Tag: mercado

Reunião vai apresentar o Programa Empreender à sociedade itabunense

Domingos Matos, 13/02/2019 | 15:29

Itabuna é uma das 10 cidades baianas que serão contempladas com o programa Empreender, projeto de apoio ao desenvolvimento empresarial da Federação das Associações Comerciais e Empresariais da Bahia – Faceb. O programa será apresentado a sociedade itabunense nesta quinta-feira (14), às 17h30, no auditório da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna (ACI).

A proposta do projeto é trabalhar com grupos setoriais, e através de uma metodologia, discutir os problemas de um conjunto de empresas do mesmo nicho de mercado e entregar uma solução. O projeto será executado pela Associação Comercial em parceria com a Faceb e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae.

Ainda participam do programa, os municípios de Seabra, Feira de Santana, Camaçari, Vitória da conquista, Alagoinhas, Ribeira do Pombal, Lauro de Freitas, Amargosa e Santo Antônio de Jesus

A ACI fica localizada na rua Osvaldo Cruz, nº 56, 10º andar do Edifício União Comercial, centro de Itabuna.

 

Irmãs baianas criam bafômetro que detecta ao menos 15 doenças através do sopro

Domingos Matos, 12/02/2019 | 15:08
Editado em 12/02/2019 | 15:07

Duas irmãs da cidade de Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador, criaram um dispositivo capaz de detectar ao menos 15 tipos de doenças a partir do sopro. O aparelho, que funciona como uma espécie de bafômetro, surgiu a partir de pesquisas das estudantes Júlia, 26 anos, e Nathália Nascimento, 31.

Aluna do curso de Biotecnologia, Júlia explica que o OrientaMed foi desenvolvido inicialmente por meio de aplicações de inteligência artificial de um trabalho científico da irmã, que atualmente faz doutorado em Computação.

"O início foi com base no mestrado da Nathália. Quando ela foi apresentar na UFRJ [Universidade Federal do Rio de Janeiro], onde eu estudo, eu percebi que tinha um mercado muito grande na área de saúde e uma aplicação que fazia sentido para a minha área de pesquisa também".

Ela então viu a chance das duas desenvolverem o dispositivo junto com outro estudante, o paulista Rheyller Vargas, que também é pesquisador na área.

"Apareceu a oportunidade de ir para um evento de "hackathon" [maratona hacker], e eu chamei o colega para participar e formarmos uma equipe. Lá, a gente viu quais eram as aplicabilidades do dispositivo. No início, a gente pensou em algo para detectar gastrite, mas durante pesquisas aprofundadas, criação de bancos de dados, descobrimos outras aplicações", conta.

Com a elaboração do banco de dados e o aprofundamento das pesquisas, as irmãs chegaram à média de detecção de 15 doenças infecciosas e crônicas, entre elas a gastrite, intolerância à lactose, pneumonia, Doença de Crohn e diabetes.

"Ele [aparelho] captura o sopro da pessoa, e a gente envia esses dados para o computador. O resultado sai pouco tempo depois, porque o nosso objetivo é que ele seja um teste rápido para orientar os médicos a quais exames devem ser feitos para aquela determinada doença. Hoje, os resultados só saem via computador, mas a nossa expectativa de pesquisas é para que o próprio dispositivo mostre no display", explicou Júlia.

A estudante detalha ainda que as doenças são detectadas a partir da análise dos gases que contém no sopro.

A fabricação do OrientaMed custa em torno de R$ 2.500, segundo Júlia. A perspectiva das irmãs baianas, junto com o paulista Rheyller Vargas, é fabricar o produto em maior escala, para que ele se torne mais viável.

"Nós já temos alguns parceiros em vista, para desenvolver o aparelho em fase escalonada. Neste momento, estamos buscando parceria com hospitais, para pesquisar de forma mais ampla. A partir disso, a gente vai conseguir ter uma precisão boa da quantidade de doenças que conseguiremos detectar". (Com informações do G1)

Missão de Moçambique conhece experiências do Bahia Produtiva

Domingos Matos, 12/02/2019 | 11:04

Com o objetivo de conhecer experiências do projeto Bahia Produtiva, desenvolvido pelo Governo da Bahia, uma delegação formada por representantes do Governo de Moçambique realiza um Missão de Intercâmbio até quinta-feira (14). O início das atividades ocorreu na sede da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador, com a participação de dirigentes e técnicos da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), órgão do Estado que executa o Bahia Produtiva.

