Tag: parceria

Ações do Sou Pai Responsável chegam a Itabuna na próxima segunda-feira

Domingos Matos, 22/08/2019 | 13:40

Na próxima semana, de 26 a 30 de agosto, a Defensoria Pública do Estado da Bahia – DPE/BA vai estar em escolas municipais e centros de referência de Itabuna, com a Ação Cidadã Sou Pai Responsável, que estimula o reconhecimento voluntário da paternidade e oferece exame de DNA gratuito para os casos onde o suposto pai tem dúvidas e ainda não registrou a criança.  A atividade acontece também na própria sede da instituição, localizada na Rua das Nações Unidas, nº 72, Centro.

Desde o início do mês, o Núcleo de Apoio Psicossocial da unidade de Itabuna, sede da 4ª Regional da Defensoria Pública, vem divulgando a Ação Cidadã nas escolas da cidade e de Itapé, município vizinho, onde foram identificadas crianças e adolescentes que não tem o nome do pai na Certidão de Nascimento. De acordo com a assistente social da DPE, Mônica Oliveira Cunha de Santana, o objetivo com da parceria com as secretarias de Assistência Social e de Educação dos municípios é conscientizar as mães e responsáveis a respeito do papel dos pais na educação e formação de um cidadão.

Busca-se, em um segundo momento, que o genitor promova o reconhecimento espontâneo da paternidade.  “O crescimento de uma criança apresenta fases distintas, suas emoções, sua vida escolar, a vida em sociedade, etc. Em todas elas a presença e o apoio dos pais é crucial para orientá-la e deixá-la mais segura”, argumenta a assistente social.

A englobou reuniões nas seguintes escolas municipais: Grupo Escolar Ana Francisca Messias, Bairro Ferradas; Creche Irmã Margarida, Bairro Maria Pinheiro; Escola Municipal Luiz Viana Filho, Bairro Santo Antonio; Escola Municipal dia 28 de Julho, Bairro Califórnia; e Escola Municipal Flávio Simões, Bairro Califórnia.

As coletas de DNA decorrentes da Ação Cidadã Sou pai Responsável serão realizadas com a contribuição das seguintes Instituições:  CREAS PAEFI, CRAS Itapé, CRAS CEU, CENTRO POP, CRAS I, CRAS Nova Ferradas e escolas municipais.  Serão oferecidas orientações jurídicas para supostos pais e mães interessados, além de exames de DNA gratuitos para apuração de paternidade nos casos onde não houver ainda o nome do pai na certidão de nascimento.

Para o defensor público e coordenador da Regional de Itabuna, George Santos Araújo, a ação contribui para o fortalecimento dos laços familiares e para o estreitamento da relação entre pai e filho. “A ausência do pai na vida de uma criança ou adolescente pode causar sérios danos psicológicos em sua formação. É melhor que o pai participe dos processos educacionais”, comentou o defensor.

Bombeiro Amigo do Peito leva leite materno para crianças prematuras há quase 20 anos

Domingos Matos, 21/08/2019 | 12:35

Com seu bebê nos braços, Eliza Carla Alves dos Santos, já doou 14.900ml de leite materno com o projeto Bombeiro Amigo do Peito. “Sou doadora há oito meses, e esse gesto ajuda a salvar vidas. Me sinto muito gratificada de estar ajudando estes bebês. O serviço dos bombeiros é muito importante por vir buscar na minha casa e me orientar sobre como ordenhar. Esse suporte é fundamental".

Pioneiro na Bahia com o projeto Bombeiro Amigo do Peito, o 2º Grupamento de Bombeiros Militar da Bahia (2°GBM), de Feira de Santana leva leite materno doado a crianças prematuras. Atualmente 942 mulheres estão cadastradas e doam o leite materno. A ação começou no final do ano 2000, através de uma parceria envolvendo os hospitais Regional Clériston Andrade (HRCA) e o Municipal Inácia Pinto dos Santos – Hospital da Mulher.

Hoje a parceria do Corpo de Bombeiros Militar em Feira de Santana é com o Banco de Leite Humano (BHL) do Municipal Inácia Pinto dos Santos – Hospital da Mulher, onde todas as mulheres que dão a luz recebem na alta, um panfleto com orientações e o telefone, em um trabalho realizado pelas funcionárias do BHL. As doadoras podem ligar e solicitar a visita de uma equipe do 2°GBM, que leva os kits para a coleta do alimento, além de explicarem às mães como fazer a ordenha e a melhor forma de armazenagem. Após uma semana ou quando os frascos estiverem cheios, a equipe retorna à residência para recolher o material coletado e em seguida o leva para as maternidades.  

