Tag: olimpiadas

Ilheense será condutor da Tocha e árbitro das Olimpíadas do Rio 2016

Domingos Matos, 03/05/2016 | 15:43

O revezamento da Tocha Olímpica será um dos maiores eventos que já aconteceram em Ilhéus. A chama, um dos símbolos das Olimpíadas, chega à cidade no próximo dia 21, quando percorrerá aproximadamente 9km, carregada pelas mãos de mais de 30 pessoas, entre elas, ilheenses que se destacam no esporte, seja competindo, seja nos bastidores, como é o caso do professor Alberto Kruschewsky que,  além de condutor, será arbitro nas olimpíadas e paraolimpíadas do Rio 2016.

Com 52 anos, educador físico, professor da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e árbitro olímpico no atletismo, Kruschewsky tem uma relação de toda a vida com o esporte. Trajetória que começou na adolescência, quando ingressou em um grupo de ginástica aeróbica. Posteriormente, Kruschewsky passou a se dedicar ao triathlon, no qual competiu durante 13 anos, sendo oito na Seleção Brasileira da categoria, quando conquistou o título de campeão brasileiro, em 1997.

Em Ilhéus, o professor também desenvolve projetos, como um clube de corrida e caminhada. Como vice-presidente da Associação dos Triatletas do Sul da Bahia (Astrisul), Kruschewsky, em parceria com a Secretaria de Turismo e Esportes, promove e organiza eventos esportivos, como os campeonatos brasileiro de para-triathlon e baiano de Triathlon, que ocorreram no município em novembro de 2015 e devem se repetir neste ano. Sobre a passagem do fogo olímpico, ressalta que “em um evento tão importante, representar a minha cidade e toda a minha trajetória no esporte, é muito emocionante”.

Voluntariado

Além dos ilheenses que vão conduzir a Tocha Olímpica, há aqueles que podem colaborar com a festa do revezamento atuando como voluntários. As inscrições são fetas na sede da Setur, localizada naAvenida Marcus Paiva, nº 236, Cidade Nova; no Ginásio de Esportes (Avenida Canavieiras); no Ponto de Atendimento ao Turista (PAT), ao lado da Catedral de São Sebastião;  na Secretaria de Educação (Avenida Soares Lopes); na Casa de Cultura Jorge Amado e na Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc); ou pelo site https://goo.gl/g1mBRr.

Os voluntários terão direito a certificado e vão atuar junto ao cordão de isolamento e dar orientações ao público, como forma de evitar que as pessoas entrem na área onde o comboio vai passar.

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.