Tag: bebe

Após morte de bebê em Itabuna, mães organizam protesto em frente à prefeitura 

Domingos Matos, 27/11/2019 | 09:31
Editado em 27/11/2019 | 09:40

Um grupo de mães planeja fazer um protesto na próxima semana contra o descaso na saúde pública em Itabuna. A cidade passa por uma de suas piores crises no setor, que levou, inclusive, ao fechamento de importantes hospitais como o São Judas, São Lucas e Cemepi. O Manoel Novaes não fechou, mas só atende os casos regulados.

Na manhã de segunda-feira (25), por exemplo, uma mãe desesperada viu seu filho de apenas de nove meses morrer em seus braços, após peregrinar em busca de atendimento.
Bisma Nonato Alves, de 21 anos, moradora da reserva indígena Catarina Caramuru Paraguassu, relatou que o bebê começou a passar mal no domingo (24). Primeiro, ela levou o filho para o Hospital Arlete Magalhães, em Pau Brasil, onde chegou com quadro de pneumonia.

A mulher contou que o hospital tentou liberação para o atendimento em Itabuna, mas não conseguiu. O pequeno Levi foi encaminhado para a Maternidade Ester Gomes. Chegando lá, não conseguiu atendimento desejado. 

Sérgio Gomes, do Conselho Fiscal da Maternidade Ester Gomes, justificou em nota que a criança estava regulada para o atendimento no Hospital Manoel Novaes e indicaram o procedimento a ser feito, já que que precisava de UTI.

Ao chegar no Novaes, Bisna disse que teve que esperar por 40 minutos pela finalização do processo de regulação. O bebê não aguentou e acabou morrendo. Entre as testemunhas do que aconteceu no Noves, está o advogado Davi Pedreira, que chegou a fazer um vídeo. 

E ele atestou: “o descaso na saúde pública de Itabuna foi pivô da morte do pequeno Levi”. Pedreira adiantou que vai pessoalmente representar no Ministério Público da Bahia (MP-BA), para que seja investigado o que aconteceu. 

Em entrevista ao G1, o vice-presidente do Conselho Municipal de Saúde de Itabuna, Paulo Silva, disse que, numa reunião no MP, realizada há duas semanas, os prestadores Maternidade Ester Gomes, Hospital Manoel Novaes, Conselho e a Secretaria de Saúde assinaram um documento, que estabelecia novos recursos do Governo do Estado. "O que a gente viu aqui foi o descumprimento desse acordo extrajudicial tirado do MP. A mesa diretora vai se reunir, vamos visitar a Maternidade Ester Gomes, o Hospital Manoel Novaes, de modo que a gente busque as informações dos prestadores e tome as medidas cabíveis diante desta tragédia que está acontecendo na saúde de Itabuna", relatou Paulo Silva.

Já o Novaes, por meio de sua diretora técnica, Fabiana Chavez, esclareceu sobre a demanda da regulação: “Dentro da estrutura de saúde, tem hospitais de portas abertas, que recebe pacientes de livre e espontânea vontade. E tem hospitais de porta regulada, é o nosso caso. Não recebemos pacientes de livre demanda. Recebemos pacientes que são encaminhados via central de regulação de outras cidades, de outros municípios ou de outro hospital".

“Jogo de empurra”
A morte do pequeno Levi causou indignação e revolta, sobretudo para as mães que se solidarizaram com a dor de Bisna. Thaís Castro, uma das organizadoras do movimento, previsto para a próxima segunda-feira (2), falou sobre o descaso com a saúde pública. “Itabuna tinha dois hospitais infantis, mas hoje não tem nenhum. Podemos ver crianças morrendo nos braços de suas mães por falta de repasse de verbas, cadastramento único. Nosso governo fica em um jogo de empurra, dizendo que a culpa foi da gestão passada. Na realidade é falta de competência de administração   da cidade. Não queremos viíer mais crianças morrendo na porta do único hospital que funciona mal. Pedimos socorro. Queremos os hospitais funcionando, com atendimento bom e não precário”, desabafou. 

