CMVI

Tag: especializados

Bahia: Governo formaliza consórcios para policlínicas em três regiões

Domingos Matos, 04/06/2019 | 15:40

O governador Rui Costa e prefeitos de 41 municípios baianos assinaram, na tarde de segunda-feira (3), protocolos de intenções para a criação de três consórcios públicos interfederativos de saúde nas regiões de Itaberaba/Seabra, Eunápolis/Porto Seguro e Serrinha. A solenidade foi realizada no Salão de Atos da Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. 

A formação dos consórcios viabiliza a instalação de policlínicas de saúde nas três regiões. "Vamos iniciar a construção [das policlínicas] assim que ficarem prontas a topografia e a sondagem, que já mandamos fazer. Já escolhemos os terrenos em todas elas e, em breve, vamos publicar a licitação", afirmou Rui. 

Os consórcios têm como objetivo a cooperação técnica e financeira na área de saúde entre os entes federados, visando à promoção de ações de saúde pública assistenciais, assim como a prestação de serviços especializados de média e alta complexidade. 

De acordo com o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas Boas, o conceito dos consórcios regionais tem mudado a maneira de enxergar o sistema de saúde estadual. "Estamos consolidando esse modelo vitorioso, que tem se tornado cada vez mais uma referência de sucesso em todo o Brasil. É referência porque muda o paradigma entre os municípios, diminui os atritos e cria uma nova visão do sistema de saúde, em que todos se sentem parte do processo. Estamos marchando para chegar ao nosso objetivo de levar essa ideia para todas as regiões da Bahia", disse. 

Na ocasião, o prefeito de Lajedinho, Marcos Mota, destacou que a formação do consórcio era aguardada com ansiedade pela população do município. "É um momento muito importante para todos os municípios de nossa região. As policlínicas têm levado resultados tão expressivos para toda a Bahia, diminuindo a lista de espera de pacientes e o deslocamento das pessoas, que não precisam mais viajar até Salvador para realizarem exames". 

 

Policlínicas

Em toda a Bahia, já são oito policlínicas de saúde em funcionamento nas regiões Extremo Sul, Alto Sertão, Jequié, Irecê, Feira de Santana, Alagoinhas, Reconvale e Baixo Sul. Outras 11 unidades — instaladas em Jacobina, Juazeiro, Paulo Afonso, Salvador, Vitória da Conquista, Barreiras, Itabuna, Senhor do Bonfim, Simões Filho, São Francisco do Conde e Ribeira do Pombal — devem ser inauguradas ainda este ano.

Unidades de média complexidade e especializadas no apoio diagnóstico, as policlínicas são construídas em locais estratégicos. Elas regionalizam o atendimento de saúde para a cidadão, que passa a ter acesso aos serviços mais perto de casa, sem precisar se deslocar por longas distâncias ou aguardar tempo excessivo para o atendimento.

Profissionais de diversas especialidades, como angiologia, cardiologia, endocrinologia, gastroenterologia, neurologia e ortopedia, atuam no equipamento. Consultas e exames são disponibilizados por meio de agendamento prévio, realizado pela Secretaria de Saúde dos municípios consorciados.

Semana do MEI promove palestras e oficinas em todo o país

Domingos Matos, 16/05/2019 | 13:39

O Sebrae promoverá em todo o país, de 20 a 24 de maio, a 10ª edição da Semana do MEI, com uma ampla programação digital e presencial. São 2.500 eventos, entre oficinas, webinários, palestras, seminários e orientações técnicas que têm como foco apoiar a gestão dos MEI e orientar a formalização de empreendedores interessados em registrar CPNJ como Microempreendedor Individual. O objetivo é oferecer, para os mais de 8,3 milhões de MEI em operação no país - segundo dados do Portal do Empreendedor até o final de abril – capacitação e orientação com foco no sucesso do cliente, de maneira que possam ter melhores resultados em seus negócios.

Somando os números das duas últimas edições, realizadas em 2017 e 2018, foram atendidos mais de 99 mil MEI, além de 97 mil empreendedores interessados na formalização. Apenas em 2018, foram atendidos 43.836 pequenos negócios que já atuavam com MEI e 56.815 potenciais empreendedores que buscavam informações sobre como se tornar microempreendedor individual. 

