CMVI

Tag: danca

Alunas do Projeto Sociocultural Arte-Dança são contempladas com bolsas no Festival

Domingos Matos, 09/07/2019 | 18:31
Editado em 09/07/2019 | 17:39

As alunas do Projeto Sociocultural Arte-Dança foram contempladas no sorteio de 20 bolsas para os cursos de dança do 2º Festival Dança Sul Bahia 2019. O Festival vai acontecer nos dias 27 e 28 (sábado e domingo) de julho, no Terceira Via Hall, em Itabuna.

De acordo com a professora e bailarina Soanne Mary “o objetivo é incentivar e estimular o desenvolvimento técnico e artístico de bailarinos, divulgar e incentivar a dança, valorizar e incentivar o intercâmbio entre grupos e/ou bailarinos na região sul da Bahia.”

Na ocasião 12 alunas do Projeto Sociocultural Arte-Dança também vão participar da seletiva da Escola Teatro Bolshoi prevista para acontecer durante o evento. O Festival é composto de competição coreográfica, feira de produtos de dança e cursos de várias modalidades com profissionais renomados no cenário da dança no Brasil e no mundo.

Entre os profissionais estão: Gilmar Sampaio (Ballet Clássico intermediário integrante do Balé Teatro Castro Alves), Pedro Pires Graduado em Dança Clássica pela Escola do Teatro Bolshoi no Brasil), Thiago Ramos Coreógrafo formado pela Ebateca, especializado em jazz e Teatro musical, Amarildo Cassiano (Dança Contemporânea – Santa Catarina), Erik Guilerme Gutierrez Diretor bailarino, ator, professor e coreógrafo São Paulo, Márcia Jaqueline Primeira bailarina do Theatro Municipal do Rio de Janeiro e Thiago Montalti Atualmente coreógrafo dos Cantores Kevinho e Maiara & Maraisa.

Foram sorteadas as alunas, para o curso de Ballet Clássico Infantil: Kevelin Driciane Lima, Júlia Santos Cabral, Kettley Gabrielle Leôncio, Kaillane Dias Bispo e Sâmara Santana dos Santos. Para o curso de Ballet Intermediário: Jayane Nunes, Thalita Mendonça Souza, Ana Luíza Silva Silmões, Dayane Pedroso Santos e Mylenna Lima Santos: Para o curso de Sapateado: Amanda Santos de Jesus, Thailane Teixeira Carvalho, Amanda Silva dos Santos, Maria Emília Santos Galo e Maria Eduarda Santos Sá. Para o curso de Jazz: Aline Nascimento de Medeiros, Marina Maria Lima, Raphaelle Natháli Almeida, Camile Souza Rocha Silva e Thais Almeida de Menezes.

 

 

Participantes sugerem mudança de comportamento para a paz durante sessão especial na Câmara

Domingos Matos, 18/05/2019 | 08:06
Editado em 18/05/2019 | 08:03

“Armas e prisão não mudarão a sociedade. O que muda é o comportamento. Se a gente não alterar a cultura, vai continuar do mesmo jeito, com a violência crescendo.” A declaração é da professora de Direito Penal da Faculdade de Tecnologia e Ciências-FTC Itabuna, Lisdeili Nobre, feita durante Sessão Especial pela Cultura da Paz, na última quinta-feira (16). A Sessão foi proposta pelo vereador Beto Dourado

Lisdeili Nobre, delegada de polícia há quinze anos, enfatizou que a promoção da paz passa pela mudança de comportamento nas situações do cotidiano. Ela citou como exemplo evitar o desrespeito, xingamentos no trânsito e piadas agressivas. “Cultura é comportamento. É refletir nos outros o que a gente faz”, ressaltou.

