre outros, ligados às especialidades de oftalmologia.

Na ocasião, o governador recebeu o título de Cidadão Bonfinense, entregue pela Câmara Municipal e entregou nove ambulâncias e um aparelho de ultrassom para municípios da região, totalizando um investimento de R$ 960 mil.

Policlínicas Regionais
Treze Policlínicas Regionais de Saúde já estão em funcionamento na Bahia. As unidades oferecem atendimentos a cidadãos das regiões de Guanambi, Jequié, Irecê, Alagoinhas, Feira de Santana, Valença, Santo Antônio de Jesus, Teixeira de Freitas, Paulo Afonso, Juazeiro, Vitória da Conquista e Jacobina e Itabuna. Ao todo, mais de sete milhões de baianos, em 279 municípios, já são contemplados pelas unidades. Além das que já estão em funcionamento e da entrega em Senhor do Bonfim, outras cinco policlínicas estão em construção nos municípios de Salvador (duas unidades), Barreiras, São Francisco do Conde e Simões Filho.
 

Infraestrutura
Ainda em Senhor do Bonfim, o governador autorizou a Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) a publicar o edital de licitação para a construção do Aerodrómo de Senhor do Bonfim, que contempla a construção da pista de pouso e decolagem, taxiway e pátio de estacionamento de aeronaves. Com investimento de mais de R$ 19 milhões, a obra terá uma configuração e infraestrutura básica, capaz de atender a operação de aeronaves típicas da aviação geral regional em atividade no país.

Rui também inaugurou obras de pavimentação na BA-131, na rotatória e no trecho que dá acesso à Policlínica. Também foram inaugurados quatro quilômetros de pavimentação com capa selante no trecho que dá acesso à BR-407, no povoado de Umburanas. Um investimento de R$ 2,3 milhões.
 

Outras ações

Rui Costa ainda autorizou um convênio no Âmbito do Projeto Pró-Semiárido com a Central das Associações da Agricultura Familiar do Território do Piemonte Norte do Itapicuru (CAAFTIPNI), para implantação do Empório da Agricultura Familiar, e outros dois convênios no Âmbito do Projeto Bahia Produtiva com a Associações dos Camponeses e Camponesas do Projeto de Assentamento Jiboia.

Na área de abastecimento, foi autorizada a implantação de um Sistema de Abastecimento de Água para abastecer o povoado de Picada. As obras irão receber um investimento de R$ 287 mil.

Também na oportunidade, o governador anunciou a implantação do sinal de telefonia celular da operadora Claro nas localidades de Tijuacu, Missão do Sahy e Quicé, através do Programa Fala Bahia.

Socializa participa da Conferência ICPA 2019, um dos maiores eventos do segmento prisional

Domingos Matos, 03/11/2019 | 15:00

Com o tema “Direitos, Dignidade, Assistência e Segurança”, aconteceu em Buenos Aires, de 27 de outubro a 1º de novembro de 2019, a 21° Conferência anual da Asociación Internacional de Correccionales y Prisiones (ICPA). A Socializa participou da conferência, um dos maiores eventos internacionais para profissionais de instituições prisionais e correcionais, que reúne centenas de participantes de mais de 80 países.

O evento visa compartilhar experiências, aprendizado mútuo e troca de ideias com o objetivo de promover o avanço do segmento, trazendo uma variedade de novas abordagens e aplicações práticas.

As impressões colhidas pelos diretores da Socializa confirmam que a empresa está no caminho certo, alinhada com as mais avançadas tendências mundiais da gestão prisional, que incluem a valorização e qualificação de seu corpo técnico e, como fica claro pelo tema da conferência, o desenvolvimento de programas de ressocialização dos custodiados com o objetivo de devolver à sociedade um indivíduo recuperado e apto a retomar seu papel como cidadão.

Participar da ICPA 2019 propiciou à Socializa a oportunidade de contato com as melhores práticas internacionais do setor de forma a validar e aperfeiçoar suas práticas e processos. A Socializa é a empresa que opera o Conjunto Penal de Itabuna e outros quatro presídios na Bahia - em Salvador, Lauro de Freitas, Vitória da Conquista e Barreiras.

Vacinação contra Febre Aftosa na Bahia começa nessa sexta-feira

Domingos Matos, 31/10/2019 | 08:22

A segunda etapa da Vacinação contra a Febre Aftosa começa na sexta (1º) e vai até o dia 30 de novembro em toda a Bahia. É a mais importante no cadastro de doenças que afetam bovinos e bubalinos. Nessa quarta, o diretor-geral da ADAB, Maurício Bacelar, participou de reunião, em Feira de Santana, com coordenadores e fiscais estaduais de defesa agropecuária para alinhar as estratégias para essa fase da campanha.

A Bahia é zona livre da Aftosa há 22 anos e, a cada etapa, tem alcançado uma maior cobertura de vacinação. A perspectiva da ADAB (Agência Estadual de Defesa Agropecuária), que coordena a Campanha, é atingir uma cobertura superior a 90% em todas as regiões, conforme preconiza a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

Animais de até 24 meses de idade devem ser vacinados e todo o rebanho da propriedade tem que ser declarado nos escritórios da ADAB ou através do site www.adab.ba.gov.br . Os graves impactos na economia do país a partir da sequência de surtos da Febre Aftosa, motivou o Brasil a criar a Defesa Agropecuária. Na Bahia, a ADAB surgiu em 1999 para garantir alimentos seguros e salvaguardar a sanidade dos rebanhos. Desde então, tem alcançado bons resultados para manter o território baiano livre da doença com vacinação, status reconhecido pela OIE.

A perspectiva dos especialistas é que a manutenção do status atual fará a Bahia evoluir, em breve, para condição de Território Livre da Aftosa sem Vacinação, como já acontece com os estados de Santa Catarina e Paraná.

Um único foco de Febre Aftosa é considerado emergência sanitária pois pode fazer retroagir o trabalho de  desenvolvimento da cadeia produtiva, causando incalculáveis perdas para o setor agropecuário, com bloqueio das relações comerciais interestaduais e internacionais, gerando endividamento, desemprego e até desabastecimento. “É fundamental alertar os produtores para manter e elevar o índice de cobertura vacinal do animal e da propriedade, por isso, todo esforço do Governo da Bahia para manter nosso Estado atento na preservação de status livre de Febre Aftosa”, lembrou Maurício Bacelar.

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.