“O primeiro dia de trabalho com a delegação de Moçambique foi bastante proveitoso. Eles puderam conhecer a experiência do projeto Bahia Produtiva e seus resultados. A partir dessa experiência e das visitas de campo, eles pretendem tirar algumas lições para serem implementadas em Moçambique. Esse intercâmbio é de extrema importância para conhecer novas experiências de ambos os países”, destacou o coordenador do Bahia Produtiva, Fernando Cabral.

Para o diretor provincial da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural de Moçambique, Francisco Sambo, o objetivo é ter um conhecimento geral de como é implementado o Bahia Produtiva, devido a similaridade com a estrutura governamental de Moçambique, país que também tem um projeto financiado pelo Banco Mundial, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento Sustentável (FNDS). 

"Estamos ainda em uma fase piloto do projeto, trabalhando em duas províncias, localizadas no Centro e Norte do país, consideradas as mais produtivas do país, por isso viemos conhecer como é feita a gestão do projeto nos territórios, e como é feita a assistência técnica para cada umas dessas áreas territoriais, para que em Moçambique nós possamos expandir essas experiências”, explicou Francisco Sambo. 

A programação desse primeiro dia do intercâmbio incluiu a apresentação das ferramentas, execução, estratégias e instrumentos do Bahia Produtiva, serviços de assistência técnica e extensão rural (Ater), Alianças Produtivas, sistemas de monitoramento, e avaliação de instrumentos de registro. Foi realizada também uma reunião com representantes da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), com a finalidade de debater sobre estratégias de atração de investimentos.

O intercâmbio terá ainda as visitas de campo a projetos produtivos socioambientais e voltados para cadeias produtivas como a da cajucultura e apicultura, nos municípios de Ribeira do Pombal, Banzaê e Tucano.

 

Bahia Produtiva

Garantir sustentabilidade e inclusão socioprodutiva a famílias de comunidades rurais baianas são algumas das finalidades do Bahia Produtiva. Nos últimos quatro anos, o projeto selecionou 874 projetos em toda a Bahia, totalizando investimentos de aproximadamente R$ 290 milhões, beneficiando diretamente mais de 28 mil famílias.

O Bahia Produtiva se diferencia de outros projetos não somente por aplicar recursos para investimentos produtivos, mas também por ofertar um serviço sistemático de Ater e apoio à gestão, ações de promoção de produtos sustentáveis e acesso a mercados, estratégia de alianças produtivas e aporte a políticas públicas complementares.

 

Faculdade de Ilhéus forma novos bacharéis em Psicologia

Domingos Matos, 11/02/2019 | 08:09

A Psicologia está mais inserida na sociedade de Ilhéus e região. A Faculdade de Ilhéus realizou a solenidade de formatura da quarta turma do curso de Psicologia, no auditório Jorge Amado do Centro de Convenções Luís Eduardo Magalhães, no último dia 2. A instituição é pioneira na implantação desse curso no município.

Durante a cerimônia, presidida pelo diretor-geral Almir Milanesi, foram graduados vinte e dois novos bacharéis em Psicologia. Conforme o diretor, a proposta acadêmica do curso é proporcionar ao graduando uma visão holística, baseada na interdisciplinaridade, e capacitá-los para atuação em diversos segmentos do mercado de trabalho.   

Milanesi enfatizou a contribuição da profissão de psicólogo e a prestação gratuita de serviços feita pela Faculdade de Ilhéus à sociedade através da Clínica-Escola de Psicologia. Centenas de pessoas, de crianças a adultos, são atendidas em diversas formas de tratamento, em terapia individual, de casais e também com a família. Através de parcerias com órgãos públicos, hospitais e instituições civis, o curso também coopera tecnicamente com outras demandas apresentadas por segmentos representativos da comunidade.

A cerimônia de colação de grau contou com a participação da diretora Acadêmica, Sandra Agrizzi Milanesi, da coordenadora do curso de Psicologia, Thatyanna Rodrigues dos Santos, a paraninfa da turma 2018.2, professora Alba Mendonça Alves, a patronesse, professora Dayane Mangabeira Santana Dias, e o secretário acadêmico, Paulo César Castro Xavier. A solenidade foi produzida pela Terceira Via Formaturas e Eventos.