“Um pote de leite materno doado pode suprir a necessidade de até dez recém-nascidos internados, por dia. Dependendo do peso do bebê, cerca de 1 ml já é o suficiente para nutri-lo. Todo leite doado é analisado, pasteurizado e submetido a rigoroso controle de qualidade antes de ser oferecido a uma criança", Informa a subtenente BM Luciana Cruz responsável no 2º GBM pela coordenação da atividade. 

Como ser doadora

Mulheres que quiserem se tornar voluntárias e que tenham dado à luz também, em qualquer outro lugar, podem ligar para 75 3602 7156 e solicitar a visita da equipe de bombeiras militares. O projeto conta, ainda, com as doações de potes de vidro com tampa plástica e capacidade para até 500ml, que podem ser levados na sede do 2°GBM.

SSP e PRF oficializam compartilhamento de tecnologias

Domingos Matos, 21/08/2019 | 07:03

As ações integradas desenvolvidas pela Secretaria da Segurança Pública com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) foram oficializadas, na tarde de segunda-feira (19). O secretário Maurício Teles Barbosa e o superintendente Virgílio de Paula Tourinho assinaram termo de cooperação, no Centro de Operações e Inteligência (COI), no CAB.

Os sistemas Tetra de Telecomunicações, de Reconhecimento de Placas, entre outros, para acompanhamentos de inteligência serão compartilhados entre SSP e PRF. As informações ajudarão no trabalho conjunto contra o tráfico de drogas, roubos de veículos e de bancos, homicídio e outros delitos.

"O crime se locomove e, na maioria das vezes, com veículos de duas e quatro rodas. Temos uma parceria muito eficiente com a PRF e estamos aqui oficializando essa integração", destacou gestor estadual, Maurício Barbosa.

O superintendente da PRF na Bahia, por sua vez, reiterou o trabalho conjunto. "Vamos somar e avançar nas operações", completou.

 

 

Secretaria da Saúde da Bahia e Detran treinarão condutores de veículos das Policlínicas em direção defensiva

Domingos Matos, 20/08/2019 | 16:40

Uma parceria inédita entre a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) e a Escola Pública de Trânsito do Detran, irá formar profissionais responsáveis e comprometidos com a segurança, que proporcionem à sociedade um trânsito seguro, equilibrado e dinâmico. Esse é o principal objetivo do Curso de Capacitação de Condutores de Veículos das Policlínicas Regionais de Saúde, que acontece nos próximos dias 24 e 25, contemplando inicialmente motoristas das policlínicas de Feira de Santana, Juazeiro e Vitória da Conquista.

Instrutores da Escola de Trânsito do Detran com vasta experiência em conscientizar os alunos sobre as melhores práticas na direção, tendo em vista o bem coletivo e a segurança no trânsito. Com carga horária de 16 horas, o curso terá conteúdo de direção defensiva e atualização de legislação de trânsito. Entre as questões que serão abordadas estão: como evitar acidentes com outros veículos; comportamento seguro e comportamento de risco diferença que pode poupar vidas; estado físico e mental do condutor; normas de circulação e conduta, e velocidades máximas permitidas.

De acordo com o secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, "o Governador Rui Costa mostrou-se preocupado em garantir que todos os motoristas responsáveis pelo transporte sanitário fossem treinados em reconhecer os perigos e preveni-los, não só em relação ao próprio veículo ou seus passageiros, mas também com os outros usuários, pedestres e motoristas", afirma Vilas-Boas.

O Curso de Capacitação para condutores de veículos das policlínicas será realizado das 7h30 às 18 horas, com aulas teóricas, nos seguintes locais: em Feira de Santana, na Policlínica Regional com 52 alunos; em Juazeiro, no Colégio Estadual CODEFAS, com 29 alunos, e em Vitória da Conquista, na Escola de Saúde da Família, com 49 alunos.

Abacaxi é tema de seminário em Itaberaba na próxima sexta 

Domingos Matos, 20/08/2019 | 14:40

Na próxima sexta-feira (23), a Embrapa Mandioca e Fruticultura vai realizar, em parceria com a prefeitura de Itaberaba, o seminário “A cadeia produtiva de abacaxi no semiárido – gargalos e soluções”. O evento, que tem como público-alvo agricultores, empresários rurais, professores, pesquisadores, estudantes, técnicos e outros agentes da cadeia produtiva de abacaxi, será no auditório do Colégio Luís Eduardo Magalhães.

