Tag: ex-prefeito

Ex-prefeita de Jequié é encontrada morta dentro de casa

Domingos Matos, 21/08/2019 | 16:32

A ex-vice-prefeita de Jequié, Cinara Abreu, foi encontrada morta, na terça-feira (20), dentro de sua residência, na Avenida São Bernardo, bairro São Luiz. Segundo a imprensa local, próximo ao corpo de Cinara foram encontradas caixas de medicamentos. A suspeita é que ela tenha ingerido vários comprimidos. O corpo foi removido pelo Departamento de Polícia Técnica e encaminhado para o Inztituto Médico Legal. Cinara era funcionária aposentada da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), dirigiu a 13ª Diretoria Regional de Saúde-Dires e foi eleita vice-prefeita de Jequié, no período 2001 a 2004, segundo mandato do ex-prefeito Roberto Britto.

No dia 8 de março de 2001, quando acontecia na cidade um encontro de prefeitos da Bahia, em que estava sendo homenageado o senador Antonio Carlos Magalhães (já falecido), Cinara Abreu foi uma das 27 pessoas acidentadas com a queda do palanque das autoridades, na praça em frente ao aeroporto Vicente Grillo. A partir dessa data, ela teria passado a conviver com problemas físicos e psicológicos e, desde então, ingeria muitos medicamentos. Muito querida por familiares e muitos amigos, Cinara concluiu curso de Artes Cênicas na Uesb, participando ativamente das atividades ao lado dos colegas. (Com informações do Jequié Repórter)

 

Biblioteca Municipal Plínio de Almeida encerra mostra sobre Identidade Grapiúna

Domingos Matos, 20/08/2019 | 17:31

A Biblioteca Municipal Plínio de Almeida encerrou, na última sexta-feira (16), uma exposição que teve como tema Identidade Grapiúna, em homenagem ao 109º aniversário de emancipação política e administrativa de Itabuna, hoje o maior e mais importante centro urbano do Território de Identidade Litoral Sul da Bahia, com uma população superior a 220 mil habitantes. A mostra recebeu centenas de visitantes, além de 641 alunos e professores das escolas municipais, estaduais e particulares.

Entre as unidades escolares que promoveram visitas guiadas à mostra de fotografias, livros, documentos históricos, além de arquivos de jornais, revistas e banners relativos ao desenvolvimento de Itabuna, foram registradas as Escolas Milton Rodolfo de Souza Machado e Plinio de Almeida, Grupo Escolar Raimundo Jerônimo Machado, Escola Lua Nova, Escola Jorge Amado, Escola Só o Amor Constrói e o Colégio da Polícia Militar CPM , que encerrou a programação com a participação de alunos e professores daquela unidade de ensino.

A diretora biblioteca Municipal Plínio de Almeida, Rita de Cassia Nascimento Santos, destacou que o sucesso da mostra envolveu um esforço coletivo dos servidores daquela unidade do governo municipal, com apoio decisivo do  prefeito  Fernando Gomes; do presidente da FICC, Daniel Leão e do titular da Secretaria de Segurança, Transporte e Trânsito - Sesttran, Gilberto Santana, pelo apoio logístico ao projeto e que cedeu os ônibus para o transporte dos alunos e professores para as visitas à mostra.

Ela explica que a mostra teve o objetivo de resgatar informações e ao mesmo tempo conscientizar estudantes e à própria população sobre a história de Itabuna, através de um grande painel com fotos de ex-prefeitos e da própria cidade. Um conjunto de fotografias tem como cenário o bairro da Conceição, um dos primeiros núcleos de povoamento da cidade a partir da Marimbeta.

Sem deixar de lado a importância histórica da cacauicultura, o painel incluiu ainda livros sobre a história e o desenvolvimento de Itabuna, que funcionou como um centro de decisões políticas e econômicas da região e hoje, é um polo de ensino, atendimento na área de saúde, de comércio e serviços.  

 

Ex-prefeito de Porto Seguro deve devolver R$2,5 milhões

Domingos Matos, 14/08/2019 | 11:18

O Tribunal de Contas dos Municípios, ontem (13), votou pela procedência parcial de termo de ocorrência lavrado contra o ex-prefeito de Porto Seguro, Jânio Natal, por irregularidades na contratação e pagamento de serviços de advocacia, no exercício de 2007, tendo como beneficiário o escritório Advocacia Safe Carneiro S/C. Foram gastos com a contratação – no período de março de 2007 a janeiro de 2008 – o montante de R$2.513.277,05 – que terão agora que ser devolvidos pelo ex-prefeito, com recursos próprios, em valores devidamente corrigidos monetariamente.

