Câmara Municipal

Tag: acao

Professores indígenas participam de formação continuada em Itabuna

Domingos Matos, 19/08/2019 | 19:41

A Secretaria da Educação do Estado iniciou, nesta segunda-feira (19), em Itabuna, no sul da Bahia, mais uma formação continuada, desta vez para 90 professores de seis escolas da rede na área do Núcleo Territorial de Educação de Itabuna (NTE 05), contemplando os povos Tupinambá e Pataxó Hãhãhãe. 

A atividade, que segue até sexta-feira (23), no Tarik Fontes Plaza Hotel, sob a responsabilidade de educadores da Fundação Getúlio Vargas (FGV), também contemplará professores das redes municipais por conta do regime de colaboração da Secretaria da Educação do Estado com os municípios.

A professora de Ciências e Biologia Luzinete Muniz Pataxó, do Colégio Estadual da Reserva Indígena Caramuru do provo Pataxó Hãhãhãe, destacou a expectativa e a importância desta formação para os educadores indígenas. “Já era algo bastante almejado por nós, professores. Acredito que será de suma importância esta capacitação para o povo indígena, uma vez que vamos fortalecer as comunidades escolares indígenas a partir da prática pedagógica diferenciada, respeitando as tradições e a cultura indígenas”, avaliou. 

O coordenador de Educação Escolar Indígena da Bahia, José Carlos Magalhães, fez uma avaliação do primeiro dia da formação. “Tivemos uma abertura dos trabalhos muito produtiva, considerando que a atividade mobiliza e eleva a autoestima dos participantes, dentro do processo de instrumentalização do professor indígena para a melhoria da sua prática pedagógica intercultural, interdisciplinar e bilíngue, em sala de aula”, afirmou.

 

Sobre a formação

Composta por três módulos e ministrada também por professores de etnias como Guarani, Tupinambá e Pataxó, a formação propõe a discussão de temas relevantes e atuais para o processo de ensino e aprendizagem nas escolas indígenas. A capacitação está fundamentada no fortalecimento do pertencimento étnico; na valorização dos conhecimentos tradicionais indígenas; nas visões de mundo; e no acesso aos códigos, ciências e tecnologias da sociedade nacional que possam subsidiar os projetos societários e indenitários nas escolas indígenas. O primeiro módulo desta formação já foi realizado no polo de Porto Seguro e ocorrerá ainda no polo de Paulo Afonso.

A rede estadual de ensino possui, atualmente, 6.765 estudantes indígena matriculados, em 27 escolas indígenas e 43 anexos, em todo o estado, contemplando 16 etnias. A superintendente de Políticas para a Educação Básica da Secretaria da Educação, Manuelita Falcão Brito, explicou que “a formação continuada com os professores indígenas é um compromisso da secretaria com a Educação Indígena. Esperamos que os nossos professores possam sair desta formação mais fortalecidos. Também precisamos ter um debate sobre as diretrizes curriculares e a própria construção desse conteúdo para o currículo específico da Educação Indígena”. 

 

Coordenação de Endemias diz repudiar ação de criminoso que utilizou farda de agente municipal

Domingos Matos, 19/08/2019 | 19:30
Editado em 19/08/2019 | 19:44

Após tomar conhecimento da prática de um assalto cometido por um indivíduo vestido com a camisa da farda dos agentes de endemias do município na manhã desta segunda-feira (19), a Coordenação de Combate às Endemias da Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de Itabuna (SMS) vem a público informar que o homem não faz parte da equipe de agentes de endemias do município.

De acordo com o coordenador Roberto Góes, trata-se de um falso agente de endemias que não possui vínculo com SMS. “Lamentamos que este indivíduo criminoso utilize-se de uma identificação dos agentes da nossa equipe, comprometendo o trabalho de profissionais que estão empenhados, diariamente, em combater o mosquito Aedes Aegypti”, comentou o coordenador Roberto Góes, lamentando o fato ocorrido.

“A equipe de endemias está desenvolvendo um trabalho sério e eficaz, que vem reduzindo os índices de infestação deste mosquito transmissor da dengue, da chikungunia e do zika vírus, em todos os bairros do município. Repudiamos essa atitude e esperamos que a força policial identifique e encontre este indivíduo o mais rápido possível”, conclui o coordenador Roberto Góes.

