Tag: mae

Segundo edital do Partiu Estágio encerra inscrições nesta quinta-feira 

Domingos Matos, 23/04/2019 | 14:26

Termina nesta quinta-feira (25) o prazo para inscrições no segundo edital do Partiu Estágio, voltado ao reforço escolar na rede estadual de ensino. Podem participar universitários baianos que cursam licenciaturas em Letras Vernáculas, Matemática e Educação Física, presenciais e na modalidade EAD. As inscrições devem ser feitas exclusivamente pela internet, no www.programaestagio.saeb.ba.gov.br. Ao todo, estão sendo ofertadas 4.390 vagas, a serem distribuídas em todo o Estado.

O cadastro de cada candidato irá compor um banco, que terá validade de seis meses, do qual sairão convocações dos novos estagiários do Estado. Candidatos que estejam participando pela primeira vez devem estar atentos sobre o processo de inscrição. Inicialmente, é preciso criar uma conta, informando CPF, nome, data de nascimento e e-mail válido. O sistema enviará automaticamente para o e-mail cadastrado os dados para acesso ao sistema de inscrição. Quem já participou do Partiu Estágio durante período de um ano não poderá se inscrever novamente.

Podem participar deste edital estudantes regularmente matriculados em cursos presenciais de instituições estaduais, federais e privadas, bem como em graduações EAD com sede/pólo no estado. Alunos de cursos presenciais poderão concorrer a vagas ofertadas nas cidades onde residem ou estudam. Já estudantes de cursos EAD apenas poderão se candidatar a vagas alocadas na cidade onde moram. Ainda é necessário ter idade mínima de 16 anos e mais de 50% da graduação cursada.

Sobre o programa – Lançado em abril de 2017, o Partiu Estágio é uma iniciativa da administração estadual baiana que garante acesso a oportunidades de estágio a quem ainda não conseguiram se inserir no mercado de trabalho. É prioritário para estudantes inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e para aqueles que tenham estudado todo o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral na rede privada. Até hoje, mais de 7,7 mil estudantes já foram contratados pelo programa.

 

 

Prefeitura de Barreiras abre processo seletivo para vagas temporárias; salários chegam a R$ 6 mil

Domingos Matos, 18/04/2019 | 17:39

A Prefeitura de Barreiras, município no oeste da Bahia, está com inscrições abertas para um concurso que visa o preenchimento de vagas temporárias. O edital foi publicado na última terça-feira (16).

Há vagas para os cargos de níveis fundamental, médio e superior. Os salários vão de R$ 1.032,95 a R$ 6.094,16. O quadro completo de vagas está disponível no site do Idib, instituição organizadora do certame

As inscrições devem ser feitas também através do site do Idib, até o dia 5 de maio. As taxas custam R$ 50 (nível fundamental), R$ 70 (nível médio) e R$ 90 (nível superior).

A prova terá exame intelectual, de caráter eliminatório e/ou classificatório, para avaliar conhecimentos e habilidades, mediante aplicação de prova objetiva para todos os cargos.

A aplicação das provas está prevista para acontecer no dia 2 de junho, com início às 9h, para os níveis fundamental incompleto e médio, e às 15h, para as funções de nível superior e fundamental completo. (Com informações do G1)

Confira as vagas disponíveis do processo seletivo:

AGENTE DE CONTROLE À ENDEMIAS

AGENTE DE FISCALIZAÇÃO

ANALISTA AMBIENTAL

APOIO A EDUCAÇÃO ESPECIAL (CUIDADOR)

