Tag: atropelado

Tragédia: mulher e bebê morrem após serem atropelados em Ilhéus   

Domingos Matos, 11/09/2019 | 18:01
Editado em 11/09/2019 | 19:18

Um acidente trágico chocou transeuntes e comerciantes da Avenida Itabuna, em Ilhéus, na tarde desta quarta-feira (11). Uma mulher atravessava a pista, empurrando um carrinho com uma criança, quando as duas foram atropeladas por uma caçamba.

Partes dos corpos das vítimas foram esmagadas pelo veículo. A mulher foi identiifcada como Solange Santana, professora muito conhecida na cidade. Era tia avó da pequena Helena Andrade, de apenas 9 meses.   

Paratleta morre atropelado por carro durante competição na Bahia

Domingos Matos, 19/08/2019 | 08:21

Um paratleta de 38 anos morreu após ser atingido por um carro, durante uma competição que participava, em Guanambi, na região sudoeste da Bahia. A informação é da assessoria de comunicação da prefeitura da cidade.

Conforme a assessoria, o caso ocorreu na tarde de sábado (17), durante a 13ª edição da Corrida do Suruá. Jacson Silva Santos participava como competidor, quando um carro invadiu a pista onde estavam os atletas e atingiu ele. Não há detalhes sobre o que motivou o acidente.

A vítima, que era ciclista, chegou a receber atendimento, mas morreu a caminho de um hospital. O corpo dele foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) da região. Não há informações sobre o enterro.

Segundo a Polícia Militar (PM), o motorista do carro tentou fugir do local, mas foi localizado por agentes do 17º Batalhão da Polícia Militar e encaminhado para a delegacia da cidade.

O G1 entrou em contato com a Polícia Civil da cidade, para obter mais informações sobre o caso, mas até a publicação desta matéria não obteve retorno. (Com informações do G1)

 

ONG promove nova feira que estimula adoção de cães e gatos em Ilhéus

Domingos Matos, 04/06/2019 | 10:04

A situação de abandono de animais é uma triste realidade em várias cidades do Brasil, inclusive em Ilhéus. A fim de garantir um lar aos cães e gatos abandonados, o Instituto Planeta dos Bichos, em parceria com a Prefeitura, vai realizar no dia 16 de junho (domingo), mais uma feira de adoção na Praça São João Batista, no Pontal, das 10 às 16 horas. A ação tem como objetivo estimular a adoção responsável de cães e gatos sem raça definida, também conhecidos como vira-latas.

Maria da Conceição (Ceiça) é a presidente da ONG. Conforme conta, durante a feira, os interessados poderão encontrar animais castrados e vacinados, prontos para adoção. E apela. “Não podemos fazer por todos os animais, mas fazemos por alguns”, sente. “A cada trinta ou sessenta dias realizamos uma feira nova, para dar ao animal resgatado das ruas, a oportunidade de um encontro entre ele e um tutor, uma pessoa que realmente ame e cuide de verdade”, explica.

Ceiça lamenta que a feira realizada em maio último não tenha alcançado o objetivo da instituição, embora com coa visitação. “A intensão é sempre boa, embora, nem todos gostam de adotar animais que viveram situações de maus-tratos, espancados, envenenados, atropelados ou até mesmo abandonados. Trabalhamos incansavelmente para buscar um lar cercado de amor e atenção, mas nem sempre conseguimos. O número de abandonos ainda é maior que o número de adoções”, conclui.

Trabalho incansável – O Instituto Planeta dos Bichos é mantido exclusivamente através de doações e do trabalho de voluntários que cuidam hoje de 20 animais adultos e filhotes com históricos de abandono. “Nós trabalhamos incansavelmente para buscar um lar cercado de amor e atenção para esses animais, mas nem sempre conseguimos. O número de abandonos ainda é maior que o número de adoções”, afirma Ceiça.

No local, podem ser doadas rações, tapetes descartáveis e medicamentos. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que só no Brasil existem mais de 30 milhões de animais abandonados, sendo 10 milhões de gatos e 20 milhões de cachorros. Para adotar, é necessário ser maior de 18 anos, apresentar RG e comprovante de residência. Além disso, é importante levar caixinha de transporte ou coleira para levar o animal para casa em segurança.

 

 

Alemão mata atropelado músico em Canavieiras

Domingos Matos, 25/12/2011 | 22:29
Editado em 26/12/2011 | 00:14

No município de Canavieiras um ciclista morreu na madrugada de sábado (24), após ser atropelado por carro conduzido por alemão, morador da cidade.

