Tag: hospital

Jovem morre e irmão fica ferido após serem baleados dentro de casa em Pau Brasil

Domingos Matos, 09/10/2019 | 17:29

Uma jovem de 20 anos morreu e o irmão dela ficou ferido após terem a casa invadida, em Pau Brasil, no sul da Bahia, na madrugada desta terça-feira (10).

Segundo informações da delegacia da cidade, o caso ocorreu no Bairro Genádio de Andrade, por volta das 2h, depois que homens armados foram até o local procurar uma irmã das vítimas. Como o grupo não encontrou a mulher, atirou nos dois.

As vítimas foram atingidas na cabeça e na região do abdômen. Sara de Jesus Santos morreu no local. O corpo dela foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Técnica (DPT) da região.

Já Deivid de Jesus Santos foi encaminhado com ferimentos para o Hospital de Base de Itabuna. Não há informações sobre o estado de saúde dele. O caso é acompanhado pela Polícia Civil da cidade.

 

Maternidade força a barra com a Justiça para dobrar valor de repasse, diz secretário da Saúde

Domingos Matos, 07/10/2019 | 16:10
Editado em 07/10/2019 | 16:15

A saúde pública em Itabuna se tornou uma guerra de versões, e a população se vê em um tabuleiro de xadrez – como peão, diga-se, sempre pronto a ser sacrificado para a glória de reis e rainhas. O último movimento da Maternidade Esther Gomes foi anunciar o fechamento de portas na sexta-feira (4), último dia útil da semana. Segundo o secretário municipal da Saúde, Uildson Nascimento, uma manobra para obrigar a retomada, via Justiça, do contrato de prestação de serviços com o município num valor bem superior ao que estaria em vigor, atualmente.

Ele explica: “Por questões burocráticas, ao assumir a pasta, no início de setembro, foi cancelado o Chamamento Público que ocorreria ainda no referido mês, e que resultaria na renovação do contrato. Vale ressaltar que mesmo sem o chamamento/contrato, o pagamento da Maternidade continuou sendo feito, sem nenhuma interrupção”.

Diante disso, a direção da Maternidade acionou a justiça para obrigar o Município a apresentar o contrato, mas o fato é que em nenhum momento o município se negou, apenas houve atraso no chamamento”. Ainda de acordo com o Secretário Uildson Nascimento, a justiça deu um prazo de 15 dias – que vence nesta segunda-feira (7) -, para que o município apresentasse o contrato. “A direção do hospital não esperou vencer este prazo. Achou melhor se antecipar suspendendo os serviços de obstetrícia logo na sexta-feira (04)”.

O motivo verdadeiro, porém, seria explicado pela diferença entre os valores que a maternidade recebe por meio do contrato com a prefeitura, calculado a partir da tabela SUS, que é de R$ 365 mil/mês, contra os R$ 700 mil que ela pleiteia pela via judicial. “Por ser mais conveniente, aciona a Justiça para que entre em vigor o contrato no valor do repasse que ela solicita, de R$ 700 mil, e não o de R$ 365 mil, que é direito via tabela SUS”.

Mais Justiça

Diante do fechamento das portas da Maternidade Ester Gomes, na última sexta-feira (04), para os serviços de obstetrícia que são oferecidos a população de Itabuna e Região, o secretário Uildson Nascimento esclarece que trata-se de um fechamento sem sentido e que só traz prejuízos para população carente que necessita dos serviços.

Diante da situação, ele acionou a Justiça na tarde desta segunda-feira (07), para que a maternidade volte a atender pacientes do serviço de obstetrícia, e que só depois da sua reabertura a direção volte a discutir contratualização com o município.

Enfermeira da Santa Casa de Itabuna ministra palestra no Costa do Cacau sobre doação de órgãos e tecidos

Domingos Matos, 24/09/2019 | 18:35

A Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante – CIHDOTT - da Santa Casa de Itabuna foi convidada a participar das ações do Setembro Verde do Hospital Costa do Cacau, em ilhéus.

