Tag: mulher

Congresso da Pequena Empresa reúne autoridades e empreendedores na Uesc

Domingos Matos, 17/05/2019 | 19:38

O 10º Congresso Norte Nordeste da Pequena Empresa – Empreendedorismo com Desenvolvimento Sustentável - reuniu hoje (17), no Auditório Paulo Souto, da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), estudantes, empreendedores, além de autoridades regionais e nacionais. O evento contou com uma série de palestras técnicas ligados aos pequenos negócios.

Durante a abertura do congresso, o presidente da Associação das Micros e Pequenas Empresas da Bahia (Ampesba), Valdir Ribeiro destacou a participação de representantes do Poder Público da região, de uma caravana vinda do Estado do Espírito Santo, a presença de uma representante das mulheres empreendedoras de Blumenau – SC, Suzete Novaes, e empreendedores locais e regionais.

Ainda na sua fala, Valdir agradeceu o apoio das empresas parceiras que contribuíram para a realização do Congresso e citou a Amurc como uma importante agência de desenvolvimento e de fomento aos pequenos negócios. Segundo o coordenador executivo da Amurc, Luciano Veiga, “os pequenos empreendedores movimentam a economia dos municípios e possuem uma participação efetiva no desenvolvimento local”.

No evento, o Pró-reitor de Extensão da Uesc, Alessandro Santana defendeu mais investimentos para a Educação Superior nas instituições públicas, tendo em vista o papel fundamental na formação de futuros empreendedores. Ainda marcaram presença, o representante do Sicomércio de Ilhéus, Antônio Marcos, o presidente eleito da Associação Comercial de Ilhéus, Libério Menezes, o presidente da Femicro – ES, José Vargas e o diretor jurídico da Bahiagás, Wenceslau Júnior.

A palestra magna com o tema “Empreendedorismo na gestão pública e políticas de apoio aos pequenos negócios”, foi conduzida pelo professor e deputado federal do Espírito Santo, Helder Salomão, que falou da importância do empreendedor na sociedade, e da sua contribuição para o desenvolvimento da economia do Brasil.

Defesa de ginecologista suspeito de abusar de pacientes diz que acusações são indevidas e mentirosas

Domingos Matos, 17/05/2019 | 15:07
Editado em 17/05/2019 | 14:33

A defesa do ginecologista Orcione Ferreira Guimarães Junior, acusado por pacientes de abusos durante consultas na cidade de Vitória da Conquista, região sudoeste da Bahia, disse que as alegações das mulheres se disseram vítimas e que procuraram a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e a Polícia Civil são "indevidas, mentirosas e não comprovadas".

Os advogados do médico concederam entrevista coletiva, na manhã desta sexta-feira (17), para falar sobre o caso e afirmaram que o cliente é inocente.

As denúncias contra Orcione começaram a surgir na última sexta-feira (10), depois que um perfil foi criado no Instagram por uma pessoa, que não se identificou, que relatou um caso de abuso por parte do médico, que atende nas redes pública e privada da cidade.

Depois desse primeiro relato, várias outras vítimas denunciaram ter passado pela mesma situação. Mais de 20 mulheres relataram à OAB ter sido vítimas. Nove delas também já procuraram a Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) para prestar depoimento sobre os casos. Os crimes teriam ocorrido entre 2018 e 2019.

A advogada Palova Amisses Parreiras, uma das que atuam na defesa do médico, apontou durante a entrevista coletiva nesta sexta que não há provas sobre as denúncias contra o cliente.

Ela ainda apresentou uma liminar expedida pela 1ª Vaga do Sistema de Juizados da Comarca de Vitória da Conquista que determina a remoção do perfil no Instagram usado para denunciar o médico e o fornecimento de informações acerca da identidade do criador.

"A acusações são indevidas, mentirosas e não comprovadas com relação a atuação do médico Orcione Ferreira Júnior. Desde o início, não estamos conseguindo detectar verossimilhança entre o que as senhoras estão dizendo e aquilo que está sendo comprovado. Inicialmente se diz que o blog foi criado depois de muito meditar, de muito pensar, semanas e semanas. Quando a gente pega a data da criação do blog e a data da consulta na qual teria havido o abuso, não tem 24 horas entre um e outra. Então, a falha começa aí", afirmou a jornalistas.

Palova disse que detectou "falhas" nos relatos das vítimas e que uma das mulheres que se disseram vítimas teria se apresentado à OAB dizendo ser advogada, mas sem ter registro na Ordem.

