Tag: empreender

Entidades de Itabuna promovem ‘O brilho Grapiúna’

O projeto acontece de 9 a 23 de dezembro e vai iluminar a praça Olinto Leone, em Itabuna

Domingos Matos, 25/11/2019 | 16:36

Uma das celebrações mais esperadas pelas famílias, este ano, terá um brilho especial e inédito na cidade de Itabuna: “O Brilho Grapiúna”. É um projeto desenvolvido pelo núcleo de jovens empreendedores da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna – ACI e a iniciativa do Movimento Empresarial Sul da Bahia em Ação - Mesb, que irá iluminar a Praça Olinto Leone com o intuito de valorizar o espírito natalino.

O projeto irá promover um aspecto de beleza e harmonia, iluminando e decorando a praça e ambientando o espaço urbano para que as famílias possam contemplar a tradição da decoração e iluminação natalina. “Vamos trazer luz ao nosso comércio. Reavivar o espírito natalino é trazer de volta o “Brilho Grapiúna””, destaca Valdemir Silva, consultor do Empreender.

O evento é gratuito e acontecerá entre os dias 9 e 23 de dezembro, sempre a partir das 18 horas, com participação de cantatas de Natal, atrações musicais e alto de natal, além da chegada especial do Papai Noel que fará um tour pelas principais avenidas do comércio e abrirá a programação oficial.

A programação do Brilho Grapiúna foi discutida na semana passada com o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL de Itabuna, Carlos Leahy, o presidente da Fundação Itabunense de Cultura, Cidadania, Esporte e Turismo – FICC, João Leão e demais autoridades locais que também estarão juntos na realização do projeto.

 

Emprego e renda

O projeto irá movimentar o comércio da cidade, gerar empregos, incrementar a indústria do turismo e ainda abrir espaços para os pequenos e médios empreendedores que estarão expondo e comercializando os seus produtos em estandes montados com artesanatos e gastronomia local.

A praça será ornamentada com dois grandes portais iluminados, a instalação de cercados de corda e madeira no entorno do espaço, iluminação na fachada dos quiosques e plotagem interna de cenário com a identidade visual do projeto.

 

 

Mulheres empreendedoras impulsionam pequenos negócios em Ilhéus

Domingos Matos, 20/11/2019 | 19:31

O 19 de novembro é comemorado o Dia Global do Empreendedorismo Feminino, lançado pela Organização das Nações Unidas, a ONU, em 2014. O intuito da ação é colaborar no debate das questões que envolvem a atuação cada vez mais expressiva do público feminino no âmbito dos negócios. O Município auxilia pessoas que desejam se formalizar como Microempreendedor Individual (MEI), por meio da Sala do Empreendedor e de ações itinerantes realizadas em diversos bairros e distritos de Ilhéus.

Nilma Berdnazuck (foto) é empreendedora formalizada há 11 anos no MEI. A proprietária da confeitaria Divina Doçura, trabalha com encomendas de bolos e tortas, e possui uma expressiva cartela de clientes que confere a profissional, talento, simpatia e bom atendimento. A experiência levou Nilma ir um pouco mais longe. Paralelo a esta atividade, divide-se ministrando aulas de confeitaria no curso de Gastronomia da Faculdade Madre Thaís.

“Durante a minha adolescência trabalhei para outras pessoas. Mas chegou um momento que eu senti a necessidade de ter o meu próprio negócio, era um sonho. Não é fácil, cada dia tem sido um desafio, mas eu não volto atrás de forma alguma. Hoje, quero empregar pessoas, dar oportunidades”, contou a microempresária.

Júlio César Melo, superintendente de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio, explicou que as ações do Governo Municipal chamam a atenção da sociedade para a importância do trabalho desenvolvido pelos microempreendedores.

“O prefeito Mário Alexandre tem dispensado atenção especial para a área de fomento ao comércio. As mulheres vêm despontando como uma nova força no sentido de empreender em função da busca por negócios próprios. Ilhéus vive um momento extremamente positivo e entra na rota de possibilidade de negócios na região”. Melo acrescenta que a Sala do Empreendedor ministra cursos, treinamentos e capacitações por meio das ações itinerantes nos bairros.

Orgulhosa da sua história, Nilma Berdnazuck está consciente dos seus desafios e enxerga neles, a oportunidade de transformar a vida de outras pessoas, a meta para os próximos anos é agregar parcerias. “Essa estratégia visa auxiliar mulheres que assim como eu, desejam ter uma renda”. E arremata. “O MEI abriu portas para mim e hoje eu digo com muito orgulho que sou a dona do meu próprio negócio”.

Berdnazuck destaca que a alternativa de possuir um negócio próprio diminui as desigualdades, já que é comum mulheres se afastarem do mercado de trabalho por conta de uma gestação e dos cuidados com a casa e com os filhos. “As ideias tendem a morrer se não forem colocadas em ação. Algumas mulheres só precisam disso, colocar o projeto em ação, porque eu tenho certeza que na cabeça delas fluem muitas ideias positivas”.