Operação integrada encontra 1 tonelada de maconha em Canudos

Domingos Matos, 19/08/2019 | 09:26

Uma tonelada de maconha pronta para ser comercializada e outros 125 mil pés plantados da erva foram localizados por equipes das polícias Civil e Militar, na tarde de sábado (17), no Povoado de Juá, município de Canudos. 

Com a chegada das equipes, os responsáveis pela manutenção da roça, com aproximadamente 25 mil metros quadrados, conseguiram fugir. No local, os policiais encontraram uma megaestrutura para o cultivo da droga, com sistema de irrigação, poços artesianos e acampamentos para abrigar os criminosos. 

"Já inicianos as investigações para identificar os responsáveis pela plantação. Pela quantidade de alojamentos e suprimentos encontrada no local, estimamos que cerca de 20 pessoas cuidavam do plantio", afirmou o titular da 25a Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Euclides da Cunha), delegado Paulo Jason. 

Uma denúncia sobre movimentação noturna de veículos na fazenda levou as equipes da 25a Coorpin, do 5° Batalhão da Polícia Militar e da Coordenadoria Regional de Polícia Técnica, sediada em Euclides da Cunha, até a plantação ilegal. "Apuramos as denúncias e deflagramos a operação. Já temos algumas informações sobre a origem do pessoal, que seria de outros estados", finalizou o delegado. 

 

Encontro formativo se volta à implementação da Base Nacional Comum Curricular

Domingos Matos, 19/08/2019 | 06:55
Editado em 19/08/2019 | 07:01

A Secretaria da Educação do Estado, realizou, no último sábado (17), um encontro com integrantes da equipe do Programa de Apoio à Implementação da Base Nacional Comum Curricular (ProBNCC) e com o presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação - sessão Bahia (UNDIME-BA), Williams Panfile, para discutir a construção do desenho do processo formativo referente ao Ciclo 2 do Documento Curricular Referencial da Bahia da Educação Infantil e do Ensino Fundamental, alinhado à BNCC. Além dos 22 redatores-formadores (que incluem profissionais das redes estaduais e municipais), responsáveis pela escrita do documento, participou da reunião o secretário da Educação, Jerônimo Rodrigues.

 A atividade, realizada no Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador, definiu o fluxo formativo e preparou o grupo para a formação que acontecerá em Brasília, nos dias 22 e 23 de agosto. Na oportunidade, o secretário Jerônimo reforçou a importância da formação de professores e o regime de colaboração no processo de ensino e aprendizagem dos estudantes. “Reconhecemos a importância dessa construção coletiva em um ambiente de crítica e sugestões. A melhor forma de superar os desafios é o planejamento conjunto, dialogando, escutando. É fundamental a nossa disponibilidade, neste momento, para construirmos a agenda da Bahia, mostrando o nosso potencial, junto aos municípios, porque a nossa meta é a aprendizagem dos estudantes baianos e a Educação é um instrumento fundamental no desenvolvimento dos municípios”, disse o secretário.

 O presidente da UNDIME-BA destacou a importância da participação do secretário Jerônimo no encontro do ProBNCC. “Sabemos das fragilidades dos municípios e temos, entre a gente, um secretário da Educação disposto a ajudar os municípios, mostrando que a Bahia é um Estado de resistência e que trabalha conjuntamente em prol da Educação. Estamos, neste momento, discutindo o processo formativo da BNCC com o objetivo de alinhar a nossa equipe que vai participar da formação em Brasília, bem como definindo o fluxo de formação porque, provavelmente no próximo mês, estaremos lançando para todas as redes de ensino (estadual e municipais) as formações para a BNCC”, pontuou Williams.  

 A importância da reunião foi destacada, também, pela superintendente de Políticas para a Educação Básica, Manuelita Falcão Brito. “Estamos reunindo a equipe com os nossos redatores-formadores, que têm muita apropriação da temática, por terem escrito o documento, e a gente entra, agora, no segundo ciclo da implementação da BNCC, que é o da formação. Ou seja, estamos debruçados agora em como vamos transpor o documento para a vida real, como chegará nos municípios, como vamos transformar toda aquela escrita da diversidade, da educação, do ser integral, habilidade, competência como levar isto para sala de aula. Daí temos um elo no meio do caminho que é formar esses formadores regionais”, disse a gestora, destacando que, ao longo de 2018, a equipe do ProBNCC se debruçou sobre a escrita do Documento Curricular Referencial da Bahia, finalizando o Ciclo 1 do programa.

