Tag: escolares

Ilhéus: alunos do Instituto Municipal de Ensino serão alocados na Faculdade Madre Thais

Domingos Matos, 12/09/2019 | 07:05
Editado em 12/09/2019 | 10:33

Alunos dos turnos matutino e vespertino do Instituto Municipal de Ensino (IME) Eusinio Lavigne, serão temporariamente alocados na Faculdade Madre Thaís, situado na Avenida Itabuna. De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Lazer (Seduc), as aulas terão reinício na próxima segunda-feira (16), a partir das 7h.

O espaço possui 20 salas com ar-condicionado ocupadas no 1º andar da instituição. Essa medida foi devido a um princípio de incêndio no interior do IME, ocorrido no último dia 28 de agosto, que causou susto nos professores, funcionários e alunos. O Corpo de Bombeiros e a Coelba foram acionados e as aulas interditadas.

Enquanto o prédio passa por reformas corretivas e preventivas da sua estrutura. Com isso, o Governo Municipal visa continuar a oferecer segurança aos professores, alunos, pais e responsáveis. Os alunos do noturno que integram o programa Educação de Jovens e Adultos (EJA), ocupam as instalações da Escola Heitor Dias.

Com 80 anos de existência, o IME possui cerca de 1.300 alunos. A instituição realiza trabalho educacional em parceria com cursos de Teologia, Rotina Administrativa e Pré Militar, totalizando cerca de 1.600 alunos. Recentemente, a Prefeitura incluiu a unidade no projeto de requalificação total com outras 10 unidades escolares.

 

Hortas escolares reforçam desenvolvimento pedagógico na rede estadual 

Domingos Matos, 10/09/2019 | 14:51

O manejo do solo e o plantio de mudas de hortaliças, frutas e flores vêm transformando a relação de estudantes com o espaço escolar. A partir do projeto 'Hortas Escolares - plantar, cuidar e cuidar-se', mais de 400 mil alunos da rede estadual passaram a ter contato com a terra nas próprias escolas. Uma delas é o Colégio Estadual Alaor Coutinho, em Mata de São João, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). 

"O Horta nas Escolas vem na perspectiva de atender ao Plano Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional, com o objetivo de promover uma alimentação mais saudável, tendo como ponto de partida o fazer pedagógico. As hortas são criadas e utilizadas pelos nossos estudantes e professores como laboratório vivo", explica o coordenador estadual de Educação Ambiental e Saúde, Fábio Barbosa. Em 2019, a iniciativa recebe um investimento de R$ 300 mil do Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação.

No Alaor Coutinho, 12 estudantes do ensino médio participam do projeto às terças-feiras. Eles plantam coentro, tomate, pimenta e alface, além de flores. Os alimentos colhidos são utilizados no preparo da merenda escolar. "Eles aprendem sobre a rotação de cultura e as técnicas de manejo e cultivo. Nós também fazemos um trabalho sobre os defensivos naturais, para não utilizar nenhuma parte química de contaminação do solo. Eles conseguem identificar quando há necessidade de adubação e também o período de colheita. É um trabalho muito enriquecedor", conta a professora responsável pelo projeto, Patrícia Figueiredo.

Em períodos específicos, como a colheita, o número de participantes aumenta. A diretora do Alaor Coutinho, Maria do Socorro Aquino, destaca que a iniciativa "contribui para o aprendizado de conteúdos, mas também para o exercício da cidadania. Os estudantes passam a valorizar o trabalho que é feito com a terra. Eles compreendem a importância da alimentação mais saudável, de cuidar da escola e a entender a horta como um espaço que, além do aprendizado, revitaliza o convívio na escola". 

Para a estudante Ingrid Santos, 19 anos, do 3º ano, o projeto favorece a integração com os colegas. "A gente não se falava. Só andávamos no corredor, mas não sabíamos quem era quem. E, nesse tempo todo de horta, a gente consegue se dar bem, falar, plantar e colher", afirma. 

Também aluno do 3º ano, Carlos Eduardo Santana, 18, considera a experiência um incentivo para aumentar a qualidade de vida dos estudantes. Graças ao projeto, ele já entende, por exemplo, a diferença entre o alimento com agrotóxicos e o orgânico. "Dá para perceber a diferença no sabor, tamanho e coloração". 

