Tag: campeonato

Triatletas se enfrentam pela terceira etapa do baiano em Ilhéus

Domingos Matos, 09/10/2019 | 12:16

Alguns dos mais rápidos triatletas se enfrentaram no último domingo (6), em Ilhéus, durante as provas do Campeonato Baiano de Triathlon, que valeram pela terceira etapa das modalidades Triathlon Sprint e Aquathlon Sprint, e contaram pontos para o ranking do estado. O evento, chancelado pela Federação Baiana de Triathlon (Febatri), reuniu centenas de participantes de alto nível e boa média de público.

Quem foi até a Praia do Cristo, no centro, acompanhou toda movimentação nos mais de 750 metros de natação, 20 quilômetros de ciclismo e 5 quilômetros de corrida. Provas importantes para quem estava em busca de pontos para se consagrar o campeão do ranking 2019. De acordo com a Associação dos Triatletas do Sul da Bahia (AstriSul), faltará apenas mais uma etapa de cada modalidade.

Ilhéus é conhecida por ter sediado etapas de campeonatos mundiais de triathlon no passado. A cidade foi a primeira sede da Febatri e da Confederação Brasileira de Triathlon (Cbtri). “O esporte traz riquezas para a população, seja em qualquer modalidade. Quando inserimos uma pessoa no esporte ela tende a seguir uma carreira social esportiva e se torna livre da delinquência e das drogas”, frisou o prefeito Mário Alexandre.

Na avaliação do delegado tecnico, Alberto Kruschewsky, o evento esportivo significou uma semente plantada que deve gerar frutos. “Muito esforço para realizar esta etapa. Uma semente para o retorno dos bons tempos deste esporte na cidade. Festa com belíssimas imagens e exemplo de organização, graças ao apoio da Prefeitura, patrocinadores e apoiadores”, reconheceu.

Foi entregue à Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) do governo baiano, proposta que visa realizar evento (triathlon) com provas no sábado e uma Meia Maratona (domingo), como parte da programação de inauguração da primeira ponte estaiada da Bahia. “Vislumbramos a nova ponte com circuito especial, ligando centro histórico ao sul da cidade”, explicaram os organizadores.  

A grande final com as categorias geral masculina e feminina acontecerá ainda neste mês, em Salvador. O título definirá classificação para o Campeonato Brasileiro, que acontece em novembro, no Rio de Janeiro. Para 2020, além de Ilhéus, os organizadores avaliam levar outras etapas do Campeonato Baiano para as cidades de Valença e Porto Seguro. O triathlon é a modalidade que combina três esportes: natação, ciclismo e corrida.

 

Equipe grapiúna de Taekwondo faz bonito em Campeonato Baiano

Domingos Matos, 07/10/2019 | 22:00
Editado em 09/10/2019 | 15:42

Uma equipe formada por 31 atletas de Itabuna, Ilhéus e Uruçuca, integrantes de projetos sociais, disputou o Campeonato Baiano de Taekwondo, realizado no Clube da Adelba, em Salvador, nos dias 28 e 29 de setembro. Essa é a principal competição do esporte no estado, e a participação do grupo foi possível a partir de ação coletiva de arrecadação de fundos para custeio das despesas.

O resultado não poderia ser melhor: todos voltaram para casa com medalha, sendo que mais da metade como campeões em suas categorias – que vão do infantil ao adulto. Dos 31 lutadores, 19 são treinados pelo professor Alan Santos Santana, faixa preta, responsável pelos alunos de Itabuna e Uruçuca. Desse grupo, 17 foram campeões e dois terminaram como vice-campeões.

Alan Santos é funcionário da empresa Socializa, no Conjunto Penal de Itabuna. Ele explica que ministra as aulas na Base Comunitária de Segurança, em Itabuna, e no espaço do CRAS/CREAS, em Uruçuca.

