Tag: alternativo

Na crise surgem modelos para fazer mais com menos, diz Rui a prefeitos

Domingos Matos, 13/09/2019 | 18:32

Na abertura do 7º Encontro dos Prefeitos da Bahia, na tarde desta sexta-feira (13), o governador Rui Costa reforçou a importância da parceria entre Estado e municípios em momentos de crise. O evento é realizado até o próximo domingo (15), no Vila Galé Mares, em Camaçari, reunindo mil participantes, entre prefeitos, vice-prefeitos e secretários municipais. 

"Não está fácil manter serviços públicos com a contenção de investimentos do governo federal, com um país que não cresce. É um esforço extraordinário. Mas temos uma geração de prefeitos que tem feito a diferença, tem se esforçado e apostado em soluções inovadoras, como os consórcios. Estou aqui para reforçar o conceito de que na crise surgem ideias novas e novos modelos para fazer mais com menos. Nós vamos continuar apostando nessa parceria do Estado com os municípios", disse Rui. 

Nesta edição, o tema do encontro é 'Estratégia de Gestão e Captação de Recursos'. O presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Eures Ribeiro, explicou que o evento "é um momento de formação dos prefeitos, com a realização de cursos e o entendimento de diversas matérias que são fundamentais para o cotidiano dos municípios. Com isso, fortalecemos o elo entre os municípios. Além disso, iremos possibilitar que os prefeitos consigam tirar dúvidas e busquem benefícios diretamente com os técnicos de cada pasta”. 

O 7º Encontro dos Prefeitos tem apoio do Governo do Estado. No local estão montados estandes de secretarias e diversos órgãos estaduais. Entre eles, a Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia) oferece atendimento personalizado até o último dia do encontro. 

“O nosso objetivo aqui é oferecer crédito aos municípios baianos, principalmente na área de infraestrutura. Ao chegar no nosso espaço, os gestores podem esclarecer dúvidas sobre as linhas de crédito, tipo de documentação necessária, além de conhecer os critérios para buscar crédito junto à Desenbahia”, afirmou o diretor de operações da Desenbahia, Paulo Ferreira Costa.

 

Cooperação técnica

Durante o evento foi assinado um protocolo de intenções para que seja firmado convênio de cooperação técnica entre a UPB e a Bahia Pesca. A ação visa à implantação da atividade de piscicultura em diversos municípios, com a instalação de tanques-rede e tanques escavados para atender os produtores que vivem da agricultura familiar.

Uma carta aberta da UPB sobre o transporte alternativo complementar também foi entregue ao governador.

Prefeitos defendem transporte alternativo como essencial aos municípios

Domingos Matos, 03/09/2019 | 09:17

Prefeitos, parlamentares e trabalhadores do transporte alternativo e complementar de passageiros se reuniram ontem (2), na sede da União dos Municípios da Bahia (UPB), em Salvador, para defender a regulamentação da atividade, prejudicada pela sanção da Lei Federal 13.855, de 8 de julho de 2019, que endurece as regras para o setor, em todo o país. O debate reuniu mais de 500 pessoas, entre esses 48 prefeitos, deputados federais e estaduais.

A nova legislação entra em vigor em outubro e é vista pelo presidente da UPB e prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro, como “excludente”. Ele defende que a regulamentação da atividade é uma solução econômica e social “essencial” aos municípios. Segundo Ribeiro, “o transporte regular não tem como atender toda a demanda do estado. Hoje, 80% de todos os serviços de ir ao médico de um município ao outro, de ir ao comércio de outra cidade é feito pelo transporte alternativo. Então, esse serviço tem que ser legalizado”. O gestor completou dizendo, que “não é uma luta só deles [os trabalhadores], é também dos prefeitos e prefeitas da Bahia porque sem esse serviço os municípios param”, reiterou.

Entre as deliberações da reunião foi aprovada por unanimidade a criação de uma comissão de prefeitos para acompanhar o andamento da matéria em Brasília, assim como a tramitação da reforma do Código de Trânsito Brasileiro. Será encaminhado à Assembleia Legislativa da Bahia o pedido para debater o tema em sessão específica, bem como os prefeitos apoiarão o pleito dos trabalhadores em pedir a anistia das multas e vão pleitear a permissão para atividades específicas, como transporte para turismo, saúde e educação. Uma carta também será entregue ao governador Rui Costa, durante o 7º Encontro de Prefeitos, na próxima semana, destacando a importância da atividade para os municípios.

O diretor executivo da Agência Estadual de Regulamentação Serviços Públicos, Energia e Comunicações da Bahia (Agerba), Carlos Henrique Martins, ressaltou que o órgão tem tido rodadas de conversas com o Ministério Público para simplificar o processo de regulamentação. “O que a Agerba puder fazer para trazer a maioria para legalidade será feito. Sabemos que não cabe todo mundo. Mas, esperamos simplificar todo o processo, reduzir o valor dos custos de outorga, simplificar a exigência de documentos e expandir a idade do veículo, que até então era uma grande limitação”, explicou. A Agerba vai sugerir, ainda na próxima semana, ao Ministério Público uma autorização precária para simplificar o processo aos que já exploram esse tipo de transporte.

Para o representante da categoria, Roberto Oliveira, a “sensibilidade” dos prefeitos da Bahia em apoiar e reconhecer a importância do trabalho deles fortalece a causa. “A Bahia hoje tem mais 14 milhões de habitantes e o número de linhas não cresceu. Veio o metrô, mas ele não entra nas vielas, nas estradas de barro, e a gente se coloca à disposição pra conduzir esse povo de forma segura e ordeira”, argumentou.

