Tag: oficina

Gacc Sul Bahia realiza Congresso Mirim e Natal das crianças e adolescentes

O evento é promovido pelo GACC com apoio da Equipe Multiprofissional e o Núcleo de Estudos e Orientação em Oncoematologia Pediátrica - NEOOP da Uesc

Domingos Matos, 21/11/2019 | 08:17

O Grupo de Apoio à Criança com Câncer Sul Bahia realiza nesta sexta-feira (22) o IV Congresso Mirim para informar aos pacientes – crianças e adolescentes – com uma linguagem mais acessível, a respeito do tratamento do câncer infantojuvenil, assim como orientar pais e acompanhantes sobre a importância dos cuidados e direitos adquiridos durante o tratamento. O evento acontecerá na Casa de Apoio do GACC Sul Bahia em Itabuna e terá como tema: Ohana, quer dizer família, família quer dizer GACC.

O Congresso será no período da tarde, das 13h30min às 16h, com oficinas, mesas redondas, bate-papos, brincadeiras, musicalização, desafios e dinâmicas com orientações sobre o tratamento para os pacientes e seus familiares de acordo com cada faixa etária e ministrada por profissionais de enfermagem e técnicos, nutrição, assistente social, farmácia, odontologia, pedagogia, psicologia e as médicas da oncologia pediátrica.

Logo após o Congresso, acontecerá também o encerramento da campanha da Polícia Rodoviária Federal “Pare pra mim – A solidariedade continua parando o trânsito”, edição 2019, às 16h na Casa de Apoio do GACC Sul Bahia. O inspetor Marcus Vinicius Rodrigues, chefe da 5ª Delegacia da PRF, em Itabuna, é o coordenador da campanha na região, e lembra que está é a quinta edição do projeto e que a cada ano, as expectativas são superadas. “A cada ano conseguimos atender um maior número de crianças e seus familiares, e isso é o mais importante e muito gratificante.”, salienta.

A solenidade de encerramento que terá a entrega das doações, e passeio com o ônibus da PRF, marca o Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantojuvenil (DNCCI). Nesta data, o GACC Sul Bahia, juntamente com a Confederação Nacional das Instituições de Apoio e Assistência à Criança e ao Adolescente com Câncer (CONIACC) chama a atenção da população para a importância do diagnóstico precoce da doença, pois, quando descoberto cedo, o câncer em crianças e adolescentes tem mais chances de cura.

Já o Natal das Crianças e adolescentes, terá inicio após o passeio com a PRF, que trará de ônibus o papai Noel. As crianças serão recebidas na Casa de Apoio com o Coral Chico de Assis, que apresentará cânticos de Natal, enquanto Papai Noel anuncia o acendimento das luzes de Natal e fará a entrega dos presentes e confraternização das famílias.

 

SERVIÇO:

Local: Casa de Apoio do GACC Sul Bahia

Data: 22 de novembro de 2019

O que: IV Congresso de Oncologia Pediátrica – 13h30min às 16h

O que: Encerramento campanha “Pare pra mim” PRF (entrega doações e passeio com as crianças de ônibus) – 16h

O que: Natal das crianças e adolescentes do GACC (Coral Chico de Assis e entrega dos presentes pelo Papai Noel) – 17h30min

                                              

 

Amurc sedia Curso Pregão Presencial nos dias 19 e 26 de novembro

Domingos Matos, 14/11/2019 | 15:21

A ResPublicae – Empresa de consultoria e assessoria em Administração Pública -, em parceria com a Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste Baiano – Amurc promove nos próximos dias 19 e 26 de novembro, das 8 às 18 horas, na sede da entidade, o Curso “Pregão Presencial na Prática”, voltada para servidores municipais e profissionais liberais de vários municípios da região.

A capacitação será conduzida pela especialista na área de licitação a 14 anos, Ana Carine Souza (foto), com o objetivo de formar pregoeiros e orientar os servidores sobre as questões legais que envolvem os processos de licitação. “Eles serão orientados sobre as exigências legais dos órgãos de controle externo e terão acesso a conteúdo e um momento de simulação de pregão”, explicou Carine.

O participante terá como bônus a Oficina de Registro de Preços. O curso tem o investimento de R$ 900,00, mas os servidores de municípios associados da Amurc terão descontos. Mais informações pelos telefones (73) 3613-5114 ou 99196-1359.

 

 

 

Educadores participam de formação em Itabuna e Seabra para implantação do Novo Ensino Médio na rede estadual

Domingos Matos, 13/11/2019 | 15:25

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) realiza o 2º Encontro Formativo do Novo Ensino Médio nos municípios de Itabuna e Seabra, respectivamente, no Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães e Colégio Estadual de Seabra, na terça (12) e na quarta-feira (13). Voltada para coordenadores pedagógicos, gestores das escolas-pilotos e representantes dos Núcleos Territoriais de Educação (NTE), a atividade já foi realizada em Salvador, de 5 a 8 de novembro. A próxima formação será em Feira de Santana, de 18 a 21 de novembro.  

