Tag: intermunicipal

Intermunicipal: primeira rodada chega ao fim com 19 triunfos

Domingos Matos, 12/08/2019 | 11:18

Chegou ao fim, ontem (11), a 1ª rodada do Intermunicipal 2019. O total de 29 jogos foi realizado nos quatro cantos do estado.  Oito seleções largaram com destaque na competição.

Santaluz, Conceição do Coité, Valente, Santo Amaro, Valença, Camacan e Paul Brasil venceram seus jogos fora de casa. A expectativa, agora, é de que as demais busquem o triunfo. Fora das quatro linhas, a torcida quer embalar as equipes.

A segunda rodada já reunirá 60 seleções em campo. Os 30 jogos serão realizados no próximo domingo (18).

 

Aurelino Leal vive expectativa para reestreia após 17 anos

Domingos Matos, 10/08/2019 | 13:06
Editado em 10/08/2019 | 15:09

Neste domingo (11), algumas seleções farão suas reestreias na maior competição de futebol amador do país. Uma delas é a de Aurelino Leal. A cidade está de volta ao campeonato após 17 anos. De acordo com a Liga Aurelinense de Futebol, o otimismo no município é grande.

Para corresponder às expectativas dos torcedores, a Liga montou um elenco com base jovem para a disputa. Porém, o grupo também é composto por atletas experientes no Intermunicipal e consagrados em campeonatos municipais de outras cidades.

A estreia de Aurelino Leal será contra a Seleção de Uruçuca, às 15h de domingo, no Estádio Raimundo Marques Santos Filho (Arinha), em Aurelino Leal. 

TVE exibe Belmonte e São José da Vitória no Intermunicipal

Domingos Matos, 09/08/2019 | 14:26

Neste domingo (11), às 15h, a TVE transmite ao vivo o jogo entre Belmonte e São José da Vitória pelo Campeonato Intermunicipal. É possível acompanhar ao vivo na Internet no Facebook, Twitter, YouTube e site www.tve.ba.gov.br/tveonline

Este ano, a competição contou com um aumento no número de times participantes em relação ao ano passado. São 67 seleções em busca do título.

Até dezembro, a TVE transmite um jogo por rodada, definido através de sorteio ao vivo no programa Cartão Verde.

No dia 30 de julho, a emissora anunciou a transmissão da partida entre Quijingue e Canudos porém, um novo sorteio foi realizado após a Federação Bahiana de Futebol indicar que não havia condições de transmissão no estádio do município. Este é o primeiro ano que a seleção Quijinguense disputa o campeonato.

Na internet, os torcedores poderão interagir por meio das redes sociais, utilizando a hashtag #IntermunicipalNaTVE ou enviar suas fotos e vídeos acompanhando os jogos para o número de Whatsapp (071) 9 9626 0307. Os vídeos serão exibidos ao longo da programação.

Governo do Estado sanciona leis de combate ao abuso sexual contra mulheres

Domingos Matos, 07/08/2019 | 11:44

No dia em que a Lei Maria da Penha completa 13 anos, o governador Rui Costa sanciona duas leis voltadas à proteção das mulheres na Bahia. Ambas foram publicadas no Diário Oficial do Estado (DOE) e estão em vigor a partir desta quarta-feira (7). 

Uma delas dispõe sobre a obrigatoriedade da fixação de placas contendo, de forma legível e aparente ao público, a lei federal nº 13.718/2018 em diversos espaços e meios de transporte, com o objetivo de combater a importunação sexual contra mulheres. As placas também devem indicar o Disque 180 para denúncia das violações. 

A obrigatoriedade é válida para trios, camarotes, restaurantes, bares, boates e casas de show, além de meios de transporte intermunicipal, hidroviário, rodoviário e metroviário. O descumprimento da lei implicará em multa, que será revertida para ações da Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM). 

A outra lei indica que os serviços de transporte intermunicipal de passageiros devem adotar campanhas afirmativas, educativas e preventivas sobre o abuso sexual e a violência contra a mulher sofridos no interior dos veículos coletivos. As campanhas envolverão a confecção de cartazes com instruções para identificação do agressor, acompanhadas dos números da Polícia Militar (190) e da Central de Atendimento à Mulher (180).

 

 

Policlínica da região de Feira de Santana realiza mais de 70 mil procedimentos em um ano

Domingos Matos, 28/05/2019 | 19:35

Com mais de 70 mil procedimentos realizados, a Policlínica de Feira de Santana completa um ano nesta terça-feira (28) de portas abertas e com uma solenidade de comemoração, que reuniu a direção da unidade e prefeitos dos municípios consorciados. Foram investidos no equipamento R$ 24 milhões, sendo R$ 11,6 milhões na construção física da Policlínica, e R$ 12 milhões na aquisição de equipamentos de alta tecnologia, mobiliário e de 14 microônibus que fazem o transporte dos pacientes moradores da região. Durante o primeiro ano de funcionamento, foram realizadas 24.078 consultas médicas, 39.637 exames e procedimentos e 9.580 serviços laboratoriais.