O evento, ocorrido na última sexta (20), contou com a presença das enfermeiras do serviço de transplantes da nossa instituição, Patrícia Betyar e Cristiane Abreu.

A palestra, ministrada por Patrícia, abordou sobre os transplantes de órgãos e tecidos na Bahia, a questão do fluxo de distribuição de alocação desses órgãos, os tipos de transplantes que são realizados no estado e como é feita a logística para transplante renal. Além disso, Patrícia também falou acerca dos critérios de avaliação e de inclusão em lista de espera, voltados para o transplante renal.

Na oportunidade, a Comissão apresentou os números de transplantes realizados no primeiro semestre deste ano. Ao todo foram 716 transplantes, sendo, 455 de córnea, 203 de rim, 28 de fígado, 28 de medula e 02 de pele.

Quatro mortos em acidente eram da mesma família

Domingos Matos, 24/09/2019 | 07:01

As quatro vítimas do acidente envolvendo três carros na BA-530, na cidade de Camaçari, região metropolitana de Salvador, eram da mesma família. Até esta segunda-feira (23), três dos sete feridos na batida continuavam internados.

O acidente aconteceu na tarde de domingo (22). Uma das vítimas que está hospitalizada é a jovem Adriana Marques Dórea, de 23 anos. Ela estava no mesmo carro que os familiares que morreram.

Adriana está internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Geral de Camaçari (HGC). Ela passou por cirurgia em uma das pernas e a previsão é de que seja submetida a outro procedimento cirúrgico.

Depois de hospitalizada, Adriana fez exames para constatar uma possível gravidez. O G1 tentou contato com o HGC, para saber se há confirmação da gestação, mas não conseguiu falar.

Uma das vítimas que morreu é o marido de Adriana, com quem ela casou há três meses, Ronaldo Marques da Cruz, de 21 anos. Os outros três mortos são Sidney Souza Barreto Dantas, 26, a esposa dele, Sheila Silva Dantas, 23, e o filho do casal, o pequeno Suian Dantas de 6 anos.

Os corpos das vítimas estão no Instituto Médico Legal (IML) e não há previsão de liberação para os sepultamentos.

Um homem, que estava em outro veículo, também está internado no HGC. Ele foi identificado como Paulo Roberto Ferreira de Almeida e o estado de saúde dele não foi divulgado. Paulo Roberto estava no carro com Bárbara Bruna Sampaio Dantas, que é a terceira vítima internada.

Bárbara Bruna tem o estado mais grave e precisou ser levada, com ajuda do Grupamento Aéreo da Polícia Militar da Bahia (GRAER), para o Hospital do Subúrbio, em Salvador. Ela tem um quadro de hemorragia interna na região do abdômen e também passou por cirurgia.

 

Resgate

Antes das equipes da Polícia Militar, da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), do Graer e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegarem ao local, as vítimas foram socorridas por populares.

Uma dessas pessoas foi o servidor público Maurício Paulo, que conseguiu tirar parte dos feridos de dentro dos veículos.

“É uma dor muito grande a gente pensa logo nos familiares, na dor que é viver uma situação daquela, o desespero. A gente estava tentando socorrer a pessoa que estava ali para evitar que viesse a pegar fogo no outro carro”, disse Maurício.

Testemunhas contaram que o motorista de um dos carros, onde estavam as quatro vítimas que morreram, perdeu o controle da direção, bateu com outro veículo que passava no sentido contrário e, depois, ainda bateu em uma picape.