Mais Estudos: estudantes podem se inscrever no programa até sexta-feira

Domingos Matos, 10/09/2019 | 14:35

Seguem abertas no Portal da Educação, até a próxima sexta-feira (13), as inscrições para adesão ao programa Mais Estudo. Executada pela Secretaria da Educação do Estado, a iniciativa vai possibilitar que cerca de 10 mil alunos da rede estadual de ensino com bom desempenho em Língua Portuguesa e Matemática recebam uma bolsa de R$200 para oferecer reforço escolar aos colegas que estão abaixo da média nas disciplinas.

O Mais Estudo visa, além de fortalecer o processo de aprendizagem, despertar nos estudantes o interesse pela docência e contribuir com práticas inovadoras de ensino, destaca a diretora de Acompanhamento Pedagógico e Planejamento da Política Continuada da Secretaria da Educação, Cristina Santana. “O projeto tem abrangência em todos os 27 Núcleos Territoriais de Educação e a expectativa é envolver, de fato, 10 mil estudantes com bom desempenho nas disciplinas. Alguns deles já desenvolvem a atividade de monitoria e agora vão receber um incentivo para que possam participar de modo mais engajado”, conta.

 

Metodologia

Para participar, os gestores escolares devem identificar o número de vagas disponíveis na escola, informar dados gerais sobre os professores que atuarão como supervisores e quais estudantes foram selecionados como monitores. Para ganhar o auxílio, os alunos do 9º ano do Ensino Fundamental e de todas as séries do Ensino Médio devem ter média escolar igual ou superior a 8,0 nas disciplinas. O programa envolve uma carga horária semanal de oito horas, sendo duas dedicadas à preparação com uma orientação pedagógica e seis em sala de aula, no contra turno das aulas regulares, com os alunos monitorados.

Uma das escolas que já fizeram a seleção e adesão dos monitores é o Colégio Estadual Rubén Darío, localizado na Avenida San Martin, em Salvador. Uma das estudantes escolhidas é Sabrina Tatiane, do 2º ano do Ensino Médio, que sempre registrou bom desempenho em Língua Portuguesa. “De forma pró-ativa, a gente pode conseguir outras pessoas pra se dedicarem mais aos estudos, utilizando uma linguagem que eles entendam com mais facilidade, por sermos da mesma faixa etária”, acredita a estudante.

Para o diretor da unidade escolar, o professor Antônio Pimenta, todo o sistema educacional do estado ganha com a iniciativa. “Os estudantes, com essa oportunidade, podem dar um passo à frente nos estudos e, ainda, ampliar a relação com os colegas e professores. Todos ganham”, afirmou.  

O Mais Estudo foi lançado na última semana pelo governador Rui Costa e pelo secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, e deve iniciar as monitorias oficiais já a partir do próximo dia 16.

 

Inscrições no Mais Estudo devem ser feitas até sexta-feira

Domingos Matos, 10/09/2019 | 11:21

A Secretaria da Educação do Estado realiza, até sexta-feira (13), o processo de seleção de monitores do projeto Mais Estudo. O projeto, de monitoria estudantil, é voltado para o fortalecimento das aprendizagens em Língua Portuguesa e Matemática nas escolas da rede estadual de ensino. No Mais Estudo, estudantes com bom desempenho escolar apoiarão outros colegas no reforço das aprendizagens e receberão uma bolsa mensal de R$ 200 nos próximos três meses.

Para participar do projeto, os gestores escolares devem acessar o Portal da Educação, identificar o número de vagas disponíveis para a sua escola, informar dados gerais sobre os professores que atuarão como supervisores e os estudantes monitores selecionados, conforme os critérios estabelecidos no edital do Mais Estudo, sendo um deles que o estudante deve ter média igual ou superior a oito. Uma comissão da escola participará da seleção internamente.

A superintendente de Políticas para a Educação Básica da SEC, Manuelita Falcão, explica que "o processo é bem simples para dar a maior agilidade na implantação do projeto, que já deverá estar em pleno funcionamento, com as monitorias sendo iniciadas no dia 16 de setembro".

