Torneio de Futsal reúne agentes e direção do Conjunto Penal de Itabuna

Domingos Matos, 25/09/2017 | 08:05
Editado em 26/09/2017 | 00:09

Um dia em família. Assim foi reconhecido por todos os participantes o dia de recreação, promovido nesse sábado (23), pela empresa Socializa em Itabuna.

Pela manhã, um torneio de futsal com oito equipes movimentou quase 100 funcionários e seus familiares. À tarde, um churrasco no clube da Associação Atlética Banco do Brasil completou o dia de recreação.

Dentro de quadra, a disputa pelo título de campeão ficou pequena diante da integração da equipe demonstrada no ginásio da Vila Olímpica de Itabuna. Ao final, troféus e medalhas serviram para o congraçamento da equipe.

A programação teve ainda a participação dos gerentes Yuri Martins e João Sobral, do diretor da unidade, Adriano Jácome, do diretor-adjunto, Bernardo Dutra, e do coordenador de Segurança, Fábio Vivas.

Reforço

Uma das maiores atrações do torneio, porém, estava fora das quatro linhas. Estava, não. Brilhava. Atendia por Heribaldo, mas preferia ser chamado de Badu. Ele mesmo, o Luxemburgo do Cacau.

Terno preto, gravata invocada, meias e camisa Lacoste, que fazia questão de mostrar, com a marra do craque, aquela que não chateia, diverte.

Badu foi o reforço de um dos times que disputarm o torneio do CPI, chegou à final e terminou como vice. "O meninos jogaram bem, mas tivemos um vacilo na final. Mas o que vale é a festa".

Isso mesmo, Badu. Valeu a festa.

 

Deixe seu comentário


Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.