O relator do parecer, conselheiro Francisco Netto, determinou a formulação de representação ao Ministério Público Estadual, para que seja apurada a prática de ato que caracteriza crime tipificado como improbidade administrativa pelo gestor.

De acordo com a relatoria, o contrato celebrado entre a Prefeitura de Porto Seguro e o escritório Advocacia Safe Carneiro S/C foi irregular, por se tratar de um típico “contrato de risco” – que é proibido por lei aos entes públicos. Os honorários acertados pelo então prefeito Jânio Natal com o escritório de advocacia foram fixados no percentual de 16% sobre o valor acrescido ao FPM do município de Porto Seguro, em razão da atuação profissional do contratado, o que é vedado pela legislação.

“A participação do Poder Público impõe a observância de regras específicas, de tutela do interesse público, de caráter indispensável, que impedem a realização de despesas com a contraprestação dos seus contratantes através de pagamentos indefinidos e futuros”, pontuou o conselheiro Francisco Netto.

Além disso, o gestor promoveu o pagamento dos honorários antes mesmo do trânsito em julgado de sentença favorável ao município de Porto Seguro, ou seja, ‘diante de uma decisão passível de revogação, que foi o que efetivamente ocorreu pouco tempo depois”.

Assim, revogada a liminar e encerrado o processo com trânsito em julgado desfavorável ao município, que foi condenado à restituição das parcelas recebidas “por força de reversão da medida antecipatória dos efeitos da tutela”, constatou-se que, em vez do ganho financeiro pretendido, o município de Porto Seguro foi obrigado a suportar, “por absoluta falta de zelo do gestor à época, um prejuízo de R$2.513.277,05 relacionado ao pagamento do escritório de advocacia que não entregou o que havia prometido, não fazendo jus, portanto, em se tratando de contrato de risco, ao recebimento de quaisquer valores.

Em relação à aplicação de penalidade de multa ao gestor, a relatoria constatou a ocorrência da prescrição quinquenal, em razão do processo ter ficado paralisado por mais de cinco anos sem qualquer movimentação.

Cabe recurso da decisão.

 

2ª Câmara do TCE/BA condena ex-prefeito de Maracás a devolver R$ 163 mil aos cofres públicos

Domingos Matos, 08/08/2019 | 07:09

Ao desaprovar, por unanimidade, a prestação de contas do convênio 004/2013, firmado pela Companhia Baiana de Pesquisa Mineral (CBPM) com a Prefeitura de Maracás, tendo como objeto o apoio financeiro, assistência técnica e a extensão tecnológica com a finalidade de implantar uma Unidade de Britagem, pelo Programa PRISMA/Exploração Mineral Comunitária, a Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA) decidiu, em sessão ordinária de quarta-feira (07), aplicar multa de R$ 5 mil e imputação de responsabilidade financeira, no valor de R$ 160.726,62 (quantia que deverá ser devolvida aos cofres públicos após sofrer atualização monetária e aplicação de juros de mora), ao ex-prefeito Paulo Sérgio dos Anjos. O ex-diretor presidente da CBPM, Hari Alexandre Brust, também foi punido com aplicação de multa, no valor de R$ 3 mil, e Uilson Venâncio Gomes de Novaes, atual prefeito de Maracás, deverá ser notificado para que proceda à devolução do montante correspondente ao saldo do convênio, que se encontra depositado em conta.

Na mesma sessão, os conselheiros integrantes da Segunda Câmara concluíram o julgamento de duas outras prestações de contas, ambas aprovadas com ressalvas, também por unanimidade: do convênio 057/2014, firmado pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder) com a Prefeitura de Teolândia (tendo como objeto a pavimentação em paralelepípedo com drenagem superficial de vias no distrito de Burietá, naquele Município) e do 092/2018, firmado entre a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) e a Prefeitura de Mucugê, que teve como objeto a aquisição de equipamentos e materiais permanentes para as unidades de Saúde do referido município).