No total, estão participando da formação, nos dois municípios, 290 representantes de escolas-piloto dos NTEs 1 (Irecê), 2 (Bom Jesus da Lapa), 3 (Seabra), 11 (Barreiras), 14 (Itapetinga) e 23 (Santa Maria da Vitória), bem como os 5 (Itabuna), 7 (Teixeira de Freitas), 8 (Itapetinga), 20 (Vitória da Conquista), 22 (Jequié) e 27 (Eunápolis). Os educadores estão discutindo temas como “O Novo Ensino Médio baiano: princípios, fundamentos e organização curricular” e “PDDE – Novo Ensino Médio e devolutivas das PFC”.

Além disso, os participantes protagonizam atividades para socializar as boas práticas das escolas-piloto e das oficinas do Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC) e do Programa Ciência na Escola (PCE). Destaque para a Oficina de Foguete, sob o comando do professor do Colégio Estadual de Seabra, Luan Orion, vencedor, este ano, junto a estudantes como Mateus Mendes de Souza, do Colégio Estadual de Seabra, da 23ª Mostra de Foguetes, no Rio de Janeiro, onde apresentaram um trabalho de iniciação científica, envolvendo conhecimentos da Física, Química, Matemática, a partir da confecção dos foguetes com garrafa PET, vinagre e bicarbonato de sódio. “A oficina foi uma ação extremamente positiva e estou feliz com a oportunidade de poder semear este conhecimento que venho desenvolvendo junto a outros professores do país inteiro. Fizemos uma competição e foi bem interessante ver os colegas envolvidos com o fazer científico de forma cada vez mais concreta, que é uma das propostas que a gente tem para o Novo Ensino Médio”.

O estudante Mateus Mendes de Souza, membro de uma das equipes que entraram para o Top 10 Nacional na categoria de lançamento de foguetes na proporção de bicarbonato e vinagre, atuou como monitor da oficina e falou sobre a experiência. “Fiquei muito lisonjeado e foi muito importante a experiência de, pela primeira vez, dar aula a professores, coordenadores pedagógicos e diretores de escola. Eles disseram que fui um professor muito rígido”, brincou.

A gestora escolar Risadalva Cardoso Dourado do Nascimento, do Colégio Estadual Justiniano de Castro Dourado, em Lapão, elogiou a iniciativa. “A nossa formação está sendo maravilhosa. Só temos que agradecer à Secretaria da Educação pelo empenho em realizar uma formação para nos dar condições de colocar para funcionar o Novo Ensino Médio renovado, que atenda às expectativas dos nossos alunos. Que eles sejam felizes, cidadãos éticos e formadores da sua própria história”.

 

Estratégias e propostas

A diretora de Currículo, Inovações e Tecnologias Educacionais da SEC, Jurema Brito, reforçou a importância do diálogo com a comunidade escolar sobre o Novo Ensino Médio, visando a consolidação de estratégias e propostas. “Estamos em Seabra com 190 representantes de escolas-piloto do município, nos debruçando sobre as novas diretrizes para o Novo Ensino Médio para 2020 nas primeiras séries do Ensino Médio. Discutimos temas como o que vai mudar nas matrizes curriculares; quais são as unidades flexíveis desse currículo; como ficam a Base Nacional Curricular Comum e a carga horária dos professores; os componentes curriculares da base; e quais são as unidades curriculares obrigatórias e as que terão eletividade, que é a escolha dos estudantes para algumas formas de trabalhar em sala de aula dentro dos contextos deles, dialogando com as questões territoriais, as demandas sociais que eles trazem, as questões de direitos humanos, sustentabilidade ambiental, com foco na pesquisa e nas Ciências”.

A Secretaria da Educação vem há mais de um ano debatendo o Novo Ensino Médio e a Bahia tem um piloto de 565 escolas participando desse programa. Ao longo desse último ano, as escolas trabalharam planos e propostas de flexibilização curricular. A mudança curricular se inicia em 2020 e vai alcançar todas as séries do Ensino Médio.

 

Outubro Kids no Shopping Jequitibá tem oficinas, teatro e Halloween

Domingos Matos, 09/10/2019 | 14:59

O Shopping Jequitibá, em Itabuna, inicia nesta quinta-feira (10), o Outubro Kids, com uma programação especial, para comemorar o Mês das Crianças, num ambiente que garante conforto e segurança. Nos dias  10, 11 e 12, a partir das 14 horas,  serão realizadas oficinas de Cupcake e Sorvecake, com Tia Eliana, da Doce Delícia.   Já no dia  13, a partir das 14 horas, momentos de pura magia, com as oficinas de Circo, com a turma do  Circo da Lua.

Aos domingos,  sempre às 17 horas,  acontece a programação teatral com a Cia. Teatro e Fantasia. No dia 13,  espetáculo “A magia dos clássicos infantis”, no dia 20, “A Bela e a Fera” e no dia 27, “Frozen, uma aventura congelante”.