Segundo dados do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), nos últimos dois anos, a proporção de mulheres empreendedoras que são chefes de domicílio passou de 38 para 45%. Ainda de acordo com a entidade, as mulheres empreendedoras atualmente representam 48% dos Microempreendedores Individuais, atuando principalmente em atividades de beleza, moda e alimentação.

 

Itabuna recebe palestrante de renome internacional em Fórum de Mulheres Empreendedoras

A 1ª edição do evento acontece no dia 17 de outubro, em Itabuna, com temáticas voltadas para o público feminino

Domingos Matos, 19/09/2019 | 16:38

Eleita pela Revista Forbes, uma das 20 Mulheres mais Poderosas do Brasil em 2019, Ana Lúcia Fontes (foto), fundadora e CEO da Rede Mulher Empreendedora (RME), estará presente no 1º Fórum da Bahia Mulheres Empreendedoras, que vai acontecer no dia 17 de outubro, das 14 às 21h30, no Teatro Municipal Candinha Dórea, em Itabuna. O evento é uma realização do Movimento Empreender Bahia e tem como tema: “Mulheres com Propósito”.

Durante a sua palestra, Ana vai apresentar a sua história inspiradora para mulheres empreendedoras, empresárias, autônomas das mais diversas áreas, estudantes e demais interessadas. Estarão em evidência, temas como: Empreendedorismo feminino; Liderança Feminina; Atitude empreendedora; Modelos de negócios; Networking; Ambiente Empreendedor; Diversidade e Inclusão.

A RME nasceu durante o “Programa 10 mil Mulheres da FGV”, quando Ana teve a ideia de criar um blog sobre os medos, as dúvidas e as dificuldades do empreendedorismo feminino. Ela percebeu, então, que esses questionamentos eram compartilhados por outras mulheres, que também buscavam ajuda e apoio.

Em 2017, ela resolveu ampliar seus objetivos e criou o Instituto Rede Mulher Empreendedora, focado na capacitação de mulheres em situação de vulnerabilidade. Um ano depois, em 2018, a relevância da RME se fortaleceu com a criação da Aceleradora Herd, braço responsável por criar programas de desenvolvimento e apoiar projetos e negócios de mulheres.

Atualmente, a RME é a primeira e a maior plataforma de apoio ao empreendedorismo feminino do Brasil, com o propósito de empoderar empreendedoras economicamente, garantindo independência financeira e de decisão sobre seus negócios e suas vidas.

 

Programação

Na programação ainda estão confirmadas a presença da publicitária, coach, consultora de imagem e estilo, Aiala Lago, que estará abordando o tema: Imagem e Marca Pessoal. Em seguida, a contadora e bancária Leilane Benevides vai apresentar o case de sucesso da Benevides – Chocolates Finos e a diretora de Desenvolvimento do Grupo Brasileiro de Transporte Rodoviário, Elaine Carletto destacará o papel da Mulher Empreendedora do século XXI.

A primeira palestra da noite será com a artesão profissional, Thalita Ortega, que vai falar sobre a importância das Mulheres no Empreendedorismo Criativo. Em seguida, o sócio fundador da Terceira Via Hall, Franklin Bastos vai abordar sobre os perfis comportamentais. O evento encerra com a palestra da fundadora da RME, Ana Fontes, com o tema Atitude Empreendedora.

 

Inscrições

As inscrições já estão sendo feitas no site https://forumempreendedorasbahia.com.br/. Mais informações pelo telefone: (73) 3613-1171 ou através do e-mail: forummulheresba@gmail.com ou no instagran: @forummulheresba

 

Parceria entre ACI e Uesc vai beneficiar associados e participantes do Empreender

Domingos Matos, 03/09/2019 | 18:37

Com a proposta de oferecer orientação técnica e profissional para os associados da ACI e participantes do programa Empreender, o professor de Mestrado da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), Alfredo Did apresentou uma proposta para melhoria organizacional das empresas, durante a Reunião Ordinária da entidade, na segunda-feira (2).

A iniciativa visa a execução do programa "Adote um Empresa", através de um projeto de extensão, no qual um aluno da universidade ficará responsável por uma determinada empresa e trabalhará com diagnóstico empresarial, planejamento estratégico, sistema de finanças, melhoria contínua na qualidades dos serviços e produtos, dentre outras ações, com a supervisão de professores da Uesc.

“A ideia inicial é identificar os problemas e montar um planejamento estratégico para levantar um diagnóstico e otimizar questões técnicas. Inicialmente, irei participar de uma reunião em conjunto com os participantes dos núcleos, para depois identificar as demandas individuais”, destacou Alfredo, que atua no departamento de Ciências Administrativas e Contábeis, no Colegiado de Administração Financeira, e nos Mestrados de Educação Matemática e de Inovação e Tecnologia.

Para o presidente da ACI, Sérgio Velanes, a parceria será de grande importância para o desenvolvimento das empresas, em especial das micro e pequenas. “É sem dúvida um grande passo que estamos dando na ACI. Os empresários terão a oportunidade de receber uma consultoria especializada e melhorar a gestão dos negócios e consequentemente a melhoria da arrecadação financeira”, concluiu.

