Tag: estudo

Rui autoriza ampliação do metrô até Cajazeiras/Águas Claras

Domingos Matos, 09/12/2019 | 17:39

O metrô de Salvador vai chegar ao bairro de Cajazeiras, passando por Águas Claras, na região onde será construída a nova rodoviária. A ordem de serviço para a construção do tramo 3 foi assinada pelo governador Rui Costa nesta segunda-feira (9), no estacionamento da estação de Pirajá. O novo tramo contará com duas estações: uma em Campinas de Pirajá e outra em Águas Claras/Cajazeiras, onde também será construído um terminal de integração. O trecho terá 5,5 quilômetros de extensão, implantado pelo lado esquerdo da Rodovia BR-324, no sentido Salvador/ Feira de Santana, começando no KM-622, em Pirajá, e seguindo até o KM-616 (viaduto de Águas Claras).

O governador Rui Costa destacou que Salvador está recebendo o maior investimento da história em obras de mobilidade urbana. "São mais de R$ 10 bilhões aplicados em obras de mobilidade. A estação de Águas Claras vai ficar junto à nova rodoviária, criando ali um novo vetor de desenvolvimento e um novo polo de geração de emprego tanto para o povo daquela região quanto para os moradores de Cajazeiras, Águas Claras, e Fazenda Grande, e também para a população do subúrbio ferroviário. Nós estamos estimando que cerca de dez mil empregos serão gerados com a obra, além dos que serão gerados no equipamento e à margem da via, na nova rodoviária e nas estações de metrô”.

Rui ainda revelou que o metrô será ampliado também em direção à Barra e ao Campo Grande. "Esse mês nós concluímos os estudos de topografia, sondagem em geologia daquela região do centro. Nós pretendemos ampliar o metrô para o centro também, chegando até o Campo Grande. Serão mais três estações, incluindo uma na Graça e outra na Barra. Agora será licitado o anteprojeto e ano que vem devemos licitar a obra".

 

Melhora no trânsito

O novo trecho até Cajazeiras vai custar mais de R$ 737 milhões e a previsão de conclusão é de 24 meses, reduzindo o número de veículos nas ruas e facilitando a vida de baianos e turistas. De acordo com o presidente da CCR metrô Bahia, Rodolfo González, a ampliação autorizada nesta segunda-feira e o projeto de ampliação até o Campo Grande mostram o sucesso da implantação do sistema metroviário em Salvador. "No mês de dezembro já estamos com a média de 400 mil usuários por dia. Na Black Friday nós tivemos 428 mil passageiros e isso vai aumentar com o novo trecho. Quem pegar o metrô em Cajazeiras vai estar na Lapa em 20 minutos e em uma hora estará no aeroporto internacional. Então será um trecho muito importante, especialmente pela localização da nova rodoviária, que vai proporcionar um fluxo importante de usuários, além de descongestionar a área do Iguatemi, que atualmente está lotada".

O secretário da Casa Civil, Bruno Dauster, disse que a tendência é que o número de passageiro cresça à medida que novas estações vão sendo inauguradas. "Com as duas alterações previstas, uma que está sendo autorizada agora, com ordem de serviço, outra em direção à Barra, até o Campo Grande, estaremos chegando a um volume de passageiros dia de 600 mil pessoas". 

 

Dívida da União

O governador Rui Costa destacou ainda que o governo federal deve à Bahia mais de R$ 500 milhões. "Só nas obras do metrô, que já está operando há mais de dois anos, o governo federal deve R$ 120 milhões. Das linhas Azul e Vermelha, a dívida soma R$ 260 milhões. Isso é muito ruim, porque tem contrato assinado e são obras que o Governo do Estado colocou o dinheiro para que não ficassem paradas. Se dependesse do governo federal, hoje a obra do metrô estaria parada. Ela só seguiu devido ao aporte adicional do Governo do Estado".

Governo do Estado e IBGE alinham estratégia para o Censo 2020

Domingos Matos, 09/12/2019 | 10:27

Única pesquisa que visita todos os domicílios nos 5.570 municípios brasileiros, o Censo 2020 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na Bahia, vai ter o apoio do Governo do Estado. Para alinhar as ações de apoio no levantamento estatístico, uma reunião foi realizada na tarde de sexta-feira (6), na Secretaria do Planejamento (Seplan), com a participação de representantes do IBGE e de diversos órgãos e secretarias, como da Saúde (Sesab), Segurança Pública (SSP), Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), Comunicação Social (Secom), entre outras.

“Fundamental nosso envolvimento, até pela importância que o Censo tem para entendermos o que tem e o que não tem na ponta, em todos os municípios, já que o levantamento é nosso principal referencial, nossa fonte para planejar a Bahia. A abrangência do questionário cria uma importante base de dados que vai ser determinante para as decisões de politicas públicas”, afirmou o secretário do Planejamento, Walter Pinheiro. 