O orador da turma foi o formando Durval Reis Pinto, sendo que Simone Silva Alves fez a leitura do requerimento de colação de grau. A formanda Monique de Souza Bulhões proferiu o juramento do profissional de Psicologia juntamente com os demais colegas.

Turma – A turma de novos bacharéis em Psicologia, denominada “Resiliência”, é composta por: Bárbara Luzia de Araújo Carvalho Magalhães, Daiane da Conceição Santos Souza, Deusemeire Gomes Herculano, Durval Reis Pinto, Eliane Santos da Silva Rocha, Elizângela de Aquino Soares, Érica Lisboa Góes, Estevan de Assis dos Santos, Giulia Cogo Taraschi, Islailla Santos Ventura, Jamille Alves dos Santos Sandes, Laise Virgínia Dória Crispim, Leidiane Santos Rocha, Milena Santos de Andrade, Monique de Souza Bulhões, Quésia de Almeida Tannus, Raúl Rodrigues Raposo, Rosângela Souza Santos, Simone Silva Alves, Verônica Bastos Nascimento, Viviane Gonçalves Borges Santos e Yasmine Souza do Amparo.

 

Mercado de artesanato de Ilhéus é reconhecido formalmente como ponto turístico e cultural

Domingos Matos, 08/02/2019 | 15:40

Um dos locais mais frequentados por nativos e turistas que visitam Ilhéus, o Mercado de Artesanato, situado à Rua Eustáquio Bastos, no centro, existe há 18 anos, mas só agora foi reconhecido como ponto de interesse cultural, social e turístico da cidade. O Projeto de lei de número 4.003, de 27 de Dezembro de 2018, de autoria do vereador Makrisi Ageli de Sá, que formaliza o equipamento, foi sancionado pelo prefeito Mário Alexandre.

Para o vereador, o mercado é um espaço já consolidado como instrumento real, apto a receber tanto os moradores do município quanto os turistas, mas que faltava ser tratado formalmente como um ponto turístico ilheense. ”Existia uma  certa dificuldade no reconhecimento desse equipamento, como por  exemplo na confecção de materiais impressos publicitários que divulgam os atrativos culturais e turísticos da cidade”, destaca.

Outro avanço, segundo o autor do projeto, é a inserção do Mercado de Artesanato em alguns fóruns organizados da iniciativa privada, para seu reconhecimento como instrumento formal de turismo. “O espaço, que já existe há décadas, agora estará formalmente na lista dos equipamentos de cultura,   história e turismo dentro do roteiro do município”, enfatiza Makrisi.

No mercado, funcionam cerca de 80 lojas, que oferecem uma ampla variedade de produtos como artesanatos, comidas típicas da região, esculturas, equipamentos eletrônicos, vestuário, produtos de decoração e joias. No verão, o fluxo de turistas no local tem um aumento aproximado de 80%, com registro de aproximadamente 150 mil turistas na temporada. 

 

Faculdade oferece a partir do dia 23, curso de Massagens Terapêutica e Desportiva

Domingos Matos, 07/02/2019 | 13:01
Editado em 07/02/2019 | 10:33

A partir do dia 23 de fevereiro a Faculdade Madre Thaís (FMT), vai oferecer o curso de extensão em Massagens Terapêutica e Desportiva. As inscrições podem ser feitas na secretaria da instituição, na Avenida Itabuna  ou no site. http://www.faculdademadrethais.com.br/

 O curso de extensão  será coordenado pela professora Daiara Santos Loiola, da graduação em Fisioterapia da FMT. Focado em “massagem terapêutica e desportiva” o curso está dividido em dois módulos. O primeiro, nos dias 23 e 24 de  fevereiro,  tem como público alvo graduandos na área da saúde e demais interessados com ensino médio completo. O segundo, nos dias 30 e 31 de março, voltado para alunos que tenham feito o I módulo, massoterapeutas que já trabalham ou estudaram massagem terapêutica ou do shistu.

O objetivo é desenvolver as competências necessárias para as atividades profissionais e acadêmicas juntamente com participantes de outros cursos e interessados, e de forma coletiva aprender as melhores técnicas na área da massoterapia.

