Câmara Municipal

Tag: barragem

Prefeitos comemoram trecho recuperado da BA-262 entre Itajuípe e Coaraci

Domingos Matos, 08/06/2019 | 09:31

A entrega do trecho de 27 quilômetros da BA-262, entre Itajuípe e Coaraci, no sul da Bahia, nesta sexta-feira, 7, foi marcada por comemorações em ambas cidades. Entre os prefeitos, o momento foi de celebração e gratidão por mais uma conquista que vai impactar no desenvolvimento da região. A rodovia foi recuperada com um investimento de R$ 11,25 milhões do Governo do Estado.

Segundo Rui, as melhorias na infraestrutura, em estradas, portos e aeroportos atraem investimentos para o estado. "Com a vinda dos investimentos, você melhora a empregabilidade, a renda e as condições de vida da população. Por isso nós vamos fazer todas as obras necessárias. Eu tenho visitado agências de financiamento internacional, como o Banco Mundial e a Agência Francesa de Desenvolvimento, e temos feito parcerias público-privadas para viabilizar todas as rodovias que precisamos. Vamos seguir fazendo isso, seja com recursos próprios ou com financiamento", afirmou.

Para o prefeito de Itajuípe, Marcone Amaral, o momento foi de comemoração. “Graças a Deus, em nossa gestão, conseguimos realizar essa obra que hoje inauguramos com o Governador Rui Costa. Esta é uma luta de anos que, com a ajuda dos nossos deputados, conseguimos trazer não só para Itajuípe, mas também para toda a região, beneficiando famílias, pequenos agricultores e produtores rurais, além de melhorar o tráfego para todos”.

Já o prefeito Jadson Albano falou das conquistas que o município obteve nas áreas de saúde, educação, infraestrutura, em especial a recuperação da rodovia que liga Itajuípe a Coaraci. Segundo ele, 30 anos se passaram, mas agora foi possível realizar mais uma conquista. "A mensagem é de agradecimento ao governador por essa conquista. Estou extremamente emocionado. Agradeço a Deus pelo momento que ele me proporcionou está vivendo".

Os investimento também reflete no fortalecimento da economia da região, pois segundo o presidente da Amurc e prefeito de Firmino Alves, Aurelino Cunha, “a recuperação do trecho foi muito importante para que os produtores possam escoar as suas produções, saindo da zona rural para a zona urbana. Sempre onde tem uma boa estrada tem possibilidade de escoar a produção para o desenvolvimento da região”.

Outras ações

Em Coaraci, o governador entregou o Hospital Geral, que teve o Pronto Socorro reformado e ampliado. “Para a unidade, também iremos entregar equipamentos de estabilização. Além disso, vamos recuperar a sala de cirurgia do hospital”, ressaltou.

Também nesta sexta-feira, Rui autorizou o lançamento de licitação de obra para recuperação da Barragem de Serra da Palha, e a cessão de uso de uma sala do prédio do Centro Social Urbano para implantação de uma creche. Além disso, entregou uma ambulância e 160 títulos do Cadastro Ambiental Rural (CAR). O governador completou a agenda em Coaraci com uma visita ao Colégio Estadual Almakazir Gally Galvão.

 

 

Agenda de Rui em Itajuípe e Coaraci é adiada para esta sexta-feria, dia 07

Domingos Matos, 06/06/2019 | 11:51

Em virtude de readequações na agenda do governador Rui Costa, os compromissos marcados para esta quinta (6), nos municípios de Itajuípe e Coaraci, foram adiados para amanhã, sexta-feira (7). 

Às 9h, em Itajuípe, Rui vai inaugurar a obra de recuperação da rodovia BA-262, que liga a cidade a Coaraci. Em seguida, percorrerá os 26,8 quilômetros da estrada até o município vizinho. A programação continua com uma visita do governador ao Colégio Municipal de Coaraci, onde, através de convênio com o Governo do Estado, foi implantado o sistema de ensino militar. Depois, Rui Costa se dirige ao Hospital Geral de Coaraci, para entrega da reforma e ampliação do Pronto Socorro da unidade.

Do hospital, o governador se desloca para a Praça Getúlio Vargas, onde vai entregar uma ambulância e 160 títulos do Cadastro Ambiental Rural (CAR). Além disso, vai autorizar o lançamento de licitação de obra para recuperação da Barragem de Serra da Palha e a cessão de uso de uma sala do prédio do Centro Social Urbano, para implantação de uma creche. 