A opinião sobre a necessidade do transporte alternativo e complementar foi compartilhada pelo presidente da Federação do Comércio da Bahia, Carlos Andrade. Ele ressaltou que “sem a logística do transporte de gente, o comércio dos municípios morre. Precisamos deles, principalmente nas cidades pequenas, para dinamizar o comércio”. Andrade colocou à disposição os 35 sindicatos de comércio da federação, que vão apoiar a regulamentação da categoria. Também participaram do debate, os deputados federais Cláudio Cajado, Zé Neto, o secretário de Desenvolvimento Urbano e deputado licenciado Sérgio Brito, e os estaduais Neusa Cadore, Pedro Tavares, Jurandir Oliveira, Ivana Bastos e Eduardo Alencar.

Micareta de Taboquinhas começa nesta sexta-feira com blocos e grandes atrações

Domingos Matos, 09/08/2019 | 13:38

Alegria, tradição e grandes atrações vão marcar a Micareta 2019 de Taboquinhas, que começa nesta sexta-feira, dia 09, e vai até o próximo domingo. Esse ano a festa vai contar com blocos alternativos, baile da melhor idade, seresta,  desfile de fantasias e atrações como Nadson o Ferinha (foto), Banda Sem Retoque, Mambolada, Levi Alvin e muitas outras novidades. Tudo isso além das atrações locais como Banda A Massa, JP no Capricho e várias outras atrações. A realização é da Prefeitura de Itacaré, com o apoio da Câmara de Vereadores.

A princípio estava sendo aguardada a presença do cantor Edson Gomes para abrir a folia em Taboquinhas, mas o Governo do Estado da Bahia, que garantiu a atração para o distrito, não confirmou a parceria e o show teve que ser cancelado. Mas apesar da substituição, o prefeito Antônio de Anízio reafirmou que a mudança não vai comprometer o brilho da festa, pois tudo está sendo feito de forma organizada, com carinho, segurança e muita animação para garantir a alegria, a paz, a beleza e a felicidade dos foliões.                                              

E a Micareta 2019 de Taboquinhas começa já na sexta-feira, às 19 horas como o Bloco Vai Vai, no melhor do estilo das fantasias, passando pelas ruas do Comércio e João Coutinho, amimado pela Banda A massa. Em seguida acontecerá a tradicional seresta em benefício da Igreja do Bom Jesus de Taboquinhas, com Robson Beguine e atrações locais.

No sábado a alegria começa mais cedo, às 15h30min com o Bloco Leva Eu. Às 17h30min será a vez do  Bloco Spanka. No palco a festa começa às 21 horas, com JP no Capricho, seguindo com Banda Sem Retoque e o grupo Mambolada encerrando a noite. E no domingo, último dia da folia, a festa começa ao meio dia com o Bloco Extremece, com o Paredão. Às 14 horas será a vez do Bloco Vem com Nós. E a alegria não pára. Às 17 horas quem vai comandar as ruas de Taboquinhas será o Bloco Pega Leve. E à noite a alegria será no palco, com as bandas A Massa, Levi Alvin e Nadson o Ferinha.

E esse ano uma das novidades é que a festa acontecerá na Beira Rio, em um espaço que está sendo montado para a realização de atividades de lazer, esportes, entretenimento e eventos. O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, informou que a proposta é realizar uma festa com muita alegria, segurança e animação, para que o povo de Taboquinhas, comunidades vizinhas e os visitantes possam curtir num clima de muita paz.

Para a micareta 2019 de Taboquinhas está sendo montada uma infra-estrutura especial na avenida Beira Rio, contando com palcos, camarins, área de alimentação e bebidas, elevados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros e a organização de todo o espaço. A proposta é que na área da Beira Rio aconteçam os shows, enquanto que os minitrios com os blocos circularão pelas ruas do distrito. “Apesar de todas as dificuldades enfrentadas pelos municípios, estaremos realizando em Taboquinhas mais uma grande festa, atraindo milhares de turistas e movimentando a economia do local”, complementou o prefeito Antônio de Anízio.

 

PROGRAMAÇÃO

Blocos Mica Folia 2019

 

Sexta-feira

18h Bloco Vai Vai (A Fantasia)

(Trio)

 

Sábado

15:30h  Bloco Leva Eu (Trio)

17:30h  Bloco Spanka  ( Trio)

 

Domingo

12h Bloco Extremece ( Paredão)

14h Bloco Vem com Nós (Trio)

17h Bloco Pega Leve (Trio)

 

Programação do Palco Mica Folia 2019.

Sábado

21h JP

23h Sem Retoque

01:h Banda Mambolada

 

Domingo

21h Amassa

23h Levi Alvin

01h Nadson o Ferinha

Itacaré realiza um dos maiores carnavais da Bahia

Domingos Matos, 08/03/2019 | 15:18

Um dos maiores carnavais de todos os anos, com direito a grandes atrações nacionais e regionais, blocos alternativos, grupos de fantasias, mascarados e muita alegria. Assim foi o Carnaval de Itacaré 2019, realizado de 02 a 05 de março e que atraiu um público de cerca de 25 pessoas a cada noite. O evento também foi marcado pelo clima de paz e tranquilidade, não tendo sido registrada nenhuma ocorrência mais grave no circuito da folia.

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, reafirmou que o objetivo do carnaval foi de realizar uma grande festa para os itacareenses e turistas e o resultado não poderia ter sido outro a não ser esse, de muita animação e tranquilidade, reafirmando o município como uma referência em eventos desse porte. Outro ponto positivo destacado pelo prefeito foi a garantia da tradição do carnaval de Itacaré, com as famílias brincando juntas e em clima de paz, foliões fantasiados com roupas coloridas e criativas, a alegria dos mascarados e uma festa com todos os ritmos, cores e sons.

