BAHIAGAS - 25 ANOS

Tag: novos

Multidão participa da “Marcha Para Jesus” em Ilhéus

Domingos Matos, 11/11/2019 | 18:31

Com o tema “Novos Começos”, a 12ª edição da Marcha para Jesus reuniu uma multidão de fiéis na Avenida Soares Lopes, no último sábado (9). O evento teve início às 16h, com intensos pedidos de oração por Ilhéus e pela vida do prefeito da cidade, Mário Alexandre, presente na caminhada, acompanhado da ex-deputada estadual Ângela Sousa e da comitiva do governo municipal. O evento é realizado pela Associação dos Ministros Evangélicos de Ilhéus (AMEI) e contou com o apoio da Prefeitura e do Governo do Estado, por meio da Bahiatursa.

Nomes da música gospel se apresentaram em trios elétricos, concentrados na Praça Castro Alves. A Banda Kastiçais do Forró iniciou o momento de adoração e louvor. Também se apresentaram o Pastor Isaque Valverde, o Ministério de Louvor Marcados Por Cristo e a grande atração da noite, a cantora Rose Nascimento. De acordo com o pastor Gilmar Bonfim, presidente da AMEI, a Marcha traz renovo espiritual e paz aos corações que se sentem aflitos. Líderes de diversas igrejas cristãs preparam caravanas.

“Nunca é tarde para recomeçar. Muita gente passa por momentos difíceis de tribulação, de depressão. Então às vezes a pessoa acha que por um erro ou alguma dificuldade que teve na vida não é possível recomeçar, mas nós apostamos que é possível. Por esse motivo a escolha desse tema”, revelou o presidente da entidade, que também destacou que o apoio prestado pela Prefeitura de Ilhéus foi primordial para o êxito do evento.

“Nós agradecemos muito ao prefeito Mário Alexandre que apostou e pela primeira vez tivemos uma marcha realizada praticamente com cem por cento do apoio do Governo Municipal”. Agentes da Sutram coordenaram o trânsito. O evento contou ainda equipes da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), que disponibilizou uma ambulância de apoio. A Marcha para Jesus é um evento evangélico que acontece anualmente em diversas cidades do País e do mundo.

 

Professor da UFSB realiza testes com barreiras de contenção em praias de Caravela afetadas pelo óleo

Domingos Matos, 11/11/2019 | 17:31

Depois do desastre ambiental que envolveu a chegada de uma grande quantidade de óleo a praias do Nordeste, alguns questionamentos se tornaram recorrentes a toda população: "É possível conter o óleo antes de sua chegada à areia?", "Qual é o melhor método de barragem?" e "Os animais podem ser prejudicados com as barreiras?" são apenas uma parte dos questionamentos que se têm ouvido. Tentando responder a essas perguntas, o professor da Universidade Federal do Sul da Bahia, Anders Schmidt, testou a utilização de barreiras de contenção, no município de Caravelas, no extremo Sul da Bahia. Para pontuar a suas conclusões, ele confeccionou uma nota técnica sobre primeiros resultados desse teste. A nota visa relatar a experiência para orientar atores de outras localidades na utilização de métodos semelhantes para atenuar os impactos ambientais decorrentes do derramamento de óleo.

 

Como foi o experimento

O experimento utilizou 250 m de barreiras flutuantes de contenção de óleo do tipo “cerca” . A barreira tem 84 cm de altura, sendo que 42cm submersos e 42 cm emersos. Ela não contém qualquer tipo de rede que possa prender animais marinhos e é feita de uma lona sintética resistente estruturada por barras de aço verticais. Ao longo de toda a sua margem inferior, fica uma corrente de lastro e na parte superior existem flutuadores não infláveis . A barreira não é contínua, mas sim formada por módulos conectados por mosquetões e velcro, que dá versatilidade para dividi-la em barreiras de vários tamanhos.

Os testes se iniciaram no dia 1º de novembro, na Ilha do Pontal, e teve parte de sua estrutura remanejada para o extremo sul da praia da Barra de Caravelas, adjacente ao riacho do Aracaré, última praia antes do começo dos manguezais, com profundidade inferior a 1 m durante a preamar e com a zona inferior com predomínio de substrato lamoso.

A barreira foi instalada com 75º de inclinação em relação à praia, de modo que, na maré enchente, as manchas e partículas de óleo eram carreadas para a área de sacrifício onde se acumulavam, facilitando a coleta e impedindo a entrada pela barra e o consequente impacto nos manguezais adjacentes.

Durante os testes, foi constatado que a manobra de instalação da barreira deve ser realizada no estofo da preamar para diminuir a resistência no momento da puxada, e para que seja evitada a formação de seio na barreira, o que dificulta muito a manobra pela embarcação e puxada.

Para a instalação, um dos punhos da barreira foi amarrado em uma poita de 3 toneladas instalada no canal pelo rebocador da HM (empresa que presta serviços para a Suzano). Uma embarcação de alumínio com motor de 15hp conduziu o outro punho da barreira até onde a profundidade permitiu e, a partir deste ponto, a barreira foi puxada por um grupo de cerca de 20 voluntários até a linha de preamar, quando então ela foi amarada em duas árvores na restinga adjacente.

De acordo com o professor, durante a maré enchente, pode-se constatar a eficiência da barreira, observando que inúmeros fragmentos de óleo que chegavam flutuando vindos de nordeste, encontravam a barreira e eram carreados para a praia, podendo ser facilmente coletados com luvas na areia ou com peneiras e redes dentro d’água.