Com o objetivo de apresentar, discutir e transferir conhecimentos e tecnologias sobre técnicas de cultivo e outros aspectos relevantes da cadeia produtiva de abacaxi na região semiárida, a programação conta com palestras de pesquisadores da Embrapa Mandioca e Fruticultura e mesas-redondas com a participação  de produtores e representantes de outras instituições. Domingo Haroldo Reinhardt e Francisco Alisson Xavier vão falar sobre o manejo da cultura do abacaxi. A fusariose e a murcha do abacaxi são tema da apresentação de Aristoteles Matos. Davi Junghans vai abordar a diversificação de cultivares e o gargalo do material de plantio  Como produzir abacaxi em sistema orgânico e aspectos relacionados à qualidade do fruto na pós-colheita são os assuntos a serem tratados por Tullio Pádua e Fabiana Sasaki, respectivamente.

Haverá também dois painéis. O primeiro será sobre o tema “Integração de abacaxi e leite”, com a participação do produtor Joelson da Silva Bastos (Cooperativa Agroindustrial de Itaberaba - Coopaita) e do zootecnista Aberlândio Pereira e mediação de Alberto de Almeida Alves (Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural - Bahiater). O outro painel, intitulado “Dificuldades e propostas para o progresso da cadeia produtiva de abacaxi”, será mediado por Vinicius Costa (Agência de Desenvolvimento Agropecuário do Estado da Bahia - Adab/Grupo Gestor de Abacaxi de Itaberaba), e contará com apresentações de Daniel de Cerqueira (Coopaita), o produtor Irapuã Oliveira, de Umburanas (BA), Quionei Araújo Silva, da Casa Familiar Rural de Presidente Tancredo Neves (CRF-PTN) e o bolsista Everton Hilo Souza (Universidade Federal do Recôncavo da Bahia/Embrapa Mandioca e Fruticultura).

As atividades integram o escopo de ações do projeto Gestfrut (Estabelecimento de uma rede de pesquisa, transferência de tecnologia e inovação para a fruticultura do estado da Bahia, com base na articulação, gestão e comunicação), financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb). A coordenação do evento é de Haroldo Reinhardt, líder do Gestfrut, Davi Junghans e Alberto Almeida. A programação completa com as informações de todas as instituições parceiras está disponível no link https://bit.ly/2ZoBg86

 

Ilhéus: Mutirão inédito vai beneficiar população em situação de rua

Domingos Matos, 20/08/2019 | 10:38

Pela primeira vez, a Prefeitura de Ilhéus vai realizar uma ação voltada para a população em situação de rua. Através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SDS), em parceria com a Saúde (Sesau) serão ofertados a este público, vários serviços gratuitos nas áreas de assistência social, saúde, defensoria pública e bazar solitário, nesta quarta-feira  (21), a partir das 7h, no estacionamento Aurélio Linhares - Avenida 2 de Julho.

“A população em situação de rua precisa ser melhor compreendida por toda sociedade. Muitos passam por problemas familiares, desemprego, depressão e acabam indo para as ruas. Nosso papel é entender a situação de cada um e buscar ajuda-los para que retornem ao seio familiar. Cuidando e humanizando o nosso atendimento teremos ótimos resultados”, afirmou Rubenilton Silva, titular da SDS.

Atualmente, o Centro Pop perfaz uma média de 30 a 50 atendimentos por dia, e entre 580 a 620 ao mês, com serviços psicológico, assistencial, acompanhamento ao SAC para a obtenção de documentos, Cadastro Único (CadÚnico), além de intercâmbio para ajudar aos usuários a retornarem para o seio familiar. Quando necessário, o Centro Pop direciona os atendidos para órgãos de saúde e casas de recuperação, no caso daqueles que são usuários de drogas.

Para saber mais sobre o trabalho que é feito com a população em situação de rua no município de Ilhéus visite o Centro Pop na Avenida Candeias, no bairro da Conquista. O serviço funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 17h. O trabalho faz parte da rede de proteção social do município e possui uma equipe técnica especializada, cujo objetivo é reinserir o cidadão em situação de rua na sociedade.

 

Sebrae apresenta soluções no Salão de Empreendedorismo em Itabuna

Domingos Matos, 20/08/2019 | 07:08

O Sebrae Bahia participa no próximo dia 27 de agosto (uma terça-feira), do Salão de Empreendedorismo, que acontece no Teatro Municipal Candinha Dórea, em Itabuna. O evento, realizado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), está em sua primeira edição e tem programação aberta ao público das 8h às 17h.