Segundo informa o plantão policial, o motorista foi preso em flagrante e está à disposição da justiça. A vítima era músico muito conhecido na cidade.

DE RODAPÉS E DE ACHADOS

Domingos Matos, 14/08/2011 | 20:05
Editado em 14/08/2011 | 22:48

AdylsonQuando o tema se esgota em si mesmo, um rodapé pode definir tudo e ir um pouco além.  

Adylson Machado

                                                                              

Semana

Dois fatos, objeto de comentários adiante, marcaram a semana: o anúncio de criação da Universidade Federal do Sul da Bahia e a exoneração de Cyro de Mattos. Motivos de exultação: o primeiro, pela realização do que era esperança; o segundo, pela efetivação de um sonho de parcela da classe artística.

Eleições

APLB anunciou uma urna volante para colher votos na sexta 5. A urna fantasma, se circulou, não apareceu em alguns colégios. Se andou, o foi por caminhos previamente escolhidos.

Dando razão

Na queda de braço entre Estado e Município envolvendo a saúde e particularmente a gestão do Hospital de Base um ponto se torna nevrálgico: o Estado entende que falta gestão ao HBLEM; o município, ausência de recursos a serem transferidos pelo secretário Solla.

O fato de a moça da FASI, Gilnay Cunha Santana, mal assumir e já localizar 12 fantasmas na folha do Hospital dá razão ao Estado.

Cooperação

Como prometido na edição passada, a “Republicação dos Aditivos de Contratos de veículos alugados”, celebrados entre a EMASA e a Cooperativa Regional dos Proprietários de Veículos Alugados (Diário Bahia de 4 de agosto), mostra valor que supera 1,580 milhão de reais.

De singular consideração que muitos dos 46 veículos (de utilitários a caçambas, de pipas a munk) que tiveram os contratos prorrogados por mais um ano são locados com motorista.

Memória

cantinflasPoucos hão de lembrar do impagável Cantinflas, ator mexicano, estilo chapliniano em roupagem própria, fala atropelada em explicações “complexas”, de complicadas conclusões, de falar muito sem dizer nada, que nos fazia a todos rir. O próprio Chaplin o tinha como “o homem mais engraçado do mundo”.

su excelenciaMario Moreno, o ator que o criou, completaria 100 anos neste 12 de agosto.

Localizar em alguma locadora filmes deste mexicano hilário, um dos mestres da comédia de erros latino-americana, é descobrir uma veia rara de um cinema que anda esquecido. Lembrado apenas em redes públicas.

Recomendaríamos seu “O embaixador” (Su Excelencia), de 1966, sátira à guerra fria, lição talvez inspirada em “O ditador” de Chaplin.

Lucidez

Aplausos ao “anjo da guarda” de Kokó, do Lordão. Sua confidência retratada no Políticos do Sul da Bahia de que não mais será candidato a vereador sinaliza maturidade. Candidatura nestes tempos bicudos – especialmente se alimentada em afirmações de que “será o mais votado” – costuma redundar em decepção. E o álibi encontrado pelo músico é perfeito: os 50 anos do Lordão.

No desfecho, lamentará apenas quem o andava motivando. Que não pensava em Kokó.

Genial

cartaz 1 pra 100Não pode ser considerada de outra forma a idéia “1 pra 100”, desenvolvida pela turma de Ferradas – que inclui os que enxergam naquela terra não só primórdios da ocupação grapiúna mas a redenção turística para Itabuna, assim que houver alguém efetivamente comprometido em tornar esse rincão o centro e a sede da obra amadiana.

Em vez do bordão “99 anos” de Jorge Amado, o excelente “1 pra 100”.

Quem quer faz

peçaA programação da turma (foto) não só lembrou o filho ilustre. Trouxe depoimentos do próprio Jorge, afirmando haver nascido em fazenda de cacau em Ferradas, sem esquecer Mutuns e Pirangi, palco das lutas das “terras-do-sem-fim”.

Poesia, música, leitura de textos e uma “Gabriela” (Larissa Profeta, atriz premiada no último Multiarte) atentamente observada por Tonico Bastos/Nassib (Marquinhos Nô) enquanto buscava retirar uma pipa de um telhado.

Sob o olhar atento de Maria “Babinha” Machadão.  

Lembrando

jaO DIÁRIO BAHIA tem veiculado em sua edição on line, vídeos da terra ferradense, onde se destaca o Projeto da ACODECC “Irmão JORGE, 100 anos AMADO”, lançado há um ano. Nestes dias em que Itabuna lembra de Jorge Amado, o filho ilustre nascido em terras do cacau de Ferradas a iniciativa do DIÁRIO BAHIA deve ser enaltecida.