De 22  a 29 de outubro, será realizado o projeto  “ Jequitibá Kids Festas Criativas”, com exposição de empresas que trabalham com eventos infantis. Fechando o Outubro Kids, no dia 31, às 17;30  horas, acontece a Festa de Halloween (Dia das Bruxas), com uma “programação horripilante”.  

Corpo de Bombeiros debela incêndio florestal em Barreiras

Domingos Matos, 25/09/2019 | 14:35

A Guarnição de Combate a Incêndio Florestal (GCIF) atuou nos últimos dias no combate ao incêndio nas serras do Saco e do Mimo, em Barreiras, oeste da Bahia. O grupo é formado por 12 bombeiros militares especializados em prevenção e combate a incêndios florestais e militares do 17º Grupamento de Bombeiros Militares (GBM), 

Na manhã desta quarta-feira (24), a Secretaria do Meio Ambiente (Sema), por meio do Programa Bahia Sem Fogo, deslocou uma aeronave para sobrevoo da área, quando foi detectada a inexistência de focos de queimadas. A aeronave continua no local para atuar em caso de reignição do fogo.

“A principal técnica de combate realizada foi o isolamento das áreas de fogo por meio de aceiros progressivos. Adotamos também a técnica de resfriamento com a utilização da moto bomba d’água Mini Striker, para frear o avanço do fogo sobre áreas próximas à rede de alta tensão, fazendas e estabelecimentos comerciais. Entretanto, as movimentações do ar, fortes e constantes, dificultaram a ação de combate, reativando pontos quentes, e também transportando materiais incandescentes para áreas não afetadas,” explica o capitão BM Murilo Rocha.

O secretário do Meio Ambiente, João Carlos Oliveira, ressalta o trabalho realizado pelo Corpo de Bombeiros para o combate ao incêndio nas serras. “Estamos acompanhando diariamente e participando ativamente das estratégias de enfrentamento aos incêndios florestais. Nossa atenção é redobrada, especialmente pelos alertas emitidos por nossa equipe técnica, para o aumento das ocorrências de queimadas nos próximos meses. Pedimos uma especial atenção da população baiana, principalmente das regiões do oeste e Chapada Diamantina, que lideram as ocorrências de incêndios florestais no estado", explica. 

O oeste lidera em números de focos de incêndio identificados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) na Bahia. Segundo os dados do satélite de referência Áqua Terra, o município de Formosa do Rio Preto apresentou 442 focos de calor de janeiro a setembro deste ano, com 11,1% das ocorrências do estado. Logo em seguida, também no oeste, aparece São Desidério, com 337 focos, 8,5% das ocorrências no estado. Em toda a Bahia, o número de focos de queimadas de janeiro a setembro deste ano já ultrapassa em 28% em relação ao mesmo período do ano passado.

 

Combate no oeste 

A equipe do 17º GBM atua também em outros pontos de Barreiras em incêndios de menores proporções, especialmente no povoado de Riachinho. Foi notificado ainda incêndio no município de Ipupiara, para onde foram deslocados oito bombeiros militares na manhã desta terça (24).

 

Bahia Sem Fogo 

As ações de prevenção e combate aos incêndios florestais na Bahia se tornaram mais efetivas a partir de 2010, com a criação do Bahia Sem Fogo, programa coordenado pela Sema, que integra o Comitê Estadual de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais da Bahia, formado por representantes de secretarias estaduais, instituições municipais e federais.

O Bahia Sem Fogo atua na prevenção às queimadas, promovendo cursos para formação de peritos, treinamento de brigadistas, reuniões e oficinas com as comunidades rurais, campanhas de prevenção, sensibilização e educação ambiental e a organização de subcomitês. A Sema distribui também equipamentos de proteção individual, transporte e suprimentos para as equipes de campo, pagamento de diárias para servidores e motoristas e locação de veículos e aeronaves.

Além da Sema, fazem parte do comitê o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema); Casa Militar do Governador; secretarias da Segurança Pública (SSP), da Saúde (Sesab), de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), da Educação, da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri) e do Turismo (Setur); Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial (Sudic); e Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA).

 

Itacaré sedia Seminário Respeita As Mina na próxima sexta-feira (27)

Domingos Matos, 24/09/2019 | 10:16
Editado em 24/09/2019 | 11:14

A Secretaria de Políticas para as Mulheres do Estado da Bahia (SPM-BA) realiza o Seminário Respeita as Mina Litoral Sul na próxima sexta-feira (27), no auditório do Hotel Ecoporan, em Itacaré, a partir das 14 horas, em celebração aos dois anos de atividade do projeto de mesmo nome. A programação inclui ato institucional e cultural, além de entrega de certificação.

A secretária da SPM-BA, Julieta Palmeira, participará das atividades no município. Para Julieta, as caravanas do projeto Litoral Sul têm deixado um legado importante: a sensibilização da sociedade civil para um tema crucial que é o enfrentamento à violência de gênero, além de promover a capacitação da rede de atenção à mulher e de segurança nas localidades visitadas.