Cessão de locais para treinamento e postos de coleta, apoio na montagem da estrutura dos postos e na segurança, e reforço na divulgação dos processos seletivos serão algumas formas de apoio disponibilizados pelas estruturas estaduais. Ainda segundo Pinheiro, todas as estruturas estaduais estão sendo mobilizadas. “Importante envolver todos nesse processo, todas nossas estruturas, principalmente daquelas secretarias com maior capilaridade”, pontuou. 

De acordo com o chefe do IBGE na Bahia, Arthur Ferreira Filho, a pesquisa vai a campo nos 4,5 milhões de domicílios dos 417 municípios baianos. Ao todo, 14,5 mil pessoas serão contratadas para a empreitada. “São informações fundamentais para o planejamento dos Municípios e do Estado, inclusive para o cálculo dos Fundos de Participação dos Municípios [FPM] e dos Estados [FPE]. Nessa próxima edição, teremos dois temas inéditos que serão pesquisados, o autismo e os quilombolas”, explicou Arthur, lembrando ainda que os dados oficiais dos bairros de Salvador também constarão nesse novo estudo.

 

Seminário destaca Programa Universidade para Todos como política de acesso ao Ensino Superior

Domingos Matos, 09/12/2019 | 09:19

A Secretaria da Educação do Estado promoveu, no sábado (7), no Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador, o seminário 'Universidade para Todos (UPT) 2019: formação, acesso e permanência das juventudes para a Educação Superior'. Durante o encontro, foi feito um balanço sobre o impacto e a relevância das ações desenvolvidas pelo UPT. O programa, que este ano alcançou 11.505 estudantes em todo o território baiano, é ofertado pela Secretaria da educação em parceria com as universidades estaduais da Bahia – Uneb, Uesc, Uefse Uesb.

O secretário da Educação, Jerônimo Rodrigues, que participou do encontro, falou sobre a importância do UPT. “A Educação Superior é muito cara para a sociedade brasileira, principalmente para a classe mais pobre, para as comunidades que não têm acesso à Educação com muita facilidade, a exemplo dos indígenas, quilombolas, moradores de municípios que estão muito distantes dos nossos campis. Então, o Estado vem fomentando estratégias que garantam o acesso e a permanência dos nossos estudantes nas universidades”.

O UPT, acrescentou o secretário Jerônimo, tem sido fundamental neste processo. “Hoje, portanto, é um dia muito importante para a gente, um dia de avaliação, de prestação de conta, com a presença de representantes das quatro universidades e do Fundo de Combate à Pobreza, além de professores, estudantes e familiares, todos focados na discussão sobre a garantia do ingresso e da permanência com qualidade do estudante na universidade, apontando para o que nós queremos realizar em 2010, contando com a participação e a qualidade das nossas universidades”, finalizou o gestor, que estava acompanhado do subsecretário Danilo de Melo Souza e do coordenador de projetos estratégicos da Secretaria da Educação, Március Gomes.

Relatos estudantis – Durante o encontro, beneficiários do UPT deram emocionantes relatos para o público presente, como foi o caso de Leiliane Silva de Jesus, 23, do município de Itacaré, no Sul da Bahia. “Sou mulher, negra, quilombola e o UPT foi de um grande incentivo para eu ingressar na universidade. Passei em dois cursos na Uneb: Pedagogia e Direito, sendo que este último passei em primeiro lugar dentro da minha modalidade. Minha família está muito orgulhosa de mim, porque fui a primeira da família a passar em uma universidade pública", relatou Leiliane, que está cursando o segundo semestre de Direito na Uneb de Valença.

O indígena Ryan Apetxanã, 18, que ingressou, este ano, no curso de Agronomia na Uneb de Juazeiro, também falou da oportunidade que teve ao estudar no UPT. “Somos da Aldeia Boca da Mata, em Porto Seguro, e foi com muita alegria e orgulho que digo que sou o primeiro da comunidade Pataxó do município a ingressar no curso que estou fazendo. O UPT foi muito importante para que este primeiro sonho se realizasse, que era ingressar no Ensino Superior, e o mais importante é que sai da minha aldeia para adquirir conhecimentos e vou retornar quando terminar o curso para aplicar os estudos teóricos na prática e, com isso, estarei ajudando o meu povo”.

Ryan participou do encontro acompanhado de sua mãe, a professora Juliana Pataxó, que falou sobre o papel do programa para a vida do filho. “O UPT foi essencial e de grande importância na vida da nossa comunidade, por isso continuarei sendo uma voluntária incentivadora do programa na nossa aldeia. Nada teria sido possível se o UPT não tivesse entrado em nossas vidas. O UPT faz a diferença e foi por meio desse programa e do esforço de Ryan que ele foi aprovado na Uneb”.