Outros participantes, como o apresentador de TV, Tom Ribeiro, também endossaram o comprometimento individual pela paz. Representando a Igreja Católica, o vereador Enderson Guinho recordou a máxima do amor ao próximo. Para o pastor batista, Geraldo Meireles, a construção da paz requer o combate à injustiça social. O subtenente da Polícia Militar, Marcos Faustino, mostrou a luta para vencer a discriminação contra as pessoas com deficiência por meio da equoterapia.

Ao final da Sessão, os estudantes da FTC entregaram um manifesto ao Legislativo. No documento, eles propõem um Projeto de Lei no qual apontam ações institucionais para transformar Itabuna numa cidade da paz. “Cada pessoa pode promover a paz. Precisamos educar as pessoas para que elas não pratiquem a violência”, salientou o vereador Beto Dourado, ao encerrar o evento.

Câmara de Itabuna: Campanha publicitária propõe uma mudança do cidadão, diz Rui Carvalho, da RCM

Domingos Matos, 17/05/2019 | 13:05
Editado em 17/05/2019 | 13:40

Estimular uma mudança de postura do cidadão itabunense, fazendo com que ele, ao exercer a cidadania, participe ativamente dos eventos políticos da cidade. Este é um dos objetivos da campanha publicitária lançada na última segunda-feira (13) pela Câmara de Itabuna e que está sendo veiculada nos meios de Comunicação do município.

A campanha, segundo o presidente Ricardo Xavier, faz parte de um plano que busca ampliar os laços com a sociedade regional. “A partir desta campanha, além de preservar os veículos tradicionais, a Câmara passará a aproveitar ao máximo as potencialidades das Mídias Digitais. Teremos uma comunicação ágil, instantânea, interativa e atraente, produzindo conteúdos de boa qualidade, em tempo real”, garantiu.

As peças publicitárias, veiculadas em jornais, sites, blogs, emissoras de Rádio e banners, foram criadas pela RCM Propaganda, agência que atende a Câmara de Itabuna. “O objetivo é fazer com que a mudança de postura do itabunense aconteça. A intenção é aproximar os vereadores e a população, para que a comunidade participe mais das atividades legislativas”, disse o publicitário Rui Carvalho, responsável pela campanha.

“O cidadão é o principal componente de uma cidade. Para fazê-la crescer e transformá-la em um lugar melhor para as atuais e futuras gerações, é preciso fiscalizar o trabalho dos políticos que foram eleitos, cobrando e participando. É de extrema importância conscientizar e atualizar o cidadão com tudo o que está acontecendo no cenário político”, acrescentou Rui Carvalho.

O publicitário destacou, ainda, que “a pegada criativa da campanha afirma que na Câmara de Itabuna o cidadão tem voz e força, estimulando a sua participação nas Sessões, que é uma forma de mostrar a força da sua voz”. A equipe de criação é formada por Joice Silva como redatora; Rafael Del Rey, designer gráfico, e Rui Carvalho na direção geral e no atendimento (foto).

Profissional com mais de quarenta anos de atuação no mercado publicitário baiano, Rui Carvalho é também delegado regional do Sindicato das Agências de Propaganda do Estado da Bahia-Sinapro-Bahia. Com sede em Itabuna, RCM Propaganda e Promoções foi criada há trinta anos.
 

Legislativo aprova mudança do Regime Jurídico dos Servidores Municipais de Itabuna

Domingos Matos, 13/02/2019 | 13:41
Editado em 13/02/2019 | 13:50

A Câmara de Itabuna aprovou, por 15 votos a 6, o Projeto de Lei de nº 15/2018, que dispõe sobre a mudança do Regime Jurídico dos Servidores Públicos do Município de Itabuna, de Celetista para Estatutário. A votação do projeto, que é de autoria do Executivo Municipal, ocorreu durante sessão extraordinária na manhã desta quarta-feira (13), no plenário da Câmara.

Segundo o governo, o projeto em questão, que altera o Regime para Estatutário, assegura direitos e garante benefícios aos servidores municipais de Itabuna, atendendo, inclusive, a mais de 150 emendas propostas pelos sindicatos, contemplando uma série de medidas que darão segurança e estabilidade aos funcionários.

