Tag: homicidio

Dono de padaria é morto no bairro São Roque e Itabuna registra o segundo homicídio em menos de 4 horas

Domingos Matos, 04/09/2019 | 10:48
Editado em 04/09/2019 | 13:32

Dois homens em uma motocicleta mataram na manhã desta quarta-feira (04), o dono de uma padaria na Avenida Bionor Rebouças (foto), no bairro São Roque, em Itabuna. Romoaldo dos Santos, que era mais conhecido como "Peu", tinha 43 anos e foi morto enquanto atendia no caixa do estabelecimento.

O empresário ainda foi levado com vida para o Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, mas não resistiu aos ferimentos.

O crime está sendo investigado.

Outro assassinato 

Além do empresário Romoldo dos Santos, a violência fez outra vítima nesta quarta-feira (04), registrando o segundo homicidio em menos de 4 horas. Um homem foi executado com vários tiros, durante a madrugada, no bairro São Caetano.

Até o fechamento dessa matéria, a vítima não havia sido identificada.

Procurados por homicídios e tráfico são inseridos no Baralho do Crime

Domingos Matos, 02/09/2019 | 12:31

Quatro criminosos que atuam em diferentes áreas da capital e Região Metropolitana de Salvador (RMS) foram inseridos no Baralho do Crime da SSP, ferramenta lúdica que auxilia na localização de criminosos procurados. Um homicida e três traficantes agora estampam as cartas com seus rostos.

Jaime Oliveira dos Santos, 41 anos, criminoso atuante no Bairro da Paz e procurado por tráfico de drogas é o novo ‘Seis de Ouros’ do baralho, assumindo o lugar de Caio Machado Regis dos Santos. 

Da região da Boca do Rio, o homicida Iago Ualisson de Jesus Santana, 20, passa agora a ocupar a carta ‘Seis de Espadas’, na vaga antes preenchida por Leonardo Vitoria dos Santos Gomes, o ‘Leo Pastel’. 

Os traficantes José Roberto dos Santos Moreno, também chamado de ‘JQ’, ‘Gordo Joaquim’ ou ‘Beto’, 31, e Pablo Carvalho dos Santos, conhecido como ‘Messi’ ou ‘Camisa 10’, 26, foram adicionados no baralho como os novos ‘Quatro de Espadas’ e ‘Dois de Copas’, respectivamente.

Do município de Simões Filho, na RMS, JQ assume a posição de Elenildo Batista dos Santos Araújo, conhecido como ‘Nana’ ou ‘Nena’, enquanto Messi, que opera o tráfico na região de Brotas, entra no lugar que antes pertencia a Lucivaldo de Jesus da Silva, o ‘Pempa’. 

A Secretaria da Segurança Pública lembra que qualquer informação que ajude na captura dos criminosos pode ser repassada através dos números (71) 3235-0000, para moradores de Salvador e Região Metropolitana, e 181 para o interior, ou no site do Disque Denúncia por meio do ‘Denuncie Aqui’. O anonimato é garantido.

Jovem é executado no bairro Maria Pinheiro em Itabuna

Domingos Matos, 23/08/2019 | 22:26

O bairro Maria Pinheiro, em Itabuna, foi palco de um assassinato na noite dessa sexta-feira (23). A vítima, identificada como Matheus Venâncio de Souza, de 23 anos, foi executada com três tiros. O crime aconteceu em frente a uma escola municipal, na Rua São Jorge.

Segundo testemunhas, Mateus morava no Loteamento Gegeu Rocha, no bairro Fonseca, em Itabuna, mas tinha parentes naquela localidade. A motivação do homicidio ainda é desconhecida. 

Adolescente é apreendido por suspeita de homicídio

Domingos Matos, 08/07/2019 | 18:18

Um adolescente suspeito de homicídio foi apreendido na noite de domingo (7), por guarnições do 20º Batalhão da Polícia Militar (BPM/ Paulo Afonso), no bairro Boa Esperança em Paulo Afonso.

Segundo o comandante 20º BPM, tenente-coronel Carlos Humberto Moreira, policiais conduziram a vítima até o Hospital, em seguida realizaram rondas para tentar localizar o autor do crime. “A faca foi encontrada no local e a tesoura ainda com sangue estava em posse do menor”, explicou o comandante.