O Taekwondo é uma arte marcial de origem coreana, que se tornou esporte olímpico, e é difundida em todos os continentes. Preza pelo respeito à disciplina, ao oponente e à natureza. No âmbito do projeto social, são cobrados ainda um bom desempenho na escola regular e a observância dos princípios da arte marcial que praticam.

 

Interbairros terá início no sábado no “Itabunão”

Domingos Matos, 01/10/2019 | 14:13
Editado em 01/10/2019 | 16:06

Considerado o maior campeonato de bairros do país em número de equipes e de atletas envolvidos nas disputas, o Interbairros - Campeonato de Futebol Amador -, terá início no sábado (05), às 15horas, em Itabuna. Uma das maiores e mais movimentadas competições esportivas, com grande participação popular, que movimenta a economia dos bairros e da cidade. O anúncio foi feito pelo Prefeito Fernando Gomes na última segunda-feira (30).  

Para o sucesso do evento, a Secretaria da Administração, que tem como titular Dinailson Oliveira, atendendo solicitação do presidente da FICC, Daniel Leão, responsável pela realização da competição, já realizou todos os reparos necessários no estádio Luiz Viana Filho (Itabunão), local da disputa, e nos campos de futebol da cidade.

O Interbairros terá a participação de 50 equipes, com 1.250 atletas. O apoio vem da Prefeitura Municipal de Itabuan, Sudesb e Setre. Para Gabriel Silva, um dos coordenadores da competição, a expectativa é de que esta seja uma das melhores competições, “atraindo a população, promovendo lazer e entretenimento, bem como, o aquecimento formal e informal da economia nos locais das disputas dos jogos e, consequentemente, todo o município”, finaliza.  

Itabunenses conquistam dois títulos, dois vices e um terceiro lugar no Campeonato Baiano de Boxe

Domingos Matos, 17/09/2019 | 17:35

Os lutadores itabunenses que participaram no último sábado (14), do Campeonato Baiano de Box - AOB, promovido pela Federação de Box do Estado da Bahia, conquistaram dois títulos estaduais, dois vice e um terceiro lugar na competição, que serve como vitrine esportiva revelando novos valores para esta modalidade esportiva. A delegação foi liderada pelo treinador Gilmarques Mendes Sabino, instrutor da Federação Baiana de Box, que elogiou o esforço e o desempenho dos atletas na superação de dificuldades, revelando um alto potencial técnico.

A equipe contou com o apoio da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), que contribuiu com a cessão das passagens da delegação. O presidente da FICC, Daniel Leão, estuda a concessão de bolsas para 10 atletas e artistas itabunenses, com alto desempenho, uma questão ainda em estudo na área jurídica e que deve ser encaminhada ao legislativo municipal ainda nos próximos meses.

Conquistas

O melhor desempenho na equipe itabunense ficou com o lutador Samuel Rosa, o mais jovem integrante da delegação, de apenas 13 anos, 52 quilos e que foi campeão baiano Infantil Estreante 2019 e em paralelo, conquistou o título de campeão baiano no Campeonato Aberto 2019. Com uma técnica própria, Rosa é considerado uma das revelações do box itabunense e um atleta com potencial de alto rendimento.

Outro destaque foi Jonatan Passos, de 20 anos, 63 quilos, um lutador médio ligeiro, integrante do Projeto Lutando Pela Paz, coordenado pelo técnico Gilmarques Mendes Sabino, que também é educador social. Ele, conquistou o Vice-campeonato Baiano 2019, na categoria elite e soma agora 18 lutas, com 15 vitórias, seis delas por nocaute e três derrotas por pontos, sendo considerado o melhor atleta da região na sua categoria.

Já Juan Miguel Viana Mota, 18 anos, 75 quilos, conquistou o Vice-campeonato Baiano Estreante 2019, na categoria juvenil e ficou ainda com o terceiro lugar do Campeonato Baiano Aberto de Boxe (AOB).