A diretora-geral da Policlínica, Handara Silva, explica que o atendimento é feito com hora marcada, o que evita filas. “Os pacientes vêm dos seus municípios nos nossos microônibus, o exame é agendado na Secretaria de Saúde do município onde eles moram e no dia marcado eles vêm fazer o exame e depois retornam para casa, sem despesa de transporte”. Segundo ela, a unidade atende 28 municípios, onde vivem mais de um milhão de habitantes.

Para o diretor do Hospital Geral Cleriston Andrade, José Carlos Pitangueira, neste ano de funcionamento a Policlínica vem salvando vidas.  “A Policlínica está sendo importante para diversos tipos de exames, mas principalmente para as ressonâncias. Hoje, nós conseguimos fazer diretamente aqui as ressonâncias necessárias para agilizar a realização de cirurgias, especialmente as de AVC”.

Prefeito do Consórcio Intermunicipal de Saúde que faz a gestão financeira da Policlínica e prefeito de Coração de Maria, Edmário Paim informa que, somente do município, já foram atendidas mais de 2,5 mil pessoas. “O mais importante é que alguns exames de alta complexidade eram solicitados, como colonoscopia, endoscopia, tomografia, e nós tínhamos dificuldade de marcar pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Hoje em até dez dias já conseguimos dar resolutividade a esses exames. Então a avaliação deste primeiro  ano de funcionamento é muito positiva”.

De Feira de Santana, a dona de casa Genivalda Cerqueira tem 59 anos e está sendo atendida na Policlínica pela segunda vez. “A primeira vez eu fui muito bem atendida. Marquei o exame no posto, já cheguei aqui com hora marcada, fui atendida, gostei muito. Hoje estou de volta para fazer outro exame”.  

O motorista Aldair Coelho está na Policlínica pela primeira vez. “Se não tivesse a Policlínica eu não conseguiria fazer o exame, porque pelo SUS está cada vez mais difícil, e eu não tenho dinheiro para fazer no particular. Estou sendo muito bem atendido e me sentindo em uma clínica particular”.

A unidade oferece consultas em até 18 especialidades diferentes, além de exames como ressonância magnética, tomografia computadorizada, ultrassonografia, ecocardiografia, eletroencefalograma, endoscopia, colonoscopia, entre outros. A manutenção da Policlínica Regional de Saúde é custeada por meio de um consórcio formado pelos municípios, que assumem 60% dos custos mensais, e o Estado, com o pagamento de 40% das despesas.

Os municípios consorciados são Água Fria, Amélia Rodrigues, Anguera, Antônio Cardoso, Baixa Grande, Candeal, Capela Do Alto Alegre, Conceição Do Jacuípe, Coração De Maria, Feira De Santana, Gavião, Ichu, Ipecaetá, Ipirá, Irará, Nova Fátima, Pé De Serra, Pintadas, Rafael Jambeiro, Riachão do Jacuípe, Santa Bárbara, Santanópolis, Santo Estevão, São Gonçalo Dos Campos, Serra Preta, Tanquinho, Teodoro Sampaio, Terra Nova.

 

 

Policlínica Regional de Saúde em Itabuna vai atender 31 municípios do Sul da Bahia

Domingos Matos, 03/04/2019 | 13:29

As obras da Policlínica Regional de Saúde do Consórcio Público Interfederativo de Saúde da Região de Itabuna e Ilhéus seguem em ritmo acelerado e devem estar concluídas no segundo semestre deste ano. Com investimentos de R$ 27 milhões do Governo da Bahia, a policlínica atenderá 31 municípios do Sul da Bahia. A unidade de saúde, que está sendo construída em Itabuna,  oferecerá uma série de especialidades médicas, a exemplo de angiologia, cardiologia, endocrinologia, gastrenterologia, neurologia, ortopedia, oftalmologia, otorrinolaringologia, ginecologia/obstetrícia, mastologia e urologia.

Também serão oferecidos serviços como ressonância magnética, tomografia, mamografia, ultrassonografia com doppler, ecocardiografia, ergometria, mapa, holter, eletroencefalograma, eletromiografia, raio-X, eletrocardiograma, endoscopia, colonoscopia, nasolaringoscopia, colposcopia, entre outros, ligados às especialidades de oftalmologia.

Além disso, serão realizados procedimentos como vasectomia, cauterização, pequenas cirurgias e cuidados com o pé diabético, além de biópsias de mama, tireóide, próstata, dérmica, gastroenteral. O Governo do Estado irá adquirir 16 micro ônibus para o deslocamento dos pacientes e acompanhantes até Itabuna.

Consórcio Intermunicipal

A Policlínica Regional tem como  participantes do consórcio os municípios de Almadina, Arataca, Barro Preto, Buerarema, Camacan, Canavieiras, Coaraci, Firmino Alves, Floresta Azul, Gongogi, Ibicaraí, Ibirapitanga, Ilhéus, Itabuna, Itacaré, Itajú do Colônia, Itajuípe, Itapé, Itapitanga, Itororó, Jussari, Maraú, Mascote, Pau Brasil, Potiraguá, Santa Cruz da Vitória, Santa Luzia, São José da Vitória, Una, Uruçuca e Aurelino Leal.