APOIO A EDUCAÇÃO INFANTIL

ARQUITETO

ARTÍFICE

ASSISTENTE ADMINISTRATIVO

ASSISTENTE SOCIAL

ASSISTENTE SOCIAL – SAÚDE

AUXILIAR DE MANUTENÇÃO E REPAROS

AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL

AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS

BIOMÉDICO

COORDENADOR PEDAGÓGICO

EDUCADOR FÍSICO

EDUCADOR SOCIAL

ENFERMEIRO

ENGENHEIRO CIVIL

ENGENHEIRO DE ALIMENTOS

FARMACÊUTICO

FISIOTERAPEUTA

FONOAUDIÓLOGO

INSPETOR DE DISCIPLINA

INSPETOR DE SANEAMENTO

INTERPRETE DE LIBRAS

MAESTRO DE BANDA

MAESTRO DE CORAL

MÉDICO

MÉDICO VETERINÁRIO

MONITOR DE CRECHE

MOTORISTA CATEGORIA B

MOTORISTA CATEGORIA D

MUSICOTERAPEUTA

NUTRICIONISTA

ODONTÓLOGO – ATENÇÃO BÁSICA

OFICINEIRO – FACILITADOR DE OFICINA DE ARTESANATO

OFICINEIRO – FACILITADOR DE OFICINA DE CORTE E COSTURA

OFICINEIRO – FACILITADOR DE OFICINA DE ESPORTE

OFICINEIRO – FACILITADOR DE OFICINA DE MÚSICA

PEDAGOGO

PEDREIRO

PRODUTOR DE EVENTOS

PROFESSOR DE ARTES PLÁSTICAS

PROFESSOR DE DANÇA

PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA I - EDUCAÇÃO INFANTIL E ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

PROFESSOR DE INFORMÁTICA

PROFESSOR DE MÚSICA

PROFESSOR DE TEATRO

PROFESSOR PARA EDUCAÇÃO BÁSICA SERIES FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL - CIÊNCIAS

PROFESSOR PARA EDUCAÇÃO BÁSICA SERIES FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL - INGLÊS

PROFESSOR PARA EDUCAÇÃO BÁSICA SERIES FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL – LÍNGUA PORTUGUESA

PROFESSOR PARA EDUCAÇÃO BÁSICA SERIES FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL - MATEMÁTICA

PROFESSOR PARA EDUCAÇÃO BÁSICA SERIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL – EDUCAÇÃO FÍSICA

PSICÓLOGO

TÉCNICO AUXILIAR REGULAÇÃO MÉDICA

TÉCNICO DE ILUMINAÇÃO

TECNICO DE REDES E SERVIÇOS

TÉCNICO EM ALIMENTOS

TÉCNICO EM AUDIOVISUAL

TÉCNICO EM ENFERMAGEM

TÉCNICO EM MUSEOLOGIA

TÉCNICO ENFERMAGEM - ATENÇÃO BÁSICA

TÉCNICO PROFISSIONAL EM BASQUETE

TÉCNICO PROFISSIONAL EM FUTEBOL

TÉCNICO PROFISSIONAL EM FUTSAL

TÉCNICO PROFISSIONAL EM HANDEBOL

TÉCNICO PROFISSIONAL EM NATAÇÃO

TÉCNICO PROFISSIONAL EM VOLEI

TÉCNICO RADIOLOGIA

TECNICO REGENTE DE FANFARRA

TÉCNICO SEGURANÇA TRABALHO

Suspeito de matar filha de 11 anos que foi defender a mãe é achado morto na Bahia

Domingos Matos, 11/04/2019 | 17:39

O homem suspeito de matar a tiros a filha de 11 anos que foi defender a mãe, durante uma discussão entre o casal, em Muritiba, no recôncavo da Bahia, foi achado morto na noite de quarta-feira (10), em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador.

Michele Magalhães Rodrigues foi morta na noite de domingo (7), no povoado de São José de Itaporan. O outro filho do casal, de cinco anos, também foi atingido pelos disparos, mas sobreviveu.

Após o crime, Lucival de Oliveira Rodrigues, conhecido como "Buti da Rifa" fugiu do local.

De acordo com a SSP-BA, Lucival, que até então era considerado foragido, foi encontrado morto em um condomínio no bairro Caji. Segundo a polícia, a principal suspeita é de que ele tenha cometido suicídio.

Segundo a SSP-BA, equipes da Delegacia Territorial de Muritiba, que apura a morte da criança, receberam a informação de que o homem estava escondido em Lauro de Freitas. Policiais foram até o local mas, ao chegarem, encontraram Lucival morto. (Com informações do G1)

Homem mata menina de 16 anos após mãe da vítima negar relacionamento com ele

Domingos Matos, 10/04/2019 | 18:45

Uma adolescente de 16 anos foi morta dentro da casa onde morava, após ser esfaqueada mais de 20 vezes pelo ex-padastro de 56 anos, na zona rural de Campo Formoso, norte da Bahia, na segunda-feira (10). Conforme Edilzo Santana, delegado responsável pelo caso, após o crime, o homem cometeu suicídio.