As caravanas do Litoral Sul resultam de emenda parlamentar do ex-deputado federal e atual secretário do Trabalho, Emprego e Renda, Davidson Magalhães e seguem os mesmos moldes das caravanas Respeita as Mina com rodas de diálogo e oficinas para juventude, representantes da sociedade civil, rede de atenção à mulher (nas cidades que dispõe de CRAM e outros órgãos da rede), rede de atenção.

Com atividades iniciadas em outubro de 2017, a equipe do projeto visitou 26 municípios, atendendo a cinco mil mulheres e qualificando 1.500 agentes de rede de segurança e atenção à mulher. Até o momento foram 21 caravanas, sendo 15 no Território de Identidade Litoral Sul: Aurelino Leal, Barro Preto, Camacã, Canavieiras, Coaraci, Itabuna, Itacaré, Itapé, Itapitanga, Itajú do Colônia, Jussari, Mascote, Pau Brasil, Ubaitaba e Una.

Mais seis outros territórios: Médio Sudoeste (Ibicuí), Médio Rio de Contas (Ipiaú, Ibirataia e Gongogi), Baixo Sul (Ibirapitanga), Costa do Descobrimento (Santa Cruz Cabrália). Além de palestras de sensibilização em lhéus, Arataca, São José da Vitória, Itajuípe e Almadina.

Rede FTC oferece mais de 10 mil atendimentos gratuitos durante Semana de Responsabilidade Social

Domingos Matos, 23/09/2019 | 17:32

Entre os dias 21 e 28 de setembro, todas as unidades da Rede FTC oferecem serviços gratuitos nas áreas de saúde, empregabilidade, assessoria jurídica e sustentabilidade. O conjunto de ações acontece em adesão à Semana de Responsabilidade Social, campanha realizada em todo país pela Associação Brasileira de Mantenedoras do Ensino Superior (ABMES).

Em Itabuna, os serviços começam na segunda-feira (23), quando os cursos de Psicologia, Sistemas de Informação, Enfermagem e Nutrição estarão desenvolvendo oficinas, workshops e cursos no campus 1 da FTC Itabuna e em escolas da rede pública municipal. Até a sexta-feira (27), as atividades estarão focadas na promoção da educação para a saúde, na qualificação para o mercado de trabalho, inclusive com orientação vocacional.

A Semana de Responsabilidade Social da FTC Itabuna terá sua culminância no sábado (28), quando, juntamente com mais de 30 parceiros, estudantes, professores e colaboradores da Faculdade ofertarão mais de 50 serviços, como atendimento jurídico, serviços de saúde, atividades de recreação para as crianças e minicursos. Também, serão ofertados serviços de corte de cabelo, além de Feira de Adoção de Cães e Gatos, realizada pelo curso de Medicina Veterinária em parceria com ONGs que atuam na defesa e proteção dos animais.

As ações sociais da Rede FTC se estendem a todas as unidades do grupo educacional, localizadas em outras seis cidades da Bahia, Petrolina e São Paulo. Juntas, as unidades devem oferecer cerca de 10 mil atendimentos gratuitos à população. “As ações pontuais desenvolvidas no bojo da Semana de Responsabilidade Social só reforçam o compromisso perene da Rede FTC com a prestação de serviços às comunidades e com a formação humanística e ética dos nossos alunos. Durante todo o ano, o cidadão pode contar com a nossa estrutura para receber esses e outros serviços, gratuitamente”, destaca o Presidente da Rede FTC, William Oliveira.  

Colégio General Osório realiza Virada Educacional em Itabuna

Domingos Matos, 20/09/2019 | 06:30

O Colégio Estadual General Osório, em Itabuna, promove nestes dias 20, das 7:15 às 11:30 horas, e 21, das 9:30 às 16:00 horas, a Virada Educacional, que faz parte do projeto TransformaÊ, da Secretaria de Educação da Bahia.

Durante as atividades, serão oferecidos serviços como teste glicêmico, massagem relaxante, aferição de pressão arterial, vacinação, palestras e oficinas  de jogo de Xadrez, Beleza, Pinturas e de Defesa Pessoal para Mulheres.

Além disso, haverá Festival de Músicas, Sarau de Poesias,  Capoeira e a presença do Caminhão da Ciência.

A Virada Educacional, aberta ao público,  promove o empoderamento estudantil e a integração da Escola com a família e a comunidade local.

 

Governo investe R$ 6,7 milhões em ações contra incêndios florestais na Bahia

Domingos Matos, 09/09/2019 | 11:30
Editado em 09/09/2019 | 09:28

Especialistas da Secretaria do Meio Ambiente (Sema) e do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) alertam para maior incidência de incêndios em áreas florestais nos próximos meses, entre setembro e dezembro. Isto ocorre pelo caráter cíclico do fogo, uma espécie de padrão de picos de focos de queimadas intercalados entre dois a cinco anos, período de acúmulo de biomassa combustível, formada principalmente de serapilheira e galhos secos.  

