Tag: eleicoes

Inscrições abertas para mesários nas eleições do Conselho Tutelar em Ilhéus

Domingos Matos, 23/09/2019 | 18:36

Abertas as inscrições para mesários das eleições do Conselho Tutelar do município de Ilhéus. Podem se inscrever estudantes universitários maiores de 18 anos. Clique aqui: http://abre.ai/eleicaocmdca

As eleições para conselheiros tutelares serão realizadas dia 6 de outubro (domingo), das 8 às 17h, no Centro Educacional Álvaro Melo Vieira (CEAMEV), no Colégio Heitor Dias e na Escola Municipal Perpétua Marques, no centro. Não poderá compor a mesa de votação, marido e mulher, ascendentes e descendentes, sogros, genro ou nora, irmãos, cunhados, tio e sobrinho, padrasto ou madrasta e enteado dos candidatos.

Treinamento – No próximo sábado (28), das 9 às 12h, o Conselho Municipal da Criança e do Adolescente (CMDCA) realizará um treinamento na UNOPAR com os mesários para que desempenhem a função com excelência e segurança no dia da eleição. Os mesários têm direito a certificado com carga horária de oito horas, emitidos pelo Conselho Municipal da Criança e do Adolescente e do Ministério Público.

O Conselho Tutelar é o órgão permanente e autônomo, não jurisdicional, encarregado pela sociedade de zelar pelo cumprimento dos direitos da criança e do adolescente definidos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). O exercício das atribuições legais dos conselheiros não depende de autorização de ninguém - nem da prefeitura, nem da Justiça, mas suas decisões podem ser revistas pelo Juiz da Infância e da Juventude.

 

Eleições: Jakson e Miralva disputarão no segundo turno presidência do PT em Itabuna

Domingos Matos, 09/09/2019 | 09:22
Editado em 09/09/2019 | 09:28

A professora Miralva Moitinho venceu o primeiro turno da eleição à presidência do diretório do Partido dos Trabalhadores (PT) de Itabuna.  Ex-presidente da sigla, Miralva obteve 514 votos ante 437 de Jackson Primo e 106 de Valdir Mesquita.

O segundo turno da corrida à presidência do diretório itabunense será entre Miralva e Jackson. Miralva é apoiada pelo deputado estadual e líder do Governo Rui Costa na Assembleia Legislativa da Bahia, enquanto Jackson disputa com o apoio do deputado federal Josias Gomes, do ex-prefeito Geraldo Simões e do presidente do PT baiano, Everaldo Anunciação.

Neste segundo turno, Miralva Moitinho deverá obter o apoio de Valdir Mesquita. O grupo de Valdir deseja lançar o nome do médico e ex-secretário de Saúde de Itabuna Humberto Barreto como pré-candidato do PT à Prefeitura de Itabuna. Outro nome petista que deseja concorrer à Prefeitura é o vereador Júnior Brandão, além do ex-prefeito Geraldo Simões. (Com informações do Pimenta)

 

Criada a CPMI para investigar Fake News nas eleições de 2018

Davi Alcolumbre leu o requerimento de criação da comissão na sessão dessa quarta-feira, 3

Domingos Matos, 04/07/2019 | 15:13

Durante a sessão do Congresso Nacional nesta quarta-feira (3), o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, leu o requerimento para a criação da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) para investigar a veiculação de notícias falsas, conhecidas como fake news. Davi, que também preside o Congresso, já pediu que os líderes indiquem os nomes dos integrantes da comissão, que está sendo chamada de CPI Mista das Fake News.

Conforme o requerimento, de iniciativa do deputado Alexandre Leite (DEM-SP), a comissão será composta por 15 senadores e 15 deputados, além de igual número de suplentes. A CPI mista terá 180 dias para investigar os ataques cibernéticos que atentam contra a democracia e o debate público, além da criação de perfis falsos para influenciar as eleições do ano passado. A prática de ciberbullying contra autoridades e cidadãos vulneráveis e o aliciamento de crianças para o cometimento de crimes de ódio e suicídio também estarão entre os objetos de investigação da CPMI.