O objetivo do Salão é divulgar as políticas públicas estaduais e nacionais na área do empreendedorismo individual, coletivo, formal e informal ofertadas no Estado da Bahia. O superintendente do Sebrae, Jorge Khoury, estará presente ao evento.

Além do Sebrae, também participam do Salão o Desenbahia, cooperativas de créditos, Banco do Nordeste, Universidades Estaduais, Federais, startups, o Centro Público de Economia Solidária (Cesol) e o SINEBAHIA, além das entidades de representação empresarial da cidade Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista (Sindicom), a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e a Associação Comercial e Empresarial (ACI). O evento conta com a parceria da Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti).

“Operação Capinagem” desarticula na Bahia organização criminosa ligada ao PCC

Domingos Matos, 15/08/2019 | 17:38

A “Operação Capinagem” cumpriu nesta quinta 15), nos municípios de Senhor do Bonfim, Jacobina, Juazeiro, Capim Grosso, Serrolândia e Lauro de Freitas 19 mandados de prisão e 25 de busca e apreensão. Até o fechamento dessa matéria, 13 suspeitos haviam sido presos: nove em Capim Grosso, dois em Lauro de Freitas, um em Jacobina e um em Petrolina (Pernambuco). Entre os alvos, estão integrantes de organização criminosa ligada ao PCC que atua com tráfico de drogas e é responsável por diversos homicídios no estado. A operação ainda está em curso e é coordenada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público do Estado da Bahia (Gaeco), com o apoio da Coordenadoria de Segurança Institucional e Inteligência (CSI), em parceria com Polícia Rodoviária Federal e com a Polícia Militar do Estado da Bahia, através do Comando de 

Policiamento da Região Norte (CPR-N), que apoiou com o efetivo das seguintes unidades: 74ª CIPM/Juazeiro, 91ª CIPM/Capim Grosso, CIPT-N (Rondesp Norte), bem como através do Comando de Policiamento Especializado (CPE), com apoio da CIPE Caatinga (antiga Cepac). Participaram da operação onze promotores de Justiça, 74 policiais militares e 99 policiais rodoviários federais, que contou com helicópteros da Base de Operações Aéreas e cães farejadores do Grupo de Operações com Cães.

A operação integra uma ação realizada hoje por nove Grupos de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaecos) do Ministério Público brasileiro contra integrantes de organizações criminosas em todo o país. A ação nacional é articulada pelo Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas (GNCOC) - colegiado que reúne os Gaecos de todos os estados brasileiros. As diligências desta quinta-feira estão sendo realizadas simultaneamente pelos estados de Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Mato Grosso do Sul, Pernambuco e Rio de Janeiro. Com auxílio de forças policiais, os Gaecos de cada um desses estados cumprem mandados de prisão e de busca e apreensão contra integrantes de grupos criminosos. No total, estão sendo cumpridos mais de 300 mandados judiciais, entre prisões e busca e apreensões.

De acordo com a coordenadora do Gaeco do MPBA, promotora de Justiça Ana Emanuela Meira, a parceria no combate às organizações criminosas foi a tônica da operação. “O trabalho nasceu de uma investigação conjunta da Promotoria de Capim Grosso e do Gaeco, e foi articulado de maneira integrada para desmantelar uma pungente facção criminosa que vem atuando na Região Norte do nosso Estado, comercializando drogas, a partir de ramificações de outros Estados Brasileiros”.Acompanhando os trabalhos em uma sala especial da Coordenadoria de Segurança e Inteligência do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (CSI/MPRJ), o presidente do GNCOC, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, garantiu que esse tipo de enfrentamento seguirá ocorrendo em todo o Brasil. “Os Gaecos do país inteiro estão trabalhando incessantemente para combater as organizações criminosas que tanto afrontam as forças de segurança do país. Seguiremos nesse propósito todos os dias”, assegurou Gaspar, que é também procurador-geral de Justiça de Alagoas.

 

Ato em prol da permanência do vetor disciplinar no Imeam reúne cerca de 800 pessoas em Itabuna

Domingos Matos, 15/08/2019 | 16:01
Editado em 15/08/2019 | 15:06

“Emocionante! Sensível! A resposta tem sido a melhor possível!”. A fala da diretora pedagógica do Instituto Municipal de Educação Aziz Maron (IMEAM), professora Wildes Alvarenga, na tarde de quarta-feira (14), durante o início do Ato em Prol da Manutenção do Vetor Disciplinar ilustra um sentimento coletivo: o de que, no que tange ao desenvolvimento de políticas públicas de melhorias na qualidade da Educação, melhorias na qualidade de trabalho dos professores e melhorias nos processos de ensino e aprendizagem,  a Prefeitura de Itabuna e a Secretaria Municipal da Educação (SME) foram bastante assertivos em firmarem o convênio de cooperação técnica firmado com a Polícia Militar do Estado da Bahia (PM/BA). Pela equipe organizadora do movimento, cerca de 800 pessoas participaram do ato.

