Tag: desenbahia

Na crise surgem modelos para fazer mais com menos, diz Rui a prefeitos

Domingos Matos, 13/09/2019 | 18:32

Na abertura do 7º Encontro dos Prefeitos da Bahia, na tarde desta sexta-feira (13), o governador Rui Costa reforçou a importância da parceria entre Estado e municípios em momentos de crise. O evento é realizado até o próximo domingo (15), no Vila Galé Mares, em Camaçari, reunindo mil participantes, entre prefeitos, vice-prefeitos e secretários municipais. 

"Não está fácil manter serviços públicos com a contenção de investimentos do governo federal, com um país que não cresce. É um esforço extraordinário. Mas temos uma geração de prefeitos que tem feito a diferença, tem se esforçado e apostado em soluções inovadoras, como os consórcios. Estou aqui para reforçar o conceito de que na crise surgem ideias novas e novos modelos para fazer mais com menos. Nós vamos continuar apostando nessa parceria do Estado com os municípios", disse Rui. 

Nesta edição, o tema do encontro é 'Estratégia de Gestão e Captação de Recursos'. O presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Eures Ribeiro, explicou que o evento "é um momento de formação dos prefeitos, com a realização de cursos e o entendimento de diversas matérias que são fundamentais para o cotidiano dos municípios. Com isso, fortalecemos o elo entre os municípios. Além disso, iremos possibilitar que os prefeitos consigam tirar dúvidas e busquem benefícios diretamente com os técnicos de cada pasta”. 

O 7º Encontro dos Prefeitos tem apoio do Governo do Estado. No local estão montados estandes de secretarias e diversos órgãos estaduais. Entre eles, a Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia) oferece atendimento personalizado até o último dia do encontro. 

“O nosso objetivo aqui é oferecer crédito aos municípios baianos, principalmente na área de infraestrutura. Ao chegar no nosso espaço, os gestores podem esclarecer dúvidas sobre as linhas de crédito, tipo de documentação necessária, além de conhecer os critérios para buscar crédito junto à Desenbahia”, afirmou o diretor de operações da Desenbahia, Paulo Ferreira Costa.

 

Cooperação técnica

Durante o evento foi assinado um protocolo de intenções para que seja firmado convênio de cooperação técnica entre a UPB e a Bahia Pesca. A ação visa à implantação da atividade de piscicultura em diversos municípios, com a instalação de tanques-rede e tanques escavados para atender os produtores que vivem da agricultura familiar.

Uma carta aberta da UPB sobre o transporte alternativo complementar também foi entregue ao governador.

Desenbahia amplia para R$ 21 mil o limite do microcrédito

Domingos Matos, 11/09/2019 | 19:33

A Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia) adotou novas condições para o Programa Estadual de Microcrédito (CrediBahia), que teve o limite de contratação ampliado de R$ 10 mil para R$ 21 mil. Com essa iniciativa, a Desenbahia aumenta a oferta de crédito para pequenos negócios com foco em inclusão socioprodutiva, permitindo a manutenção e a ampliação das alternativas de trabalho para a parcela da população que tem dificuldades de acesso ao crédito.

Segundo a gerente de Microfinanças da Desenbahia, Márcia Fonseca, o aumento foi realizado para dar maior estímulo ao empreendedorismo, por meio da concessão de crédito a milhares de empreendedores para potencializar suas capacidades, gerando assim renda e oportunidade de trabalho. “O CrediBahia está disponível em 248 municípios da Bahia, através da atuação direta via prefeituras ou repasses a outras instituições também operadoras de microcrédito, fomentando o desenvolvimento com o fortalecimento da nossa base econômica. O crédito é concedido de modo escalonado, em que há um crescimento gradativo dos valores baseado na pontualidade dos pagamentos das operações anteriores”, explicou Fonseca.

Atualmente, o CrediBahia mantém na carteira ativa 12.500  contratos e já liberou, desde 2002, mais de R$ 500 milhões. O programa de microcrédito financia capital de giro para compra de mercadorias e matérias-primas; investimentos fixos para aquisição ou conserto de máquinas ou equipamentos; reforma ou ampliação de instalações. A taxa de juros é de 2% ao mês, com prazo de até 24 meses para investimentos fixo ou misto.

A contratação pode ser feita nos postos de atendimento do CrediBahia. A expectativa da Agência de Fomento é, até o final de 2019, aplicar R$ 56 milhões em volume de empréstimos na modalidade.

O Programa de Microcrédito do Estado da Bahia (Credibahia) é referência nacional pelo pioneirismo das parcerias institucionais entre a Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), Prefeituras Municipais e a Desenbahia, com apoio do Sebrae.