Ainda está prevista uma visita do governador Rui Costa ao Colégio Estadual Almakazir Gally Galvão.

 

 

 

População de 27 localidades de Ilhéus ficarão sem água na próxima segunda

Domingos Matos, 25/05/2019 | 17:31

Moradores de 27 localidades da região centro – zona norte de Ilhéus - ficarão sem água na próxima segunda-feira (27). O anúncio foi feito pela Embasa, que justificou a interrupção provisória do abastecimento, alegando que fará uma manutenção de equipamentos na barragem do Iguape, a partir das 8 horas.

A suspensão do serviço atingirá as seguintes localidades: Alto da Esperança, Alto do Amparo, Alto do Cacau, Alto do Carvalho, Alto do Coqueiro, Alto Legião, Alto Nerival, Alto Soledade, Alto São Francisco, Avenida Itabuna, Banco da Vitória, Basílio, Conquista, Esperança, Frei Vantuy, Iguape, Malhado, Morada do Bosque, Morada do Porto, Pacheco, Princesa Isabel, Salobrinho/UESC, São Domingos,Tapera, Teotônio Vilela,Vila Cachoeira e Vila Nazaré.

A previsão, segundo a Embasa, é de que os serviços sejam concluídos ao final de segunda, e o fornecimento seja reestabelecido por completo em até 24h. A empresa disponibiliza canais de atendimentos para maiores informações. São eles: 0800 0555 195; aplicativo para smartphone e www.embasa.ba.gov.br.

Barragem em risco causa aflição a moradores de Barão de Cocais

Domingos Matos, 25/05/2019 | 10:16

Além da aflição que tem provocado entre os moradores de Barão de Cocais (MG), o risco de rompimento da barragem Sul Superior da mina de Gongo Soco, da Vale, tem prejudicado a economia do pacato município de cerca de 32 mil habitantes.

Desde o último dia 16, quando o Ministério Público de Minas Geraistornou pública a informação de que a própria Vale, em documento oficial, informou que uma deformação no talude norte da Cava de Gongo Soco indicava o risco iminente de ruptura do talude, quatro agências bancárias suspenderam parte do atendimento. Também os Correios fecharam temporariamente sua agência na cidade.

O Banco do Brasil confirmou que, “em razão da iminência de rompimento da barragem de rejeitos”, decidiu “contingenciar” o atendimento local, instalando um contêiner para atender os clientes enquanto avalia a realocação da agência. O contêiner será instalado “em local seguro” indicado pela prefeitura. Até lá, o banco orienta seus clientes a usarem os caixas eletrônicos existentes na cidade. Ou a buscarem atendimento presencial na agência de Santa Bárbara, cidade a 10 quilômetros de Barão de Cocais.

O Itaú-Unibanco também afirma ter fechado temporariamente sua agência no município por “prezar pela segurança dos clientes e colaboradores”. Segundo a instituição, a agência permanecerá fechada até a normalização da situação da barragem. Enquanto isso, os clientes serão direcionados para a agência do centro de Santa Barbara.

Segundo o secretário municipal do Desenvolvimento Econômico, Juvenal Caldeira, Caixa e Bradesco também suspenderam o funcionamento de agências locais. O que, segundo ele, vem prejudicando a população e os empresários, que precisam se deslocar até Santa Bárbara, e a economia local.

De acordo com o coordenador-adjunto da Defesa Civil de Minas Gerais, tenente-coronel Flávio Godinho, houve uma “potencialização” do medo em Barão de Cocais. “Qualquer aeronave que sobrevoa a cidade causa um temor entre os moradores. Eles acham que se uma aeronave está passando é porque o talude se rompeu”, disse Godinho à imprensa, hoje. Segundo o coordenador da Defesa Civil, a decisão dos bancos de fecharem suas agências foi “desnecessária”.

“Já os notificamos, demonstrando que [caso o talude ceda e a barragem se rompa] os locais onde as agências funcionam, em Barão de Cocais, [demorarão] cerca de 1h30 para serem atingidos por rejeitos”, acrescentou Godinho, pedindo aos bancos e aos Correios que reabram suas agências. “Se deixamos de prestar um serviço de utilidade pública quando as pessoas estão enfrentando uma situação de crise, acabamos por potencializar a crise”, acrescentou o coordenador, garantindo não haver como saber previamente se a queda do talude resultará no rompimento da barragem.