“A quantidade de fragmentos diminuía substancialmente da praia em direção ao canal, e eram raros no canal principal após a barreira, indicando a adequação da localização da mesma. No lado protegido da barreira, foi observado apenas 1 fragmento. Fragmentos submersos foram procurados no lado protegido com o auxílio de uma peneira e nada foi encontrado, o que comprova que não havia óleo passando por baixo da barreira”, afirmou Anders em seu relatório.

No estofo da preamar, os fragmentos de óleo deixavam de ser carreados em direção à praia, parando ao longo de toda extensão do lado exposto da barreira. Com o início da vazante, alguns fragmentos que passaram pela barreira retornavam parando no lado protegido da barreira. Assim, nesta situação, com o auxílio de uma pequena embarcação e uma rede de mão, foi possível coletar fragmentos de óleo ao longo dos dois lados da barreira.

Embora as ações da natureza, como aumento da força dos ventos e correnteza, levassem à criação de novos métodos de trabalho, as adaptações foram realizadas de maneira rápida e eficiente, demonstrando, ao longo dos dias, a eficácia da barreira de contenção.

 

As barreiras realmente são eficazes?

Ao final do teste, o grupo de trabalho concluiu que, escolhendo local adequado, com angulação correta, com a utilização de cabos corretos, realização de manutenção diária e observando a força dos ventos, as barreiras de contenção flutuantes do tipo cerca podem ser eficazes para evitar que fragmentos de óleo cheguem a ecossistemas sensíveis, conduzindo-os para áreas de sacrifício onde podem ser facilmente coletados.

Embora nem sempre seja possível encontrar uma praia arenosa com poucas ondas, como a utilizada neste teste, o desempenho da barreira indica a viabilidade de instalação em locais mais abrigados de ecossistemas sensíveis, como manguezais e recifes. No entanto, nesses casos em que não existem praias de sacrifício, é necessária a coleta contínua do óleo carreado para a margem.

Estes testes só foram possíveis graças ao apoio da Suzano Papel e Celulose, da HM Engenharia Costeira e Portuária e de diversos voluntários, na instalação e manutenção da barreira de contenção.

Encontro Regional da Pequena Empresa - Inscreva-se aqui

Clique na imagem para se inscrever

Domingos Matos, 11/11/2019 | 14:42

Será realizado no próximo dia 25, na Uesc , o Encontro Regional da Pequena Empresa e de Novos Empreendedores. O Encontro é uma realização da Associação das Micro e Pequenas Empresas e dos Empreendedores Individuais do Estado da Bahia (Ampesba). Clique AQUI ou na imagem para se inscrever.

Encontro da Microempresa e do Empreendedor Individual será dia 25

Domingos Matos, 09/11/2019 | 11:13

Será realizado no próximo dia 25, na Uesc , o Encontro Regional da Pequena Empresa e de Novos Empreendedores. O Encontro é uma realização da Associação das Micro e Pequenas Empresas e dos Empreendedores Individuais do Estado da Bahia (Ampesba).

Para falar sobre sua participação no evento, e contar sobre o mundo dos negócios, o empresário Delson Mesquita, da Gráfica Mesquita, que será um dos palestrantes, concederá entrevista, na segunda-feira (11), às 10h30min, ao radialista Cacá Ferreira, na Radio Difusora Sul da Bahia.

De acordo com o presidente da Ampesba, Valdir Ribeiro, “será mais uma ótima oportunidade para microempresários e empreendedores individuais aprender, aperfeiçoar suas práticas, para enfrentar um ambiente extremamente desafiador, que é o dos negócios para pequenos empreendedores”.

Valdir destaca que a palestra de Delson Mesquita é uma das mais aguardadas. “Ele é uma referência de sucesso empresarial em nossa cidade e região, e vai mostrar o caminho das pedras para nosso público, assim como os demais palestrantes, cada uma em sua área de atuação. Por isso é muito importante a participação de todos”.

O Encontro Regional da Pequena Empresa e de Novos Empreendedores conta com apoio da Conampe, Universidade Estadual de Santa Cruz-UESC, Banco do Nordeste, Axé da Sorte, Incamilho, Freire Pré-Moldados, Águia Branca e Gráfica Mesquita.

 

Prefeitura de Itacaré conclui mais uma etapa da pavimentação da Marambaia

Domingos Matos, 06/11/2019 | 14:00

A Prefeitura de Itacaré concluiu esta semana mais uma etapa das obras de pavimentação de ruas no bairro da Marambaia, no quilômetro 06. Dessa vez foi finalizado o trecho que vai da estação elevatória da Embasa até a praça principal. Também foi feita a pavimentação de algumas ruas transversais, deixando o bairro ainda mais bonito.

De acordo com o prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, os serviços vão continuar, beneficiando cada vez mais ruas e deixando mais bonita a entrada da cidade. As obras estão sendo feitas com recursos próprios da Prefeitura. Em breve novas ruas e transversais do bairro da Marambaia serão pavimentadas. Também será feito o serviço de ajardinamento de todo o local.

Além desses trechos pavimentados, a Prefeitura de Itacaré também realizou a pavimentação de todo o entorno da praça principal, transformando o espaço em um novo ponto de encontro, lazer e entretenimento. Na semana passada também foi feita a recuperação do piso da quadra esportiva. E esta semana a comunidade, com o apoio da Prefeitura, estará realizando a pintura da quadra.