A previsão é que sejam investidos recursos na ordem de R$ 4,5 milhões no auxílio monitoria, beneficiando 10 mil estudantes. Além de fortalecer as aprendizagens dos estudantes, o Mais Estudo também visa despertar no aluno monitor o desejo pela prática docente, por meio de atividades de natureza pedagógica, e contribuir com práticas inovadoras de ensino e de aprendizagem, considerando a fluidez do diálogo e a aproximação existente entre os estudantes.

 

Começa o processo de seleção do projeto Mais Estudo nas escolas estaduais

Domingos Matos, 05/09/2019 | 17:35

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia iniciou, nesta quinta-feira (5), o processo de seleção de monitores do projeto Mais Estudo, lançado pelo governador Rui Costa e pelo secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, na segunda-feira (2). Trata-se de um projeto de monitoria estudantil voltado para o fortalecimento das aprendizagens em Língua Portuguesa e Matemática nas escolas da rede estadual de ensino. Com o projeto, estudantes com bom desempenho escolar apoiarão outros colegas no reforço das aprendizagens e receberão uma bolsa mensal de R$ 200,00 nos próximos três meses.

Para participar do projeto, os gestores escolares devem acessar o Portal da Educação, identificar o número de vagas disponíveis para a sua escola, informar dados gerais sobre os professores que atuarão como supervisores e os estudantes monitores selecionados, conforme os critérios estabelecidos no edital do Mais Estudo, sendo um deles que o estudante deve ter média igual ou superior a oito. Uma comissão da escola participará da seleção internamente.

A superintendente de Políticas para a Educação Básica da SEC, Manuelita Falcão, fala sobre este processo. "O processo é bem simples para dar a maior agilidade na implantação do projeto, que já deverá estar em pleno funcionamento, com as monitorias sendo iniciadas no dia 16 de setembro", afirmou.

A previsão é que sejam investidos recursos na ordem de R$ 4,5 milhões no auxílio monitoria, beneficiando 10 mil estudantes. Além de fortalecer as aprendizagens dos estudantes, o Mais Estudo também visa despertar no aluno monitor o desejo pela prática docente por meio de atividades de natureza pedagógica e contribuir com práticas inovadoras de ensino e de aprendizagem, considerando a fluidez do diálogo e a aproximação existente entre os estudantes.

Programa Água nas Escolas beneficia 32 unidades da rede estadual de ensino

Domingos Matos, 05/09/2019 | 11:31

Com o objetivo de garantir a segurança hídrica em escolas estaduais da Bahia, prioritariamente aquelas que enfrentam escassez de abastecimento de água, a Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs), em parceria com a Secretaria da Educação do Estado, tendo como órgão executor a Companhia de Engenharia Hídrica e Recursos Hídricos da Bahia (Cerb), assinou Termo de Cooperação, para a execução de serviços especializados visando à realização de estudos hidrogeológicos, perfuração e instalação de poços tubulares, para o abastecimento de água de Unidades Escolares da Rede Estadual de Educação, em 18 municípios baianos.

Nesta primeira etapa do projeto, com o investimento de mais de R$ 3 milhões, serão contempladas, nesses municípios, 32 unidades escolares, que favoreceram à identificação de manancial apropriado para o abastecimento humano, buscando atender às exigências ambientais para o consumo, garantindo assim, às crianças, jovens e adolescentes o acesso à água de qualidade e em quantidade adequada.

“A escassez hídrica nas escolas, principalmente no semiárido baiano, compromete o desempenho escolar de crianças e adolescentes. Com essa iniciativa, o Governo do Estado, por meio de uma ação transversal entre a Sihs e a Secretaria da Educação do Estado, e com a execução da Cerb, estará promovendo o acesso à água e consequentemente elevando o potencial de desenvolvimento escolar de nossos jovens”, frisou o titular da SIHS, Leonardo Góes.
 

Ilhéus: Instituto Municipal de Ensino passa por manutenção e aulas estão suspensas

Domingos Matos, 05/09/2019 | 07:01

A Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Lazer (Seduc), por meio de comunicado feito à comunidade ilheense explicou que no último dia 28 de agosto, o prédio do Instituto Municipal de Ensino (IME) sofreu um curto circuito no quadro de energia elétrica. No intuito de salvaguardar os alunos, servidores e comunidade escolar, a Seduc suspendeu de imediato as aulas.