 

Desenbahia libera R$ 200 mil para piscicultores de Itaetê

Domingos Matos, 06/09/2019 | 15:43

Piscicultores de Itaetê (a 390 km de Salvador) começaram a receber na quinta-feira (5), os recursos da linha de crédito disponibilizada pelo Desenbahia, com o apoio da Bahia Pesca (empresa vinculada à Secretaria de Agricultura) para a região. Nesta primeira etapa 10 famílias de agricultores rurais serão beneficiadas com R$ 200 mil. 

O dinheiro será utilizado na implantação de sistemas de criação de peixes em tanque rede na Barragem Bandeira de Melo, administrada pela Cerb (Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia). Cada produtor beneficiado com o financiamento será responsável por uma unidade de produção contendo seis tanques rede.

“Desta forma, cada família gerenciará uma unidade capaz de produzir mais de três mil quilos de peixe por ano”, afirma o presidente da Bahia Pesca, Marcelo Oliveira. A receita bruta anual prevista para cada produtor é de R$ 43 mil. 

“Os produtores serão assistidos por técnicos da Bahia Pesca durante cada etapa do projeto, desde a colocação dos tanques na água até a retirada dos peixes para venda e consumo”, complementa o gerente de projetos, José Sanches Júnior. 

Encontro em Itabuna estimula empreendedorismo no sul da Bahia

Domingos Matos, 28/08/2019 | 10:39

A primeira edição do Salão de Empreendedorismo reuniu cerca de 600 pessoas de diversos municípios do sul da Bahia ontem (27), em Itabuna.  O evento, uma iniciativa do Governo do Estado, por meio das secretarias do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) e de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), contou com debates, relatos de experiências e serviços oferecidos pelo poder público e instituições parceiras.

De acordo o titular da Setre, Davidson Magalhães, o intuito é movimentar a economia regional. “O Salão surgiu da concepção de que é preciso incentivar não só a geração de empregos formais, mas também o empreendedorismo. A articulação de uma rede interinstitucional com ações estratégicas para desenvolver e acompanhar negócios é fundamental nesse processo”, ressaltou o secretário na abertura do encontro, realizado no Teatro Municipal Candinha Dórea.

Painéis

Quatro empreendedores baianos – Rogério Salume (Wine), Mônica Burgos (Avatim), Leilane Benevides (Benevides Chocolates Finos) e Maria Helena Guimarães (Associação Só Cacau) – compartilharam suas trajetórias de sucesso em uma dos painéis do evento.

A massoterapeuta Kenia Carvalho, 43 anos, acompanhou a apresentação: “Fiquei feliz pela riqueza de experiências que a gente teve a oportunidade de presenciar, com os relatos de pessoas corajosas, que arriscaram e alcançaram seus objetivos. Com certeza as orientações serão aplicadas na minha vida profissional. Itabuna sempre foi muito carente desse tipo de Salão e estou muito satisfeita”, avaliou.

A área de Tecnologia da Informação também foi tema de uma mesa de diálogo, com a participação de jovens empreendedores.

 

Serviços

Para impulsionar as diversas modalidades de empreendedorismo, o encontro apresentou uma série de serviços, entre eles o CrediBahia, os Centros Públicos de Economia Solidária (Cesol), o Qualifica Bahia, o Contrate.BA e a Rede SineBahia.

Morador do município de Jussari, Cláudio Alves atua no ramo de vestuário desde 2018 e destacou a importância do programa de microcrédito para o sucesso do seu comércio. “Existia uma demanda na cidade por confecções infantis e, junto com uma amiga, resolvi investir na área. O CrediBahia foi o pontapé inicial e está dando tudo certo, sem nenhum prejuízo”, contou.

O evento promoveu ainda cadastro de trabalhadores, emissão de RG e de Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) e oficina de orientação para o trabalho.

 

Parceiros

O Salão de Empreendedorismo contou com a parceria das seguintes instituições: Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste da Bahia (Amurc); Banco do Nordeste; Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado da Bahia (FCDL-BA); Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae); Companhia de Gás da Bahia (Bahiagás) e Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia).

 

Itabuna recebe Salão de Empreendedorismo na próxima terça-feira

Domingos Matos, 23/08/2019 | 08:12

Palestras, serviços e orientações para alavancar negócios integram a programação do Salão de Empreendedorismo, que será realizado pela Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte da Bahia (Setre), na próxima terça-feira (27), das 8h às 17h, no Teatro Municipal Candinha Dórea, em Itabuna. As inscrições para o evento são gratuitas e podem ser realizadas no endereço eletrônico https://bit.ly/2zeLufG.