Boatos

O secretário municipal do Desenvolvimento Econômico, Juvenal Caldeira, diz que a situação também fez com que o movimento de turistas na região diminuísse bastante. “Pessoas do país inteiro veem estas notícias e, se estavam pensando em visitar a região, desistem ou adiam a vinda”, disse Caldeira à Agência Brasil, ao lembrar que milhares de turistas visitam a região anualmente, atraídos pelas belezas naturais do Parque Nacional da Serra do Caraça . De acordo com o secretário municipal, cada nova determinação ou simulado realizado pela Defesa Civil de Minas Gerais também aumenta a tensão entre os moradores.

“Sei da importância das ações de prevenção e que a Defesa Civil estadual é das melhores do país, mas toda vez que ela determina uma nova ação há um alvoroço”, comentou Caldeira, revelando que, por conta deste “alvoroço”, um dos maiores desafios para as autoridades municipais é combater os boatos e mentiras divulgados pelas redes sociais. “A Defesa Civil orienta a empresa e as autoridades a adotarem medidas preventivas para minimizar os riscos e evitar uma tragédia, mas ao ver carros-pipa com água potável estocada e geradores reserva em postos de saúde, a população pensa no pior. E muita gente sai divulgando o que pensa. Tanto que nosso maior desafio tem sido combater as fake news a fim de evitar alarmismo. Não temos porque esconder a verdade, mas há muita notícia falsa, muito “achismo” que temos que combater”, acrescentou o secretário municipal.

Segundo o secretário municipal, o comércio em Barão de Cocais está “parado” e os bancos “pecaram por excesso de precaução” já que suas agências se encontravam em locais com risco mínimo de serem atingidos pelos rejeitos da mina. Avaliação com que concorda o diretor de comunicação da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Barão de Cocais (Aciabac), Bruno Chausson Quintão. “Para qualquer tipo de transação que precise ser feita em uma agência bancária, as pessoas precisam ir a Santa Bárbara. Quem não tem carro, precisa pegar um ônibus de viagem que vem de Belo Horizonte. Então, há ônus para as pessoas. E menos dinheiro circulando no município, que já vem sendo bastante prejudicado por toda a repercussão negativa”, disse Quintão.

Para tentar minimizar o impacto, a associação comercial está pedindo ajuda financeira da Vale e apoio institucional da prefeitura para um projeto de fomento ao desenvolvimento econômico e turístico da cidade. “Os comerciantes estão mantendo seus negócios abertos, trabalhando com promoções para atrair fregueses e manter os empregos. Queremos criar uma marca para a promoção do município, que não conte com dinheiro público, mas com apoios”, finalizou Quintão.

Vale

Em nota, a Vale reforçou que, desde fevereiro, quando o risco do talude da mina de Gongo Soco ceder foi identificado, vem adotando todas as medidas preventivas para garantir a segurança dos moradores da região. Em fevereiro, a mineradora retirou, preventivamente, os moradores de um povoado nos arredores de Barão de Cocais cujas casas estão na Zona de Autossalvamento - a primeira a ser atingida pelos rejeitos caso a barragem se rompa. Além disso, a empresa afirma apoiar a realização de simulados para preparar as comunidades a lidar com qualquer cenário possível.

“Tanto o talude da mina de Gongo Soco como a Barragem Sul Superior estão sendo monitorados 24 horas por dia e as previsões sobre deslocamento de parte do talude, revistas diariamente”, afirma a nota, sustentando que (conforme dito também pelo coordenador-adjunto da Defesa Civil estadual) “não há elementos técnicos que possam afirmar que o eventual deslizamento de parte do talude poderia desencadear a ruptura da barragem.” (Com informações do G1)

 

Vice-governador João Leão visita obras de ampliação do Shopping Jequitibá

Domingos Matos, 24/05/2019 | 17:07

O vice governador e secretário de Desenvolvimento Econômico da Bahia, Joao Leão, visitou na manhã de hoje as obras de ampliação do Shopping Jequitibá, em Itabuna. Ele foi recebido pelo diretor Manoel Chaves Neto e percorreu as novas instalações, que incluirão empreendimentos   nas áreas de varejo, lazer e serviços, como a rede de papelaria e material de escritório Kalunga, a Smart Fit academias inteligentes, a Med Plaza, um centro médico integrado com todas as especialidades; os cinemas Cinemark; maior exibidor de filmes do país, Casas Bahia principal empresa de varejo do Brasil , e o restaurantes Burguer King.