"Eu estive ontem [quinta-feira, dia 16] com o nosso presidente da subseção da OAB de Vitória da Conquista, e ele nos disse que as pacientes procuraram por ele usando, inicialmente, uma falsidade ideológica, porque dentro da OAB existem inserções, uma delas é a OAB Mulher, criada especialmente para proteger as mulheres advogadas que tivessem sofrido algum agavo. E a pessoa que se intitula vítima e advogada não é advogada. Ela fez o curso de direito, é bacharel, mas não conseguiu passar na prova da OAB. Então, ela iniciou com um blog, um Instagram, com informações falsas e perante a autoridade da OAB também com uma informação falsa", destacou.

Palova também afirmou que o cliente vai conseguir provar que é inocente e que, ao contrário de boatos que circulam na cidade, ele não planeja fugir. "Não temos razão para fugir e não há expedição de mandado de prisão e nem previsão de que isso aconteça", destacou. (Com informações do G1)

Mulher é presa com mais de 20 kg de maconha dentro de táxi em Ilhéus

Domingos Matos, 16/05/2019 | 16:22

Vanilla Brisa Alves da Silva foi presa na noite de quarta-feira (15), após policiais da 7ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/ Ilhéus) da Polícia Civil receberem denúncias de que uma mulher estava com 24 quilos de maconha e 500 gramas de cocaína em um táxi com destino a cidade de Itacaré. 

“Recebemos a queixa e logo identificamos o carro. Ao fazermos a abordagem localizamos a droga no porta-malas do veículo que, segundo ela, seria entregue a alguém em Itacaré”, contou o coordenador da 7ª Coorpin, delegado Evy Nery Paternostro. 

Vanilla Brisa foi autuada em flagrante por tráfico de drogas e está a cargo da Justiça de Ilhéus. As investigações continuam com o objetivo de identificar a quem ela entregaria os entorpecentes.

 

Após post, mais de 20 mulheres relatam ter sido abusadas por ginecologista durante consultas

Domingos Matos, 16/05/2019 | 12:24
Editado em 16/05/2019 | 12:22

Mais de 20 mulheres relataram ter sido vítimas de abuso sexual por parte de um médico ginecologista e obstetra durante consultas, na cidade de Vitória da Conquista, na região sudoeste da Bahia. O caso foi denunciado à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e à Polícia Civil, que instaurou inquérito para apurar a situação.

As denúncias começaram a surgir na última sexta-feira (10), depois que um perfil foi criado no Instagram por uma pessoa, que não se identificou, que relatou um caso de abuso por parte do médico Orcione Júnior, que atende nas redes pública e privada da cidade.

Depois desse primeiro relato, várias outras vítimas denunciaram ter passado pela mesma situação. Os crimes teriam ocorrido no consultório do médico, entre 2018 e 2019. A defesa do médico disse que ele nega as acusações.

Na última segunda-feira (13), as mulheres procuraram a OAB solicitando uma audiência com representantes do órgão. "Vinte e quatro mulheres procuraram a OAB com a narrativa, repetindo o que estava nas redes sociais, e pedindo que a OAB tomasse providência. A OAB formalizou esse pedido, todas elas assinaram e, a partir desse momento, a OAB oficiou a autoridade policial, que foi a Delegacia da Mulher, através da doutora Decimária Gonçalves, pedindo providências", disse a presidente da Comissão Mulher Advogada da OAB, Luciana Santos Silva.

"Temos notícia que o inquérito já foi instaurado. Então, já estão investigando e algumas mulheres, inclusive, já foram ouvidas. Pelo que a gente leu, sobretudo nas redes sociais e com as falas de algumas mulheres lá na OAB, a gente pode vislumbrar, sem dar tanta certeza, porque ainda tem uma investigação em curso, o crime de importunação sexual mediante fraude", completou.

A delegada Decimária Gonçalves, da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Vitória da Conquista, informou que, ainda na segunda-feira, foi aberto uma Investigação Pública Incondicionada, que não necessita de depoimento de vítima, porque na ocasião nenhuma mulher ainda tinha comparecido à unidade para relatar o caso.

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) informou, nesta quarta, que está acompanhando o caso e aguarda a conclusão do inquérito por parte da Polícia Civil para decidir, com base nos autos, se vai ou não oferecer denúncia contra o suspeito.