O reitor da Universidade Estadual da Bahia (Uneb), José Bites, também falou da importância do encontro para o fortalecimento do UPT. “É uma grande satisfação estar aqui, hoje, junto às outras universidades estaduais, avaliando sobre um programa da Secretaria da Educação que é um sucesso. O UPT é, hoje, o programa mais visível que temos em todo o Estado pela sua capacidade de inclusão social. E estamos presentes, por meio dos nossos estudantes, não apenas em cursos de pouca promoção social, mas também em cursos concorridos, como Medicina, Direito e Agronomia”.

Participaram, ainda, do seminário, a coordenadora geral do UPT, Patrícia Machado, e o diretor executivo do Fundo Estadual de Combate e Erradicação à Pobreza (FUNCEP), Marco Aurélio Lessa, além de gestores das demais universidades estaduais.

 

 

Secti e Secretaria da Educação levam internet em alta velocidade para escolas

Domingos Matos, 03/12/2019 | 16:31

Possibilitar que alunos e professores da rede pública estadual tenham acesso a uma internet de qualidade para realizar atividades acadêmicas, auxiliar nos estudos e se informar durante os intervalos das aulas. Esse é o objetivo do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), ao desenvolver o projeto ‘Internet nas Escolas’, que é responsável por levar banda larga de 100Mb para, inicialmente, 10 unidades de ensino em diversos bairros da capital. 

O programa foi elaborado em parceria com a Secretaria da Educação do Estado, a Companhia de Processamento de Dados do Estado da Bahia (Prodeb), a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) e a Rede Metropolitana de Salvador (Remessa). A expectativa é que o número de escolas contempladas seja ampliado até chegar à totalidade.

As unidades beneficiadas são indicadas pela Secretaria de Educação, que também é a responsável por implementar o sistema de Wifi para que os estudantes possam utilizar o recurso em seus celulares e outros aparelhos eletrônicos. As escolas que estão passando pela fase 'piloto' do programa, ou seja, de análise de resultados, são todas de grande porte e possuem pelo menos 2 mil alunos. 

A secretária da Secti, Adélia Pinheiro, ressalta a importância desta ação integrada com a Secretaria da Educação. “É um projeto que repercute na educação básica, qualificando ainda mais a experiência formativa de jovens e professores através de internet de alta capacidade nas escolas”, destaca.

Já o secretário de Educação, Jerônimo Rodrigues, comemora a interação entre ciência, tecnologia, inovação e educação, listando benefícios da internet nas escolas, como o aprofundamento das pesquisas e a qualidade de transmissão das aulas. “Teremos a capacidade de uma internet de alta velocidade nos ajudando na qualidade de uma aula a distância e a possibilidade de ampliar e a aperfeiçoar a formação de professores. Os trabalhos administrativos também serão agilizados e qualificados. Temos a expectativa de fortalecer os nossos instrumentos e as nossas ferramentas de ampliação dos indicadores e da rede estadual de educação”.

A Prodeb é responsável por fornecer a internet por meio de fibra ótica do sistema conhecido como IDB, a Infovia Digital da Bahia, que foi toda instalada pela Secti. O mesmo sistema é responsável por levar internet para outros 550 pontos de Salvador, como órgãos públicos, delegacias e postos de saúde. Já a Remessa, que cuida da rede metropolitana local e faz parte da RNP, é a responsável pelas partes técnicas do fornecimento do serviço.

A expectativa é que o número aumente para 74 escolas após a fase de testes constatar os resultados positivos. Posteriormente, o intuito é fornecer esta velocidade de conexão para as 230 escolas existentes em Salvador. Os colégios estaduais que já estão conectados pelo sinal de internet são: Presidente Costa e Silva, Governador Roberto Santos, Duque de Caxias, Anísio Teixeira, Edvaldo Brandão Correia, Eduardo Bahiana, Vale dos Lagos, Professora Noemia Rego, Deputado Manoel Novaes e Nelson Mandela.

Unifacs é acionada por aumento abusivo na mensalidade do curso de Medicina

Domingos Matos, 29/11/2019 | 08:12

O Ministério Público estadual ajuizou ação civil pública contra a Unifacs em razão de desrespeito ao direito à informação dos consumidores, cláusulas contratuais arbitrárias e reajuste abusivo do curso de Medicina da universidade. Segundo a promotora de Justiça Joseane Suzart, autora da ação, a Unidade de Estudos e Análises Técnicas Contábeis da Central de Apoio Técnico do MP (Ceat) emitiu um parecer atestando que os encargos sociais relacionados ao pessoal docente e ao pessoal técnico administrativo, isoladamente, não justificam o reajuste da mensalidade do curso de Medicina em 2018.