Um dos destaques do Salão será o painel “Experiências de sucesso e oportunidades de negócios”, com a participação de quatro empreendedores baianos: Mônica Burgos, da marca de perfumaria e cosméticos Avatim; Rogério Salume, do maior e-commerce de vinhos da América Latina, o Wine; Leilane Benevides, da Benevides Chocolates Finos; e Maria Helena Guimarães, da Associação Só Cacau.

“Para empresários e potenciais empreendedores, o evento será uma oportunidade para aprender sobre gestão de negócios, ampliar redes de contatos e conhecer as políticas de apoio à micro e pequenas empresas, aos empreendedores individuais e coletivos e aos trabalhadores autônomos desenvolvidas pelo Governo do Estado e por instituições parceiras”, explica o titular da Setre, Davidson Magalhães.

O CrediBahia, os Centros Públicos de Economia Solidária (Cesol), o Qualifica Bahia, o Contrate.BA e a Rede SineBahia são algumas da iniciativas que serão apresentadas. O encontro vai oferecer ainda cadastro de trabalhadores, emissão de RG e de Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) e oficina de orientação para o trabalho. Uma mesa de diálogo com jovens empreendedores da área de Tecnologia da Informação também faz parte da programação.

O Salão de Empreendedorismo conta com o apoio da Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e parceria das seguintes instituições: Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste da Bahia (Amurc); Banco do Nordeste; Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado da Bahia (FCDL-BA); Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae); Companhia de Gás da Bahia (Bahiagás) e Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia).

 

Sebrae apresenta soluções no Salão de Empreendedorismo em Itabuna

Domingos Matos, 20/08/2019 | 07:08

O Sebrae Bahia participa no próximo dia 27 de agosto (uma terça-feira), do Salão de Empreendedorismo, que acontece no Teatro Municipal Candinha Dórea, em Itabuna. O evento, realizado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), está em sua primeira edição e tem programação aberta ao público das 8h às 17h.

O objetivo do Salão é divulgar as políticas públicas estaduais e nacionais na área do empreendedorismo individual, coletivo, formal e informal ofertadas no Estado da Bahia. O superintendente do Sebrae, Jorge Khoury, estará presente ao evento.

Além do Sebrae, também participam do Salão o Desenbahia, cooperativas de créditos, Banco do Nordeste, Universidades Estaduais, Federais, startups, o Centro Público de Economia Solidária (Cesol) e o SINEBAHIA, além das entidades de representação empresarial da cidade Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista (Sindicom), a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e a Associação Comercial e Empresarial (ACI). O evento conta com a parceria da Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti).

Rui entrega 11 viaturas da PM durante a Bahia Farm Show

Domingos Matos, 24/05/2016 | 18:32

Nesta terça-feira (24), durante a abertura oficial da 12ª edição da Bahia Farm Show, maior feira de tecnologia agrícola e negócios do Norte/Nordeste, realizada em Luís Eduardo Magalhães, no Oeste baiano, o governador Rui Costa entregou 11 viaturas da Polícia Militar para reforçar a segurança em seis municípios da região. "Nós estamos renovando toda a frota para melhorar o aparelhamento da polícia. Neste momento de dificuldade, escolhemos prioridades, e segurança é uma delas", disse.

A dimensão da Bahia Farm Show, que no ano passado atingiu a marca histórica de R$ 1,033 bilhão em negócios consolidados, assumindo a segunda posição de vendas por visitantes no Brasil em eventos de agronegócio, também foi destacada pelo governador. "Essa feira orgulha não só os produtores do Oeste, mas de todo o estado. Entendo que, quando se passa por um momento de dificuldade política e econômica, nós temos que buscar alternativas. Por isso nós temos levado o que é o potencial dos produtores da Bahia para o mundo inteiro", afirmou.

Presente em todas as edições, a Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia) se consolidou como a principal financiadora dos negócios gerados no evento.  Clientes da Agência podem financiar até 100% de um investimento no valor de R$ 5 milhões. Já o financiamento para os novos clientes pode chegar a até 90% de um investimento no valor de R$ 4 milhões.

Ainda na ocasião, produtores da região receberam os certificados de inclusão do Programa de Incentivo à Cultura do Algodão da Bahia (Proalba), que este ano tem recursos previstos de R$ 10 milhões.  O Proalba concede redução de até 50% do ICMS sobre o valor da comercialização do algodão em pluma no mercado interno.

Foto: Manu Dias/GOVBA

Ampesba promove o II Congresso N/NE da Micro e Pequena Empresa

Domingos Matos, 17/10/2011 | 11:22
Editado em 17/10/2011 | 11:31

moemaEmpreendedorismo, políticas públicas, motivação, dentre outros assuntos, serão destaques no II Congresso Norte/Nordeste da Micro e Pequena Empresa e do Empreendedor Individual – Um Crédito para o Desenvolvimento! Empresários, políticos, estudantes, representantes das entidades dos diversos estados da federação, instituições, profissionais liberais e funcionários de empresas locais, além de especialistas das mais diversas áreas, estarão reunidos no auditório Jorge Amado, no Centro de Convenções Luís Eduardo Magalhães, em Ilhéus, na próxima sexta-feira (21), para debater assuntos de interesse da classe empresarial.