 

Processo formativo 

Na pauta da reunião de sábado foram discutidas questões como apresentação do desenho do processo formativo e a proposta dos eixos da formação, cujo intuito é implementar o documento Curricular Referencial da Bahia para a Educação Infantil e o Ensino Fundamental, entregue pela Secretaria da Educação e aprovado pelo Conselho Estadual de Educação (CEE), ato publicado no Diário Oficial do Estado no dia 14 de agosto. O documento tem como objetivo assegurar os princípios educacionais e os direitos de aprendizagem de todos os estudantes do território estadual. Ele será uma referência para as redes estadual, municipais e privadas.

 O Referencial Curricular tem como base as orientações normativas da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), complementada à luz das diversidades do território baiano, de modo a colaborar com a reescrita dos Projetos Políticos Pedagógicos (PPPs) das unidades escolares. Ele é composto de dois volumes: um para a Educação Infantil e o Ensino Fundamental e um para o Ensino Médio, sendo que este último está em fase de construção.

 

“Operação Capinagem” desarticula na Bahia organização criminosa ligada ao PCC

Domingos Matos, 15/08/2019 | 17:38

A “Operação Capinagem” cumpriu nesta quinta 15), nos municípios de Senhor do Bonfim, Jacobina, Juazeiro, Capim Grosso, Serrolândia e Lauro de Freitas 19 mandados de prisão e 25 de busca e apreensão. Até o fechamento dessa matéria, 13 suspeitos haviam sido presos: nove em Capim Grosso, dois em Lauro de Freitas, um em Jacobina e um em Petrolina (Pernambuco). Entre os alvos, estão integrantes de organização criminosa ligada ao PCC que atua com tráfico de drogas e é responsável por diversos homicídios no estado. A operação ainda está em curso e é coordenada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público do Estado da Bahia (Gaeco), com o apoio da Coordenadoria de Segurança Institucional e Inteligência (CSI), em parceria com Polícia Rodoviária Federal e com a Polícia Militar do Estado da Bahia, através do Comando de 

Policiamento da Região Norte (CPR-N), que apoiou com o efetivo das seguintes unidades: 74ª CIPM/Juazeiro, 91ª CIPM/Capim Grosso, CIPT-N (Rondesp Norte), bem como através do Comando de Policiamento Especializado (CPE), com apoio da CIPE Caatinga (antiga Cepac). Participaram da operação onze promotores de Justiça, 74 policiais militares e 99 policiais rodoviários federais, que contou com helicópteros da Base de Operações Aéreas e cães farejadores do Grupo de Operações com Cães.

A operação integra uma ação realizada hoje por nove Grupos de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaecos) do Ministério Público brasileiro contra integrantes de organizações criminosas em todo o país. A ação nacional é articulada pelo Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas (GNCOC) - colegiado que reúne os Gaecos de todos os estados brasileiros. As diligências desta quinta-feira estão sendo realizadas simultaneamente pelos estados de Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Mato Grosso do Sul, Pernambuco e Rio de Janeiro. Com auxílio de forças policiais, os Gaecos de cada um desses estados cumprem mandados de prisão e de busca e apreensão contra integrantes de grupos criminosos. No total, estão sendo cumpridos mais de 300 mandados judiciais, entre prisões e busca e apreensões.

De acordo com a coordenadora do Gaeco do MPBA, promotora de Justiça Ana Emanuela Meira, a parceria no combate às organizações criminosas foi a tônica da operação. “O trabalho nasceu de uma investigação conjunta da Promotoria de Capim Grosso e do Gaeco, e foi articulado de maneira integrada para desmantelar uma pungente facção criminosa que vem atuando na Região Norte do nosso Estado, comercializando drogas, a partir de ramificações de outros Estados Brasileiros”.Acompanhando os trabalhos em uma sala especial da Coordenadoria de Segurança e Inteligência do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (CSI/MPRJ), o presidente do GNCOC, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, garantiu que esse tipo de enfrentamento seguirá ocorrendo em todo o Brasil. “Os Gaecos do país inteiro estão trabalhando incessantemente para combater as organizações criminosas que tanto afrontam as forças de segurança do país. Seguiremos nesse propósito todos os dias”, assegurou Gaspar, que é também procurador-geral de Justiça de Alagoas.