Mais de seis mil pessoas participaram da mobilização dos Jogos Universitários Brasileiros em Itabuna

Domingos Matos, 06/09/2019 | 13:15

Um total de mais de seis mil pessoas participaram em Itabuna da mobilização dos Jogos Universitários Brasileiros – JUB’s, com a realização de clínicas em nove escolas da rede estadual de ensino e uma série de ações práticas na arena montada na Praça Otávio Mangabeira (Camacã), que atraiu no período de 4 a 6 de setembro alunos da rede municipal, de escolas particulares, atletas e pessoas da própria comunidade. As atividades incluíram a realização de um campeonato de basquete 3 x 3 disputado na tarde de hoje(6).

Na arena, foram apresentadas  ao público novas modalidades esportivas do JUB’s, como o basquete 3 x 3 e o jogo eletrônico Fifa 2019. O espaço funcionou nos dias do evento sempre das 9h às 17h, aberto para crianças, jovens e adultos. Segundo Rafael Macedo Lopes de Oliveira, um dos coordenadores da Caravana dos Jogos Universitários Brasileiros, a arena recebia uma média de 120 pessoas por hora e estava aberta sem nenhum custo para a população.

Ele explica que Itabuna foi a terceira cidade a receber a mobilização do JUB’s, que deve visitar 11 municípios baianos e atendeu mais de seis mil pessoas, das quais mais de duas mil na arena instalada na praça de Camacã e mais de quatro mil em nove escolas da rede estadual de ensino. As duas primeiras cidades visitadas foram Juazeiro e Senhor do Bomfim. 

Uma das atrações da arena foi a presença do atleta do Novo Basquete do Brasil, o paulista Edu Marinho, que ministrou oficinas e fez uma apresentação, juntamente com o grupo técnico dos JUB’s, a nova modalidade que faz parte dos Jogos, o basquete 3x3.

 

Objetivo

Com o objetivo de demonstrar que educação e esporte andam lado a lado, a equipe de mobilização dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) percorrerá até  21 de setembro, 11 cidades das regiões norte, centro norte, sul e a capital baiana, contemplando as cidades de Juazeiro, Senhor do Bonfim, Itabuna, Ilhéus e Salvador.

A ação, que prevê ambientações com arenas em praças e escolas públicas, atendendo ao todo 100 mil alunos, com o apoio do Governo do Estado, por meio da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, a Secretaria de Educação e tem organização da Federação Universitária da Bahia (Fube). Em Itabuna a Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania também participou da parceria para a realização da mobilização para os JUB’s, que voltam a acontecer na Bahia em outubro, após um intervalo de 51 anos.

 

 

Equipe de Itacaré é mais uma vez campeã do Brasileiro de Canoagem em Brasília

Domingos Matos, 02/09/2019 | 14:31

A equipe da Associação de Canoagem de Itacaré (ACI) mostrou mais uma vez o favoritismo e o alto nível técnico, conquistando o título de campeão do Brasileiro Interclubes de Canoagem Velocidade e Paracanoagem, competição encerrada na tarde de domingo (01), em Brasília, e que reuniu os maiores nomes da modalidade no Brasil. O evento contou com a participação de mais de 460 atletas, representando 40 associações e clubes do país que disputaram 300 provas nas categorias Infantil, Menor, Cadete, Junior, Sênior, Master, além da Paracanoagem.

E a Associação de Canoagem de Itacaré foi campeã por equipe mais uma vez, somando 775 pontos. Na segunda colocação ficou a Associação de Canoagem de Ubaitaba, com 705 pontos e o terceiro lugar ficou com a CRC de Cascavel, no Paraná. Itacaré participou da competição com uma delegação de 36 atletas. A delegação de Itacaré seguiu na segunda-feira para Brasília. Um grupo viajou de Van, cedida pela Prefeitura de Itacaré, junto com as embarcações. Já o segundo grupo embarcou à noite em um ônibus. Na bagagem a esperança de muitas medalhas e vontade de trazer mais um título de clubes para o município. E o resultado foi a conquista de campeão da competição por cinco vezes consecutivas.