Com a batida, dois carros começaram a pegar fogo, mas as chamas foram controladas por agentes do Corpo de Bombeiros enviados ao local. Um vídeo gravado com um celular mostra alguns veículos envolvidos no acidente.(Com informações do G1)

 

Polícia realiza reconstituição da morte do pastor Anderson do Carmo

Domingos Matos, 23/09/2019 | 07:01

A Polícia Civil do Rio de Janeiro realizou entre a noite de ontem e a madrugada de domingo (22) a reconstituição do assassinato do pastor Anderson do Carmo, que era casado com a  deputada federal Flordelis (PSD-RJ).

De acordo com a Secretaria de Polícia Civil, 13 pessoas participaram da reconstituição, que foi realizada na casa da família, onde ocorreu o crime. O procedimento se estendeu das 21h30 de ontem até as 4h de hoje e contou com a colaboração da parlamentar.

As investigações seguem em andamento na Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí, e a previsão é que um laudo seja produzido dentro do prazo de 30 dias.

O crime ocorreu na madrugada do dia 16 de junho, após o pastor retornar para casa, de carro, em companhia da mulher. Anderson foi atingido por mais de 30 tiros na garagem da casa, quando retornou ao carro para apanhar algo que tinha esquecido, e morreu momentos depois de chegar ao hospital.

Nesta semana, policiais estiveram, em quatro endereços da deputada e apreenderam celulares, computadores e documentos em busca de informações que possam ajudar a elucidar o crime.

Dois filhos do casal, Flávio dos Santos Rodrigues e Lucas dos Santos de Souza são réus no processo e cumprem prisão preventiva, decretada em agosto pela 3ª Vara Criminal de Niterói.  (Com informações da agência Brasil)

 

Migração do Sistema de Gestão Hospitalar da Santa Casa de Itabuna

Domingos Matos, 19/09/2019 | 15:41
Editado em 19/09/2019 | 16:39

No próximo dia 22, a Santa Casa de Misericórdia de Itabuna migrará do sistema MV2000 para o Soul MV, que roda em plataforma web. Para tanto, consultores da MV Sistemas, empresa responsável pela implantação da nova plataforma, já estão na instituição dando andamento à última fase do projeto.

As mudanças para o novo sistema foram feitas ao longo desse ano, com o treinamento de toda a equipe dos dois hospitais, em duas etapas: a implantação do PEP – Prontuário Eletrônico do Paciente (pré-requisito para migração do sistema MV2000) e do Soul MV.

Diante da grandiosidade e complexidade que é gerir uma instituição como a Santa Casa, o Soul MV vem trazendo melhorias significativas, dentre as quais podemos destacar: plataforma 100% web desenvolvida em três camadas, soluções totalmente integradas com abrangência plena de todos os processos, painéis dinâmicos de indicadores que permitem realizar gestão à vista e login único possibilitando o acesso a todos os módulos.

De acordo com Helder Almeida, gerente de TI, após 12 anos de implantação do MV 2000 a instituição está migrando para o Soul MV, trazendo a solução de gestão para uma tecnologia mais recente, com melhorias implementadas no sistema, agregando o PEP. “Futuramente, trabalharemos para chegar no hospital sem papel. Estamos preparados para a modernidade”, diz.

O gerente de TI destacou também que a MV Sistemas é líder de mercado na área de sistemas de gestão hospitalar no Brasil, tendo inclusive clientes no exterior. “Estamos partindo para uma versão mais moderna do sistema, nos equiparando ao nível dos grandes hospitais do Brasil”, comenta.

Emanoel Melo, gerente de projetos e de consultoria da MV Sistemas, comentou sobre as melhorias que serão trazidas através da nova plataforma, por ser uma plataforma web. “Os profissionais terão acesso a todos os módulos em um único login, onde só vão abrir o browser e começar a trabalhar. Antes era preciso ter toda uma preparação de máquina”, pontua.

Com isso, os serviços da Santa Casa serão otimizados através de tecnologia de ponta. “A instituição só tem a ganhar com a mudança de plataforma, agregando novas funcionalidades e benefícios para os usuários dessa nova versão do sistema”, finaliza.