A titular da 18ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Paulo Afonso), delegada Mirela Santana, explicou que uma briga teria motivado as agressões. Adson Jeferson Nunes de Souza, 31 anos, estava em posse de uma faca e foi encaminhado para o Hospital com perfurações no tórax. Enquanto o menor, que estavacom uma tesoura foi apresentado a Delegacia Territorial de Paulo afonso e em seguida apresentado ao Ministério Publico.

 

Itabuna: PM suspeito de matar delegado em ação policial é denunciado por homicídio qualificado

Domingos Matos, 18/06/2019 | 07:07
Editado em 18/06/2019 | 15:30

O policial militar Cleomário de Jesus Figueiredo, suspeito de matar o delegado José Carlos Mastique de Castro Filho em uma ação policial ocorrida em Itabuna, foi denunciado pelo Ministério Público estadual (MP-BA) por homicídio qualificado.

De acordo com o MP-BA, a denúncia foi oferecida pelo promotor de Justiça Rafael Pithon, no dia 28 de maio. O caso aguarda parecer da Justiça.

Conforme a denúncia, o acusado teria atirado na vítima, acertando o delegado no peito, com uma submetralhadora SMT.40, quando ele se encontrava em "forma clara de rendição".

O caso ocorreu na madrugada de 28 de abril, na Avenida Félix Mendonça. Os disparos teriam acontecido após uma confusão em uma loja de conveniências, onde a vítima teria chegado atendendo a um pedido de ajuda.

O PM e um colega de trabalho que também participou da ação chegaram a ser presos em abril, em cumprimento de uma ordem judicial, contudo, segundo a Secretaria da Segurança Pública do estado (SSP-BA), foram liberados pela Justiça alguns dias depois.

Segundo a Polícia Militar, os agentes, que são lotados no 15º Batalhão, em Itabuna, estão cumprindo serviço administrativo. (Com informações do G1)

Gerente de hotel de Porto Seguro é preso acusado de duplo assassinato; ele era foragido do Rio de Janeiro

Domingos Matos, 06/06/2019 | 12:14

Investigadores da Delegacia de Tóxicos Entorpecentes (DTE) de Porto Seguro cumpriram o mandado de prisão do acusado de homicidio, Júlio César Ornelas de Lemos, de 47 anos. Ele foi preso na manhã de quarta-feira (5). O homem é apontado como autor de um duplo homicídio, ocorrido em 2017, no município de Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro. De acordo com a polícia, Júlio César atirou em um casal.

O acusado estava trabalhando como gerente de um hotel, no centro de Porto Seguero, quando foi localizado pela equipe da DTE. Ele está custodiado na unidade especializada e aguarda ser recambiado para o Rio de Janeiro.

Operação Cronos 2 já prendeu 199 suspeitos de homicídio e feminicídio

Domingos Matos, 28/05/2019 | 15:31

Policiais civis de 21 estados e do Distrito Federal participam, hoje (28), de mais uma Operação Cronos, deflagrada para combater os crimes de homicídio e feminicídio. Coordenada pelo Conselho Nacional dos Chefes de Polícia Civil, a ação acontece de forma integrada e conta com o apoio do Ministério da Justiça e Segurança Pública. Até o momento, 199 pessoas foram presas, sendo 177 por homicídios e 22 por feminicidios. Sete adolescentes foram apreendidos.

O objetivo da Operação Cronos 2 é cumprir mandados de prisão contra pessoas acusadas de feminicídio – ou seja, o homicídio de mulheres por violência doméstica ou discriminação de gênero – e homicídios.

No Rio de Janeiro, até as 10h, policiais civis já haviam prendido 40 pessoas. Em Santa Catarina, onde ao menos 128 agentes participam da ação, 16 mandados judiciais foram cumpridos até o mesmo horário.

O Distrito Federal conta com mais de 100 policiais civis cumprem parte dos mandados de prisão em aberto. A Polícia Civil não informou quantos mandados espera cumprir no Distrito Federal, mas mais detalhes da operação nacional serão apresentados as 11 horas, durante entrevista no Ministério da Justiça e Segurança Pública, em Brasília.

Em Goiás, os policiais prenderam até agora 82 pessoas e apreenderam dez armas de fogo. Estão sendo cumpridos mandados contra suspetios de crimes de homicídio, feminicídio e tráfico de drogas. Em todo o estado, são 315 policiais envolvidos e 144 viaturas mobilizadas.