Antecipando o alerta dos órgãos ambientais, o Governo do Estado intensificou as ações do Programa Bahia Sem Fogo, com investimentos previstos na ordem de R$ 6,7 milhões para contratação de aeronaves airtractor, com lançamentos de água de bambi bucket (bolsa que carrega água) para combate aos incêndios, capacitação de brigadas voluntárias, aquisição de Equipamentos de Proteção Individual e Coletiva (EPI/EPC), compra de fardamento para os brigadistas e apoio logístico no combate aos incêndios florestais.

O oeste e a Chapada Diamantina são as regiões que apresentam mais registros de incêndios no período de estiagem. No oeste, a maior incidência de fogo ocorre de maio a outubro, principalmente nos meses de agosto, setembro e outubro, nos municípios de Formosa do Rio Preto, Correntina, São Desidério, Pilão Arcado e Cocos. Já na Chapada Diamantina, é de setembro a dezembro, principalmente em outubro e novembro.

Além das razões naturais, há também as ações humanas que, na Bahia, são as principais fontes de ignição de fogo. Um fogo iniciado descuidadamente, criminoso ou não, ao encontrar uma condição favorável, se espalha facilmente e torna-se de difícil controle.

 

Ciclo 

Em 2019, houve uma incidência fora do comum de incêndios na região da Mata Atlântica no período de janeiro a março, atingindo os municípios de Porto Seguro e Belmonte. Segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), houve um pico de incêndios na Bahia em 2015, com o registro de 16.514 focos de queimada, prosseguido por um período de três anos que apresentaram valores menores: 2016 com 6.312 focos; 2017 com 6.451; e 2018 com 4.957. Os dados tomam como base o satélite de referência Aqua Tarde.

O risco de fogo é calculado por meio da análise de algumas variáveis, a exemplo da precipitação pluviométrica diária (mm/dia), temperatura do ar (°C) e a baixa umidade relativa (%). A precipitação pluviométrica é o componente de maior importância, sendo obtida a partir das estimativas de precipitação geradas pela Divisão de Satélites Ambientais do Inpe.

 

Bahia Sem Fogo 

As ações de prevenção e combate aos incêndios florestais na Bahia se tornaram mais efetivas a partir de 2010, com a criação do Bahia Sem Fogo, que é coordenado pela Sema e integra e coordena o Comitê Estadual de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais da Bahia, formado por representantes de secretarias estaduais, instituições municipais e federais, entre elas: Inema; Casa Militar do Governador; Segurança Pública (SSP); Saúde (Sesab); Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS); Educação; Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri); Turismo (Setur); e Corpo de Bombeiros Militar (CBMBA).

O Bahia Sem Fogo atua na prevenção às queimadas, promovendo cursos para formação de peritos, treinamento de brigadistas, reuniões e oficinas com as comunidades rurais, campanhas de prevenção, sensibilização e educação ambiental e a organização de subcomitês. A Sema distribui também equipamentos de proteção individual, transporte e suprimentos para as equipes de campo, pagamento de diárias para servidores e motoristas e locação de veículos e aeronaves.

 

Corpo de Bombeiros 

Para atender os chamados contra os incêndios florestais previstos no oeste e na Chapada Diamantina, o Corpo de Bombeiros mantém de prontidão os bombeiros militares especializados no 17° Grupamento de Bombeiros Militar (17°GBM), em Barreiras, para atender com maior celeridade. 

Desde a primeira edição, em 2016, o Curso de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais (CPCIF), do Bahia Sem Fogo, já formou 97 bombeiros militares. O objetivo é o aperfeiçoamento dos profissionais para que as respostas aos incêndios florestais sejam cada vez mais efetivas. 

O CBMBA capacitou também, apenas no ano passado, 790 brigadistas voluntários em 38 municípios do estado para brigadas e primeiros socorros, com ênfase em suporte básico de vida em locais de difícil acesso. 

 

Canais de denúncia 

A qualquer sinal de incêndio, a população deve ligar para o 193. Denúncia de queimadas ilegais e outros crimes ambientais também podem ser feitas pelo telefone 0800 071 1400 ou pelo e-mail denuncias@inema.ba.gov.br, diretamente nos balcões do Inema, na sede ou nas Unidades Regionais do órgão.

SDR e Consórcio Ciapra firmam parceria para potencializar produção de cacau no Baixo Sul

Domingos Matos, 06/09/2019 | 18:33

Para potencializar a produção de cacau no Território Baixo Sul, a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e o Consórcio dos Municípios do Baixo Sul (Ciapra) estão trabalhando juntos, afim de que 3.000 famílias sejam beneficiadas com serviço de assistência técnica e extensão rural (ATER). O objetivo é elevar a produtividade da lavoura cacaueira, aquecer a economia territorial e propiciar aos agricultores familiares mais empregos, geração de renda e qualidade de vida no campo.