A Seduc informa que a instituição municipal de ensino passa por averiguação com equipes técnicas e que está organizando os procedimentos burocráticos para realizar a reforma da parte elétrica, bem como a reforma do telhado e outras melhorias estruturais.

Por sua vez, a secretária municipal de Educação, Eliane Oliveira esclarece que as aulas serão repostas posteriormente, sem prejuízo dos 200 dias letivo. As provas que estavam em andamento serão aplicadas em data subsequente, comunicada previamente pela Equipe Gestora do IME.

A titular da educação comunica ainda que os alunos do noturno (EJA) irão utilizar temporariamente as salas da Escola Municipal Heitor Dias e as aulas dos períodos matutino e vespertino serão retomadas assim que for encontrado um espaço para locação e até a conclusão dos reparos do prédio escolar.

A Seduc irá informar quando for definida data para retorno das atividades escolares, além de elaborar um cronograma de reposição das aulas sem prejuízo aos estudantes. A Prefeitura de Ilhéus aguarda o resultado do laudo técnico.

 

Taboquinhas realizará desfile cívico da Independência do Brasil

Domingos Matos, 04/09/2019 | 13:35

O município de Itacaré vai realizar no distrito de Taboquinhas o Desfile Cívico em comemoração a Independência do Brasil, como forma de garantir a tradição e incentivar o patriotismo. O desfile acontecerá na manhã de sexta-feira (06) e contará com a participação das escolas municipais Antônio Raimundo dos Santos, Dr. José Cruz, Padre Edgar dos Santos Torres, Grupo Escolar Bom Jesus, Instituto Municipal de Educação Paulo Souto, Oscar Moreira, Marieta e Castro Alves, além do Colégio Estadual de Taboquinhas.

Esse ano o desfile cívico da Independência do Brasil de Taboquinhas terá como tema central “O Conhecimento é a Luz do Mundo”. De acordo com a programação, a concentração será às 7h30min no Colégio Paulo Souto, onde as escolas estarão divididas por alas, cada uma apresentando um subtema voltado para a importância do conhecimento. O desfile circulará por diversas ruas de Taboquinhas, encerrando nem frente à subsecretaria de Educação, na Rua do Comércio, onde será entoado o Hino Nacional Brasileiro.

A proposta é envolver alunos das mais diversas unidades escolares, da sede e da zona rural, num grande ato de comemoração pela independência do Brasil. O desfile contará com personagens que marcaram a história do Brasil e também alas com os alunos das mais diversas escolas, acompanhados pela Fanfarra de Percussão de Taboquinhas.

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, explica que apesar dos problemas que o Brasil enfrenta, o desfile da Independência é uma oportunidade para as escolas trabalharem questões como ética, cidadania e símbolos da pátria. De acordo com ele, esse é um momento para se refletir e continuar a luta em defesa de dias melhores para o Brasil. E Taboquinhas e Itacaré não poderiam deixar de comemorar a independência, de relembrar esse fato histórico na vida do país e de realçar a luta de grandes mártires que contribuíram com esse novo momento.

A Independência do Brasil é um dos fatos históricos mais importantes do país, pois marca o fim do domínio português e a conquista da autonomia política. O Dia da Independência, também chamado Dia da Independência do Brasil, Sete de Setembro e Dia da Pátria, é um feriado nacional do Brasil celebrado no dia 7 de setembro de cada ano. A data comemora a Declaração de Independência do Brasil do Império Português no dia 7 de setembro de 1822.

Fórum Regional vai discutir implantação da Base Nacional Comum Curricular

O evento é gratuito e acontecerá na Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc)

Domingos Matos, 03/09/2019 | 16:32

A implantação da Base Nacional Comum Curricular - BNCC e a construção do Referencial Curricular, considerando as características territoriais é o tema principal do II Fórum Regional de Educação do Sul da Bahia, que acontece no dia 10 de setembro, das 8 às 17 hs, no auditório Paulo Souto, na Uesc. O objetivo do evento é discutir e propor estratégias para garantir os direitos de aprendizagem e o desenvolvimento da educação regional.