 

O que diz a defesa do médico

O advogado de defesa médico Orcione Júnior, Paulo de Tarso, informou ao G1, nesta quarta-feira, por telefone, que o profissional nega todas as acusações. O advogado disse, ainda, que o cliente vai conceder uma entrevista coletiva à imprensa, na sexta-feira (17), para dar sua versão sobre o caso.

Santa Casa de Itabuna promove Workshop sobre Pasteurização de Leite Humano 

Domingos Matos, 15/05/2019 | 12:40

No próximo dia 20, o Banco de Leite da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna promoverá um Workshop sobre pasteurização de leite humano e uma roda de conversa com as mães da UTI Neonatal.

De acordo com a coordenadora do Banco de Leite, Bianca Latrilha, o evento vai acontecer das 14h às 16h na sala de espera do Pavilhão Otaciana Pinto do Hospital Manoel Novaes e vai contar com a presença dos bombeiros falando sobre a importância da Rota (coleta em domicílio). “Além disso faremos uma movimentação nos pavilhões para lembrar sobre o Dia Nacional da Doação de Leite Humano”, afirma.

Comemorado no dia 19 de maio, o Dia Nacional da Doação de Leite Humano tem por intuito sensibilizar a sociedade acerca da importância da doação de leite humano, sendo esta, uma forma de promover o aleitamento materno. No Hospital Manoel Novaes, essa prática é incentivada diariamente através de diversas ações promovidas pelo Banco de Leite da instituição.

 

Importância da doação de leite materno

Alguns bebês nascem prematuros e são internados com baixo peso, com algumas patologias e muitas vezes não podem ser alimentados diretamente pelas próprias mães. Dentro dessa perspectiva, a doação do leite materno é de extrema importância. Além disso, a prática da doação de leite materno também favorece a produção de leite para as mães que estão amamentando normalmente seus filhos. É um ato de amor que pode ajudar muitas crianças que passam pelo Hospital Manoel Novaes.

Luciana Nobre, coordenadora de enfermagem da UTI Neonatal do Novaes, explica que a partir do momento em que a mulher começa a retirar o leite enquanto colostro, ela começa a fazer uma reserva de um leite mais rico para quando o bebê precisar ou outras crianças cujas mães não possam amamentar possam aproveitar. “A mulher que estimula o peito tem uma amamentação assegurada, para quando o bebê estiver pronto para absorver esse leite. Essa produção será mantida e o bebê vai poder ir ao seio com uma facilidade maior para sugar”, destaca.

Sendo assim, é necessário incentivar a doação de leite materno e criar ações que promovam uma maior divulgação sobre a doação e o trabalho feito pelo Banco de Leite da Santa Casa, de forma a garantir um estoque para esses bebês.

 

Como fazer para doar leite materno

O primeiro passo é orientar a mulher a buscar o banco de leite humano para fazer um cadastro, onde ela é orientada e recebe todas as informações. Ela também deve apresentar todos os exames realizados durante o pré-natal. Só após uma análise o banco dará uma devolutiva a essa mulher. “Vamos avaliar se ela tem esses critérios de elegibilidade”, explica.

Uma vez dentro dos critérios exigidos, a mulher é orientada para fazer a extração do leite, chamada de ordenha, a maneira como ela vai extrair e guardar esse leite em casa para manter as propriedades dele. Uma vez na semana, alguém do hospital vai até a casa da doadora recolher esse leite acompanhado do corpo de bombeiros, ver como a mulher está, se está tendo alguma intercorrência com relação ao pós-parto e a orienta com relação a alimentação. “Acaba sendo uma troca dentro desse contexto porque ela doa o leite e ganha orientações acerca de cuidados com ela e com o bebê”, completa.

 

Classificação do leite materno

-Nos primeiros dias após o parto, que leva de 0 a sete dias, o leite vai ser classificado como colostro;

-De sete a 14 dias, será considerado como leite de transição;

-De 14 dias em diante, o leite vai ser classificado como maduro, sendo esse o tempo de adaptação e adequação do intestino do bebê para receber o leite nessa modalidade;

 

 

 

 

Mutirão da Santa Casa atende população do bairro Ferradas

Domingos Matos, 14/05/2019 | 18:39

O Projeto Santa Casa nos Bairros prestou atendimento aos moradores de Ferradas na manhã do último sábado (11). A ação aconteceu no grupo Escolar Ana Francisca Messias e beneficiou homens, mulheres e crianças que passaram por diversas especialidades como cardiologia, gastroenterologia, pediatria, ginecologia, clínica geral, cirurgião, neurologia e ortopedia.