Ainda segundo o delegado, Charles Gomes Maia estava separado da mãe da adolescente e tentou uma reconciliação. Durante uma conversa com a ex, em uma das ruas da povoado, os dois acabaram discutindo. Momentos depois, Charles foi até a casa da ex e matou Ana Julia Maia Correia.

A polícia informou que Charles já foi ao local armado e encontrou a ex-enteada sozinha.

O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) foi até o local, mas quando chegou, já encontrou Ana Julia e Charles mortos. Os corpos foram encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) da região. (Com informações do G1)

Menina de 11 anos é morta a tiros pelo pai ao tentar defender a mãe; irmão de 5 anos fica ferido

Domingos Matos, 09/04/2019 | 10:35

Uma menina de 11 anos foi morta a tiros após tentar defender a mãe, que foi agredida pelo pai, na noite de domingo (7), no povoado de São José de Itaporan, na cidade de Muritiba, no recôncavo da Bahia.

Conforme a Polícia Civil, o irmão de Michele Magalhães Rodrigues, que tem 5 anos, também foi baleado e ficou ferido. O pai das vítimas, identificado como Lucival de Oliveira Rodrigues, conhecido como "Buti da Rifa", é o suspeito de cometer o crime e está foragido.

De acordo com informações da polícia, Michele foi morta ao tentar defender a mãe, que não teve a identidade revelada. A mulher foi agredida a socos pelo marido.

A Polícia Civil informou que Lucival Rodrigues agrediu a esposa após sentir ciúmes. As crianças, que estavam no imóvel, tentaram socorrer a mãe e foram baleadas. Michele morreu na hora e o menino foi socorrido e encaminhado para o Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus. Não há informações sobre o estado de saúde dele.

Segundo a polícia, o corpo de Michele Rodrigues foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Santo Antônio de Jesus. Não há informações sobre o velório e o sepultamento da vítima.

O caso foi registrado na delegacia de Cruz das Almas, responsável pelo plantão no final de semana e vai ser investigado pela Polícia Civil de Muritiba. A mãe da criança deve prestar depoimento nos próximos dias. (Com informações do G1)

Espetáculo A música em uma vida homenageará Zélia Lessa na Ação Fraternal de Itabuna

Domingos Matos, 20/02/2019 | 17:40
Editado em 20/02/2019 | 17:43

O Colégio Ação Fraternal de Itabuna será palco, no próximo dia 08 de março, do espetáculo “Zélia Lessa - A música em uma vida”. Sob a coordenação da professora Efigênia Oliveira, o evento, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, contará com apresentações de artes e textos.

Durante o evento, estará à disposição do público, ainda, a biografia da maestrina Zélia Lessa, escrita por Efigênia, que foi uma das integrantes do Coral Cantores de Orfeu, conduzido por Zélia há cerca de 60 anos. 

Toda a renda do evento será revertida ao Abrigo Bezerra de Menezes e Abrigo Dr. Balduino. Os espetáculos vão acontecer durante todo o dia, a partir das 9 horas.

Mãe é autuada por tortura contra bebê de um ano e cinco meses

Domingos Matos, 20/02/2019 | 07:12

O titular da Delegacia Territorial de Amélia Rodrigues, Idelfonso Monteiro, autuou por crime de tortura Rose Vane Teixeira Bispo (foto), na manhã de terça-feira (19). O delegado também já solicitou à Justiça o mandado de prisão preventiva da mulher, que mora na localidade da Mata Velha. Ela agrediu com tapas e chegou a colocar um sabonete na boca da próprio filha, de apenas um ano e cinco meses. A criança está com o Conselho Tutelar.

Após a equipe médica do Hospital Municipal Pedro Américo suspeitar da versão de Rose, uma guarnição da 20ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Santo Amaro) conduziu a mesma para a unidade policial para prestar esclarecimentos.