O equipamento terá gestão compartilhada entre o governo estadual, que financia 40% dos custos mensais, enquanto os municípios consorciados vão cobrir os 60% restantes proporcionalmente à população de cada cidade.

Presidente do CREA-BA vai falar sobre segurança de barragens em reunião da Amurc e Cimurc

Domingos Matos, 07/02/2019 | 12:03

O presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia (CREA/BAHIA), Luis Edmundo Prado de Campos (foto) estará presente nesta quinta-feira (7), na Câmara de Vereadores de Barra do Rocha, em uma reunião promovida pela Associação dos Municípios da Região Cacaueira e o Consórcio Intermunicipal do Médio Rio das Contas (CIMURC) para tratar sobre Segurança de Barragens.

O 3ª encontro com prefeitos, autoridades e a sociedade civil organizada acontece com o objetivo de discutir ações preventivas visando prevenir possíveis danos ambientais e humano, por conta da barragem de rejeitos da Mirabela. Segundo o coordenador executivo da Amurc, Luciano Veiga, o assunto será ampliado para outras barragens que existem na Bahia e que podem ocasionar o mesmo dano em termos de sinistro.

O presidente do CREA, que é engenheiro civil e especialista em Solo vai apresentar as condições de segurança das barragens da Bahia. Ainda segundo ele, “serão apresentados assuntos relacionados a ação do órgão na região e serão firmadas parcerias com diversos municípios visando uma maior aproximação, principalmente na fiscalização de obras”, completou Luis.

Está prevista ainda na reunião, a assinatura de um termo de cooperação técnica entre a Associação/Município e o CREA/BA, visando a troca de informações para otimizar a atuação do órgão e das prefeituras associadas, além de projetar a implantação de um escritório de assistência técnica de engenharia nos municípios.

A Câmara de Vereadores de Barra do Rocha fica localizada na rua Maria Oliveira Bitencurt, s/n - Centro, Barra do Rocha – BA.

 

Município regulamenta uso exclusivo de vias para transporte público em Ilhéus

Domingos Matos, 17/01/2019 | 07:01

A Prefeitura de Ilhéus adotou mais uma medida para melhorar a acessibilidade e mobilidade urbanas, com a regulamentação do uso exclusivo das faixas e vias de trânsito destinadas aos veículos, concessionários e permissionários do transporte público de passageiros. Conforme o Decreto 008, publicado no Diário Oficial do Município de terça-feira (15), as faixas exclusivas, chamadas de corredores, são reservadas prioritariamente ao tráfego de veículos cadastrados e credenciados pela Superintendência de Trânsito e Mobilidade do município (Sutram).

As normas constantes no decreto obedecem ao disposto no Código de Trânsito Brasileiro e ordenam o tráfego dos veículos registrados e licenciados na categoria aluguel, destinados ao serviços de transporte coletivo rodoviário intermunicipal e municipal, escolar, turístico e de emergência. O decreto proíbe a circulação, estacionamento e parada de automóveis, caminhões e demais veículos nas faixas exclusivas, exceto para fins de conversão ou retorno para permitir acesso a obras e pontos de paradas de ônibus.

Segundo o superintendente municipal de Trânsito, Gilson Nascimento, o conceito de mobilidade prioriza o transporte de massa feito por ônibus, táxi, mototáxi, vans de turismo e escolar. “A preferência é para os veículos que transportam o maior números de pessoas ou efetuam serviços de mobilidade”, explica o gestor.

Rui destaca futebol no interior ao anunciar transmissões pela TVE

Domingos Matos, 12/06/2017 | 17:19

Os baianos poderão acompanhar pela TV Educativa (TVE) as partidas dos campeonatos de futebol Intermunicipal, Série B do Campeonato Baiano, Campeonato Estadual Feminino, copas Governador do Estado e 2 de Julho e Campeonato Estadual Sub-20. A transmissão foi anunciada pelo governador Rui Costa nesta segunda-feira (12), na Arena Fonte Nova, em Salvador. 

Os jogos, realizados até dezembro, totalizam 30 partidas e mais de 60 horas de transmissão. Eles serão exibidos ao vivo no canal 10.1 e pelo portal da emissora (www.tve.ba.gov.br/tveonline). Para Rui, as transmissões mostram a força e a importância do esporte para a vida das pessoas. "O objetivo é que todo mundo possa se reconhecer na tela da TV pública, o baiano do Oeste, da Chapada Diamantina, do norte do estado, do Nordeste, enfim, a Bahia precisa se ver na tela da Bahia", afirmou. 

O governador destacou também a visibilidade dos atletas. "É da maior relevância que as nossa juventude ganhe visibilidade. Se uma TV comercial, eventualmente, não tem interesse de transmitir esses jogos, pela falta de patrocinadores, a TV pública dá visibilidade à nossa juventude e quem sabe podemos promover daí diversos craques que vão ajudar o futebol baiano a melhorar o seu desempenho no futebol nacional". 