E para garantir ainda mais o clima de paz e segurança, durante todos os dias da folia cerca de 150 policiais militares atuaram em todo o circuito. Também foi implantado um sistema de monitoramento das ruas que permitia o acompanhamento de todos os movimentos dos foliões. A festa contou ainda com o apoio da Polícia Civil, seguranças contratados pela Prefeitura, equipes de fiscalização, grupo do brigada do Bombeiros Civil, equipes de Secretaria de Saúde, da Secretaria de Desenvolvimento Social e do Conselho Tutelar prestando atendimento aos foliões. A realização do evento foi da Prefeitura de Itacaré, com o apoio do Governo do Estado e Câmara de Vereadores. A cerveja oficial do circuito foi a Skol Puro Malte.

O clima de alegria tomou conta das ruas de Itacaré desde o primeiro dia do carnaval. A abertura oficial da festa foi último sábado com as bandas Samba da Porra, Mussutaiba, Os Travessos e Jeanne Lima. No domingo a folia começou mais cedo com o bloco pipoca, para todos os foliões, às 11 horas da manhã, saindo da praça do Canhão, no trio sob o comando de Padre Ednaldo e Amigos. E às 14 horas foi a vez do Bloco Laranjada. Logo depois entrou na avenida o Bloco Sensação. Às 20 horas a festa começou no palco com Zalela e Banda e às 22 horas foi a vez de Dany Matos. Sinho Ferrary subiu ao palco à meia noite e levantou a multidão. Logo depois o reggae de Isaac Gomes encerrou o segundo dia do carnaval.

E na segunda-feira a festa começou com os blocos alternativos e fantasiados fazendo a alegria dos foliões. Á tarde foi a vez do Bloco Me Siga e às 16 horas a beleza, criatividade e irreverência tomam conta da avenida com o Bloco Trepadeiras. Também à tarde retornou a avenida o bloco Os Anjos Abençoados. E logo depois a alegria ficou por conta do bloco Turma do Guetho. Às 20 horas a alegria recomeça no trio elétrico com o Grupo Amassa e logo depois no palco foi a vez de Vitrine do Amor. À meia noite a alegria ficou por conta de Rafa e Pipo Marques e logo depois quem comandou a festa foi a banda Sem Retoque.

O último dia do carnaval de Itacaré começou às 11 horas no trio sob o comando da banda Os Spartas. À tarde foi a vez do bloco Leva Eu e logo depois a alegria ficou sob o comando dos foliões do Bloco TDB. A noite começou com a Banda Os Spartas, fazendo a alegria dos foliões no trio elétrico. E no palco se apresentou as bandas Melim, Jau e o cantor Vítor Kelsh encerrando em grande estilo o Carnaval 2019 de Itacaré.

Itacaré está entre os destinos baianos mais procurados para o carnaval 2019

Domingos Matos, 20/02/2019 | 18:06

Bonita por natureza e conhecida por realizar grandes eventos durante todo o ano, Itacaré está entre os destinos turístico mais procurados mais procurados durante o carnaval 2019, que acontecerá de 02 a 05 de março na Orla da Coroinha. De acordo com a Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transporte e Comunicações da Bahia (Agerba), as cidades do Litoral Sul, como Itacaré, Ilhéus e Porto Seguro, se juntam à região da Chapada Diamantina como os destinos mais procurados nesta época do ano. A expectativa é que os hotéis e pousadas registrem uma ocupação em torno de 100 por cento. Muitas pousadas já estão lotadas para o período.

E esse ano a Prefeitura de Itacaré vai realizar um dos maiores carnavais de todos os tempos, com direito a atrações nacionais, grandes nomes da música regional e artistas da cidade levando muita alegria, paz e descontração. A festa acontecerá na orla da cidade e terá nomes como atrações bandas como Melim, Os Travessos, Jau, Rafa e Pipo Marques, Dany Matos, Jeanne Lima, Isaque Gomes, Vitor Kelsh, Sem Retoque, Sinho Ferrary e muito mais.

O Carnaval de Itacaré terá ainda a alegria, irreverência e animação dos blocos alternativos e independentes, os tradicionais mascarados e as marchinhas que marcaram as grandes festas carnavalescas. A realização é da Prefeitura de Itacaré com o apoio da Bahiatursa, Governo da Bahia e Cerveja Skol Puro Malte.

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, informou que a proposta é de realizar uma festa com grandes atrações, mas também valorizando os artistas regionais e resgatando a cultura e as manifestações populares. Tudo isso sem contar no clima de paz, hospitalidade e harmonia que tem marcado o carnaval de Itacaré. E para garantir a segurança do evento a Prefeitura de Itacaré já está se reunindo com as polícias Civil e Militar para montar um esquema especial durante todos os festejos, com o aumento do efetivo de policiais, revistas no circuito e nos bairros, monitoramento das ruas com câmeras e drones ainda com o apoio de outras companhias independentes.

PROGRAMAÇÃO - De acordo com a programação, na sexta-feira os blocos alternativos e tradicionais iniciam a festa, mas a abertura oficial será no sábado, às 20 horas, no palco da orla com o talento da banda Samba da Porra. Em seguida, às 22 horas, será a vez de Mussutaiba. À meia noite a alegria do primeiro dia do Carnaval de Itacaré fica por conta da Banda Os Travessos e às duas horas da manhã Jeanne Lima comanda a festa.