 

 

 

Seminário marca o fomento ao empreendedorismo entre jovens itabunenses

Domingos Matos, 05/08/2019 | 17:18

Jovens itabunenses lotaram o auditório da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna – ACI, no último sábado (3), em busca de conhecimento e informações para empreender ou aprimorar o próprio negócio. Para o presidente Sérgio Velanes, o seminário foi um marco para a Associação, que tem como um dos pilares o fomento ao empreendedorismo. “A Associação tem investido na capacitação de empreendedores através do Empreender, pois entende que o acaso só beneficia a quem se prepara”, declarou.

O evento foi marcado por grande interação entre os empreendedores, palestrantes e empresários convidados, que levaram dicas de sucesso. Dentre os temáticas, a psicóloga Priscila Nascimento falou sobre as ferramentas para desenvolver a inteligência emocional – auto valorização, auto estima, empatia, auto confiança e auto conhecimento. "A inteligência emocional é um conceito bastante utilizado na atualidade e diz respeito sobre saber equilibrar as emoções no ambiente pessoal e de trabalho", destacou.

Entre os participantes, a interação foi muito grande sobre o tema da Inteligência Emocional, principalmente no que diz respeito a empatia no atendimento. Para a fisioterapeuta Elis Baracho, integrante do grupo de Mulheres Empreendedoras, a temática atualizada fez refletir sobre “a importância de colocar em prática características de Inteligência Emocional, que influenciam positivamente no atendimento ao cliente”.

Já na palestra do empresário Franklin Bastos, o tema de finanças chamou a atenção dos participantes já que se trata de uma temática que “a maioria das pessoas não dominam e têm dificuldades de separar as finanças pessoais das específicas de trabalho, o que tem levado muitas empresas à falência”. Ainda sobre a temática, o empresário Marcel Ribeiro das Lojas Buriti, compartilhou seus conhecimentos sobre a área financeira.

O jovem Osvaldo Nascimento, que trabalha no setor de atendimento da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, elogiou a iniciativa do seminário, que contribuiu para ampliar os seus conhecimentos e futuramente retornar com os projetos da área de comunicação. “Que bom que a Associação está promovendo eventos como esse para estimular os empreendedorismo entre os jovens com conteúdos tão importantes”.

Participação e parceria

O empresário José Raimundo também participou do seminário e destacou a importância de eventos como esse para fortalecer o comércio. No final do encontro, o empresário Nelsinho Báfica, da KMS falou sobre as estratégias específicas para melhor utilizar as redes sociais como impulsionadores de vendas do próprio negócio. Foram apresentadas situações sobre página pessoal e profissional nas redes sociais, dicas de empulsionamentos em publicações e anúncios de produtos e serviços das empresas nas redes sociais.

Como fruto do evento, será realizada uma reunião nesta quinta-feira (8), às 19 horas, na sede da entidade, para a formação do núcleo de jovens empreendedores do programa Empreender da Associação, que conta com a parceria do Sebrae de Itabuna.

Programa Centelha Bahia recebe propostas de negócios inovadores até 7 de agosto

Domingos Matos, 16/07/2019 | 11:20

Em 2016, o analista de sistemas Mateus Carvalho participou de um edital de financiamento de negócios inovadores promovido pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb). A oportunidade lhe permitiu desenvolver um aplicativo para mototáxis. Com a experiência, o jovem empreendedor ampliou seu ramo de atuação através dos conhecimentos aprendidos e da rede de contatos que construiu. Atualmente, Mateus possui uma empresa que fornece aplicativos de mobilidade em cidades de médio porte de diversas regiões do país.

Um novo edital de apoio a negócios inovadores foi lançado pela Fapesb no mês de junho, em parceria com o Governo Federal, e vai receber propostas até o dia 7 de agosto. Mais de um R$1,6 mi estão sendo disponibilizados pelo Programa Centelha. “Toda pessoa que é residente no estado e que tenha a idade mínima de 18 anos pode participar do edital. Não precisa ter empresa neste momento, ou seja, todo mundo que tem um CPF pode fazer o seu cadastro e apresentar suas idéias, explica o responsável pela Coordenação de Competitividade Empresarial Fapesb, Alzir Mahl.

A expectativa do programa é de selecionar 28 projetos de até R$ 60 mil em financiamento cada um. A seleção acontecerá em três etapas. Para inscrições e informações sobre o edital, basta acessar o site www.programacentelha.com.br/ba/. 

“Um apoio financeiro é sempre muito importante, principalmente quando se está começando um negócio, Você precisa do capital para formalizar a empresa, comprar algo junto ao fornecedor e, principalmente, na questão do networking. As pessoas que estão envolvidas no processo de aceleração são pessoas capacitadas, que já viveram aquilo, quebraram a cara. Essa questão de errar é importante, se você escuta alguém que já errou você tem um pouco mais de chance de ter sucesso e aprender com os erros dessa pessoa”, relata Mateus, sobre a oportunidade de ter começado a empreender através da oportunidade de um edital público.