No mesmo evento, o governador lançou o Projeto de Qualificação de Gestores de Ligas de Futebol, uma parceria entre a Federação Bahiana de Futebol e a Superintendência dos Desportos da Bahia (Sudesb), autarquia vinculada à Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre).

Foto: Mateus Pereira/GOVBA

Prefeito de Itacaré defende fortalecimento da Ceplac nos 60 anos do órgão

Domingos Matos, 21/02/2017 | 11:50

Fortalecer cada vez mais a Ceplac para que volte a ser de fato uma eficiente instituição de pesquisa e apoio aos produtores e a agricultura regional. Essa foi uma das defesas feitas pelo prefeito de Itacaré, presidente da Associação dos Municípios da Região Cacaueira e do Consórcio Intermunicipal Litoral Sul, Antônio de Anízio, durante a solenidade de comemoração dos 60 anos da Ceplac, realizado na manhã desta segunda-feira, no auditório do Cepec.

De acordo com Antônio de Anízio, “a Ceplac e o Governo do Estado são fundamentais nesse processo em que se busca agregar valor ao cacau, através da produção de amêndoas de qualidade e da fabricação de chocolate gourmet, ampliando a geração de emprego e renda”. Mas para isso, segundo ele, é preciso dar um novo olhar para a Ceplac, promover mais investimentos e fortalecer a instituição que ao longo dos anos teve uma importância fundamental para o desenvolvimento não somente da região, mas de toda a Bahia.

A comemoração dos 60 anos da Ceplac foi teve a entrega de placas homenagens a funcionários e de uma palestra sobre a história da instituição, criada por Juscelino Kubitschek e que nas décadas de 1970 e 1980 elevou a produção de cacau na Bahia para 400 mil toneladas/ano. Atualmente, em processo de retomada, a produção é de cerca de 130 mil toneladas/ano e, além das amêndoas, estão sendo feitos investimentos na produção de chocolate, com a criação de cerca de 20 marcas, que já atingem os mercados nacional e internacional de chocolates finos.

Criada em 1957, a Ceplac entretanto, perdeu, no ano passado, sua autonomia e se tornou um departamento subordinado à Secretaria Executiva do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e hoje passa por um processo de sucateamento avançado.

Prefeito de Itacaré é eleito presidente da Amurc

Domingos Matos, 31/01/2017 | 21:46

O prefeito de Itacaré, Antônio Mário Damasceno (Antônio de Anízio) foi eleito nesta terça-feira, 31, presidente da Amurc – Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste Baiano para o biênio 2017-2018. O novo gestor sucede Lenildo Alves Santana, que geriu a entidade entre 2013 e 2016.

Em seu discurso, o presidente eleito falou em fortalecimento do municipalismo, pois entende que a união de todos os prefeitos é imprescindível para atender as demandas locais. “Unidos e irmanados, seremos muito mais fortes. Quando os municípios estão juntos fica muito mais fácil reivindicar obras, ações e investimentos por parte dos governos estadual e federal”.

Antônio assume a presidência consolidando a Amurc como um grande exemplo regional de instituição municipalista e ganha o apoio dos prefeitos na região. Ao seu lado, o prefeito de Firmino Alves, Aurelino Cunha, que assume o cargo como 1º Vice-Presidente da diretoria, destacou a importância de discutir juntos as demandas dos municípios, e repetiu o desejo de união, “pois juntos somos mais fortes”.

Para o prefeito de Santa Luzia e presidente do Consórcio Intermunicipal da Mata Atlântica - Cima, Antônio Guilherme, a escolha de Antônio de Anísio foi uma ideia louvável, e conclamou a união de todos os prefeitos “para juntos para dar continuidade às ações do ex-presidente Lenildo Santana”.

A proposta de união foi compartilhada também pelo prefeito de Itabuna, Fernando Gomes e pelo prefeito de Itajuípe, Marcone Amaral, que declarou que estará junto com o novo gestor, ajudando para atender as expectativas e colocar em prática os projetos da Amurc para a sociedade regional.

Antônio de Anízio

Antônio de Anízio é professor do ensino médio e pequeno agricultor. Foi vereador por cinco mandatos e presidente da Câmara Municipal de Itacaré. Casado, 53 anos e com três filhos, Anízio elegeu-se prefeito de Itacaré pela primeira vez em 2008, ocupando o cargo por quatro anos. Em 2016 foi novamente eleito com 4.437 votos, tendo como vice-prefeito o administrador de empresas Genilson Souza.

Amurc

A Amurc é uma Associação sem fins lucrativos e sem vínculo partidário, com a missão de fortalecer o municipalismo, tornando-o democrático e inovador, contribuindo, assim, para a eficiência da gestão pública municipal. A entidade possui 32 anos de fundação, atuando em defesa dos interesses municipais no âmbito regional, estadual e federal.