Nesta quinta-feira (05), foi aprovado o Plano de Trabalho e ainda este mês será firmado um convênio entre a SDR e o Ciapra, que vai viabilizar a oferta de ATER em 13 municípios que compõem o Consórcio. Na execução do convênio está prevista  a aquisição de computadores, veículos, capacitações, oficinas e outras iniciativas que possam alavancar o protagonismo da cadeia do cacau no Baixo Sul.

Jeandro Ribeiro, chefe de gabinete da SDR, explicou que os resultados dessa parceria junto ao Ciapra são promissores, pois a ação vai além da orientação técnica de como cultivar o cacau, ela perpassa pelo cuidado com a base de produção, até o acesso ao mercado: "A Ater promoverá a regularização fundiária por meio do título de terra, regularização ambiental, via Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais (CEFIR),  acesso ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) junto ao  Banco do Nordeste, ou seja, o hall de ação do convênio agregará valor à produção e fortalecerá o acesso a um conjunto de políticas públicas”.

Na linha de frente, haverá um corpo técnico formado por engenheiros agrônomos, técnicos agrícolas, engenheiros ambientais, técnicos em agrimensura, veterinários, zootecnistas e outros profissionais que tenham formação para contribuir com o desenvolvimento rural do Baixo Sul.  

De acordo com Leandro Ramos, prefeito de Igrapiúna e presidente do Ciapra, 67 profissionais, que já estão vinculados às prefeituras, estarão no circuito para executar as ações do convênio com vigência prevista para três anos: “Nós estamos chamando essa ação de Cacau Mais, esse é o nome de batismo aqui no território, e o trabalho será realizado para que o cacau eleve a sua produtividade. A expectativa inicial, para o primeiro ano, é que saiamos de 28 arrobas por hectare para 56, e que, ao final do convênio, tenhamos uma produtividade média de 80 arrobas por hectare, o que significa dizer que nós vamos ampliar o PIB da economia regional”.

Mais de seis mil pessoas participaram da mobilização dos Jogos Universitários Brasileiros em Itabuna

Domingos Matos, 06/09/2019 | 13:15

Um total de mais de seis mil pessoas participaram em Itabuna da mobilização dos Jogos Universitários Brasileiros – JUB’s, com a realização de clínicas em nove escolas da rede estadual de ensino e uma série de ações práticas na arena montada na Praça Otávio Mangabeira (Camacã), que atraiu no período de 4 a 6 de setembro alunos da rede municipal, de escolas particulares, atletas e pessoas da própria comunidade. As atividades incluíram a realização de um campeonato de basquete 3 x 3 disputado na tarde de hoje(6).

Na arena, foram apresentadas  ao público novas modalidades esportivas do JUB’s, como o basquete 3 x 3 e o jogo eletrônico Fifa 2019. O espaço funcionou nos dias do evento sempre das 9h às 17h, aberto para crianças, jovens e adultos. Segundo Rafael Macedo Lopes de Oliveira, um dos coordenadores da Caravana dos Jogos Universitários Brasileiros, a arena recebia uma média de 120 pessoas por hora e estava aberta sem nenhum custo para a população.

Ele explica que Itabuna foi a terceira cidade a receber a mobilização do JUB’s, que deve visitar 11 municípios baianos e atendeu mais de seis mil pessoas, das quais mais de duas mil na arena instalada na praça de Camacã e mais de quatro mil em nove escolas da rede estadual de ensino. As duas primeiras cidades visitadas foram Juazeiro e Senhor do Bomfim. 

Uma das atrações da arena foi a presença do atleta do Novo Basquete do Brasil, o paulista Edu Marinho, que ministrou oficinas e fez uma apresentação, juntamente com o grupo técnico dos JUB’s, a nova modalidade que faz parte dos Jogos, o basquete 3x3.

 

Objetivo

Com o objetivo de demonstrar que educação e esporte andam lado a lado, a equipe de mobilização dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) percorrerá até  21 de setembro, 11 cidades das regiões norte, centro norte, sul e a capital baiana, contemplando as cidades de Juazeiro, Senhor do Bonfim, Itabuna, Ilhéus e Salvador.

A ação, que prevê ambientações com arenas em praças e escolas públicas, atendendo ao todo 100 mil alunos, com o apoio do Governo do Estado, por meio da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, a Secretaria de Educação e tem organização da Federação Universitária da Bahia (Fube). Em Itabuna a Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania também participou da parceria para a realização da mobilização para os JUB’s, que voltam a acontecer na Bahia em outubro, após um intervalo de 51 anos.

 

 

Oficinas discutem nas comunidades Plano de Saneamento Básico de Itacaré

Domingos Matos, 06/09/2019 | 11:31

Representantes das mais diversas comunidades de Itacaré, da sede e da zona rural, participaram durante essa semana das oficinas de diagnósticos e prognósticos para a elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB). Promovidas pela Prefeitura de Itacaré e abertas ao público, as oficinas foram realizadas nas comunidades do Cachimbo Seco, Água Fria/Rua de Palha, Morada de Israel, Camboinha, Marambaia, Associação Pancada Grande, Taboquinhas e também na sede do município.