No domingo a festa começa mais cedo, às 11 horas da manhã, com Padre Ednaldo e Amigos puxando os foliões no minitrio. A saída será na Praça do Canhão, seguindo até a Praia da Concha e retornando no clima de muita alegria. Na parte da tarde os blocos tradicionais comandam a folia, com muitas fantasias, cores e animação. Às 20 horas a festa começa no palco com Zalela e Banda e às 22 horas será a vez de Dany Matos. Sinho Ferrari sobe ao palco à meia noite a às duas horas da manhã o reggae de Isaac Gomes encarra o segundo dia do carnaval.

A segunda-feira de carnaval começa também às 11 horas com a banda Quebra City puxando o minitrio na orla da cidade, até a Praia da Concha. Pela tarde também terão os blocos, os mascarados e a irreverencia dos fantasiados. Às 20 horas a alegria recomeça nos palcos com o Grupo Amassa e logo depois será Vitrine do Amor. À meia noite será a vez de Rafa e Pipo Marques e logo depois quem comanda a festa será a banda Sem Retoque.

O último dia da folia começa às 11 horas com a banda Os Espartas puxando o minitrio levando para os foliões o melhor dos antigos carnavais. Às 22 horas, no principal a festa começa com o sucesso da banda Melin, um dos fenômenos da música da atualidade. E seguida a alegria fica por conta do cantor Jau e às 22 horas, encerrando o Carnaval 2019 de Itacaré de apresentará Vítor Kelsh.

Profissionais do audiovisual são orientados sobre roteiro

Domingos Matos, 09/06/2017 | 15:03

Profissionais do setor audiovisual de Itabuna e região participam até domingo, 11, na sede da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna, do Módulo: Gestão Empresarial do Projeto “Objetiva – Empreendedorismo em Foco”. O primeiro encontro aconteceu nesta quinta-feira (8), quando o roteirista Ricardo Grynszpan apresentou as etapas de um roteiro, o seu processo de produção e o mercado audiovisual.

Ricardo é economista de formação, mas em 2010 resolver se dedicar a produção de roteiro, e atualmente é professor de Roteiro da Academia Internacional de Cinema de São Paulo. Segundo o profissional, as histórias não mudaram e é possível desenvolver narrativas para o audiovisual “atentando para os elementos-chave, dentre eles a emoção, que tem o poder muito grande no mundo da informação”.

Em paralelo a esse conceito, o profissional apresentou várias possibilidades de investimento, além de mostrar a Internet como um espaço amplo e alternativo para explorar as produções audiovisuais, que têm crescido nos últimos anos no Brasil. Na região Sul da Bahia, esse crescimento ainda é tímido, mas há profissionais atuando nesse segmento, buscando ampliar seus negócios e aqueles que estão despertando para uma produção própria.

É o caso de Rafael Barbosa, da produtora Ação Propaganda, que já produz para um canal local. Após a palestra, Rafael saiu com a ideia de produzir conteúdo próprio e exportar para outro canal. “Atualmente, eu desenvolvo os produtos a partir de uma ideia já pronta. A partir da palestra, surgiu a ideia de criar minhas próprias produções, já pensando no mercado de minisséries”, declarou.

O evento é organizado pela Associação Brasileira da Produção de Audiovisuais (Apro) e o Sebrae Bahia. De acordo com a técnica do Sebrae Ilhéus Fabíola Pass, serão promovidos quatro módulos gratuitos, em parceria com o Instituto Arapyaú. “A capacitação visa fomentar o segmento na região e ajudar a profissionalizar os negócios”, explicou Fabíola.

Carnaval de Itacaré tem recorde de público em clima de paz

O Carnaval de Itacaré teve recorde de público com mais de 70 mil pessoas

Domingos Matos, 01/03/2017 | 11:36
Editado em 01/03/2017 | 11:39

Carnaval de Itacaré

Uma festa que entra para a história da cidade por receber o público recorde e por levar alegria, animação, mas também muita paz e tranquilidade durante os quatro dias de folia. Assim foi o carnaval 2017 de Itacaré, realizado pela Prefeitura Municipal, com o apoio da Bahiatursa, que reuniu mais de 70 mil pessoas, segundo estimativa da Polícia Militar. E o grande diferencial foi que além das grandes atrações nacionais que animaram o grande público, os blocos alternativos e os grupos culturais da cidade deram um colorido especial à festa, levando alegria, irreverência, criatividade e mensagens de paz e de respeito ao meio ambiente.

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio explicou que apesar das dificuldades, a proposta foi fazer de fato um carnaval com muita alegria e com paz, onde os foliões pudessem curtir uma festa com grandes atrações, mas também valorizando os artistas locais resgatando a tranquilidade e a cultura da cidade. E o resultado foi conquistado com uma festa onde todos puderam curtir a folia e resgatar a tradição de Itacaré.

Além de toda a alegria, o carnaval movimentou a economia da cidade. Durante s quatro dias de festas as pousadas ficaram lotadas. Casas também foram alugadas para temporadas e os bares e restaurantes registraram um grande movimento. Os ambulantes também aproveitaram o momento de festa e o grande público para vender seus produtos. “Todos saem ganhando com a festa e é esse o nosso objetivo ao realizar o carnaval, levar alegria, atrair um grande público para Itacaré e movimentar a economia da cidade”, complementou o prefeito.

Cerca de 25 mil pessoas, de acordo com estimativa da Polícia Militar, participaram do primeiro dia do carnaval de Itacaré, aberto com chave de ouro na noite de sábado pela banda Cidade Negra, que encantou o público e deu o tom de paz e alegria à folia. E mesmo com o número recorde de participantes, durante o circuito, conforme dados da PM, não foram registradas ocorrências mais graves. Além da banda Cidade Negra, o primeiro dia do carnaval de Itacaré contou com a apresentação das bandas JP do Capricho e Pirilampo.