Na ação, o MP requer, em caráter liminar, que a Justiça determine que a Unifacs reduza o valor atual da mensalidade de Medicina com o objetivo de refletir os índices inflacionários atinentes aos anos de 2017 a 2019, bem como a planilha de custos, englobando receitas e despesas relacionadas ao referido período, de acordo com o parecer da Ceat; retire a cláusula do contrato de prestação de serviços educacionais que exclui a responsabilidade da Instituição em face do contratante portador de necessidades especiais, quando este não declarar tal situação no ato da matrícula; e exclua a cláusula segundo a qual “A partir do 5º semestre letivo, a critério exclusivo da Instituição de Ensino Superior (IES), independente do número de alunos matriculados, o curso poderá ser ofertado em qualquer um dos três turnos”, dentre outras alterações no contrato de prestação de serviços educacionais.

Além disso, o MP requer, em caráter definitivo, que a Unifacs indenize os consumidores em razão dos danos materiais e morais sofridos diante das práticas abusivas identificadas e denunciadas na ação; e restitua em dobro os valores pagos pelos consumidores em decorrência da cobrança abusiva referente ao pagamento de valores decorrentes do reajuste arbitrário da mensalidade do curso de Medicina.  

 

Oito em cada dez brasileiros devem fazer compras na Black Friday

Domingos Matos, 28/11/2019 | 20:34

A cada dez brasileiros, oito pretendem ir às compras nesta edição da Black Friday nesta sexta-feira (29). De acordo com o Instituto Locomotiva, que entrevistou 1.770 pessoas entre os dias 1 e 9 de novembro, a expectativa é que 130 milhões de adultos adquiram algum produto, em todo o país.

O estudo destaca, ainda, dados específicos sobre grupos populacionais. No caso das classes D e E, 86% pretendem aproveitar a ação promocional para comprar. Entre pessoas da classe C, a intenção de compra é semelhante (77%). A margem de erro da pesquisa é de 2,4 pontos percentuais. (Com informações da Agência Brasil)

Mil estudantes do Partiu Estágio assinam contrato para atuar em órgãos públicos

Domingos Matos, 27/11/2019 | 18:38

Em cerimônia realizada na Arena Fonte Nova, na manhã desta quarta-feira (27), o Governo do Estado formalizou a contratação de 1.064 novos estagiários que irão atuar nos órgãos ligados ao Poder Executivo, por meio do Programa Partiu Estágio. No evento, os termos de compromisso foram assinados  e o governador Rui Costa realizou a entrega simbólica dos crachás aos estudantes universitários.

O Partiu Estágio tem por finalidade viabilizar o acesso dos jovens universitários baianos como estagiários em órgãos da administração pública. “O estágio sempre existiu no Estado. Mas, quando eu assumi a gestão, constatei que o perfil sócio econômico da maioria dos estagiários na administração estadual era de classe média alta. Ao unificar o programa e ao adotar o critério de que teria acesso ao estágio o jovem proveniente de família de baixa renda e que estudou o 2º grau na escola pública, conseguimos não somente um programa consolidado de aperfeiçoamento profissional, como também de inclusão social”, destacou o governador.  

De acordo com o secretário estadual da Administração, Edelvino Góes, os estudantes contratados nesta quarta-feira (27) já começam, amanhã, a desempenhar as atividades do estágio. “A partir desta quinta, esses jovens, que atuarão em sua área de formação, serão acompanhados por supervisores locais de seus respectivos órgãos para a realização do processo de integração e apresentação do plano de trabalho”, explicou.

Somente neste ano, o Partiu Estágio realizou a publicação de três editais de convocação e, neste último, foram convocados 2.626 estudantes. De acordo com a Secretaria da Administração do Estado (Saeb), no segundo semestre de 2019, a iniciativa recebeu a inscrição de 20.392 universitários. Desde 2017, ano em que a iniciativa foi implantada no estado, 11.096 estudantes já participaram do programa de estágio.

Todo e qualquer estudante universitário pode participar, desde que esteja regularmente inscrito em instituições de ensino superior com sede na Bahia, sejam estaduais, federais ou privadas.Também é necessário que o candidato curse graduação na modalidade presencial e que tenha cumprido mais de 50% da carga horária. Além disso, o Partiu Estágio é prioritário para estudantes inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e para aqueles que tenham estudado todo o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral na rede privada. O contrato tem duração de um ano e sem possibilidade de prorrogação. Os estudantes recebem bolsa de R$ 450 e auxílio transporte.

 

Inep divulga gabaritos preliminares do Enade

Domingos Matos, 26/11/2019 | 16:31

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou, hoje (26), na internet, os gabaritos preliminares das questões objetivas do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade). Também foram divulgados os 29 cadernos de provas das graduações avaliadas na edição deste ano.

O Enade foi aplicado no domingo (24) a estudantes concluintes de cursos de graduação. Ao todo, participaram 390.365 estudantes, que fizeram as provas em 1.063 municípios de todo o país. A divulgação do gabarito estava prevista para amanhã (27), de acordo com o Inep, mas foi antecipada.

