Tag: comerciarios

Para lojistas, intransigência dos comerciários emperra acordo coletivo

Domingos Matos, 15/12/2011 | 08:06
Editado em 15/12/2011 | 09:12

As negociações entre o Sindicato do Comércio Varejista de Ilhéus e o Sindicato dos Comerciários não acabaram apesar de já terem sido realizadas quatro reuniões para deliberar sobre as reivindicações apresentadas. O presidente do sindicato patronal, Antonio Costa, disse que as negociações se arrastam por conta da intransigência dos representantes do sindicato dos trabalhadores que pretendem, além dos pontos já acordados em convenções anteriores, novas exigências como a licença paternidade por 30 dias, a extinção do banco de horas, entre outros.

Antonio Costa contou que “os representantes do Sindicato dos Comerciários estão dificultando as negociações e isso representa uma ameaça para o comércio de Ilhéus. Eles anunciam a possibilidade de greve com piquetes. Essas dificuldades só prejudicam aos comerciários e ao comércio da cidade como um todo, já que em Itabuna, o shopping fica aberto diariamente até a meia-noite”.

O lojista Antonio Costa afirmou que os comerciários querem impedir que o comércio do centro da cidade esteja aberto até as 22 horas, como tradicionalmente ocorre. Querem que as lojas fiquem abertas só até as 21 horas. Ocorre que nesta época do ano as famílias se reúnem para fazer compras sempre à noite porque é agradável e durante o dia, a maioria, está envolvida em seus afazeres profissionais.

Ele explicou que as reuniões para deliberar sobre o acordo coletivo começaram no dia 17 de novembro. Foram realizadas novas discussões nos dias 22 de novembro 1 e 2 de dezembro. “Evoluiu muito pouco”, apontando alguns dos pontos já negociados como a estabilidade de 60 dias para a gestante e a licença de 45 dias para a mulher grávida que venha a sofrer aborto natural.

Antonio Costa ressaltou ainda que a pauta é extensa e muito pontos já foram conquistados pelos comerciários de Ilhéus em acordos anteriores, mas essa pauta de reivindicações é enviada pela Força Sindical na Bahia não é elaborada pelos comerciários locais. O presidente do sindicato patronal espera poder assinar o acordo com o sindicato dos trabalhadores em tempo de evitar uma paralisação anunciada e que resultaria na fuga de clientes para o comércio de Itabuna, prejuízos incalculáveis para os lojistas e muitas demissões e até fechamento de lojas.

Com a palavra, os comerciários ilheenses.

Acordo com construtora facilita compra de imóveis aos comerciários de Itabuna

Domingos Matos, 21/10/2010 | 23:51
Editado em 22/10/2010 | 20:55

jairoAtravés de uma parceria entre a Prefeitura de Itabuna, Caixa Econômica Federal, FM Construtora e Sindicato dos Comerciários de Itabuna, os trabalhadores do comércio de terão facilitado o acesso para a aquisição de apartamentos do Residencial Parque das Flores.

O acordo garante à categoria a inclusão ao programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal, que possibilita o financiamento do imóvel pela Caixa, com prazo de pagamento em até 300 meses e um desconto que pode chegar a 17 mil reais no valor total.

O gerente de vendas da FM Construtora, Paulo Dórea, explica que os comerciários com renda familiar média de mais de três salários mínimos e que não tenham restrição ao crédito estão aptos para fazer o cadastro e obter o financiamento. Os apartamentos terão prestações com valor médio de 290 reais.

De acordo com o presidente do sindicato, Jairo Araujo, “a vantagem é que, através dessa parceria, o condomínio está sendo construído prioritariamente para os comerciários, que com isso poderão adquirir imóveis com excelentes condições de pagamento, graças à política de incentivo habitacional do presidente Lula”.

O sindicato está fazendo uma campanha junto à categoria, para esclarecer dúvidas e fornecer detalhes sobre o financiamento da Caixa Econômica Federal. “Trata-se de uma excelente oportunidade para quem deseja ter o próprio apartamento”, destaca Jairo Araújo.

O comércio de Itabuna emprega cerca de oito mil pessoas e é o setor que mais absorve mão de obra no município. “O sindicato tem atuado não apenas no sentido da valorização profissional e da luta por melhores salários, mas também para que os trabalhadores tenham qualidade de vida”, diz o presidente.

Comerciários com as 'barbas de molho'

Domingos Matos, 24/05/2010 | 11:50
Editado em 30/03/2010 | 19:16
"Essas fusões sempre representam bons lucros para as empresas e muitos prejuízos para os trabalhadores, faz parte da essência capitalista", apontou. Leia o texto completo na seção Você no Trombone.

Se quiser, mande também seu texto, sua denúncia, sua notícia. Para enviar algum material, clique na marca Você no Trombone. Para ler o que foi publicado, é só acionar o botão, no alto da página, à esquerda. Fique à vontade. O espaço é seu, leitor.

'Minha Casa, Minha Vida' para imprensa e comerciários

Domingos Matos, 24/05/2010 | 11:50
Editado em 01/05/2010 | 20:56
A apresentação do projeto de um conjunto habitacional destinado a comerciários e profissionais da imprensa ocorreu nesta quinta-feira (29), na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). Os condomínios visam atender a segmentos específicos, com um projeto de qualidade a preços atraentes.

Durante o lançamento, o secretário municipal de Indústria, Comércio e Turismo, Carlos Leahy, ressaltou o impacto do projeto para a economia local. "A construção de mais dois condomínios em Itabuna movimenta diversos segmentos comerciais, trazendo lucros para empresariado e beneficiando a população com mais acesso à moradia", destacou Leahy.

Serão disponibilizados dois condomínios, sendo o primeiro localizado no bairro São Roque, com 384 unidades, e o outro situado na Avenida Roberto Santos (próximo ao Góes Calmon) ,com cerca de 184 unidades. Os dois conjuntos habitacionais terão área de recreação com piscina e quiosque para os moradores, conforme declarou o diretor da FM Construtora Ltda, Fernando Melo.

Acompanharam a apresentação do projeto, representantes da Caixa Econômica Federal, do Sindicato dos Comerciários de Itabuna, do Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista do município de Itabuna (Sindicom), do Sindicato dos Jornalistas, do Sindicato dos Trabalhadores de Rádio, TV e Publicidade e também o vereador Wencesleu Júnior (PCdoB).


Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.