“O brasileiro tem uma natureza empreendedora. Diversos estudos globais mostram que estamos entre as nações mais empreendedoras do mundo. Nesse contexto, a figura do MEI foi uma verdadeira revolução, permitindo que milhões de pessoas pudessem acessar uma série de benefícios vinculados à formalização de seus negócios”, comenta o presidente do Sebrae, Carlos Melles. Segundo ele, a Semana do MEI promovida pelo Sebrae tem um papel extremamente importante de orientar os donos de pequenos negócios que ainda atuam na informalidade e oferecer subsídios aos que já se tornaram microempreendedores e querem ampliar o empreendimento.

Presencialmente, serão oferecidos atendimentos especializados, focados em gapsgerenciais e de competitividade desse público. Pelas plataformas digitais, estarão disponíveis informações sobre gestão, crédito, finanças, marketing digital, benefícios de ser MEI, direitos e deveres, além de conteúdos específicos para alguns segmentos de maior volume do MEI como alimentos e bebidas, beleza, construção e reforma, energia, saúde e bem-estar, turismo, vestuário, calçados e bolsas.

Educação Financeira

No mesmo período da Semana do MEI, de 20 a 26 de maio, acontecerá a Semana Nacional de Educação Financeira, com ações direcionadas também a auxiliar a gestão financeira do MEI. Pesquisa do Sebrae apontou, em 2018, que 77% dos microempreendedores individuais ouvidos nunca fizeram capacitação em finanças, 50% deles preferem registrar o controle dos gastos e investimentos em papel e 34% não conseguem manter seus pagamentos em dia. Neste contexto, o Sebrae adotou as finanças como tema da Semana do MEI deste ano e conciliou toda a sua agenda de capacitações em gestão financeira voltada ao MEI, trazendo orientações para que este se torne mais competitivo e tenha no controle de gastos um aliado para se tornar a cada dia mais competitivo. Já são mais de 2 mil eventos voltados a educação e gestão financeira planejados para o período.

10 anos do MEI

Em julho, o país comemora 10 anos do surgimento dos primeiros Microempreendedores Individuais, criados pela Lei Complementar 128, de 2008. O MEI foi criado para facilitar a formalização, criando condições únicas para os empreendedores brasileiros. A Lei Complementar 128 foi sancionada em dezembro de 2008, mas entrou em vigor apenas em julho 2009, e possibilitou que em uma década, mais de 8,3 milhões de trabalhadores se formalizassem. A legislação que beneficia diretamente o MEI tem passado por várias mudanças, uma das principais diz respeito ao limite de faturamento anual que sofreu duas alterações ao longo do período. A primeira em 2012, que levou esse limite de R$ 36 mil para R$ 60 mil. A segunda, no ano passado, quando o teto de faturamento foi reajustado para R$ 81 mil. Com o aumento da faixa de faturamento, empreendedores que exerciam outras atividades também tiveram mais chances de se formalizar.

 

Consultas e exames especializados podem ser feitos nos distritos de Ilhéus

Domingos Matos, 11/04/2019 | 15:38

Visando facilitar o acesso da população às consultas e exames especializados aos pacientes do SUS em Ilhéus, a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) inseriu no sistema público as marcações nos distritos referenciados. Para isso, foram definidas Unidades Básicas de Saúde (UBS) polos, de acordo com sua região de abrangência, segundo informou a Central de Regulação de Ilhéus.

Para garantir o acesso aos serviços, a população residente nas localidades deve observar qual seu distrito de referência para marcar os procedimentos. Quem reside em Castelo Novo, Banco do Pedro, Itariri e Ribeira das Pedras, deve procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) do São José, de segunda à sexta-feira, das 7 às 13 horas. Para os moradores do Retiro, Tibina, Aderno, Mamoan, Paraíso e Ponta do Ramo, o atendimento é feito apenas nas segundas-feiras, na UBS da Tulha, das 7 às 13 horas.