Manoel Chaves  Neto revelou que as obras de ampliação estarão concluídas em julho, mês de aniversário da cidade. Já o cinema será  inaugurado até o final do ano. De acordo com Neto, “a expectativa é muito grande, já que a ampliação oferece um mix de lojas e serviços capaz de atender consumidores de toda a região”. Segundo ele, o processo de renovação é permanente. Em 2020, o shopping completa 20 anos e entre os novos projetos está a atração de novos empreendimentos que incluem a instalação de   uma faculdade, um centro médico e um hotel e um hotel.

O vice-governador Joao Leão afirmou que “”esse é um shopping diferenciado, que valoriza a chamada região metropolitana de Itabuna e Ilhéus, com uma estrutura digna das capitais, como um vetor nesse processo de retomada de desenvolvimento econômico, numa região em que a presença do Governo do Estado é muito forte, com obras como a Barragem do Rio Colônia, a nova ponte Ilhéus-Pontal, o Hospital Costa do  Cacau, a Policlínica Regional em Itabuna e o início da implantação  do Porto Sul”.

Para o  secretário de Sustentabilidade Econômica e Meio Ambiente, Jorge Vasconcelos, “a ampliação do shopping vai alavancar a economia, com empreendimentos que vão gerar emprego e renda no município”.

Presidente do CREA-BA vai falar sobre segurança de barragens em reunião da Amurc e Cimurc

Domingos Matos, 07/02/2019 | 12:03

O presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia (CREA/BAHIA), Luis Edmundo Prado de Campos (foto) estará presente nesta quinta-feira (7), na Câmara de Vereadores de Barra do Rocha, em uma reunião promovida pela Associação dos Municípios da Região Cacaueira e o Consórcio Intermunicipal do Médio Rio das Contas (CIMURC) para tratar sobre Segurança de Barragens.

O 3ª encontro com prefeitos, autoridades e a sociedade civil organizada acontece com o objetivo de discutir ações preventivas visando prevenir possíveis danos ambientais e humano, por conta da barragem de rejeitos da Mirabela. Segundo o coordenador executivo da Amurc, Luciano Veiga, o assunto será ampliado para outras barragens que existem na Bahia e que podem ocasionar o mesmo dano em termos de sinistro.

O presidente do CREA, que é engenheiro civil e especialista em Solo vai apresentar as condições de segurança das barragens da Bahia. Ainda segundo ele, “serão apresentados assuntos relacionados a ação do órgão na região e serão firmadas parcerias com diversos municípios visando uma maior aproximação, principalmente na fiscalização de obras”, completou Luis.

Está prevista ainda na reunião, a assinatura de um termo de cooperação técnica entre a Associação/Município e o CREA/BA, visando a troca de informações para otimizar a atuação do órgão e das prefeituras associadas, além de projetar a implantação de um escritório de assistência técnica de engenharia nos municípios.

A Câmara de Vereadores de Barra do Rocha fica localizada na rua Maria Oliveira Bitencurt, s/n - Centro, Barra do Rocha – BA.

 

Prefeitos vão debater ações preventivas sobre a Mirabela nesta quinta-feira em Itacaré

Domingos Matos, 31/01/2019 | 08:00

Prefeitos vinculados a Associação dos Municípios da Região Cacaueira - Amurc estarão reunidos nesta quinta-feira (31), às 9hs, no auditório do hotel Ecoporan, em Itacaré para debater, juntamente com os técnicos do Governo do Estado da Bahia, Ministério Público, representantes dos municípios da Bacia do Rio de Contas e a comunidade regional, as ações que serão adotadas coletivamente para prevenir possíveis danos ambientais e humano, por conta da barragem de rejeitos da Mirabela.

A reunião estratégica foi proposta pelo prefeito de Itacaré e presidente do Consórcio Litoral Sul, Antônio de Anízio, tendo em vista que o município seria um dos destinos mais afetados caso ocorra um acidente de grandes proporções. Nesse sentido, a reunião vai tratar sobre os eventuais riscos que representa para a comunidade regional, as ações que serão adotadas de forma coletiva, bem como o laudo técnico que está sendo elaborado pelo Inema e Secretaria do Meio Ambiente.