Durante as oficinas foram apresentados diagnósticos sobre a situação do saneamento básico no município e as ações que devem ser adotadas para garantir uma melhor qualidade de vida para os cidadãos. Divididas em grupos de trabalhos, as comunidades também participaram das atividades, apresentando sugestões, idéias, propostas e contribuições.

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, destacou a importância da participação de todos nessa discussão do plano conjunto de saneamento básico do município, feito a várias mãos e com a contribuição, as ideias e a colaboração de todos. O objetivo desse trabalho, segundo informou o prefeito foi dar prosseguimento a todas as ações, discussões, diagnósticos, audiências públicas e atualização dos dados para que o Plano de Saneamento Básico seja concluído, possibilitando que seja aprovado pelo Governo Federal e o município esteja apto a receber recursos para obras de saneamento.

O PMSB abrange quatro áreas: serviços de água, esgotos, resíduos sólidos e drenagem das águas pluviais urbanas.O Plano municipal deve garantir a promoção da segurança hídrica, prevenção de doenças, redução das desigualdades sociais, preservação do meio ambiente, desenvolvimento econômico do município, ocupação adequada do solo, e a prevenção de acidentes ambientais e eventos como enchentes, falta de água e poluição.

 

Fórum Regional vai discutir implantação da Base Nacional Comum Curricular

O evento é gratuito e acontecerá na Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc)

Domingos Matos, 03/09/2019 | 16:32

A implantação da Base Nacional Comum Curricular - BNCC e a construção do Referencial Curricular, considerando as características territoriais é o tema principal do II Fórum Regional de Educação do Sul da Bahia, que acontece no dia 10 de setembro, das 8 às 17 hs, no auditório Paulo Souto, na Uesc. O objetivo do evento é discutir e propor estratégias para garantir os direitos de aprendizagem e o desenvolvimento da educação regional.

A iniciativa é da Câmara Técnica de Educação (CTE) do Consórcio Litoral Sul (CDS-LS), em parceria com o Fórum Regional de Educação (Forsec), a Associação dos Municípios da Região Cacaueira (Amurc), a Uesc, 30 municípios da região, Instituto Arapyaú, Rede de Colaboração Intermunicipal de Educação e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime).

As temáticas estarão sendo debatidas em um espaço de diálogo, colaboração e cooperação intermunicipal, com vistas a refletir sobre educação para o fortalecimento dos municípios, contribuindo para a redução das desigualdades e atuando em favor de uma educação pública de qualidade e equidade.

Mais de 500 pessoas já estão confirmadas na segunda edição do fórum, entre dirigentes municipais de educação, gestores escolares, coordenadores pedagógicos, professores, técnicos em assuntos educacionais, assessores em educação e Conselho Municipal de Educação.

 

Programação

O evento terá início às 8 horas, com o credenciamento e acolhimento dos participantes. Logo depois começa uma roda de conversa sobre as temáticas: Processo de (Re)elaboração e Implantação do Referencial Curricular: o que une os municípios no território Litoral Sul da Bahia?; Currículo de Identidade do Estado da Bahia:  discussão dos seus pressupostos teóricos;

Pensando sobre a construção do Projeto Político-Pedagógico e sua consonância com a BNCC e com o Currículo Bahia e o Conselho Municipal de Educação: a sua importância no processo de normatização curricular, tendo em vista a responsabilidade de análise, parecer e normatização dos novos PPPs e currículos das escolas, alinhados à BNCC nos municípios, até março de 2020.

Já no período da tarde serão realizadas oficinas BNCC na Prática e Referencial Curricular (compreendendo competências, habilidades, direitos de aprendizagem e desenvolvimento, campos de experiências, planejamento, metodologias ativas e avaliação).

 

Nova edição do Periferia em Quadro exibe Elas em Foco no Teatro Municipal

Domingos Matos, 02/09/2019 | 18:02

O Coletivo 7 traz de volta ao palco do Teatro Municipal de Ilhéus (TMI) entre os dias 10 e 13 de setembro, o II Periferia em Quadro. E promete repetir o sucesso do ano passado, quando abordou os questionamentos da juventude de periferia. Se preparem porque entre os dias 10 e 13 de setembro, será a vez das mulheres com “ELAS EM FOCO”. Em cena, trabalhos artísticos realizados por mulheres de Ilhéus.

Com uma programação mista, as atividades envolvem oficinas, apresentação de espetáculos, exposição de artes plásticas, artesanato, brechó e apresentações de música e performance. O evento confere os trabalhos já realizados por mulheres de Ilhéus e das periferias da zona leste da cidade, que aplicam oficinas para esse público.