Cerca de 1.200 empreendedores de sete estados brasileiros vão conferir palestras sobre os principais assuntos de interesse das MPEs e dos empreendedores individuais, como oportunidades, legislação e tributação. De acordo com o presidente da Associação das Micro e Pequenas Empresas do Estado da Bahia (Ampesba), Valdir Ribeiro, o evento abrirá espaço para discussões sobre formas de ter acesso ao crédito, e que motivem aos empresários de pequeno, médio e grande porte. "É imprescindível que os direitos e benefícios cheguem aos empresários com menos tributos, desburocratização e acesso ao crédito", declara.

Ainda para Valdir Ribeiro o número de participantes do evento já comprova a sua importância. "É um momento de dar ênfase ao empreendedorismo. É uma forma de interação com os temas abordados e de melhorar, ainda mais, a competitividade destes negócios", disse. Quem ainda não fez sua inscrição não deve perder tempo, pois as vagas são limitadas. O investimento é de apenas R$ 40,00 para pequenos e microempresários e de R$ 30,00 para os empreendedores individuais e estudantes, que também podem efetuar o pagamento através de cartão de crédito. O telefone para contato é (73) 8825-5181.

Programação completa

O evento contará com sete dinâmicas palestras de temas relevantes voltados especialmente para a classe empresarial. De acordo com a programação, o Congresso terá início às 8 horas, quando será feito o credenciamento e a abertura dos trabalhos. A abertura oficial, que contará com apresentação do coral da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e pronunciamento das autoridades presentes, está agendada para as 9 horas.

"A Importância da Lei Geral nos Estados e Municípios" será a primeira palestra proferida no congresso pelo empresário, contabilista e presidente do Movimento Nacional das Micro e Pequenas Empresas (Monampe) e da Confederação Nacional das MPEs e do Empreendedor Individual (Conampe), Ercílio Santinoni. A palestra seguinte tem como tema "Linhas de Crédito dos Bancos Oficiais" que será ministrada por Helder Falk (Desenbahia), Jorge Rolemberg (Banco do Nordeste) e Marcus Vinícius (Caixa Econômica). Na outra ponta, o secretário de Governo da Prefeitura Municipal de Ilhéus, assim como o secretário de Indústria, Comércio e Turismo de Itabuna, Alisson Mendonça e Carlos Leahy, respectivamente, discorrerão sobre o tema "Políticas Públicas para os pequenos negócios"

Visando motivar os partícipes quanto às possibilidades de obtenção de sucesso nos negócios, o congresso traz à região o representante do Instituto Internacional para o Desenvolvimento da Cidadania (IIDAC) e Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), e consultor empresarial João Carlos Oliveira, que apresentará a palestra motivacional "Transforme suas ideias em ações e suas ações em resultados". A quinta palestra ficará por conta da especialista em administração de pequenas empresas e comércio exterior Geyza Mara Santos. Ela, que é gestora do Exporta Fácil dos Correios, discutirá sobre "A exportação simplificada pelo Exporta Fácil".

Consta ainda na programação uma palestra sobre "Desenvolvimento Sustentável Local", que será proferida pela prefeita de Lauro de Freitas e vice-presidente do conselho da Associação Brasileira dos Municípios (ABM), Moema Gramacho (foto), e pelo sociólogo e integrante da comissão de ética do Partido dos Trabalhadores e deputado estadual Rosemberg Pinto. Por fim, os participantes ficarão por dentro sobre os controles essenciais para uma gestão de finanças eficiente. Isso porque o consultor empresarial Robson Braga debaterá o tema "Como controlar as finanças de uma pequena empresa". Às 17 horas haverá apresentação dos presidentes de entidades empresariais das MPEs, bem como o pronunciamento do presidente da Ampesba, Valdir Ribeiro, e da Conampe e Monampe, Ercílio Santinoni. O certificado – que tem carga de 10 horas/aula – será entregue às 17h30min.

Locais de inscrição

As inscrições podem ser feitas em Itabuna na unidade do SEBRAE (na avenida Beira Rio, no edifício Atlanta Center, próximo aos Correios), na sede da Ampesba (edifício do Sindicato Rural, 1º andar, na praça Getúlio Vargas). Em Ilhéus, na Secretaria de Indústria, Comércio e Planejamento, no anexo da Prefeitura Municipal, no SEBRAE (Avenida 2 de julho, 1039, Centro), Point do Carioca (na avenida Soares Lopes e no Calçadão) e na empresa Inova Comunicação e Propaganda (falar com Frank Aleluia, David Dias ou Roberto Sena).