De acordo com o projeto, medidas que tratam da aposentadoria dos servidores, bem como vantagens pecuniárias, a exemplo de ajuda de custo, diárias, gratificações, adicionais e abono família, apresentam-se em acordo com as leis vigentes e com os direitos dos servidores. A implementação da Gratificação Natalina, nos moldes do 13º salário, também é outro destaque que atende uma preocupação do Prefeito Fernando Gomes com o funcionalismo municipal e comprovam que o Estatuto não gera prejuízo ao servidor.

"Indignação"

A aprovação do projeto causou indignação de professores e outros servidores municipais. Entidades representativas de classe alegam que o estatuto nunca foi discutido com as categorias e as mudanças propostas em seu texto trazem prejuízos aos servidores públicos. Segundo essas entidades, além da perda ao direito do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), os funcionários públicos municipais não terão mais acesso à Justiça do Trabalho para resolução dos seus processos.

Para a Presidente do Sindicato dos Professores (SIMPI), Maria do Carmo Oliveira, mais conhecida como Carminha, o dia foi de luto, mas também de muita luta. “Nos mobilizamos junto às outras entidades para impedir essa aprovação. Fizemos todas as convocações possíveis e pressionamos ao máximo os vereadores para que não aprovassem esta mudança. Os trabalhadores foram traídos pelos vereadores, com exceção daqueles que defenderam nossa causa”, afirmou a líder sindical.

Os seis vereadores que se opuseram à alteração do regime jurídico foram: Jairo Araújo (PC do B), Babá Cearense (PHS), Enderson Guinho (PDT), Júnior Brandão (PT), Charliane Sousa e Chicão (ambos do PTB). 

Pacientes do centro e da área rural de Itabuna estão sendo atendidos na UBS do antigo Sesp

mudança, endereço, marcação exames, Itabuna

Domingos Matos, 07/02/2019 | 14:05

A marcação de exames para média complexidade para pacientes cadastros no Sistema Único de Saúde (SUS) que residem no centro de Itabuna e na zona rural do município está sendo feita em novo endereço: na Unidade Básica de Saúde (UBS) José Maria Magalhães Neto, antigo SESP, na praça João Pessoa. O secretário de Saúde, Jozimar Salles informou que a mudança de local para o atendimento à média complexidade visa facilitar o acesso dos pacientes aos serviços qualificados,  bem como diminuir o fluxo na Central de Regulação.   

A diretora do Departamento da Atenção Básica, Dhayse Nascimento Gonçalves explicou que a média complexidade ambulatorial, incluem desde fisioterapia, exames laboratoriais e oftalmológicos, revisão, otorrino, consultas, raio x, ultrassons, eletro e eco cardiograma, até a confecção do cartão SUS.

Dhayse reforça que o atendimento de média complexidade na UBS José Maria de Magalhães Neto é só para os moradores do centro e dos distritos de Mutuns e Itamaracá. Os demais pacientes de outros bairros continuarão sendo atendidos nas  unidades de saúde onde estas famílias residem. Informa ainda, que a Central de Regulação manterá a oferta dos serviços de alta complexidade, a exemplo de ressonância magnética, tomografia computadoriza, densitometria óssea, dentre outras.

A diretora da Atenção Básica destacou que os serviços de média e de alta  complexidade são formados por uma série de ações que asseguram o atendimento na rede pública de saúde e atendem aos principais problemas e agravos de saúde da comunidade, com profissionais especializados, além do uso de recursos tecnológicos, para o apoio do diagnóstico e do tratamento.

“Já os procedimentos de alta complexidade envolvem alta tecnologia e alto custo, oferecidos pelo SUS, a partir do atendimento clinico nas unidades básicas de saúde e agendadas de acordo com a quantidade de cotas liberadas mensalmente, pelo Governo do Estado, através da Central de Regulação”, explicou a diretora. Dhayse lembra também que a Secretaria de Saúde implantou o projeto Fila Zero, uma iniciativa para reduzir e normalizar as filas de acesso a consultas na rede pública de saúde em Itabuna.

