CMVI

Hospital de Base realiza captação de múltiplos órgãos e salva sete vidas

Domingos Matos, 12/02/2019 | 07:45

A equipe da Organização de Procura de Órgãos do Sul Da Bahia (OPOSul), do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães – HBLEM, em parceria com a Central Estadual de Transplantes realizou, na noite deste domingo (10), uma captação múltipla de Órgãos e Córneas. O procedimento da doação foi realizado no HBLEM, após a constatação de morte encefálica do paciente. Segundo a coordenadora da Opo Sul, enfermeira Naama Ramos, a captação só foi possível “graças ao ‘sim’ da família que aceitou a realização da doação, salvando sete vidas que estavam à espera de um transplante”.  

Ao falar sobre a importância do gesto da família que optou pela doação, Naama Ramos destacou que a OPO/Sul vem sempre buscando conscientizar e sensibilizar a população sobre a  importância da doação de órgãos e tecidos para transplantes. Ela explica ainda que “o transplante é um procedimento cirúrgico em que um órgão ou tecido doente é substituído por um saudável, sendo a última ou única alternativa de tratamento quando se esgotam todos os recursos de tratamento”.

A OPO/Sul, ao longo do ano de 2018, acompanhou em torno de 23 pacientes em Morte Encefálica, tanto na sua sede como nos hospitais que fazem parte da sua área de abrangência. Ao todo foram 6 cirurgias de Múltiplos Órgãos e 45 captações de córneas. A enfermeira Naama Ramos enfatiza que para ser um doador, basta conversar com sua família sobre o seu desejo de ser doador e deixar claro que eles, os familiares, devem autorizar a doação de órgãos. “No Brasil, a doação de órgãos só será feita após a autorização familiar”, conclui.

 

Deixe seu comentário


Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.