Os moradores de Aritaguá, Vila de São José, Urucutuca, Vila Olímpio e Campinhos serão atendidos na UBS de Sambaituba, de segunda à sexta-feira, das 7 às 13 horas. Os usuários que residem em Areia Branca, Búzios, Santa Maria, Cururutinga, Rio do Engenho, Repartimento, Assentamento Fábio Henrique, Cosme Muniz e Dois Irmãos serão atendidos na UBS do Santo Antônio, de segunda à sexta-feira, das 7 às 13 horas. Na Vila Juerana, a marcação é itinerante, e acontece todas as manhãs de quarta-feira, das 7 às 13 horas.

De acordo com o diretor da Central de Regulação, Fabio Mantena, essa logística foi definida para dar mais comodidade aos usuários da rede pública e melhorar significativamente os atendimentos do SUS. “O objetivo maior da gestão do prefeito Mário Alexandre é melhorar a qualidade da assistência na saúde, resolvendo o problema da demanda reprimida, e com isso atender as pessoas o mais próximo delas, descentralizando e tornando os serviços mais acessíveis”, esclareceu.

Pacientes do centro e da área rural de Itabuna estão sendo atendidos na UBS do antigo Sesp

mudança, endereço, marcação exames, Itabuna

Domingos Matos, 07/02/2019 | 14:05

A marcação de exames para média complexidade para pacientes cadastros no Sistema Único de Saúde (SUS) que residem no centro de Itabuna e na zona rural do município está sendo feita em novo endereço: na Unidade Básica de Saúde (UBS) José Maria Magalhães Neto, antigo SESP, na praça João Pessoa. O secretário de Saúde, Jozimar Salles informou que a mudança de local para o atendimento à média complexidade visa facilitar o acesso dos pacientes aos serviços qualificados,  bem como diminuir o fluxo na Central de Regulação.   

A diretora do Departamento da Atenção Básica, Dhayse Nascimento Gonçalves explicou que a média complexidade ambulatorial, incluem desde fisioterapia, exames laboratoriais e oftalmológicos, revisão, otorrino, consultas, raio x, ultrassons, eletro e eco cardiograma, até a confecção do cartão SUS.

Dhayse reforça que o atendimento de média complexidade na UBS José Maria de Magalhães Neto é só para os moradores do centro e dos distritos de Mutuns e Itamaracá. Os demais pacientes de outros bairros continuarão sendo atendidos nas  unidades de saúde onde estas famílias residem. Informa ainda, que a Central de Regulação manterá a oferta dos serviços de alta complexidade, a exemplo de ressonância magnética, tomografia computadoriza, densitometria óssea, dentre outras.

A diretora da Atenção Básica destacou que os serviços de média e de alta  complexidade são formados por uma série de ações que asseguram o atendimento na rede pública de saúde e atendem aos principais problemas e agravos de saúde da comunidade, com profissionais especializados, além do uso de recursos tecnológicos, para o apoio do diagnóstico e do tratamento.

“Já os procedimentos de alta complexidade envolvem alta tecnologia e alto custo, oferecidos pelo SUS, a partir do atendimento clinico nas unidades básicas de saúde e agendadas de acordo com a quantidade de cotas liberadas mensalmente, pelo Governo do Estado, através da Central de Regulação”, explicou a diretora. Dhayse lembra também que a Secretaria de Saúde implantou o projeto Fila Zero, uma iniciativa para reduzir e normalizar as filas de acesso a consultas na rede pública de saúde em Itabuna.

 

CPM Itabuna tem 100% dos alunos aprovados em universidades

Domingos Matos, 07/02/2019 | 11:20

Todos os 75 alunos, que cursaram o 3º ano do ensino médio no Colégio da Polícia Militar (CPM) de Itabuna no ano passado, alcançaram pontuação suficiente no Enem e preencheram vagas nas universidades.

O segredo do sucesso é atribuído, pelo diretor da instituição, tenente-coronel Alberto Beanes, “como o resultado de um conjunto de fatores, como a qualidade dos profissionais (consequentemente do ensino), a disciplina como método, a participação da família e o esforço dos alunos”.