 

Sesttran faz mudanças no trânsito da Avenida Itajuípe

Domingos Matos, 17/01/2019 | 09:02

A Secretaria de Segurança Transporte e Trânsito  (Sesttran) finalizou o trabalho de instalação de uma nova sinalização vertical ao longo da Avenida Itajuípe, em Itabuna, com o objetivo de promover alterações no trânsito local. As intervenções visam atender a uma solicitação encaminhada à Sesttran, via abaixo assinado expedido por comerciantes instalados ao longo da Avenida Itajuípe, que solicitaram ao órgão o retorno do trânsito em mão dupla naquela via pública.

A Câmara dos Dirigentes Lojistas de Itabuna (CDL), também se manifestou favoravelmente ao pleito dos lojistas, que alegaram prejuízos financeiros em seus estabelecimentos comerciais, por conta de “queda nas vendas”, fato atribuído por eles à alteração promovida no trânsito em meados do ano passado (2018), na gestão do então Secretário Cláudio Dourado, quando a Avenida Itajuípe passou a ser mão única, permitindo apenas o tráfego de veículos com deslocamento em direção à Avenida Amélia Amado. Com a nova alteração do trânsito a via volta a ter mão dupla.

O titular da Sesttran, Gilberto Santana, ressalta que desta vez foi instalada sinalização local proibindo o estacionamento em um lado da via. A medida, segundo o Secretário, visa proporcionar maior fluidez ao trânsito, uma vez que a permissão de estacionamento nos dois lados da via, juntamente com a mão dupla no trânsito, ajuda a ocasionar congestionamentos constantes no local. Placas de regulamentação foram instaladas ao longo da via, mas as mesmas estão sendo retiradas por populares. Gilberto Santana destaca, “que de acordo ao Art. 163 do Código Penal Brasileiro: destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia, prevê pena de detenção de um a seis meses, ou multa”, finaliza. 

 

Nutricionista alerta que mudanças no estilo de vida podem afastar risco de diabetes

Domingos Matos, 26/10/2018 | 14:59

“Mudanças no estilo de vida são fundamentais e indispensável para prevenção e tratamento do diabetes mellitus tipo 2”. O alerta é da nutricionistas Dalila Lima, Membro da Sociedade Internacional Anthropometrist  e idealizadora do  projeto “ 300 minutos  para você- Siga seu estilo saudável”, além de coordenar o estande sobre orientação nutricional no Mutirão do Diabetes de Itabuna, que acontece no próximo dia 10 de novembro, no Hospital de Olhos Beira Rio e na Praça Rio Cachoeira.

De acordo com a nutricionista, “ao optar por uma alimentação saudável para o tratamento de uma doença, deve-se pensar que é uma medida para vida toda. Devem ser feitas opções alimentares saudáveis, com um consumo alimentar regular de legumes, verduras e frutas”. Essa prática garante uma baixa ingestão de gorduras saturadas e açúcar simples (sacarose) de maneira progressiva, que possa ser mantidas ao longo dos anos.

Dalila Lima destaca ainda que outra questão importante é entender o conceito de estilo de vida saudável, aliada a prática de exercício físicos regulares e individual para pessoas com diabetes de acordo com alguns fatores de idade, medicação/insulina um plano alimentar específico, mais adequado á realidade vivenciada. “Dessa forma existe uma grande probabilidade dessa alimentação ser mantida ao longo do tempo, considerando os ajustes periódicos necessário ao tratamento”, diz. 

O diabetes mellitus acontece devido a falta de insulina ou incapacidade da insulina exercer seus efeitos, causando um aumento no sangue. No diabetes tipo 1, o pâncreas produz pouca ou nenhuma insulina, fazendo com que anticorpos ataquem as células que produzem esse hormônio. No diabetes tipo 2, existe uma combinação de dois fatores a diminuição da secreção de insulina e um defeito na sua ação (as células são resistentes a esse hormônio), trata-se do diabetes mais comum. 