E, mais que isso, imitada.

Ensaiando Saint-Säens

“Enquanto cidades do mundo inteiro gostariam de ter um filho ilustre como Jorge Amado, aqui entre nós grapiúnas preferimos ignorá-lo, sem que se faça um reconhecimento digno de sua memória”. As palavras, lamentáveis e desprovidas de respeito à cultura itabunense não saem de inimigo desta terra.

Lamentáveis se tornam por nascerem de Cyro de Mattos, ainda presidente da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania-FICC, expressadas em matéria do Jornal AGORA de terça 8 (Deputado quer apoio para Ecomuseu Jorge Amado). Coronel Santana teria recebido o projeto das próprias mãos de Cyro..

Infeliz declaração, de quem deveria cumprir com pelo menos seu desiderato de fomentador e resgatador da cultura itabunense.

Dos palcos para Itabuna

A pergunta elementar, considerando que o deputado Gilberto Santana assumiu o mandato a partir de fevereiro de 2011, é no sentido de saber onde se encontrava dito projeto da FICC desde que Cyro assumiu o órgão. Num primeiro instante, cabe também indagar sobre o que fazia o presidente ao tempo das comemorações do centenário, importante instante para lançar o projeto.

Claro que suas idiossincrasias não deixaram. Afinal, a comunidade de Ferradas, através da ACODECC, lançava em 2010 o projeto “Irmão JORGE, 100 anos AMADO”, antecipando o processo de comemoração do centenário do escritor – onde também o prefeito José Nilton Azevedo, que com ele se comprometeu diante da comunidade. Nenhuma iniciativa tomou Cyro de Mattos.

E não queremos aqui atribuir tão somente à sua patológica vaidade e individualismo. Preferimos mais tributar à incompetência para gerir uma instituição de tal porte.

O 13º ato

Cyro de Mattos, com sua declaração, atesta a incompetência que assinalamos acima. Em que pese assessorado por pessoas experientes sua ação gerencial é castradora, porque para ele tudo era Cyro, por Cyro e para Cyro, e sua filosofia de trabalho deveria ser ditada apenas para “o escritor premiado no Brasil e no exterior”.

Há dias (ver neste O TROMBONE) uma criminosa licitação. Voltada para beneficiar determinada pessoa, diretamente (porque indiretamente quem pretenda fazer política às custas da FICC pode ser o beneficiado). Onde estava, indagariam os cidadãos desta terra: ausente e mesmo teria assinado(?) sem saber o contido no edital.

Descompasso com a administração, leia-se com a competência para gerir.

Não deu outra; o cisne finou-se

Depois de tudo isso – e não apenas isso – o prefeito José Nilton Azevedo exonerou Cyro de Mattos na quinta 11. NA sexta, Cyro se despedia dos funcionários na FICC.

Fechou-se o pano.

Cabe apenas ver o 13º andamento da suíte “O Carnaval dos Animais”, do francês Camille Saint-Säens, denominada “A Morte do Cisne”.

UFSULBA

Geraldo Simões iniciou em sua segunda gestão a viabilização de estudos para a implantação de uma Universidade Federal com sede em Itabuna. Que se iniciaria com uma extensão da UFBA e contava com o apoio do então Reitor Naomar Monteiro. Foi atropelado pelas circunstâncias eleitorais adversas em 2004.

Ainda que Félix Mendonça tenha tido projeto para implantação de uma Federal sediada em Itabuna temos em Geraldo o mais comprometido com a iniciativa. E Alice Portugal como uma entusiasta.

Nossos votos de agradecimento ficam para Geraldo, pela proposição no início da década passada. E a todos os demais integrantes da bancada baiana que apoiaram a criação e especialmente àqueles 21 que defendem a Reitoria em Itabuna.

Impasse a ser superado

Itabuna perdeu o IFET para Ilhéus por falta de acompanhamento de sua representação política. Raimundo Veloso “chantageou” na hora certa e levou a instituição para o meio da estrada Ilhéus-Itabuna, dificultando o acesso de estudantes mais interioranos, que encontrariam em Itabuna um ponto natural de convergência.

Surge a conversa de que Porto Seguro poderia sediar a Reitoria da futura Universidade Federal do Sul da Bahia. Seria resultado de conclusões do Ministério da Educação. Decisão precipitada e fruto da “competência de gabinete”, aquilo a que chamamos de analise da realidade brasileira olhando o mapa a partir da burocracia de um gabinete, quando muito usando GPS ou livros de História. O que muitas vezes, como no caso concreto, destoa da realidade.