O Ecoporan Hotel fica localizado na avenida Ecoporan Condomínio Conchas do Mar.

Prefeitos e sociedade atuarão em conjunto com órgãos de controle para fiscalização da Barragem de Mirabela

Domingos Matos, 29/01/2019 | 15:01

Durante uma reunião na segunda-feira (28), em Barra do Rocha, prefeitos dos territórios, Litoral Sul e do Rio de Contas definiram a participação de entidades no Conselho Deliberativo e Consultivo de Gestão e Acompanhamento da Barragem de Rejeitos de Mirabela. Ao mesmo tempo, os gestores estarão solicitando uma audiência com o governador e técnicos do Estado para um maior entendimento dos laudos técnicos da Mineradora.

O encontro promovido pela Associação dos Municípios da Região Cacaueira -  Amurc reuniu prefeitos dos municípios de Barra do Rocha, Aurelino Leal, Ubaitaba, Itacaré, Gongogi, Ubatã, Itagibá, Ipiaú e Firmino Alves, que deliberaram por encaminhar uma carta aberta ao governador do Estado, solicitando uma audiência e a apresentação de laudos técnicos dos órgãos do Estado, que são responsáveis pela fiscalização e credenciar a barragem na região.

Sobre a criação de um Conselho Permanente, composto por vários segmentos da sociedade, o prefeito de Barra do Rocha, Luís Sérgio Alves destacou que a iniciativa é fundamental “para que possamos estar de fato fazendo uma fiscalização não somente agora, mas uma avaliação permanente para que toda a região possa ter segurança maior com relação aos equipamentos que existem na Bahia”, esclareceu o gestor.

O prefeitos reforçaram a importância de um Conselho suprapartidário, que deverá ser composto por órgãos de fiscalização e controle dos municípios da área de atuação e impacto da mineradora, do Estado, da União, do Ministério Público e de representante da Sociedade Civil Organizada.

O presidente da Amurc e prefeito de Firmino Alves, Aurelino Cunha destacou que a reunião foi bastante proveitosa, no sentido de buscar uma solução em conjunto sobre a fiscalização da barragem. “Vamos nós prevenir e juntar com o governo do Estado, o Inema e demais órgãos para avaliar o laudo técnico dos órgãos fiscalizadores e permanecer acompanhando as ações da mineradora”.

O resultado do laudo técnico sobre o estado da Mirabela deverá ser emitido até o final da semana por profissionais do Instituto Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos – INEMA e da Secretaria de Meio Ambiente da Bahia – SEMA, que estão fazendo uma vistoria no local. A expectativa sobre o parecer técnico será assunto de uma reunião prevista para esta quinta-feira (31), às 9 horas, com entidades representativas em Itacaré, e a participação de prefeitos da região, no auditório do hotel Ecoporan.

 

O dia da resposta está chegando, diz Haddad ao lado de Rui em Conquista

Domingos Matos, 15/09/2018 | 20:09
Editado em 15/09/2018 | 20:17

“Eles prenderam o Lula mas esqueceram que o povo está livre pra votar no dia 7 de outubro.” A frase do governador Rui Costa, candidato petista à reeleição, levantou a multidão reunida em Vitória da Conquista, hoje pela manhã (15), durante a caminhada com Fernando Haddad e Manuela D’Ávila, candidatos a presidente e vice na chapa de aliança PT-PC do B. “A essa altura, eles já devem ter percebido que prenderam o cara errado. Prenderam o Lula mas não as ideias dele, o projeto, a militância dele. O dia da resposta está chegando, e 7 de outubro a Bahia vai dizer: o golpe acabou, o Brasil é nosso”, reforçou Haddad, em discurso alinhado com Rui.

Vitória da Conquista foi a primeira parada da caravana Correria pela Bahia, que também vai incluir Jequié e Manoel Vitorino na jornada. Rui recebeu a dupla majoritária no aeroporto, seguindo para a Praça Guadalajara, onde os esperavam um mar de camisas vermelhas. “Vamos consolidar Vitória da Conquista como um polo de desenvolvimento, não apenas na área da saúde, onde já estamos implantando um grande complexo para a população de toda a região. Também vamos continuar investindo em obras de infraestrutura, a exemplo do novo aeroporto da cidade, que devemos inaugurar e colocar em funcionamento ainda neste segundo semestre”, garantiu Rui em entrevista antes de iniciar a caminhada.