A professora Daiara Loiola chama atenção para o ritmo de vida atual, muitas vezes repleto de atividades que consistem num grande desafio. “Quando não sabemos como nos comportar diante disso, nosso corpo costuma reclamar, através de dores, desconfortos, insônias. E aí aparecem técnicas que trazem descanso e o conforto necessários para poder encarar todas essas rotinas. A massoterapia é uma das modalidades dessas técnicas bastante famosa por ser eficaz. A massagem terapêutica nos proporciona dias melhores, inclusive no que se refere à prevenção de doenças causadas em consequência de movimentos repetitivos e em outros aspectos da nossa vida”.

“O curso oferece ao aluno a oportunidade de conhecer e aplicar técnicas milenares, auxiliando-o a adentrar no mercado de trabalho com um diferencial a mais, bem como, aos graduandos do curso de Fisioterapia, vez que poderão ter contato direto com pacientes, reconhecendo os pontos gatilhos e aprimorando os conhecimentos adquiridos. A fadiga muscular é a principal queixa de dores das pessoas que praticam esportes. A massagem desportiva ajuda a recuperar as fibras musculares através da aceleração dos movimentos rápidos de massagem, a retirada dos pontos gatilhos com técnica miofacial, levando conforto para quem recebe a massagem”, explica a professora.

 

Projetos produtivos da Bahia recebem visita de representantes do Banco Mundial

Domingos Matos, 04/02/2019 | 13:09

Um grupo formado por representantes do Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD/Banco Mundial) e da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), realiza, de segunda-feira (04) a quarta-feira (06), a Missão de Supervisão do projeto Bahia Produtiva.

O objetivo é apresentar os avanços nos três anos de projeto, em especial com a questão ao acesso de mercado, além de aprimorar os instrumentos de controle e avaliação sobre os impactos na renda e na qualidade de vida das famílias beneficiadas.

A programação conta com visita ao Assentamento Terra Vista, no município de Arataca, área reflorestada com espécies nativas da Mata Atlântica com a tecnologia do plantio a partir do método Cabruca, à Fábrica de Chocolate da Agricultura Familiar, em Ibicaraí, e ao Instituto Biofábrica do Cacau, em Ilhéus, que tem como objetivo o cultivo e disseminação de mudas de frutas de espécies subtropicais. O grupo visita também a comunidade Quilombola de Tererê e a Cooperativa de Pesca Repescar, em Itaparica. 

 

Projetos produtivos da Bahia recebem visita de representantes do Banco Mundial

Domingos Matos, 04/02/2019 | 13:09

Um grupo formado por representantes do Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD/Banco Mundial) e da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), realiza, de segunda-feira (04) a quarta-feira (06), a Missão de Supervisão do projeto Bahia Produtiva.

O objetivo é apresentar os avanços nos três anos de projeto, em especial com a questão ao acesso de mercado, além de aprimorar os instrumentos de controle e avaliação sobre os impactos na renda e na qualidade de vida das famílias beneficiadas.

A programação conta com visita ao Assentamento Terra Vista, no município de Arataca, área reflorestada com espécies nativas da Mata Atlântica com a tecnologia do plantio a partir do método Cabruca, à Fábrica de Chocolate da Agricultura Familiar, em Ibicaraí, e ao Instituto Biofábrica do Cacau, em Ilhéus, que tem como objetivo o cultivo e disseminação de mudas de frutas de espécies subtropicais. O grupo visita também a comunidade Quilombola de Tererê e a Cooperativa de Pesca Repescar, em Itaparica. 

 

Pré-vestibular Universidade para Todos aprova 893 estudantes na Uneb

Domingos Matos, 31/01/2019 | 12:03

O pré-vestibular Universidade para Todos (UPT), da Secretaria da Educação do Estado, contribuiu para a aprovação de 893 alunos no vestibular 2019 da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), uma das quatro instituições estaduais de Ensino Superior parceiras do programa. Entre os aprovados, por conta da ampliação do sistema de cotas, estão 43 quilombolas e seis indígenas. Outros 3.153 foram classificados e muitos ainda podem ser convocados pela Uneb nas próximas chamadas para a matrícula. Desde 2007, o UPT já colaborou para o ingresso de mais de 18 mil estudantes no ensino superior.

A indígena Amaranta Almeida da Poncada, da Aldeia Boca da Mata, em Porto Seguro, é uma das aprovadas e vai cursar Enfermagem. “Vou realizar um dos maiores sonhos da minha vida, que é fazer um curso que trará um retorno muito importante para a minha comunidade. Minha intenção é me tornar enfermeira para ajudar o meu povo”, afirma. 