O domingo de carnaval começou com a irreverência e a criatividade dos grupos culturais Encantados e Laranjada. Tudo isso sem contar com a alegria dos grupos independentes que com fantasias criativas e muita animação deram um colorido especial à folia. Os tradicionais caretas, todos cadastrados pela Prefeitura, também participaram da festa. E no palco principal a festa continuou com as bandas Bruta Raça, Amassa, Vera Cruz e Marly Brasil.

A segunda-feira de carnaval teve como atrações no palco as bandas É do Samba, Casa 8, Filhos de Jorge e Tony Canabrava. Pela avenida circularam trios elétricos e vários grupos alternativos, além dos blocos  Amassa e o TDB. Também desfilarão os blocos As Trepadeiras e Turma do Guetho. No último dia de carnaval a alegria começou mais cedo com o Bloco Amigos da Fé, seguindo com os blocos Pescador, Vem Comigo e Os Brutos. E no palco principal a folia foi comandada pelo Bonde do Andrezão, Elétrikka, Jauperi e Diamba, que encerram a festa garantindo a alegria e muita paz o carnaval de Itacaré.

Carnaval de Itabuna começa hoje com apoio do governo do estado

Domingos Matos, 10/02/2017 | 15:34

O 'Itabuna Folia 2017', primeiro Carnaval antecipado do Brasil, começa nesta sexta-feira (10) e segue até domingo (12), com o apoio do Governo da Bahia, por meio da Superintendência de Fomento ao Turismo do Estado (Bahiatursa).

A abertura da festa será marcada pela Lavagem do Beco do Fuxico, com a participação de baianas, trio elétrico e blocos culturais. O tema será 'Saga de Guerreiro', uma homenagem ao ator Mário Gusmão, primeiro negro formado na Faculdade de Teatro da Universidade Federal da Bahia (Ufba). 

Após a Lavagem do Beco, a folia terá dez bandas na primeira noite, como Babado Novo, Tsunami, Amor a Dois, Negaline, Constelação da Bahia, Eletrikka, Bikuí, Sem Censura e Bonde dos Catchorros.  No palco alternativo, na Praça Rio Cachoeira, irão se apresentar a Banda Arreio de Couro, Takabum, Alex Oliveira, John e Ruares.

CARTA ABERTA AO POVO DE ITABUNA

Domingos Matos, 13/07/2016 | 16:27

COMITÊ PELA VIDA E EM DEFESA DA EMASA

Os 17 dias de ocupação da Câmara de Vereadores Itabuna pelos trabalhadores da EMASA e movimentos sociais, vão ficar na história do município como marco da luta pelo saneamento público com participação popular.

O que se pretendia com aquela ocupação era obstruir três projetos referentes à concessão privada dos serviços de água e esgoto, extremamente contrários aos interesses dos itabunenses e que, sem dúvidas, iriam ser tramitados a "toque de caixa” e sem uma discussão mais aprofundada com a sociedade.

Estávamos certos quanto ao propósito da ocupação do Legislativo Municipal, tanto que, o Ministério Público Estadual e Federal recomendaram a suspensão da tramitação do projeto de concessão, e o que transformava a EMASA em empresa de regulação (pela proposta, todo o endividamento e compromisso da EMASA com fornecedores e clientes seriam passados à prefeitura sem previsão orçamentária e seu patrimônio doado à iniciativa privada) e o próprio Plano Municipal de Saneamento Básico com graves irregularidades.

Estava claro que as propostas de concessão privada, de criação da agência reguladora e do Plano Municipal de Saneamento Básico que estavam sendo colocadas à apreciação dos vereadores eram extremamente prejudiciais à população, porque, além das questões já mencionadas:

1º incorreria em aumentos abusivos da tarifa de água e esgoto, e;

2º não atenderia a principal reivindicação da sociedade no momento, que é a regularização do abastecimento de água no município, que, por sua vez, depende de forte chuvas e da construção da barragem.

Sabemos que vários municípios da região sul da Bahia encontram-se em grandes dificuldades para abastecimento de água as suas populações, contudo, essa crise hídrica que se tornou a mais grave da história em nossa região, deve-se, além dos fatores climáticos, à falta de planejamento e investimentos em reservação de água, seja através de barragens ou sistemas adutores alternativos.

É bom lembrar que há décadas os vários Governos do Estado da Bahia vêm prometendo a construção da Barragem no Rio Colônia, o que, caso estivesse em funcionamento, garantiria água à Itabuna por um período superior a 8 meses, isso sem chover.

Acontece que a barragem não foi construída e, de forma oportunista, o governo municipal, aproveitando-se dessa situação, quer, a todo custo, entregar o serviço de água à iniciativa privada.  

Nesse momento em que a primeira etapa da luta contra a concessão privada da água foi vencida ou pelo menos adiada (é bom destacar a participação decisiva da igreja católica para nosso êxito), passamos a outro estágio que é propor qual modelo de gestão de saneamento básico que pretendemos.

A água é um recurso natural extremamente estratégico,  insubstituível, portanto trata-se de direito humano e não uma mercadoria a serviço dos interesses privados. 

Queremos construir uma empresa pública e municipal de saneamento com responsabilidade social, ambiental e com participação popular.

Temos convicção de que a EMASA é uma empresa altamente viável, tanto que atrai interesses privados, porém, precisa de um modelo de gestão continuada com autonomia técnica e gerencial e que seus trabalhadores de carreira possam administrar a empresa.