Movidos pela defesa de que o Vetor Disciplinar não cerceia as liberdades individuais, nem de escolha dos estudantes, segundo foi apontado em documento enviado pelo Ministério Público Federal (MPF), em Ilhéus, assinado pelo Procurador Regional dos Direitos do Cidadão, Gabriel Pimenta Alves, através do qual recomenda uma série de alterações na operacionalidade do vetor e que a Polícia Militar se abstenha de assinar novos convênios, a comunidade escolar, lideranças políticas e comunitárias, representantes da SME e representantes da sociedade civil participaram de uma caminhada pela Avenida do Cinquentenário.

Para o funcionário do IMEAM, Elias Nunes, que trabalha na escola há dez anos, “a tentativa do Ministério Público Federal de tentar tirar o Vetor Disciplinar não é certa, uma vez que a escola melhorou bastante. O comportamento dos alunos, o respeito pelos professores. Tudo está bem melhor do que antes”, disse elogiando a iniciativa do prefeito Fernando Gomes. 

O documento do MPF atinge 68 unidades escolares públicas do Estado da Bahia, que mantêm a parceira com a PM/BA. Em Itabuna, o IMEAM é a escola mais atingida pelas recomendações por se tratar do maior estabelecimento de ensino do estado a contar com essa parceria. “Somos a maior escola na Bahia com o Vetor Disciplinar, em se tratando de estrutura física, quantidade de alunos, funcionários e professores”, disse a diretora Wildes Alvarenga, que apontou ainda que no ano letivo de 2018, por conta de questões relacionadas à falta de segurança, violência e tráfico de drogas dentro e fora da escola, a unidade de ensino encerrou o ano com cerca de 380 alunos. Em 2019, tendo o Vetor Disciplinar como principal fator de atração para novos alunos, a escola conta, agora, com 1.222 matrículas. Entre os matriculados, alguns jovens encaminhados pelo próprio Poder Judiciário para cumprirem, na escola, medidas socioeducativas. 

Para a secretária municipal da Educação, professora Nilmecy Gonçalves, o que está em destaque no convênio firmado em torno do vetor é “garantir a aprendizagem dos alunos, as condições disciplinares para o bom desenvolvimento do trabalho dos professores e a segurança”. Para ela, “o crescimento no número de alunos em 2019 é a exata constatação de que o que desejamos vai ao encontro do desejo da sociedade itabunense”, ratificou.

Na medida em que os estudantes avançavam pela Avenida do Cinquentenário, em formação, a população ao redor aplaudia. O ano letivo de 2019 foi iniciado em maio. Portanto, o Vetor Disciplinar está inserido há pouco mais de 3 meses. O prefeito Fernando Gomes afirma que “o novo que chegou para o IMEAM, será estendido a mais 4 de nossas escolas e demonstra que é possível um novo caminhar, uma nova história, onde as crianças e adolescentes atuem como protagonistas”. 
 
O ato em prol da manutenção do Vetor Disciplinar no IMEAM foi encerrado na Praça Santo Antônio, com estudantes, professores, funcionários e transeuntes entoando o Hino Nacional. 

Governador recebe baianos medalhistas do Pan 2019

Domingos Matos, 15/08/2019 | 12:34

O governador Rui Costa recebeu, no início da tarde de ontem (14), a ciclista Paola Reis e o velejador Rafael Martins, atletas baianos apoiados pelo Governo do Estado que conquistaram medalhas nos Jogos Pan-Americanos Lima 2019. O encontro aconteceu durante o Papo Correria, programa transmitido ao vivo pelas redes sociais do governador.  

Os medalhistas são apoiados pelo FazAtleta - de incentivo fiscal - e Bolsa Esporte - de apoio direto à prática esportiva -, programas executados pela Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), órgão vinculado à Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte do Estado (Setre). “No Peru, a Bahia foi destaque no Pan, com a conquista de dez medalhas em diferentes modalidades, inclusive boxe e canoagem. Além do apoio ofertado pelos programas do governo estadual, vamos intensificar a busca por parcerias com a iniciativa privada, afinal, precisamos ampliar o apoio aos atletas que representam tão bem o nosso estado”, assegurou Rui. 