O deputado Henrique Fontana (PT-RS) agradeceu ao presidente do Senado e destacou o apoio dos colegas parlamentares para a criação da CPI mista. O senador Humberto Costa (PT-PE) negou que a CPMI seja uma tentativa de censura às redes sociais. Ele apontou, porém, que as redes estão sendo usadas, em muitas situações, para a divulgação de mentiras, para a pregação de ódio e para “caluniar pessoas e destruir reputações”.

"Ter uma CPI que possa, de forma articulada, identificar de onde surgem essas ações cumpre um papel muito importante até mesmo para democratizar e salvaguardar todas as pessoas que fazem uso adequado das redes sociais", afirmou o senador, em entrevista à Rádio Senado.

Rede Municipal realiza eleições em 90 escolas neste terça em Itabuna 

Domingos Matos, 18/06/2019 | 08:14

Acontece nesta terça-feira (18), nas 90 unidades escolares da Rede Municipal de Ensino de Itabuna, as eleições para composição dos Conselhos Escolares das unidades (biênio 2019/2021). O Conselho Escolar é o principal órgão de debates, decisões e fiscalização das ações dos gestores escolares, composto pelo diretor da escola, além de um representante titular e um suplente de todos os segmentos que perfazem a comunidade escolar: professores, funcionários, alunos e pais de alunos.

Cada integrante só pode votar para um candidato dentro do seu segmento. E entre professores e funcionários, só podem se candidatar servidores efetivos (concursados). Nas escolas onde não houver servidores efetivos, os contratados sobre Regime Especial de Direito Administrativo (REDA), servidores temporários também podem se candidatar. E nas escolas onde os estudantes não têm idade para se candidatarem (creches e escolas da Educação Infantil), o segmento “Alunos” estará representado por pais de alunos.

Nas escolas que só funcionam nos turnos matutino e vespertino, o pleito eletivo vai das 7h30min às 17h. Nas escolas que têm aulas também no Noturno, a eleição segue até às 21h, sendo que a apuração deve acontece imediatamente após o encerramento do pleito.

Os eleitos deverão ser empossados em até quinze dias após a divulgação dos resultados. 

 

Após cassação da prefeita, TSE determina novas eleições na cidade

Domingos Matos, 06/06/2019 | 17:31
Editado em 06/06/2019 | 12:34

A prefeita de Camamu, no baixo sul da Bahia, Ioná Queiroz Nascimento (PT) teve o registro de candidatura indeferido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que determinou que novas eleições sejam realizadas no município. A decisão do órgão foi proferida na sessão de terça-feira (4).

Os ministros do TSE consideraram que ela não poderia ter se candidatado nas eleições de 2016, pois, na data do pleito daquele ano (2 de outubro), ainda estava inelegível em virtude de condenação por abuso de poder econômico na campanha eleitoral de 2008.

Após a decisão, a prefeita divulgou um comunicado em que diz que, mesmo fora do cargo, continuará "lutando com o amor que carrega no peito, pela amada Camamu". Ela ainda diz que "O processo de 2008 acabou e que, agora, ela não carrega mais ele, estando livre, apta, sem qualquer impedimento". Confira abaixo a íntegra do comunicado da prefeita.

A decisão do TSE foi dada na análise de recurso especial eleitoral interposto pela coligação Trabalho e Compromisso (PRB / PP / PMDB / PSL / PR / PEN / PSB / SD / PROS / PSC), pedindo a cassação do registro da candidata.

Por maioria de votos, o Plenário do TSE entendeu que o prazo de oito anos de inelegibilidade imputado a Ioná vigorou até 5 de outubro de 2016, ou seja, até depois do primeiro turno do pleito, ocorrido três dias antes.

Por essa razão, ela não poderia ter tido seu registro de candidatura deferido pelo Tribunal Regional baiano (TRE-BA). O placar final foi de 6 votos a 1 pelo indeferimento do registro de candidatura da prefeita de Camamu e a consequente realização de um novo pleito no município, que ainda não tem data definida. (Com informações do G1)

 

Confira íntegra do comunicado divulgado pela prefeita:

"Bom dia meus amigos e amigas!

Ao longo da minha vida venho passando por provações. E quem não as passa?

Deus me deu algo sensacional na minha vida. Muito amor Dele e de muitas pessoas. Esse amor me faz sempre forte para enfrentar as batalhas que se impõem na minha caminhada.