Para os comerciantes e moradores, as obras foram muito importantes para o bairro, pois não somente valorizou os imóveis, como também deixou o local ainda mais bonito, garantindo opções de lazer e oferecendo mais dignidade para o povo. Os comerciantes informaram que novos pontos comerciais surgiram com a chegada da pavimentação, as residências foram reformadas e o bairro agora está de cara nova, muito melhor e mais bonito.

Vigilância investiga relação de queimaduras em turista com óleo em praia ilheense

Domingos Matos, 04/11/2019 | 07:00

Depois de dar entrada no Pronto Atendimento da zona sul de Ilhéus, na tarde de sábado (2), o empresário mineiro, Anderson Gabriel Palmela, de 38 anos, sente-se melhor. Ele chegou à unidade com queimaduras no corpo após tomar banho de mar na Praia dos Milionários e relatou que sentiu o incômodo ainda na água. A Vigilância de Saúde Ambiental do município investiga a relação do caso com o óleo encontrado nas praias ilheenses, após desastre ambiental que afeta o litoral nordestino.

Depois de ir para casa e tomar banho, percebeu que os sintomas pioraram.  “Meu corpo começou a coçar e queimar muito no mar. Quando cheguei em casa, no banho, a água ficou escura no chão e oleosa, mas na praia eu não vi óleo”, contou o rapaz ao site Correio. Ele disse ainda que horas mais tarde, foi com o secretário de Saúde, Geraldo Magela até a praia e viu fragmento de óleo no local.

Gleidson Santana, coordenador da Vigilância de Saúde Ambiental, disse que não há como relacionar o caso com a presença de óleo nas praias do Nordeste. “A partir da notificação desse caso, que foi isolado, a Vigilância investiga e alimenta o sistema. Acionamos o Centro de Toxicologia para informar a situação. O rapaz será encaminhado ao dermatologista que fará novos exames”.

Orientação

Enquanto as investigações buscam identificar a origem do problema, a orientação da Vigilância à população é evitar o contato com o óleo, porque existem sintomas pelo contato dermatológico, por inalação e ingestão. Diante disso, recomenda-se a utilização dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) orienta para o caso de entrar em contato com o óleo, a população deve tomar cuidado ao retirar o produto. Se houver reação alérgica, ou ingestão acidental, procurar um posto de saúde mais próximo. Recomenda-se usar água e sabão, fricção mecânica e evitar retirar o produto com soluções tóxicas.

Cerca de 20 dias antes da chegada das primeiras manchas de óleo, a Prefeitura Municipal, junto à Marinha do Brasil, Corpo de Bombeiros Militar da Bahia e órgãos ambientais, articulou uma megaoperação para controle e combate ao óleo, reunindo militares e técnicos com a participação de centena de voluntários para limpeza das praias.

Shopping Jequitibá inaugura novas lojas e amplia mix de produtos e serviços

Domingos Matos, 01/11/2019 | 11:38

O Shopping Jequitibá, em Itabuna, inaugurou primeira fase do seu novo projeto de expansão. Cerca de R$ 27 milhões estão sendo investidos pelo shopping para abrigar cerca de 15 novas lojas e serviços, além das salas de projeção da Cinemark, previstas para serem inauguradas em dezembro.

O diretor do Shopping Jequitibá, Manoel Chaves Neto disse que “esse é um momento de grande alegria e satisfação em poder entregar a Itabuna a nova etapa de expansão, com mais opções para os consumidores de uma região que engloba cerca de um milhão e duzentos mil habitantes”. “Quero agradecer nossos parceiros empresariais e colaboradores, que acreditam no projeto de um shopping completo, moderno e diversificado”, disse Neto, ao lado da mãe, Lia Chaves e dos irmãos Leo e Alexandra Chaves.

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas, Carlos Leahy afirmou que “o shopping é a âncora do comércio de Itabuna, que atrai consumidores de toda a região. Essa expansão demonstra o compromisso dos administradores com o desenvolvimento do Sul da Bahia, num processo permanente de atração de novos empresários e na modernização da estrutura”. Fernando Gomes, prefeito de Itabuna, disse que “o Shopping Jequitibá está no mesmo nível das grandes capitais, contribuindo para gerar empregos e movimentar a economia da cidade”.

Exemplo

Um dos empreendimentos, que começa a funcionar a parte de hoje, é a loja da Kalunga, que funciona em espaço de 500 metros quadrados. Por Itabuna ser caracterizado como polo universitário regional, os estudantes e demais clientes poderão encontrar um mix de mais de 12 mil produtos da maior varejista do segmento de papelaria, material escolar, suprimentos para escritório e informática do país. O diretor de expansão da Kalunga, Manoel Cardoso, destacou que “nossa expectativa é excelente, essa é uma região com grande potencial, que tem tudo para continuar crescendo e o shopping é um grande empreendimento e estamos orgulhosos de instalar uma unidade em Itabuna”.

Outra loja âncora na área de expansão, também já aberta, é a Casas Bahia. Uma particularidade da nova loja em Itabuna é que a área de estoque será maior, para atender a expectativa daqueles que gostam de comprar e retirar o produto na hora, incluindo itens da linha branca, como fogões e geladeiras. Além da área de estoque maior, a loja trará o novo conceito Smart, com diversas facilidades para os consumidores, entre elas, a conveniência da experimentação dos produtos.