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, parabenizou a equipe pelo alto nível técnico e pelo compromisso de treinar bastante para representar a cidade. De acordo com o prefeito, é através desses projetos, dessas ações e iniciativas que vem sendo formados verdadeiros campeões, na vida e no esporte. “E esses atletas são motivo de orgulho para toda a cidade e exemplo para novos talentos”, complementou. Também destacou o trabalho que em sendo feito pela Associação de Canoagem de Itacaré, incentivando os atletas e revelando cada vez mis novos talentos.

O Campeonato Brasileiro Interclubes de Canoagem Velocidade e Paracanoagem reuniu ainda grandes nomes do esporte a novel internacional, a exemplo de Isaquias Queiroz que acabou de conquistar medalha inédita de ouro no C1 1000m no Mundial na Hungria, e Erlon Souza bronze pelo C2 1000m. Na Paracanoagem participaram os medalhistas mundiais Luis Carlos Cardoso e Caio Ribeiro.

 

FICC apoia equipe itabunense de box na disputa do campeonato baiano

Domingos Matos, 31/08/2019 | 08:07
Editado em 31/08/2019 | 09:16

A equipe itabunense de box participa neste fim de semana, em Salvador, da disputa de uma etapa do Campeonato Baiano, com apoio da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), que contribuiu com a cessão das passagens da delegação chefiada pelo técnico Gilmar Mendes Sabino. A delegação é integrada pelos atletas Samuel Rosa, Juan Miguel e Jonatas Passos.

Gilmar Mendes Sabino é instrutor da Federação Baiana de Box e educador social. Há dez anos, ele desenvolve o Projeto Lutando pela Paz, na Igreja de Nossa Senhora Aparecida, no bairro Pedro Jerônimo, por onde passaram centenas de jovens. Hoje, ele trabalha com 70 alunos inscritos, que para participar do projeto de box têm de apresentar um bom desempenho escolar.

“É um projeto que atende jovens carentes e tem revelado atletas com grande potencial técnico e que já se destacam no box regional e do estado”, ressalta. Ele cita como exemplo, Samuel Rosa, de apenas 13 anos, 52 quilos e que foi campeão baiano infantil.

Outra revelação é Jonatas Passos, considerado o melhor atleta da região, um lutador médio ligeiro, de 20 anos, que deu os primeiros passos do box no projeto, somando 15 lutas, com 12 vitórias, seis delas por nocaute e três derrotas por pontos. Hoje, ele detém o título de campeão intermunicipal da categoria e entra firme na disputa do título estadual.

A delegação itabunense é integrada ainda pelo lutador meio pesado Juan Miguel, 18 anos, que é vice-campeão na sua categoria e também com amplo potencial.

 

Atletas de Itacaré participam do Brasileiro de Canoagem Velocidade em Brasília

Domingos Matos, 28/08/2019 | 13:31

Uma delegação com 37 atletas de canoagem de Itacaré já está em Brasília onde estará representando o município no Campeonato Brasileiro Interclubes de Canoagem Velocidade e Paracanoagem, que acontecerá de quinta-feira (29), até o domingo, dia 1º,  reunindo os maiores nomes da modalidade no Brasil. O evento conta com a participação de 464 atletas, representantes 40 associações e clubes do país que vão disputar 300 provas nas categorias Infantil, Menor, Cadete, Junior, Sênior, Master, além da Paracanoagem.                                            

A delegação de Itacaré seguiu na segunda-feira para Brasília. Um grupo viajou de Van, cedida pela Prefeitura de Itacaré, junto com as embarcações. Já o segundo grupo embarcou à noite em um ônibus. Na bagagem a esperança de muitas medalhas e vontade de trazer mais um título de clubes para o município. Quatro vezes campeã por equipe, Itacaré é apontada como uma referência da canoagem no Brasil.  O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, parabenizou a equipe pelo alto nível técnico e pelo compromisso de treinar bastante para representar a cidade. Também destacou o trabalho que em sendo feito pela Associação de Canoagem de Itacaré, incentivando os atletas e revelando cada vez mis novos talentos.