“Inicialmente, ela disse que tinha deixado a filha em casa e que ao retornar, percebeu que ela havia sido espancada e que o agressor tinha colocado um sabonete em sua boca. Contudo, após longo interrogatório, ela resolveu confessa a verdade e o real motivo da tortura. Que a criança estava chorando muito e ela desferiu tapas em seu rosto, e depois colocou o sabonete em sua boca”, informou o delegado Idelfonso.

O sabonete foi posteriormente encontrado pelos policiais militares e civis dentro da casa da conduzida com muitas marcas de sangue vindo da garganta da bebê. “Por muito pouco a criança não faleceu, graças ao imediato socorro prestado pela equipe de saúde do hospital Pedro Américo”, disse o delegado.

Policlínicas e Central de Regulação se tornam referência para outros estados

Domingos Matos, 07/02/2019 | 11:04

O modelo adotado na Bahia para a descentralização da assistência de média complexidade, com as policlínicas regionais de saúde, está se tornando referência para outros estados. A unidade instalada em Feira de Santana foi apresentada na quarta-feira (06), para o secretário da Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino Júnior, pelo secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas. A expectativa é que o modelo baiano seja implantado em outros estados a fim de ampliar e descentralizar o atendimento especializado para a população em outras localidades do Brasil. “Podemos afirmar que essa é uma experiência inovadora na gestão do sistema de saúde, diferente do que vem sendo implantado em todo o Brasil”, explicou Fábio Vilas-Boas.

O secretário de Goiás ainda visitou toda a estrutura e à tarde reuniu-se com gestores da SESAB para detalhar o conhecimento. “As policlínicas contribuem para a regionalização da saúde. Nós entendemos que a saúde não pode ser praticada somente na capital. Esse é um modelo exitoso aqui na Bahia e nós pretendemos implantar no estado de Goiás e dar acesso à saúde mais próximo da população”, afirmou Ismael Alexandrino Júnior.

Bahiafarma e Central de Regulação 
O secretário da Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino Júnior, visitou ainda a sede da Bahiafarma, onde ele foi apresentado à planta de produção da indústria farmacêutica, que faz a distribuição de medicamentos e testes rápidos para o Sistema Único de Saúde em todo o país.

Na sequencia, foi realizada visita à Central Estadual de Regulação, onde pode conhecer o sistema de informática desenvolvido pela SESAB e que vem permitindo reduzir rapidamente o número de pessoas aguardando leitos em todo o estado.

 

Partiu Estágio abre inscrições para mais de 2.300 vagas de estágio em órgãos estaduais

Domingos Matos, 04/02/2019 | 12:03

O programa Partiu Estágio, do Governo do Estado, está com as inscrições abertas. Até o dia 24 de fevereiro, estudantes do nível superior matriculados em cursos presenciais de universidades baianas, que tenham concluído no mínimo a metade da carga horária, podem se inscrever através do site www.programaestagio.saeb.ba.gov.br. São 2.325 novas vagas remuneradas, disponíveis em 62 orgãos estaduais de 49 municípios do estado. Têm prioridade estudantes portadores de deficiência, aqueles que estão cadastrados no CadÚnico dos programas sociais do Governo Federal, e quem cursou todo o Ensino Médio da rede pública ou como bolsista na rede privada.

O edital com todas as informações está disponível no site do programa. Há oportunidade para 109 cursos diferentes. Porém, se o estudante faz licenciatura, mas a vaga disponível for em bacharelado, ele não pode que se inscrever. “O estágio tem que ser feito no curso que o aluno faz. O sistema já prevê que ele pode fazer inscrição para até três órgãos, no curso que ele faz na universidade, nos municípios que ele reside ou estuda. A Lei de Estágio exige que tenha um profissional que supervisione o estágio porque, se órgão não tiver um supervisor da área, o estágio não terá validade”, explicou o coordenador do Partiu Estágio, Agnaldo Barbosa.

Estudante do 7º semestre de Medicina Veterinária, Rafael Gutemberg vai concorrer a uma das vagas. O jovem está de olho tanto na experiência profissional, quanto na remuneração. São 20 horas semanais, com bolsa-estágio de R$455 e auxílio-transporte.  “Minha expectativa é que acrescente mais ao meu currículo. A maioria dos estágios não tem bolsa e eu preciso correr atrás”, afirmou Rafael, que vai concorrer a uma vaga na Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab),  Secretaria de Saúde (Sesab) e no Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema).