 

 

Homenagens a personalidades marcam comemoração do aniversário de Itabuna

Domingos Matos, 30/07/2019 | 09:43

O final de semana foi marcado por  muita emoção e reconhecimento com a outorga da Comenda Firmino Alves e da Medalha de Honra ao Mérito. Autoridades políticas, do judiciário, médicos, empresários, servidores do município, entre outros convidados, participaram das solenidades que marcaram as comemorações dos 109 do município.

Uma performance especial da Orquestra Sinfônica da Bahia e do Ballet do Teatro Castro Alves numa apresentação conjunta, no sábado (27), encantou o público presente no Teatro Municipal de Itabuna Candinha Dória. Eles usaram da criatividade e de muita inteligência para contar a história do Soldado Igor Stravinsky. Já no domingo (28), o Ballet Tchu e Cia deixou a plateia concentrada numa perfeita apresentação.

Mas o ponto alto da programação foi à outorga da Medalha de Honra ao Mérito e da Comenda Firmino Alves, dias 27 e 28, respectivamente, concedidas a pessoas e personalidades que contribuem para o desenvolvimento de Itabuna. Vale ressaltar que no domingo (28), ainda aconteceu a Missa Solene celebrada na Catedral de São José pelo padre Gilvan de Oliveira, na presença de fieis e servidores da Prefeitura Municipal de Itabuna.

Homenagens

Sobre a Comenda Firmino Alves, maior honraria do município que possui o nome do fundador de Itabuna – Firmino Alves -, foi instituída na gestão do prefeito Fernando Gomes, conforme a lei de nº1.974, de 24 de outubro de 2005.

Ela foi concedida a Secretária de Cultura do Estado da Bahia, Arany Santana; ao comerciante Alencar Pereira da Silva, o popular Caboco Alencar, do ABC da Noite, considerado um patrimônio Histórico e Cultural de Itabuna; ao engenheiro Civil Jorge Ribeiro Carrilho; o ex-prefeito José Oduque Teixeira; a professora Maria Rita de Almeida Fontes (Tia Rita – in memorian); o artista plástico Renato Afonso M. de Souza (Renart); a maestrina Zélia Lessa; o Desembargador José Edvaldo Rocha Rotondano, ex-presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia; o Desembargador Edmilson Jatahy Fonseca Júnior, presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia.

Já a Medalha de Honra ao Mérito foi concedida a mais de 40 pessoas que também deram e continuam dando importante contribuição cultural, política e econômica para o município de Itabuna, entre eles, Secretários Municipais, políticos, médicos, entre outros profissionais. Para a Secretária de Cultura da Bahia, Arany Santana, que fez uso da palavra em nome dos homenageados, o teatro está pronto, “no entanto, é agora começará o trabalho da gestão deste equipamento, e nós do Governo da Bahia, através da Secult, estamos à disposição para contribuir para que este seja de fato um espaço de cultura, sustentável e importante para toda região”.

Justiça manda demolir shopping popular; mais de R$ 2 milhões foram investidos na obra  

Domingos Matos, 19/06/2019 | 18:54

A Justiça mandou demolir o prédio onde funcionaria o shopping popular, no centro de Itabuna. A decisão do juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública, Ulysses Maynard, foi publicada na edição do Diário Oficial desta quarta-feira (19).

A obra, cujo investimento custou mais de R$ 2 milhões aos cofres públicos, começou a ser construída ainda na gestão do ex-prefeito Claudevane Leite (PRB), em 2014.

O prédio apresentou os primeiros problemas em 2016, quando parte da laje caiu. O fato foi ignorado e a obra prosseguiu. Foi entregue, inclusive, no final do governo Vane.

Ao tomar posse, em 2017, o atual prefeito Fernando Gomes resolveu formar uma comissão e determinou que equipes técnicas das Secretarias de Desenvolvimento Urbano (Sedur) e de Sustentabilidade Econômica e Meio Ambiente atuassem em busca de uma solução para conclusão definitiva do shopping.

Após inúmeras inspeções que incluíram a contratação de empresa especializada em análise estrutural, saiu o resultado do laudo, constatando erro de projeto e de execução.

A prefeitura, então, acionou o Ministério Público para que a empresa Status e a gestão passada fossem responsabilizadas pelo dinheiro gasto no empreendimento inacabado.