 

Incêndio atinge casa em Ilhéus e mata bebê de três meses que estava sozinha no imóvel

Domingos Matos, 19/09/2019 | 14:38
Editado em 19/09/2019 | 14:40

Uma bebê de três meses morreu após um incêndio dentro da casa em que morava, na cidade de Ilhéus, sul da Bahia, na noite de quarta-feira (18). Conforme o Corpo de Bombeiros, a suspeita é de que as chamas tenham sido provocadas por uma vela. A casa não tinha energia elétrica.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, Nycolle Vallentina Rocha dos Santos estava sozinha em casa, localizada no bairro Nossa Senhora da Vitória, quando as chamas começaram.

Ainda de acordo com a corporação, a mãe da vítima contou que deixou a menina dormindo e foi na casa da vizinha, quando o incêndio começou. Nycolle Vallentina foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e levada para o Hospital Vida Memorial, mas já chegou ma unidade sem vida.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, as chamas foram debeladas. Não há informações sobre o velório e sepultamento da bebê. (Com informações do G1)

 

Secretários aprovam instalações do Hospital Metropolitano 

Domingos Matos, 16/09/2019 | 17:32

O secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, acompanhou nesta segunda-feira (16) Secretários de Saúde dos municípios da Região Metropolitana de Salvador (RMS) em visita guiada às obras do Hospital Metropolitano. A unidade, que está sendo erguida em Lauro de Freitas e está com 90% de obras concluídas, deve ser inaugurada no primeiro trimestre de 2020, passando a integrar a rede de assistência da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab).

De acordo com Vilas-Boas, o “Hospital Metropolitano será o principal equipamento de saúde da RMS, atendendo a todos os casos da rede de urgência e emergência do litoral norte e das cidades que compõem a região metropolitana, pelo fácil acesso, a partir de diversas vias expressas, o que irá desafogar o Hospital Geral do Estado, Hospital Geral Roberto Santos e o Hospital Geral de Camaçari”, ressalta.

Entre obras e equipamentos, a unidade receberá investimentos da ordem de R$ 180 milhões. Com 265 leitos, sendo 55 de Terapia Intensiva (UTI), o hospital será de grande porte, com 27.900 metros quadrados de área construída. A unidade será referência para casos de urgência e emergência, trauma (particularmente o trauma raquimedular), acidente vascular cerebral (AVC) e contará com dez salas de cirurgia. Um dos destaques do projeto é a Unidade de Atenção ao Acidente Vascular Cerebral (UAVC), que atenderá pacientes acometidos pelo Acidente Vascular Cerebral (isquêmico, hemorrágico ou ataque isquêmico transitório), na fase aguda, ofertando tratamento trombolítico venoso, reabilitação precoce e investigação etiológica completa.

Para o secretário de Saúde de Camaçari, Elias Natan, a unidade vai ser importante no atendimento à população da RMS. “O hospital se apresenta com uma estrutura muito boa e que a gente entende que irá trazer um grande benefício para a região. Sem dúvida, teremos um atendimento muito mais qualificado em virtude das condições que constatamos nessa visita”, afirma.

Já a secretária de Saúde de Simões Filho, Poliana Avena, diz que “a estrutura vem para fortalecer a saúde na Bahia. Aprovamos as instalações na visita técnica e este equipamento é de extrema importância, onde Simões Filho conta também com essa obra.

Também está em curso a pavimentação asfáltica de 2,6 quilômetros da Rua Djanira Maria Bastos e a construção de uma via de acesso ao novo hospital, que beneficiará moradores de Camaçari, Candeias, Dias D’Ávila, Itaparica, Lauro de Freitas, Madre de Deus, Mata de São João, Pojuca, Salvador, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Simões Filho e Vera Cruz.