A programação – Está organizada da seguinte forma: no dia 10 (terça-feira), as oficinas de teatro serão realizadas pelas mulheres do C7, na zona oeste da (Escola Municipal do Banco da Vitória) e no Terreiro Matamba Tombenci Neto (Conquista). No dia 11 (quarta-feira), a abertura do evento, no TMI às 19h. No dia 12 (quinta-feira) apresentação do novo espetáculo do C7, Maíra Guatás, também no TMI às 20h.

Já no dia 13 de setembro, às 20h, a grande festa de aniversário de um ano do C7, prevista para acontecer no Dilazenze, na Conquista. Participação de vários grupos, bandas e coletivos constituídos por mulheres, Banda Octopussy, Banda Quente, Moa Vênus, Batuca Jeje, Gongombira, Moa Vênus, Má Reputação, Havena Mc, Geisa Pena e, claro O Coletivo 7 com a apresentação do novo espetáculo Maíra Guatás.

Quem é periferia no C7 – Entre as periferias da cidade e aquelas que estão em locais periféricos, destaque para os integrantes do C7: Augusto Fagundes, Beatriz Mendonça, Elimar Santos, Igor Pereira, Yuri Antony, Mariana Andrade, Natália Santos, Thainá Mendes, Tainá Melo, Thiago Navillon, Valdiná Guerra.

Os ingressos custam R$4 (inteira) e R$2 (meia) para as atividades no TMI; R$10 para o Baile do C7. Os ingressos podem ser adquiridos na Produtora Teatral do CEEP do Chocolate Nelson Schaun, instituição parceira, e no próprio TMI nos dias do evento.

As oficinas oferecidas no dia 10 de setembro são gratuitas e apenas para mulheres. As inscrições podem ser feitas pelo Instagram do O Coletivo 7 ou na Produtora Teatral.

 

2ª Expojacuípe movimenta a economia de municípios da Bacia do Jacuípe

Domingos Matos, 31/08/2019 | 09:20
Editado em 31/08/2019 | 09:59

A 2ª edição da Expojacuípe, um dos maiores eventos de fomento à agricultura familiar, agropecuária e economia solidária do Território de Identidade Bacia do Jacuípe, iniciou nesta sexta-feira (30) e  segue até o próximo domingo (01). O evento, realizado no Centro de Comercialização de Animais Ivonélio Ferreira de Almeida, no município deCapela do Alto Alegre, movimenta a economia da região e é uma oportunidade para gerar renda para os agricultores familiares.

Durante a abertura do Expojacuípe foi realizada a assinatura de ordem de serviço, no valor de R$190 mil, para a implantação de dois sistemas de Produção Integrada Sustentável (PAIS), destinados a agricultores familiares dos municípios de Pintadas e Capela do Alto Alegre.

Para continuar garantindo o desenvolvimento rural e dinamizar a atividade de agricultores familiares de comunidades rurais de municípios do Território de Identidade Bacia do Jacuípe, no evento também será realizado a entrega de Kits Produtivos, que incluem 100 mil mudas de palma e 28 kits de apicultura.

As ações em prol do fomento produtivo de agricultores familiares anunciadas na Expojacuípe,são realizadas pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) e Superintendência da Agricultura Familiar (Suaf).

O diretor-presidente da CAR, Wilson Dias, prestigiou a abertura oficial do evento e destacou que a Expojacuípe se consolida a cada edição e tem ganhado expressividade no Território, por conceder oportunidade para que, mais de 70 empreendimentos da Agricultura Familiar e Economia Solidária, exponham e comercializem produtos como artesanato, alimentos processados e produtos naturais orgânicos de qualidade.

Sobre as entregas da CAR/SDR Dias salientou que elas são importantes no apoio às famílias atendidas: "Ações como a implantação do PAIS são executadas com o objetivo de melhorar o nível de produção das famílias atendidas, a partir de uma tecnologia mais adequada de captação e utilização de água, em sistemas inteligentes que ajudam os agricultores a viverem melhor com os períodos de estiagem e, mesmo diante das adversidades do clima, conseguir obter uma produção sustentável, que lhes garanta segurança alimentar e renda”. 

De acordo com Mário Sérgio Araújo, que representa a Associação de Laranjeiras, do município de Pintadas, a implantação do sistema PAIS nas unidades de produção familiar vão beneficiar 20 famílias que necessitavam de uma atividade que pudesse melhorar a renda: "Essa ação vem trazer geração renda e melhor qualidade de vida para essas famílias. A produção de hortaliças e também a avicultura, desse sistema PAIS, vai trazer além de uma qualidade alimentar familiar muito importante". 

Programação


A programação da Expojacuípe conta com a realização de oficinas, exposição de animais, palestras, torneios, exposição e comercialização de produtos da agricultura, além de noite cultural, dentre outras atrações que animam o público da exposição.

A 2ª Expojacuípe é uma realização do Consórcio Jacuípe e da Cooperativa Agroindustrial de Pintadas (Cooap) e conta com apoio do Governo do Estado, de organizações sociais do Território de Identidade Bacia do Jacuípe e das prefeituras que fazem parte do Consórcio Jacuípe.

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.