Para isso, chamamos à sociedade a apoiar as seguintes propostas: 

1° Destituição de toda a diretoria da Emasa;

2° Exoneração de todos os cargos de servidores não concursados da empresa;

3° Criação de um conselho popular com representação de vários segmentos da sociedade, que possam contribuir para o controle social e nos rumos e diretrizes da nossa empresa municipal;

4° Auditoria de todos os contratos da empresa;

5° Exigir do Governo do Estado aceleração da construção da barragem no rio Colônia;

6° Acabar com todas as isenções indevidas e que o poder executivo municipal (Prefeitura) passe a pagar os milhões de reais em débitos com a Emasa;

7° Exigir do governo municipal, estadual e federal, mais recursos e ações para mitigação dos efeitos da crise hídrica no município;

8° Transformar a Emasa em uma empresa sustentável com foco na responsabilidade ambiental e social, investindo na recuperação das nascentes e matas ciliares da região;

9° Adotar na Emasa uma gestão autônoma e técnica com vista a atendimento de metas e melhoria dos seus indicadores de saneamento;

10° Melhoria dos serviços prestados à população, através de mais investimentos em: capacitação dos seus servidores, no tratamento de efluentes, na diminuição das perdas de água e na adoção de novas tecnologias para que a população do nosso município possa ter um abastecimento de água com quantidade, regularidade e qualidade.

População aprova lazer na rua, mas projeto precisa melhorar

Domingos Matos, 16/11/2015 | 08:18

A Prefeitura de Itabuna deu início, nesse domingo (15), ao projeto Lazer na Rua, organizado pela Secretaria de Trasporte e Trânsito (SETTRAN), muito embora não se tenha certeza se a palavra “organizado” caiba ao primeiro dia do projeto. 

Alardeado pela imprensa, a ideia original previa que as duas pistas da Avenida Mario Padre estivessem interditadas para que as famílias, as crianças e jovens, os esportistas em geral pudessem aproveitar ao máximo mais um espaço alternativo de lazer. 

Porém, o que se viu foi uma proposta reduzida pela metade, pois somente a pista mais ao lado do Rio Cachoeira foi interditada. A outra pista (que dá acesso ao bairro da Conceição) teve o trânsito liberado livremente. 

A grosso modo, não é necessário que um engenheiro de trânsito expert no assunto ateste o grau de perigo que isso representa, pois basta que somente um único motorista irresponsável, alcoolizado e descontrolado passe por ali numa velocidade não muito elevada para que a tragédia aconteça. E aí, de quem será a responsabilidade???   

Para além disso, a quantidade de agentes fazendo a segurança do local foi muito pequena. A equipe d’O Trombone contou apenas dois, da SETTRAN. É preciso que a prefeitura se articule com a Polícia Militar e com a Guarda Civil Municipal para que efetivamente as famílias se sintam seguras ali.

Senado aprova regulamentação da profissão de motorista

Domingos Matos, 14/12/2011 | 09:42
Editado em 14/12/2011 | 08:34

Os senadores aprovaram nessa terça-feira (13) em plenário um texto alternativo ao projeto de lei da Câmara 319/2009, que regulamenta a profissão de motorista, com normas, direitos e obrigações impostas à categoria e aos empregadores. A aprovação da matéria decorreu de consenso negociado com a Confederação Nacional do Transporte e a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Transporte Terrestre. Modificada pelos senadores, a matéria retorna para a apreciação dos deputados.

O texto define a jornada de trabalho da categoria, proibindo motoristas profissionais de extrapolar quatro horas ininterruptas ao volante. Em casos excepcionais, será permitida aos motoristas a prorrogação de uma hora, com vistas ao atendimento das demandas de atendimento e segurança de condutores, veículo e carga. Depois desse tempo (quatro horas), fica imposta aos condutores uma parada para descanso de no mínimo 30 minutos. O intervalo e as horas corridas de trabalho estão em consonância com o Código de Trânsito Brasileiro, mas estas foram acrescidas à regulamentação em seu capítulo III-A.

O projeto de lei também estabelece um intervalo mínimo de repouso de 11 horas em cada período de 24 horas. A alternativa é a divisão da hora de descanso em nove horas, desde que as duas horas remanescentes de intervalo sejam usufruídas no mesmo dia.

Outra disposição do projeto isenta motoristas dos custos com cursos exigidos pela legislação de trânsito, bem como um seguro obrigatório com valor mínimo equivalente a 10 vezes o piso salarial da categoria. As despesas devem ser custeadas pelos empregadores. Foram suprimidos do texto original dispositivo que criava um adicional de "penosidade" (desgaste decorrente da atividade) e o direito à aposentadoria diferenciada, depois de 25 anos de trabalhos prestados. Os benefícios serão garantidos em outra proposição, um projeto de lei que institui o estatuto do motorista.

Os partidos satélites ou de aluguel

Domingos Matos, 08/10/2011 | 10:05
Editado em 08/10/2011 | 10:09

Walmir Rosário

walmirOs pequenos partidos – para alguns, na forma jocosa, nanicos – dificilmente elegem candidatos nas eleições, mas participam de todas elas, sempre atuando como coadjuvante dos maiores. Esquerda ou direita – quando ainda exista a ideologia – é apenas uma questão de somenos importância, o que vale mesmo é o apoio recebido para encarar a campanha.

Como a cada eleição os custos sobem de forma estratosférica, mais esses pequenos partidos se submetem aos maiores, que entre outras benesses oficiais fazem jus ao Fundo Partidário, que distribui somas vultosas. Mas nem todos os partidos pequenos podem ser colocados no mesmo balaio, sob o risco de cometermos uma irresponsabilidade.