Thaís também citou o caos que se instalou nos postos de saúde dos bairros. Na unidade do bairro Urbis IV, por exemplo, os moradores se queixam que estão sem médicos já há algum tempo. Dessa forma, os pacientes são encaminhados para o posto do bairro Lomanto.

“A saúde em nossa cidade nunca esteve tão abandonada como agora. São postos sem pediatras, sem medicamentos, crianças passando por grande humilhação. Pedimos socorro! Nossos filhos merecem um atendimento com, no mínimo, o básico de responsabilidade, dignidade. Estamos em um tempo de muito sofrimento”.

Operação Lei Seca do Detran fez mais de duas mil abordagens no feriadão

Domingos Matos, 18/11/2019 | 14:41

De sexta-feira (15) a domingo (17), a Operação Lei Seca do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-BA) abordou, em Salvador, 1,3 mil pessoas e 814 veículos, com o registro de 278 autuações. No teste do bafômetro, 109 condutores se recusaram a soprar o aparelho, 12 estavam alcoolizados e três foram encaminhados à delegacia.

A operação foi realizada com o apoio da Polícia Militar, por meio do Esquadrão Águia. O Detran-BA intensificou as ações de fiscalização no período que antecede o verão, para reduzir o número de acidentes em pontos estratégicos da capital, com foco na retirada de circulação de motoristas que dirigem sob o efeito de álcool.

"O reforço na operação vai seguir até o Carnaval, para aumentar a segurança viária nos meses em que Salvador é palco de muitas festas e recebe milhares de turistas. Por isso, a necessidade de coibir com mais rigor a prática de dirigir bebendo", declarou o coordenador de Fiscalização do Detran-BA, Márcio Santos.

 

Bandidos roubam dinheiro de funcionários após não acharem armas em fórum de Ilhéus

Domingos Matos, 12/11/2019 | 17:36

Assaltantes invadiram o Fórum Epaminondas Bebert de Castro, na cidade de Ilhéus, no sul da Bahia, na manhã desta terça-feira (12). Não há informações sobre quantos homens participaram da ação.

Por volta das 7h, alguns suspeitos abordaram uma funcionária do fórum quando ela entrava para trabalhar. De acordo com ela, a intenção dos bandidos era roubar as armas que ficam no fórum, mas ela não sabia onde essas armas estavam guardadas.

Em seguida, os assaltantes levaram uma quantia em dinheiro dos quatro funcionários que estavam no local. A administração do fórum procurou a polícia e registrou o Boletim de Ocorrência na Delegacia de Furtos e Roubos de Ilhéus.

De acordo com a polícia, apenas um homem estava encapuzado. No momento em que eles entraram e abordaram os funcionários, eles pediram para que todos os funcionários ficassem de cabeça baixa para que o rosto deles não fosse reconhecido.

Além do dinheiro dos funcionários, os bandidos levaram também uma câmera de segurança do fórum. De acordo com algumas testemunhas, não é a primeira vez que tentam roubar as armas que ficam guardadas no fórum. (Com informações do G1)

 

Acusado de matar jovem a facadas dentro de bar em Feira de Santana é condenado a 12 anos de prisão

Domingos Matos, 20/09/2019 | 19:31
Editado em 20/09/2019 | 18:37

O homem acusado de matar um rapaz de 28 anos, dentro de um bar da cidade de Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador, foi condenado a 12 anos de prisão em regime fechado, um ano e oito meses após o crime.

O julgamento foi realizado na quinta-feira (19). O crime aconteceu na madrugada do dia 15 de janeiro de 2018 e Ivo Barcelar dos Santos foi preso em flagrante. Ele estava detido no presídio da cidade, onde aguardava o julgamento.

A vítima, Wellington de Oliveira Pires, foi morta depois de uma discussão com Ivo. Na época, o delegado Fabrício Linard informou que o acusado insinuou que a vítima havia beijado uma travesti, e Wellington o agrediu com um soco no rosto.

Depois disso, Ivo saiu do bar e foi em casa, onde se armou com uma faca do tipo peixeira. Ele voltou para o bar, onde seguiu bebendo. Ivo aguardou que o movimento do estabelecimento diminuísse, para atacar Wellington.