O candidato à reeleição fez referência ao novo Aeroporto Glauber Rocha, que terá licitação para a concessão pública lançada na próxima terça-feira, quando será definida a empresa responsável pela gestão e administração pelo período de 30 anos. O investimento na obra é de cerca de R$ 145 milhões. E o município também é alvo de ações na saúde, com propostas constantes no Programa de Governo Participativo (PGP 2018) para o próximo quadriênio. Em Conquista, Rui vai implantar novos serviços de radioterapia, um centro de traumatologia e uma nova policlínica regional.

Ainda, entre as propostas de Rui para a cidade, vai implantar unidade fabril da Bahiafarma, construir a Barragem do Catolé (Barra do Choça - volume total de 23,8 hm³), reforçar o sistema integrado de abastecimento de água e ampliar sistemas de esgotamento sanitário, beneficiando cerca de 340 mil habitantes, nos municípios de Vitória da Conquista e também em Belo Campo e Tremedal. Também acompanharam a comitiva, a esposa de Haddad, Ana Estela, os candidatos a vice-governador, João Leão (PP), e a senador, Jaques Wagner (PT), além de candidatos a deputado federal e estadual dos partidos coligados e líderes petistas como José Eduardo Cardozo, Benedita da Silva e Lindemberg Cardoso.

Emoção e criatividade marcam a primeira etapa do Festival de Dança Itacaré

Domingos Matos, 14/09/2018 | 18:25

Desde segunda-feira (10), públicos de todas as idades se emocionam com a grandeza artística do 7° Festival de Dança Itacaré, que se estende até domingo (16), no Centro Cultural Porto de Trás e outros espaços de Itacaré. A programação reúne expoentes de várias partes do Brasil, e firma o evento como um dos mais importantes no cenário da dança brasileira.

O Balé do Teatro Castro Alves foi um dos destaques da primeira etapa do festival, com o espetáculo “Tamanho Único”, no Teatro Municipal de Ilhéus e Itacaré, composto por oito montagens individuais focadas em narrativas humanas e culturais de múltipla expressão criativa. O solo “A Morte do Cisne”, apresentado pela bailarina cearense Wilemara Barros, da Cia Dita, enriqueceu a programação, com apresentações nas duas cidades.

Em Ilhéus, se destacou também o grupo local A-rrisca Cia da Dança, com o comovente espetáculo “Mariana, a História que se Perdeu”, dedicado às vítimas da tragédia que se abateu sobre a cidade mineira arrasada pelo rompimento de uma barragem, em 2015.

O Centro Cultural Porto de Trás concentra a programação principal do festival. Por lá, já passaram a CCP - Cia, de Salvador, com “Pura: Espetáculo em Três Atos”, o Balé do Teatro Castro Alves e a Cia Dita, que repetiram “Tamanho Único” e “A Morte do Cisne”, na quarta e quinta-feira (12 e 13). O espaço recebeu também o coreógrafo Djalma Moura, de São Paulo, com a brilhante criação “Depoimentos para fissurar a pele”, que relaciona os elementos da natureza à imagem dos orixás.

Programação

Na noite desta sexta-feira (14), brilham as montagens “Poracê”, da Cia. Dançurbana, de Campo Grande, e “Prelúdios para uma Dança Cabocla”, da Cia Balé Baião, de Itapipoca, às 19 e 20 horas.  No sábado (15), o palco será das apresentações “Eu Danço Sambarroxé”, com Joubert Arrais, de Juazeiro do Norte e “Isto não é um Espetáculo”, criação conjunta de Cláudia Müller e Clarissa Sacchelli, de São Paulo.

No último dia, domingo (16), o festival brinda Itacaré com os espetáculos “A Cadeirinha e Eu” (Cia Dita, Fortaleza) e “Canto Piu” (Giltanei Amorim, Salvador), às 19 e 20 horas.  E também com as instalações “Poesia que Dança” (de 12 a 16, das 18 às 21 horas) e “Transakrytica”, além do ensaio aberto “Eu Danço Sambarroxé”, que marca os 10 anos da montagem, com Joubert Arrais. Todos no Centro Cultural Porto de Trás.