Mãe e filho são mortos a tiros e familiares ficam feridos após casa ser invadida por homens encapuzados em Uruçuca

Domingos Matos, 16/09/2019 | 16:03
Editado em 16/09/2019 | 16:08

Uma mulher de 36 anos e o filho dela, de 18, foram mortos a tiros na madrugada desta segunda-feira (16), após dois homens encapuzados invadirem a casa onde os dois moravam, na cidade de Uruçuca, no sul da Bahia.

De acordo com a Polícia Militar, outras três pessoas da mesma família estavam no imóvel no momento do ataque e também foram baleadas, incluindo um bebê de um ano. No entanto, a Polícia Civil não confirma o ataque à criança.

Conforme a PM, familiares das vítimas contaram que o alvo dos tiros era o jovem de 18 anos, que tinha envolvimento com o tráfico de drogas. As outras vítimas teriam sido baleadas ao tentar defender o rapaz.

O crime ocorreu por volta das 4h desta segunda-feira. Após a ação, os suspeitos, que ainda não foram identificados, fugiram. O caso será investigado pela Polícia Civil.

As duas pessoas que morreram foram identificadas como Mateus Oduque de Jesus e Rosilda Oduque de Jesus. Os corpos deles foram encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Ilhéus, também no sul do estado.

Os feridos são Lucas Gabriel Oduque de Jesus, de 1 ano, filho de Rosilda; Roseane Oduque de Jesus, de 38 anos, que é irmã de Rosilda; e Mateus Oliveira dos Santos, filho de Roseane, que não teve idade divulgada.

Os três foram socorridos e levados para um hospital da região. Não há detalhes sobre o estado de saúde deles. (Com informações do G1)

 

Itabuna: criança de 11 anos e adolescente de 13 são vítimas de bala perdida após tiroteio perto de igreja

Domingos Matos, 14/09/2019 | 22:21
Editado em 14/09/2019 | 22:47

Uma criança de 11 anos e um adolescente de 13 foram vítimas de bala perdida após um tiroteio na cidade de Itabuna, na noite de sexta-feira (13). Segundo informações da Polícia Militar da cidade, o caso aconteceu perto de uma igreja, no bairro Maria Pinheiro.

De acordo com testemunhas, o tiroteio aconteceu entre facções rivais da cidade. Os dois meninos, de 11 e 13 anos, foram socorridos por populares e levados para um hospital da região. As vítimas foram atendidas e liberadas ainda na noite de sexta.

A polícia não soube informar se teve mais pessoas feridas. Ninguém foi preso até a publicação desta reportagem. (Com informações do G1)

 

Incêndio em hospital no Rio deixa pelo menos dez mortos

Domingos Matos, 13/09/2019 | 10:13

O incêndio que atingiu na noite de ontem (12) o Hospital Badim, na zona norte do Rio de Janeiro, deixou pelo menos dez mortos, segundo o Corpo de Bombeiros. Os bombeiros já concluíram o trabalho de busca por vítimas dentro da unidade particular de saúde.

Havia mais de 100 pacientes no local, no momento do acidente, e 90 deles tiveram que ser transferidos para outros hospitais. Durante a retirada, vários pacientes chegaram a ser acomodados na própria rua.

Eles foram transferidos para os hospitais Israelita Albert Sabin, Municipal Souza Aguiar, Copa Dor, Quinta Dor, Norte Dor, Caxias Dor e São Vicente de Paulo.

Quatro bombeiros também passaram mal durante a operação de combate ao incêndio e resgate de vítimas e foram encaminhados para o hospital dos bombeiros.

A Rua São Francisco Xavier, em frente ao hospital, que estava interditada para a retirada dos pacientes e o trabalho dos bombeiros, foi liberada ao tráfego agora de manhã. (Com informações da Agência Brasil)

 

Equipe do Hospital Costa do Cacau homenageada na Câmara de Ilhéus

Domingos Matos, 12/09/2019 | 19:45

Durante sessão realizada essa semana, a Câmara Municipal de Ilhéus aprovou, por unanimidade, uma monção de aplausos em referência à equipe médica do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC). A homenagem aconteceu devido a um requerimento do vereador Gil Gomes (PV), encaminhado à mesa diretora da casa no último dia 4 de setembro.

