CMVI

Professores da Educação Inclusiva revisam práticas pedagógicas para 2019

Domingos Matos, 11/06/2019 | 12:06

Num dos primeiros encontros de professores do ano letivo de 2019, os profissionais da área de Educação Inclusiva estiveram reunidos na última quinta-feira (06), na sede do Centro de Formação e Tecnologia Municipal (CFTM), da Secretaria Municipal da Educação (SME), com o objetivo de efetivar a revisão do documento que apresenta as diretrizes e orientações pedagógicas para essa área específica da Educação. 

Segundo a coordenadora das salas de recursos multifuncionais, professora Robermara França Souza Ribeiro (foto), “esse documento foi elaborado no ano de 2016 e, passados três anos, e tendo a própria Rede Municipal passado por mudanças no seu sistema de ensino, se faz necessário que também a Educação Inclusiva reveja as suas práticas, buscando atender da melhor maneira aos estudantes que perfazem o público-alvo das salas de recursos”, destacou a coordenadora. 

As salas de recursos multifuncionais são ambientes especialmente criados em algumas unidades escolares para atender aos estudantes que apresentam características que o colocam numa perspectiva diferenciada de aprendizagem: alunos autistas, alunos que apresentam déficit intelectual, etc. 

Atualmente, a Rede Municipal de Ensino possui 43 professores para o atendimento desse público e cerca de 30 salas de recursos, atendendo em 2019, quase 1.050 estudantes. 

A secretária municipal da Educação, professora Nilmecy Gonçalves, explica que o Departamento da Educação Básica (DEB) e o Departamento de Acompanhamento da Gestão (DAG) realizam uma série de avaliações que permitem identificar profissionais do magistério com características que os coloquem numa dimensão de sensibilidade capaz de atender aos estudantes sempre com muito cuidado, carinho e atenção. “São analisados o perfil do professor, os cursos na área e a experiência profissional”, disse a secretária. 

Como resultado do encontro, o grupo espera adequar para o ano de 2019 o documento orientador da Educação Inclusiva no âmbito da Rede Municipal de Ensino de Itabuna, atualizando-o com as novas perspectivas surgidas nos últimos três anos. O encontro foi iniciado na última quinta-feira (06), mas outras reuniões poderão vir a ser realizadas para cumprir, de maneira categórica e eficiente, a revisão completa do documento.

Deixe seu comentário


Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.