No ano passado, foi registrado o segundo desabamento, dessa vez de uma parede. Após esse episódio, mais uma perícia foi realizada no prédio e apontou a necessidade de demolição do imóvel.

Na época, o juiz Ulisses Maynard determinou a demolição de parte do imóvel, o que aconteceu em agosto de 2018.

A decisão de demolição total, no entanto, saiu somente agora. A Justiça determinou, ainda, que a prefeitura se encarregue do serviço de demolição do prédio.

 

Itororó: segundo livro da trilogia de romances de Adroaldo será lançado na Fligê

Domingos Matos, 11/06/2019 | 09:01
Editado em 11/06/2019 | 09:22

Saiu em São Paulo, pela Editora Trevo, o romance "A Última Flor da Terra - sobre a paixão e outras vésperas da morte", do escritor baiano Adroaldo Almeida, também advogado e ex-prefeito de Itororó.

Trata-se do segundo volume de uma trilogia sobre o ciúme, a paixão e o amor. O primeiro (O Labirinto dos Bárbaros) foi publicado no ano passado e o último (Em Busca de Julio Pakard) está prometido para 2020.

Esta obra de agora (A Última Flor...) será lançada por ocasião da Feira Literária de Mucugê (FLIGÊ 2019) na Chapada Diamantina, no dia 16 de agosto às 18h, dentro da programação oficial do evento.

TCM pune ex-prefeito de Santa Luzia

Domingos Matos, 05/06/2019 | 09:11

O Tribunal de Contas dos Municípios julgou parcialmente procedente o Termo de Ocorrência lavrado contra o ex-prefeito de Santa Luzia, Ismar Jacobina de Santana, referente aos exercícios financeiros de 2007 a 2013, em razão da omissão na cobrança de multas aplicadas pelo TCM, o que acarretou em prescrição. A decisão foi proferida pelo conselheiro Mário Negromonte, relator do parecer, na sessão de terça-feira (04).

Foi determinado ao ex-gestor o pagamento de uma multa, no valor de R$1 mil, além de ter que ressarcir os cofres municipais em R$44.812,40.

Cabe recurso da decisão.

Lideranças constroem unidade para resgatar futuro de Itabuna 

Domingos Matos, 14/05/2019 | 10:23

Um café, na manhã de hoje (14), reuniu algumas das principais lideranças políticas de Itabuna. Do encontro, dois consensos foram construídos: a cidade ultrapassou o limite do que suportaria qualquer município em todos os segmentos da administração; somente a unidade entre os que se colocam na oposição à atual gestão pode viabilizar um futuro com desenvolvimento e justiça social.

Participaram o ex-prefeito Geraldo Simões, o ex-deputado Augusto Castro, o provedor da Santa Casa, Erick Ettinger, o geógrafo Roberto José, os dirigentes do diretório municipal do PT, Flavio Barreto e Jackson Moreira, a professora Miralva Moutinho, o dirigente sindical Raimundo Santana e o publicitário Sílvio Roberto.

“Esse grupo se reúne hoje, por uma questão de logística e oportunidade. Mas há uma conversa muito mais ampliada, envolvendo o ex-prefeito Claudevane Leite, os vereadores Jairo Araújo e Enderson Guinho, e vamos buscar outras pessoas que queiram participar e contribuir com esse projeto de futuro", observou Geraldo Simões.

Erick Ettinger afirmou que deve ser construída uma proposta-base, buscando a convergência das ideias, para ser apresentada à população.  Para isso, ainda “em maio deverá ocorrer nova reunião, mais ampliada, para irmos às ruas, conversar com a população”.

Roberto José citou alguns indicadores, que mostram o caos na administração. “Da saúde, saneamento, pavimentação, tudo isso resulta no estado de coisas que estamos observando em nossa cidade, e isso é o que nos move a construir essa união de forças”.

Ampliar

A expectativa é que na próxima reunião nomes como Vane, Jairo e Guinho, bem como o médico Renato Costa. “O mais importante é a decisão que já está  tomada: deveremos marchar unidos para resgatar Itabuna do desmando que estamos todos observando, mas que atinge principalmente a população mais humilde”, defendeu Augusto Castro.