No estado de São Paulo, cerca de 3.300 policiais e 1.300 viaturas estão empenhadas na operação. Mais de 1.500 mandados de prisão estão sendo cumpridos, além de 28 mandados de busca e apreensão. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP-SP), mais detalhes e o balanço das ações serão passados ao término do trabalho policial.

Participarão da conversa com jornalistas o secretário-executivo do ministério, Luiz Pontel; o secretário-adjunto da Secretaria de Operações Integradas (Seopi), José Washington Luiz; o diretor de Operações Integradas da Seopi, Cesar Martinez e o presidente do Conselho de Chefes de Polícia Civil, Robson Cândido da Silva.

Primeira Fase

Deflagrada  em agosto de 2018, a primeira fase da Operação Cronos resultou na prisão de mais de 2,6 mil pessoas em todo o país. Além disso, foram apreendidos 341 adolescentes. Segundo o Conselho Nacional dos Chefes de Polícia Civil divulgou à época, 42 pessoas foram presas por feminicídio; 404 por homicídio; 289 presos por crimes relacionados à Lei Maria da Penha; 640 foram autuadas em flagrante por posse ou porte irregular de arma de fogo, tráfico de drogas e outros crimes; e outras 1.252 pessoas foram detidas em decorrência de mandados de prisão expedidos por outros crimes.

Durante a primeira fase, foram apreendidas 146 armas de fogo e aproximadamente 383 quilos de entorpecentes, como maconha, cocaína e crack. Mais de 7,8 mil policiais civis de todo o país participaram das ações. (Com informações da Agência Brasil)

Dama de Espadas: acusado de diversos homicídios morre em confronto com a polícia

Domingos Matos, 27/05/2019 | 10:29

Carta Dama de Espadas do Baralho do Crime, Bruno Ramos Figueiredo, mais conhecido como Bruno Bruxo, foi localizado no último sábado (25), durante operação integrada que envolveu troca de informações entre a Superintendência de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública e as polícias Militar, Civil e Federal.

Bruno integrava uma quadrilha de tráfico de drogas com atuação na Liberdade, onde cometia homicídios. Ele foi encontrado no bairro de Portão, em Lauro de Freitas, e reagiu à prisão. Houve confronto e, mesmo socorrido, não resistiu. " Bruno Bruxo era um dos alvos prioritários por conta da quantidade de mortes que ele cometia", afirmou o titular da Delegacia de Homicídio Múltiplos, delegado Odair Carneiro.

Com ele foram encontrados uma pistola 9 milímetros e dois carregadores. Participaram da ação equipes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, através da DHM, do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), da Coordenação de Operações Especiais (COE), do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e  da Rondesp/RMS.

 

Itabuna registra dois assassinatos em menos de 24 horas; uma das vítimas tinha 16 anos

Domingos Matos, 04/04/2019 | 13:04
Editado em 04/04/2019 | 14:23

A polícia de Itabuna segue investigando a morte de Alex Eduardo Vasconcelos, que era mais conhecido como “Du”, de 16 anos. O adolescente foi brutalmente assassinado na tarde de ontem (03), dentro de um galpão, local de trabalho do pai dele, na Avenida Itajuípe, bairro Santo Antônio.

A vítima foi morta com mais de 20 tiros e golpes de facão. Testemunhas relataram que o crime foi cometido por cinco homens. Cápsulas de revólver calibre 38 foram encontradas na cena do crime.

Ainda não se sabe sobre a motivação do assassinato. 

Segundo homicidio 

Este foi o 2° homicídio em abril e o 31° de 2019 em Itabuna. Ainda na quarta-feira (03), um homem foi morto a pauladas no bairro Sinval Palmeiras.

Diego Nogueira Ferreira tinha 29 anos e trabalhava como operador de caminhões-guincho na empresa Guincho Grapiúna. Nas horas vagas, trabalhava como mototaxista. O rapaz estava morando naquele bairro há pouco tempo.

Segundo testemunhas, quatro homens, com pedaços de madeira na mão, invadiram a casa de Diego e, no meio da rua, desferiram diversas pauladas na vítima.