Ele observou que quatro desses estudantes conquistaram o primeiro lugar: na Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), Lucas Passinho, no curso de Medicina, Marcelin Eugene, no de Direito, e João Sales no de Física. Já na Universidade Federal do Sul da Bahia, Enos Ferreira, no de bacharelado em Humanidade.

Cursos como Biologia, Matemática, Ciências da computação, Pedagogia e Economia foram os escolhidos dos aprovados nas universidades públicas. “Os professores da CIPM/Itabuna, alguns deles policiais militares, são especializados nas disciplinas que lecionam”, ressaltou Beanes, acrescentando que a qualidade do ensino é baseada na disciplina, base da formação militar.

“O foco não é apenas a aprovação, mas formar para a vida. Nosso colégio se preocupa também com a participação em atividades sociais, como banda de música, coral e teatro, e a inserção dos jovens em ações sociais, a exemplo da campanha do agasalho e distribuição de alimentos para comunidades carentes, o que provoca a humanização e a consciência de viver em coletividade”, explicou, destacando a importância do ensino relativo ao comportamento do cidadão na sociedade.

 

 

Centro de Referência promove oficina para cuidadores  de pacientes com Alzheimer

Domingos Matos, 01/02/2019 | 15:01

O Centro de Referência em Saúde do Idoso, Hipertensão e Diabetes/ Prosi/Hiperdia, promove na próxima quinta-feira (7), uma oficina para cuidadores de pacientes com Alzheimer. O evento terá início a partir das 13:30hs, no auditório do próprio centro, no  bairro Zildolândia, em Itabuna, e terá  como um dos orientadores o neuropsiquiatra Dr. Antônio Carlos do Espirito Santo, além de psicólogos e enfermeiros.   

A coordenadora do centro, Klivia Miranda, informou que a unidade de referência mantém um cadastro com cerca de 230 pacientes com Alzheimer, uma doença considerada difícil para quem convive, dai a importância da oficina direcionada a família, parentes e pessoas que lidam diariamente com pacientes com esse tipo de doença. Para ela, cuidar de uma pessoa com Alzheimer é um processo longo e desgastante e que pode trazer muitas consequências negativas para os cuidadores, “dai a importância de uma boa orientação por parte de profissionais especializados para cuidar de quem cuida na doença”, destacou a coordenadora.

Klivia Miranda lembrou que o Alzheimer é uma doença que acomete especialmente os idosos e além de ser incurável, tende a se agravar com o tempo. Entre os sintomas estão demência e a perda de memória. “Quando diagnosticada no começo, é possível retardar o seu avanço e ter mais controle sobre os sintomas, garantindo melhor qualidade de vida tanto do paciente quanto da família”, reforçou.

A coordenadora disse que além de pacientes com Alzheimer, o centro atende  também portadores de  Parkinson, depressão profunda e diabetes.  A oficina para cuidadores, segunda ela, é apenas uma das ações desenvolvidas pelo Centro de referências em Saúde do Idoso. “A unidade presta assistência multiprofissional que garanta avaliação precisa e acompanhamento criterioso dos seus usuários”, concluiu a coordenadora.

 

Afinal, de que lado estão?

Domingos Matos, 21/12/2011 | 14:41
Editado em 21/12/2011 | 11:14

Domingos Matos

domingosCrimes de maior ou de menor potencial ofensivo têm tratamento diferenciado nas instâncias policiais. Os mais graves, são investigados antes, são direcionados a agentes especializados, têm mais recursos à disposição, enfim. Os menos graves, como um desentendimento entre irmãos, são levados para o lado do aconselhamento, da tentativa de conciliação etc. Essa é a regra.

Mas, se pararmos para observar, nesses dias que correm em Itabuna, estamos vendo uma inversão desses valores: estimula-se a caça aos nanicos, enquanto os gigantes dão risadas e passam desapercebidos. Uma Pesquisa do Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo, mostra que os pequenos traficantes ou os usuários de drogas são mais reprimidos pela polícia do que os grandes traficantes (veja nota abaixo). Assim também é na vida política. Itabuna que o diga.