Sérgio Velanes é reeleito presidente da ACI

Domingos Matos, 18/06/2019 | 15:58

A Associação Comercial e Empresarial de Itabuna – ACI reelegeu na noite desta segunda-feira, 17, o empresário Luiz Sérgio Neto Velanes para presidir a entidade no período de 2019-2021. O presidente assumiu o compromisso de continuar defendendo os interesses que influenciam no desenvolvimento da cidade, sempre em parceria com o Poder Público Municipal, além de dar continuidade a capacitação da classe empresarial, através do Programa Empreender.

Sérgio reforçou a importância de permanecer lutando em defesa do Associativismo, pois entende que a participação dos empresários é fundamental para a resolução de demandas que influencia no funcionamento do comércio, da indústria e do setor de serviços. “Nesse sentido, torna-se cada vez mais necessário, que os empresários se juntem para defender demandas importantes, tanto para a classe empresarial, como para a sociedade”.

Nos últimos dois anos à frente da entidade, o presidente defendeu a regularização do comércio informal, apoiando a instalação do shopping popular, a segurança no centro da cidade, com a implantação de um sistema de videomonitoramento, em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL de Itabuna, o Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista de Itabuna – Sindicom e a Prefeitura Municipal. 

Dentre as reivindicações, a ACI está empenhada na demolição do antigo Shopping Popular, que está com a sua estrutura em ruínas, comprometendo a vida da população que trafega na localidade. Sobre as conquistas que marcaram a classe empresarial, Sérgio destacou a histórica reabertura do aeroporto de Itabuna, Tertuliano Guedes de Pinho para pousos de pequenas aeronaves, UTI área e para os adeptos do aeromodelismo. 

Capacitação

Na busca por soluções para os pequenos negócios, a ACI firmou parcerias com a Federação das Associações Comerciais do Estado da Bahia – Faceb e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae para a realização do Programa Empreender. Já estão em formação os núcleos de mulheres empreendedoras, salão de beleza e panificação, com reuniões quinzenais na sede da ACI.

O projeto busca sensibilizar os empresários para adoção de posturas frente aos desafios atuais e futuros nos segmentos em comum. Ao mesmo tempo, a iniciativa visa elevar a competitividade e, consequentemente, a sobrevivência das micro e pequenas empresas, que é o principal objetivo do Empreender.

“Nos próximos dois anos iremos continuar nessa intenção de capacitação e melhoria do nível das pessoas, entender o comportamento do consumidor. Precisamos estar sempre inovando, buscando conhecimento para entender o consumidor, que é o responsável pela existência das empresas”, afirmou Sérgio.

Composição

O Conselho Diretor é presidido por Sérgio Velanes e acompanhado dos vice-presidentes: Luiz Orleans Mendonça, Ana Paula de Aquino Ganem, José Raimundo Penalva, Silvio Roberto de Sousa Oliveira e Eduardo Oliveira Carqueija Junior.

A Assembleia Geral é presidida pelo empresário Ronaldo Abude Eustáquio da Silva, tendo como 1º. Secretário, Luiz Roberto Vieira Ribeiro e 2º Secretário, Eduardo Fontes Neto.

Itacaré: terminam nesta terça as inscrições para o Curso Inova Jovem EAD

Domingos Matos, 23/04/2019 | 07:19

A Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria de Juventude, Esporte e Cultura em parceria com a Secretaria Nacional de Juventude, está com inscrições aberta até esta terça-feira (23) de abril, para o Curso Inova Jovem EAD, que visa capacitar jovens com idade entre 18 e 29 anos, com a finalidade de incentivar a autonomia financeira dos jovens por meio do empreendedorismo. As inscrições e maiores informações podem ser obtidas da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Cultura, situada na Praça do Canhão, das 8 às 12 horas.

O Inova Jovem está embasado no artigo 14, do Estatuto da Juventude, que determina que é direito do jovem a profissionalização, o trabalho e a renda, exercido em condições de liberdade, equidade e segurança, adequadamente remunerado e com proteção social. Para tanto, devem ser adotadas políticas públicas voltadas para a promoção do trabalho para a juventude, como pretende o projeto.

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, considera importante investir na capacitação dos jovens através do empreendedorismo. Outro ponto fundamental nesta iniciativa, segundo ele, é que o projeto pretende auxiliar no combate à violência estimulando a autonomia financeira dos jovens. O objetivo é reduzir os índices de violência, pobreza e desigualdade, com ações de empreendedorismo e geração de renda.

O secretário de Juventude, Esporte e Cultura, Diego Augusto, complementa informando que os jovens já poderão se inscrever e receberão logins e senhas para que tenham acesso a todo o material de capacitação do Inova Jovem, em sua versão digital. Serão disponibilizadas apostilas de empreendedorismo em dez etapas, e dez vídeos explicando o passo a passo de cada etapa. Além disso, o aluno também terá acesso a cinco e-books complementares que apresentam dicas para empreender e como realizar vendas por meio das redes sociais.