 

Acusado de vários homicídios é preso em Itabuna

Domingos Matos, 03/01/2019 | 14:41

Acusado de vários homicídios, Lucas Guimarães dos Santos, 28, foi preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo na noite de quarta-feira (2), no bairro Santo Antônio, em Itabuna, pela Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Cacaueira.

Integrante de uma quadrilha, Lucas já tinha mandado de prisão em aberto por homicídio e tráfico de drogas. Ele foi encontrado com materiais roubados de uma joalheria em Itabuna. Ao perceber que iria ser abordado, tentou fugir para uma residência próxima, mas foi alcançado logo em seguida.

“Os policiais estavam em patrulhamento na região próxima onde ele foi capturado, quando a equipe foi acionada por populares de que havia um criminoso na área”, informou o comandante da unidade, major Ricardo Silva.

O homicida estava em um veículo Peugeot 206, cor preta, placa JPU-3883, já utilizado em alguns crimes. Dentro do carro também foram encontrados uma pistola Taurus carregada com 10 munições intactas, habilitação falsificada, produtos que foram roubados em uma joalheria, quatro celulares e R$ 126,25.

Lucas e os materiais apreendidos foram apresentados na 1° Delegacia Territorial de Itabuna.

 

Presidente Dilma veta plano para reduzir homicídios

Domingos Matos, 30/12/2011 | 15:27
Editado em 30/12/2011 | 18:17

A presidente Dilma vetou por tempo indeterminado a elaboração do plano de articulação nacional para reduzir homicídios, um dos pilares da política de segurança pública anunciada pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, no início do ano.

A decisão surpreendeu e irritou integrantes do Conselho Nacional de Segurança Pública (Conasp) que acompanham a escalada da violência no país. “O Brasil tem o maior índice de homicídios do mundo em termos absolutos – quase 50 mil por ano, 137 por dia – e o sexto quando o número de assassinatos anuais é comparado ao tamanho da população”.

Em janeiro, ainda embalado pelo ritmo da campanha do ano passado, Cardozo anunciou que buscaria um pacto com os governadores, inclusive com os da oposição, para preparar um grande plano de combate à violência.

Em maio, depois de longos meses de discussões internas, um representante da Secretaria Nacional de Segurança Pública chegou a apresentar o esboço do plano numa reunião do Conasp.

A proposta seria enviada ao Palácio do Planalto e depois anunciada formalmente como o plano do governo federal para auxiliar governos estaduais a reduzir crimes de sangue.

Mas, depois de passar pela Casa Civil, o plano foi discretamente engavetado. No Conasp circula a informação de que a proposta foi vetada pela presidente Dilma Rousseff.

A presidente teria orientado o Ministério da Justiça a concentrar esforços na ampliação e modernização do sistema penitenciário, no combate ao crack e no monitoramento das fronteiras, áreas em que o governo tem papel primordial, conforme a Constituição.

Planos específicos de combate a homicídios estariam a cargo dos governos estaduais. (Com informações de “O Globo”).

Número de homicídios reduz 16% na Bahia

Domingos Matos, 13/07/2011 | 11:02
Editado em 13/07/2011 | 11:09

O índice de homicídios diminuiu no primeiro semestre de 2011, numa comparação com o mesmo período do ano passado. A redução de 16% é o principal destaque no balanço do primeiro semestre elaborado pela Secretaria da Segurança Pública.

Em Salvador, este índice apresentou queda de 13,5% e na Região Metropolitana, o decréscimo, para o mesmo tipo de crime, foi de 8,2%. Principal objetivo do programa Pacto Pela Vida, a diminuição do número de homicídios no estado é decorrente das operações policiais, do combate ao tráfico de drogas, desarticulação de quadrilhas e prisão de traficantes, além da ampliação da estrutura de investigação dos crimes.

Capital e RMS também reduzem

Em 2010, foram registrados na Bahia, nos primeiros seis meses, 2.706 assassinatos contra 2.273 casos neste ano. Na capital, foram computados 793 homicídios no primeiro semestre, em contraste aos 917 registrados no mesmo período do ano passado. Na Região Metropolitana de Salvador, ocorreram 306 assassinatos em 2010, número reduzido para 208 nos seis primeiros meses de 2011.