Parceria

O evento, promovido pela Ampesba, tem como parceiros a Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC); Conampe; Monampe; Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac); Prefeituras Municipais de Itabuna e Ilhéus; Governo do Estado; Desenbahia; Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc); Sindicato Rural de Itabuna; Sebrae; Banco do Nordeste; Caixa Econômica Federal; Associação dos Municípios do Sul, Extremo-Sul e Sudoeste da Bahia (Amurc); Câmaras de Dirigentes Lojistas de Itabuna e Ilhéus (CDLs); Cooperativa de Desenvolvimento Sustentável da Agricultura Familiar do Sul da Bahia (Coofasulba); Águia Branca; e a empresa Grapiúna.

Congresso Norte/Nordeste da MPE abre inscrições

Domingos Matos, 05/09/2011 | 17:06
Editado em 05/09/2011 | 17:08

Estão abertas as inscrições para o "II Congresso Norte/Nordeste da Micro e Pequena Empresa e do Empreendedor Individual – Um Crédito para o Desenvolvimento!". O evento será realizado no dia 21 de outubro, com início às 8 horas, no auditório Jorge Amado, no Centro Convenções Luís Eduardo Magalhães, em Ilhéus. A Associação das Micro e Pequenas Empresas da Bahia (Ampesba) tem uma expectativa de público de mil pessoas, dentre elas empresários, empreendedores individuais, membros de entidades das Micro e Pequenas Empresas (MPEs) e todos que exerçam atividade econômica.

O congresso visa reunir empresários, presidentes de entidades, contadores, secretários, técnicos, prefeitos empreendedores, políticos, estudantes, dentre outros públicos interessados na melhoria do desempenho empresarial. Além disso, está prevista a participação de participantes do Amapá, Pará, Espírito Santo, Rio de janeiro, São Paulo, Santa Catarina e Paraná. “A qualidade do primeiro evento nos dá o respaldo para que nesta segunda edição nós consigamos obter melhores resultados, tanto na qualidade de participações como de um público maior e diversificado”, afirma o presidente da Ampesba, Valdir Ribeiro.

As inscrições podem ser feitas na unidade do SEBRAE, em Itabuna, que fica situado na avenida Beira Rio, no edifício Atlanta Center, próximo aos Correios, bem como na sede da Ampesba, no edifício Sindicato Rural, 1º andar, na praça Getúlio Vargas (mais conhecida como Adami). Em Ilhéus, na Secretaria de Indústria, Comércio e Planejamento, no anexo da Prefeitura Municipal. Segundo Valdir Ribeiro, as inscrições também podem ser feitas pelo site http://www.ampesba.com.br.

O investimento para pequenos e microempresários é de R$ 60,00, ao passo que para os empreendedores individuais e estudantes é de R$ 50,00 – valor este que dá direito a alimentação no próprio local, incluindo café da manhã, almoço e lanche da tarde. Os interessados podem obter mais informações através do telefone (73) 8825-5181 ou enviar e-mail para o endereço eletrônico <ampesba@yahoo.com.br>. Os partícipes receberão um certificado com carga de 10 horas.

Programação

O II Congresso Norte/Nordeste da MPE e do Empreendedor Individual oportuniza aos participantes a troca de experiências e aprendizagem de novos conceitos de comportamentos empreendedores. O evento contará com seis palestras que visam mostrar as ferramentas para o sucesso empresarial. “Serão palestras fantásticas, que visam levantar o ânimo dos empreendedores, mostrando que eles têm grande importância para o desenvolvimento econômico do país, uma vez que colaboram para a geração de emprego e renda”, destaca Valdir Ribeiro.

O evento é uma realização da Ampesba, Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC), Confederação Nacional das Micro e Pequenas Empresas e Empreendedores Individuais (Conampe), Movimento Nacional da Micro e Pequena Empresa (Monampe), Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), Prefeituras Municipais de Itabuna e Ilhéus, Governo do Estado, Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia), Bahiagás, Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), Sindicato Rural de Itabuna, UPB, Sebrae, Banco do Nordeste, Caixa Econômica Federal, Associação dos Municípios do Sul, Extremo-Sul e Sudoeste da Bahia (Amurc) e Câmara de Dirigentes Lojistas de Itabuna e Ilhéus (CDLs).