Juntamente com o titular da Setre, Davidson Magalhães, o diretor-geral da Sudesb, Vicente Neto, acompanhou os jovens durante o encontro com o governador. “Além do FazAtleta e do Bolsa Esporte, o governo possui uma série de programas que formam uma política estadual ativa de esporte e lazer. São ações que geram resultados e incluem socialmente”, destacou Vicente.

 

Medalhistas

A medalha de prata nos jogos, na modalidade Bicicross (BMX), foi um presente antecipado de aniversário para a baiana Paola Reis. A atleta, que completa 20 anos nesta quinta-feira (14), fez sua primeira participação em um Pan-Americano, sendo acompanhada de perto pelo treinador, o ex-atleta da categoria Leonardo Gonçalves. “Por ser baiana e nordestina, conquistar essa medalha é uma grande honra, inclusive pelo fato de o BMX não ter tanta visibilidade no Brasil. Desde os 11 anos, quando eu comecei a andar de bike, eu conto com apoio do Governo do Estado, e isso teve peso na minha carreira”, revelou. 

Junto com a esposa Juliana Duque, o velejador Rafael Martins garantiu a medalha de bronze na categoria Vela Snipe, nos Jogos de Lima. “É importante agradecer o apoio do governo baiano, através do Bolsa Esporte, que ajuda muito a gente nos campeonatos e na nossa trajetória como um todo. A participação no Pan era nosso primeiro grande objetivo e nós saímos de Lima com a medalha de bronze. Agora, iremos iniciar o treinamento em outra categoria na vela, pois a Snipe não é olímpica, para podermos lutar por uma participação nos próximos Jogos Olímpicos”, adiantou.  

Além de Rafael, Juliana e Paola, outros atletas baianos abocanharam medalhas na competição, que terminou no último domingo (11), na capital peruana. 

 

Confira a lista completa de medalhistas do estado:

Ana Marcela (Maratonas aquáticas) - Ouro

Isaquias Queiroz - Ouro (Canoagem)

Beatriz Ferreira - Ouro (Boxe)

Breno Correia - Prata (Natação)

Paola Reis - Prata (BMX)

Herbert Carvalho - Prata (Boxe)

Keno Marley - Prata (Boxe)

Rafael Martins e Juliana Duque - Bronze (Vela Snipe)

 

Governo do Estado realiza capacitação para potencializar desenvolvimento rural na Bahia

Domingos Matos, 14/08/2019 | 18:32

Oitenta técnicos que atuam no projeto Bahia Produtiva passam por uma formação em alimentação e nutrição até a próxima sexta-feira (16), no município de Amélia Rodrigues. As atividades têm como principais temas o meio ambiente, agricultura, desenvolvimento humano, produtividade para o trabalho e renda e sustentabilidade em saúde.

"O objetivo é que os técnicos disseminem esses conhecimentos para mais de oito mil agricultores familiares, em 27 territórios de identidade da Bahia, desenvolvendo em conjunto com os produtores melhores formas de plantar, produzir e se desenvolver”, explica Wilson Dias, diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e executor do projeto. 

Um plano de ação de segurança alimentar e nutricional para os agricultores familiares de todo o estado também faz parte das atividades, que foram iniciadas na segunda-feira (12). A iniciativa visa aumentar a diversidade alimentar dos agricultores por meio de consumo de alimentos da biodiversidade e das Plantas Alimentícias Não Convencionais (Panc), a partir de estratégias como conhecer os alimentos para poder identificá-los e, caso não haja na propriedade do agricultor uma diversidade, implementar espécies de cada biodiversidade. 

Para Anderson Amorim, técnico da região de Vitória da Conquista, o conhecimento pode ser empregado na criação de hábitos mais saudáveis na vida dos agricultores. “Vamos levar o que aprendemos aqui para as propriedades dos agricultores que visitamos com frequência, para que possamos, além de ajudá-los a desenvolver atividades produtivas que gerem renda, fortalecer dentro dessas comunidades hábitos que ajudem a melhorar a condição de vida, com uma alimentação mais saudável e de qualidade", afirma. 

Os profissionais estão sendo capacitados pela instituição de ensino ‘VP Centro de Nutrição Funcional’, formada por uma equipe de nutricionistas, pedagogos, médicos e agrônomos.