 

Abertas inscrições para Curso Inova Jovem EAD em Itacaré

Domingos Matos, 12/04/2019 | 11:39

A Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria de Juventude, Esporte e Cultura em parceria com a Secretaria Nacional de Juventude, está com inscrições aberta de 15 a 23 de abril para o Curso Inova Jovem EAD, que visa capacitar jovens com idade entre 18 e 29 anos, com a finalidade de incentivar a autonomia financeira dos jovens por meio do empreendedorismo. As inscrições e maiores informações podem ser obtidas da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Cultura, situada na Praça do Canhão, das 9 às 12 horas.

O Inova Jovem está embasado no artigo 14, do Estatuto da Juventude, que determina que é direito do jovem a profissionalização, o trabalho e a renda, exercido em condições de liberdade, equidade e segurança, adequadamente remunerado e com proteção social. Para tanto, devem ser adotadas políticas públicas voltadas para a promoção do trabalho para a juventude, como pretende o projeto.

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, considera importante investir na capacitação dos jovens através do empreendedorismo. Outro ponto fundamental nesta iniciativa, segundo ele, é que o projeto pretende auxiliar no combate à violência estimulando a autonomia financeira dos jovens. O objetivo é reduzir os índices de violência, pobreza e desigualdade, com ações de empreendedorismo e geração de renda.

O secretário de Juventude, Esporte e Cultura, Diego Augusto, complementa informando que os jovens já poderão se inscrever e receberão logins e senhas para que tenham acesso a todo o material de capacitação do Inova Jovem, em sua versão digital. Serão disponibilizadas apostilas de empreendedorismo em dez etapas, e dez vídeos explicando o passo a passo de cada etapa. Além disso, o aluno também terá acesso a cinco e-books complementares que apresentam dicas para empreender e como realizar vendas por meio das redes sociais.

Programa Empreender vai contribuir para o desenvolvimento do comércio de Itabuna

Domingos Matos, 18/02/2019 | 13:19

Fomentar e desenvolver as empresas do município, a partir do diagnóstico dos problemas, com o fim de, buscar soluções para os empreendimentos do mesmo segmento, utilizando uma expertise internacional. Esse é o principal objetivo do Programa Empreender, de acordo com o consultor Valdemir Souza que apresentou a metodologia do Projeto às lideranças locais, presidentes de bairros e órgãos parceiros da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna, na quinta-feira (14).

O encontro também contou com a presença da Câmara de Dirigentes Logistas – CDL de Itabuna, que parabenizou a importância da iniciativa em auxiliar o micro e pequeno empreendedor: “este Programa é muito importante para ampliar a formação de quem já está no mercado, e também para quem deseja crescer com qualidade. E isto irá beneficiar toda a cadeia local, possibilitando, entre outros, a abertura de vagas de emprego e qualidade no atendimento, e terá todo nosso apoio”, declarou o Presidente, Carlos Leah.

“Nós temos inúmeros exemplos na Bahia de empresas que conseguiram êxito através de inciativas como esta, que é reunir o mesmo segmento em discussões e busca de soluções conjunta. O programa é uma inciativa oportuna e excelente. E, nós do Sebrae estaremos junto com a ACI contribuindo com a nossa expertise para auxiliar ao micro e pequeno empresário”, declarou a coordenadora regional do Sebrae, Claudiana Figueiredo.

A reunião contou ainda com a presença de representantes do Movimento Empresarial Sul da Bahia em Ação - MESB, Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista do Comércio de Itabuna - SINDICOM, Banco do Povo, Caixa Econômica, Sala do Empreendedor e foi bastante proveitosa, de acordo com o presidente em exercício da ACI, Carqueija Júnior, “foi muito positivo a participação de todos hoje, o Programa Empreender foi abraçado pelos presentes e acredito que com este engajamento teremos turmas completas e o programa será um sucesso”, concluiu.

O lançamento oficial do Programa será dia 27 de fevereiro, com exposição da metodologia, formação das turmas e cronograma de tarefas. O Programa Empreender terá duração de um ano e tem como público alvo: os empresários dos segmentos de salão de beleza, oficinas mecânicas, mercados, padarias e hotelarias e é uma parceria entre a Federação das Associações Comerciais e Empresariais da Bahia – Faceb, a ACI e o Sebrae.

 

Palestra destaca tendências do consumidor e da indústria de alimentos em evento do Sebrae

Domingos Matos, 18/02/2019 | 12:11

Empresários e profissionais que atuam na indústria de alimentos e, até mesmo, aqueles que buscam uma oportunidade para empreender, lotaram o auditório do hotel Tarik Fontes, em Itabuna, na última quinta-feira (14). Todos em busca de informações atualizadas sobre o mercado e as técnicas eficazes para driblar a crise econômica e alavancar os negócios no Sebrae Conecta.

Alberto Kanthack é empresário e produz empadas há 20 anos, em Ilhéus, e há cinco anos vem contando com a ajuda do Sebrae para abertura de filiais. Hoje, com três empreendimentos, produzindo duas mil empadas por dia, ele foi ao evento do Conecta em busca de informação sobre como otimizar a produção sem perder a qualidade.