No final do evento que marcou a entrega da nova etapa de expansão, foi prestada uma homenagem ao empresário Helenilson Chaves, falecido em 2018, responsável pela implantação do Shopping Jequitibá e um dos grandes empreendedores da cidade. “Meu pai é um exemplo para a família, os amigos e todos aqueles que acreditam que as pessoas são capazes de construir um mundo melhor e permanece vivo através de suas realizações”, disse Manoel Chaves Neto, emocionado.

Governo do Estado lança campanha contra o racismo e conjunto de ações durante o Novembro Negro

Domingos Matos, 31/10/2019 | 07:37

O Governo do Estado realiza uma série de ações que integram a programação do Novembro Negro em 2019 e a primeira delas é a abertura oficial das atividades que acontece na próxima sexta-feira (1º), na sala principal do Teatro Castro Alves (TCA), a partir das 19h. Na ocasião, o evento promovido pela Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi) contará com a apresentação do espetáculo ‘Tempos Negros: a legítima Viagem’ do Bando de Teatro Olodum.

Além da peça, haverá participações especiais da cantora Majur, dos blocos afro Ilê Aiyê, Olodum, Malê Debalê, Bankoma, Os Negões, além da Banda Erê e Banda Didá. O acesso do público é gratuito, mas nos ingressos já estão esgotados.  

A secretária de Promoção da Igualdade Racial, Fabya Reis, ressalta realização do evento. “Será um novembro bastante denso e de uma grande articulação institucional. A nossa estreia é com o espetáculo do Bando de Teatro Olodum e diversos artistas neste momento de congraçamento para celebrarmos a chegada do Novembro Negro. Além disso, teremos um conjunto de atividades durante o mês que envolverá diversas secretarias e a Procuradoria Geral do Estado (PGE). A PGE fará um grande lançamento em referência aos 30 anos da Lei Caó – aquela que transforma o crime de racismo em inafiançável e imprescritível. É uma agenda que fortalece o nosso instrumento de combate ao racismo”, explica.

Fabya Reais ainda pontua que durante o Novembro Negro será realizada a II Semana da Igualdade Racial Mestre Moa do Katendê que será promovida pela Sepromi e reúne o Conselho de Desenvolvimento para a Comunidade Negra, o Fórum de Gestores dos municípios e estados responsáveis pela articulação das políticas de igualde. “Estamos todos muito interligados e com o mesmo propósito. Além disso, vale ressaltar o protagonismo da agenda que acontece no dia 20 de novembro, que é baseada no apoio do Governo do Estado às associações da sociedade civil que realizam a Marcha da Liberdade, a grande Marcha do Campo Grande, além da lavagem do Zumbi dos Palmares, entre outras ações que constam do edital da Década Internacional Afrodescendente”, acrescenta.

Campanha contra o racismo

Aproveitando a proximidade das celebrações pelo Novembro Negro, foi lançada nesta quarta-feira (30), a campanha ‘Todas as Vozes contra o Racismo. Todas as leis contra os racistas’. A iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial, convoca a população para uma reflexão e tomada de atitude contra a discriminação racial. O site da campanha é igualdaderacial.ba.gov.br e as denúncias do crime de racismo podem ser realizadas pelo telefone 71 3117 7448.

A secretária Fabya Reis explica que embora tenha sido lançada neste momento, a campanha não está restrita ao Novembro Negro e deve abordar as diversas nuances do racismo e se estende ao longo do próximo ano. “Faremos uma campanha firme e direta em dialogo com a sociedade e queremos trabalhar algumas condutas que as pessoas não entendem como crime de racismo e vamos deixar isso claro para a população. Além disso, vamos promover a importância da denúncia para que a gente possa seguir na apuração e responsabilização dos racistas. Estamos convocando toda a sociedade para que esteja conosco nesse combate”.

Fabya Reis esclarece que as primeiras peças publicitárias estão sendo lançadas neste momento, mas novos temas que envolvem a sociedade também serão contemplados na campanha. “Nós estamos dialogando com os times de futebol como o Bahia, Vitória, Ipiranga e todos aqueles que quiserem nos abraçar. À medida que a campanha ganhe densidade iremos incluindo outros temas no eixo de enfrentamento, no campo pedagógico, para uma mudança de mentalidade. As políticas de igualdade racial são recentes na estrutura do estado brasileiro e a campanha tem esse propósito de fortalecimento do combate ao racismo e intolerância religiosa. Vamos descortinar o conjunto das questões que envolvem o racismo estrutural, institucional e todas as suas manifestações”, conclui.

Chapa Itabuna Mais Forte propõe fortalecer o Itabuna Esporte Clube para o Baianão 2021

Domingos Matos, 25/10/2019 | 11:09
Editado em 25/10/2019 | 11:10

Discutir a viabilidade do Itabuna Esporte Clube como time de futebol profissional, preparar uma equipe competitiva para disputar o Campeonato Baiano de 2021, buscar parceria com uma incorporadora para negociar parte da área da sede social, construir um moderno Centro de Treinamento, realizar um diagnóstico da atual situação patrimonial e financeira do clube, promover um recadastramento geral dos sócios e lançar uma campanha publicitária para motivar os torcedores e atrair novos os associados. Estas são algumas das propostas dos integrantes da chapa “Itabuna Mais Forte”, a única que concorre às eleições dos novos presidente e vice-presidente da Diretoria Executiva, e dos membros do Conselho Deliberativo e do Conselho Fiscal do clube. A votação será no próximo domingo, dia 27, na sede social do IEC, no bairro Conceição.