A vítima, que era auxiliar de serviços gerais, foi golpeada várias vezes e morreu ainda no local. Ivo foi preso no início da manhã do mesmo dia 15 de janeiro e levado para a Delegacia de Homicídios de Feira, de onde foi transferido para o presídio. (Com informações do G1)

 

Incêndio atinge casa em Ilhéus e mata bebê de três meses que estava sozinha no imóvel

Domingos Matos, 19/09/2019 | 14:38
Editado em 19/09/2019 | 14:40

Uma bebê de três meses morreu após um incêndio dentro da casa em que morava, na cidade de Ilhéus, sul da Bahia, na noite de quarta-feira (18). Conforme o Corpo de Bombeiros, a suspeita é de que as chamas tenham sido provocadas por uma vela. A casa não tinha energia elétrica.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, Nycolle Vallentina Rocha dos Santos estava sozinha em casa, localizada no bairro Nossa Senhora da Vitória, quando as chamas começaram.

Ainda de acordo com a corporação, a mãe da vítima contou que deixou a menina dormindo e foi na casa da vizinha, quando o incêndio começou. Nycolle Vallentina foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e levada para o Hospital Vida Memorial, mas já chegou ma unidade sem vida.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, as chamas foram debeladas. Não há informações sobre o velório e sepultamento da bebê. (Com informações do G1)

 

Bebê e tia-avó atropeladas por caçamba são enterradas sob forte comoção

Domingos Matos, 12/09/2019 | 20:12
Editado em 12/09/2019 | 20:25

A bebê de nove meses e a tia-avó que foram atropeladas por uma caçamba foram enterradas, por volta das 16h, nesta quinta-feira (12), no Cemitério da Vitória, em Ilhéus, sul da Bahia. Familiares e amigos estavam muito abalados no velório, que aconteceu pela manhã.

O acidente aconteceu na quarta-feira (11), na Avenida Itabuna. A mulher, identificada como Solange Santana Bispo, e a bebê, Helena Andrade, morreram na hora.

"Estragaram a vida da minha família. Foram duas pessoas e a gente não sabe nem o que falar porque minha força está dentro do caixão, ela era meu tudo. Ela me ensinou tudo na vida, só não me ensinou a viver sem ela", disse a filha de Solange, Renata Santana.

Manoel Laurentino, amigo da família, contou que estava com as vítimas minutos antes do acidente. "Vinte minutos antes eu estava brincando com Helena e ela dando risada. Aí, nos 10 minutos que eu saí, um cara falou assim: 'corre lá que um carro bateu lá, vê a placa pra mim'. Foi quando cheguei e deparei com as duas mortas nessa esquina que é muito perigosa", relatou Manoel.

Conforme o delegado André Aragão, coordenador da Polícia Civil da região, o motorista do veículo foi levado à delegacia para prestar esclarecimentos. O homem foi ouvido e liberado. Não há informações sobre a causa do acidente.

"É muita dor, muito sofrimento, tiraram o melhor que eu tinha. Minha vida, minha felicidade, minha alegria, não tenho mais minha menininha, meu raio de sol, minha florzinha", lamentou a avó materna de Helena, Simone Azevedo.

Moradores da região contaram que a Avenida Itabuna é um local muito perigoso e ocorre vários acidentes no trecho onde Solange e Helena estavam.

Em nota, a Empresa Caminhão Caçamba, onde o motorista trabalha, informou que presta apoio e solidariedade para a família das vítimas e do motorista, que está abalado. (Com informações do G1)

 

 

Tragédia: mulher e bebê morrem após serem atropelados em Ilhéus   

Domingos Matos, 11/09/2019 | 18:01
Editado em 11/09/2019 | 19:18

Um acidente trágico chocou transeuntes e comerciantes da Avenida Itabuna, em Ilhéus, na tarde desta quarta-feira (11). Uma mulher atravessava a pista, empurrando um carrinho com uma criança, quando as duas foram atropeladas por uma caçamba.

Partes dos corpos das vítimas foram esmagadas pelo veículo. A mulher foi identiifcada como Solange Santana, professora muito conhecida na cidade. Era tia avó da pequena Helena Andrade, de apenas 9 meses.   