A iniciativa do parlamentar foi em reconhecimento, após o HRCC realizar a primeira cirurgia cardíaca da rede de hospitais públicos do interior do estado. "Uma grande conquista para a população de toda região sul da Bahia, razão pela qual todos os profissionais envolvidos merecem o reconhecimento e gratidão da comunidade", justificou Gil Gomes.

No último dia 27 de agosto, um paciente de 70 anos, foi submetido a um procedimento de revascularização do miocárdio, popularmente conhecido como ponte de safena, a primeira cirurgia desse tipo em um hospital público do interior do Bahia.

Motorista morre após capotamento na BR-415; outras três pessoas ficam feridas

Domingos Matos, 12/09/2019 | 12:09
Editado em 12/09/2019 | 12:11

Um homem morreu e outras pessoas ficaram feridas por volta das 10h40min desta quinta-feira (12), na BR-415, Rodovia Ilhéus/Itabuna. Segundo informações de testemunhas, o motorista do carro teria perdido o controle da direção após tentar fazer uma ultrapassagem.

O veículo capotou várias vezes na pista. O condutor morreu na hora. Ambulâncias do Samu prestaram socorro aos sobreviventes, que foram levados para o Hospital Regional Costa do Cacau.

Até o fechamento dessa matéria, a identidade da vítima fatal e dos demais ocupantes do automóvel ainda não havia sido revelada pela polícia.

As causas do acidente, que causou um grande congestionamento na rodovia, serão investigadas.

Ministérios Públicos estaduais fazem grande operação contra corrupção e lavagem de dinheiro em nove estados

Domingos Matos, 12/09/2019 | 11:47

Uma operação nacional de enfrentamento à corrupção e à lavagem de dinheiro em nove estados foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (12) pelos Ministérios Públicos estaduais. As ações acontecem no Amazonas, Bahia, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, São Paulo e Sergipe e são promovidas pelos Grupos de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaecos). Articulada pelo Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas (GNCOC), colegiado que reúne os Gaecos do Brasil, a operação nacional cumpre 87 mandados judiciais, dentre busca e apreensão, prisão, afastamento de funções públicas e uso de tornozeleiras eletrônicas.

O objetivo da operação nacional é combater crimes contra a Administração Pública praticados por servidores públicos e particulares, dentre eles crimes de corrupção ativa e passiva, peculato, peculato eletrônico, participação em organização criminosa, associação criminosa, fraude à licitação, lavagem de dinheiro, tráfico de influência, falsidade ideológica e material e fraude processual. “Lançamos uma grande ofensiva contra a corrupção e a lavagem de dinheiro, reafirmando o propósito de defesa do patrimônio público e garantindo a punição dos que teimam em confiar na impunidade. A lei vale para todos”, afirmou o procurador-geral de Justiça de Alagoas, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, coordenador do GNCOC, sobre a ação nacional. Confira as ações por estado:



AMAZONAS
Foi deflagrada a “Operação Tentáculos”, com o objetivo de combater a corrupção dentro do serviço público. Está sendo cumprido um mandado de busca e apreensão tendo como alvo uma servidora pública lotada na Secretaria de Administração Penitenciária (Seap). Por intermédio do Gaeco, em conjunto com a Polícia Civil do Amazonas, a operação é decorrência da "Operação Collusione", deflagrada pelo MPAM em maio de 2019, e tem como objeto apurar a prática dos delitos de tráfico de influência, corrupção ativa, falsidade ideológica e fraude processual no âmbito da secretaria. Há também evidências da prática dos delitos de fraude processual e falsidade ideológica, na medida em que comprovantes de trabalho e de estudo falsos eram utilizados perante a Vara de Execuções Penais para diminuir, de forma indevida e criminosa, a pena dos condenados do regime semiaberto. Atualmente, em Manaus, o regime semiaberto é cumprido por meio de monitoramento eletrônico (tornozeleira), e toda irregularidade no descumprimento da pena deveria ser informada à Vara de Execuções Penais. Porém, essa comunicação não era feita, possivelmente pela interferência de advogados junto a determinados servidores da SEAP, possibilitando que presos condenados por crimes graves não cumprissem efetivamente suas penas.