Prefeito de Itacaré inaugura Unidade de Saúde da Família de Pancada Grande

Domingos Matos, 04/02/2019 | 08:07

O Assentamento Pancada Grande, na zona rural de Itacaré, já conta com um novo posto de saúde para melhor atender a comunidade local e das regiões mais próximas. O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, entregou na tarde da última sexta-feira a Unidade de Saúde da Família André Martins da Silva, que já está em pleno funcionamento com atendimento médico e posteriormente será implantado o serviço odontológico.

Durante a solenidade de Inauguração, o presidente do Assentamento Pancada Grande, José Alves Bubu, falou das lutas da comunidade, dos projetos em andamento e das vitórias somadas a cada dia. Também destacou que o posto de saúde representa a concretização de mais um sonho dos moradores. O novo posto foi construído com recursos próprios da Prefeitura de Itacaré e contou com o apoio da comunidade de Pancada Grande. No local foi implantada uma sala de recepção e espera, farmácia, consultórios, banheiros e copa. O atendimento ficará por conta do médico Dr. Sérgio e a enfermeira Isadora, que já ´prestavam serviços nessa localidade e conhecem de perto a comunidade e a realidade local.

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio fez questão de reafirmar o compromisso com a saúde e com os mais diversos setores da comunidade, principalmente a zona rural, que é o povo que mais precisa dos serviços. De acordo com ele, apesar de todas as dificuldades enfrentadas pelos municípios, tem sido possível honrar os compromissos e ainda assim realizar obras, serviços, eventos e investimentos em toda Itacaré. O novo posto, com todo o suporte de medicamentos e profissionais de saúde, vai assegurar muito mais comodidade, melhor atendimento, possibilitará o acompanhamento dos pacientes e evitará o deslocamento dos moradores.

A solenidade de inauguração da Unidade de Saúde da Família André Martins da Silva contou com a presença do vice-prefeito Genilson Souza, do ex-prefeito Roberto Setúbal, que deu a sua contribuição da formação do Assentamento Pancada Grande, dos vereadores Miguel da Matinha, Givaldo Anes e Benilton da Passagem, do secretário de Saúde Ricardo Lins, responsável pelo acompanhamento e atendimento na unidade, dos demais secretários municipais, representantes de diversas associações, órgãos estaduais, comitiva do deputado estadual Rosemberg Pinto, que tem destinado projetos para o local, além da comunidade que foi conhecer a unidade e comemorar a realização de mais essa vitória para o Assentamento Pancada Grande.

 

Assembleia promulga lei que nomina Horácio Sodré barragem em Itapé

Domingos Matos, 27/12/2017 | 16:26
Editado em 27/12/2017 | 16:26

O Diário do Poder Legislativo, edição de hoje (27), publicou a lei promulgada pela Assembleia, de autoria do deputado Marcelo Nilo, que denomina de Barragem Horácio Sodré a barragem de contenção hídrica que o Governo do Estado acaba de concluir a construção no município de Itapé, no sul do Estado. O equipamento, dentre múltiplas serventias, deverá abastecer, além daquela cidade, o município de Itabuna, pondo fim às crises hídricas que a tem atingido severamente, nos últimos anos.

A lei, que foi catalogada sob o n° 13.826, mereceu indicação, ao Governador do Estado e à Assembleia Legislativa, pela unanimidade dos Vereadores de todos os partidos da Câmara Municipal de Itapé e, por fazer justiça à vida e às realizações daquele seu ex-prefeito por quatro vezes, converteu-se em apelo da população itapeense que já se organiza para realizar, na inauguração da obra, uma consagradora homenagem ao governador Rui Costa e à Assembleia Legislativa, em torno da figura do homenageado cuja escolha do nome uniu o povo do município e conquistou repercussão positiva em toda a região.

História

A publicação da lei coincide com a data de emancipação política do município de Itapé e, por ironia do destino, ocorre exatamente no dia em que se completam 50 anos da grande enchente do rio onde foi erigida a barragem, enchente essa que destruiu quase inteiramente a cidade de Itapé, justo quando o homenageado era Prefeito do município e conduziu a reconstrução da mesma.

A inauguração da obra deverá ocorrer no primeiro trimestre de 2018.