 

Bahia Produtiva

Executado pela CAR, o projeto é resultado de parceria entre o Governo do Estado e o Banco Mundial, por meio de acordo de empréstimo. Até o momento já foram financiados 862 projetos em todo estado, em diversas cadeias produtivas, que representam um investimento de R$ 287,6 milhões.

 

Bahia apresenta parcerias com municípios em fórum nacional de educação

Domingos Matos, 14/08/2019 | 10:12

A formação continuada para coordenadores pedagógicos e gestores escolares, o programa estadual de avaliação escolar e um aplicativo que coloca toda a gestão da escola na palma da mão do gestor. Essas são parcerias propostas pelo Governo do Estado para os municípios baianos durante o 17º Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação. Na noite de ontem (13), o governador Rui Costa e o secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, participaram da abertura do evento, em Costa do Sauípe. 

Entre os assuntos apresentados, o governador destacou o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), válido até 2020. "Em qualquer nação desenvolvida, o pilar é a educação. Agora temos a oportunidade de ter um novo Fundeb, que, com certeza, deverá ter uma participação maior do governo federal. O Brasil possui uma grande riqueza, que é a receita da concessão e exploração do petróleo e do gás, que pode e deve financiar a educação básica do país. Isso pode ser realidade se nos unirmos e buscarmos esse debate, para que os deputados e senadores traduzam a garantia desses recursos na nova legislação do Fundeb", afirmou Rui.  

Já Jerônimo Rodrigues comentou que uma das parcerias entre o Estado e os municípios é o plano de formação continuada, que terá a primeira etapa iniciada em setembro, com gestores e professores das redes municipais. "Estamos apresentando também um aplicativo que talvez seja a nossa grande oferta. O #escolado proporcionará à gestão da escola todas as informações sobre alimentação, estrutura física, perfil profissional de cada educador e a vida escolar dos nossos estudantes. Nós queremos dialogar com a Undime estadual para que, assim que nós estivermos com o aplicativo testado e aprovado, ele seja levado também para as escolas municipais", disse. 

O secretário revelou que outra contribuição do Governo do Estado para a educação municipal é um sistema de avaliação da educação. "Não podemos ficar reféns do Ideb, que é importante, mas estamos oferecendo um debate de um sistema estadual de avaliação, o sistema Sabe".

O presidente da Undime Bahia, Williams Panfile Brandão, também ressaltou a parceria entre o Governo do Estado e os municípios baianos. "Tivemos um momento muito importante que foi o nosso fórum estadual, em abril, e contamos com o apoio total da Secretaria da Educação do Estado. De lá para cá, a gente vem trabalhando diversos projetos em parceria. Os municípios estão ávidas pela formação que vai começar em setembro. O Estado tem fortalecido esse regime de colaboração". 

O evento reúne secretários de educação de 5568 municípios brasileiros, em quatro dias de programação. "No último dia será elaborada a carta do fórum, que será tornada pública no nosso site e também encaminhada para o Ministério da Educação, para conhecimento do ministro e de todas as secretarias. A carta nasce das contribuições que vão surgindo das mesas", explicou o presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Alessio Costa Lima. 

 

Bahia desponta como referência em segurança alimentar e nutricional

Domingos Matos, 14/08/2019 | 07:01

 

Para tornar a Bahia referência em diversidade e soberania alimentar, o Governo do Estado, por meio do projeto Bahia Produtiva, deu início ao plano de ação de segurança alimentar e nutricional para os agricultores familiares de todo o estado.

Mais de 80 técnicos de assistência técnica e extensão rural estão sendo capacitados para serem multiplicadores para mais de oito mil agricultores familiares de comunidades tradicionais baianas dos 27 Territórios de Identidade da Bahia.

A iniciativa visa aumentar a diversidade alimentar dos agricultores por meio de consumo de alimentos da biodiversidade e das Plantas Alimentícias Não Convencionais (Panc), por meio de estratégias como a de conhecer os alimentos para poder identificá-los e, caso não haja na propriedade do agricultor uma diversidade, implementar espécies de cada biodiversidade. Além disso, os participantes estão aprendendo técnicas de plantio e preparo adequado desses alimentos.

Os profissionais estão sendo capacitados por uma equipe formada por nutricionistas, pedagogos, médicos e agrônomos, com temas como desenvolvimento humano, produtividade para o trabalho e renda e sustentabilidade em saúde, meio ambiente, agricultura, atividade física, agronomia, administração e gestão e alimentação.

O coordenador do Bahia Produtiva, Fernando Cabral, afirma que esse é um encontro importante de imersão: "Queremos garantir a segurança alimentar desses agricultores, valorizando os alimentos do nosso estado, e, com isso, gerar mais trabalho e renda pro rural baiano".