Nos últimos anos, a entidade conseguir implantar projetos para capacitação de servidores municipais. O Programa de Apoio Gerencial e Institucional as Prefeituras do Litoral Sul (AGIR-LS), foi uma das grandes conquistas, criado em parceria com a Pró-reitoria de Extensão da Uesc, rendeu a instalação dos diversos Fóruns de Secretários/as Municipais (saúde, educação, agricultura, administração, cultura, assistência social e de procuradores).

A iniciativa proporcionou a capacitação aos gestores municipais e suas equipes de governo, dando-lhes conhecimento técnico e teórico, que permitiram uma melhoria na gestão. Como fruto dessa iniciativa foi prestada uma consultoria para a elaboração dos Planos Municipais de Educação e de Carreira em 36 municípios, em parceria com os Institutos Natura e Arapyaú e a Proex/Uesc.

Cima elege nova diretoria

O consórcio será presidido pelo prefeito Antônio Guilherme; Djalma Orrico será o segundo secretário

Domingos Matos, 10/01/2017 | 15:42
Editado em 10/01/2017 | 15:44

O ⁠⁠⁠Consórcio Intermunicipal da Mata Atlântica (Cima), realizou em Camacan, na sexta-feira (6), a eleição e posse de sua nova diretoria. O Cima atua como instrumento de desenvolvimento urbano integrado, e tem desenvolvido ações na região, para atender demandas em comuns dos municípios, no campo do desenvolvimento urbano, saneamento básico, resíduos sólidos, abastecimento de água, dentre outros setores.

A chapa eleita é presidida pelo prefeito reeleito de Santa Luzia, Antonio Guilherme, e composta pelos prefeitos(as), de Jussari, Antonio Valete (vice- presidente), de Arataca, Katiana Oliveira (1ª tesoureira), de Itaju do Colônia, Djalma Orrico (2º Tesoureiro), de Pau Brasil, Barbara Suzete (1ª Secretaria) e de Mascote, Arnaldo Lopes (2º secretário). O prefeito de Santa Luzia e presidente do consórcio, Antonio Guilherme, diz que o intuito de sua nova gestão é dar continuidade às ações que já vem desenvolvendo.

Já o prefeito de Itaju do Colônia e 2º secretário, Djalma Orrico, diz que o consórcio é uma ferramenta de desenvolvimento regional, o que é essencial para o crescimento de cada município associado. "Faremos uma gestão proativa buscando soluções conjuntas, mas voltadas ao bem-estar dos moradores dos respectivos municípios".

Servidores da Prefeitura de Itabuna têm ganho com o acordo coletivo

Domingos Matos, 28/12/2011 | 18:12
Editado em 28/12/2011 | 18:13

O prefeito Nilton Azevedo oficializou a assinatura do acordo coletivo com o Sindicato dos Servidores Municipais de Itabuna, regularizando algumas conquistas que entram em vigor em janeiro de 2012.

Entre elas destacam o aumento de 6,5% no salário dos servidores, que começou a vigorar em junho de 2011; regularização dos servidores da saúde com a gratificação da carga de 10 horas excedida; e os técnicos de administração com nível superior serão analistas administrativos.

A Guarda Municipal deixa de ser Polícia Administrativa para se tornar Guarda Civil Municipal, garantindo algumas verbas do governo federal para a melhoria das condições de trabalho.

Outra vitória foi a conquista do vale-transporte intermunicipal em 2011 e a equiparação dos salários dos trabalhadores do Samu de Ilhéus aos de Itabuna.

O acordo coletivo é conquista alcançada a partir do decreto criado em 2010, que instituiu a mesa de negociação permanente que tem validade de lei e fortalece o entendimento entre a prefeitura e o sindicato, que chegam a um consenso mais rápido. É uma iniciativa inédita como o acordo coletivo que é o primeiro em nível de estado.

Ceplac vai renovar cooperação com Consórcio Médio do Rio das Contas

Domingos Matos, 26/12/2011 | 17:19
Editado em 26/12/2011 | 17:20

A Ceplac está disposta em renovar no próximo ano a cooperação técnica nas áreas de pesquisa, assistência técnica e extensão rural aos agricultores familiares, pequenos e médios produtores rurais do Agropolo de Fruticultura do Vale do Rio das Contas.

O assunto foi tema de encontro nesta segunda-feira (26), entre o presidente do Consórcio Intermunicipal do Médio Rio das Contas e prefeito de Barra do Rocha, Jônatas Ventura, e o superintendente da Ceplac, Juvenal Maynart, no KM 22 da rodovia BR-415 - Jorge Amado, eixo Ilhéus-Itabuna.

Durante o encontro, a Ceplac ainda se comprometeu em ceder um galpão do Núcleo Regional do Centro de Extensão (Cenex), em Ipiaú, para a construção da sede da entidade e Território de Identidade do Médio Rio das Contas.

O superintendente também garantiu participação institucional da Ceplac na promoção do III Simpósio da Graviola, inicialmente programado para abril de 2012, além de aplaudir a proposta de inclusão de agricultores familiares e produtores rurais dos municípios de Aurelino Leal, Ubaitaba e Gandu nos projetos de desenvolvimento da fruticultura do Agropolo.