Entrevista com Geraldo Simões - reprodução do 'Agora' fim de semana

Domingos Matos, 21/06/2011 | 11:07
Editado em 21/06/2011 | 11:45

“Se Vane quiser sair do PT, não criaremos caso”

GSA informação que circula nos meios políticos de Itabuna é que o município não tem as obras que de que necessita porque forças contrárias, notadamente o deputado Geraldo Simões, trabalhariam para boicotar a cidade, barrando investimentos. Essa semana, o deputado explicou, em entrevista ao Agora, a situação do município em relação aos investimentos do governo federal. Simões falou ainda sobre temas como eleições municipais, gestão Azevedo, relação com governo estadual, crise do cacau entre outros, além do caso Vane. “Vane tem todo o direito de querer ser candidato pelo PT. O partido já tem a pré-candidatura de Juçara, então ele teria que disputar a prévia. Mas, se ele entender que deve sair, não criaremos caso, não vamos requerer seu mandato. Ficar ou não, com mandato ou sem mandato, é uma questão de foro íntimo”.

Como o senhor analisa a atual gestão municipal e o que tem feito em Brasília por Itabuna?

O prefeito Azevedo não está tendo competência para gerir a cidade. O problema de Itabuna se resume à falta de gestão. Fiquei decepcionado quando o governador esteve em Itabuna, e o prefeito apresentou como demanda a limpeza dos canais. Ora, limpar canal é algo tão básico que não se pede ao governo do estado. É preciso, para governar um município como Itabuna, pelo menos saber pedir. Em Brasília tenho lutado pela infraestrutura da região, a duplicação da Ilhéus-Itabuna, a melhoria das estradas federais, além de assuntos da Bahia como um todo e do Brasil. Mas, para Itabuna e região, meu mandato está mais focado na melhoria da infraestrutura regional.

O que se fala é que, em relação a Itabuna, o senhor trabalha para boicotar os repasses federais. Como o deputado explica isso?

O fato é que aumentaram muito, mas muito mesmo, os repasses para Itabuna. Como nós temos um governo com dificuldade de gestão, que não conhece as reais necessidades da cidade, termina que vem menos para Itabuna do que o município teria direito de receber. Por exemplo: nesse período do governo Azevedo, em obras importantes para a infra-estrutura, como barragem, canal, posto médico e outros, Itabuna recebeu R$ 81.859.811,77. Nunca Itabuna recebeu tanto dinheiro da União como nessa gestão de Azevedo. Isso sem falar no programa Minha Casa, Minha Vida, que investe mais R$ 136.681 milhões. Estamos falando aqui R$ 240 milhões, que impacta diretamente na economia, com a contratação de mão de obra, compra no comércio, utilização de serviços.

E o que faltaria então, já que a cidade bate recorde de arrecadação de verbas junto ao governo federal?

Veja que a cidade recebeu muito mais dinheiro do que qualquer prefeito. Mas é claro que a cidade precisa de muito mais verbas. Mas, cadê os projetos? Cadê a iniciativa política? Tem que saber o que é importante para a cidade e pedir certo ao governo do estado, à presidenta Dilma e aos ministros do governo. O que falta é o município se organizar para buscar esse dinheiro.

Há duas semanas o município anunciou a ampliação de casas populares, que seriam construídas na área do aeroporto Tertuliano Guedes de Pinho. Qual sua opinião sobre esse anúncio?

Itabuna tem uma área de quase 500 quilômetros quadrados. Por que escolher justamente uma área em cima do aeroporto da cidade? Esse aeroporto é muito importante, só precisa ser recuperado. Ele é importante para voos regionais, que é um filão em franco crescimento na aviação nacional. Você já pensou na utilidade de um aeroporto desses para a saúde, com a possibilidade de remoção de pacientes por uma UTI aérea? Não podemos receber sequer autoridades que queiram vir para aqui e são obrigados a descer em outras cidades.

Recentemente a Comissão de Agricultura da Assembleia se reuniu em Itabuna e ouviu de produtores o pedido de anistia das dívidas do cacau. A gente sabe que o senhor é contra essa anistia...

Entendo que o cacau é o melhor cultivo que alguém pode querer. É uma planta que passa 100 anos colhendo. O consumo de chocolate está crescendo, o preço está melhor, tem o apelo ambiental e tem um plano bom para quitação das dívidas, com desconto de 50% para os grandes e 80% para os pequenos produtores. Agora, governo nenhum vai falar em anistia de dívidas, mas o que está sendo feito, sem que se dê esse nome, é a anistia, de metade para os grandes e 80% para os pequenos, com um prazo de 20 anos para pagar. Eu recomendaria que os produtores procurassem o Banco do Brasil, o Banco do Nordeste e a Desenbahia e renegociassem suas dívidas e pegassem dinheiro novo para custeio e para aumentar a produtividade. Saímos de 100 para 140 mil toneladas/ano, mas sei que podemos chegar, facilmente, somente a região Sul, a 200 mil toneladas, e assim deixar de comprar cacau da África para atender a demanda das indústrias.