A iniciativa é da Câmara Técnica de Educação (CTE) do Consórcio Litoral Sul (CDS-LS), em parceria com o Fórum Regional de Educação (Forsec), a Associação dos Municípios da Região Cacaueira (Amurc), a Uesc, 30 municípios da região, Instituto Arapyaú, Rede de Colaboração Intermunicipal de Educação e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime).

As temáticas estarão sendo debatidas em um espaço de diálogo, colaboração e cooperação intermunicipal, com vistas a refletir sobre educação para o fortalecimento dos municípios, contribuindo para a redução das desigualdades e atuando em favor de uma educação pública de qualidade e equidade.

Mais de 500 pessoas já estão confirmadas na segunda edição do fórum, entre dirigentes municipais de educação, gestores escolares, coordenadores pedagógicos, professores, técnicos em assuntos educacionais, assessores em educação e Conselho Municipal de Educação.

 

Programação

O evento terá início às 8 horas, com o credenciamento e acolhimento dos participantes. Logo depois começa uma roda de conversa sobre as temáticas: Processo de (Re)elaboração e Implantação do Referencial Curricular: o que une os municípios no território Litoral Sul da Bahia?; Currículo de Identidade do Estado da Bahia:  discussão dos seus pressupostos teóricos;

Pensando sobre a construção do Projeto Político-Pedagógico e sua consonância com a BNCC e com o Currículo Bahia e o Conselho Municipal de Educação: a sua importância no processo de normatização curricular, tendo em vista a responsabilidade de análise, parecer e normatização dos novos PPPs e currículos das escolas, alinhados à BNCC nos municípios, até março de 2020.

Já no período da tarde serão realizadas oficinas BNCC na Prática e Referencial Curricular (compreendendo competências, habilidades, direitos de aprendizagem e desenvolvimento, campos de experiências, planejamento, metodologias ativas e avaliação).

 

Perícia vai apontar causa de princípio de incêndio no Instituto Municipal de Ensino de Ilhéus

Domingos Matos, 30/08/2019 | 07:02
Editado em 29/08/2019 | 22:48

Um princípio de incêndio causou um susto nos professores e alunos do Instituto Municipal de Ensino (IME). Por volta das 17 horas da última quarta-feira (28) começou a exalar um cheiro de fumaça que vinha de uma sala interna do prédio. Felizmente o Corpo de Bombeiros chegou ao local e controlou o foco. Engenheiros e técnicos da Coelba e da Prefeitura apuram as causas do incidente. Um laudo técnico será apresentado.

Segundo funcionários, o quadro de energia foi desligado e a Coelba acionada. Alunos, professores e funcionários foram rapidamente retirados para evitar inalação. A diretora Maria Sandra Leone garantiu que mesmo com o incidente, nenhum aluno será prejudicado. “Buscamos tranquilizar o alunado, pais e responsáveis quanto ao retorno das aulas, a fim de não comprometer o período de provas”, explicou a diretora.

Vida preservada – Logo que tomou conhecimento da situação, o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre entrou em contato com a Seduc para saber de mais informações quanto ao estado de saúde das pessoas. “Felizmente, não houve feridos e o fogo foi controlado rapidamente, graças a Deus! Importante saber que a vida de nossas alunos, funcionários e professores foi preservada”, manifestou o prefeito.

A titular da Seduc, Eliane Oliveira relatou que as providências foram tomadas em tempo hábil. Na oportunidade, afirmou à Blitz da Secretaria Municipal de Comunicação Social (Secom) que o Governo Municipal está atento quanto as manutenções nos prédios escolares. A gestora disse que acompanha o cronograma dos serviços e informa as equipes de técnicos revisam periodicamente o sistema elétrico.

O IME foi incluído no projeto de requalificação total com outras 10 unidades escolares. A instituição de ensino possui cerca de 1.300 alunos distribuídos nos turnos, matutino, vespertino e noturno, além de realizar gestão compartilhada com a Escola Municipal Heitor Dias. Também realiza trabalho educacional em parceria com cursos de Teologia, Rotina Administrativa e Pré Militar, totalizando cerca de 1.600 alunos.