Bebê morre afogado em piscina em Porto Seguro no dia do aniversário dele

Domingos Matos, 08/09/2019 | 16:15
Editado em 08/09/2019 | 16:17

Um bebê de um ano morreu afogado na piscina da casa onde estava com a família, na cidade de Porto Seguro, no sul da Bahia, no sábado (7), feriado de Independência do Brasil.

De acordo com o delegado Valfredo Neto, que registrou o caso, a família é da cidade de Vitória da Conquista, no sudoeste do estado, e estava no município para comemorar o aniversário da criança.

Conforme o delegado, a família contou que o menino teria entrado na piscina enquanto a mãe tomava banho no banheiro do imóvel.

O menino chegou a receber atendimento de bombeiros militares após pedido de ajuda feito pela família, mas não resistiu.

Durante o socorro, segundo o Corpo de Bombeiros Militar, foi feito um procedimento de respiração pulmonar na criança, que não reagiu.

O corpo do menino foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Porto Seguro e já foi liberado para a família. Não há detalhes sobre o sepultamento dele.

O caso será investigado pela Polícia Civil.

 

Alerta

Esse é o segundo caso de afogamento de crianças no município em menos de um mês. No dia 8 de agosto, uma menina de 2 anos morreu após cair na piscina da casa de familiares.

A avó materna da criança, que estava com ela, chegou pular na água para socorrer a neta, mas ela não resistiu. A família também comemorava o aniversário da menina na cidade. (Com informações do G1)

 

Governo do Estado vai recuperar seis barragens na Bahia

Domingos Matos, 05/09/2019 | 15:26

A licitação para recuperação e conservação das estruturas das barragens de Mateiro, Cipó, Lagoa da Horta, Beco Bebedouro, Cotia e Afligidos,  já foi concluída pela Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (CERB), empresa vinculada à Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS). O edital com o resultado já foi no Diário Oficial do Estado da Bahia.

As barragens foram construídas com objetivo de atender às demandas de abastecimento humano seguidas de dessedentação animal e eventualmente irrigação, beneficiando, assim, cerca de 130 mil habitantes dos municípios de Maetinga, Mirante, Rio do Antônio, Seabra, Boninal e São Gonçalo dos Campos. Serão realizados diversos serviços como a recuperação dos taludes, incluindo a recuperação da vegetação, das estruturas em concreto, alvenaria de pedra argamassada e drenos de pé. Serão instalados ainda equipamentos hidromecânicos e de segurança. Serão efetuadas  também a limpeza da vegetação aquática e recuperação do entorno das barragens, entre outras benfeitorias. 

 “O Governo do Estado está atento à manutenção, e avançando na implementação de medidas para a conservação das estruturas das barragens de sua responsabilidade. O objetivo é estabelecer um planejamento de médio e longo prazo antevendo problemas, e com isso cuidando do meio ambiente e da população baiana”, destacou o titular da SIHS, Leonardo Góes.  

Segundo o presidente da CERB, engenheiro Antonio Eduardo de Matos, as barragens têm um papel fundamental nas ações de amenização dos efeitos da seca e melhoria da qualidade de vida das comunidades. Elas são responsáveis pelo armazenamento da água com a finalidade de  abastecimento humano e animal. A CERB vai acompanhar a execução das obras de recuperação dessas seis barragens.

 

Em entrevista, ator Jackson Costa tece elogios ao teatro municipal de Itabuna

Domingos Matos, 30/08/2019 | 14:29

O itabunense Jackson Costa, ator com múltiplas atuações no cenário cultural brasileiro, subiu pela primeira vez no palco do recém inaugurado Candinha Dória, desta vez como Mestre de Cerimônia, no Salão do Empreendedorismo, que aconteceu no Teatro na terça-feira, (27). Conduzindo o evento de uma forma leve, Jackson declamava ao público poesias de Fernando Pessoa, Carlos Drummond de Andrade, José Delmo, Ramon Vane, entre outros.

