CMVI

Equipe da Saúde inicia levantamento do índice de infestação por Aedes Aegypti em Itabuna

Domingos Matos, 15/05/2019 | 11:15

A Prefeitura Municipal de Itabuna, através da equipe de Combate as Endemias da Secretaria Municipal de Saúde, deu início ao segundo Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes Aegypti (LIRAa) deste ano de 2019, que tem como finalidade apresentar de maneira rápida os índices de infestações na cidade. O coordenador de Endemias da Secretaria de Saúde de Itabuna, Roberto Góes, explica que os trabalhos tiveram início na segunda-feira (13) e seguirão até esta quinta-feira (16).

“Após o trabalho de campo o material recolhido é encaminhado para o laboratório do município que analisará a positividade das larvas para o Aaedes Aedypti. O resultado é imediato. Acredito que na sexta-feira (17) já teremos o resultado final deste segundo LIRAa 2019”, informa Roberto Góes, explicando que no ano são realizados quatro levantamentos, cada um num intervalo de três meses.

Ao todo 180 agentes estão no campo nas visitas domiciliares nos 61 bairros de Itabuna, coletando amostras. De acordo com Roberto Góes, o primeiro LIRAa foi realizado em fevereiro, quando foi detectado um índice de infestação predial de 8,3%. “Este é ainda um índice de risco de epidemia, mas apresenta-se uma situação bem melhor do que quando o Governo Fernando Gomes assumiu a Prefeitura em 2017. Recebemos o município com 26% de infestação predial”, relembra.

De acordo com o Ministério da Saúde, de 0 a 1% o índice é tolerável. De 1% a 3.8% a situação é de alerta, e de 3.9% em diante apresenta-se alto risco de epidemia. “É preciso que a população tenha consciência da importância da sua colaboração no controle e combate ao mosquito. O Aedes Aegypti está dentro de casa ou no quintal e pode ser eliminado com gestos simples, como por exemplo, evitar água parada”, encerra.

 

Deixe seu comentário


Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.