Os principais canoístas do Brasil estarão lado a lado de muitas crianças e jovens iniciantes no esporte no Campeonato Brasileiro Interclubes de Canoagem Velocidade e Paracanoagem. Um deles é Isaquias Queiroz q,ue acabou de conquistar medalha inédita de ouro no C1 1000m no Mundial na Hungria. Ele chega a Brasília com o sentimento de dever cumprido. A participação foi histórica, onde conseguiu a medalha de ouro no C1 1000m e também um bronze ao lado e Erlon Souza pelo C2 1000m, agora a preparação da dupla estará focada nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 e evento em Brasília.

Erlon Souza que foi bronze ao lado de Isaquias no C2 1000m, também vai estar presente. O atleta que presenta o CRF Clube Regatas do Flamengo irá competir em seis provas sendo: C1 200m, 500m e 1000m e o C2 200m, 500m e 1000m ao lado de Jacky Jamael Godmannn. Na Paracanoagem os medalhistas mundiais Luis Carlos Cardoso e Caio Ribeiro também já chegaram ao Brasil e competirão em Brasília.

Fora do pódio no Pan, judoca Hakson Andrade lamenta falta de apoio

Domingos Matos, 20/08/2019 | 09:01

A delegação brasileira nos Jogos Pan-Americanos teve mais uma baixa. Nas redes sociais, o judoca representante de Ilhéus fez um desabafo. “É com grande tristeza que informo a todos, que este ano, infelizmente não poderei defender o título de Campeão Pan e Sul Americano”. A falta de apoio tirou-lhe a oportunidade de uma participação no evento que aconteceu no último final de semana, em Santiago, no Chile.

A medalha não veio, e Hakson Andrade, de 32 anos, segue na esperança de participar de um Mundial, previsto para acontecer entre os dias 11 e 14 de outubro, em Marrocos - África. “Por não ter conseguido verba suficiente para custear minhas despesas, mesmo sendo líder do ranking Nacional e Estadual, trazendo vários títulos para o estado da Bahia, ainda assim, contínuo encontrando dificuldade de patrocínio”, lamentou.

O judoca começou bem. Obteve resultados surpreendentes. Em julho último, por exemplo, conquistou mais um título. Dessa vez, pela 5ª etapa do Circuito Baiano de Judô, em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador. No mesmo mês, adicionou à sua coleção uma medalha de bronze, pelo Campeonato Brasileiro de Judô Veteranos, na cidade de Natal - Rio Grande do Norte. Para este evento, Hakson teve o apoio da Prefeitura de Ilhéus.

“Estou um tanto triste, mas Deus sabe de todas as coisas, e não desistirei de lutar. Conto com a ajuda de todos para representar minha cidade, meu estado e meu País”, declarou o judoca. Quem desejar ajuda-lo pode entrar em contrato pelos telefones: 73 98814-9980 ou 99932-2221 Banco do Brasil – Agência 0019-1 Conta corrente 67515-6. Siga o judoca pelo Instagram: @Haksonjudo.

 

Governador recebe baianos medalhistas do Pan 2019

Domingos Matos, 15/08/2019 | 12:34

O governador Rui Costa recebeu, no início da tarde de ontem (14), a ciclista Paola Reis e o velejador Rafael Martins, atletas baianos apoiados pelo Governo do Estado que conquistaram medalhas nos Jogos Pan-Americanos Lima 2019. O encontro aconteceu durante o Papo Correria, programa transmitido ao vivo pelas redes sociais do governador.  

Os medalhistas são apoiados pelo FazAtleta - de incentivo fiscal - e Bolsa Esporte - de apoio direto à prática esportiva -, programas executados pela Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), órgão vinculado à Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte do Estado (Setre). “No Peru, a Bahia foi destaque no Pan, com a conquista de dez medalhas em diferentes modalidades, inclusive boxe e canoagem. Além do apoio ofertado pelos programas do governo estadual, vamos intensificar a busca por parcerias com a iniciativa privada, afinal, precisamos ampliar o apoio aos atletas que representam tão bem o nosso estado”, assegurou Rui. 