Há oito meses, a estudante do 7º semestre de jornalismo, Dóris Queiroz, faz estágio na Secretaria de Comunicação (Secom). Na Coordenação de Rádio, a universitária vive na prática a rotina de trabalho de uma redação jornalística. A experiência abriu novos horizontes para Dóris, que antes pensava em seguir carreira na televisão, mas foi conquistada pelo rádio. “O estágio aqui me abriu muitas portas. Eu tenho o aprendizado técnico, eu gravo, edito, vejo onde estou errando, o que eu não tenho na faculdade. Eu nem consigo mais fazer o televisionado”, contou a universitária.

Mãe acusada de matar, esquartejar e enterrar o filho recém-nascido em Itabuna é presa novamente

Domingos Matos, 31/08/2018 | 16:10
Editado em 01/09/2018 | 14:22

O promotor titular da Vara do Júri de Itabuna recorreu da decisão da audiência de custódia e a suspeita de matar e esquartejar o próprio filho recém-nascido voltou para a prisão, três dias após ganhar liberdade.

Rosemare de Oliveira, de 39 anos, foi solta na segunda-feira (27) e foi presa, novamente, na quinta (30), após a Justiça decretar a prisão preventiva dela. A mulher já foi encaminhada para o Conjunto Penal de Itabuna.

A acusada foi submetida a exame de sanidade mental na última quarta-feira (29). A previsão é de que o resultado saia num prazo de 10 dias. Se ficar comprovado que a suspeita sofre de transtornos mentais, ela será levada para um hospital de custódia, em Salvador. Caso contrário, vai continuar respondendo pelo crime de infanticídio, mas permanecerá presa numa cela comum.

O caso

Rosemare de Oliveira foi presa no último sábado (25), logo após o sumiço do bebê, de apenas um mês. A criança foi esquartejada e queimada, antes de ser enterrada num matagal nas imediações da Volta da Cobra, próximo ao Hospital de Base.

Na delegacia, a Rosemare confessou tudo, mas negou que matou o filho. Segundo ela, quando fez isso, a criança já estava morta. A suspeita relatou que o recém-nascido começou a passar mal e, a caminho do hospital, teria morrido.

Ainda de acordo com Rosemare, ela teria ficado com medo da reação da família e resolveu enterrar o corpo.

 

 

Já está em liberdade mãe que esquartejou e enterrou bebê em Itabuna

Rosemare de Oliveira, presa no último final de semana, após confessar o crime, será submetida a um exame de sanidade mental

Domingos Matos, 28/08/2018 | 16:23
Editado em 31/08/2018 | 16:01

Rosemare de Oliveira, de 39 anos, acusada de enterrar o próprio filho de apenas um mês de idade, foi solta após uma audiência de custódia, realizada ontem (27), na Vara do Júri, em Itabuna.

A mulher foi presa no último sábado (25), logo após o sumiço do bebê. A criança foi esquartejada e queimada, antes de ser enterrada num matagal nas imediações da Volta da Cobra. Rosemare confessou tudo, mas garantiu que, quando fez isso, o filho já estava morto.

Segundo ela, o bebê começou a passar mal e, a caminho do hospital, ele teria morrido. A acusada contou que, com medo da reação da família, resolveu enterrar o corpo.

O caso repercutiu em todo o estado. A Justiça decidiu que Rosemare deverá ser submetida a exames de sanidade mental. Se a doença for comprovada, ela será levada para um hospital de custódia, em Salvador. Caso contrário, vai continuar respondendo pelo crime de infanticídio, mas ficará presa numa cela comum.

Conjunto Penal de Itabuna inova com biometria para saidão do Dia das Mães

Domingos Matos, 12/05/2018 | 09:09
Editado em 12/05/2018 | 09:09

Depois de implantar o sistema de reconhecimento por biometria (leitura eletrônica das impressões digitais) para a distribuição dos kits de higiene, colchões, cobertores e uniformes, além do controle de acesso à unidade (visitantes dos internos, funcionários etc), o Conjunto Penal de Itabuna (CPI) inova com a biometria para a saída temporária do Dia das Mães.