Dessa vez, o ponto alto do mutirão foi a visita guiada feita pelo médico e provedor da Santa Casa de Itabuna, Eric Júnior, na casa de quatro moradores que estavam impossibilitados de comparecem ao local. Eric, junto com uma equipe multidisciplinar, realizou a consulta e prescreveu exames para cada um dos pacientes.

A comunidade também teve à disposição, serviços de aferição de pressão, fisioterapia, informações sobre nutrição, doação de órgãos e banco de leite, além de teste de audiometria e informações sobre DST AIDS. No Espaço Kids, as crianças se divertiram com as brincadeiras promovidas pela equipe de voluntários, desenharam e pintaram. 

A diretora da escola, Geovanir Lima, e a representante da associação de moradores do bairro, Arkylla Pitombo, se disseram satisfeitas com a ação realizada no bairro pela Santa Casa de Itabuna. O provedor Eric Júnior, ficou agradecido por mais um mutirão. “Mais uma vez quero agradecer a todos os envolvidos no projeto, médicos, enfermeiros e demais profissionais que foram voluntários nessa 13ª edição do Mutirão. Agradeço à diretora Geovanir Lima por ceder o espaço da escola e Arkylla por solicitar o mutirão em Ferradas”, falou. A população ficou satisfeita com o atendimento prestado por todos os nossos profissionais. 

E nada melhor do que ouvir o que a população achou sobre o mutirão: Dona Maria de Jesus gostou muito do mutirão. “Ando com muitas dores nas pernas e na coluna e consegui consulta com o ortopedista. Foi muito bom”, declarou satisfeita.

Vera Lúcia Ramos disse que foi a primeira vez que participou de um mutirão e passou por um cardiologista. “Achei maravilhoso porque no posto de saúde a gente chega e não tem quota para alguns especialistas”, disse.

Roberto Souza gostou do mutirão. “Isso é bacana, interessante, a população anda necessitada e a questão financeira impede a gente de ter um atendimento melhor. Eu vejo como uma ação positiva”, falou. 

“É a segunda vez que eu participo e fui bem atendido. Passei pelo clínico e estou satisfeito”, comentou o Sr. Nicanor.

Ao todo, foram ofertados 280 atendimentos na 13ª edição do Santa Casa nos Bairros, que tem por objetivo, levar saúde e bem-estar para quem precisa. 

O mutirão contou com o apoio da Águia Branca, Cesai, Cerpat, Dissulba e Drogarias Velanes.

 

Segundo milagre atribuído a Irmã Dulce é reconhecido e ela será proclamada santa

Domingos Matos, 14/05/2019 | 14:31

Um segundo milagre atribuído à Irmã Dulce, conhecida como “O Anjo bom da Bahia”, foi reconhecido por meio de decreto e, com isso, ela será proclamada Santa, informou, na manhã desta terça-feira (14), o site "Vatican News", canal oficial de comunicação do Vaticano. Ela será a primeira mulher nascida no Brasil a ser canonizada.

"Com o Decreto autorizado pelo Santo Padre reconhecendo o milagre atribuído à intercessão de Irmã Dulce, a Baeta será proximamente proclamada santa em solene celebração de canonizações", informa o site.

De acordo com a publicação, o Papa Francisco recebeu em audiência, na segunda-feira (13), o prefeito do Congregação das Causas dos Santos, cardeal Angelo Becciu, o qual autorizou o Dicastério vaticano a promulgar o decreto. A data da celebração de canonizações não foi divulgada.

Entre outros decretos promulgados, houve destaque também para o que reconhece as virtudes heroicas do Servo de Deus Salvador Pinzetta, Frade Menor Capuchinho nascido em Casca, no Rio Grande do Sul, em 1911 e falecido em 1972.

Três graças alcançadas por devotos, após orações a Irmã Dulce, estavam sendo analisadas pelo Vaticano, com vista no processo de canonização da religiosa. Esses três casos foram enviados ao Vaticano pelas Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), em 2014, após análise de profissionais da própria instituição. O segundo milagre que foi reconhecido agora, no entanto, ainda não foi divulgado. (Com informações do G1)

Itacaré realizará a I Copa de Futebol de Areia Feminino

Domingos Matos, 24/04/2019 | 11:31

A Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria de Juventude, Esporte e Cultura, estará realizando a I Copa de Futebol de Areia Feminino, que acontecerá nos dias 04 e 05 de maio na Praia da Coroinha, orla da cidade. O objetivo é incentivar a prática do futebol entre as mulheres, garantir mais opções de lazer e fazer o enfrentamento as desigualdades de gênero no município através do esporte.