Quero dizer a todo o povo da minha terra que continuarei lutando com esse amor que carrego no peito, pela nossa amada Camamu. Continuarei firme, junto com todos que me colocaram como prefeita para melhorar a vida de uma cidade que vinha sofrendo ao longo da sua existência. Não tem sido fácil para eu trilhar esse caminho, mas faço por amor de verdade.

Muitos perguntam como eu consigo aguentar e sempre respondo: Tenho um Deus tão tremendo que sempre me protege e me fortalece em momentos difíceis e é Nele que confio e entrego minha vida.

Pelo menos uma coisa boa aconteceu. O processo de 2008 se findou e eu agora não carrego mais ele, estou livre, apta, sem qualquer impedimento.

Quero agradecer a tantas mensagens do meu povo, da minha região e do meu Estado. Obrigada de coração por tanta solidariedade. Estarei sempre servindo a minha cidade e a luta continua!

Ioná Queiroz

TSE abre debate sobre proibição de campanha em templos religiosos

A pouco mais de um mês das eleições, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) abre o debate sobre a possível punição de candidatos que se utilizam de espaços religiosos para campanhas políticas.

Domingos Matos, 24/08/2018 | 15:10
Editado em 24/08/2018 | 17:03

A cassação dos mandatos do deputado federal Franklin Roberto Souza (PP-MG) e do deputado estadual Márcio José Oliveira (PR-MG), confirmada pelo TSE, levantou a discussão sobre abuso do poder religioso, que não está previsto na legislação, mas é suscitado na esteira do abuso do poder econômico.

No julgamento dos parlamentares mineiros, o ministro Jorge Mussi citou a decisão de abril do ano passado, que proíbe campanha em eventos religiosos. Na ocasião, o relator foi ex-ministro Henrique Neves, que ressaltou que a liberdade religiosa não pode ser utilizada para fins políticos.

Diz a decisão de Henrique Neves que, "em nenhuma hipótese, a proteção constitucional à livre manifestação de crença e à liberdade religiosa permite que tais celebrações convertam-se em propaganda, seja mediante pedido de voto, distribuição de material de campanha, uso de sinais, símbolos, logotipos ou ainda manifestações contra ou a favor de candidatos".

Além de perder o mandato por abuso do poder econômico, praticado nas eleições de 2014, os dois deputados foram punidos com inelegibilidade por oito anos.

Os ministros determinaram a imediata execução da decisão, com o afastamento dos políticos cassados e a posse dos suplentes, sendo desnecessário aguardar o trânsito em julgado da decisão.

Exemplo

O TSE confirmou o julgamento do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), que condenou os deputados por terem participado de evento religioso da Igreja Mundial do Poder de Deus, na véspera do primeiro turno das eleições de 2014.

No evento, que reuniu cerca de 5 mil pessoas, o apóstolo Valdemiro Santiago, líder da igreja, pediu votos para os dois no microfone e em panfletos distribuídos.

Segundo a denúncia, o líder religioso pediu que cada fiel conseguisse “mais dez votos” para os candidatos. O deputado estadual é sobrinho do religioso. Para a presidente do TSE e relatora do processo, ministra Rosa Weber, os fatos relatados são de "enorme gravidade". O evento foi amplamente divulgado, durou cerca de quatro horas e teve shows artísticos.

O advogado Rodrigo Queiroga, da defesa dos dois deputados, disse que irá recorrer da decisão ao próprio TSE, com embargos de declaração, e, posteriormente, ao Supremo Tribunal Federal (STF), com recurso extraordinário. A ideia é conseguir descaracterizar o abuso de poder econômico para evitar que ambos sejam inelegíveis. Franklin registrou candidatura à reeleição, mas Márcio não. (Com informações da Agência Brasil)

 

PT e PMDB firmam pacto de convivência a ser seguido após eleições de 2012

Domingos Matos, 28/12/2011 | 22:34
Editado em 28/12/2011 | 22:36

O PT e o PMDB firmaram nesta terça-feira (27) em almoço informal dos líderes das duas bancadas na Câmara — Paulo Teixeira (RS) e Henrique Eduardo Alves (RN) — um pacto de convivência a ser seguido pelas duas legendas após as eleições municipais de 2012.

Pelo acordo, as disputas para as prefeituras no ano que vem não deverão estremecer o relacionamento entre os dois partidos no Congresso, o que atrapalharia a governabilidade no plano federal, nem provocaria um distanciamento na parceria para 2014.