O objetivo é garantir a segurança das informações oficiais de retorno/evasão e permitir, caso sejam requisitados, o compartilhamento de dados com setores de inteligência das forças de segurança e do próprio sistema prisional. 

De acordo com o diretor do CPI, capitão PM Adriano Valério Jácome da Silva, o uso da biometria no controle da Saída Temporária é mais um avanço que o Conjunto Penal de Itabuna, operacionalizado pela empresa Socializa em parceria com a Seap, oferece ao sistema prisional, especialmente no que diz respeito à confiabilidade das informações produzidas pela unidade. 

Embora o CPI não divulgue o número de internos beneficiados com a saída temporária, a informação disponível é que a taxa de retorno gira em torno de 90%. “Não há como se duvidar, por exemplo, dos índices de retorno, uma vez que o interno, ao sair, deixa seu registro biométrico, que deve coincidir com o que ele registrar no seu retorno à unidade. É a tecnologia a serviço da segurança e do controle social dentro do sistema prisional”, destaca.

O diretor diz ainda que essa taxa de retorno é algo a ser reconhecido, uma vez que demonstra, por um lado, o critério para a concessão do benefício pela Justiça e, por outro lado, o sentimento, por parte do interno, de que ele faz parte de um sistema ressocializador. “Não à toa, muitos dos que ganham o benefício fazem parte de programas de ressocialização, a exemplo de escola, artesanato, ou mesmo são colaboradores da gestão, contratados dentro do programa de remição da pena pelo trabalho”.

O que é

A Saída Temporária é um benefício previsto na Lei de Execuções Penais, concedido pelo juízo da Vara de Execuções Penais. São previstas cinco saídas por ano, sempre em datas comemorativas. O interno é autorizado a sair temporariamente com base em alguns requisitos, como, por exemplo, ter progredido para o regime semiaberto. Além disso, é avaliado pelo juízo o decurso da pena, o peso do crime e, até, a probabilidade de cometimento de novas infrações, de acordo com o perfil do candidato. 

“Ou seja, para que o preso tenha acesso a um benefício de saída temporária, ele já passou por uma avaliação processual, amparada em informações biopsicossociais, que vão nortear a decisão do magistrado para a concessão ou não. Nada é aleatório, e o Conjunto Penal cumpre a decisão judicial, prevista em lei, com objetivo, inclusive, de preparar esses apenados para a volta ao convívio social, o que fatalmente acontecerá com a grande maioria deles”, observa o diretor Adriano Jácome.

MINHA MÃE FOI FESTEJAR NA ETERNIDADE

Domingos Matos, 01/10/2017 | 15:15

Adroaldo Almeida*

Dona Almerinda, minha mãe, abriu as cortinas do baile do tempo e foi celebrar na eternidade. Pôs o seu vestido mais bonito, estampado de ternura e gentileza, descansou os pés da máquina Singer, calçou sapatilhas adornadas com o perene orvalho translúcido da aurora e flutuou no tapete mágico da espiritualidade para virar estrela na constelação da misericórdia.

Dona Almerinda, minha mãe, partiu na primavera carregando um buquê de crepúsculos e madrugadas nas agulhas e dedais das suas mãos, bordando matas celestes e rios siderais na fina seda do tecido de nossas vidas.

Dona Almerinda, minha mãe, calou o silêncio e soprou sobre a brisa da vida o ar e a voz da sua mansidão angelical. Então, resoluta e de roupa nova, suave e pura, atravessou a excelsa torrente até a outra margem e retornou para sua mesa no banquete do Pai Eterno.

Dona Almerinda, minha dulcíssima mãe, dona de casa e costureira, fatigada de combater na Terra, subiu ao Céu para preparar os manjares de Deus e alinhavar as túnicas do Criador. Para sempre, como sempre.

Adroaldo Almeida é filho de ALMERINDA NASCIMENTO SILVA (1929-2017).