Nesta edição, o exame avaliou os cursos de ciências agrárias, ciências da saúde e áreas afins; engenharias e arquitetura e urbanismo; e os cursos superiores de tecnologia nas áreas de ambiente e saúde, produção alimentícia, recursos naturais, militar e de segurança.

Os estudantes responderam a dez questões de formação geral, comuns aos cursos de todas as áreas, sendo duas discursivas e oito de múltipla escolha; e a 30 questões referentes a componentes específicos de cada área, sendo três discursivas e 27 de múltipla escolha.

O gabarito preliminar divulgado é apenas das questões objetivas da avaliação. O padrão de resposta para as questões discursivas e os gabaritos definitivos serão divulgados no início de 2020.

As manifestações contrárias aos gabaritos publicados podem ser encaminhadas ao endereço eletrônico bnienade@inep.gov.br até 25 de janeiro de 2020.

 

MEC lança identidade estudantil digital

Domingos Matos, 26/11/2019 | 11:31

O Ministério da Educação lançou ontem (25) o aplicativo ID Estudantil, carteira de estudante virtual que, a exemplo da fornecida pelas entidades representativas dos alunos, dá direito a benefícios como meia-entrada em eventos culturais e esportivos.

Para obter o documento é necessário, antes de tudo, que a instituição de ensino à qual o estudante está vinculado insira os dados dele no Sistema Educacional Brasileiro (SEB), do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Caso a instituição já tenha feito o cadastramento, caberá ao aluno baixar o aplicativo ID Estudantil no celular e fazer seu cadastro pessoal. “Os alunos que não conseguirem se cadastrar devem procurar suas instituições de ensino e pedir que elas se cadastrem junto ao MEC”, disse o presidente do Inep, Alexandre Ribeiro Lopes, durante a cerimônia de lançamento do ID Estudantil.

Segundo Lopes, 10.804 instituições já se cadastraram. Destas, 1.966 já começaram a enviar ao SEB as informações de seus alunos. As informações disponibilizadas constituirão um banco de dados nacional que subsidiará algumas das políticas públicas a serem implementadas pelo governo no setor da educação.

De acordo com o o ministro da Educação, Abraham Weintraub, o custo do documento será de R$ 0,15 por unidade para o governo, mas será gratuito para o estudante. "Não cobraremos porque a estruturação dessa cobrança sairia mais cara do que o custo por unidade”, disse o ministro.

Ainda segundo Weintraub, documentos similares poderão ser fornecidos pelas instituições de ensino ou até mesmo grêmios estudantis. "Se for o caso, podem inclusive cobrar por isso. O que fizemos foi acabar com o monopólio e a exclusividade daqueles que sempre forneceram esse documento", disse. "Se, ideologicamente, o estudante quiser, ele pode pagar quanto for pela carteirinha”, acrescentou.

A abertura para que outras entidades – além da União Nacional dos Estudantes (UNE), da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) e da Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG) – emitam esse tipo de documento está prevista na Medida Provisória 895, enviada pelo governo ao Congresso Nacional em setembro.

Desde então, tanto a MP como a ID Estudantil têm sido criticadas pelas entidades representativas dos estudantes. Segundo o presidente da UNE, Iago Montalvão, trata-se de uma retaliação ao movimento estudantil. Montalvão disse que a principal  intenção do governo com essas medidas é "prejudicar o movimento estudantil, que fez as maiores manifestações contrárias a ele".

A fim de prevenir fraudes, o MEC informou que fará cruzamento dos dados fornecidos por meio de aplicativos com as informações da Carteira Nacional de Habilitação e, no caso de estudantes que não têm CNH, com os dados fornecidos para o documento de identidade (RG).

“Inclusive a foto [inserida no cadastro via aplicativo] passará por uma checagem junto ao banco de dados do Denatran [Departamento Nacional de Trânsito]. Quem não tem CNH terá de tirar uma foto do RG, frente e verso. Um algoritmo então vai comparar as fotos, de forma a dificultar fraudes”, explicou o diretor de Tecnologia da Informação do MEC, Daniel Rogério. “Pensamos também nos empresários: para eles, criamos o aplicativo ID Validade, que averiguará se o aluno está apto para receber os benefícios”, acrescentou.

O MEC alerta que, no caso de estudantes menores de idade, será necessária a autorização de um responsável legal, que deverá instalar o ID Estudantil no celular para, então, fazer o cadastro no qual informa os dados do menor.