Rui inaugura Base avançada da Cipe Cacaueira em Ibicaraí

Domingos Matos, 21/10/2017 | 19:13

O município de Ibicaraí, no sul do estado, completará 65 anos de emancipação política, no domingo (22), mas a população ibicaraiense já tem motivos para comemorar antecipadamente. Em visita à cidade, nesta sexta-feira (20), o governador Rui Costa inaugurou a sede avançada da Companhia Independente de Polícia Especializada (CIPE) Cacaueira e lançou o Plano Estratégico de Revitalização da Bacia do Rio Cachoeira, que tem como objetivo a recuperação e preservação do rio por meio de ações que promovem a proteção de nascentes e cursos d'água.

Durante o evento, que contou com a presença de 16 prefeitos e sete ex-prefeitos de municípios da região, o governador Rui Costa recebeu o título de cidadão honorário de Ibicaraí. "Quero agradecer esta homenagem que recebi da Câmara de Vereadores. Esse reconhecimento aumenta ainda mais a minha responsabilidade e meu compromisso com Ibicaraí. Hoje realizei entregas e inaugurações que com certeza são de grande importância para o desenvolvimento do município e da região, e vou continuar trabalhando em parceria com o prefeito Lula Brandão, para melhorar a vida da população desta cidade", afirmou o governador.

Cipe

A nova sede da CIPE conta com uma guarnição do Tipo C, com quatro homens e uma viatura para operações em Ibicaraí e as regiões vizinhas de Floresta Azul, Jussari, Itaju do Colônia e BR-414, que liga Ilhéus a Vitória da Conquista. O espaço também funcionará como uma base avançada da CIPE Cacaueira, que tem sede em Ilhéus e é responsável pelo policiamento de 40 municípios da região.

Rio Cachoeira

O projeto de recuperação do rio está inserido no Programa de Desenvolvimento Ambiental (PDA – Bahia), realizado pela Secretaria do Meio Ambiente do Estado (Sema) e pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), e conta com a parceria do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), com recurso de R$ 4 milhões.

O diagnóstico, que prevê o plano de ações para a restauração total do rio, já foi realizado, assim como a restauração florestal de 150 hectares de matas ciliares, o Plano de Revitalização e o cadastramento de pequenas propriedades da agricultura familiar no Cadastro Ambiental Rural (CAR/Cefir). 
A autorização para a Secretaria do Meio Ambiente do Estado (Sema) viabilizar mais de 13 mil cadastros para pequenos agricultores foi assinada pelo governador nesta sexta. Foram beneficiados produtores de 14 municípios da região, com investimento de R$ 807 mil.

Para a realização do diagnóstico ambiental, foram mobilizados cerca de 300 pequenos proprietários de terra da região da bacia, que contribuíram com a classificação dos remanescentes florestais; levantamento do uso e ocupação do solo e recursos hídricos; e identificação e caracterização de áreas degradadas. O diagnóstico indicou as melhores estratégias para restauração e as áreas a serem destinadas como Reserva Legal. Os produtores selecionados das áreas demonstrativas de assentamentos de reforma agrária e de pequenas propriedades foram capacitados para plantio e manutenção de mudas. O investimento para a realização do plano foi de R$ 1 milhão.


Outros investimentos

Durante a visita do governador, também foi lançado o Projeto Saúde e Bem-estar, em parceria com a 63ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) de Ibicaraí, a prefeitura da cidade e a Faculdade Montenegro. O objetivo é promover atividades físicas, orientadas pelos estudantes de educação física da unidade de ensino, como estágio curricular. Nesse primeiro momento, serão atendidos os idosos, preferencialmente, o que consiste cerca de 60 a 70 pessoas, além dos PMs da unidade. 
Ainda nesta sexta-feira, Rui entregou um trator com implementos agrícolas para a agricultura do município; autorizou a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) a celebrar três convênios no âmbito do Programa Bahia Produtiva, para beneficiamento de cacau; e inaugurou a loja da fábrica de chocolate Bahia Cacau da Cooperativa da Agricultura Familiar e Economia Solidária da Bacia do Rio Salgado e Adjacências (COOPFESBA). O investimento de R$ 380 mil foi utilizado para a compra de uma máquina embaladora; modernização do sistema elétrico; instalação de câmeras de segurança e pintura do prédio. Na área da saúde, o governador participou da inauguração da Unidade de Saúde da Família Doutor Ferreirinha.