A estudante conta também que a oportunidade de fazer o UPT foi decisiva. “O curso contribuiu muito para que eu passasse na Uneb. Tinha dificuldades na área de exatas, que foram destravadas no curso. As aulas e os professores eram ótimos. Estou muito feliz com esta vitória”. 

A coordenadora do UPT na Secretaria da Educação do Estado, Patrícia Machado, ressalta que as universidades estaduais parceiras – Uneb, Uefs, Uesb e Uesc – estão, atualmente, fazendo o levantamento dos estudantes aprovados nos vestibulares. “Passamos o ano de 2018 voltados para esse foco, com aulas regulares de segunda a sexta-feira; fizemos aulões, revisão e tivemos orientação vocacional para mostrar aos estudantes o perfil de profissional que o mercado hoje deseja e os cursos que temos em cada uma das universidades para que eles tivessem esse conhecimento no momento de fazer a opção, seja no SISU ou no vestibular tradicional”, explica. 

A importância do UPT é também comentada pela coordenadora do programa na Uneb, Simone Wanderley. “Mais uma vez, a Uneb prova que a universidade é um espaço para todos. Esse resultado reforça o alcance social do projeto e reafirma o seu principal compromisso que é democratizar o acesso ao ensino superior”.

 

Nota Premiada Bahia já reúne 400 mil  inscritos e prepara sorteio de R$ 1 milhão

Domingos Matos, 16/01/2019 | 11:05

Mais de 400 mil baianos já se cadastraram na Nota Premiada Bahia, campanha de cidadania fiscal do Governo do Estado que tem o objetivo de incentivar a população a exigir a emissão da Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e) nas compras realizadas no mercado varejista. Ao informar o CPF nessas compras, o participante acumula bilhetes eletrônicos que concorrem ao sorteio de prêmios em dinheiro e ao compartilhamento das notas com instituições beneficentes que integram o programa Sua Nota é um Show de Solidariedade.

A campanha, que acaba de completar um ano, já tem data marcada para o próximo sorteio especial de R$ 1 milhão: 20 de março. Concorrem ao prêmio os participantes que tiverem inserido o CPF na nota nas compras realizadas no período de julho de 2018 a fevereiro de 2019. Batizada de “Verão do Milhão”, esta será a segunda edição do sorteio especial: a primeira aconteceu em junho. Já as edições mensais da Nota Premiada, que contemplam dez participantes com R$ 100 mil cada, prosseguem normalmente, inclusive com a realização do primeiro sorteio de 2019 no dia 16 de janeiro.

“Este é um programa em que todos ganham”, afirma o secretário da Fazenda, Manoel Vitório. “O cidadão concorre a prêmios especiais, as instituições sociais têm um modelo mais simples de recolhimento das notas fiscais, totalmente online, e o Governo tem a parceria da população que, ao exigir a nota no momento da compra, contribui com as ações de combate à sonegação fiscal, reduzindo a concorrência desleal e promovendo justiça fiscal e social”.

Como participar

Para participar, basta fazer o cadastramento no www.notapremiadabahia.ba.gov.br e a partir daí incluir o CPF nas compras em estabelecimentos emissores da Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica, documento fiscal que traz um código de barras em formato quadrado. Em um ano, a Nota Premiada Bahia acumula números expressivos, com a destinação de R$ 20,7 milhões a entidades filantrópicas inscritas no programa Sua Nota é um Show de Solidariedade e a pessoas contempladas nos sorteios. Em 2018 a campanha premiou 111 pessoas em 12 sorteios e apoiou 646 instituições filantrópicas.

Ao fazer a inscrição, o participante escolhe para apoiar até duas instituições vinculadas ao Sua Nota é um Show de Solidariedade: uma da área social e outra da área de saúde. A partir daí, todas as vezes que incluir o CPF em uma compra com NFC-e, a nota irá contar duplamente, com um ponto para cada entidade apoiada.

Loteria Federal

Todas as compras realizadas pelos cidadãos cadastrados no sistema são convertidas em bilhetes eletrônicos de dez números cada, que podem ser conferidos no site da Nota Premiada, sempre antes da realização dos sorteios. Os bilhetes vencedores são conhecidos com base nos sorteios da Loteria Federal. Para os prêmios mensais, são considerados os sorteios realizados na terceira quarta-feira de cada mês. Os prêmios especiais também são definidos em datas de sorteios da Loteria Federal.