Henrique Eduardo Alves disse que “os dois partidos têm um candidato comum, que é a presidente Dilma e estão juntos desde já no mesmo projeto. Não há por que nos contaminar por conta das disputas do ano que vem”.

O PMDB tem confirmado candidatos em 22 capitais e o PT, em 20. Se analisadas os maiores colégios eleitorais do país, a primazia troca de mãos, com 10 candidatos petistas e oito peemedebistas. O PMDB é o maior partido do país, com 1.203 prefeitos e pretende se manter na dianteira para mostrar a presidente Dilma que deve permanecer no condomínio presidencial em 2014.

Já o PT elegeu 558 prefeitos e após fiascos anteriores quando estabelecia metas de vitória que sempre ficavam abaixo dos resultados obtidos nas urnas, desistiu de fazer prognósticos. Informalmente, pretende chegar a 700 administrações municipais.

Na conversa, ficou definido que a parceria entre os dois partidos será tentada em todas as disputas em que isso for possível. No Rio de Janeiro, por exemplo, o PT já anunciou que vai apoiar a reeleição de Eduardo Paes (PMDB).

Onde isso não for possível, os dois partidos tentarão manter os níveis de civilidade para que as disputas não respinguem no plano federal. “Apesar de algumas desavenças, a convivência ao longo deste ano foi bastante proveitosa”, disse Henrique Alves. (Com informações do Correio Braziliense).

Leitores apontam que eleições na Câmara foram piadas de mau gosto

Domingos Matos, 10/01/2011 | 10:58
Editado em 10/01/2011 | 11:16

A enquete do Trombone que perguntou sobre quem deveria ficar com a presidência do Legislativo itabunense, após todas as eleições que uma Mesa Diretora poderia fazer, está sendo encerrada hoje, após - aparentemente - terem sido esgostados os ânimos e os recursos jurídicos dos contendores.

Foram contabilizados 181 votos, com o público indicando os seguintes resultados: Ruy Machado obteve 70 indicações e Roberto de Souza ficou com 38 indicações. Mas o vencedor foi o quesito 'Conte outra piada', com 73 votos.

O detalhe é que o nome de Ruy cresceu com a definição da justiça para que se realizasse outra eleição, a terceira, e se consolidou quando o TJB recusou os recursos de Souza. Pragmatismo é isso aí.

A briga tá feia 'nas eleições' da Mesa, mas não esqueçamos da 'CEI do Loiolagate'

Domingos Matos, 01/12/2010 | 10:19
Editado em 01/12/2010 | 10:26

O relatório ainda não foi encaminhado ao Ministério público, apesar da propaganda anterior à leitura. Aliás, o relator da CEI do Loiolagate sequer apresentou cópia a seu partido, o PT. Enquanto o assunto vai morrendo no noticiário, com a sucessão de escândalos na Câmara, o eleitor/leitor tende, também, a esquecer dos absurdos anteriores.

Mas nós, não. Tanto que mantemos no ar a enquete que pergunta sobre a possibilidade de punição a partir da publicação do relatório da Comissão Especial de Inquérito que investigou desvios de dinheiro público na Câmara, além da farra dos empréstimos consignados.

Vote na enquete, que ficará postada ao lado esquerdo da página até essa semana.

Internet cresce e ultrapassa jornal, revista e rádio nas eleições de 2010

Domingos Matos, 29/11/2010 | 23:26
Editado em 29/11/2010 | 23:29

A internet ultrapassou o jornal impresso, revista e rádio como principal meio de informação utilizado por eleitores para se informar sobre política e candidatos no último pleito, em outubro, de acordo com pesquisa do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Até as últimas eleições, em 2008, o uso da internet era limitado. Com a reforma eleitoral, pela primeira vez a legislação brasileira consentiu o uso de sites, blogs e redes sociais, como Orkut, Facebook e Twitter, ao longo da campanha, e até mesmo no dia da votação.

A internet, no entanto, ainda aparece em terceiro lugar como principal fonte de informação dos eleitores entrevistados, com 9,9% da preferência. Em primeiro lugar está a televisão, com 56,6% da preferência. Em segundo lugar, com 18,4%, a conversa com amigos e parentes, segundo a pesquisa do TSE.