Reconhecimento: Carlos Sodré recebe título de Cidadão Itabunense

A honraria foi justificada por todo o trabalho realizado por Sodré em prol de Itabuna

Domingos Matos, 01/09/2017 | 10:49
Editado em 04/09/2017 | 22:03

Em uma Sessão Solene da Câmara Municipal de Itabuna, realizada na noite de quarta-feira (30), foi homenageado com o Título de Cidadão Itabunense o advogado Carlos Eduardo Sodré. Natural de Itapé, Sodré, que atualmente é chefe de Gabinete da Secretaria da Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap), teve seu nome indicado para a homenagem pelo vereador Francisco Reis, presidente da Mesa Diretora da Câmara.

O evento ocorreu no Salão de Festas da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB) e foi prestigiado por familiares – a esposa Tânia, os irmãos Márcia e Antonio Carlos Sodré, o filho Renato Afonso Sodré e o sobrinho-neto e afilhado Arthur -, amigos e dezenas de autoridades de diversas partes do país. A justificativa do vereador para propor a honraria, segundo o próprio Francisco Reis, foi o trabalho realizado por Sodré em prol de Itabuna.

“Muitas obras foram aqui realizadas por sua indicação, quando servia no governo Roberto Santos, a exemplo do esgotamento sanitário, os conjuntos habitacionais Urbis I, II e III, além de muitas outras ações ao longo de sua vida, sempre dedicada a Itabuna, Itapé e à região”.

Ainda durante a solenidade formal, da Câmara, discursaram, representando os amigos “de fora”, Joaci Góes, da Academia de Letras da Bahia e, representando os amigos “grapiúnas”, a professora Adélia Melo. Góes destacou a relevância de Sodré fora da região, ressaltando as atividades profissionais, públicas e institucionais que conferem a Carlos Sodré o status de personalidade de destaque em vários locais do país. A professora Adélia lembrou histórias da juventude, enquanto estudantes e colegas do curso de Direito da antiga Fespi, e a importância do homenageado para a construção da consciência do pertencimento, do sentimento e do ser grapiúna.

O discurso

Momento mais aguardado da noite, o discurso do homenageado foi uma verdadeira visita à história recente de Itabuna – ela própria uma jovem cidade –, dando significado a muitos aspectos que os próprios itabunenses naturais sequer percebem da cidade. A começar pelo poema Itabuna, inédito, de Antonio Baracat Habib, que garimpou entre os escritos do amigo com quem conviveu na juventude. A obra narra, poeticamente, a saga sergipana de Firmino Alves, que se entrelaça com a chegada dos libaneses e encontra o “caboclo” com sua “flecha morena”.

O discurso, que foi disponibilizado em livreto a todos os presentes, lembrou da infância em Itapé, a chegada a Itabuna, para prestar o exame de admissão ao Ginásio, a militância na política estudantil, na imprensa e no governo Roberto Santos.

Alerta – novamente – para a necessidade de diversificação da base econômica, admoestando a fuga da monocultura – já nos anos 1970 e ainda nos dias de hoje –, e projeta um futuro de “inteligência política” da região, que tem potencial para eleger dezenas de deputados estaduais e federais mas que se apega às velhas estratégias de “politiquice bisonha” que destrói em vez de construir “uma representação capaz de vocalizar” as aspirações grapiúnas e regionais. “Continuamos incapazes de exorcizar a política tacanha e reducionista que não une a todos em torno da defesa da síntese do que melhor serve e consulta o interesse de todos”.

Presenças

A cerimônia teve participação de convidados de diversas partes do Brasil, a exemplo de Salvador, Brasília, Rio de Janeiro e Paraná. O prefeito Fernando Gomes foi representado pelo vice, Fernando Vita, que compôs a Mesa com o representante do Judiciário, desembargador Osvaldo Bonfim, do Executivo Estadual, secretário Cassio Peixoto; o reitor da UFSB, Naomar Almeida; o cônsul Holanda, Egbert Bloemsma; o tenente-coronel PM Câmara; o presidente da Fundação João Fernandes da Cunha, Silvonei Sales; o presidente da Urbis, Emerson Leal; o representante da OAB-Bahia Carlos Medauar Reis; a professora Adélia Melo; e Joaci Góes, da Academia de Letras da Bahia. O Poder Legislativo foi representado pelo presidente Francisco Reis.