As eleições municipais se aproximam e o que se vê até agora é uma grande indefinição. O PT ainda não sabe qual será o candidato, o prefeito ainda vive dilema quanto ao partido pelo qual vai disputar a reeleição. Como o senhor avalia essa situação?

Eu acho que já existe essa definição, sim. Juçara será a candidata pela oposição, pelo PT e em conjunto com diversos partidos com os quais pretendemos formar uma grande aliança. Para isso vamos buscar os partidos da base de nosso governo federal, o que inclui o PMDB. E tem o prefeito, que é filiado ao DEM. Ele está na contramão da Bahia e do Brasil, mas é filiado a esse partido. Então, essee é o quadro, que já está definido, em minha opinião.

Mas o PT terá que conviver com o “problema Vane”, que quer ser candidato e que pode, até, mudar de partido para isso...

Todo mundo tem direito de querer. Lembro que em 2002, Lula era candidato, fortíssimo nas pesquisas, e Suplicy também queria. O partido fez uma prévia, Lula venceu e partiu para a eleição para presidente. Aqui em Itabuna, em 2008, Juçara era candidata e um militante histórico nosso, muito importante para nosso partido, que é o Iruman Contreiras, tinha o desejo de ser candidato, apresentou o nome dele e os filiados foram lá e decidiram que a candidata seria Juçara. Se o Vane tem esse sonho, esse projeto de se candidato a prefeito de Itabuna, ele tem todo o direito de apresentar o nome dele e o partido, através de seus filiados,vai escolher quem será o candidato. Eu vou votar em Juçara.

Se Vane mudar de partido, com vistas a ser candidato, o PT vai requerer o seu mandato de vereador?

A permanência de uma pessoa, com mandato ou não, dentro do partido, é uma decisão de foro íntimo. Não pensamos em tomar seu mandato, caso ele queira sair do partido para ser candidato. Isso é o de menos. Nós apoiamos Vane em várias eleições, e olhe que o PT já ajuda Vane mesmo antes de ele ser do partido; ele trabalhava com Juçara, na secretaria [de Desenvolvimento Social]. Assim como apoiamos a sua fundação, que é muito importante em Itabuna, que é a Fundação Renascer. Então essa é uma questão de foro íntimo e ele tem todo o direito de fazer uma reflexão do que é o melhor para ele, se é continuar no PT, ser candidato e disputar com Juçara a preferência do partido, se continuará sendo candidato a vereador pelo Partido dos Trabalhadores ou, até mesmo, se seu coração assim o disser, procurar outra agremiação. Quero dizer que de nossa parte não haverá dificuldade alguma.

Recentemente foi noticiado que o senhor procurou diversas lideranças políticas, algumas até ligadas ao fernandismo, visando as eleições de 2012. O PT está aberto a tantas adesões assim?

Estamos, sim, conversando com todas as forças políticas de Itabuna. A gente está vendo diversos investimentos indo para Ilhéus, como um porto, um aeroporto, uma ferrovia e uma ZPE, vemos também Vitória da Conquista se transformando, Eunápolis, Teixeira, Santo Antônio de Jesus se desenvolvendo e Itabuna estagnada. Não queremos isso, e estamos conversando, eu Juçara e o PT, com as diversas forças políticas da cidade, sem importar a que partidos pertençam. Estamos procurando todas as personalidades, instituições e partidos que se preocupam com Itabuna. Não podemos é aceitar que nossa cidade continue nesse caminho em que está.

O senhor não tem defendido uma posição em relação aos limites entre Itabuna e Ilhéus. O que o pensa disso?

Os limites de Itabuna e de Ilhéus foram estabelecidos em 1910, há um século, portanto. Ilhéus é uma cidade-irmã, importantíssima para nós e para a região, e não dá para ficarmos desperdiçando energia com essas brigas. Precisamos dar um salto além. Por que, em vez de ficar falando em mudar limites, em anexar o Salobrinho a Itabuna, Inema a Coaraci etc, a gente não pensa em criar uma região metropolitana, com cada município desenvolvendo sua vocação, se especializando nas diversas atividades e todos cuidando dos problemas comuns, a exemplo do tratamento do lixo, a questão do transporte interurbano? Então, prefiro discutir soluções para as duas cidades do que ficar procurando briga com Ilhéus ou com outro município qualquer.

Wagner vai liberar incentivo para GNV

Domingos Matos, 24/05/2010 | 11:50
Editado em 26/03/2010 | 12:08

O governador Jaques Wagner vai anunciar, daqui a pouco, um programa de incentivos para a conversão para o gás natural veicular (GNV), para veículos de aluguel (táxis), carros de som e do transporte escolar.