A quantidade de bilhetes eletrônicos a que o cidadão terá direito para concorrer aos prêmios dependerá do volume de compras realizadas. Como forma de equilibrar as chances dos cidadãos com maior ou menor volume de compras, o sistema foi programado para estabelecer uma relação decrescente entre volume de compras e total de bilhetes emitidos. O teto máximo será de 45 bilhetes emitidos por contribuinte a cada mês, para compras acima de R$ 2 mil.

São, no total, oito faixas de volumes de compras. Se a soma dos valores das notas associadas ao seu CPF for de até R$ 100 no mês, o cidadão terá direito a dez bilhetes eletrônicos. Se a soma for de até R$ 200, serão 15 bilhetes. Serão 20 bilhetes quando a soma dos valores das notas for de até R$ 400, 25 bilhetes se o somatório for de até R$ 800, 30 bilhetes se for de até R$ 1,2 mil, 35 se chegar a R$ 1,6 mil e 40 se alcançar R$ 2 mil, chegando a 45 para todas as situações em que a soma ficar acima deste último patamar.

 

Itão Hipermercados entrega BMW zero; neste ano serão três HB-20

Domingos Matos, 11/01/2019 | 07:01

A Rede de Hipermercados Itão entregou na quinta-feira (10), na loja do Centro Comercial, em Itabuna, uma BMW 320i zero KM ao servidor público federal João Victor da Silva Santos, que foi o sortudo do dia 17 de dezembro da campanha Super Prêmios 2018. Morador do bairro São Caetano, o professor no Instituto Federal Baiano (IF Baiano) recebeu as chaves das mãos do gerente de compras do Itão, Iran Santos Lima.

O sortudo de uma das maiores campanhas promocionais do comércio varejista do interior da Bahia disse que o veículo de luxo será o seu passaporte para a casa própria. “Esse carro realizará um sonho que levaria anos para ser concretizado. É um carro tão valorizado que vou vender para comprar outro de menor valor e o restante do dinheiro darei de entrada no meu apartamento”, explicou João Victor.

Acompanhado de familiares, o servidor público informou que nunca tinha ganhado sequer numa rifa, “mas sempre acreditei que um dia a sorte iria chegar”, disse acrescentando que sua mãe recebeu a ligação do gerente do Itão e quase desliga por suspeitar tratar-se de um trote. “Mas minha irmã sabia sobre a promoção e esclareceu tudo”, recordou-se.

Uma das pessoas que acompanharam a cerimônia da entrega do veículo foi Bruna Maria Plaster Sobral, noiva de João Victor. A jovem contou que a BMW foi o grande presente de aniversário do noivo, que nasceu em 18 de dezembro, um dia depois do último grande sorteio realizado pelo Itão no ano passado.       

João Victor foi um dos 102 sortudos da campanha promocional Super Prêmios, realizada pelo Itão durante todo o ano de 2018. Além da BMW, a rede de Hipermercados sorteou um Renault Sandero Expression zero KM e 100 vales-compras de R$ 500,00.

Novidades

Em 2019, além de três veículos sorteados, a Campanha Promocional “Mais Prêmios Mais Sorte!” aumentou de R$ 50 para R$ 60 mil o valor em vales-compras que serão sorteados no decorrer deste ano. Os vales serão sorteados mensalmente. O sorteio de um dos três HB-20 zero está programado para o dia 19 de junho, na loja da rede em Ilhéus. Os ganhadores dos outros dois carros serão conhecidos no dia 26 de dezembro, em sorteio realizado no Centro Comercial de Itabuna.

O gerente de compras do Itão, Iran Santos Lima, agradeceu mais uma vez aos clientes pela confiança na empresa e destacou a importância dos parceiros para viabilizar uma das maiores campanhas promocionais do comércio varejista do interior da Bahia. Ele lembrou ainda que são vários anos de campanhas interruptas, com distribuição de prêmios para consumidores de diversos municípios baianos e até de outros estados.

 

 

Ceplac ganha novas forças para tirar o cacau da crise

Domingos Matos, 08/01/2019 | 19:05

A Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac) acaba de ganhar novas forças para tirar o cacau da crise em que se encontra, há quase três décadas. No último dia 1º, o presidente Jair Bolsonaro assinou a Medida Provisória 870 que determina o retorno da Ceplac ‘como órgão singular autônomo’.