 

Moradores da rua de Mutuns cobram cumprimento de acordo feito pela secretaria de Administração

Domingos Matos, 15/08/2019 | 15:01
Editado em 15/08/2019 | 14:57

Moradores da Rua de Mutuns, no bairro Santa Inês, em Itabuna, voltaram a se manifestar ontem (14), contra a falta de instraesturutra do local. Eles cobram do Secretário de Administração, Dinailson Oliveira, o cumprimento do acordo feito no último dia 30 de julho. Segundo os manifestantes, o secretário se comprometeu em fazer o patrolamento e a recuperação asfáltica. Na época, os moradores liberaram os três ônibus retidos no protesto, devido as péssimas condições da via pública. 

"Infelizmente, o secretário só iniciou o patrolamento. No dia 02 de agosto, as máquinas foram retiradas e até hoje aguardamos o secretário cumprir a palavra que nos deu", afirma Sirlene (Bujuca) uma das líderes da manifestação.

Ainda segundo ela, os moradores da rua entraram com uma ação judicial contra o Município de Itabuna, para que as obras de saneamento e recuperação asfáltica sejam realizadas. A situação se agravou nos últimos dias, pois os ônibus não estão circulando na rua, fazendo o retorno na praça, dificultando os moradores da localidade a utilizarem o transporte coletivo. 

“Procuramos a Câmara de Vereadores e a Vereadora Charliane nos atendeu, dando total apoio aos moradores. Inclusive nos adiantou que há diversos pedidos de providências de autoria da mesma para a localidade, só que o Executivo nunca atendeu, mostrando o descaso do governo com o povo, e se comprometeu a fazer o Pedido de providências para que os ônibus voltem a circular como antes, destaca”.

Prazo para apresentação do Partiu Estágio entra em reta final

Domingos Matos, 15/08/2019 | 09:05

Os 305 estudantes selecionados pela última convocação do Partiu Estágio, publicada no dia 2 de agosto, devem estar atentos. Acaba de entrar em reta final o prazo para apresentação de documentos para os grupos de cada edital. Do total chamado, 294 estudantes serão alocados em vagas ofertadas para o Edital 001, lançado em janeiro. Este grupo deve se apresentar até esta quinta-feira (15). Os outros 11 estudantes, inscritos no Edital 002, lançado em março para reforço escolar na rede estadual de ensino, podem se apresentar até a próxima segunda-feira (19).

A lista com os nomes dos selecionados pode ser consultada no site institucional da Secretaria da Administração (Saeb), responsável pela gestão do programa (www.saeb.ba.gov.br). Vale ressaltar que a vaga de estágio é garantida apenas com a entrega de toda documentação exigida, dentro do prazo regulamentar, estipulada em edital. Quem não entregar toda a documentação, ou não se apresentar dentro do período, perderá a vaga. 

O Partiu Estágio é uma iniciativa da administração estadual baiana que garante acesso a oportunidades de estágio a estudantes universitários de instituições estaduais, federais e privadas com sede na Bahia e que ainda não conseguiram se inserir no mercado de trabalho. 

A seleção é prioritária para estudantes inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e para aqueles que tenham estudado todo o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral na rede privada. Desde seu lançamento, em abril de 2017, já foram contratados 9.291universitários para atuar no serviço público baiano.

Confira abaixo a documentação necessária:

•          Comprovante de residência

•          Original e cópia da Carteira de Identidade

•          Original e cópia do Cadastro de Pessoa Física – CPF

•          Original e cópia de Carteira de Identidade do representante legal, ou do Termo de Guarda expedida por autoridade judicial, se for o caso

•          Declaração da Instituição de Ensino informando semestre letivo, duração do curso, percentual cursado, turno de estudo, curso de formação e sua modalidade presencial (Anexo II do Edital)

•          Comprovante de matrícula e frequência da Instituição de Ensino

•          Declaração própria de que não exerce atividade remunerada em órgão público