O estado vai liberar, através do Desenbahia, uma média de R$ 450,00 por carro. Serão beneficiados cerca de mil veículos nesta primeira etapa. O programa começa a vigorar no dia 15 de abril. Ele vai valer para profissionais como taxistas e donos de carros de som e transporte escolar. 

Informações do Pimenta na Muqueca

BahiaGás e Desenbahia lançam incentivos para uso do GNV

Domingos Matos, 24/05/2010 | 11:50
Editado em 25/04/2010 | 11:20

O diretor presidente da Bahiagás, Davidson Magalhães, afirma que, "através do subsídio, os taxistas e outros profissionais de transporte terão um incentivo maior na utilização do gás natural, que proporciona uma economia considerável e permite a possibilidade da redução da tarifa e a atração de novos clientes".

A gerente de Micro e Pequenas Empresas da Desenbahia, Yeda Ginbo, ressalta a necessidade de regularidade fiscal e cadastral dos proponentes. Segundo ela, a liberação do financiamento será feita mediante apresentação da nota fiscal do kit gás, do comprovante de sua instalação em oficinas credenciadas e laudo de vistoria pelo INMETRO.

 

Sul da Bahia terá incentivo para uso do gás natural veicular

Domingos Matos, 24/05/2010 | 11:50
Editado em 28/04/2010 | 12:45
davidson2"Através do subsídio, os taxistas e outros profissionais de transporte terão um incentivo maior na utilização do gás natural, que proporciona uma economia considerável e permite a possibilidade da redução da tarifa e a atração de novos clientes".

Com esta declaração, o diretor presidente da Bahiagás, Davidson Magalhães, define o lançamento do Programa de Incentivo ao Gás Natural da companhia que ocorre nessa sexta-feira, 30, nas cidades de Itabuna e Ilhéus.

Nas duas cidades, as cerimônias serão nas Câmaras de Vereadores, em Itabuna, às nove horas e em Ilhéus, às 15 horas. O programa dá prosseguimento à expansão da companhia no sul da Bahia, tendo como públicos-alvo taxistas, proprietários de veículos de transporte escolar, de carros de som e de turismo. Aproveitando a ocasião, a Agência de Fomento do Estado da Bahia, Desenbahia, lançará o programa "Protaxi Gás Natural", no mesmo dia, com financiamento para taxista e profissional autônomo.

Leia aqui o texto completo ou vá na seção Geral.

Dois eventos, duas ausências

Domingos Matos, 24/05/2010 | 11:50
Editado em 30/04/2010 | 15:20

O prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo, foi lembrado novamente hoje, pela manhã, pela sua ausência em mais um evento que deveria contar com sua presença, além de outros representantes do município, como secretários ligados ao Transporte e Trânsito e Indústria e Comércio - no caso, os sempre diligentes Wesley Melo e Carlos Leahy.

Ontem, o prefeito deveria estar presente ou mandar um representante à altura - o vice, Antônio Vieira, por exemplo - à solenidade de troca de comando do 15º Batalhão da Polícia Militar. Hoje, foi o lançamento do programa de incentivo à conversão ao gás natural veicular para táxis.

O serviço de transporte de passageiros é regulado pelo município, a ação da Bahia Gás, em parceria com o Desenbahia, vai permitir grande economia para os profissionais do volante e ajudar a difundir uma fonte de energia limpa que poderá ser um vetor de desenvolvimento para o município num futuro muito próximo.

Atenção aos compromissos, homens!

O programa

A diretoria da Bahia Gás e prepostos do Desenbahia vieram a Itabuna e a Ilhéus, lançar um programa de incentivo à conversão do combustível tradicional - álcool e gasolina - para o gás natural veicular (GNV) para táxis das duas cidades e para outros de municípios vizinhos.

Foi anunciado pela companhia de gás um subsídio de R$ 450,00 para os primeiros 1.000 táxis que aderirem à conversão, desde que seja com kits novos e certificados pelo Inmetro. O valor corrsponde ao custo de instalação dos equipamentos na oficina convertedora autorizada, que já está se instalando em Itabuna.

Já os diretores do Desenbahia anunciaram um fiinanciamento de até R$ 1500,00 para a compra dos kits novos, com juros subsidiados de 1% ao mês (12% ao ano), além da isenção do ICMS para o material adquirido.

A reunião com os taxistas foi no plenário da Cãmara Municipal, e contou com a presença do presidente da Bahia Gás, Davidson Magalhães, do presidente da Câmara, Clóvis Loiola, do vereador Wenceslau Júnior e do presidente da Associação Comercial de Itabuna, Eduardo Fontes.

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.