Coral da Ceplac canta para internas do CPI em homenagem às mães

Domingos Matos, 30/05/2017 | 13:24

Uma tarde diferente, com muita música e emoções à flor da pele. Assim foi o encerramento do Mês das Mães no Conjunto Penal de Itabuna (CPI), que culminou com a apresentação do Coral dos Servidores da Ceplac para mais de 60 internas que cumprem pena na unidade. O evento foi realizado na tarde de segunda-feira (29), no Pátio de Visitas do Anexo Feminino.

O concerto teve a participação da diretoria do CPI, representada pelo diretor Adriano Jácome e pelo diretor-adjunto, sargento PM Bernardo Dutra. Também participou Verônica Borges, representante da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), órgão ligado à Prefeitura Municipal de Itabuna. Pela Socializa, participaram representantes da Gerência, da Coordenação de Segurança e do Corpo Técnico.

Organizado pela empresa Socializa – que administra o CPI em regime de cogestão com o Estado – e pela Ceplac, o evento teve total aceitação das reeducandas, que interagiram de forma descontraída com as cantoras e cantores do coral. De improviso, elas até cantaram algumas músicas, especialmente inseridas no programa para essa participação.

Momento especial

Falando em nome do Conjunto Penal de Itabuna, o diretor, capitão PM Adriano Jácome, agradeceu pela disponibilidade dos servidores da Ceplac, por se dedicarem a levar alegria a tantas pessoas e, especialmente, às internas do CPI. “A música transforma as pessoas. Essa ação tem um significado muito grande para todas e todos aqui”.

Representando a Ceplac, o coordenador da Divisão de Suporte Administrativo e Financeiro (Disaf), Jackson Moreira, disse que essa era uma oportunidade muito especial. “Nos sentimos honrados em fazer essa apresentação, especialmente por podermos contribuir um pouco com a transformação na vida de todas e todos que participaram. O coral tem 19 anos de atividades, mas posso dizer que esse momento foi muito especial”.

Por sua vez, Verônica Borges, representando a FICC, prometeu “boas surpresas” para as internas e os internos do CPI. “Estamos preparando um pacote de oficinas para desenvolvermos junto com o Conjunto Penal para vocês”, afirmou, em referência às negociações em andamento, visando à formalização de uma parceria entre as duas instituições, que vai garantir diversas oficinas da FICC no CPI.

Oficinas

Uma das internas, que teve a oportunidade de se expressar em nome das demais, revelou que esse momento foi marcante para todas. “Queremos agradecer a todos pela oportunidade, e dizer que estamos abertas a todas as ações desse tipo que nos possam ser oferecidas”, disse, sob aplausos das colegas e dos cantores.

Há a expectativa de implantação, nas próximas semanas, de diversas oficinas no CPI, entre elas uma de canto, em parceria com a FICC. A Ceplac e o Conjunto Penal também estudam outras formas de cooperação na área de ressocialização, a exemplo da cessão de um profissional para coordenar a Horta orgânica do projeto Semeando a Liberdade, já em execução na unidade.

Sem representante na Câmara Federal, Itabuna segue à deriva

Domingos Matos, 21/10/2016 | 14:40
Editado em 21/10/2016 | 14:45

(Do Políticos do Sul da Bahia)

Os últimos dias foram de intensa movimentação em Brasília. Prefeitos eleitos ou reeleitos colaram em seus deputados federais, com um único objetivo: incluir emendas ao Orçamento da União e obter recursos para tocar obras e projetos em 2017.

O ilheense Marão, por exemplo, conseguiu viabilizar emendas com vários deputados, como uma de R$ 3 milhões com Paulo Magalhães e outra com Bebeto, de quem foi adversário nas últimas eleições.

Já Itabuna, que ainda não sabe nem quem será o prefeito no ano que vem (e o atual já entregou os pontos), não tinha ninguém pra pedir por ela. Ficou, literalmente, sem pai nem mãe, graças à indefinição política produzida pelas últimas eleições.

_________________

P.S.: Na última eleição, em 2014, Itabuna perdeu o mandato de Geraldo Simões (PT), e não conseguiu emplacar outro. O candidato local mais próximo de assumir uma cadeira na Câmara foi Davidson Magalhães (PCdoB); ele é o primeiro-suplente que, embora assuma esporadicamente, não consegue "se firmar" e desenvolver uma linha de trabalho.

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.