Emoção e criatividade marcam a primeira etapa do Festival de Dança Itacaré

Domingos Matos, 14/09/2018 | 18:25

Desde segunda-feira (10), públicos de todas as idades se emocionam com a grandeza artística do 7° Festival de Dança Itacaré, que se estende até domingo (16), no Centro Cultural Porto de Trás e outros espaços de Itacaré. A programação reúne expoentes de várias partes do Brasil, e firma o evento como um dos mais importantes no cenário da dança brasileira.

O Balé do Teatro Castro Alves foi um dos destaques da primeira etapa do festival, com o espetáculo “Tamanho Único”, no Teatro Municipal de Ilhéus e Itacaré, composto por oito montagens individuais focadas em narrativas humanas e culturais de múltipla expressão criativa. O solo “A Morte do Cisne”, apresentado pela bailarina cearense Wilemara Barros, da Cia Dita, enriqueceu a programação, com apresentações nas duas cidades.

Em Ilhéus, se destacou também o grupo local A-rrisca Cia da Dança, com o comovente espetáculo “Mariana, a História que se Perdeu”, dedicado às vítimas da tragédia que se abateu sobre a cidade mineira arrasada pelo rompimento de uma barragem, em 2015.

O Centro Cultural Porto de Trás concentra a programação principal do festival. Por lá, já passaram a CCP - Cia, de Salvador, com “Pura: Espetáculo em Três Atos”, o Balé do Teatro Castro Alves e a Cia Dita, que repetiram “Tamanho Único” e “A Morte do Cisne”, na quarta e quinta-feira (12 e 13). O espaço recebeu também o coreógrafo Djalma Moura, de São Paulo, com a brilhante criação “Depoimentos para fissurar a pele”, que relaciona os elementos da natureza à imagem dos orixás.

Programação

Na noite desta sexta-feira (14), brilham as montagens “Poracê”, da Cia. Dançurbana, de Campo Grande, e “Prelúdios para uma Dança Cabocla”, da Cia Balé Baião, de Itapipoca, às 19 e 20 horas.  No sábado (15), o palco será das apresentações “Eu Danço Sambarroxé”, com Joubert Arrais, de Juazeiro do Norte e “Isto não é um Espetáculo”, criação conjunta de Cláudia Müller e Clarissa Sacchelli, de São Paulo.

No último dia, domingo (16), o festival brinda Itacaré com os espetáculos “A Cadeirinha e Eu” (Cia Dita, Fortaleza) e “Canto Piu” (Giltanei Amorim, Salvador), às 19 e 20 horas.  E também com as instalações “Poesia que Dança” (de 12 a 16, das 18 às 21 horas) e “Transakrytica”, além do ensaio aberto “Eu Danço Sambarroxé”, que marca os 10 anos da montagem, com Joubert Arrais. Todos no Centro Cultural Porto de Trás.

Governo revoga decreto e comissão vai discutir mudanças na Ceplac

Domingos Matos, 08/04/2016 | 16:25

O governo recuou e aceitou revogar o decreto que rebaixava a ceplac a um departamento, vinculado à Secretaria de Mobilidade Social do Produtor Rural e Cooperativismo, órgão da nova estrutura do Ministério da Agricultura. Uma grande mobilizção de parlamentares e lideranças foi desencadeada assim que o decreto foi publicado, na sexta-feira (1º).

O governador Rui Costa e o ministro do Gabinete Pessoal da presidenta Dilma, Jaques Wagner, foram decisivos na mudança, uma vez que o rebaixamento prejudicava a Bahia, que detém a maior produção de cacau e onde se concentra mais da metade de todos os servidores do órgão.

De acordo com as informações obtidas pelo blog, até a próxima quarta-feira (12) um novo decreto será publicado no Diário Oficial da União dando as novas diretrizes.