Ainda de acordo com o o MEC, eventuais dúvidas sobre os aplicativos podem ser elucidadas por meio do site wwwidestudantil.mec.gov.br. (Com informações da Agência Brasil)

Travessia hidroviária de Valença passará por estudo

Domingos Matos, 25/11/2019 | 19:37

O transporte hidroviário de Valença e região vai passar pelo desenvolvimento de um Plano Diretor para a regulamentação na prestação do serviço de travessia marítima. O objetivo é a adequação desse sistema de transporte em algumas cidades do baixo sul baiano. Dentre as principais etapas do estudo estão a definição de linhas e terminais hidroviários e a modelagem econômico-financeira do transporte.

A pesquisa incluirá os roteiros que ligam Valença a Cairu, Valença a Morro de São Paulo, passando pelo Atracadouro de Bom Jardim e Gamboa do Morro, e entre Cairu e Taperoá. “A intenção do Plano Diretor é regulamentar o transporte hidroviário de Valença e região com mais fiscalização e um regimento a ser obedecido. Além disso, contribuir no desenvolvimento do turismo no baixo sul baiano, principal atividade econômica da região”, destaca o secretário de Infraestrutura do Estado, Marcus Cavalcanti. 

O aviso de licitação para a contratação de empresa especializada para desenvolvimento de um Plano Diretor do sistema de travessia foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) do último sábado (23). A abertura dos envelopes com as propostas está prevista para 18 de dezembro.

 

Termina hoje prazo para instituições privadas aderirem ao ProUni

Domingos Matos, 25/11/2019 | 17:41

Termina hoje (25) o prazo para as instituições de ensino superior privadas aderirem ao Programa Universidade Para Todos (ProUni). As vagas serão ser ofertadas no primeiro semestre de 2020.

Hoje também é o último dia para a emissão de termos aditivos ao processo seletivo do ProUni. Aditivo é o documento que deve ser providenciado pelas mantenedoras de instituições que têm termo vigente de adesão ao programa. O período para retificação dos termos de adesão e aditivos é de 2 a 6 de dezembro.

Bolsas

O ProUni oferece bolsas de estudos integrais e parciais (50%) em instituições particulares de ensino superior, com base no desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e em critérios de renda.

No primeiro semestre deste ano foram ofertadas cerca de 244 mil bolsas de estudo em 1,2 mil instituições particulares de ensino. No segundo semestre, o total de bolsas foi 169 mil, em 1,1 mil instituições em todo o país.

Todos os procedimentos operacionais referentes ao ProUni serão efetuados exclusivamente por meio do Sistema Informatizado do Prouni (Sisprouni).

O edital que detalha o cronograma e os procedimentos para emissões de termos de adesão e aditivo ao processo seletivo do ProUni, do primeiro semestre de 2020, está disponível na página do programa. (Com informações da Agência Brasil).

Sebrae e Banco do Nordeste firmam acordo para fortalecer os pequenos negócios da região

Domingos Matos, 23/11/2019 | 18:44

O Sebrae e Banco do Nordeste (BNB) assinaram, na sexta-feira (22), um acordo de cooperação técnica com o objetivo de fortalecer e ampliar a competitividade dos pequenos negócios dos nove estados nordestinos, além do norte de Minas e norte do Espírito Santo. A parceria foi firmada em evento realizado na sede do banco, em Fortaleza, que contou com a presença do diretor de Administração e Finanças do Sebrae, Eduardo Diogo, do presidente do Banco do Nordeste, Romildo Rolim e do secretário do desenvolvimento, indústria, comércio, serviços e inovação do Ministério da Economia, Gustavo Ene.

Pelo acordo, os pequenos negócios de cerca de 2 mil municípios que estão na área de abrangência do BNB serão beneficiados com a ampliação do acesso a crédito e capacitações gerenciais, especialmente em áreas ligadas a competitividade, produtividade e inovação. A parceria contempla ainda a realização de pesquisas conjuntas entre as duas instituições, a implantação do fórum anual de desenvolvimento dos pequenos negócios e do circuito de seminários de crédito e o desenvolvimento de soluções de educação financeira para os donos de pequenos negócios.

O diretor de Administração e Finanças do Sebrae, Eduardo Diogo, destacou que o BNB já é um parceiro do Sebrae, mas que o acordo firmado hoje permitirá uma maior sinergia das ações das duas instituições. “Vamos dividir espaços físicos, compartilhar os estudos e pesquisas, criar um grande fórum anual para discutir o desenvolvimento do Nordeste. Vamos trabalhar juntos, de forma mais sintonizada, para entregar o desenvolvimento econômico que o Nordeste e o Brasil precisam”.

Para o presidente do Banco do Nordeste, Romildo Rolim, a parceria celebra a convergência de missões. “O Sebrae fazendo seu papel antecedente ao crédito e o Banco ofertando crédito de forma sustentável. Assim, contribuímos para a perpetuidade das empresas. Queremos ser não apenas financiadores, mas também consultores das micro e pequenas empresas. E a gente não faz um trabalho desses sem parcerias. Por isso que estamos efetivando esse acordo, para cumprirmos nossa missão com mais qualidade, com mais assertividade e atendendo melhor os nossos clientes”, disse Romildo.