Juntamente com o titular da Setre, Davidson Magalhães, o diretor-geral da Sudesb, Vicente Neto, acompanhou os jovens durante o encontro com o governador. “Além do FazAtleta e do Bolsa Esporte, o governo possui uma série de programas que formam uma política estadual ativa de esporte e lazer. São ações que geram resultados e incluem socialmente”, destacou Vicente.

 

Medalhistas

A medalha de prata nos jogos, na modalidade Bicicross (BMX), foi um presente antecipado de aniversário para a baiana Paola Reis. A atleta, que completa 20 anos nesta quinta-feira (14), fez sua primeira participação em um Pan-Americano, sendo acompanhada de perto pelo treinador, o ex-atleta da categoria Leonardo Gonçalves. “Por ser baiana e nordestina, conquistar essa medalha é uma grande honra, inclusive pelo fato de o BMX não ter tanta visibilidade no Brasil. Desde os 11 anos, quando eu comecei a andar de bike, eu conto com apoio do Governo do Estado, e isso teve peso na minha carreira”, revelou. 

Junto com a esposa Juliana Duque, o velejador Rafael Martins garantiu a medalha de bronze na categoria Vela Snipe, nos Jogos de Lima. “É importante agradecer o apoio do governo baiano, através do Bolsa Esporte, que ajuda muito a gente nos campeonatos e na nossa trajetória como um todo. A participação no Pan era nosso primeiro grande objetivo e nós saímos de Lima com a medalha de bronze. Agora, iremos iniciar o treinamento em outra categoria na vela, pois a Snipe não é olímpica, para podermos lutar por uma participação nos próximos Jogos Olímpicos”, adiantou.  

Além de Rafael, Juliana e Paola, outros atletas baianos abocanharam medalhas na competição, que terminou no último domingo (11), na capital peruana. 

 

Confira a lista completa de medalhistas do estado:

Ana Marcela (Maratonas aquáticas) - Ouro

Isaquias Queiroz - Ouro (Canoagem)

Beatriz Ferreira - Ouro (Boxe)

Breno Correia - Prata (Natação)

Paola Reis - Prata (BMX)

Herbert Carvalho - Prata (Boxe)

Keno Marley - Prata (Boxe)

Rafael Martins e Juliana Duque - Bronze (Vela Snipe)

 

Ilhéus retorna ao circuito do Triathlon e recebe prova em outubro

Domingos Matos, 14/08/2019 | 13:27

No próximo dia 06 de outubro, a cidade de Ilhéus, no sul do estado, voltará a ser palco para o trithlon baiano. O município receberá uma das etapas da disputa do Triathlon Sprint; e do Aquathlon Sprint, que valerão como a III Etapa do Campeonato Baiano das modalidades, com pontos para o ranking. Duas provas importantes para quem está em busca de pontos para tentar se consagrar o campeão do ranking 2019, uma vez que faltará apenas mais uma etapa de cada modalidade. 

Vale destacar que Ilhéus além de já ter sediado etapas de campeonatos mundiais de triathlon no passado, foi a primeira sede da Febatri (Federação Baiana de Trathlon) e da Confederação Brasileira de Triathlon (Cbtri), e a cidade natal do fundador e presidente da Confederação Sulamericana, e do vice-presidente da Internacional Trithlon Union (ITU). “Retomar com as provas em Ilhéus é ao mesmo tempo reviver essa magnífica história do Triathlon baiano e brasileiro, pois foi lá, que tudo começou”, disse Cleber Castro, Presidente da Febatri. As inscrições para a prova já estão abertas no site da federação www.febatri.com.br.