A Ceplac tinha, até essa legislação ser publicada, status de Secretaria dentro do ministério. Sua criação se deu por meio de um decreto, porém, sua institucionalização foi obtida por meio de lei específica, o que já estaria suscitando questionamentos legais em relação ao ato da ministra Kátia Abreu.

Acesso à zona sul de Ilhéus sofrerá mudanças a partir das 17 deste sábado

Domingos Matos, 30/12/2011 | 19:59
Editado em 30/12/2011 | 20:01

Com o objetivo de evitar longos congestionamentos no acesso à zona sul, principalmente nesta época do ano, a Secretaria de Segurança, Transporte e Trânsito de Ilhéus decidiu interditar a passagem de veículos automotores à ponte Lomanto Júnior pela avenida Princesa Isabel e ladeira do Plano Inclinado, pelo alto da Conquista.

Segundo comunicado enviado à imprensa, com a modificação, a acesso à zona sul será feito somente pela praça Cairu, a partir das 17 horas deste sábado (31).

Ainda de acordo com a nota, fiscais e agentes de trânsito estarão no local para orientar quem vai seguir viagem para a zona sul da cidade ou utilizar a rodovia Ilhéus-Canavieiras.

O secretário Marcelo Barreto garante que tudo voltará ao normal a partir das 23 horas do mesmo dia.

Mudança de regras no Fies libera estudante de pagar taxa de matrícula

Domingos Matos, 23/12/2011 | 19:08
Editado em 23/12/2011 | 19:09

Estudantes que recorrem ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) estão dispensados a partir desta sexta-feira (23), de pagar a taxa de matrícula na faculdade.

Até então, os alunos tinham que primeiro bancar a matrícula na instituição de ensino, para depois se inscrever no programa e receber o ressarcimento dos valores pagos. À medida que altera as regras foi publicada hoje no Diário Oficial da União.

Com a mudança, o aluno pode se inscrever no SisFies antes de concluir o processo de matrícula.

As taxas serão custeadas pelo programa e os valores incluídos no financiamento.

De acordo com a portaria, as instituições de ensino ficam proibidas de cobrar a taxa ou mensalidade do estudante beneficiado pelo Fies.

Os valores só poderão ser cobrados se o contrato de financiamento não foi formalizado, com garantia de isenção de juros. (Com informações da Agência Brasil).

''Teatro, dança e ação'' no Municipal de Ilhéus

Domingos Matos, 07/12/2011 | 23:52
Editado em 08/12/2011 | 00:07

teatro e dança"Teatro, dança e ação" é o espetáculo que estará em cartaz neste final de semana (9) e sábado (10), às 19h30min e às 17h30min do domingo (11), no Teatro Municipal de Ilhéus. Com a direção da professora e bailarina Isabella Kruschewsky, o público irá assistir números de balé, jazz, sapateado, hip-hop e dança de salão.

O balé, com coreografias de Isabella Kruschewsky, ocupa todo o primeiro ato. No segundo, com tema "Personagens", apresenta números de jazz, com coreografias da professora e bailarina Luciana Kruschewsky,  seguido da dança de salão, com a coordenação da professora Bianca Lavigne, terminando com o hip-hop, sob a responsabilidade de Thales Ramon.

O Núcleo da Dança, situado na avenida Soares Lopes, em frente ao centro de convenções, é dirigido por Isabella Kruschewsky, onde os alunos aprendem a arte de dançar através de metodologia que forneça, paralelamente ao trabalho da técnica, o desenvolvimento de seu lado artístico.

Curso de balé clássico

O curso de balé clássico para crianças oferece preparação através de método especial para as iniciantes. As aulas são dadas para despertar o gosto pela dança. Nos níveis seguintes, as aulas se tornam cada vez mais exigentes, resultando no aprimoramento da técnica e da qualidade de dança.