As inscrições estão já abertas e devem ser feitas até o dia 02 de maio, das 9 às 12 horas, na Secretaria de Juventude, Esporte e Cultura. A I Copa de Futebol de Areia Feminino terá uma premiação de R$ 3000,00 e será aberta a todos os times da cidade, da sede, distritos e zona rural, fazendo uma grande festa do esporte, discutindo o papel da mulher revelando cada vez mais destaques nessa modalidade.

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, considera que o evento é um momento importante para que possam surgir cada vez novos talentos no esporte e o futebol tem verdadeiras atletas que jogam muito bem, mas que estão em busca de oportunidades. E já na primeira Copa, segundo ele, será possível observar esses talentos e servir de exemplo para que nos próximos anos possam surgir novos times, com muito mais atletas femininas.

Venezuelanos resgatados de trabalho escravo na BA receberão seguro desemprego

Domingos Matos, 23/04/2019 | 09:25

Os 10 venezuelanos que foram resgatados, na última quinta-feira (18), de situação análoga ao de trabalho escravo, em Itabuna, no sul na Bahia, receberão três parcelas do seguro desemprego especial.

Os trabalhadores, nove homens e uma mulher, estão no país desde janeiro, de forma regular, mas não tinham autorização para trabalhar. Apesar disso, eles prestavam serviço a uma oficina de um parque de diversões, sem qualquer tipo de proteção e garantia trabalhista.

Depois do resgate, os venezuelanos entraram com pedido de refúgio e deram entrada no pedido do CPF na Receita Federal. Eles emitiram a Carteira de Trabalho, o que garante alguns benefícios, como seguro desemprego.

“Enquanto eles não conseguirem um trabalho, eles vão ter direito a três parcelas do seguro desemprego especial do trabalhador resgatado. E vão ser encaminhados também para a assistência social de Itabuna, para serem encaminhados para ofertas de emprego, para o mercado de trabalho”, afirmou Daniel Fiúza, auditor fiscal do trabalho.

O venezuelano Joe Ramos (foto) foi um dos trabalhadores resgatados. Antes de vir ao Brasil, ele atuou como vendedor de peças de carro por 20 anos, mas como o salário que recebia na Venezuela não dava para passar o mês, ele veio para o Brasil. Apesar do ocorrido, ele diz que é muito grato ao povo brasileiro.

“Vim para o Brasil para oferecer à minha família uma situação muito melhor. Estamos muito agradecidos pela atenção do povo do Brasil. Vocês são muito especiais”, disse Joe, emocionado.

Outro trabalhador resgatado foi Jan Carlos, de 42 anos. Ele atuava como mecânico e morava no norte da Venezuela. Depois que perdeu o emprego, ele conta que a situação no seu país de origem ficou difícil. “Os remédios custavam uma fortuna. Eu tive que vender minha casa”, afirmou.

Caso

Na quinta-feira, durante o resgate dos trabalhadores, dois homens, um brasileiro e um polonês, foram presos em flagrante e vão responder pelo crime de trabalho análogo de escravidão.

De acordo com a Secretaria do Trabalho de Ilhéus, o caso foi descoberto depois de uma denúncia feita por um dos venezuelanos, depois de conseguir fugir do local onde prestava os serviços de forma irregular.

A Polícia Federal e integrantes da Secretaria foram até o parque, que fica na BR-415, quando flagraram a situação. Eles eram mantidos sem cama ou colchão, eram obrigados a repassar parte do salário para o pagamento de passagens, alimentação e serviços de TV e internet. (Com informações do G1)

PF liberta 10 pessoas que trabalhavam em situação de escravidão em Itabuna

Domingos Matos, 18/04/2019 | 13:32

 Polícia Federal resgatou uma mulher e nove homens venezuelanos durante operação com a Secretaria do Trabalho, do Ministério da Economia, na manhã desta quinta-feira (18), em Itabuna. Os dez venezuelanos foram encontrados em situação análoga à de escravidão na empresa que, segundo informações, pertence a um brasileiro e um polonês. Os donos do negócio foram detidos e encaminhados para a sede da PF em Ilhéus.