Dia seguinte, quarta-feira, dia 2, o presidente publicou o decreto nº 9.667 em que ‘Aprova a Estrutura Regimental e o Quadro Demonstrativo dos Cargos em Comissão e das Funções de Confiança do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, remaneja cargos em comissão e funções de confiança, transforma cargos em comissão e funções de confiança e altera o Decreto nº 6.464, de 27 de maio de 2008, que dispõe sobre a designação e atuação de adidos agrícolas junto a missões diplomáticas brasileiras no exterior’.

A Medida Provisória 870 beneficiou, diretamente, à Ceplac, quando deu, à mesma, novas funções e cargos na sua estrutura. E, por extensão, mostrou um forte propósito em fortalecer o setor, com base na pesquisa e extensão; com foco na implantação de sistemas agroflorestais, que vão garantir a sustentabilidade futura da lavoura cacaueira. No decreto nº 9.667, foram criados cinco novos cargos, vinculados à Diretoria, em Brasília, que vão cuidar, exclusivamente, dos projetos e parcerias.

Nova Ceplac

Representantes da instituição afirmam que a consultoria realizada no órgão, ano passado, foi definidora para esta consagradora vitória. “A Nova Ceplac” – como já está sendo denominada - foi mantida como órgão singular, porém com um viés mais voltado para a pesquisa e extensão por meio de projetos e parcerias.

“Trata-se de uma conquista significativa, que deve ser comemorada por todos os que lutaram pelo fortalecimento da Ceplac, uma instituição fundamental na retomada do crescimento no sul da Bahia”, destaca o diretor Geral, Juvenal Maynart Cunha (foto), em entrevista, por telefone, a partir de Brasília.

Juvenal Cunha disse, ainda, que a consultoria identificou as potencialidades do órgão, bem como as suas fragilidades, em um longo estudo, que já começa a apresentar os resultados. “Em relação às superintendências, apontou diversas soluções, porém não recomendou o aumento de cargos”, sintetiza.

A partir da nova legislação criada em torno da Ceplac, os produtores estão na expectativa de um novo momento para o mercado de cacau e chocolate. Especialmente quanto à chegada de projetos consistentes para resolver o problema da baixa produtividade em algumas regiões, enquanto tratam da questão das dívidas em outras frentes.

Áreas degradadas

Hoje, o Produto Interno Bruto (PIB) da cadeia produtiva do cacau e do chocolate gira em torno de 25 bilhões de reais, gerando cerca de 180 mil empregos diretos no Brasil. Para Juvenal Cunha, “a revitalização do cacau nacional será feita usando os sistemas agroflorestais na recuperação de áreas degradadas nos biomas da Mata Atlântica e Floresta Amazônica”.

Todavia, o diretor Geral da Ceplac reconhece que existem algumas questões ambientais a serem resolvidas na Bahia como o manejo do cacau Cabruca e o endividamento dos produtores.  “Com a otimização e aprimoramento dos sistemas agroflorestais, será possível fazer o sistema Cabruca funcionar, não somente sob a perspectiva de lucratividade, mas, também, sob a perspectiva ambiental e os benefícios para a Mata Atlântica e para o mundo”, revela. (Lício Ferreira, da Tribuna da Bahia)

Camelôs começam a trabalhar no novo Shopping Popular de Itabuna

Domingos Matos, 07/01/2019 | 13:22

Os vendedores ambulantes de Itabuna começaram a transferir suas mercadorias na manhã desta segunda-feira (07) para o Novo Shopping Popular, que está situado na avenida Inácio Tosta Filho, próximo a agência dos Correios, centro da cidade. O espaço foi montando pela Prefeitura Municipal de Itabuna, por meio do Departamento de Indústria e Comércio, que é vinculado a Secretaria Municipal de Sustentabilidade Econômica e Meio Ambiente.

Aos poucos, os vendedores têm ocupado seus boxes, que antecipadamente foi escolhido por meio de sorteio. Para a maioria deles, o local é “seguro e bem localizado”. O artesão Irineu Santos (Irineu Arte Mania), que há 30 anos trabalhava na praça José Bastos, está otimista com a mudança. “Estou confiante de que será para melhor, todos os vendedores reunidos em um único lugar. Nossos clientes saberão onde nos encontrar”, comentou.