 

Prefeito de Barreiras é multado pelo TCM

Domingos Matos, 29/08/2019 | 16:33
Editado em 29/08/2019 | 13:28

Na sessão da última quarta-feira (28), o Tribunal de Contas dos Municípios julgou parcialmente procedente termo de ocorrência lavrado contra o prefeito de Barreiras, João Barbosa de Souza Sobrinho, por irregularidades em procedimentos licitatórios realizados no exercício de 2017. O conselheiro substituto Antônio Emanuel de Souza, relator do processo, multou o gestor em R$3 mil.

Em relação à aquisição de medicamentos e materiais hospitalares, por meio de dispensa de licitação, o gestor não comprovou a publicação do ato de ratificação do procedimento, nem demonstrou os critérios adotados para escolha do fornecedor, dentre as propostas apresentadas à administração municipal. Também não foi apresentada uma prévia pesquisa de preço dos produtos pretendidos, já que o processo foi instruído apenas com as cotações dos próprios fornecedores.

Já na contratação da prestação de serviços técnicos para elaboração de projetos arquitetônicos para construção de escolas e postos de saúde, através de inexigibilidade de licitação, não foi comprovada a notória especialização do escritório Jacksonete Cabral de Albuquerque em projetos de arquitetura relativo a unidades escolares. Mais uma vez, o prefeito não comprovou a publicação do ato de ratificação do procedimento, nem apresentou a prévia pesquisa de preço que serviria como baliza para verificar a razoabilidade dos preços dos serviços contratados.

Sobre a contratação de empresa especializada para o fornecimento de peças para reposição para equipamentos hospitalares, por meio do pregão presencial nº 035/2017, no valor total de R$237.550,00, o gestor descaracterizou as irregularidades apontadas.

Cabe recurso da decisão.

 

Rui entrega unidades de saúde que somam investimentos de R$ 3 milhões em Candeias

Domingos Matos, 27/08/2019 | 19:32

A saúde foi destaque da agenda do governador Rui Costa, desta terça-feira (27), na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Em visita ao município de Candeias, nesta manhã, Rui entregou à população as novas unidades do Centro de Atenção Psicossocial (Caps), do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e da Academia de Saúde. 

“Mais um dia importante de entregas na área da saúde. O Caps, por exemplo, é um equipamento que tem grande relevância para o tratamento de pessoas que apresentam algum transtorno mental, com um conceito moderno de acolhimento. Outro objetivo do Caps, que também trata de pessoas com dependência química, é promover a inclusão e inserção de pacientes que possuem transtornos mais leves no ambiente familiar e na sociedade. Antigamente, todos os pacientes que apresentavam algum tipo de distúrbio psíquico, de qualquer grau, eram tratados da mesma forma, em internamentos que muitas vezes não eram adequados. Hoje em dia o tratamento é mais humano e cuidadoso”, explicou o governador.

Rui também falou sobre a iniciativa do Governo de construir equipamentos que fazem parte da rede básica de saúde, e entregar para as prefeituras administrarem. “O Estado está ajudando os municípios com entregas de unidades do Caps, Creas, Academias de Saúde, entre outras, porque entende que a atenção básica é fundamental para atender a população, principalmente nas cidades do interior”, ressaltou.

Centros 

No bairro Pitanga, a obra do Caps, executada pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), recebeu cerca de R$2,5 milhões em recursos. No local, serão tratados transtornos mentais severos e persistentes, com acompanhamento clínico e a reinserção social dos usuários pelo acesso ao trabalho, lazer, exercício dos direitos civis e fortalecimento dos laços familiares e comunitários. Trata-se de uma ação pensada para substituir, quando possível, internações em hospitais psiquiátricos. 

No mesmo bairro, o Creas vai ofertar serviços especializados e continuados a famílias e indivíduos em situação de ameaça ou violação de direitos, como violência física, psicológica, sexual e tráfico de pessoas, e para cumprimento de medidas socioeducativas em meio aberto. A unidade recebeu um aporte de aproximadamente R$583 mil.

 

Academia de Saúde 

Localizada no bairro Urbis II, a Academia de Saúde permite que a população participe de atividades físicas, incluindo ginástica, capoeira, jogos esportivos e populares, yoga, tai chi chuan, dança, além de práticas artísticas, a exemplo de teatro, música, pintura e artesanato. Na iniciativa, foram investidos mais de R$ 288 mil em recursos.