Como saber se um bandido ou um político corrupto é grande ou pequeno? Ora, ora. Indícios, amigos. Indícios. Sabendo-se que todos os grandes traficantes são mapeados pela polícia, fica fácil deduzir que esse ou aquele bandido está operando em alta. A mesma coisa é na política. A prefeitura não tem um sistema de monitoramento de seus ‘colaboradores’, uma espécie de corruptômetro? Pronto. A evolução do patrimônio, que bandido nenhum faz questão de esconder, os denunciaria.

Vejamos a inversão do princípio da potencialidade aplicada no dia-a-dia da política itabunense. A Câmara Municipal, por exemplo, é alvo de uma devassa, em que se busca o paradeiro de recursos desviados, que somariam, no máximo, R$ 5 milhões – incluindo-se aí dinheiro tomado de bancos em empréstimos irregulares e farras do ex-presidente Clóvis Loiola e de outros “sete ou oito vereadores”, segundo denúncia de Kleber Ferreira, ex-chefe dos Recursos Humanos (e monetários), acusado ser o operador do esquema. Maravilha, o dinheiro é público e deve ser retomado pelo povo.

Mas...

Acontece que a Câmara detém apenas 3% do orçamento do município – esse ano foram mais de R$ 400 milhões no Centro Administrativo. Isso significa dizer que ou estamos sendo muito bem ludibriados ou perdemos nossa capacidade de fazer contas. Acredito mais na primeira. Não são sem importância as mensagens que o Centro Administrativo manda para a sociedade: estímulo à criação de CEIs para que vereadores investiguem vereadores, os acusem e cobrem ações do Ministério Público para o ressarcimento da grana sumida.

Mas, quem investiga o Executivo? Não são os vereadores, ocupados que estão na busca pela cassação de um potencial concorrente nas próximas eleições – eis o que move a maioria dos inquisidores legislativos –, nem o Ministério Público, cujos promotores não têm elevado sua voz para além das portas dos bem guardados gabinetes.

Vamos aos exemplos: quantas denúncias foram ouvidas, desde a tribuna da Câmara até os mais “insignificantes” representantes da imprensa alternativa sobre a obra da avenida do Cinquentenário? Alguma providência? Quantas ações foram instruídas no escândalo dos remédios? Daria umas três... Sim, os remédios, aqueles que eram descartados no Centro de Zoonoses, onde, segundo denúncia de um ex-diretor, se fazia eutanásia de animais a três por quatro, na base da barbárie... E quanto às denúncias no superfaturamento da contratação da empresa de lixo – esse, logo no comecinho do governo...?

Claro que nada foi, é ou será feito, porque a Câmara, que deveria ser a primeira a investigar os malfeitos do Executivo, está de joelhos, cumprindo as ordens para afastar todas as denúncias do “outro prédio”. Preferem investigar seus pares a contrariar as ordens de cima. Deveriam, sim, investigar os pares, sem esquecer, principalmente, do princípio da potencialidade ofensiva. Nem do seu dever constitucional e regimental.

Por último, àqueles que me acusarão de cobrar investigações sobre denúncias que não tiveram provas apresentadas, uma questão lógica: se já tivéssemos provas de tudo, de que adiantaria eleger 13 marionetes? A investigação é, justamente, para que se consigam as provas e se tomem as providências cabíveis. Não esqueçamos de uma prova importante, a prova indiciária: bandido, qualquer que seja a cor de seu colarinho, não esconde os indícios. E quantos indícios de enriquecimento desproporcional temos visto nesses dias que aqui correm... desde 2009.

Domingos Matos é editor d’O Trombone

Quem tem medo de Ronald Kalid?

Domingos Matos, 17/09/2011 | 11:51
Editado em 17/09/2011 | 12:01

Walmir Rosário

walmirCara feia, não dá risada no meio da rua, não cumprimenta as pessoas. Essas são três das características consideradas negativas para um candidato a qualquer dos cargos políticos existentes. Em Itabuna, um dos pretendentes ao cargo de prefeito pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), Ronald Kalid, é distinguido por possuir justamente esses três atributos, ou mais.

Daí, se torna voz corrente em alguns grupos políticos e até de profissionais da imprensa, a impossibilidade de Ronald Kalid se eleger prefeito de Itabuna. Os motivos citados são os mesmos de sempre: não dá tapinha nas costas, beijinhos nos eleitores e tampouco promete rios de leite e ribanceira de cuscuz assim que consiga se eleger.