“Hoje, a gente produz para três pontos de vendas e, em todo o processo, buscamos manter a qualidade e as boas experiências para nossos clientes. Então, vim buscar tecnologia e orientação para conseguir empregar no meu setor de produção, onde eu consigo melhorar a minha produtividade sem perder a qualidade”, declarou.

Dentre as tendências sinalizadas para melhorar a produtividade e a competitividade da empresa, o consultor e palestrante do Instituto Educare, Marcelino Rodrigues, destacou a alimentação finalizada na presença do cliente, a valorização do produto final e a busca, cada vez mais forte, do sabor e do apelo a saudabilidade.

Outro fator importante é o posicionamento do preço que, segundo ele, tem visto empresas de panificação melhorar os serviços, a estrutura, mas subindo muito o preço do que o consumidor tem condições de pagar.

“É uma realidade, a tendência de entrar grandes fabricantes no setor de indústria de alimentos, principalmente em panificação”, explicou o consultor.

A palestra integra o programa Sebrae Conecta. De acordo com a gerente regional, Claudiana Figueiredo, o evento tem dado uma resposta muito positiva, pois está tratando da especificidade de cada segmento de mercado.

“Os especialistas têm dado às empresas grandes insights e estamos felizes com os resultados, principalmente os resultados de impacto para os clientes, de ter um especialista no negócio para fazer a abordagem correta”, afirma.

Próximas palestras

O próximo encontro está programado para a próxima terça-feira, 19 de fevereiro, no auditório do Sebrae em Ilhéus, com o especialista em Alimentação Fora do Lar, Léo Teixeira, que é sócio e membro da equipe de consultores da NaMesa e especialista em Gastronomia.

Logo depois, no dia 25 de fevereiro, no Tarik Fontes, em Itabuna, está reservada a palestra “Inovação e Marketing Omnichannel: as tendências para o segmento de beleza”, com a gerente de Marketing da ADCOS Cosméticos, Miriam Machado.

As inscrições para o evento podem ser feitas gratuitamente por meio do site www.sebraeconecta.com.br. As vagas são limitadas.

Reunião vai apresentar o Programa Empreender à sociedade itabunense

Domingos Matos, 13/02/2019 | 15:29

Itabuna é uma das 10 cidades baianas que serão contempladas com o programa Empreender, projeto de apoio ao desenvolvimento empresarial da Federação das Associações Comerciais e Empresariais da Bahia – Faceb. O programa será apresentado a sociedade itabunense nesta quinta-feira (14), às 17h30, no auditório da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna (ACI).

A proposta do projeto é trabalhar com grupos setoriais, e através de uma metodologia, discutir os problemas de um conjunto de empresas do mesmo nicho de mercado e entregar uma solução. O projeto será executado pela Associação Comercial em parceria com a Faceb e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae.

Ainda participam do programa, os municípios de Seabra, Feira de Santana, Camaçari, Vitória da conquista, Alagoinhas, Ribeira do Pombal, Lauro de Freitas, Amargosa e Santo Antônio de Jesus

A ACI fica localizada na rua Osvaldo Cruz, nº 56, 10º andar do Edifício União Comercial, centro de Itabuna.

 

Intolerância, não; indignação, sim; ou o stalinista que habita em nós

Domingos Matos, 25/09/2011 | 18:25
Editado em 25/09/2011 | 18:28

Walmir Rosário

Walmir“O direito de intolerância é absurdo e bárbaro: é o direito dos tigres, e é bem horrível; porque os tigres matam para comer e nós andamos a exterminar-nos por causa de parágrafos”. (Voltaire, - François-Marie Arouet - Tratado sobre a tolerância)

Até o século XVIII a intolerância de cunho religioso campeava absoluta. A igreja católica, ou mesmo as instituições religiosas, se intrometiam nos assuntos econômicos e políticos do Estado, o que era um hábito nocivo ao desenvolvimento e ao progresso da sociedade. O pensamento dogmático religioso era uma barreira colocada entre Deus e o homem, sem razões sólidas para se sustentar.

Os dogmas eram verdade absoluta e sequer podiam ser questionados, e as perseguições por acusações de impiedade e de ateísmo corriqueiras. A Igreja determinava, os reis atendiam. Era essa a moeda de troca entre os dominantes. Um impunha, o outro executava. Sem piedade, diga-se de passagem. Antes, a intolerância também tinha tomado a forma de luta ideológica, com Maquiavel advogando que os fins justificam os meios, para legitimar as ações do Estado contra seus opositores.

Na Europa, notadamente na França, um grupo de pensadores conhecido como os Iluministas, começou a se mobilizar em torno da defesa de ideias que pautavam a renovação de práticas e instituições vigentes. Os principais alvos mirados pelos iluministas eram a injustiça, a dominação religiosa, o Estado absolutista e os privilégios enquanto vícios de uma sociedade que cada vez mais afastava os homens do seu “direito natural” à felicidade.

A intolerância vinculava a religião e a política e o herege religioso era visto como um provocador da ordem estabelecida – a monarquia – indo de encontro ao dogma religioso adotado pelo Estado-nação.