•          Original e cópia do Título de Eleitor, se for o caso

•          Original e cópia do Certificado de Reservista, se for o caso

•          Carteira de Trabalho e Previdência Social – CTPS

•          Comprovação de inscrição no Cadúnico, se for o caso

•          Histórico escolar do Ensino Médio ou declaração emitida pela instituição de nível médio, no caso dos candidatos que tenham sido selecionados pelo critério de ter estudado todo o Ensino Médio em Escola Pública ou como Bolsista integral

•          No caso de pessoas portadoras de deficiência, deverá ser apresentado um Relatório Médico comprovando a deficiência

 

Governo do Estado realiza capacitação para potencializar desenvolvimento rural na Bahia

Domingos Matos, 14/08/2019 | 18:32

Oitenta técnicos que atuam no projeto Bahia Produtiva passam por uma formação em alimentação e nutrição até a próxima sexta-feira (16), no município de Amélia Rodrigues. As atividades têm como principais temas o meio ambiente, agricultura, desenvolvimento humano, produtividade para o trabalho e renda e sustentabilidade em saúde.

"O objetivo é que os técnicos disseminem esses conhecimentos para mais de oito mil agricultores familiares, em 27 territórios de identidade da Bahia, desenvolvendo em conjunto com os produtores melhores formas de plantar, produzir e se desenvolver”, explica Wilson Dias, diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e executor do projeto. 

Um plano de ação de segurança alimentar e nutricional para os agricultores familiares de todo o estado também faz parte das atividades, que foram iniciadas na segunda-feira (12). A iniciativa visa aumentar a diversidade alimentar dos agricultores por meio de consumo de alimentos da biodiversidade e das Plantas Alimentícias Não Convencionais (Panc), a partir de estratégias como conhecer os alimentos para poder identificá-los e, caso não haja na propriedade do agricultor uma diversidade, implementar espécies de cada biodiversidade. 

Para Anderson Amorim, técnico da região de Vitória da Conquista, o conhecimento pode ser empregado na criação de hábitos mais saudáveis na vida dos agricultores. “Vamos levar o que aprendemos aqui para as propriedades dos agricultores que visitamos com frequência, para que possamos, além de ajudá-los a desenvolver atividades produtivas que gerem renda, fortalecer dentro dessas comunidades hábitos que ajudem a melhorar a condição de vida, com uma alimentação mais saudável e de qualidade", afirma. 

Os profissionais estão sendo capacitados pela instituição de ensino ‘VP Centro de Nutrição Funcional’, formada por uma equipe de nutricionistas, pedagogos, médicos e agrônomos.

 

Bahia Produtiva

Executado pela CAR, o projeto é resultado de parceria entre o Governo do Estado e o Banco Mundial, por meio de acordo de empréstimo. Até o momento já foram financiados 862 projetos em todo estado, em diversas cadeias produtivas, que representam um investimento de R$ 287,6 milhões.

 

Itabuna será palco de manifestação nesta quarta pela manutenção do vetor disciplinar no Imeam

Domingos Matos, 14/08/2019 | 12:09

Integrantes da comunidade escolar e apoiadores do Vetor Disciplinar estarão reunidos no Jardim do Ó, às 16h desta quarta-feira (14), para um manifesto de apoio que acontecerá através de uma caminhada na Avenida do Cinquentenário. O manifesto, em repudio à Recomendação do Ministério Público Federal (MPF), deve contar com as presenças de estudantes, professores, pais de alunos e responsáveis, além de líderes comunitários, integrantes de outras escolas e representantes da prefeitura Municipal de Itabuna.

Recentemente, o MPF, através da sua Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão (PRDC), tendo como procurador regional o senhor Gabriel Pimenta Alves, que atua em Ilhéus, emitiu a Recomendação de número 04/2019/PRDC/BA/MPF, que prevê uma série de alterações sobre a inserção do Vetor Disciplinar no contexto das escolas públicas municipais, entre as quais que o Comando da Polícia Militar da Bahia se abstenha de firmar novos acordos, tem provocado, no Instituto Municipal de Educação Aziz Maron (IMEAM), em Itabuna, um grande movimento pela manutenção do convênio nos termos e operacionalidade atualmente aplicados àquela unidade de ensino.