Mudanças (incluindo reajuste) no Planserv: tire suas dúvidas

Domingos Matos, 20/08/2011 | 11:06
Editado em 20/08/2011 | 11:37

Do Portal do Servidor

O que vai mudar no Planserv

Projeto de lei encaminhado à Assembléia Legislativa traz mudanças na utilização e nas contribuições para o Planserv. De acordo com o governo, o objetivo é tornar mais racional a Assistência à Saúde dos Servidores Estaduais, garantindo a manutenção do equilíbrio financeiro e, conseqüentemente, o padrão de bom atendimento conquistado pelo plano nos últimos quatro anos. Confira as questões relacionadas abaixo e tire suas dúvidas sobre as mudanças propostas.

O valor da contribuição do servidor ao Planserv está sendo reajustado?

O que está sendo feito é a criação de novas faixas de contribuição dos servidores. Desde 2005, o desconto máximo para o Planserv está congelado em R$ 290,00 por mês e é aplicado a todos os titulares que já ganhavam naquela época R$ 3.250,00 ou mais. Neste quesito, como medida destinada a tornar mais equilibrada a participação dos servidores no custeio do plano, serão criadas novas faixas para aqueles que recebem remuneração mais elevada. A mudança define novos valores, com intervalos de R$ 9,10 entre as faixas, abrangendo remunerações superiores a R$ 10 mil. Para servidores enquadrados nesse novo teto, a contribuição passa a ser de R$ 360,10.


A utilização da assistência médica do Planserv será limitada?

Não haverá limitação no atendimento. A mudança proposta é a criação de um mecanismo de co-participação dos servidores públicos estaduais no Planserv, a partir de franquia estabelecida para o número de consultas ao ano, sem limitar a utilização do plano. A medida, que já é adotada em mais de 80% dos planos de saúde existentes no país, estabelece uma franquia de seis consultas por ano por pessoa, sem no entanto limitar a utilização do plano. A partir da sétima consulta, o titular pagará 20% do seu valor, o que hoje corresponde a R$ 6,00. Para exames e procedimentos haverá também um fator de co-participação – uma cobrança de 20% sobre exames e outros serviços de apoio diagnóstico, limitando esse valor a R$ 10,00 por procedimento e R$ 30,00 por pessoa por mês.

Tenho diabetes e hipertensão. Terei que pagar co-participação se ultrapassar o número de consultas previsto na franquia?

A co-participação não será aplicada em qualquer tratamento de doença crônica. Nesses casos, o beneficiário é inclusive incentivado a buscar o acompanhamento médico permanente. Veja casos em que a regra não será aplicada: acompanhamento pré-natal, pediátrico e programas de prevenção promovidos pelo Planserv, e ainda internamentos hospitalares, hemodiálise, quimioterapia, radioterapia, hemoterapia e oxigenoterapia hiperbárica.

Estou grávida e preciso ir ao médico uma vez por mês. Vou pagar co-participação por exceder o número de atendimentos franqueados?

Servidoras grávidas também estão nos casos em que a co-participação não se aplica. Em linha com as recomendações médicas, a orientação é também no sentido de que a gestante faça todo o pré-natal com o seu médico de confiança.

Por que estas mudanças estão sendo feitas agora?

As medidas têm caráter educativo, e visam evitar abusos como casos de beneficiários que realizaram mais de 180 consultas ao ano, além da realização de exames complexos, como os de imagem, acima da média observada nos demais planos de saúde do mercado. Entre os casos mais graves estão ainda o de beneficiários que emprestam a carteira para parentes e amigos, que realizam exames e não vão buscar ou que repetem exames e/ou consultas médicas desnecessariamente. O objetivo, de acordo com o projeto, é tornar mais racional o uso da assistência médica do funcionalismo, garantindo a manutenção do equilíbrio financeiro e conseqüentemente o padrão de bom atendimento conquistado pelo plano nos últimos quatro anos. Após medidas voltadas para a conscientização dos servidores no sentido de evitar distorções, a exemplo da emissão de extrato de utilização para conferência dos procedimentos faturados, as mudanças propostas agora dão seqüência ao esforço de consolidação da sustentabilidade financeira do plano e expansão da rede pelo interior do estado.