BAHIA
Na Bahia, foi deflagrada pelo Gaeco a operação “Freio de Arrumação”. A ação resulta de investigação do MP sobre a prática de crimes de corrupção ativa e passiva, peculato eletrônico, falsidade ideológica e material e associação criminosa, perpetrados por um grupo criminoso, formado por particulares e servidores públicos, que atuavam ilicitamente para a suspensão, cancelamento, anulação e/ou baixa de autuações por infrações de trânsito (multas), decisões de recursos administrativos e procedimentos de inclusão de pontuação em Carteiras Nacionais de Habilitação. Estão sendo cumpridos 11 mandados de busca e apreensão, dois mandados de exibição de documentos públicos e um mandado de prisão expedidos pela 1ª Vara Criminal de Salvador. Participam da operação 15 promotores de Justiça, 22 servidores do Gaeco, cinco servidores da Coordenadoria de Segurança Institucional e Inteligência (CSI) do MPBA e de 70 policiais rodoviários federais.

RIO DE JANEIRO
Duas operações contra organizações criminosas são realizadas no Rio de Janeiro pelo Gaeco, com o apoio da Coordenadoria de Segurança e Inteligência e da Polícia Civil do Rio. A primeira diz respeito à deflagração da quinta fase da “Operação Open Doors”, que combate um grupo, liderado por hackers, que prática crimes patrimoniais, como a subtração de valores de contas bancárias de terceiros por meio de transações fraudulentas. Serão cumpridos 22 mandados de prisão, além de busca e apreensão, em seis cidades do Estado do Rio de Janeiro e em outros quatro estados: Paraná, Goiás e Minas Gerais. A segunda, denominada “Operação Leak”, cumpre mandados de busca e apreensão contra dois servidores públicos denunciados por lavagem de dinheiro, cuja origem é a atuação em organização criminosa dedicada ao tráfico de drogas. O MPRJ obteve ainda a decretação da prisão preventiva de outra pessoa, que já se encontra custodiada na Cadeia Pública Constantino Cokotós, em Niterói, e a aplicação de medidas cautelares diversas da prisão, inclusive com a suspensão da função pública.

RIO GRANDE DO NORTE
Com o objetivo de apurar desvios de pelo menos R$ 339.902,90 da Prefeitura de Santana do Matos, município da região Seridó potiguar, foi deflagrada a “Operação Carcará” no Rio Grande do Norte. Uma ex-prefeita, dois auxiliares dela e 13 empresas e empresários tiveram os bens e contas bancárias bloqueados e sequestrados. A ex-gestora municipal e os auxiliares estão proibidos de manter contato entre si e passam a ser monitorados por meio do uso de tornozeleiras eletrônicas.
A Operação Carcará cumpre mandados de busca e apreensão em 15 locais em sete cidades. Ao todo, 19 promotores de Justiça, 17 servidores do MPRN e ainda 69 policiais militares participaram da ação.

SÃO PAULO
Em São Paulo, a operação tem duas frentes. A primeira resulta de investigação sobre lavagem de dinheiro decorrente de crimes de fraude licitatória e corrupção em dois municípios. O prejuízo aos cofres públicos foi estimado inicialmente em R$ 600 mil. Os alvos investigados, segundo o GAECO, tiveram movimentação financeira em valor superior a R$ 4 milhões em três anos. Estão sendo cumpridos três mandados de busca e apreensão. A segunda ação é relacionada a uma denúncia sobre lavagem de dinheiro decorrente de organização criminosa destinada a peculatos em contratos do DER. Foram identificados pelo Gaeco seis crimes de lavagem de dinheiro - ocultação e dissimulação de bens e valores envolvendo duas empresas e ocultação na propriedade de quatro automóveis.