Desses partidos considerados satélites, alguns conseguiram a maioridade eleitoral e disputam eleições com amplas possibilidades de eleger candidatos às eleições majoritária e proporcional. Com isso, ganham status de independentes e passam a desfrutar das vantagens concedidas pelo Congresso Nacional aos partidos com representação nas duas casas.

Exemplos dessas agremiações são os Partido Comunista do Brasil (PCdoB) e o Partido Socialista Brasileiro (PSB), que conquistaram a adesão dos eleitores com um discurso convincente e exemplar comportamento dos parlamentares e prefeitos no exercício do mandato. Em outras palavras, fizeram o dever de casa com perfeição.

Embora os partidos tenham abrangência nacional, nem todas as legendas conseguem desempenhos iguais em todos os estados da federação, seja por formação ideológica atávica ou mesmo pela capacidade de convencimento dos seus componentes. Talvez o único partido que nasceu pequeno e conseguiu crescer rapidamente foi o Partido dos Trabalhadores (PT), mas essa é outra história.

Um exemplo em Itabuna é o Partido Comunista do Brasil (PCdoB), que mesmo disputando as eleições como um satélite do PT, sempre conseguiu descolar do petismo, impondo uma supremacia parlamentar, elegendo mais vereadores. Com isso – ou em decorrência disso – cresceu, filiando cidadãos de todas as classes da sociedade.

E agora o PCdoB dá mais um exemplo de independência ao resistir às pressões feitas pelos petistas no sentido de que permaneça o status quo reinante e os comunistas não lance candidatura própria ao Executivo. Oferecem, em troca – como sempre – uma vaga na chapa, geralmente a de vice-prefeito, agregando mais algumas secretarias.

É pouco, muito pouco, uma proposta desonesta para os políticos de partidos que tenham e pretendam disseminar uma política de mudança de comportamento na administração pública. E as pressões são as mesmas, corriqueiras, do tipo “estamos conversando com as direções estadual e nacional para não implodir a base aliada”.

E esse comportamento não é exclusivo de Itabuna, pois ocorre em todas as cidades brasileiras, através de acordos “costurados” de cima pra baixo, o que leva à troca de partidos, sobretudo por conta das diferenças paroquiais. A igualdade entre a militância partidária somente aconteceu quando todos se perfilam para aplaudir os “caciques”. É assim que funciona.

Outro caso que merece uma reflexão é o do Partido Socialista do Brasil (PSB), o que mais cresceu nas duas últimas eleições – nacional e estadual – abre mão das conquistas e contenta em ser mais um “alternativo”, para usar uma expressão educada. No Sul da Bahia, apesar de ter elegido um prefeito, o de Ilhéus, continua na contramão de sua própria história.

Em Itabuna, na eleição municipal passada, o comportamento do PSB não foi dos mais eloquentes, mesmo indo às urnas com candidatura própria, utilizou um discurso de coadjuvante. E o exemplo negativo de Itabuna parece ter contaminado o velho PSB, para desgosto dos fiéis seguidores do lendário socialista João Mangabeira.

Agora mesmo, quem mais tem investido no PSB é o deputado federal Geraldo Simões, velho “cacique” do PT itabunense que, com a diminuição dos votos obtidos na última eleição para a Câmara Federal, pretende “alugar” a legenda. Somente no Sul da Bahia conseguiu abrigo para diversos dos seus apaniguados entre os pseudos socialistas.

E o deputado Geraldo Simões já “tomou de assalto” os diretórios do PSB de Itacaré, com o ex-prefeito Jarbas Barbosa; Floresta Azul, com o ex-prefeito Carlos Hamilton (Garrafão); Camacã, a ex-prefeita Debora Borges; Canavieiras, Dr. Juarez; Itapé, Pedro Jackson (Pedrão). Como esses personagens não fazem parte dos fiéis seguidores de João Mangabeira, no mínimo, deixam margens às desconfianças.

Dois questionamentos poderiam ser feitos ao deputado federal Geraldo Simões: ou ele estaria mudando de partido, ou seja, deixando o PT, legenda que lhe formou e manteve por todos esses anos; do contrário, estaria apenas inchando o PSB com quadros de outras ideologias – ou sem ideologia alguma – apenas para tomar conta da legenda, o que seria mais provável.

Nesse caso, a “pomba branca” já não seria mais imaculada.

Walmir Rosário é advogado, jornalista e editor do site www.ciadanoticia.com.br

PCdoB lança pré-candidaturas de Wenceslau e Davidson

Domingos Matos, 02/10/2011 | 09:09
Editado em 02/10/2011 | 10:35

conferência

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) realizou na última sexta-feira (30) uma Conferência Municipal para homologação dos pré-candidatos à Prefeitura Municipal de Itabuna. No evento, o PCdoB definiu, com base na unidade partidária, a manutenção dos nomes de Davidson Magalhães, diretor-presidente da Bahiagás, e de Wenceslau Júnior na disputa pela indicação à candidatura majoritária.

Davidosn Magalhães é o presidente da Bahiagás, já foi vereador e secretário municipal em Itabuna. Wenceslau é vereador do município pelo terceiro mandato consecutivo e foi o candidato a deputado estadual mais votado da cidade no pleito de 2010.

O ex-vereador Luís Sena foi retirado da disputa e, por conta da confiança do partido e da experiência do membro comunista, passa a ser o principal coordenador da campanha majoritária do PCdoB em Itabuna, e por aclamação eleito presidente do diretório municipal do partido.