Também participaram os ex-prefeitos de Itabuna, José Oduque Teixeira e Geraldo Simões; a família do jornalista José Adervan, representada pela viúva Ivone Fialho e a filha, Roberta Oliveira; o Cel PM Alfredo Castro; o presidente da OAB-Itabuna, Edmilton Carneiro; o presidente do Rotary Club de Itabuna, Kleber Andrade; o presidente da CDL, Jorge Braga; o presidente da FICC, Daniel Leão; a presidente da Asdita Marluce Leão; os diretores do Conjunto Penal de Itabuna, Cap. PM Adriano Jácome e Bernardo Cerqueira Dutra (adjunto) e o presidente PT Itabuna, Flavio Barreto.

Foram ainda registradas manifestações por escrito da Embaixada da Costa do Marfim; do secretário Nestor Duarte Neto, da SEAP; do desembargador João Augusto Pinto e outras.

Adroaldo lança livro na Feira Literária de Mucugê

Domingos Matos, 18/06/2017 | 21:16

Adroaldo Almeida, escritor, advogado e ex-prefeito de Itororó, foi convidado para participar da Feira Literária de Mucugê, a FLIGÊ (www.flige.com.br), na Chapada Diamantina.

A 2a Edição da FLIGÊ acontecerá de 10 a 13 de agosto de 2017, e tem como homenageado o autor de "Os Sertões", Euclides da Cunha (1866-1909), como parte das comemorações pelos 120 anos da Guerra de Canudos. No sábado, 12.08, na Casa da Filarmônica, será lançado o romance O LABIRINTO DOS BÁRBAROS (Ed. Amazon, 2016) se autoria de Adroaldo.

Neste mesmo dia acontecerá um Concerto com o cantador ELOMAR.

Outros autores de reconhecimento nacional participarão da Feira, que também terá exibição de filmes, teatro, leituras, conferências, oficinas, shows e diversas atividades lierárias e culturais.

Geraldo critica posição de Rui na eleição de 2016

Domingos Matos, 20/03/2017 | 20:33
Editado em 22/03/2017 | 00:23

Do Pimenta

Numa das entrevistas mais longas concedidas após as eleições de 2016, o ex-prefeito Geraldo Simões (PT) fez críticas ao governador Rui Costa por ter se distanciado do processo sucessório municipal no sul da Bahia. “Acho que o governador errou feio ao não vir [à região]”, disse. Simões também revelou que o seu “candidato do coração” ao Palácio de Ondina em 2018 é Jaques Wagner, atualmente ocupando a secretaria de Desenvolvimento Econômico.

– Tenho mais relações com Wagner do que com Rui. Mas [ele vai] para a reeleição com alta possibilidade de sucesso. Rui está sentado na cadeira e tem direito à reeleição. Se olhar para a região, vamos ver coisas extraordinárias sendo feitas – observou o ex-prefeito de Itabuna e ex-deputado federal, citando obras como a Barragem do Colônia, em Itapé, a UFSB, o Hospital da Costa do Cacau e a possibilidade de início das obras de duplicação da Rodovia Ilhéus-Itabuna.

As críticas a Rui e o predileção por Wagner se deram durante o Resenha da Cidade (Rádio Difusora), apresentado por Roberto de Souza.

Geraldo também anunciou o apoio à candidatura de Waldenor Pereira na disputa pelo comando estadual do PT. O ex-prefeito disse manter boas relações com Everaldo Anunciação, presidente e candidato à reeleição, mas acredita que o antigo secretário do seu governo fez muitas concessões que prejudicaram o PT em 2016. “[O partido] caiu de 100 para 30 prefeituras [na Bahia]. Houve concessão exagerada [do PT] aos partidos da base.

Fernando apático

O ex-prefeito também fez críticas ao prefeito Fernando Gomes. Inicialmente dizendo que não se aprofundariam nas avaliações por entender que uma gestão precisa de, pelo menos, 90 dias para ser analisada, Geraldo completou: “Meu pai dizia que espinho que fura já nasce com a pontinha”.

Para ele, o governo do adversário nasce apático, talvez afetado por uma possível decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que acabe cassando a diplomação e, como consequência, o mandato de Fernando. O prefeito ainda tem um processo para ser julgado no Tribunal, em Brasília.

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.