Técnicos do CDS-LS monitoram obra de recuperação da Barragem de Itajuípe

Domingos Matos, 12/08/2018 | 11:09
Editado em 19/08/2019 | 23:09

Com o objetivo de prevenir e minimizar os riscos de acidentes ambientais os técnicos do Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Território Litoral Sul (CDS-LS), atendendo o convite Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico  Agricultura e Meio Ambiente, Vinícyus Guimarães, deu início, na segunda-feira (19) a uma operação de fiscalização da recuperação da barragem da estação de tratamento e abastecimento de água no Rio Almada, no município de Itajuípe.

A fiscalização contou com a presença do titular da pasta, o engenheiro agrônomo do CDS-LS, Lucius Flavius Ourives e a engenheira agrônoma e agente de controle interno de agricultura e meio ambiente da Prefeitura de Itajuípe, Josimare Santos Silva. Segundo o secretário municipal, Vinícyus Guimarães, essa fiscalização visa minimizar a possibilidade de acidentes com este tipo de construção.

“Os técnicos do consórcio colaboram diretamente no acompanhamento, na análise do parecer técnico e para a estruturação objetiva, observando a real situação ambiental e situação de risco da construção para o município e a população”, explicou.

Já o engenheiro agrônomo, Lucius Flavius Ourives, destacou que o trabalho do CDS-LS é fazer um acompanhamento permanente e sistemático da situação dessa estrutura, no sentido de coibir desmates ilegais e outras infrações e crimes ambientais.

Assembleia promulga lei que nomina Horácio Sodré barragem em Itapé

Domingos Matos, 27/12/2017 | 16:26
Editado em 27/12/2017 | 16:26

O Diário do Poder Legislativo, edição de hoje (27), publicou a lei promulgada pela Assembleia, de autoria do deputado Marcelo Nilo, que denomina de Barragem Horácio Sodré a barragem de contenção hídrica que o Governo do Estado acaba de concluir a construção no município de Itapé, no sul do Estado. O equipamento, dentre múltiplas serventias, deverá abastecer, além daquela cidade, o município de Itabuna, pondo fim às crises hídricas que a tem atingido severamente, nos últimos anos.

A lei, que foi catalogada sob o n° 13.826, mereceu indicação, ao Governador do Estado e à Assembleia Legislativa, pela unanimidade dos Vereadores de todos os partidos da Câmara Municipal de Itapé e, por fazer justiça à vida e às realizações daquele seu ex-prefeito por quatro vezes, converteu-se em apelo da população itapeense que já se organiza para realizar, na inauguração da obra, uma consagradora homenagem ao governador Rui Costa e à Assembleia Legislativa, em torno da figura do homenageado cuja escolha do nome uniu o povo do município e conquistou repercussão positiva em toda a região.

História

A publicação da lei coincide com a data de emancipação política do município de Itapé e, por ironia do destino, ocorre exatamente no dia em que se completam 50 anos da grande enchente do rio onde foi erigida a barragem, enchente essa que destruiu quase inteiramente a cidade de Itapé, justo quando o homenageado era Prefeito do município e conduziu a reconstrução da mesma.

A inauguração da obra deverá ocorrer no primeiro trimestre de 2018.

Fernando Gomes e a arte do não ser - nem estar

Domingos Matos, 21/08/2017 | 23:36

O prefeito Fernando Gomes andou cobrando seu staf de Comunicação. Usou, para isso, um parente preposto, e deu aquela velha batida de ~mão~ na mesa, transferindo para a Comunicação a responsabilidade pelo retumbante insucesso de sua 5ª aventura à frente da prefeitura. Uma história pra lá de batida: governo ruim culpa - sempre - a Comunicação.

Pois bem. A Comunicação produziu o que se pediu. Divulgou que Itabuna está às mil maravilhas. É uma Cidade Universitária. Está construindo uma passarela. Vai concluir o teatro. E, a pérola maior: a obra da barragem foi retomada pelo Estado!

Ora.

Vamos por partes, como diria Jack, o Estripador. Essa "Cidade Universitária" (um decreto que dá incentivos fiscais a instituições de ensino superior) é resultado direto da chegada da Faculdade Santo Agostinho, com o badalado curso de Medicina. Ocorre que esse curso foi trazido pelo governo anterior, de Claudevane Leite, que fez uma gestão terrível na Educação mas, sim, trouxe esse curso.