“Vamos resgatar, com planejamento, transparência e responsabilidade, a importância do Itabuna no cenário esportivo baiano, tanto na sede social, quanto no futebol profissional”, garantiu o professor de Educação Física Rodrigo Dantas Xavier-“Digão”, que lidera a chapa na condição de candidato a presidente da Diretoria Executiva. “A intenção dos integrantes da chapa é buscar parceiros para criar uma grande divisão de base, formar novos atletas. O nosso plano é quitar os passivos fiscais e trabalhistas do clube, e construir um moderno CT numa área afastada do centro da cidade”, acrescentou. O ex-presidente Sandoval Benevides concorre ao cargo de vice-presidente.

A chapa, integrada por quarenta e oito membros entre efetivos e suplentes, foi registrada na manhã desta quinta-feira, dia 24. O grupo é formado por ex-dirigentes e ex-atletas, desportistas, empresários, servidores públicos, advogados, professores e jornalistas. “Queremos um Itabuna cada vez mais forte. Com muito diálogo, nos unidos e conseguimos formar uma chapa de consenso e única. A proposta é o IEC negociar parte da área da sede social em troca da revitalização e modernização de outra parte que continuaria pertencendo ao clube. Tenho plena convicção que com profissionalismo, juntos traremos volta a associado à nossa sede, mobilizaremos os torcedores e conseguiremos atrair grandes parceiros e investimentos para o nosso IEC, sempre com a presença do Ministério Público, da Imprensa e de representantes da sociedade”, afirmou.

A chapa

Integram a chapa, na condição de membros do Conselho Deliberativo, Ruy Correia Soares, Evans Maxwel de Araújo, José Matos Conceição, Olívio Martins da Hora, Alberto Elmo Martins, Ederivaldo Benedito Santos, José Paulino Gomes Neto, Carlos Maron Neto, Luis Santana Nascimento, Rommel Serra Vasconcelos, Allah Muniz Góes, Adriano Nunes Seixas, Aurelito Lorenz, Álvaro Almeida de Castro, José Evaristo Cardoso Neto, José Carlos Alves da Silva, Emílio de Moraes Guirra, Erisvaldo Araújo Santos, Ricardo Sampaio Souza, Valter Ramos da Silva, Thiago Nascimento Barbosa, Daniel Rogério Oliveira de Souza, Antônio Eduardo Simões, Gilberto Santana Filho, Gilberto Santana Filho, Waldson Luis Kruschewisky, Luciano José Stelitano, Ademilton Oliveira Ninck, Lucidalva Barbosa Souza, Maria José dos Reis Gonçalves e João Luiz Cordeiro Passos.

Os suplentes do Conselho Deliberativo são: Silvina Jeane Pedra, Carleone Rodrigues de Souza, Carlos Fernandes da Silva Pereira, Gabriel Silva Cavalcante, Samylla Santos Gomes Xavier, George Thadeu Campos, Sebastião Nunes Barros, Crélia Lima dos Santos, Durval Ribeiro Filho e Alex Santos Figueredo. Já o Conselho Fiscal é integrado por Ivanilson de Souza Pontes, Edval Jorge Duarte Caldas e Lucas Cordeiro Passos. Lilian Bastos Ferraz, Carlinéia Lima Santos e Walter Barbosa Júnior são suplentes dos Conselho Fiscal.

Outubro Rosa: uma em cada 12 mulheres receberá o diagnóstico de câncer de mama ao longo da vida

Controle de peso, alimentação balanceada e exames periódicos de rotina são aliados na luta contra a doença

Domingos Matos, 01/10/2019 | 00:21
Editado em 01/10/2019 | 15:28

Levantamento realizado pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA) revelou que o Brasil somará cerca de 60 mil novos casos de câncer de mama em 2019,  número que corresponde a 28% de todos os diagnósticos da doença registrados no país - o que faz dele o tumor mais incidente entre as mulheres depois do câncer de pele-não melanoma. Mundialmente os dados também são alarmantes: o câncer de mama afeta 2,1 milhões de pessoas por ano e é o quinto que mais mata, de acordo com o Globocan 2018, um estudo da Agência Internacional para a Pesquisa do Câncer.

Neste sentido, um dos principais mecanismos de controle e identificação da doença ainda é a mamografia que, de acordo com o INCA, deve ser feita por todas as mulheres com mais de 40 anos. Todavia, é justamente na adesão a este exame de imagem que está um dos entraves para vencer a doença.

A Pesquisa Nacional de Saúde 2013 (PNS),  a mais recente disponível no Brasil, aponta que 3,8 milhões de mulheres de 50 a 69 anos nunca realizaram mamografia, o que corresponde a 18,4% da população feminina nessa faixa etária. O maior índice entre as grandes regiões fica no Norte (37,8%), contra 11,9% do Sudeste, que tem a menor taxa.

“O primeiro e principal passo para combatermos a doença é o conhecimento. Temos que maximizar a exposição das informações para que cada vez mais mulheres e população em geral estejam conscientes da necessidade de realização da mamografia”, afirma Bruno Ferrari, oncologista e Presidente do Conselho de Administração do Grupo Oncoclínicas.

A opinião do médico é endossada por um levantamento da Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) que aponta para uma realidade diretamente relacionada à evolução nos índices de  envelhecimento da população: uma em cada 12 mulheres receberá o diagnóstico de um tumor nas mamas até os 90 anos de idade. E a importância das medidas voltadas à conscientização sobre o este tipo câncer ainda é justificada por mais um dado: as chances de cura chegam a 95% dos casos quando o tumor é detectado no início.