O Secretário de Sustentabilidade Econômica e Meio Ambiente, Jorge Vasconcelos, destaca que o local que tem capacidade para 55 boxes foi organizado para acomodar os vendedores de Itabuna, que ocupavam provisoriamente a Praça Adami e transversais da avenida do Cinquentenário. “Atendendo a determinação do prefeito Fernando Gomes, que sempre valorizou aquele que produz e busca meios de gerar renda para o sustento próprio e de suas famílias, a partir de hoje não será permitido vendedores ambulantes nas calçadas do centro da cidade, agora eles tem um espaço digno para trabalhar”.

E completou: “Esperamos o período das festas de final de ano passar, pois é um período em que as vendas são aquecidas, para que eles pudessem fazer a mudança com tranquilidade. Agora chegou a hora dessa mudança. Preparamos o espaço atendendo todas as exigências do Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária. Desejo que todos tenham muito sucesso nesta nova etapa profissional”.

 

Ambulantes devem ser transferidos para o novo shopping popular na próxima segunda-feira

Domingos Matos, 04/01/2019 | 15:01
Editado em 04/01/2019 | 14:41

Uma ação de conscientização dos vendedores ambulantes que se encontram na avenida do Cinquentenário e transversais foi realizada pela prefeitura de Itabuna na manhã de sexta-feira (04). A ação, comandada pelo Departamento de Indústria e Comércio, vinculado a Secretaria Municipal de Sustentabilidade Econômica e Meio Ambiente, contou com o envolvimento de mais de dez fiscais. “Esta ação antecede a transferência dos vendedores ambulantes para o Novo Shopping Popular, que ocorrerá na segunda-feira (07)”, informou o Diretor de Indústria e Comércio, Sandro Lopes.

“Realizamos mais uma ação com o objetivo de orientar os vendedores ambulantes de Itabuna que a Prefeitura preparou um local apropriado com segurança e conforto para que eles possam não só comercializar suas mercadorias, como também guardar todo estoque, sem precisar do transtorno de levar e trazer mercadoria todos os dias para a área central da cidade”, comentou Sandro Lopes.

E destacou a preocupação do prefeito Fernando Gomes em instalar o Novo Shopping Popular em um ambiente limpo, organizado e com toda segurança necessária. “Estava sendo grande a expectativa em torno da abertura deste novo espaço, mas estávamos deixando o ambiente em condições adequadas, cumprindo todas as normas de inspeção técnica preventiva determinada pelo Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária”, informou, lembrando que o espaço conta com 55 boxes e banheiros.

Sebrae oferece mais de 130 cursos e soluções gratuitas a distância

Domingos Matos, 04/01/2019 | 14:45

Ao todo, são 132 cursos e soluções gratuitas disponíveis no Portal de Educação a Distância – EAD do Sebrae, para quem já tem um negócio ou pretende iniciar. As capacitações são voltadas para as áreas de empreendedorismo, gestão empresarial e de pessoas, planejamento, mercado e vendas, finanças, inovação, cooperação, organização e legislação. 

Os cursos têm uma duração em média de três horas cada e são estruturados a partir de necessidades identificadas entre os empreendedores, a exemplo de “Como se tornar um empreendedor de sucesso”, “Como iniciar o próprio negócio”, “Como aplicar o Marketing Digital aos negócios”. O programa pode ser concluído em até 15 dias a partir da inscrição e o certificado é emitido após a conclusão.

Além de cursos, estão disponíveis os seguintes tipos de soluções: oficinas por celular, jogos, minicursos, vídeos, ebooks, e podcasts. Para participar, o empreendedor precisa se cadastrar com o CNPJ da empresa no Portal EAD do Sebrae e criar uma senha de acesso.

Para quem já tem cadastro no portal, basta clicar em "Quero me Matricular", e a matrícula é realizada imediatamente. Em seguida, a pessoa receberá um e-mail de boas-vindas e poderá iniciar o curso.

Para os donos do próprio negócio, é necessário informar o CNPJ da empresa ou da empresa em que trabalha. Esta informação é obrigatória para realizar a matrícula nos cursos.

É permitido matricular-se em um único curso de cada vez. Desse modo, uma nova matrícula somente poderá ser feita após a conclusão do curso em andamento.

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.