É assim que a banda toca. O mais absurdo é que as avaliações partam justamente de pessoas que tem o dever de conscientizar a população e não construir mitos para depois derrubá-los, num ato explícito de iconoclastia. Ascendeu a um cargo de destaque, vamos cortar seus pés, conforme a prática costumeira de tempos bem remotos. Criamos os mitos, mas não idolatramos.

É incrível que nos tempos atuais a modernidade ignore princípios filosóficos como os criados pelo Iluminismo, que procurou mobilizar o poder da razão a fim de reformar a sociedade, indo contra a intolerância e os abusos cometidos pela Igreja e o Estado. Entretanto, mais de 300 anos depois, estamos vendo esses absurdos de volta e em voga.

Até bem pouco tempo, a cooptação de políticos era uma prática largamente utilizada pelos políticos de situação, com a finalidade de convencer membros da oposição da importância dos projetos de governo. Com isso, aumentava o poder junto ao legislativo, tudo em nome da governabilidade. Artimanhas à parte, esse processo era feito com bastante discrição, para não despertar a ira dos políticos de partidos adversários.

Mas hoje os tempos são outros e, sequer terminada a apuração dos votos, os parlamentares “caem em campo” para se oferecer ao prefeito, governador ou presidente da República. Ao contrário de antes, o modus operandi mudou e o parlamentar que antes era o agente passivo, agora é ele o agente ativo, que age sem a menor cerimônia, sob a desculpa de que com a queda do muro de Berlim tudo em política é permitido, inclusive a esculhambação.

É claro que os políticos nunca foram santos ou anjinhos, mas prevalecia a fidelidade partidária e, pasmem, a ideologia. Esquerda e direita, quando eram sinônimos de vanguardismo e conservadorismo, respectivamente, tinham programas debatidos entre os diretórios e militantes e eram apresentados como se fosse uma constituição partidária a ser seguida. Os políticos que não queriam se submeter às regras desses partidos se filiavam em partidos considerados de centro e circulavam com desenvoltura em palanques divergentes, sem nenhum constrangimento.

Atualmente, três partidos se odeiam e tentam eliminar uns aos outros: Democratas (DEM), Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e Partido dos Trabalhadores (PT). DEM e PSDB possuem programas parecidos e se unem contra o PT, sendo que a recíproca é mais que verdadeira. Embora as diferenças possam parecer abissais, tem sido muito frequente a presença de “tucanos” se bandeando para as hostes petistas.

Na Bahia não é diferente e muitos desses parlamentares se ofereceram no primeiro momento ao Governo do Estado. Alguns aceitos, outros não. Este último grupo, talvez por não ter sido considerado confiável do ponto de vista da traição, se é que essa premissa é possível. Outro grupo também se sobressai pela capacidade de oferecer seus serviços – especializados, diga-se de passagem – a quem realizar o melhor pagamento.

Vende o partido sem consultar a executiva ou diretório, sob a desculpa de que a eleição e o mandato o conferiu prerrogativas suficientes para agir como déspota, em tempos em que perdura a democracia – mesmo a burguesa. Esquerda e direita é apenas uma simples orientação espacial representando lados opostos, até mesmo por falta de conhecimento de que houve a Revolução Francesa, com girondinos a jacobinos. Pouco importa.

O risco maior é perder o controle do partido, utilizado nas barganhas políticas nem sempre confessáveis. O partido é apenas um instrumento de negócio, composto por pessoas da estrita confiança e que não costumam fazer perguntas. Estão ali para servir ao chefe que lhe provêm através de cargos públicos de gabinete ou em sinecuras na máquina executiva. Caso haja divergência não haverá lugar para a convivência democrática das partes e uma das duas terá que procurar novo abrigo.

Mas voltando ao PSDB de Itabuna, a direção do partido, após ouvir a direção estadual, garante candidatura própria, dada a condição de grande partido e possuir um grande cabedal de eleitores. Entretanto, sem ouvir a maioria, filiado com mandato faz estardalhaço de que o partido será “negociado” ao DEM do Capitão Azevedo, não se sabe a que tipo de acordo ou quais os contratos que serão firmados.