 

Vistoria 

Também nesta terça-feira, Rui vistoriou as obras de contenção da encosta situada na Rua Cajueiro, no Centro de Candeias. Com conclusão prevista para setembro próximo, e executada pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado (Conder), a intervenção conta com um aporte superior a R$ 1,1 milhão. Estão sendo feitos os serviços de contenção em solo grampeado e alvenaria de Pedra, em 253 metros de extensão do terreno inclinado. 

 

Visitas

Como costuma fazer nos municípios por onde passa, o governador Rui Costa visitou três unidades escolares em Candeias: os Colégios da Polícia Militar (CPM), o Polivalente de Candeias e o Estadual Luiz Viana.

Jogos Escolares da Bahia mobilizam estudantes da capital e do interior

Domingos Matos, 26/08/2019 | 09:15

Estudantes da rede pública e privada participaram, no sábado (24), do último dia da etapa estadual dos Jogos Escolares da Bahia 2019. O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, acompanhou a realização de jogos nas diversas modalidades, no Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras, em Salvador, e no SESI/Fieb, de Simões Filho. Além disso, o gestor estadual assistiu, no Ginásio de Municipal de Lauro de Freitas, as apresentações de ginástica rítmica. Na oportunidade, conferiu também, no local, a realização da etapa do Circuito Brasileiro de Skate Profissional, que tem apoio do Governo do Estado. O secretário esteve acompanhado, durante toda a agenda, pelo coordenador de Projetos Estratégicos da SEC, Marcius Gomes.

Para o secretário Jerônimo Rodrigues esta é uma oportunidade dos estudantes participarem de uma competição mais estruturada e profissional, proporcionando uma experiência de aprendizagem diferenciada. "Temos mais de mil estudantes que se deslocam de seus municípios para participar desta etapa, passando por uma grande experiência. É claro que quem compete quer ganhar, mas acredito que todos que chegaram aqui já são vitoriosos. O aprendizado está em sair de casa e conviver neste ambiente da prática esportiva e de, muitas vezes, conhecer um amigo ou um local novo, bem como interagir com colegas de outros municípios. Para a Educação, o esporte é uma parte fundamental da formação integral do aluno. Por isso, queremos mobilizar e incentivar as escolas, agregando a prática no currículo do estudante", afirmou.

A estudante Érica Evangelista, 17, do Colégio Modelo Luis Eduardo Magalhães, em Juazeiro, contou sobre o entusiamo em conquistar a medalha de ouro no Futsal Feminino. "Ficamos muito felizes em ganharmos e nos classificarmos para a etapa Regional. Não foi fácil, mas acreditamos muito na gente. A equipe está empolgada com esta chance de irmos ainda mais longe nas competições de futsal. O esporte tem sido um diferencial para o ambiente escolar", ressaltou.

No judô, a estudante Ana Carolina Santana, 17, do Colégio Estadual Antonio Balbino, de Madre de Deus, vencedora em 2018, contou como o esporte vem mudando a sua vida. "É sempre uma mensagem que deixo para meus colegas, que nada é impossível. O esporte proporcionou uma transformação para mim. Foi o espaço que, quando achei que não tinha nenhum talento, eu me encontrei. Fui campeã no ano passado e quero seguir competindo e mostrando que sou capaz", disse.

Também entusiasmada com a competição de ginástica rítmica, a estudante Talita do Nascimento, 13, do Colégio Estadual Raul Sá, declarou o orgulho de representar a escola pública. "Nunca tinha participado de uma seletiva como esta e estou muito entusiasmada. Se pensaram que a escola pública não podia ter bons atletas, estamos mostrando que estavam enganados. Meu objetivo é chegar à final em Blumenau e  quem sabe, ir ainda mais longe", afirmou.

Jogos Escolares da Bahia 2019
A etapa estadual dos Jogos Escolares da Bahia é uma realização do Governo do Estado, por meio das secretarias da Educação (SEC) e do Trabalho, Emprego, Renda e Esportes (Setre) e sua autarquia Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), com apoio da Federação Baiana de Esporte Escolar.

No total, a seletiva estadual das modalidades coletivas dos Jogos Escolares da Bahia reuniu, nesta semana, em Salvador, 900 atletas nas faixas etárias de 12 a 17 anos. No sábado (24), este contingente aumentou com a chegada dos atletas que disputaram modalidades individuais, totalizando 1,4 mil estudantes atletas de 12 a 17 anos.