Segundo a nutricionista e diretora da VP-Centro de Nutrição Funcional, Valéria Paschoal, a expectativa é mudar os hábitos alimentares para prevenção de doenças como obesidade, câncer e doenças cardiológicas: “Queremos implementar o consumo dos alimentos com plantas que podem estar no quintal da casa do agricultor, e não estão sendo valorizadas e consumidas. Vamos empoderar os técnicos junto a suas comunidades”.

O Bahia Produtiva é um projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), fruto da parceria entre o Estado da Bahia e o Banco Mundial, por meio de acordo de empréstimo. Até o momento já foram financiados 862 projetos em todo estado, em diversas cadeias produtivas, que representam investimento de R$ 287,6 milhões.

 

Atleta baiana conquista prata nos Jogos Pan-Americanos de Lima

Domingos Matos, 12/08/2019 | 07:01
Editado em 12/08/2019 | 09:57

A baiana Paola Reis conquistou, na última sexta-feira (9), a medalha de prata na prova de BMX dos Jogos Pan-americanos, disputado em Lima, no Peru. O ouro ficou com a colombiana Mariana Pajon, bicampeã olímpica, e o bronze para a venezuelana Stefany Hernandez.

“Pratico o esporte desde os 11 anos e não é fácil chegar a essa medalha. Fiquei feliz demais hoje. Meu objetivo era ficar com ouro ou prata, mas logo na descida tive uma fechada e fiquei pra trás. Vim recuperando durante o percurso. Agradeço a todos que torceram por mim”, disse a baiana, que completa 20 anos no próximo dia 15.

Oriunda de projetos sociais apoiados pela Superintendência de Desportos do Estado (Sudesb), Paola recebe o apoio do Programa Estadual de Incentivo ao Esporte Amador Olímpico e Paralímpico (FazAtleta). 

Coordenado pela Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), em parceria com a Secretaria da Fazenda (Sefaz), o FazAtleta já concedeu apoio a mais de 70 projetos de atletas e de eventos esportivos em 2019, com um investimento de aproximadamente R$ 3,4 milhões.

Pan-Americano

O Pan de Lima reuniu cerca de 6.580 atletas de 41 países das Américas. Dos 39 esportes, 22 valem como classificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020. No total, o Brasil tem 485 atletas em ação na capital do Peru.

Amurc e INSS viabilizam parceria com os municípios para atendimento local

Domingos Matos, 11/08/2019 | 08:21

Os prefeitos de Almadina, Milton Cerqueira e de Barro Preto, Ana Paula Simões assinaram na quinta (8) e sexta-feira (9), o Acordo de Cooperação Técnica com o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), através de uma parceria firmada com a Associação dos Municípios da Região Cacaueira (Amurc) para o atendimento de serviços previdenciários nas localidades. As reuniões contaram com a presença da equipe de governo das prefeituras municipais.

A iniciativa será implantada por meio do projeto de âmbito nacional “INSS Digital, uma nova forma de atender”, com objetivo de ampliar os canais de atendimento à população dos municípios da região. A nova ferramenta visa melhorar o atendimento, facilitar a vida do segurado, promover qualidade de vida para os seus funcionários e mitigar problemas como falta de agências físicas.

O gerente Miguel Ângelo Cardoso explica que o projeto abrange os municípios associados a Amurc, proporcionando a abertura de atendimento, evitando que pessoas residentes em municípios onde não há um posto do INSS possam requerer os benefícios e acessar os serviços previdenciários em um espaço que será disponibilizado pela prefeitura local.

“O município terá economia com despesas de transporte dessas pessoas. Sem falar que a permanência dos beneficiários alimenta o comércio local, onde não há um posto do INSS. A renda geral desses municípios gira em torno da folha de pagamento da prefeitura e os benefícios previdenciários”, declarou Miguel.

A educadora previdenciária Noélia Nascimento destacou que um servidor público designado pelo município será capacitado pelo INSS para analisar e digitalizar processos dos contribuintes locais, para depois encaminhá-los à instituição. O espaço deverá conter uma estrutura básica, com computador, acesso à internet e um scanner.

Para o secretário executivo da Amurc, Luciano Veiga, a iniciativa facilita a inclusão a quem mais precisa ao acesso rápido e eficiente à aposentadoria e também de caráter econômico, tendo em vista que “uma parte significativa da economia dos municípios estão equilibradas através dos valores oriundos destes pagamentos”, avaliou.

 

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.