Por isso Ferrari é taxativo, o diagnóstico precoce é fundamental para as chances de recuperação dos pacientes. Ele lembra ainda que mulheres com histórico de câncer na família, ou seja, cujas mães, avós ou irmãs tiveram câncer de mama, devem iniciar o rastreio por mamografia mais cedo, aos 35 anos.

“Cerca de 10% dos casos de câncer de mama estão associados a fatores genéticos hereditários, ou seja, transmitidos de pais para filhos. Nessas situações, o controle preventivo deve ser iniciado antes mesmo dos 40 anos por conta do risco aumentado”, explica.

Mudanças

Além de realizar exames preventivos com frequência, cultivar uma rotina saudável, de acordo com Ferrari, é a chave para reduzir as taxas de câncer de mama. Parar de fumar, buscar uma alimentação saudável e manter uma rotina de exercícios para ficar em forma estão, em geral, associados à vaidade e a beleza. A boa notícia é que essas e outras atitudes exercem também papel fundamental na prevenção do câncer de mama.

“A prática regular de exercícios físicos e adoção de uma dieta alimentar balanceada são essenciais tanto para reduzir as chances de incidência do câncer de mama quanto para reduzir os riscos de recidiva da doença”, avisa.

Segundo o oncologista, obesidade, sedentarismo e tabagismo estão entre os fatores evitáveis que podem contribuir para o surgimento da doença.

E ele não está sozinho. Uma pesquisa publicada na revista Nature e que contou com a colaboração do Ministério da Saúde revela que uma em cada dez mortes em decorrência de câncer de mama no Brasil – cerca de 12% – poderia ter sido evitada com a prática de atividade física regular. De acordo com a pasta, os números mostram que, em 2015, 2.075 mortes poderiam ter sido evitadas se as pacientes realizassem pelo menos uma caminhada de 30 minutos ao dia cinco vezes por semana.

Um outro estudo da Sociedade Norueguesa de Câncer, realizado com 102.098 mulheres na Noruega e na Suécia durante dez anos, descobriu que, em comparação com os não fumantes, aquelas que fumaram 10 ou mais cigarros por dia durante 20 ou mais anos tinham um três vezes mais risco de desenvolver câncer de mama invasivo. Meninas que começavam a fumar antes dos 15 anos tinham quase 50% mais chances de ter o tumor.

A importância desse tipo de atitude não fica apenas na prevenção, alerta o médico. “Uma série de pesquisas científicas como essas sugerem que indivíduos que praticam atividade física e seguem uma dieta equilibrada têm melhores respostas ao tratamento e, portanto, apresentam taxa de sobrevivência maior ao câncer cinco anos após o diagnóstico”, destaca Bruno Ferrari.

Companhia área passa a operar em Salvador com vôos internacionais de ultra baixo custo

Domingos Matos, 24/09/2019 | 17:37

O governador Rui Costa acompanhou, na manhã desta terça-feira (24), a apresentação da companhia aérea JetSmart, que passa a operar voos internacionais em Salvador a partir de 27 de dezembro com destino a Santiago, no Chile. As passagens estarão disponíveis para compra no site da empresa ainda nesta terça-feira. Com a inserção no mercado nacional, o Brasil passa a ser o quarto destino internacional da companhia sul-americana.

“Além de ser um novo vôo que permite esse intercâmbio entre a Bahia e o Chile, me entusiasma ser uma companhia de baixo custo, que vai possibilitar que novos passageiros possam voar, a preços mais baixos que de trechos domésticos, e isso vai aumentar muito o número de passageiros e viabilizar uma melhora no turismo, aquecer a economia”, afirmou o governador Rui Costa.

A JetSmart oferece tarifas consideradas de ultra baixo custo. A companhia também vai realizar voos em Foz do Iguaçu, a partir de 5 de janeiro, e São Paulo com início da operação prevista para 20 de março. As viagens com partidas e chegadas em Salvador e São Paulo terão custo, incluindo tarifas, a partir de R$ 299 e de Foz do Iguaçu os valores começam em R$ 269, já com as taxas.  Os valores são válidos para cada trecho.

A apresentação da companhia foi realizada pelo CEO e fundador da JetSmart, Estuardo Ortiz. “No modelo de ultra baixo custo o passageiro paga apenas pelo serviço que ele de fato consome. Muitas vezes se confunde o baixo custo com baixa qualidade, o que não é verdade. Nossas aeronaves são novas, com recursos tecnológicos que permitem o menor consumo de combustível, além de fatores como conforto na distancia entre as poltronas”, conta.

A expectativa da empresa é transportar 33.000 passageiros anualmente para a capital baiana. Salvador contará com três frequências semanais, às terças, sextas e aos domingos durante o verão e duas no resto do ano. Para São Paulo e Foz do Iguaçu a expectativa é transportar 30 mil passageiros anualmente com dois voos semanais.

O serviço aéreo oferecido pela companhia conta com seis Airbus A320neo e os passageiros poderão realizar voos diretos, sem escalas, a partir de Santiago com destino às três cidades brasileiras. As aeronaves têm capacidade de transportar cerca de 190 passageiros.

A partir da operação no Brasil, a JetSmart passa a operar nove rotas internacionais, somadas às seis já existentes. Até então, a companhia operava as rotas: Santiago-Buenos Aires, Santiago-Lima, Santiago-Trujiillo, Santiago-Arequipa, Antofagasta-Lima e Concepción-Lima.