Enfim, graças aos iluministas, a política terminaria por impor a sua autonomia em relação ao poder religioso. Historicamente, a intolerância está presente na esfera das relações humanas fundadas em sentimentos e crenças religiosas. É uma prática que se “autojustifica” em nome de Deus, adquirindo o status de uma “guerra santa” entre os homens.

Ainda hoje, não toleramos o pobre, as minorias. Não bastasse esse sentimento cultural que acompanha a humanidade por séculos, convivemos com os governos de totalitarismos, sejam de esquerda ou de direita. Além dessas ameaças nos nossos países, somos assolados pelo fanatismo, geralmente religioso vindo do oriente (onde impera o islamismo, religião que prega o bem).

Mas, apesar dessas mudanças, ainda somos obrigados a conviver com tamanha selvageria em pleno Século XXI, apesar dos constantes avanços nas áreas da saúde, das comunicações e da informática. O mais grave é que esses avanços são utilizados como instrumento de dominação, a exemplo do que acontece na República Popular da China. Soubemos criar e desenvolver a tecnologia, menos controlar nossos instintos perversos.

A injustiça campeia a passos largos. E tudo isso acontece com a nossa aquiescência. Assistimos a tudo passivamente, com medo de nos envolvermos, apesar de sabermos e termos consciência do mal que pessoas praticam contra as outras. Trata-se de violência praticada contra seres humanos, nossos semelhantes, e continuamos como que anestesiadas diante das injustiças que os atingem. Não nos indignamos, não protestamos e não reagimos.

No nosso planeta, a cada dia que passa aumenta a concentração de riquezas, enquanto milhões ou talvez bilhões de pessoas sobrevivem na fome e na indigência, condenados à morte por inanição. A educação e a saúde, garantidas na nossa Constituição – para ilustrar o nosso caso –, são apenas meros artigos de ficção.

Os seres humanos continuam sendo explorados como acontecia em períodos mais remotos, sem direitos a um trabalho digno e bem remunerado; impedidos de ir e vir por falta de infraestrutura, de meios de transporte, de recursos para pagar o transporte, e o que é o maior requinte da injustiça, de leis restritivas à imigração: é o globalitarismo denunciado pelo mestre baiano Milton Santos.

Com todos esses males assolando a humanidade não somos capazes de empreendermos uma ação sequer contra as injustiças sociais e as desigualdades. Pelo contrário, somos surpreendidos pelo grande número de adesismo aos governos estabelecidos. Até mesmo a cooptação, prática utilizada para conquistar pessoas pelos mais diversos métodos, hoje vem sendo abolida em nome do adesismo desenfreado, fazendo com que desapareça o contraditório, a diversidade de ideias.

A inversão de valores é grande, onde o certo é ser esperto e ser honesto é coisa de otário. A impunidade deixa a sociedade mais indignada ainda, com mandantes de assassinatos impunes, corruptos impunes. No primeiro quartel do século passado, o baiano Ruy Barbosa elaborou o discurso “Oração aos Moços”, para ser lido perante a turma de 1920 da Faculdade de Direito de São Paulo, em que retrata perfeitamente a situação atual.

Com base nessas lições deixadas pelos grandes pensadores da humanidade é que deveremos abominar de nossas vidas a intolerância e adotar como modelo de vida a prática da indignação. E para concluir, lembro mais uma célebre frase de Voltaire: "Eu posso não concordar com o que você diz, mas defenderei até a morte o direito de dizê-las".  

Walmir Rosário é advogado, jornalista e editor do site www.ciadanoticia.com.br

Blog denuncia tabelinha de Ruy e Azevedo para venda da Emasa

Domingos Matos, 18/06/2011 | 12:50
Editado em 18/06/2011 | 12:57

Deu no Cia da Notícia

Denúncia feita pelo jornalista Walmir Rosário, na Coluna Do Público ao Privado:

Aos cuidados do secretário de Assuntos Governamentais, Carlos Burgos, o gerenciamento do projeto de venda da Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa). Dois grupos estrangeiros disputam a empresa de água e esgotos de Itabuna: uma italiana e outra francesa. O preço da venda do patrimônio do itabunense é de US$ 150 milhões, pagos com as “verdinhas” americanas, os conhecido dólares.

O coordenador da venda já demonstrou que o grupo vencedor da disputa será bastante generoso com os “amigos” que se empenharem na negociação, distribuindo presentes significativos. O trabalho a ser prestado ao grupo não será muito pesado, basta empreender esforços para que seja tranquilo, sem alardes da comunidade, bem como dos vereadores, que deverão votar a autorização da venda.

Como na próxima eleição Itabuna terá 21 vereadores, parlamentares querem apressar o negócio, pois serão somente 13 a participar do presente prometido pelos gringos. A negociação promete andar a passos largos.

A fatura do terreno da nova sede da Câmara foi apresentada?

'SMI' funciona e flagra roubo de material de construção da Prefeitura - ''redenção'' do Sargento Gilson?