A diretora do IMEAM, professora Wildes Alvarenga, aponta que a equipe diretiva da escola, tanto a pedagógica quanto a do Vetor Disciplinar, estão se sentindo bastante otimistas pelo apoio que a inserção vem tendo no ano de 2019, como ferramenta que está devolvendo àquela unidade um diferencial no processo do ensinar e do aprender.

“Os vizinhos do IMEAM estão elogiando o Vetor Disciplinar, indicam que os estudantes estão mais gentis, mais colaborativos e predispostos às aulas. Há relatos de alguns alunos que, ao avistar pessoas mais velhas carregando sacolas no entorno do colégio, vão lá e ajudam os mais velhos a carregar as sacolas”, disse a secretária municipal da Educação, professora Nilmecy Gonçalves.

A ideia de inserir o Vetor Disciplinar na Rede Municipal de Ensino de Itabuna partiu do prefeito Fernando Gomes, e a escolha do IMEAM como a primeira escola da rede a contar com essa ferramenta surgiu a rigor das comemorações dos 40 anos da escola em Itabuna. A intenção, segundo indica o prefeito, é a de estender o Vetor Disciplinar para outras quatro unidades da rede: Margarida Pereira (Pedro Jerônimo); CAIC Jorge Amado (Jardim Primavera); Lourival Oliveira Soares (Ferradas); e Flávio Simões (Califórnia).

Bahia apresenta parcerias com municípios em fórum nacional de educação

Domingos Matos, 14/08/2019 | 10:12

A formação continuada para coordenadores pedagógicos e gestores escolares, o programa estadual de avaliação escolar e um aplicativo que coloca toda a gestão da escola na palma da mão do gestor. Essas são parcerias propostas pelo Governo do Estado para os municípios baianos durante o 17º Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação. Na noite de ontem (13), o governador Rui Costa e o secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, participaram da abertura do evento, em Costa do Sauípe. 

Entre os assuntos apresentados, o governador destacou o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), válido até 2020. "Em qualquer nação desenvolvida, o pilar é a educação. Agora temos a oportunidade de ter um novo Fundeb, que, com certeza, deverá ter uma participação maior do governo federal. O Brasil possui uma grande riqueza, que é a receita da concessão e exploração do petróleo e do gás, que pode e deve financiar a educação básica do país. Isso pode ser realidade se nos unirmos e buscarmos esse debate, para que os deputados e senadores traduzam a garantia desses recursos na nova legislação do Fundeb", afirmou Rui.  

Já Jerônimo Rodrigues comentou que uma das parcerias entre o Estado e os municípios é o plano de formação continuada, que terá a primeira etapa iniciada em setembro, com gestores e professores das redes municipais. "Estamos apresentando também um aplicativo que talvez seja a nossa grande oferta. O #escolado proporcionará à gestão da escola todas as informações sobre alimentação, estrutura física, perfil profissional de cada educador e a vida escolar dos nossos estudantes. Nós queremos dialogar com a Undime estadual para que, assim que nós estivermos com o aplicativo testado e aprovado, ele seja levado também para as escolas municipais", disse. 

O secretário revelou que outra contribuição do Governo do Estado para a educação municipal é um sistema de avaliação da educação. "Não podemos ficar reféns do Ideb, que é importante, mas estamos oferecendo um debate de um sistema estadual de avaliação, o sistema Sabe".

O presidente da Undime Bahia, Williams Panfile Brandão, também ressaltou a parceria entre o Governo do Estado e os municípios baianos. "Tivemos um momento muito importante que foi o nosso fórum estadual, em abril, e contamos com o apoio total da Secretaria da Educação do Estado. De lá para cá, a gente vem trabalhando diversos projetos em parceria. Os municípios estão ávidas pela formação que vai começar em setembro. O Estado tem fortalecido esse regime de colaboração". 

O evento reúne secretários de educação de 5568 municípios brasileiros, em quatro dias de programação. "No último dia será elaborada a carta do fórum, que será tornada pública no nosso site e também encaminhada para o Ministério da Educação, para conhecimento do ministro e de todas as secretarias. A carta nasce das contribuições que vão surgindo das mesas", explicou o presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Alessio Costa Lima. 

 

Centro de Controle de Zoonoses oferece vacinação gratuita para cães e gatos

Domingos Matos, 14/08/2019 | 08:11

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Ilhéus irá promover entre os dias 14 e 30 de agosto um mutirão de vacinação antirrábica de cães e gatos. A iniciativa visa percorrer 11 bairros do município. O distrito do Couto, na zona sul do município será a primeira localidade a receber os agentes do centro, nesta quarta-feira (14).