O fato é que, apesar de ser considerado um profissional competente, um urbanista experimentado, um secretário de Viação e Obras que teve competência para mudar “a cara” de Itabuna, Ronald Kalid não é analisado por essas qualidades. Muda-se o conteúdo do debate, privilegiando-se a característica populista (negativa), desprezando-se a essência, o caráter e o preparo do candidato para ocupar um cargo público. Quanta pobreza de pensamento!

Daí que me pergunto: Por que e do que essas pessoas têm medo? De Ronald Kalid mudar o relacionamento político entre os partidos? Extinguir o relacionamento promíscuo entre os poderes executivo e legislativo? Dar dignidade ao relacionamento com os fornecedores, contrato com pessoas físicas e empresas? Não firmar contratos para prestação de serviços “amarrados” ao apoio político?

É essa a gerência da coisa pública que geralmente se quer, mas que não se costuma praticar. Enfim, resta apenas uma pergunta: Você quer votar num candidato a prefeito de Itabuna com esse perfil ou em alguém que consiga manobrar (como sempre) e ainda saia por aí distribuindo beijos e abraços? Minha preferência continua sendo pelo primeiro. E a sua?

Ainda é cedo de mais para lançarmos candidato (ou pré-candidato, para não incorrer em crime eleitoral), mas essas mal traçadas linhas têm apenas a finalidade de alertar eleitores e profissionais da mídia sobre o “lugar comum” das análises, feitas corriqueiramente de forma errônea.

Walmir Rosário é advogado, jornalista e editor do site www.ciadanoticia.com.br

Governo atenta - finalmente - para problema da saúde mental

Domingos Matos, 02/03/2011 | 21:01
Editado em 02/03/2011 | 22:50

saúde mentalO Departamento de Média e Alta Complexidade da Secretaria de Saúde de Itabuna quer garantir o acesso dos portadores de transtorno mental aos centros especializados do município. Segundo o diretor do departamento, Tiago Domingos dos Santos, muitos não conseguem chegar às unidades por falta de transporte.

Esse foi o tema abordado em uma reunião, realizada na ultima terça-feira (1º), entre a direção da Média Alta Complexidade do município e a Secretaria Municipal de Assistência Social (SAS), quando foi apresentada a proposta para a aquisição de um veículo para o transporte coletivo desse público. O projeto, segundo o diretor, já funciona com sucesso em outros estados.

Durante o encontro ficou decidida a formação de uma comissão, que encaminhará a proposta à Procuradoria Jurídica do município para emissão de parecer sobre a viabilidade legal de sua execução. A titular da SAS, Marina Silva, abraçou a ideia e prometeu todo o apoio necessário para que o problema seja solucionado o quanto antes.

Para Tiago Domingos, a busca de melhorias que garantam o atendimento especializado e gratuito aos portadores desse transtorno mental, é um grande avanço, que se soma a tudo o mais que já vem sendo feito nessa área em Itabuna. 

Tiago lembrou que a aquisição pelo município de um transporte coletivo provisório foi uma das propostas apresentadas durante o Seminário de Saúde Mental, realizado no final do mês passado em Itabuna.

Ele explicou que o encontro destinado a usuários do SUS, diretores, chefes de departamentos ligados à saúde pública e à comunidade em geral, surgiu da necessidade de envolver os diversos segmentos políticos e sociais visando a elaboração e execução das propostas de melhoria para a área de Saúde Mental em Itabuna.

Ascom - PMI. Foto:  Pedro Augusto

Justiça Eleitoral tem atividades suspensas por risco de desabamento de prédio

Domingos Matos, 15/12/2010 | 13:02
Editado em 15/12/2010 | 13:17

O prédio que abriga as duas varas da Justiça Eleitoral de Itabuna está, mais uma vez, sob risco de desabamento. O sobrado foi desocupado pelos funcionários da Justiça Eleitoral, seguindo determinação dos dois juízes responsáveis pelas 27ª e 28ª varas, que publicaram portarias determinando a suspensão dos serviços cartorários.