O prefeito Jônatas Ventura destacou a participação institucional da Ceplac na consolidação da agroindustrialização de polpa de frutas que ancora no Agropolo a cadeia produtiva da fruticultura no sul da Bahia, com cinco agroindústrias responsáveis pela geração de 3.960 empregos diretos, produção de 5.712 toneladas de polpa e receita em torno de R$ 52 milhões, em 2010.

Além disso, a atividade é responsável pelo plantio de 778,8 hectares em desenvolvimento e 451,0 hectares safreiros com valor da produção de R$ 6,5 milhões de receita ao agricultor.

DE RODAPÉS E DE ACHADOS

Domingos Matos, 10/07/2011 | 19:32
Editado em 10/07/2011 | 22:29

AdylsonQuando o tema se esgota em si mesmo, um rodapé pode definir tudo e ir um pouco além.  

Adylson Machado

                                                                              

Região Metropolitana I

Inicia-se o aprofundamento da discussão em torno da criação da Região Metropolitana de Ilhéus e Itabuna. Fórum realizado nesta sexta 8, no auditório da FTC, abriu a temporada de debates, com o condão de conscientizar lideranças em todos os níveis para a importância que representa nossa RM, pensada para envolver 27 municípios.

Ao final do evento foi lida a “CARTA DE ITABUNA”, dirigida ao Governador Jaques Wagner, para que viabilize os estudos técnicos para a proposta de lei complementar a ser encaminhada à Assembleia Legislativa.

Cumpre registrar que há em mãos de Sua Excelência uma indicação do Deputado Coronel Santana sugerindo a criação da Região Metropolitana de Ilhéus e Itabuna, ali denominada “do Cacau”.

Região Metropolitana II

O fórum foi em muito enriquecido com as análises técnicas dos geógrafos Maria Adélia Aparecida de Souza (USP) e Aldo Aloísio Dantas (UFRN). A preleção da Professora Maria Adélia realçou a dimensão que o peso político assume – fundamental ao processo de criação e instalação de uma RM – não só quanto à iniciativa como a própria concepção e manutenção de um projeto de tal envergadura.

Desta forma, seu sucesso ou fracasso decorrerá da formulação das políticas públicas concebidas para serem desenvolvidas no curso da existência da RM.

Registra a Professora Maria Adélia que a criação de Regiões Metropolitanas no Brasil gerou típicas monstruosidades, em muito amparadas em concepções ultrapassadas, razão por que espera que a de Ilhéus e Itabuna seja um modelo para o País.

E alerta: não deve repetir os erros do passado.

Ausências

Alguns deputados, prefeitos e vereadores não compareceram, tampouco justificaram a ausência. Também a sociedade civil organizada não se fez presente, o que demonstra existir ainda um certo desconhecimento em torno do tema, o que será superado com iniciativa com a ocorrida.

Roberto Brito – ainda que para compor a mesa, até que desfeita – foi o único deputado federal. Coronel Santana e Augusto Castro, os únicos estaduais. Capitão Azevedo e Cláudio Dourado, os únicos prefeitos, salientando-se que Ilhéus se fez representar na pessoa de José Nazal, chefe de gabinete do Prefeito Newton Lima (que propôs a continuidade do debate, com a realização de evento semelhante em Ilhéus). Wenceslau, o único vereador de Itabuna. Se alcançarmos pré-candidatos a prefeito de Itabuna, apenas o próprio Wenceslau e Leninha.

Não temos justificativas para as ausências de Geraldo Simões, Josias Gomes, Rosemberg Pinto, Félix Jr. etc. e a citação dos ausentes e dos presentes tem o condão de registrar os fatos.

Para não esquecer.

Muito a caminhar

Inegavelmente o grande obstáculo em projeto de tal magnitude reside na ausência de compreensão não só do que representa uma Região Metropolitana, como de nos despojarmos de vícios da política regional, muito mais voltada para um certo “egoísmo” que para o cooperativismo que a realidade desta “sociedade municipalista” carece.

A declaração atribuída a Gerson Marques, publicada no Pimenta de sexta 8 dá a tônica do quanto pode estar atrasada a consciência regional, ao se enveredar pelo “eu, tudo por mim”. O ilustre ilheense deixa de lado a importância da Região Metropolitana sob o argumento de que a iniciativa da indicação coube ao Coronel Santana.

E certamente o autor da bobagem não está só. Lá e aqui.

Arre!

Só faltou o necrológio

Tamanha a visibilidade de FHC na mídia televisiva em decorrência da morte de Itamar Franco que não estranharíamos a publicação de um necrológio de Itamar com fotografia de FHC.

Maquiavelismo I

Pode haver uma dose de maquiavelismo nas “estranhas” apologias petistas ao ex-presidente Fernando Henrique no curso do seu aniversário de 80 anos. Não seria exagero nelas vermos um movimento para amarrar o PSDB ao discurso que lhe assegurou três derrotas seguidas em campanhas presidenciais.