Leia mais

Racismo de paulistana no twitter pode ter investigação federal

Domingos Matos, 03/11/2010 | 22:14
Editado em 03/11/2010 | 22:17

Uma série de mensagens preconceituosas contra nordestinos publicada no Twitter (veja exemplos em post abaixo) a partir do último domingo (31) pode ser alvo de investigação do Ministério Público Federal (MPF) após uma procuradora regional de São Paulo ter encaminhado um ofício sobre o tema nesta quarta-feira (3).

A seccional de Pernambuco da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PE) também anunciou que vai oferecer uma notícia-crime junto ao MPF-SP na quinta-feira (4), segundo o presidente da seccional pernambucana da ordem, Henrique Mariano.

As mensagens de ataque a nordestinos começaram no final de domingo, após a eleição de Dilma Rousseff para a Presidência. Entre as mais republicadas estava a de uma jovem identificada como Mayara Petruso, que chegou a figurar na lista de assuntos mais comentados do Twitter.

Leia mais

STF cria monstrengo com a Ficha Limpa

Domingos Matos, 27/10/2010 | 23:17
Editado em 27/10/2010 | 23:50

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira (27) que a Lei da Ficha Limpa vale para as eleições deste ano e se aplica a casos de renúncia de políticos a mandato eletivo para escapar de processo de cassação, mesmo nas situações ocorridas antes da vigência da lei. OK.

O problema é que o tenebroso impasse causado pelo empate em 5 a 5 entre os ministros que votaram pela sua validade já nesse pleito e os que opinaram pela sua vigência apenas a partir de 2011, criou uma situação sui generis no ordenamento jurídico brasileiro: uma Corte inferior (TSE) acaba ditando regras a uma superior (STF). E não é esse semi semi blogueiro quem o diz. São palavras do próprio presidente da Corte, ministro Cezar Peluso:

“Tenho para mim que qualquer que seja a alternativa adotada para solucionar este caso, é sempre uma solução ficta”, repudiou Cezar Peluso, que fez questão de salientar que, contra sua opinião pessoal, proclamaria o resultado. “Eu disse que era uma decisão artificial, e de fato o é. (...)  E é simplesmente pelo fato óbvio que não há maioria que decidiu. A solução aqui é recorrer à ficção. É como se houvesse uma maioria que decidiu. Mas não a há. Estamos num conjunto de impasses sucessivos. (...) Me parece que o prestígio da Corte está sendo posto em xeque. (...) A história nos julgará." Tss, tss, tss.

Explica, Lewandowski!:

“Quando um caso tem repercussão geral, a conduta da corte tem sido a de dar o mesmo destino para os casos semelhantes. Em tese, salvo alguma particularidade do caso concreto todos os demais casos assemelhados terão que ter o mesmo destino”, afirmou o presidente do TSE e ministro do STF, Ricardo Lewandowski.

Há fichas sujas e fichas sujas

Muita gente acreditava, até hoje à noite - inclusive e principalmente alguns veículos de comunicação e políticos de Itabuna e da Bahia -, que a validação da norma para esse pleito de 2010 seria uma tábua de graxa para todos os "fichas sujas", mesmo para aqueles que ganharam a alcunha mas juram inocência.

A expectativa maior era se a decisão do STF limaria de vez o mandato do deputado federal Geraldo Simões (PT). Calma lá. Geraldo e todos os que se encaixam no caso da condenação por colegiado de juízes estão mantidos, pelo menos até que se julguem os recursos. Veja como fica a coisa, segundo o presidente do TSE:

"Nas situações de candidatos com condenação por decisão colegiada de juízes ou entidade de classe, os recursos serão analisados caso a caso. Há uma série de recursos, cerca de 12, que ainda serão julgados pelo Supremo e que dizem respeito a outras alíneas da lei. Cada caso é um caso e será examinado", disse Lewandowski.

O STF analisou nesta quarta o recurso do deputado federal Jader Barbalho (PMDB-PA), barrado na disputa a uma vaga de senador pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com base na Lei da Ficha Limpa. Mesmo com registro indeferido, Jader Barbalho recebeu 1.799.762 de votos e, caso não tivesse sido barrado, seria eleito em segundo lugar para uma vaga no Senado.