Domingos Matos, 14/11/2010 | 10:57
Editado em 14/11/2010 | 12:45

Leia abaixo texto-chave publicado no Cia da Notícia, de Walmir Rosário, sobre a operação 'Monte Pascoal', do SMI - Serviço Municipal de Informação:

caminhãoA operação realizada em conjunto entre o grupo de inteligência do gabinete do prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo, e o Tático Ostensivo Rodoviário (TOR), culminou, na manhã deste sábado (13), com a apreensão do caminhão placa JLL 3686, de Itabuna, dirigido por Adélio Silva Costa. O caminhão transportava materiais de construção (tijolos, sacos de cimento, blocos de cimento, caixões de porta e madeira – desviado do depósito da Prefeitura de Itabuna, local conhecido como ADEI.

A abordagem foi feita pela equipe comandada pelo Sargento Aleluia, e os soldados Alexandro e Batista, na campanha armada pelo TOR, na rodovia Jorge Amado (BR-415, entre Ilhéus e Itabuna). Segundo depoimento à delegada Marilene Aboboboreira e entrevista concedida ao repórter da Rádio jornal de Itabuna, Fábio Roberto, o motorista Adélio disse que a mercadoria iria ser descarregada numa construção (casa de praia) do diretor de Obras da Secretaria do Desenvolvimento Urbano, José Pascoal de Brito, pessoa da estrita confiança do prefeito Capitão Azevedo.

CAMPANA

O diretor José Pascoal de Brito vinha sendo investigado há quatro meses pelo Grupo de Inteligência do Gabinete do Prefeito, formado por guardas municipais e policiais militares aposentados. O motivo da investigação seria o aparente enriquecimento do servidor, que começou a investir em construção num volume bem maior do que seus vencimentos. A movimentação na ADEI iniciou na tarde de sexta-feira (12), com a separação dos materiais e o carregamento dos caminhões.

Os policiais do TOR também apreenderam outro caminhão carregado com material asfático que, embora tivesse como destino o mesmo endereço, possuía documentação fiscal e foi liberado. A Polícia não descarta que os materiais sejam do mesmo esquema, mas como possuía documentação, tiveram que liberá-lo. Ainda segundo o motorista, essa não seria a primeira vez que transportava materiais para o mesmo endereço, versão que depois modificou ao conceder entrevista para a TV Santa Cruz.

Confessando-se arrependido, o motorista Adélio disse que não tinha qualquer participação no furto das mercadorias e que apenas cumpria determinações da chefia. Ele informou que o seu caminhão era locado, desde 2005, para a Prefeitura de Itabuna e que estaria há cinco meses sem receber os respectivos pagamento pelos serviços prestados.

PREFEITURA FECHA ADEI

Procurado pelo CIA DA NOTÍCIA, o secretário da Administração do Município, Gilson Nascimento, disse que assim que o prefeito foi informado do furto de materiais de construção da Prefeitura, determinou o imediato afastamento do diretor de Obras Pascoal, assegurando que irá assinar o decreto de exoneração do seu servidor de confiança na próxima terça-feira (16), além de apresentar notícia crime à polícia pelo delito constatado.

Outra medida determinada pelo prefeito, segundo o secretário Gilson Nascimento, foi o afastamento de toda a equipe de Pascoal, e o fechamento da estrutura da ADEI utilizada por Pascoal. “O prefeito me disse, textualmente, que doa em quem doer, não iremos passar a mão na cabeça de ninguém. E estou aqui para cumprir as ordens do prefeito”, ressaltou Gilson, dizendo ainda, que a partir de agora, a segurança da área está a cargo da guarda municipal.

QUALIDADES DE PASCOAL

pascoalNo depósito da prefeitura de Itabuna, conhecido como ADEI, existem dois canteiros de obra, um da Secretaria do Desenvolvimento Urbano, cujo secretário é Fernando Vita, e outro isolado daquele e construído pelo prefeito Capitão Azevedo, especialmente para abrigar o diretor de Obras José Pascoal de Brito (esq.) e sua equipe. Pascoal não obedecia a direção dos engenheiros da secretaria e se reportava diretamente ao prefeito, sendo citado constantemente em seus discursos como pessoal de sua linha de frente.

Em diversas oportunidades, o prefeito chegou a citar Pascoal em seus discursos: “Se a prefeitura tivesse três pessoas como Pascoal, o seu governo seria outro”, numa alusão ao destemor do mestre-de-obras, que dizia não precisar de projetos de engenharia para construir pontes, avenidas ou qualquer tipo de obra.

Para ele tudo era irrelevante, bastando apenas o seu conhecimento prático, refutando qualquer conhecimento teórico. Importante lembrar que foi pascoal quem comandou a tumultuada reforma da avenida do Cinquentenário, no centro da cidade.

P.S.: O blogueiro Walmir Rosário foi secretário das Ações Governamentais e Comunicação Social da Prefeitura de Itabuna. Pediu o boné quando viu que o governo não encontraria um rumo e por não ter conseguido empreender seu estilo de trabalho na importante pasta que comandava. A foto do caminhão é do Pimenta.

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.