Menos de um mês após retomarem serviço, rodoviários de Itabuna iniciam nova greve

Domingos Matos, 09/07/2019 | 16:31
Editado em 09/07/2019 | 17:43

Os rodoviários de Itabuna iniciaram uma nova greve nesta terça-feira (9), menos de um mês após encerrarem paralisação de 10 dias, ocorrida em junho.

A decisão foi tomada em assembleia geral ocorrida na manhã desta terça. A categoria alega que não recebeu o reajuste salarial proposto pelas empresas durante a greve anterior.

“A greve é por conta do descumprimento do acordo coletivo. O ajuste que foi acordando com as empresas ainda não foi cumprido. O prazo seria o próximo pagamento, que seria na segunda-feira (8). Tivemos o pagamento , mas não veio reajustado", disse Arlesen Nascimento, presidente do Sindicato dos Rodoviários de Itabuna (Sindirob).

Arlesen ainda falou que a Associação das Empresas de Transportes Urbanos afirmou que não teria como cumprir o acordo, porque não houve reajuste na tarifa do transporte coletivo por parte da prefeitura.

"Eles me procuraram e afirmaram que não teriam condições de reajustar os salários dos trabalhadores, uma vez que não houve reajuste de tarifa pelo município", acrescentou o presidente.

Ao todo, 92 ônibus deixaram de circular pelas ruas da cidade. Cerca de quinhentos motoristas e cobradores aderiram ao movimento. Os coletivos costumam rodar em Itabuna das 4h20 até 0h10.

 

Reajuste nas tarifas

O aumento das passagens foi proposto depois que os rodoviários entraram em greve por aumento de salário, no início de junho.

Atualmente, a tarifa dos coletivos da cidade é de R$ 3. O aumento previsto pela prefeitura era de R$ 3,50. No entanto, pelos estudos de contrato de concessão, o valor máximo da tarifa deveria ser de R$ 3,12.

Apesar disso, não houve o aumento porque a Justiça da cidade de Itabuna concedeu uma liminar que impediu o aumento da tarifa do ônibus urbano. A ação foi atendida a pedido do Ministério Publico do Estado da Bahia (MP-BA).

 

* Com informações do G1

Deixe seu comentário


Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.