 

Futuros escrivães, investigadores e delegados da Polícia Civil iniciam curso de formação

Domingos Matos, 24/09/2019 | 13:35

A aula inaugural do Curso de Formação 2019 da Academia da Polícia Civil da Bahia (Acadepol) reuniu, na manhã desta terça-feira (24), na Assembleia Legislativa do Estado (Alba), todos os aprovados no último concurso realizado para preenchimento de vagas na corporação. Ao todo, 340 futuros delegados, investigadores e escrivães iniciaram a preparação, que acontecerá nos próximos quatro meses.

Presente no evento, o titular da Secretaria de Segurança Pública (SSP), Maurício Barbosa, fez questão de desejar boa sorte aos formandos da Polícia Civil da Bahia (PC-BA). "Essa formação é necessária e obrigatória. Só depois da aprovação do grupo será possível nomear e dar posse aos novos escrivães, investigadores e delegados, e boa parte deve atuar no interior do estado. Há municípios com cerca de 50 mil habitantes que clamam por um reforço na polícia investigativa", explicou.

Delegado-geral da PC-BA, Bernardino Brito Filho, ressaltou que dentro de pouco tempo todos estarão na ativa. "Nosso curso de formação dura quatro meses, então esperamos que já em fevereiro próximo nossos formandos ingressem na carreira policial. Essa formação é importante, pois a Polícia Civil precisa ter seu efetivo ampliado e, por isso mesmo, estamos dando início aos trâmites necessários para instalar um novo processo de seleção", anunciou.

As aulas iniciadas esta semana incluem palestras do delegado-geral da PC-BA e do coordenador da Coordenação de Operações Especiais (COE), Hélio Jorge Oliveira Paixão. Toda a preparação reúne a parte teórica e também visitas técnicas e estágio supervisionado, para que os aprovados obtenham a experiência prática antes de estarem aptos para a nomeação.

 

Oferta de vagas em ensino superior a distância é maior que presencial

Domingos Matos, 20/09/2019 | 10:09

O Censo da Educação Superior divulgado ontem (19) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e pelo Ministério da Educação (MEC) mostra que, pela primeira vez, a oferta de vagas nos cursos de graduação na modalidade educação a distância (EaD) é maior que a do ensino presencial.

Em 2018, foram ofertadas 7,1 milhões de vagas nos cursos de educação a distância e 6,3 milhões em cursos presenciais. O número de cursos EaD cresceu 50% em um ano, passando de 2.108 em 2017 para 3.177 em 2018.

O ministro Abraham Weintraub (foto) disse que a maior oferta de vagas no ensino a distância é uma “tendência nacional e mundial”  (Arquivo/Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Apesar da maior oferta de vagas em cursos a distância, os cursos presenciais ainda tiveram mais alunos novos matriculados em 2018. Houve 2 milhões de matrículas na modalidade presencial e 1,3 milhão em cursos EaD.

O Inep destaca que o número de ingressos nos cursos de graduação a distância tem crescido significativamente nos últimos anos, dobrando sua participação no total de novos alunos, de 20% em 2008 para 40% em 2018. Nos últimos cinco anos, segundo o instituto, os ingressos nos cursos presenciais diminuíram 13%.

Para o ministro da Educação, Abraham Weintraub, a maior oferta de vagas no ensino a distância em relação ao presencial é uma “tendência nacional e mundial”. “Isso só tende a se consolidar”, afirmou.

 

Desistências

Dados do Censo da Educação Superior apontam que, dos estudantes que entraram em 2010, 56,8% desistiram do curso e apenas 37,9% concluíram os estudos. Outros 5,3% continuavam na graduação seis anos depois do início do curso.

“Qualquer atividade econômica – e o ensino é uma atividade econômica – tem que ter critérios de eficiência. E o Brasil é muito ineficiente. Mais da metade dos ingressantes desiste ao longo do curso, sendo também que há um elevado grau de pessoas que ficam muito mais tempo necessário para concluir o curso”, disse o ministro.

E acrescentou: "Se a gente reduzisse significativamente essa ineficiência, a gente conseguiria dobrar o número de pessoas com ensino superior completo no Brasil, utilizando os mesmos recursos atualmente disponíveis".

Segundo o MEC, o Brasil tem 8,4 milhões de estudantes de graduação matriculados em instituições de ensino superior, 20% deles em universidades públicas.

“Um total de 3,4 milhões de estudantes ingressou em cursos de graduação em 2018. No mesmo ano, 1,2 milhão de estudantes concluíram a educação superior. As informações do censo foram coletadas em 2.537 instituições, 2.238 delas privadas. Neste grupo, estão matriculados 75% dos estudantes, cerca de 6,3 milhões de alunos”, informou o ministério. (Com informações da Agência Brasil)

Confirmado: Armandinho abre Festival Boa Música em Itacaré

Domingos Matos, 17/09/2019 | 18:39

Nomes da bossa nova, do MPB, do jazz e do blues estarão em um dos destinos turísticos mais badalados da Bahia no mês de novembro. Nos dias 15 e 16, Itacaré recebe a primeira edição do Festival Boa Música. Para abrir o evento, Armandinho Macedo junto a Iacocce Simões e Emanuel apresentam o show instrumental.