São alunos de escolas públicas e privadas da capital e do interior do Estado que disputaram vagas para a etapa regional dos Jogos Escolares da Juventude, realizada pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) em Natal, de 20 a 24 de setembro próximo. Em novembro, o COB realiza a fase nacional, em Blumenau, Santa Catarina.

Estados nordestinos definem lista de compras conjunta para a Educação

Domingos Matos, 24/08/2019 | 09:16

Ventiladores, ar-condicionados, mobiliário escolar, kits escolares e livros para acervo de bibliotecas são alguns dos itens que poderão ser comprados, conjuntamente, entre os estados nordestinos. A lista dos insumos e serviços foi definida pela Câmara Técnica Permanente de Compras e Licitações, formada por representantes das secretarias de Educação dos nove estados nordestinos, como um desdobramento do encontro realizado na quinta (22) e sexta-feira (23), no Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador.

O resultado do trabalho será apresentado aos secretários estaduais de Educação e ao Consórcio Nordeste, formado pelos governadores dos estados. Espera-se, com isto, a redução de custos e otimização de recursos.

Com participação de representantes da Procuradoria Geral do Estado (PGE), da Secretaria da Administração do Estado (Saeb) e da Secretaria Executiva do Consórcio Nordeste, a Câmara Técnica também discutiu as bases administrativas e jurídicas para as compras e licitações e a consolidação dos termos de referência de registro de preços. Dentre outras questões, será formatada uma planilha com levantamento e planejamento de aquisição para o período de um ano.

A diretora-geral da Secretaria da Educação da Bahia, Roberta Santana, explicou sobre os próximos passos. “Saímos deste encontro com alguns encaminhamentos, a exemplo do fechamento da ata da reunião com o levantamento de quantitativo. A nossa proposta é pautar os secretários do Nordeste sobre a validação do trabalho para avançarmos para a fase de conclusão e contratação dos insumos que foram, efetivamente, priorizados com base nas estratégias do Nordeste”, afirmou.

O representante do Estado do Ceará, Eugênio Queiroz, fez um balanço positivo da atividade. “O encontro foi muito produtivo. Levamos para os nossos estados uma expectativa no sentido de fazer um levantamento, junto às áreas técnicas dos equipamentos, das aquisições para, no próximo encontro, já estarmos com este material pronto e iniciarmos as atas de aquisições”, disse. 

 

Jogos Escolares da Bahia começam nesta quarta-feira

Domingos Matos, 21/08/2019 | 09:14

Com a participação de mais de 800 estudantes atletas, na faixa etária de 12 a 17 anos, a etapa estadual dos Jogos Escolares da Bahia começa nesta quarta-feira (21). Os primeiros a entrarem em quadra são os atletas das modalidades coletivas, reunindo alunos de mais de 80 escolas públicas e privadas da capital, da região metropolitana e do interior do estado.

As equipes de basquete, voleibol, handebol e futsal disputam as partidas em oito equipamentos esportivos de Salvador (maioria) e também no Sesi de Simões Filho. Os times conquistaram as melhores posições nas zonais realizadas pela Secretaria da Educação, de 25 de julho a 4 de agosto, nos municípios de Barreiras, Juazeiro, Vitória da Conquista, Ituberá, Feira de Santana, Salvador e região Metropolitana.

A etapa estadual dos Jogos Escolares da Bahia é uma realização do Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação, da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esportes (Setre) e da Superintendência dos Desportos (Sudesb), com apoio da Federação Baiana de Esporte Escolar. 

A competição segue até 24 de agosto, dia que terá a participação de cerca de 500 atletas, que irão disputar as provas das modalidades individuais – natação, atletismo, badminton, xadrez, tênis de mesa, vôlei de praia, judô, ginástica rítmica e luta olímpica.

Ao final da seletiva estadual, serão conhecidos as equipes e atletas que representarão a Bahia nas etapas Regional Nordeste e Nacional, organizadas pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB). A Regional ocorrerá de 20 a 24 de setembro, em Natal, e a Nacional será em Blumenau, de 15 a 30 de dezembro.

 

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.