SERGIPE
Em Sergipe, foi deflagrada  a terceira fase da Operação Metástase, com o cumprimento de oito mandados de busca e apreensão. A ação acontece em Aracaju e em Nossa Senhora das Dores, e tem como foco principal o aprofundamento de provas de grupo criminoso que atuava na gestão da Fundação Beneficente Hospital de Cirurgia. A operação é realizada pro GAECO em conjunto com o Comando de Operações Especiais (COE) e o Departamento de Combate ao Crime Tributário e Administração Pública (DEOTAP). Segundo o GAECO, por meio de levantamentos de dados e de campo, o ex-gestor do Hospital de Cirurgia utilizou-se de duas construtoras, registradas em nome de “laranjas” - sócios residentes no município de Nossa Senhora das Dores - com a finalidade de desvio de verba pública da saúde e utilizadas na compra de bens e enriquecimento ilícito do gestor à época. A investigação versa sobre crimes contra a Administração Pública, lavagem de dinheiro e organização criminosa

GOIÁS, MINAS GERAIS E PARANÁ
Operações também estão sendo realizadas em Goiás, Minas Gerais e Paraná para cumprimento de mandados judiciais relacionados à “Operação Open Doors”, do MPRJ. Estão sendo cumpridos dois mandados no Paraná, um em Goiás e um em Minas Gerais.
 

Auxiliar de serviços gerais contaminada com hepatite C no HGE será indenizada

Domingos Matos, 11/09/2019 | 10:35

Uma trabalhadora da empresa MAP Sistema de Serviços Ltda que prestava serviços no Hospital Geral do Estado (HGE) receberá uma indenização de R$ 10 mil por ter se contaminado com o vírus da hepatite C. A decisão é da 1ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT5-BA) e dela cabe recurso.

A auxiliar de serviços gerais, moradora de Pojuca/BA, ingressou com uma reclamação trabalhista alegando ter adquirido a doença em decorrência de seu trabalho. Disse ainda ter se afastado, com cobertura pelo INSS, por quatro meses para tratamento, e que foi despedida cinco dias após o retorno ao trabalho. Por esse motivo, pediu o reconhecimento de dano moral e material, lucros cessantes, pensão vitalícia e nulidade da despedida. Os argumentos foram contestados pelos empregadores.

A decisão da juíza Renata Sampaio Gaudenzi da 2ª Vara do Trabalho de Salvador reconheceu o direito a indenização por danos morais, uma vez que “as condições de trabalho atuaram como causa para o surgimento da doença”. No entanto, indeferiu os pedidos de nulidade da despedida, pensão mensal, lucros cessantes e de danos materiais, já que a autora não apresentou comprovantes de despesas com tratamento e não possui incapacidade laborativa total. Além disso, a patologia não é considerada como doença grave na súmula 443 do TST.

Ao analisar o recurso da MAP, a desembargadora relatora Suzana Inácio, com apoio no laudo técnico no qual se concluiu haver nexo causal entre a doença e a labuta, pontuou que a infecção pelo vírus da hepatite C pode ocorrer pelo contato com sangue contaminado, e que uma das atividades da trabalhadora envolvia limpeza de sangue, mantendo a condenação quanto à indenização por danos morais, reduzindo, no entanto, o valor fixado pela julgadora de base para R$ 10 mil, com amparo em critérios como grau de culpa, extensão do dano e condições econômicas da vítima e do ofensor. O voto foi seguido, de forma unânime, pelos desembargadores Ivana Magaldi e Edilton Meireles, que compõem a Turma.

 

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.