Em entrevista exclusiva ao jornalista Andreyver Lima, o ator se emocionou ao relembrar sua trajetória de vida, que se confunde com a de tantos outros artistas de Itabuna. “Sou papa-jaca muita honra e essa energia eu trouxe daqui mesmo. A poesia aproxima o público e toca o coração das pessoas, num evento que tem em sua natureza uma formalidade”, explica. Segundo ele, é uma característica de artistas do Sul da Bahia. “Afinal, essa energia vem daqui e as pessoas vieram para beber dessa fonte”, justifica.

O ator definiu o novo teatro como o ‘templo da arte’ e parabenizou o prefeito Fernando Gomes, por executar a obra que esteve parada por mais de 10 anos. “Um teatro dessa magnitude, eu tiro meu chapéu, pois um dia ele derrubou o teatro ABC e dá um exemplo que se você cometer algum erro, você pode depois consertar aquilo. E ele faz isso, um Marco na região.” afirmou.

Trabalhando em seu novo espetáculo, o ‘Sarau do Poeta’, um recital que mistura estilos, escritores de diferentes épocas e reverencia grandes autores, o ator revela que quer voltar ao palco do teatro. “A gente tem feito em vários lugares e quero trazer pra cá. Tive o privilégio de trabalhar com Candinha, uma figura fantástica e é uma merecida e justíssimo homenagem a ela.”

Vereador dispara arma de fogo durante briga com esposa em casa e atinge filho de 12 anos

Domingos Matos, 30/08/2019 | 12:10

Um vereador da cidade de Itapebi, no sul da Bahia, baleou o filho de 12 anos, após efetuar disparos de arma de fogo dentro da casa onde mora. De acordo com a Polícia Civil de Itapebi, o caso ocorreu na noite de quinta-feira (29), durante uma discussão entre o vereador e a esposa.

Conforme a polícia, no momento da confusão com a mulher, que é a mãe da criança, Cristiano Pereira da Silva (foto) sacou a arma e efetuou disparos. Não há informações sobre para onde ele mirou na hora em que disparou a arma.

Ferido de raspão na perna direita, o garoto foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado para o Hospital Regional de Eunápolis. Informações preliminares apontam que o menino não corre risco de morrer.

Ainda segundo a polícia, após os disparos, Cristiano fugiu de Itapebi e, até a publicação desta reportagem, não foi encontrado para esclarecimentos. Informou ainda que uma equipe plantonista que fica no Hospital Regional foi à casa do vereador, encontrou a esposa de Cristiano na porta da residência, mas que a mulher se recusou a responder às perguntas dos policiais.

Segundo a Polícia Civil de Itapebi, a mulher se limitou a dizer que o fato ocorreu na residência do casal em um momento de "bebedeira", e que esclareceria melhor os fatos na presença de um advogado.

O G1 busca contato com a assessoria do vereador, para obter posicionamento sobre o caso. Já a Câmara de Vereadores de Itabepi informou que só vai se pronunciar sobre o caso quando vereador foi ouvido pela Polícia Civil. (Com informações do G1)

 

Saúde recomenda dose extra contra o sarampo em bebês menores de 1 ano

Domingos Matos, 21/08/2019 | 11:32

O Ministério da Saúde passou a recomendar a vacinação contra o sarampo em crianças com idade entre 6 meses e 11 meses e 29 dias para combater a disseminação do vírus no país. Nessa faixa etária, segundo a pasta, será ofertada uma dose complementar, chamada de dose zero, como já acontece em campanhas como a de combate à poliomielite. A orientação foi apresentada ontem (20) em entrevista coletiva na sede do órgão, em Brasília.

Entre 19 de maio e 10 de agosto deste ano, foram confirmados 1.680 casos de sarampo no Brasil, além de 7,5 mil casos em investigação. No período, de acordo com o ministério, não houve mortes confirmadas decorrentes da enfermidade.

Após um surto envolvendo estados da Região Norte no início do ano, um novo surto foi registrado no estado de São Paulo, que concentra, atualmente, 1.662 casos em 74 municípios – 98,5% do total de casos. Em seguida aparecem Rio de Janeiro, com seis casos, e Pernambuco, com quatro. Com um caso estão Goiás, Paraná, Maranhão, Rio Grande do Norte, Espírito Santo, Bahia, Sergipe e Piauí.