O secretário do desenvolvimento, indústria, comércio, serviços e inovação do Ministério da Economia, Gustavo Ene, também destacou a importância da parceria. “O Nordeste tem tradição empreendedora. Então é natural que os esforços do Sebrae, aquele que mais entende do micro e pequeno empreendedor e do MEI, sejam somados ao trabalho do Banco do Nordeste, que tem um papel de facilitador do acesso ao crédito para promover o desenvolvimento desses pequenos negócios”.

Além da diretoria do Banco do Nordeste e de superintendentes da área de microcrédito e MPE, também estiveram presentes na solenidade o diretor superintendente do Sebrae da Bahia, Jorge Khoury, os diretores de Administração e Finanças do Sebrae do Ceará e do Piauí, Airton Gonçalves e Júlio César Filho, a gerente do Sebrae de Pernambuco, Catarina Valentin, e o presidente da Federação Cearense das Micro e Pequenas Empresas (Fecempe), Edivaldo Nunes. Representantes das superintendências estaduais do BNB e representantes do Sebrae nos demais estados acompanharam o evento por videoconferência.

Gacc Sul Bahia realiza Congresso Mirim e Natal das crianças e adolescentes

O evento é promovido pelo GACC com apoio da Equipe Multiprofissional e o Núcleo de Estudos e Orientação em Oncoematologia Pediátrica - NEOOP da Uesc

Domingos Matos, 21/11/2019 | 08:17

O Grupo de Apoio à Criança com Câncer Sul Bahia realiza nesta sexta-feira (22) o IV Congresso Mirim para informar aos pacientes – crianças e adolescentes – com uma linguagem mais acessível, a respeito do tratamento do câncer infantojuvenil, assim como orientar pais e acompanhantes sobre a importância dos cuidados e direitos adquiridos durante o tratamento. O evento acontecerá na Casa de Apoio do GACC Sul Bahia em Itabuna e terá como tema: Ohana, quer dizer família, família quer dizer GACC.

O Congresso será no período da tarde, das 13h30min às 16h, com oficinas, mesas redondas, bate-papos, brincadeiras, musicalização, desafios e dinâmicas com orientações sobre o tratamento para os pacientes e seus familiares de acordo com cada faixa etária e ministrada por profissionais de enfermagem e técnicos, nutrição, assistente social, farmácia, odontologia, pedagogia, psicologia e as médicas da oncologia pediátrica.

Logo após o Congresso, acontecerá também o encerramento da campanha da Polícia Rodoviária Federal “Pare pra mim – A solidariedade continua parando o trânsito”, edição 2019, às 16h na Casa de Apoio do GACC Sul Bahia. O inspetor Marcus Vinicius Rodrigues, chefe da 5ª Delegacia da PRF, em Itabuna, é o coordenador da campanha na região, e lembra que está é a quinta edição do projeto e que a cada ano, as expectativas são superadas. “A cada ano conseguimos atender um maior número de crianças e seus familiares, e isso é o mais importante e muito gratificante.”, salienta.

A solenidade de encerramento que terá a entrega das doações, e passeio com o ônibus da PRF, marca o Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantojuvenil (DNCCI). Nesta data, o GACC Sul Bahia, juntamente com a Confederação Nacional das Instituições de Apoio e Assistência à Criança e ao Adolescente com Câncer (CONIACC) chama a atenção da população para a importância do diagnóstico precoce da doença, pois, quando descoberto cedo, o câncer em crianças e adolescentes tem mais chances de cura.

Já o Natal das Crianças e adolescentes, terá inicio após o passeio com a PRF, que trará de ônibus o papai Noel. As crianças serão recebidas na Casa de Apoio com o Coral Chico de Assis, que apresentará cânticos de Natal, enquanto Papai Noel anuncia o acendimento das luzes de Natal e fará a entrega dos presentes e confraternização das famílias.

 

SERVIÇO:

Local: Casa de Apoio do GACC Sul Bahia

Data: 22 de novembro de 2019

O que: IV Congresso de Oncologia Pediátrica – 13h30min às 16h

O que: Encerramento campanha “Pare pra mim” PRF (entrega doações e passeio com as crianças de ônibus) – 16h

O que: Natal das crianças e adolescentes do GACC (Coral Chico de Assis e entrega dos presentes pelo Papai Noel) – 17h30min

                                              

 

Enade: termina amanhã prazo para responder questionário

Domingos Matos, 20/11/2019 | 18:33

Os estudantes habilitados para o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2019 têm até amanhã (21) para responder ao Questionário do Estudante. As provas acontecem no domingo (24) e, para visualizar o Cartão de Confirmação da Inscrição, é necessário que os participantes preencham o questionário. O acesso se dá pelo Sistema Enade, após preenchimento do CPF e da senha cadastrada no primeiro acesso do estudante.