 

Projeto Educar para não afogar promove Campeonato de Salvamento Aquático em Ilhéus

Domingos Matos, 13/08/2019 | 08:05

Inscrições abertas e gratuitas para a segunda edição do Campeonato de Salvamento Aquático, que acontecerá nos dias 19 e 20 de setembro em Ilhéus. A informação foi dada pela organização da iniciativa. No dia 19 (quinta-feira), às 17h, apresentação do Simpósio na Câmara Municipal, no centro. No dia 20 (sexta-feira), às 7h da manhã, início das provas de praia, na Cabana Palmito – Praia do Sul, com concentração e credenciamento das equipes.

De acordo com o coordenador do evento, Domingos Madureira, esta edição contará com equipes formadas por cinco componentes cada uma. No entanto, Madureira salienta que as inscrições vão até o dia 20 de agosto (quinta-feira). “Será um grande momento para mostrar agilidade e eficiência no resgate de banhistas. As atividades estão voltadas para o condicionamento físico, técnicas de regaste e rapidez no socorro às vítimas de afogamento”.

Simpósio – A atividade abordará de forma ampla e didática toda a cadeia do salvamento aquático. “Hoje, o município de Ilhéus se destaca no resgate de grandes eventos esportivos. Vamos realizar um grande campeonato com muitas participações e atrações. Não tenho dúvida que este será mais um grande momento na vida destes profissionais, quando o bem maior é a vida. Prevenir é salvar”, conclui.

Competição – Entre os destaques da competição, a modalidade Aquathlon, com 400 metros de natação e 500 metros de corrida. Além disso, resgate com flutuante e nadadeira, resgate com pranchão, corrida a nadadeira e surf. Dados da Sobrasa indicam que o afogamento é a segunda causa de morte entre crianças de 1 a 9 anos – atrás somente de acidentes de trânsito. O número redobra a pressão por regras mais rígidas sobre segurança nesses espaços.

O encontro deve abordar ainda sobre Resgate Aquático, Salvamento Aquático Desportivo, Semana Latina Americana e Educar para não afogar (Sobrasa); Jiu Jitsu Aquático (Salvamar); Salvamento em Altura (BC); Surf Lifesaving Club; Regulamento Municipal (Sinsepi); Atendimento ao Afogado (AL Master); A importância do SAMU192 (Ovace), além das atrações Grupo de Capoeira, Fabinho – o cowboy apaixonado e mais o funk de Deivid Pato (Pago Funk). 

O evento conta com o apoio da Prefeitura de Ilhéus, Pernalonga artigos para surf, Ondas Surf Store, Corta Capim, empresa de artigos para Capoeira e Sindicato dos Servidores e Funcionários Públicos de Ilhéus (Sinsepi).

 

Aurelino Leal vive expectativa para reestreia após 17 anos

Domingos Matos, 10/08/2019 | 13:06
Editado em 10/08/2019 | 15:09

Neste domingo (11), algumas seleções farão suas reestreias na maior competição de futebol amador do país. Uma delas é a de Aurelino Leal. A cidade está de volta ao campeonato após 17 anos. De acordo com a Liga Aurelinense de Futebol, o otimismo no município é grande.

Para corresponder às expectativas dos torcedores, a Liga montou um elenco com base jovem para a disputa. Porém, o grupo também é composto por atletas experientes no Intermunicipal e consagrados em campeonatos municipais de outras cidades.

A estreia de Aurelino Leal será contra a Seleção de Uruçuca, às 15h de domingo, no Estádio Raimundo Marques Santos Filho (Arinha), em Aurelino Leal. 

TVE exibe Belmonte e São José da Vitória no Intermunicipal

Domingos Matos, 09/08/2019 | 14:26

Neste domingo (11), às 15h, a TVE transmite ao vivo o jogo entre Belmonte e São José da Vitória pelo Campeonato Intermunicipal. É possível acompanhar ao vivo na Internet no Facebook, Twitter, YouTube e site www.tve.ba.gov.br/tveonline

Este ano, a competição contou com um aumento no número de times participantes em relação ao ano passado. São 67 seleções em busca do título.