Tentativas e latrocínios crescem

O número de tentativas de homicídio na Bahia, neste mesmo período, apresentou um crescimento de 3,8%: 1.531 (2011) contra 1.474 (2010). Outro índice que seguiu a tendência de aumento foi o de latrocínio (roubo seguido de morte). Nos primeiros seis meses do ano foram registrados 51 casos, contra 61, no mesmo período de 2010, representando um crescimento de 19,6%.

Outros números

No quesito roubos, em todo o estado, os índices também apresentaram reduções nos primeiros seis meses deste ano: de 4% dos roubos de veículos (4.416 em 2010 e 4.240 em 2011); de 6,2% em estabelecimentos comerciais (2.058 em 2010 e 1.931 em 2011); de 1,1% em residências (704 em 2010 e 696 em 2011); e de 5% roubo a transeuntes (14.673 em 2010 e 13.935 em 2011), sempre comparando com o mesmo período do ano passado.

PM inaugura módulo em Olivença; suspeito de homicídio foi preso

Domingos Matos, 11/01/2011 | 23:16
Editado em 11/01/2011 | 23:51

aleandroDepois do caos que se tornou o reveillon em olivença, inclusive na segurança pública, com o registro de quatro homicídios, a comunidade e os turistas podem respirar mais aliviados. Foi inaugurado, no último dia 8, um módulo policial no balneário, para garantir a segurança do local.

O módulo policial é subordinado à 69ª Cia Independente, que faz o policiamento da zona sul de Ilhéus, comandada pelo major PM Perdiz.

Antes mesmo da inauguração oficial, no dia 6, os resultados já começaram a aparecer. Foi preso, naquela data, Aleandro Sousa dos Santos, 20 anos, um dos suspitos do homicídio do adolescente Ivan Santana Cruz de 17 anos, que residia na avenida Esperança, em Ilhéus.

O outro procurado é um indivíduo conhecido como Erick. A dupla, juntamente com outros bandidos, inclusive de Itabuna, barbarizou nos festejos de fim de ano em Olivença. Na ocasião, O Trombone publicou nota dando conta da insegurança que reinava no local, com a falta de policiais, o que foi corrigido já na tarde do dia 1º.

Geraldo sobre HBLEM: ''são cometidos homicídios ali''

Domingos Matos, 18/10/2010 | 10:47
Editado em 18/10/2010 | 11:27

Geraldo TVIO deputado federal reeleito, Geraldo Simões (PT), voltou a criticar a gestão do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, administrado pela Prefeitura de Itabuna. Foi no programa Fórum de Debates, da TVI/Rádio Nacional, na manhã do último sábado, comandado pelo jornalista Ederivaldo Benedito, com participação de outros três debatedores: o advogado Alah Góes, o professor Guilherme Santos (PV) e o também advogado Rui Correa (PMDB).

O deputado reafirmou a opinião de que o HBLEM estaria em melhor situação se fosse administrado pelo Estado, até porque o único dinheiro que está sendo gasto por lá é o que é repassado pela Sesab. Mas foi em relação à mortalidade dos atendidos naquela unidade de saúde que Geraldo pegou realmente pesado:

"O que acontece ali são homicídios. 14% dos atendimentos resultam em morte do paciente. Um militar me disse que um hospital de campanha na guerra tem mortalidade de 2%".

A expressão "homicídios" foi justificada devido ao descaso, falta de materiais básicos para o atendimento, de coordenação, além da enorme quantidade de gente que nada entende de saúde e tem cargos-chave na administração do hopsital. "Aquilo é um cabide de empregos".

Perguntado se haveria vontade do estado, de assumir o HBLEM, respondeu que a proposta foi feita pelo secretário estadual da Saúde, Jorge Solla. "Olhe que eu não sou a favor de estado gerindo a saúde. Acho que esse trabalho é do município. Mas o caso aqui é muito grave. E não é apenas por falta de recursos [que o município não complementa]: o problema é de gestão".

Foto: reprodução/TV

Idoso morre esfaqueado em Itapé; Itabuna também registra homicídio

Domingos Matos, 15/08/2010 | 12:03
Editado em 15/08/2010 | 12:16
Ele foi alvejado por cinco disparos de arma de fogo.

Segundo um agente da Polícia Civil a vítima havia sido detido no Complexo Policial no dia 14 de julho.

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.