Segundo divulga o PCdoB, essa decisão já faz parte da tática de afunilamento do partido, para que no início do próximo ano seja definido o nome que disputará as eleições municipais de 2012. A decisão final dependerá do capital político materializado pelo partido até o início do próximo ano (melhor avaliação nas pesquisas), levando em consideração a representatividade eleitoral e o leque de alianças, que fortalecerão o projeto alternativo para disputar a prefeitura do município.

Durante a primeira parte da conferência foram feitas diversas filiações, e, mais tarde, no ato público, foram apresentados também os pré-candidatos à Câmara Municipal de Vereadores, em reunião que lotou o Plenário Raimundo Lima, da Câmara Municipal, com a presença de pré-candidatos de outros partidos, políticos, líderes comunitários, professores e populares.

Entre os convidados estavam o presidente do PSDB local, José Adervan de Oliveira, o representante do PPS, Gilmar França, o representante da subseção local da OAB, Dr. Andirlei Nascimento, além de outros pré-candidatos a prefeitos: Marilene Duarte (PMDB), Roberto Minas Aço (PP), Acácia Pinho (PDT), Mendonça (PRP) e Thiago Souza (PSOL).

Time da proporcional

Na ocasião, o PCdoB também apresentou seu time de pré-candidatos a vereadores, composto por lideranças com atuação destacada no movimento social, sindical, comunitário, empresarial e profissionais liberais, entre outros. A pretensão é eleger pelo menos três vereadores em 2012.

Entre eles estão o coordenador da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) regional e membro da Federação dos Empregados do Comércio da Bahia (FEC), Jairo Araújo; o presidente da Cooperativa de Trabalho do Estado da Bahia (Cooteba), Aldenes Meira; a presidente do Conselho Municipal de Juventude de Itabuna (CMJ), Hélade Xavier; o coordenador do Fórum Estadual das Entidades Sindicais dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Endemias da Bahia e ex-candidato a deputado estadual, em 2008, Josivaldo Santos.

O ex-secretário de Agricultura, Indústria, Comércio e Turismo de Itabuna, ex-diretor executivo da Câmara de Vereadores de Itabuna, economista, planejador e gestor de cidades, radialista e atual suplente de vereador, Rosivaldo Pinheiro; o presidente da Associação de Moradores do Mangabinha, Clovis Santos; o funcionário público aposentado pelo Banco do Brasil, ex-candidato a vereador, que recentemente trocou o Partido dos Trabalhadores pelo PCdoB, Carlinhos Cardoso, e diversas outras lideranças importantes do município.

''Rodapés'' já o dissera

Domingos Matos, 05/04/2011 | 08:21
Editado em 05/04/2011 | 08:37

Ontem, o deputado ACM Neto 'se botou' para a prefeitura de Salvador. O parlamentar reivindicou, para isso, o apoio de partidos de oposição ao PT na Bahia. Neto prevê que essa eleição será decisiva para as pretensões da direita em 2014, quando espera que a oposição não cometa os mesmos erros de 2010 - demorar muito para decidir por um nome.

Chamou a atenção no lançamento da pré-candidatura do deputado a análise que faz em relação à frente que se forma agora: é a mesma análise que vemos antecipada em dois "Rodapés", disponibilizados pelo analista político Adylson Machado na coluna "De Rodapés e de Achados" dessa semana.

A fala de Neto, na segunda-feira:

"Sucessão presidencial – ACM Neto afirmou que o desafio do Democratas e da oposição na Bahia e no Brasil é criar conexões com a sociedade e mostrar que existe um projeto alternativo de poder. “Não podemos cometer os mesmos erros de 2006 e 2010, quando definimos o candidato à Presidência em abril do ano eleitoral. Temos de definir antes”, ressaltou, destacando como a novidade da oposição para 2014 a figura do senador Aécio Neves (PSDB-MG)".

Nosso "Rodapés", no domingo:

"O outro lado

A anunciada iniciativa de DEM e PSDB baianos unirem forças para enfrentar o Governo Estadual tem conotações mais amplas que as municipais. Insere-se na retomada de um projeto de unidade que alcança 2014.

Ou seja, aquela tradição de eleições municipais como disputa entre lideranças locais dá lugar a uma tomada de posição e de ocupação de espaços visando concentrar forças para a eleição presidencial. São articulações para 2014 que passam por 2012.

Afinal, para PSDB-DEM já se vão três derrotas."

O homem tem bola de cristal.

Sucessão presidencial – ACM Neto afirmou que o desafio do Democratas e da oposição na Bahia e no Brasil é criar conexões com a sociedade e mostrar que existe um projeto alternativo de poder. “Não podemos cometer os mesmos erros de 2006 e 2010, quando definimos o candidato à Presidência em abril do ano eleitoral. Temos de definir antes”, ressaltou, destacando como a novidade da oposição para 2014 a figura do senador Aécio Neves (PSDB-MG).

Itacaré cai no reggae

Domingos Matos, 05/03/2011 | 22:31
Editado em 05/03/2011 | 22:33

Além da banda de reggae Adão Negro, de Salvador, o carnaval de Itacaré tem, nesse sábado, as apresentações de Patrulha do Samba, Mente Livre e Miguel Neto e Banda Kripton. A folia estava marcada para começar às 22 horas na Praça São Miguel e Avenida Castro Alves e só termina na madrugada de quarta-feira (9), com apresentações de 19 atrações.

Neste domingo (6), o carnaval será comandado pelas bandas banda Xaranga Elétrica, Vera Cruz, Caldeirão, Oz Polêmicos e Mente Livre. Além disso, a festa em Itacaré conta com desfiles de blocos alternativos na orla e o primeiro a entrar na avenida foi “Bruta Raça”, na madrugada de sábado.

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.