Ganho R$ 3.100. Haverá aumento na minha contribuição?

Não haverá aumento na contribuição. Neste quesito, como medida destinada a tornar mais equilibrada a participação dos servidores no custeio do plano, serão criadas novas faixas para aqueles que recebem remuneração mais elevada. A mudança define novos valores, com intervalos de R$ 9,10 entre as faixas, abrangendo remunerações superiores a R$ 10 mil. Para servidores enquadrados nesse novo teto, a contribuição passa a ser de R$ 360,10. Vale ressaltar que desde 2005 o desconto máximo para o Planserv está congelado em R$ 290,00 por mês e vem sendo aplicado a todos os titulares que já ganhavam naquela época R$ 3.250,00 ou mais.

Ganho R$ 6 mil. Vou mudar de faixa na tabela de contribuição? Em caso positivo, para quanto irá a minha contribuição?

Com a criação de nova tabela para contemplar servidores com maior remuneração, de fato haverá novas faixas, acima do valor máximo atual, de R$ 3.250. No seu caso, a contribuição do titular passará de R$ 290 para R$ 314,60.

Eu, minha mulher e meu filho fazemos, em média, quatro consultas cada um, por ano. Vou ter que pagar co-participação?

O número de consultas que cada um de vocês realiza não entra na faixa de co-participação, portanto não haverá nenhum acréscimo. O projeto estabelece uma franquia de seis consultas por ano por pessoa, sem no entanto limitar a utilização do plano. A partir da sétima consulta, o titular pagará 20% do seu valor, o que hoje corresponde a R$ 6,00.

Para exames e procedimentos haverá também um fator de co-participação – uma cobrança de 20% sobre exames e outros serviços de apoio diagnóstico, limitando esse valor a R$ 10,00 por procedimento e R$ 30,00 por pessoa por mês. A regra exclui pagamento adicional para internamentos hospitalares, hemodiálise, quimioterapia, radioterapia, hemoterapia e oxigenoterapia hiperbárica.

Veja AQUI a nova tabela de contribuições proposta no projeto.

Forró Vem KemKé - Pra ajudar e pra dançar

Domingos Matos, 12/05/2011 | 10:58
Editado em 12/05/2011 | 11:11

forro

Governo oficializa nova área para o Porto Sul; Geraldo ressalta mudança

Domingos Matos, 12/04/2011 | 18:55
Editado em 12/04/2011 | 18:59

GSO Governo da Bahia publicou hoje o decreto que desapropria uma nova área destinada à construção do Porto Sul, na localidade de Aritaguá, na zona norte de Ilhéus. O novo local garante menor impacto ambiental, segundo os estudos dos órgãos de meio ambiente (veja nota abaixo ou acesse AQUI).

O deputado Geraldo Simões ressaltou, no Congresso Nacional, a sensibilidade do governo estadual, que vai garantir os investimentos necessários ao desenvolvimento da Bahia, ao tempo em que atende à indicação do estudo e relatório de impacto ambiental.

“Como tenho enfatizado em pronunciamentos anteriores, o complexo intermodal constitue um projeto estratégico, não só para o desenvolvimento do Sul da Bahia, como de todo o estado e mesmo do País, tanto pelo montante de investimentos, mais de 14,1 bilhões de reais e a criação de mais de 24 mil empregos, como pela programada conexão à Ferrovia Norte-Sul”.

Para Simões, pela dimensão da obra, mesmo referindo-nos apenas ao Porto Sul, é natural que motive intensos debates, caracterizando-se muitas vezes por uma polarização negativa e desnecessária. Ainda segundo o deputado, o bom senso e a preocupação ambiental motivaram o Governo da Bahia a alterar o local do Complexo.

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.