O deputado teve a candidatura questionada porque renunciou ao mandato de senador, em 2001, para evitar um processo de cassação em meio às investigações do caso que apurava desvios no Banpará e também por denúncias de envolvimento no desvio de dinheiro da Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam).

Com informações do Portal UOL e do g1.com

Dilma ''45''? É prova de desespero

Domingos Matos, 26/10/2010 | 14:20
Editado em 26/10/2010 | 14:44

dilmaVeja essa, do blog "Espalhe a Verdade":

"A imagem que você vê acima é fruto do desespero eleitoral. O twiteiro @SeoCruz registrou um carro com o adesivo da candidata Dilma adulterado: ao invés da legenda 13, do PT, o picareta mudou para a legenda do PSDB, 45.

Não pense que isso é novo. Em 2006, já na reta final do segundo turno, diversos panfletos com a imagem de Lula continham o número 45 para confundir o eleitor. Veja aqui matéria do portal Terra, feita em 05 de outubro de 2006, denunciando a fraude."

twitterO blog alerta também para a maracutaia no Twitter: no microblog "a estratégia dos picaretas é a mesma, com o uso da hashtag #Dilma45 para enganar os usuários do microblog. Use o search do Twitter e confirme a enganação digitando no campo de busca a referida hashtag.

O usuário @millorb11, por exemplo, chega a usar um twibbon - imagem ao lado - e enganar seus seguidores, incentivando outros a usarem também."

Pesquisas internas apontam vantagem de 18 pontos de Dilma sobre Serra

Domingos Matos, 24/10/2010 | 22:10
Editado em 24/10/2010 | 22:13

Do blog do Glauber Piva

Anotem aí. O PT continua fazendo trackings diários a fim de acompanhar as movimentações do eleitorado. O PSDB faz a mesma coisa e, pelo o que sei, os dados têm sido idênticos.

Essas pesquisas telefônicas são suportadas por pesquisas qualitativas dos programas eleitorais e também tentam aferir a reação das pessoas à enxurrada de informações, notícias, imagens e fofocas que recebemos diariamente.

Como já noticiou o Nassif, o tracking do sábado deu 16 pontos de vantagem para Dilma. Hoje, domingo, os dados são ainda mais animadores para a militância petista. Dilma subiu mais um e Serra caiu um. Ou seja. Nos válidos, Dilma 59 e Serra 41 pontos percentuais. 18 pontos de diferença.

Aguardemos as pesquisas registradas em cartório para confirmar o tracking: Vox Populi na segunda; Datafolha na terça; Sensus na quarta e Ibope na quinta. Na sexta haverá outro Datafolha e o sábado poderá ter outras delas, ainda não registradas em cartório. No meio disso tudo, os próprios partido terão suas pesquisas completas. Fiquemos atentos e coloquemos o champanhe pra gelar.

Se não houver novidades, esse jacaré não fechará mais a boca.

Partido Verde da Bahia entra na campanha de Dilma

Domingos Matos, 24/10/2010 | 21:46
Editado em 24/10/2010 | 21:48

Na semana decisiva da eleição presidencial, o PT baiano realiza intensa mobilização no Estado, em favor da candidatura de Dilma Rousseff. Nessa segunda-feira (25), o PT-BA recebe a adesão formal de dirigentes, prefeitos, parlamentares e militantes do Partido Verde às atividades de campanha da candidata petista à presidencia da República. O evento está marcado para o Hotel Fiesta às 10 horas e deve reunir representantes de todos os partidos aliados.

Embora o PV tenha decidido como partido manter-se neutro no segundo turno, os seus integrantes foram liberados para apoiar um dos candidatos. Ivanilson Gomes, presidente do PV-BA, um dos que aderiram à candidatura de Dilma, lembrou que 12 dos 17 diretores decidiram apoiar a petista. Dos demais, quatro ficaram neutros e apenas um, o ex-candidato do partido ao governo, deputado Luis Bassuma, apoiou Serra.

Na terça-feira (26), haverá carreata seguida de ato público em Vitória da Conquista, com a presença de Dilma Rousseff e do governador eleito Jaques Wagner. O PT resolveu promover um evento no local como resposta à visita que o candidato José Serra (PSDB) fez a Vitória da Conquista, no início da campanha do segundo turno. Foi agradecer aos eleitores conquistensses pelo fato de ter vencido a eleição do primeiro turno no local.

Leia mais

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.