Filho de Osmar, inventor do trio elétrico junto a Dodô, Armandinho trio apresenta neste show um passeio pela sua história musical, tocando desde de clássicos populares como o Bolero de Ravel, Aria da Corda Sol de Bach, aos populares mais clássicos como o Brasileirinho e Noites Carioca. A apresentação também contará com canções tão bem soladas pelo instrumentista, como Smoth do Santana, My Guitar Gently Wepps dos Beatles, além de alguns de seus grandes sucessos da Cor do Som e do Trio Elétrico, como: Zanzibar, Beleza Pura e Chame Gente.

Em Itacaré, Armandinho, que comemora 50 anos de carreira, estará a acompanhado do teclado de Iacocce Simões e a percussão de Emanuel. Com jeito único de interpretar os clássicos do chorinho com seu bandolim, o artista viaja pelo mundo divulgando sua Guitarra Baiana. Ao lado do seus Irmãos do trio elétrico Armandinho, Dodô e Osmar, os “Irmãos Macedo”, Armandinho vem realizando diversas apresentações em teatros com o nome: Musica, carnaval e revolução.

No momento Armandinho acaba de lançar o CD BAS (Brasil Afro Sinfônico), no qual atua como solista e conta com a percussão do Olodum New Generation e da Orquestra Sinfônica de São Petersburg na Rússia, o repertorio é composto por clássicos como: Bolero de Marvel, Marcha Turca de Mozart, Ave Maria de Schubert, o Hino do Brasil e muito mais.

"As atrações do Festival estão sendo escolhidas a dedo, dentro do conceito da boa música, e assim como Armandinho Macedo, outros nomes irão agradar muito ao público que estará em Itacaré no feriadão da proclamação da República", disse o prefeito Antônio Anízio. O evento conta com o patrocínio do Governo do Estado da Bahia por meio da Superintendência de Fomento ao Turismo (Bahiatursa) e apoio da Cervejaria Eisenbahn.

Armandinho Macedo começou sua carreira em 1964, com apenas 10 anos de idade. Com 15 anos, no programa a Grande Chance de Flavio Cavalcanti na TV Tupi, vence o concurso de calouros na Bahia e fica em segundo lugar na edição nacional realizada no Teatro Municipal do Rio de Janeiro. No final dos anos 70, monta o grupo “A cor do som”. A banda foi uma das primeiras do país a unir a música regional ao rock, a banda foi considerada um dos principais grupos nacionais.

 

Festival Boa Música - Idealizado pela Prefeitura de Itacaré por meio da Secretaria de Turismo da cidade, o evento busca valorizar a boa música produzida no Brasil, com ênfase na instrumental, jazz, bossa nova, e MPB. O acesso é gratuito fiel à proposta de promover o intercâmbio entre novos expoentes da música, tendo como principal objetivo divulgar e fortalecer o trabalho de artistas de diferentes ritmos musicais.

O evento terá apresentações culturais, workshop para músicos, feira da economia criativa e concurso gastronômico, além de cortejo nas ruas. Durante o dia, jazz e blues no palco Elza Soares (Ponta do Xareú), no por do sol, a noite os palcos batizados de Tom Jobim (Praça Santos Dumont), João Gilberto (Rua da Pituba), Vinícius de Moraes (Passarela da vila) e Dorival Caymmi (Orla de Itacaré).

A ideia é atrair ainda mais fluxo turístico, sendo realizado durante o feriado da Proclamação da República, gerando com isso emprego e renda. São esperados um público de 10 mil pessoas durante os dias do evento.

Itabunenses conquistam dois títulos, dois vices e um terceiro lugar no Campeonato Baiano de Boxe

Domingos Matos, 17/09/2019 | 17:35

Os lutadores itabunenses que participaram no último sábado (14), do Campeonato Baiano de Box - AOB, promovido pela Federação de Box do Estado da Bahia, conquistaram dois títulos estaduais, dois vice e um terceiro lugar na competição, que serve como vitrine esportiva revelando novos valores para esta modalidade esportiva. A delegação foi liderada pelo treinador Gilmarques Mendes Sabino, instrutor da Federação Baiana de Box, que elogiou o esforço e o desempenho dos atletas na superação de dificuldades, revelando um alto potencial técnico.

A equipe contou com o apoio da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), que contribuiu com a cessão das passagens da delegação. O presidente da FICC, Daniel Leão, estuda a concessão de bolsas para 10 atletas e artistas itabunenses, com alto desempenho, uma questão ainda em estudo na área jurídica e que deve ser encaminhada ao legislativo municipal ainda nos próximos meses.

Conquistas

O melhor desempenho na equipe itabunense ficou com o lutador Samuel Rosa, o mais jovem integrante da delegação, de apenas 13 anos, 52 quilos e que foi campeão baiano Infantil Estreante 2019 e em paralelo, conquistou o título de campeão baiano no Campeonato Aberto 2019. Com uma técnica própria, Rosa é considerado uma das revelações do box itabunense e um atleta com potencial de alto rendimento.

Outro destaque foi Jonatan Passos, de 20 anos, 63 quilos, um lutador médio ligeiro, integrante do Projeto Lutando Pela Paz, coordenado pelo técnico Gilmarques Mendes Sabino, que também é educador social. Ele, conquistou o Vice-campeonato Baiano 2019, na categoria elite e soma agora 18 lutas, com 15 vitórias, seis delas por nocaute e três derrotas por pontos, sendo considerado o melhor atleta da região na sua categoria.

Já Juan Miguel Viana Mota, 18 anos, 75 quilos, conquistou o Vice-campeonato Baiano Estreante 2019, na categoria juvenil e ficou ainda com o terceiro lugar do Campeonato Baiano Aberto de Boxe (AOB).

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.