Os venezuelanos estariam sendo explorados na empresa em Itabuna há mais de dois meses. Conforme denúncias, eles trabalhavam no galpão – uma oficina mecânica para veículos e equipamentos de lazer -, onde dormiam em colchões jogados no chão e sem água potável. As condições foram consideradas subumanas.

O galpão funciona ao lado do Condomínio Residencial São José, em Ferradas, às margens da BR-415, trecho que liga Itabuna a Ibicaraí. As primeiras informações são de que a mulher e os nove homens entraram legalmente no país e foram aliciados pela empresa pela internet com a promessa de emprego.

Via Pimenta

Dez mil policiais e bombeiros atuarão na Micareta de Feira; festa terá câmeras de reconhecimento facial

Domingos Matos, 18/04/2019 | 11:37

O Governo Estado montou um esquema especial para a Micareta de Feira de Santana, que este ano vai acontecer de 25 a 28 de abril. Cerca de dez mil policiais e bombeiros foram destacados pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) para atuar no evento, que contará ainda com o Sistema de Reconhecimento Facial. O equipamento será empregado nos principais pontos de acesso ao circuito.

Testado no Carnaval de Salvador 2019, resultando na identificação de um homicida fantasiado de mulher, a tecnologia vai ajudar a fiscalizar se existem foragidos da Justiça na festa. Criminosos com mandado de prisão em aberto serão monitorados e capturados.

Outra novidade este ano é a mudança na disposição do policiamento ostensivo na festa. Desta vez, os postos elevados de observação vão abrir espaço para o folião pipoca. Os policiais militares vão acompanhar o movimento sobre uma passarela montada ao longo do circuito Maneca Ferreira. A iniciativa visa a oferecer mais espaço aos foliões e agilizar a atuação policial. 

Três Centros Integrados de Comando e Controle (CICC) Móveis (caminhões) também serão empregados na Micareta. Ao longo do circuito, câmeras fixas auxiliarão o patrulhamento ostensivo e ações de inteligência.

Capacitação de condutores de trio

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-BA) também vai atuar na Micareta de Feira. A festa terá a participação de equipes das áreas de educação e fiscalização do órgão. Antes da festa, o Detran capacita os condutores de trios e faz a vistoria dos veículos que desfilam no circuito, com teste do etilômetro para os motoristas, blitzes da Lei Seca e ações de conscientização entre os foliões. Para retirar de circulação condutores e veículos irregulares, o Detran terá o apoio da 3ª Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran), localizada em Feira de Santana, e da Polícia Militar.

Respeita as Mina

A Secretaria de Políticas para as Mulheres do Estado da Bahia (SPM-BA) estará na Micareta de Feira de Santana com a campanha Respeita as Mina de enfrentamento à violência contra as mulheres. A SPM levará a Unidade Móvel, que ficará montada próximo ao circuito principal da festa, com uma equipe multidisciplinar para orientações e acolhimento às mulheres. No local também serão distribuídos materiais da campanha como folder, adesivos e ventarolas com informações sobre o combate ao assédio e a importunação sexual em festas populares como a micareta, as várias formas de violência de gênero, como denunciar e onde buscar atendimento.

Teatro Municipal de Itabuna poderá ganhar o nome de Candinha Doria

Domingos Matos, 10/04/2019 | 12:13
Editado em 10/04/2019 | 13:26

Em reunião conjunta, na segunda (08), as Comissões permanentes do Legislativo de Itabuna acataram a sugestão de Beto Dourado (PSDB) para denominar de “Candinha Doria” o futuro teatro municipal. A obra, em fase de construção, deve ser inaugurada em julho deste ano. O projeto em homenagem à Dama do Teatro itabunense seguirá para votação no Plenário.

O relator Júnior Brandão (PT) acrescentou quatro emendas ao projeto do tucano. Uma delas estabelece que o novo bem público fique vinculado à Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC). “Considero a homenagem extremamente justa pelo que Candinha Doria representou para a arte”, frisou o relator ao opinar favorável à proposta de lei denominativa.

 “Candinha era uma artista completa. Além de ‘viver’ a arte, destacou-se pela presença crucial na fundação do Teatro ABC [construído em 1960 na Praça Camacan e demolido dez anos depois] e por tantos outros projetos desenvolvidos. Era uma mulher sempre à frente de seu tempo”, argumentou o autor do projeto. Candinha Doria faleceu em 2014.Comissões votam favorável a nome Candinha Doria em teatro itabunense.