Até dezembro, a TVE transmite um jogo por rodada, definido através de sorteio ao vivo no programa Cartão Verde.

No dia 30 de julho, a emissora anunciou a transmissão da partida entre Quijingue e Canudos porém, um novo sorteio foi realizado após a Federação Bahiana de Futebol indicar que não havia condições de transmissão no estádio do município. Este é o primeiro ano que a seleção Quijinguense disputa o campeonato.

Na internet, os torcedores poderão interagir por meio das redes sociais, utilizando a hashtag #IntermunicipalNaTVE ou enviar suas fotos e vídeos acompanhando os jogos para o número de Whatsapp (071) 9 9626 0307. Os vídeos serão exibidos ao longo da programação.

FICC participa de capacitação para Gestores de Esportes e Lazer

Domingos Matos, 08/08/2019 | 14:38

O presidente da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (Ficc), Daniel Leão, elogiou a Secretaria de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), pela realização do curso de capacitação de Gestores Públicos Municipais de Esporte e Lazer, que aconteceu no início desta semana, no centro de convenções do Tarik Plaza Hotel, em Itabuna. O curso foi direcionado aos gestores dos municípios do Território de Identidade do Litoral Sul e foi representada por diretores e técnicos que atuam na produção de eventos esportivos, bem como na gestão dos recursos, cuidando de projetos e licitações.

Para Daniel Leão o curso facilita o trabalho da equipe da Ficc, além de uma aproximação com a Setre, que investe em projetos e parcerias em Itabuna, como a recuperação da Vila Olímpica, que foi visitada pelo governador Rui Costa, em companhia do secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Davidson Magalhães, em recente visita a Itabuna. A Setre também estuda investimentos na melhoria do Estádio Luiz Viana Filho e uma parceria para a realização do Campeonato Interbairros, com 51 equipes inscritas e a participação de 1,3 mil atletas.

 

Curso

O curso foi aberto com uma palestra motivacional da nadadora Verônica de Almeida, atleta paralímpica de natação, graduada em Educação Física e Mestre em Fisiologia, portadora de colagenose, também conhecida como doença do colágeno, que caracteriza-se por um grupo de doenças autoimunes e inflamatórias que prejudicam o tecido conjuntivo do corpo. Durante a palestra Verônica ressaltou que “a vida é feita por pequenos desafios, mas que com fé e persistência conseguiu superar todos os obstáculos”.

Os debates técnicos foram iniciados pelo coordenador executivo de Esportes do Estado, Gustavo Miranda, que destacou a importância do curso como uma oportunidade de debate e de troca de experiências. Ele também falou da necessidade de integração das políticas de governo no esporte, saúde e em ações voltadas para a melhoria da qualidade de vida da população.

Miranda destacou ainda a necessidade do planejamento e da implementação do censo esportivo, visando a elaboração de ações e realização de eventos na área de esporte e lazer. Ele salientou ainda para a legislação de incentivo ao esporte e a necessidade de implantação de um sistema de apoio ao esporte através da criação dos conselhos e dos fundos municipais esportivos e lazer.

O ciclo de palestras e debates incluiu ainda uma apresentação sobre o Programa Fazatleta, com Rodrigo Farias, secretário executivo do programa, enquanto Priscila Cruz, assessora técnica do coordenação executiva de esporte, enfocou as ações do Programa Bolsa Esporte.  Já o diretor de Fomento da Sudesb, Wilton Neves Brandão, discutiu sobre a implementação de políticas públicas pelos gestores municipais e a interiorização das ações da Setre, que atende a 471 municípios.

No período da tarde, a doutoranda em sociologia, Inaiá Costa Simões apresentou um movimentado painel sobre elaboração de projetos esportivos, estratégias para captação de recursos e noções de licitação pública. Já o doutor em Educação Física e professor da UFBA, Romilson Augusto dos Santos, abordou a formação dos conselhos e dos fundos municipais de esporte e lazer, além da legislação do marco regulatório das organizações da sociedade civil.

 

 

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.