Tag: cobranca

Jovens de Itabuna apresentam demandas e cobranças na Câmara

Domingos Matos, 12/04/2019 | 15:45

Efetivação do Conselho Municipal da Juventude e criação de fundo para financiamento de projetos, de um lado; sucateamento do Sítio do Menor (pelo Município)  e, conclusão do Complexo Integrado de Educação, CIE, (pelo Estado), de outro. Foram demandas e cobranças na audiência pública de quinta-feira (11), proposta por Enderson Guinho (PDT) pelo Dia do Jovem na Câmara Municipal.

Sobre as obras inacabadas do CIE – crítica feita pelo Movimento Acadêmico Grapiúna (MAG) – o líder do Governo da Bahia na Assembleia Legislativa, Rosemberg Pinto (PT), reconheceu a falha do Estado. Reforçando a necessidade da ação, o deputado pontuou que “a cultura e a educação são espaços de construção de políticas públicas para a juventude.”

Pelo município, Diêgo Raniery, que coordena a Divisão da Juventude, informou que 20 mil jovens (15 a 29 anos) estão no Cadastro Único, por conta da situação de vulnerabilidade social e financeira. Em Itabuna, a Divisão é vinculada à Secretaria de Assistência Social. O coordenador destacou ainda os cursos profissionalizantes e de empreendedorismo promovidos pela pasta.

Guinho defendeu a atração de recursos e projetos nas esferas municipal, estadual e federal. O vereador itabunense convidou parlamentares de vários partidos para o evento em Itabuna. O deputado federal Alex Santana (PDT/BA) justificou a ausência por questões de agenda. “Mas acima de tudo precisamos promover políticas públicas ouvindo os jovens”, ressaltou Guinho.

A audiência pública faz parte das comemorações pelo Dia do Jovem (13 de abril) no Legislativo itabunense. Hoje, 12, em sessão especial, 38 jovens de Itabuna serão congratulados com moções. As homenagens levam em conta a contribuição desses jovens no desenvolvimento municipal. A cerimônia para entrega das moções será no Plenário Raymundo Lima, às 19h.

Taxistas denunciam cobrança de taxa de funcionamento

Domingos Matos, 19/04/2016 | 16:17
Editado em 19/04/2016 | 16:57

"Nunca um prefeito perseguiu tanto os taxistas como esse atual". Quem diz isso é um taxista que denuncia a cobrança de uma taxa de funcionamento, uma espécie de "portas abertas", semelhante ao que se cobra de casas comerciais na cidade.

"Temos que pagar uma taxa de mais de R$ 80,00 para rodar na cidade. Parece que somos um bar", diz um profissional, que pede para não ser identificado, mas permite que se divulgue a praça de trabalho, em frente ao edfício Módulo Center.

A prefeitura impôs essa cobrança às vésperas de convocar a vistoria anual. "Ou seja, quem não pagar mais essa taxa, não poderá rodar em Itabuna", observa o motorista.

Em sua indignação, sobra até para o sindicato que representa a categoria. "Não ouvi uma reclamação do sindicato. Só ouço falar que o presidente, Eduardo Cardoso, não sai da prefeitura. Poderia estar nos defendendo, mas não sabemos o que ele tanto faz lá".

A vistoria dos táxis esse ano ocorrerá no período de 25 a 29 de abril, das 8 às 14 horas, no pátio da Settran, na Rua Jorge Amado, no bairro Lomanto.

Mais informações AQUI

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.