Risco de vitória de Pirro

É inteiramente sem sentido deslocar para Porto Seguro a centralização das decisões universitárias que terão expressão física em Itabuna. Dizemos Itabuna porque este é um lugar privilegiado pela circunstância elementar de ser pólo de convergência de uma malha rodoviária.

Porto Seguro é destino isolado, como o é Ilhéus, com vocação turística. Tanto que queremos confrontar essa realidade presumindo que tal fato seja apenas especulação.

Caso contrário, uma derrota da classe política itabunense.

De olho no movimento cultural

Geraldo reuniu amigos em torno de um projeto para a cultura local. Sem mistérios: passa pelo Centro de Convenções. Alguém já de olho em cargos. Como Cyro de Mattos perdeu a FICC pode até ser aproveitado para dirigir o futuro espaço.

Especulação? Que seja!

Cartas na mesa I

Boa fonte nos afirma haver Geraldo Simões assegurado que Juçara é a candidata do PT para 2012. Com apoio do Governador Wagner.

Quando se afirma peremptoriamente em torno do apoio do governo do Estado tão antecipadamente alguma coisa pode não estar batendo.

Privilegiado

Fernando Gomes continua na arquibancada da sucessão. Geraldo Simões lutando para viabilizar a conclusão do Centro de Convenções. Tanto que ensaia apoio da classe artística. Sugestão de algum conselheiro.

O detalhe está em dividir a turma. Até o momento conta com os mesmos. Insatisfeitos com a cultura local em mãos incompetentes. Inclusive no Centro de Cultura Adonias Filho.

Esse, por escolha de Geraldo.

Para nossos pais

Nossa homenagem aos pais, com essa pungente página do cancioneiro latino-americano. Apenas ouvir. O original (Mi Viejo), com Piero José, e a versão de Nazareno de Brito (Meu Velho), para Altemar Dutra.

caboco

Cantinho do ABC da Noite

Encontraram-no no supermercado. Carretel de conversa desenrolado, com o tradicional “que faz por aqui”, encontra a explicação de Cabôco:

– Depois de aposentado só venho aqui comprar leite longa vida.

_________________

Adylson Machado é escritor, professor e advogado, autor de "Amendoeiras de outono" e " O ABC do Cabôco", editados pela Via Litterarum

'Força (des)necessária' da PM gera protestos entre moradores do Zizo

Domingos Matos, 08/09/2010 | 21:20
Editado em 09/09/2010 | 00:27
janainaMoradores do bairro de Zizo estão reclamando do que consideram abuso de autoridade e excesso de força das polícias civil e militar nas abordagens que promovem na localidade, além de agressão e intimidação a pessoas de bem.

Muitos pais e mães de famílias estiveram no Complexo Policial hoje, prestando queixa contra os policiais que estiveram no Zizo desde o fim de semana até a noite de terça-feira (7). Para os moradores, violência e intimidação. A polícia, quando é questionada sobre isso, argumenta que "faz uso da força necessária".

As primeiras ocorrências foram na noite da última sexta-feira (3), quando a Polícia Civil realizou uma operação preventiva nos bairros que fazem parte da área da 1° Delegacia Circunscricional.  O saldo foi uma prisão, por porte ilegal de arma, no bairro Califórnia.

No entanto, as ações, que fazem parte do programa "Ronda nos Bairros", continuaram normalmente, inclusive - e especialmente - no bairro de Zizo, onde teriam ocorrido os excessos.

De acordo com a gari Janaína Venâncio de Paula, de 27 anos (na foto ao lado, exibindo a guia de exame médico-legal), ela foi agredida pelos policiais ontem à noite, quando estava no bar, localizado na rua Principal do Zizo, com familiares. Hoje pela manhã, Janaína mostrava as marcas da agressão que disse terem sido produzidas pelos ‘baculejos' da PM.

A gari ainda contou que no domingo (5), durante uma ronda, os policiais - "que sempre chegam em alta velocidade e em atitudes violentas" - fizeram revistas "no capricho" em todos que estavam à vista, sem exceção - incluindo mulheres, crianças e idosos.

Esse fato, diz, se repetiu na terça-feira, com maior número de policiais, mais violência e algumas pessoas detidas. Até cassetetes e spray de pimenta foram utilizados, relata.

Marcado pela fama

O Zizo é um bairro marcado pela fama de abrigar muita bandidagem e de ser violento e inseguro. Porém, muita gente que ali reside, a maioria das pessoas, na verdade, é de trabalhadores e pessoas de bem.