Depois, a passarela. Outra realização (pelo menos, iniciativa) de Vane. No dia 16 de dezembro de 2016, o então prefeito assinou com a Caixa um convênio para a construção da passarela que, inicialmente, seria instalada mais próximo à entrada do Shopping Jequitibá. A obra de Fernando é, portanto, "puxar" a construção mais para perto da Câmara. E, claro, contratar a empresa, já que isso não seria possível no governo passado, por motivos óbvios.

O teatro, essa ideia fixa do prefeito, sairá após o governador Rui Costa dançar forró numa festa de aniversário São Pedro, promovida pelo prefeito, que ainda carece de quitação, segundo informações do blog PSB.

Por fim, a barragem. Falando da capacidade administrativa do prefeito, a Comunicação mandou: "Ele também firmou parceria com o governo do estado, que está concluindo a barragem do Rio Colônia, visando assegurar a reservação de água para a população itabunense nos períodos de estiagem, e no apoio à retomada das obras do Teatro Municipal. O projeto tem um investimento previsto de R$ 22 milhões e o teatro terá capacidade para mais de 700 pessoas."

De tanto viajar, característica adquirida nesse quinto mandato, Fernando Gomes parece estar com a cabeça nas nuvens. Alguém avise ao feitor que ficou em terra, que Comunicação, no âmbito da administração pública, por definição, é contar, comunicar ao público, o que acontece. Fora disso, é criação ficcionista.

Ou, como nos acostumamos a ver, é Fernando falando mil palavras em uma que, no fundo, não dizem nada. Um verdadeiro mestre do não ser nem estar. Mas que ainda assim exige dos seus "empregados" a mágica de mostrar aquilo que não existe.

Em 72 horas, Rui faz duas visitas a Itabuna e Ilhéus

Domingos Matos, 29/06/2017 | 16:44

São 72 horas de plena atividade nas duas principais cidades do Sul da Bahia. Nas visitas a Ilhéus e Itabuna, o governador Rui Costa mostra o ritmo que está imprimindo ao governo. A visita começou ontem a tarde em Ilhéus, onde o governador visitou as obras da nova ponte Ilhéus-Pontal, a primeira ponte estaiada da Bahia, recebeu a comenda da Ordem de São Jorge dos Ilhéus e assinou convênio para ampliação do sistema de esgotamento sanitário.

Na quinta-feira, ainda em Ilhéus, Rui visitou as obras do Hospital Regional da Costa do Cacau, entregou um caminhão destinado a transportes de produtos da agricultura familiar a assinou convênios do Programa Bahia Produtiva.    

Nesta sexta-feira, Rui cumpre agenda em Itabuna. Ele visita as obras da Barragem do Rio Colônia, em fase de conclusão, que vão garantir o abastecimento de água para cerca de 250 mil pessoas; inaugura a sede da Ronda Maria da Penha e entrega uma viatura para reforçar o policiamento militar da cidade; além de assinar convênios do Programa Bahia Produtiva na área de fruticultura para o cultivo do cacau.

A nova ponte Ilhéus-Pontal, o Hospital Regional da Costa do Cacau e a construção da Barragem do Rio Colônia compõem o maior volume de obras estruturais realizadas pelo governo do Estado do Sul da Bahia. Rui também vem atuando para garantir a duplicação da rodovia Ilhéus-Itabuna e a construção do Porto Sul e da Ferrovia Oeste-Leste, no trecho Ilhéus-Caitité.

Obras da Barragem do Rio Colônia entram na reta final

Domingos Matos, 22/05/2017 | 16:16

As obras de Barragem do Rio Colônia, em Itapé, estão com 93,77%  dos trabalhos concluídos e entram na reta final. Atualmente está sendo realizada a etapa de concretagem do vertedouro das águas e o próximo passo é a parte hidromecânica, que é a execução das comportas. A previsão de conclusão de toda estrutura é até o final de junho.

A Barragem do Rio Colônia, que vai garantir o abastecimento de água em Itabuna, é  construída  pelo Governo da Bahia, através da  Embasa, com investimentos   de R$ 108 milhões. A barragem terá um reservatório de 63 milhões de metros cúbicos, com uma área alagada de 1.322 hectares, uma altura de 21,4 metros, e um volume de 35 mil metros cúbicos de concreto, formando um espelho d’água de 25 quilômetros quadrados.

Após a conclusão da infraestrutura, está prevista a construção de adutoras, que levarão a água para distribuição em Itabuna, onde além de garantir o abastecimento da população, contribuirá para a atração de novas empresas.

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.