De acordo com Aloísio Leite, coordenador da unidade, a estimativa é que sejam vacinados sete mil animais. Explica que medidas cautelares imediatas devem ser tomadas para a prevenção da doença, como vacinar os animais de estimação, contatar o controle de zoonoses quando achar um animal sem dono na rua, entre outras, podem diminuir de forma significativa os índices de transmissão.

A raiva é uma doença infecciosa que acomete mamíferos e pode ser transmitida através da mordida de animais como os cachorros, lambida em feridas abertas, mucosas ou arranhões. Em humanos, os sintomas são: náuseas, vômitos, mau humor, espasmos musculares intensos na faringe e laringe, com dores no momento de engolir algum alimento ou líquido.

Os agendamentos para castração gratuita de cães e gatos são realizados todas as sextas-feiras. São distribuídas 25 senhas e os interessados devem comparecer à unidade, das 7h30min às 12h, na Rodovia Ilhéus-Itabuna, entrada do bairro Teotônio Vilela, portando documento de identificação com foto. O agendamento está suspenso, contudo a partir do dia 23 de agosto o serviço será retomado.

 

Formação reúne 130 professores indígenas em Porto Seguro

Domingos Matos, 13/08/2019 | 09:16

A Secretaria da Educação do Estado iniciou, ontem (12), em Porto Seguro, no Extremo Sul da Bahia, uma formação continuada para 130 professores indígenas das redes estadual e municipais de ensino de Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália, Prado, Belmonte e Itamaraju, a partir do regime de Colaboração do Estado com os municípios. 

A formação está sendo ministrada por educadores da Fundação Getúlio Vargas (FGV), envolvendo indígenas de diferentes etnias, como Tupinambá, Pataxó e Guarani. A abertura foi realizada no Centro de Cultura de Porto Seguro, com a presença de caciques representantes das comunidades indígenas de Santa Cruz Cabrália e de Porto Seguro.

A rede estadual de ensino possui, atualmente, 6.765 estudantes indígena matriculados, em 27 escolas indígenas e 43 anexos, em todo o estado, contemplando 16 etnias. “A formação vem trabalhar com a qualificação do nosso corpo docente, pois a Educação Indígena tem suas particularidades. A importância central disso é retomar e trazer os indígenas para junto deste debate, respeitando as especificidades e sem descuidar da qualidade social e da educação nos territórios com estes povos e etnias”, afirmou a superintendente de Políticas para a Educação Básica da Secretaria da Educação do Estado, Manuelita Falcão Brito. 

A expectativa do professor Ronaldo Farias, que leciona na Escola Indígena Pataxó Boca da Mata, na aldeia Boca da Mata, é que a formação amplie os conhecimentos dos educadores. “A formação vem nos ajudar a complementar os objetivos específicos e metodológicos na área da Educação, respeitando e valorizando os nossos costumes e tradições”, avaliou.

O formador Iberê Guarani, da FGV, destacou os conteúdos a serem abordados. “No primeiro módulo, abordaremos a construção e a visão colonial sobre o indígena. No segundo, serão discutidas as experiências da Educação Escolar Indígena. Já no terceiro, o tema central será a legislação relacionada à Educação Escolar Indígena, além do reconhecimento dos saberes ancestrais”.

A formação, segundo o diretor de Educação Escolar Indígena de Porto Seguro, Rosimar Valério Kamayurá, servirá para o professor direcionar o aluno ao conhecimento. “Os professores que estão na base irão saber qual a estratégia para se chegar ao sucesso de uma educação específica, de qualidade e diferenciada”.

 

Programação 

A formação em Porto Seguro será realizada em três módulos (12 a 16/08; 9 a 13/9; e 7 a 11/10). A atividade também ocorrerá nos polos de Itabuna e Paulo Afonso. Durante a formação serão discutidos temas relevantes e atuais para o processo de ensino e aprendizagem nas escolas indígenas, sendo fundamentada no fortalecimento do pertencimento étnico, na valorização dos conhecimentos tradicionais indígenas, nas visões de mundo e no acesso aos códigos, ciências e tecnologias da sociedade nacional, que possam subsidiar os projetos societários e indenitários nas escolas indígenas.