Tudo por que, no imediato, não ficaria bem para o tucanato “bater” ideologicamente no partido onde próceres elogiam o “cérebro” da administração tucana.

Ficando acuados em seu discurso, que não repercute no eleitorado a ponto de assegurar uma vitória, mais prevalece a práxis petista no imaginário da população.

Maquiavelismo II

Ou seja, o PT – e o governo na esteira – ganha ao manter o PSDB imobilizado na redoma ao culto de um passado impopular ao tempo em que acua de certa forma a oposição que se faria. E quando o próprio FHC afirmou recentemente que o partido precisa repensar o seu discurso e retomar a direção em relação aos destinatários é “convocado” a ficar onde sempre esteve.

Restaria ao PSDB continuar a dizer que os governos do PT são continuação do de FHC. E perdendo eleições.

Leitura

Ainda que mantendo o Ministro Alfredo Nascimento, dos Transportes, a ação da Presidente Dilma Rousseff foi precisa ao defenestrar a cúpula do segundo escalão envolvida em denúncias. O Ministro que se cuidasse. Foi-lhe dado o benefício da dúvida. Que não se sustentou diante da denúncia do milagroso progresso patrimonial do filho.

Outrossim, outro recado estava dado: o PR não é tão grande e muitos de seus deputados e senadores não são Pagot, Luiz Tito, Mauro Barbosa, “Juquinha” da Valec e companhia.

Se gritar na região...

O singular desenvolvimento patrimonial de um filho de político escancara uma nova forma de “laranja”: o família. Quando o povo observar o avanço de certos “herdeiros” que nunca trabalharam na vida e não tiveram herança, descobrirá que apenas se tratava desta nova classe social: o filho de político que está no poder.

De empreiteiras a restaurantes passando por consultorias. Apenas varia – o que difere uns dos outros – a dimensão da variação patrimonial, que em alguns casos chega a 86.000%, como no caso do filho de Alfredo Nascimento.

No momento não recomendaríamos, para evitar decepções com alguns políticos locais, que lhes fosse olhada a evolução patrimonial da prole.

Tratativas inimagináveis

raimundoA última aliança imaginada por um itabunense seria a formada por Geraldo Simões e Fernando Gomes. E não é que a dita cuja foi anunciada, em estado adiantado de configuração! Se o “embaixador” Raimundo Vieira (foto) intermedia é certeza de que a pretensão caminha a passos largos.

Já escrevêramos que os contatos de GS com a cúpula do PMDB em Brasília, tendo por interlocutor o deputado Lúcio Vieira Lima, visando uma aliança com o PMDB local, dependeriam da última palavra de FG.

Se isso está ocorrendo está muito mais fácil de acontecer o inimaginável: a dobradinha GS-FG no mesmo palanque.

Os interesses

Viabilizada a aliança tudo fica claro. E mais que isso, a convergência dos interesses. Assim, a composição do futuro governo reunirá de Eduardo Barcelos a Maria Alice, de Marcão a Jorge Vasconcelos e Fernando finalmente verá equipamentos públicos em profusão instalados no Loteamento Nossa Senhora das Graças, abrindo espaço para um novo canteiro de obras.

E para não esquecer da chapa: cabeça com o PT, a vice com Fernando. Que poderia aproveitar a onda feminina.

Veremos os seguidores que se estapeavam em defesa de FG e GS abraçados entre lágrimas de confraternização.

O único detalhe: ainda não perguntaram ao eleitor.

Mais um péssimo exemplo

No imbróglio da exoneração do Ministro dos Transportes uma cena digna de ópera bufa não fosse regra geral no Brasil: o cargo é do partido (PR) que luta para indicar um novo nome, preferencialmente entre seus políticos. Ainda que uma pasta que devesse exigir um técnico por excelência, a busca por um “quadro” faz o cotidiano.

Desfaçatez absoluta a mostrar quão difícil é gerir a administração pública quando parcela significativa pensa que o público é a privada... ops! O privado.

Tocando na ferida

A cada novo exame da OAB e seu orgástico índice de reprovação – considerável alimento financeiro para cursinhos preparatórios e para a própria OAB e seu negócio denominado “inscrição” (mantendo uma rede cativa, com um típico “cadastro de reserva”), uma interessante observação nos foi trazida por Carlos Chagas, na Tribuna da Imprensa on line, de 7 de julho, sob o título “Lições de Platão e Aristóteles”.

“Mil laços ligavam Aristóteles a Platão, a começar por este ter sido mestre daquele, apesar de divergências filosóficas e científicas. Ambos fundaram escolas de saber, a Academia, um, e o Liceu, outro. Pois nos dois centros de estudo prevalecia a máxima de que se os  alunos não conseguiam captar as lições dos professores, o erro e a culpa seriam de quem ensinava mal, não de quem deveria aprender.  Alguma coisa estava errada na arte de ensinar.
Coisa parecida parece estar acontecendo nos exames elaborados pela Ordem dos Advogados do Brasil, obrigatórios para o exercício da profissão. A cada ano que passa aumenta o índice das reprovações, chegando agora a 95%. Não seria o caso de indagar se a responsabilidade não é das questões mal formuladas ou maliciosamente apresentadas?”