O curioso é que, apesar de isolados em seu interior, a área externa do prédio não teve o perímetro de segurança demarcad pelas autoridades, o que pode, em caso de desabamento, atingir a pedestres ou mesmo a eleitores que se aproximem da parede para ler o que diz o aviso afixado na fachada.

Um desses desavisados eleitores que buscaram serviço de uma das varas, na manhã de hoje, reclamou do desleixo com os outros, ao contrário do cuidado apenas com os serventuários.

"Essa marquise está condenada há anos e ninguém faz nada. Agora que isolaram o interior do prédio, podiam pensar nos passantes e isolar também uma boa área nas proximidades para que ninguém se machuque, caso o imóvel venha a cair, como temem os juízes", disse o homem, que não forneceu identificação.

Resta saber quem deveria tomar essa decisão: se a prefeitura, dona do imóvel, os Bombeiros, que fazem esse tipo de avaliação, ou o CREA, que tem engenheiros especializados nesse tipo de situação.

Por enquanto, cabe aos transeuntes evitarem a passagem pelo passeio do mosntrengo, que fica na praça Olinto Leone, ao lado do Banco do Brasil, um dos lugares mais movimentados da cidade.

A paz de Inácio Paes

Domingos Matos, 24/05/2010 | 11:50
Editado em 02/05/2010 | 11:35

Foi só o novo comandante, tenente-coronel Inácio Paes, assumir os destinos do 15º Batalhão da Polícia Militar, que tem sede em Itabuna mas congrega outros sete municípios, que a violência deu uma arrefecida. Mais que isso, na comunicação oficial da PM aparecem números absolutamente diferentes dos que eram vistos há três dias, quando ainda estava por aqui o ex-comandante Jorge Ubirajara, também tenente-coronel.

Das duas, uma: ou os cidadãos e bandidos resolveram, de repente, se aquietarem e deixarem de infrigir as leis, cometer crimes e parar de brigar e se matar, ou os novos releases à imprensa não retratam a realidade das ruas. Por coincidência, os sites especializados em segurança (Xilindró e Radar) também não informam grandes alterações na ordem por esses dias.

Abaixo, reproduzimos a íntegra do release desse domingo. Notem que somente Itabuna, dos oito municípios, apresenta uma única alteração, uma briga com lesão corporal. O fato ocorreu ainda na comunidade do Serrado, portanto em Itabuna, mesmo, não houve uma ocorrência, sequer.

Vai entender...

SETOR DE MISSÕES ESPECIAIS - RELEASE DE OCORRÊNCIAS POLICIAIS (RELOP) Nº.  122/2010

(de 01/Mai/10 (sábado) ao dia 02/Mai/10 (domingo)

1. OCORRÊNCIAS DE ITAJUÍPE:SEM ALTERAÇÃO

2. OCORRÊNCIAS DE ITAPÉ: SEM ALTERAÇÃO

3. OCORRÊNCIAS DE BARRO PRETO: SEM ALTERAÇÃO

4. OCORRÊNCIAS DE BUERAREMA: SEM ALTERAÇÃO

5. OCORRÊNCIAS DE ALMADINA - SEM ALTERAÇÃO

6. OCORRÊNCIAS DE COARACÍ- SEM ALTERAÇÃO

7. OCORRÊNCIAS DE ITAPITANGA:

8. OCORRÊNCIAS DE ITABUNA

1. VIAS DE FATO/LESÃO CORPORAL

      Condução

Por volta das 14h40 do dia 01/05, foram apresentados no CPI, os indivíduos: GILVANIR PEREIRA ANDRADE, SUENEI SOUZA SANTOS e MARCOS ANTONIO SANTOS CIRQUEIRA, todos residentes na Fazenda Paraíso, Serrado, por terem entrado em vias de fato, em frente a sede da 3ª Cia PM - Centro Comercial. GILVANIR foi lesionado na cabeça durante a briga. Protocolo: 0872010005167

FONTE: Central de Operações do 15º BPM - Itabuna

     INÁCIO PAES DE LIRA JUNIOR - TEN CEL PM

Comandante do 15º BPM

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.