A recomendação da vacinação adicional de crianças com idade entre 6 meses e 11 meses e 29 dias se deve ao fato deste ser o público com maior potencial de contágio. O coeficiente de incidência em bebês de até 1 ano é de 38,28 casos para cada grupo de 100 mil, enquanto a média de todas as faixas etárias ficou em 4,12. Normalmente, a imunização acontece por meio de duas doses, aos 12 meses e aos 15 meses de vida.

“Temos observado uma incidência elevada em menores de 1 ano. É fundamental estabelecermos estratégia diferenciada para essa faixa etária, olhar para as crianças menores de 1 ano com especial atenção”, declarou o secretário de vigilância em Saúde, Wanderson de Oliveira.

Jovens adultos

Além dos bebês, outro público que preocupa o ministério é o de jovens adultos. A pasta destacou a necessidade de pessoas de 20 a 29 anos regularizarem a vacinação contra o sarampo – o grupo tem coeficiente de incidência de 9 casos para cada grupo de 100 mil, mais que o dobro da média nacional. A orientação vale especialmente para São Paulo, estado com muitos casos e alta densidade populacional.

De acordo com o ministério, pela rotina de imunização estabelecida, pessoas com até 29 anos devem já ter recebido duas doses contra o sarampo. Já quem tem entre 30 e 49 anos deve ter tomado pelo menos uma dose. O secretário ponderou, contudo, que não há necessidade de corrida aos postos de saúde e que a regularização pode ser feita tranquilamente.

 

Nestlé anuncia transferência de fábrica de Itabuna para Feira de Santana

Domingos Matos, 15/08/2019 | 10:08

A direção da Nestlé e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico da Bahia (SDE) divulgaram ontem (14) que a fábrica da empresa localizada na cidade de Itabuna, no sul do estado, será transferida para Feira de Santana, município a cerca de 100 km de Salvador.

Segundo a empresa, o objetivo é transformar a nova unidade em um centro de distribuição dos produtos da marca para as regiões norte e nordeste do país. A transição deve ser concluída até meados de 2020.

Para isso, conforme a empresa, devem ser investidos R$ 45 milhões na unidade, que terá 140 colaboradores e abrigará três novas linhas de produção de NESCAU Pronto para Beber (RTD).

De acordo com a empresa, a direção está em busca de grupos que comprem a instalação em Itabuna, para que o trabalho continue, mas os funcionários da fábrica poderão fazer transição para Feira de Santana a partir do ano que vem. O número de trabalhadores que atuam no sul do estado atualmente não foi divulgado.

Os funcionários contestam a decisão da Nestlé. A categoria reclama da mudança para a nova cidade por conta da estabilização em Itabuna. Eles contam que alguns já moram na cidade há bastante tempo e têm familiares na região.

"O impacto é muito grande. Não só para mim, mas como todos os trabalhadores lá de dentro. Nós temos uma vida em Itabuna. Muitos trabalhadores fizeram dívidas. Compramos casas. Temos familiares próximos aqui. Além disso, cada familiar tem uma estrutura. Tem filhos que estudam aqui. Tem pessoas que tem também outros tipos de trabalhos indiretos. E recebendo essa notícia assim do nada, impactante, é muito duro a gente dizer se pode ir ou não para Feira de Santana", disse o auxiliar de produção Danilo César da Silva.

"A empresa não explicou ainda como vai ser a transferência, só disse que vai transferir quem quiser ir para Feira. Não disse como vai ser, o que vai fornecer, qual o incentivo que vai dar, o benefício", contou o eletricista Eldon Almeida. (Com informações do G1)

Trabalhadores em condição análoga à escravidão são resgatados na Bahia 

Domingos Matos, 07/08/2019 | 07:02
Editado em 06/08/2019 | 21:55

Três trabalhadores foram resgatados durante uma ação de combate ao trabalho escravo no município de Ribeirão do Largo, no sudoeste da Bahia, na última segunda-feira (5). A ação foi promovida por equipes do Núcleo de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas e Trabalho Escravo na Bahia (Netp), vinculado à Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), e de outros órgãos que compõem a Comissão para a Erradicação do Trabalho Escravo na Bahia (Coetrae). 