 

Vacinação contra a gripe começa amanhã em todo o país

Domingos Matos, 09/04/2019 | 11:28

Começa nesta quarta-feira (10), em todo o país, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. Nesta primeira fase, serão priorizadas crianças com idade entre 1 e 6 anos, grávidas em qualquer período gestacional e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto). A escolha, de acordo com o Ministério da Saúde, foi feita por causa da maior vulnerabilidade do grupo.

A partir de 22 de abril, todo o público-alvo da campanha poderá receber a dose, incluindo trabalhadores da saúde, povos indígenas, idosos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.

A escolha dos grupos segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). A definição, segundo a pasta, também é respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias, que têm como principal agente os vírus da gripe. A meta é vacinar pelo menos 90% dos grupos elegíveis para vacinação.

A vacina

Em nota, o Ministério da Saúde destacou que, em relação ao ano passado, houve alteração de duas cepas na vacina. Em função da mudança na composição, a pasta considera “imprescindível” que os grupos selecionados, ainda que já tenham sido imunizados anteriormente, recebam a nova dose este ano.

“O Ministério da Saúde não indica a utilização da vacina contra influenza com cepas 2018, pois não tem a mesma composição da vacina de 2019, o que faz com que não seja eficaz para proteção.” (Com informações da Agência Brasil)

Menina de 11 anos é morta a tiros pelo pai ao tentar defender a mãe; irmão de 5 anos fica ferido

Domingos Matos, 09/04/2019 | 10:35

Uma menina de 11 anos foi morta a tiros após tentar defender a mãe, que foi agredida pelo pai, na noite de domingo (7), no povoado de São José de Itaporan, na cidade de Muritiba, no recôncavo da Bahia.

Conforme a Polícia Civil, o irmão de Michele Magalhães Rodrigues, que tem 5 anos, também foi baleado e ficou ferido. O pai das vítimas, identificado como Lucival de Oliveira Rodrigues, conhecido como "Buti da Rifa", é o suspeito de cometer o crime e está foragido.

De acordo com informações da polícia, Michele foi morta ao tentar defender a mãe, que não teve a identidade revelada. A mulher foi agredida a socos pelo marido.

A Polícia Civil informou que Lucival Rodrigues agrediu a esposa após sentir ciúmes. As crianças, que estavam no imóvel, tentaram socorrer a mãe e foram baleadas. Michele morreu na hora e o menino foi socorrido e encaminhado para o Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus. Não há informações sobre o estado de saúde dele.

Segundo a polícia, o corpo de Michele Rodrigues foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Santo Antônio de Jesus. Não há informações sobre o velório e o sepultamento da vítima.

O caso foi registrado na delegacia de Cruz das Almas, responsável pelo plantão no final de semana e vai ser investigado pela Polícia Civil de Muritiba. A mãe da criança deve prestar depoimento nos próximos dias. (Com informações do G1)

Mutirão da Mulher terá mais três especialidades médicas

Domingos Matos, 22/03/2019 | 16:37

O Mutirão da Mulher contará com mais três serviços médicos: pneumologia, nefrologia clínica e gastroenterologia. Além desses,clínica médica, mastologia, cardiologia, ginecologia, geriatria, neuroclínica, dentista e fisioterapia para gestantes. O evento vai acontecer neste sábado (23), das 08h às 12h, na área do Centro Médico do Plansul, localizado no Hospital Manoel Novaes.

Entre os exames disponíveis estão: citologia, ultrassom obstetra, ultrassom transvaginal e de mama, além dos serviços da Feira de Saúde, como aferição de pressão, teste de glicemia, entre outros. Ao todo, serão 26 consultórios para atendimento médico.

Para as mulheres que vão fazer exames de citologia e colposcopia as orientações são as seguintes:

-Evitar contato íntimo dois dias antes do exame, mesmo com uso de camisinha;

-Evitar uso de medicamentos, cremes e absorventes internos e duchas vaginais;

-A mulher não deve estar menstruada;

É importante lembrar, que o evento em questão, será exclusivamente voltado para o público feminino da cidade de Itabuna. Serão realizados ao todo, mil atendimentos gratuitos e as fichas serão distribuídas no local.

Esta é mais uma ação social da instituição no mês em homenagem à mulher.

Documentos necessários para o atendimento: carteira de identidade, cartão do SUS e comprovante de residência.

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.