Ontem, por exemplo, muita gente estava no bar, na rua Principal, que foi palco das revistas policiais. Estavam comemorando, após um torneio de futebol. "Havia muitas pessoas no bar, muitas delas pais e mães de família e que foram humilhadas e detidas", relata a gari Janaína, que cita ela própria como exemplo e um outro morador, ‘Galego', que é feirante.

janaina e daianeA estudante Daiane da Silva Santana, de 20 anos, que também foi "baculejada" por um PM - homem - no bar, ontem, contou que se assustou com a intimidação dos policiais.Ela também esteve no Complexo Policial, onde aparece na foto, ao lado da amiga Janaína, após prestar queixa.

Não se tem dúvidas de que é bom e necessário o policiamento ostensivo em toda a cidade. Mas chegar arrepiando só faz com que os que são bandidos ouçam o furdúncio e fujam, enquanto os pais de família são pegos "para Cristo".

Além disso, moradores reclamam da alta velocidade com que as viaturas passam pelas ruas. Nessas idas e vindas, dois animais de estimação foram atropelados e uma criança, de seis anos, quase foi colhida por uma dessas viaturas em alta velocidade.

Melhor evitar, não?

Violência contra a mulher: ex-amante mata empregada doméstica em Ilhéus

Domingos Matos, 22/07/2010 | 09:20
Editado em 22/07/2010 | 12:46

elisângelaUma notícia apresentada pelo comunicador Ederivaldo Benedito, ainda no programa Bom dia, Bahia, da Nacional, indignou quem ouvia a rádio naquele momento. A 'chamada' dava conta de um crime passional, em Ilhéus, em que fora vítima uma empregada doméstica, identificada como Rosângela Maria de Jesus. A reportagem do Trombone apurou outras informações.

A empregada doméstica Rosângela Maria de Jesus, 38 anos, foi assassinada no final da tarde de ontem, com quatro tiros, próximo ao Iguape. O crime foi cometido pelo ex-amante, o motorista José Roberto Oliveira Macedo, de 40 anos. O corpo foi encontrado no interior de um Ford Fiesta, vermelho, que foi abandonado no local do crime. O motorista está foragido.

robertoPor volta das 17 horas, ele teria obrigado a vítima a entrar no Fiesta que dirigia. Depois de rodarem alguns quilômetros, os dois entraram  em discussão e, no trajeto até o local do crime, próximo à ponte que dá acesso ao bairro São Domingos, ele ainda atropelou duas duas pessoas. Em seguida parou o carro e desferiu quatro disparos contra a ex-namorada. 

Em seguida, Roberto teria ligado para a família e dito que fizera "uma besteira". Os dois atropelados foram encaminhados para atendimento médico. Um foi liberado e outro ainda encontra-se internado. Casado, pai de três filhos, Roberto não aceitava a separação de Rosângela, que pôs fim ao relacionamento.

De acordo com informações apuradas pelo Trombone, José Roberto já havia agredido Rosângela em outras ocasiões - no São João a teria ferido com uma faca - e ameaçava matar uma filha e o genro dela. O motorista deixou uma carta, que está em poder da polícia, em que indicava que mataria Rosângela e cometeria suicídio.

Atualizada às 10 horas, com informações de familiares da vítima.

Líder do PSTU na região morre em Camaçari

Domingos Matos, 24/05/2010 | 11:50
Editado em 07/04/2010 | 10:05

Do Pimenta na Muqueca

julio simõesO PSTU baiano está de luto. Ontem à tarde, Júlio Simões, ex-candidato a vereador de Itabuna pela legenda, morreu ao ser atropelado por uma picape Ford Ranger, Viaduto do Trabalhador, em Camaçari, região metropolitana de Salvador. Júlio tinha 24 anos.

Ele tentava atravessar o viaduto quando foi surpreendido pela picape Ranger, placas JOK-0172, dirigida por Carlos Alberto Pelegrino. O acidente ocorreu às 14h50min, segundo informa Thiago Souza, amigo da vítima.

Júlio foi socorrido por uma equipe do Samu 192 e encaminhado para o Hospital Geral de Camaçari. Porém, não resistiu devido à gravidade dos ferimentos. De acordo com amigos, Júlio estava à procura de emprego em Camaçari, onde havia chegado há pouco tempo.

Familiares e amigos foram informados da morte do líder estudantil ao final da tarde desta terça. Júlio era formado em Pedagogia pela Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc).


Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.