Segundo o coordenador do Netp, Admar Fontes Júnior, todos os resgatados são do gênero masculino, com idades entre 40 e 55 anos, e estavam trabalhando em uma fazenda, sem condições de alojamento e higiene. “Os trabalhadores são do município de Itambé e vieram para a fazenda através de um ‘gato’, que é o aliciador”, contou Fontes. 

O coordenador também relatou que um dos alojamentos tinha estrutura comprometida, com vigas expostas e escoradas por madeiras. “Os trabalhadores dormiam no mesmo local que era utilizado para guardar ração dos animais. As camas também eram improvisadas e, apesar do frio que se abate sobre a região, eles não tinham colchões e cobertores”.

Durante a ação, a equipe da Coetrae, composta por integrantes do Ministério Público do Trabalho (MPT), da Defensoria Pública da União (DPU), da SJDHDS, da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do Grupo Especial de Combate ao Trabalho Análogo ao Escravo na Bahia, também constatou que os alojamentos não possuíam água potável para beber ou cozinhar, ou para guardar e conservar alimentos. 

“Não havia sanitários em condições de uso, tampouco local com resguardo necessário para banho ou para que os trabalhadores pudessem realizar suas necessidades. Nenhum dos trabalhadores tinha registro em CTPS. Um deles já estava trabalhando há 14 anos sem direito a férias e 13º salário”, contou Fontes, reiterando que “a exploração de trabalhadores em condições análogas à de escravo é crime, e gera repercussões administrativas, cíveis e criminais". 

O empregador deverá regularizar a situação dos trabalhadores de forma retroativa, bem como oferecer condições dignas de trabalho. Um dos trabalhadores contou que aceitou o trabalho por conta da situação de pobreza da família. “Eu tenho sete filhos, que estão estudando. Eu nunca estudei, sempre trabalhei na lavoura ou fazendo cerca, como aqui”.

 

Acompanhamento 

De acordo com a equipe do Netp, o resgate do trabalhador não se limita à retirada física do local de trabalho, mas é acompanhado de um conjunto de medidas para cessar o dano causado à vítima, reparar os prejuízos no âmbito da relação trabalhista e promover o acolhimento por órgãos de assistência social. 

Os trabalhadores resgatados são encaminhados para a secretaria de assistência social do município, que, em parceria com o Governo do Estado, por meio das superintendências de Direitos Humanos e Assistência Social da SJDHDS, promovem o atendimento das demandas e o acompanhamento e inserção social dos trabalhadores e suas famílias. 

 

Mulher é espancada em Ilhéus; ex-marido é principal suspeito do crime

Domingos Matos, 10/06/2019 | 13:32

Uma mulher de 32 anos foi espancada na cidade de Ilhéus, sul da Bahia, no sábado (8). Segundo a polícia, o ex-companheiro dela é o principal suspeito do crime e é procurado pela polícia. Familiares disseram que vítima pode ficar cega por conta das lesões em um dos olhos provocadas por uma faca.

Conforme a polícia, a vítima, identificada como Nayane Almeida, estava em casa quando o ex-companheiro dela, que estava bebendo, chegou até o local e começou a agredir a mulher com vários socos na cabeça e no corpo. Após as agressões, o homem saiu do local levando a vítima para a casa dele, onde a violência continuou.

Ainda de acordo com a polícia, a irmã da vítima foi até a casa do homem, depois de ficar sabendo sobre o caso, conseguiu entrar no local e ajudar Nayane a fugir, após entrar em lutar corporal com o suspeito.

A vítima foi encaminhada para o Hospital Regional Costa do Cacau, mas precisou ser transferida para o Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador (foto), na manhã desta segunda-feira (10), por conta da complicação dos ferimentos.

Segundo a família, que prestou depoimento à polícia no domingo, a mulher está separada do suspeito há, pelo menos, dois anos, e já foi agredida por ele outras vezes. Ela têm quatro filhos, três com o ex-companheiro. O caso segue sob investigação. (Com informações do G1)

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.