 

Cartão de confirmação do Encceja já está disponível

Domingos Matos, 13/08/2019 | 07:07

Os participantes do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2019 já podem acessar o cartão de confirmação na internet. O documento está disponível na Página do Participante no Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

As provas serão aplicadas no dia 25 de agosto, em 611 municípios. Os portões de acesso aos locais do exame serão abertos às 8h e fechados às 8h45 para as provas aplicadas pela manhã. À tarde, os candidatos podem entrar as 14h30 até 15h15, de acordo com o horário oficial de Brasília.

 

Encceja

Jovens e adultos que não terminaram os estudos na idade adequada podem fazer o exame para obter a certificação de conclusão do ensino fundamental ou médio.

Serão quatro provas objetivas, cada uma com 30 questões de múltipla escolha, e uma redação. A nota mínima exigida para obtenção da proficiência é 100 pontos nas provas objetivas e de cinco pontos na redação.

Os resultados podem ser usados de duas formas. Quem conseguir a nota mínima exigida em todas as provas tem direito à certificação de conclusão do ensino fundamental ou do ensino médio. Aqueles que alcançarem a nota mínima em uma das quatro provas, ou em mais de uma, mas não em todas, terão direito à declaração parcial de proficiência.

Governo reconhece situação de emergência em três cidades do sudoeste e sul da Bahia

Domingos Matos, 12/08/2019 | 08:05

O governo da Bahia reconheceu a situação de emergência de duas cidades do sudoeste do estado e uma da região sul, em publicação no Diário Oficial de sábado (10).

As cidades do sudoeste são Vitória da Conquista e Maetinga, que enfrentam período de estiagem. Já o município do do sul baiano é Ibicaraí, que enfrenta problemas por conta de deslizamento de solo.

No documento, o governo informa que tanto a estiagem quanto o deslizamento do solo afetam as atividades econômicas dos municípios, o que atinge a população. O decreto de emergência vale para 180 dias.

O reconhecimento da emergência, na prática, significa que os municípios afetados receberão recursos para reduzir os impactos da estiagem do deslizamento de solo. (Com informações deo G1)

 

Ibametro lança aplicativo para denúncias da população

Domingos Matos, 09/08/2019 | 19:32

O Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro), que comemora 23 anos de funcionamento em 2019, lançou o aplicativo oficial do órgão. A ferramenta possibilita que o consumidor possa atuar junto com o Ibametro, de qualquer lugar, dando opiniões, recebendo informações, fazendo denúncias e colaborando em tempo real. A novidade já está disponível gratuitamente para o sistema operacional Android e, em breve, usuários de iOS poderão fazer o download da ferramenta.

Segundo o diretor-geral do Ibametro, Randerson Leal, o aplicativo foi criado para aproximar a população dos serviços oferecidos pelo órgão. "Ele favorece a comunicação direta com o consumidor, que vai ter nas mãos uma forma rápida e prática de passar informações e fazer agendamentos de serviços e denúncias. Ao identificar alguma irregularidade, basta tirar uma foto dentro do próprio aplicativo e nossa ouvidoria irá receber o arquivo. Assim, nós vamos entrar em contato com o fiscal mais próximo do local para que possa observar e verificar se existe algo errado com aquele produto ou serviço", explica. 

O consumidor que quiser fazer uma denúncia precisa se cadastrar pelo próprio aplicativo. O dentista Henrique Santana aprovou a novidade. "Com o aplicativo, fica muito fácil e rápido entrar em contato com o Ibametro. Acho que todos saem ganhando, tanto o consumidor, que sente mais confiante em ter seu direito respeitado, quanto as empresas, que ficam com o compromisso de melhorar cada vez mais o serviço que oferecem".

 

Ibametro

O órgão tem como função assegurar o cumprimento da política de metrologia legal e disseminar a qualidade, com o objetivo de proteger o consumidor e estimular a competitividade empresarial. No comércio, o Ibametro realiza fiscalização e verificação metrológica de produtos e serviços colocados à disposição do cidadão. No setor empresarial, presta serviços de calibração, por intermédio de Laboratório Metrológico de Massa, credenciado pela Rede Brasileira de Calibração.

 

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.