Presepada I

O circo que a OAB arma em defesa de seu inconstitucional processo de avaliação de curso – nisso está se tornando o exame da Ordem, usurpando na propaganda uma competência do MEC, a teor da Lei de Diretrizes e Bases da Educação – chega ao desplante de se achar no direito de denegrir a imagem de Cursos de Direito reconhecidos e autorizados por lei.

A denúncia da Coordenadora do Curso de Direito da Unime, em Itabuna, professora Fernanda Viana, demonstra a irresponsabilidade da OAB, a serem confirmados todos os fatos (inclusive a assunção pela OAB da divulgação).

Presepada II

Afirma a coordenadora que o curso de Direito da Unime ainda está em seu oitavo semestre e o único aluno da instituição a participar do exame é ainda um “treineiro” do 7º semestre – aquele que participa de uma avaliação para adquirir experiência.

No entanto, a instituição foi jogada às traças ao ser incluída na relação das 10 baianas que não teriam conseguido aprovar um só aluno, como divulgou o Pimenta na terça 5 (Dez cursos de Direito são reprovados pela OAB na Bahia).

Dedução

Ou seja, para aumentar o “caixa” a OAB aceita inscrição indevida e atribui ao Curso uma responsabilidade que não existe. Como este caso, milhares pelo Brasil a fora.

E a OAB se jactando de “fiscal de curso”. Que pode custar uma ação de indenização por danos à imagem da instituição de ensino.

Anúncio incômodo

Em Itororó a administração municipal anuncia a substituição da rede de distribuição de água: PVC em vez de amianto.

Em elementar conclusão temos que em Itororó se bebeu água durante décadas contendo agente cancerígeno.

Melhor que não alardeasse.

Ativismo

Dissemos neste espaço (“Ativismo IV”, domingo 3) que nos parecia estar o Ministério Público assumindo uma dimensão ativista no exercício da defesa de deficientes visuais que buscam reconhecido um direito que não se encontra amparado em lei estadual (a quem compete legislar sobre transporte intermunicipal), correndo o risco de explorações várias, inclusive político-partidárias e de se transformar em “espingarda de Satanás”.

Deficientes, em Buerarema, fecharam a BR-101 e só admitiram suspender a mobilização caso a Polícia retivesse ônibus da empresa de transportes que eles entendem estar “desrespeitando” a lei.

Enquanto a empresa vai se tornando vítima da errônea interpretação da lei, a mobilização vai ocorrendo sustentada na “recomendação” do MP. A distorção se aprofundará em outras atitudes mais graves.

Aí a “espingarda de Satanás” disparará a esmo.

Chocolate baiano

Iniciativas demonstram acerto dos muitos que produzem chocolate, caminhando para tornar a Bahia uma fonte produtora agregando valor ao cacau, antes mera “plantation”.

A 3º Festa do Chocolate, em Ilhéus demonstra estarem no caminho certo.

E la nave va

Denuncia este O TROMBONE (O Perigo dos Tapumes) a derrubada de mais um prédio itabunense que deveria estar preservado. A memória registra aquele espaço como primeiro endereço do Banco do Brasil em Itabuna, nos anos 20 do século passado.

Enquanto Fellini celebrou a arte do cinema com o antológico trabalho, por aqui não conseguimos nem o surrealismo como opção artística, e nosso barco comanda a destruição da memória.

Aqui o surrealismo é.

Pérola

Lembra Alfama, se fora fado e não valsa; se Amélia Rodrigues e não Cássia Eller. Pérola do cancioneiro nacional, cantada por tantos, de Orlando Silva a Roberto Carlos, página imprescindível em qualquer serenata.

E o clipe ambientado com precisão e a voz acompanhada por violão e bandolim. Exagero apenas na apresentação, dispensável, quando melodia e versos falam por si.

Com o leitor divina “A Deusa da Minha Rua”, de Newton Teixeira e Jorge Faraj.

Billy Blanco

Uma homenagem aqui se torna imperativo: Billy Blanco, morto esta semana. E não o fazemos pelo viés de reconhecê-lo como quem contribuiu para a bossa-nova. Mas pelo clássico “Pistom em Gafieira”, de sua autoria.

Cantinho do ABC da Noite

cabocoBem vindos todos são ao ABC. Há, no entanto, indignação do proprietário diante de certos lugares comuns, citados por pretensos “intelectuais de almanaque”.

Um desta estirpe bebericava e expunha erudição, sob o olhar atento do vendeiro, que reagiu à vinheta:

– O homem é produto do meio...

– ...das pernas, Cabôco – interrompeu Alencar finando o discurso do sociólogo, sapiente na “leitura” das batidas ingeridas.

_________________

Adylson Machado é escritor, professor e advogado, autor de "Amendoeiras de outono" e " O ABC do Cabôco", editados pela Via Litterarum

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.