Neste ano, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo exame, tem 434.859 estudantes inscritos na prova. O Cartão de Confirmação da Inscrição traz informações sobre o local de prova, horários e atendimentos (se solicitados e aprovados). Até a última segunda-feira (18), 85% dos inscritos (371.898) já haviam respondido ao questionário e 41% (179.025) consultaram o local de prova.

Nesta edição do Enade serão avaliados os cursos das áreas de ciências agrárias, ciências da saúde e áreas afins; engenharias e arquitetura e urbanismo; e os cursos superiores de tecnologia nas áreas de ambiente e saúde, produção alimentícia, recursos naturais, militar e de segurança.

De acordo com a legislação, devem ser inscritos no exame os estudantes ingressantes e concluintes dos cursos de graduação avaliados na edição. Apenas os concluintes precisam fazer a prova e preencher o questionário. No histórico escolar do estudante, ficará registrada a situação de regularidade em relação ao Enade, que é um requisito para colação de grau em cursos de graduação. (Com informações da Agência Brasil)

Discussão sobre Região Metropolitana reforça maior envolvimento social e político

Domingos Matos, 20/11/2019 | 17:32

Durante a discussão da proposta de criação da Região Metropolitana do Sul da Bahia ontem, 19, na Câmara de Vereadores de Itabuna, representantes dos Poderes, Legislativo, Executivo e da Sociedade Civil destacaram a importância de envolver mais atores sociais e políticos no debate que visa promover o desenvolvimento sustentável e equilibrado dos municípios.

A nova proposta foi apresentada pelo secretário executivo da Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste Baiano - Amurc, Luciano Veiga, que é especialista em Planejamento de Cidades. O estudo de sua autoria, prevê a composição de 13 municípios (com uma população de 600 mil habitantes) na nova unidade geoeconômica.

“A rediscussão da RM do Sul da Bahia vem no momento oportuno, pois estamos discutindo como integrar a região que contém diversos equipamentos em comum, tanto na área médica, na educação, como em prestação de serviços, a exemplo do Hospital da Costa do Cacau, os consórcios multifinalitários, as policlínicas, a Associação dos Municípios, as Universidades Federais, os Institutos Federais, dentre outros”.

Ao mesmo tempo, Veiga citou que a região possui também muitos problemas comuns, como a questão dos resíduos sólidos, do saneamento básico, que precisam ser tratados de forma articulada e integrada. “Não tem como os municípios resolverem de forma isolada, principalmente os municípios pequenos, com população igual ou menor do que 100 mil habitantes”.

União e participação

Entusiasta da causa e anfitrião da discussão da RM, o presidente da Câmara, Ricardo Xavier destacou que o movimento tem que ser de todos os municípios, políticos, vereadores, prefeitos e entidades. “A apresentação [da Região Metropolitana] visa ganhar soldados para o exército. Que dessa forma a gente convença o governador Rui Costa, que tem sido uma presença constante em nossa região”.

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente de Ilhéus, Jerbson Morais representou o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, e reforçou a importância de “unir forças e evitar o isolamento político, principalmente para as cidades que ficam distantes”. Já o procurador do município de Itabuna, Luiz Fernando Guarnieri representou o prefeito Fernando Gomes, e destacou que “a composição da RM é fundamental para uma região com diversas características econômicas, culturais e turísticas importantes”.

Para o prefeito de Buerarema, Vinicius Ibrann, a nova proposta discutida é o caminho mais eficaz para o desenvolvimento de ações em prol do seu município, que possui atualmente 18 mil habitantes. “Temos que nos apegar a projetos inovadores. É a única forma de Buerarema ter voz. É um meio que a gente pode pensar em um projeto de pulverização de desenvolvimento da nossa cidade”.

Na plenária da CMV, representantes das diversas instâncias sociais, políticas e da imprensa, defenderam o maior envolvimento da sociedade no debate, que deverá se repetir no município de Ilhéus. “A região deve tomar para si a responsabilidade da RM. Tem que estar respaldado com o compromisso político dos prefeitos para cumprir a missão. Além disso, precisamos do envolvimento do elo mais forte da sociedade, a população”, declarou o presidente do Sindicato Rural de Ilhéus, Milton Andrade.

Ainda estiveram presentes, o diretor da Associação das Câmara do Sul da Bahia (Acsulba), Joabs Ribeiro, o presidente da subseção itabunense da OAB - Ordem de Advogados do Brasil, Edmilton Carneiro, o presidente do sindicato dos taxistas, Eduardo Cardoso, o ex-presidente da Associação Comercial de Ilhéus, Nilton Cruz, o Comandante da Polícia Rodoviária Estadual Encarnação e demais instituições.

 

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.