Tag: periodo

FTC Itabuna seleciona docentes para cadastro reserva

O período de inscrições para a seleção pública segue até 23 de dezembro

Domingos Matos, 26/11/2019 | 08:18

A Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC) de Itabuna abriu processo seletivo para contratação de novos professores que farão parte do cadastro reserva do corpo docente da Instituição de Ensino. As inscrições podem ser efetivadas até o próximo dia 23 de dezembro no Setor de Gestão de Pessoas, que funciona no 6º andar do Campus 1 da FTC, localizado na Praça José Bastos. Serão selecionados educadores para 10 cursos nas áreas de humanas, exatas e de saúde.

De acordo com os editais divulgados pela direção da FTC e que regem o processo seletivo, no ato de inscrição o candidato deverá apresentar a documentação exigida em cópias autenticadas em cartório ou os originais para comparação. A lista dos documentos consta de diploma de graduação, currículo lattes atualizado, diploma de titulação máxima, carteira de identidade, CPF e atestado de idoneidade moral firmado por 03 professores universitários ou por autoridade judicial. Os títulos acadêmicos obtidos no exterior devem estar revalidados no Brasil.

A data da homologação das inscrições será o dia 15 de janeiro de 2020. O processo seletivo terá sequência com a fase de análise de currículos, entrevistas e aula pública, esta última marcada para o período de 20 a 24 de janeiro, com duração de 30 minutos versando cobre um dos pontos do programa pré-estabelecido sorteado pela banca examinadora. O teor completo dos editais com os seus respectivos anexos pode ser consultados no portal da Rede FTC (www.ftc.br).

 

Serviço: Seleção pública de docentes para cadastro reserva

Inscrições gratuitas: de 12 a 23 de dezembro

Local: Setor de Gestão de Pessoas / Campus da FTC – Itabuna – BA

Horário: das 9 às 12 horas e das 14 às 18 horas

Estado altera regras para concurso de médico e odontólogo da Polícia Militar

Domingos Matos, 22/11/2019 | 16:37

A Secretaria da Administração (Saeb) publicou ontem (21), no Diário Oficial do Estado (DOE), retificação no edital de abertura de inscrições ao concurso público para seleção de oficiais de saúde da Polícia Militar da Bahia. De acordo com a publicação, poderão concorrer no certame candidatos aptos, que tenham, no mínimo, 18 anos. Anteriormente, o concurso tinha entre seus pré-requisitos a exigência de idade entre 18 e 30 anos. A medida atende recomendação do Ministério Público da Bahia (MP-BA).

Com isso, o prazo para inscrição no concurso será estendido até o dia 20 de dezembro, às 23h59, no site da empresa organizadora, o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), disponível no endereço www.ibfc.org.br. O prazo máximo para pagamento do boleto de inscrição, no valor de R$ 150, passa a ser o dia 23 de dezembro, observando o horário de Brasília. Outros prazos para o certame e o cronograma provisório de atividades também serão reajustados e podem ser consultados no DOE e no Portal do Servidor (www.portaldoservidor.ba.gov.br).

Promovido pela Saeb e Polícia Militar, o concurso conta 17 vagas, sendo 11 para médico e seis para odontólogo, que vão assumir o posto de 1° Tenente na corporação. O certame tem validade de um ano, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período. As vagas para médico serão distribuídas entre as regiões de Salvador, Barreiras, Itabuna e Juazeiro. Serão convocados cardiologistas, ortopedistas, psiquiatras e clínicos gerais. Já as vagas para odontólogo são para atuar em Salvador, Itabuna e Juazeiro. Na capital é preciso ser especialista em Implantodontia, Periodontia e Prótese Dentária. Nos municípios do interior, as vagas são para Cirurgião Dentista.

 

 

 

Itacaré: Campanha alerta para período de defeso do camarão

Domingos Matos, 02/09/2019 | 18:34
Editado em 02/09/2019 | 18:24

As Secretarias Municipais do Meio Ambiente e de Agricultura e Pesca de Itacaré estão realizando uma campanha de conscientização dos pescadores, consumidores e da comunidade em geral para o período de defeso do camarão, que vai de 15 de setembro a 31 de outubro no trecho que vai do município de Camaçari até o limite Sul do Estado da Bahia. Nesse período está proibida a captura do camarão das espécies branco, rosa e sete barbas.

O secretário municipal de Meio Ambiente, Marcos Luedy, explica que o defeso é o período em que as atividades de pesca esportiva ou comercial são proibidas ou controladas. Este período de defeso é estabelecido de acordo com a época de reprodução de cada espécie, visando a sua preservação e a manutenção do setor pesqueiro. O período de defeso está previsto na Lei nº 10.779, de 25 de novembro de 2003, alterada pela Lei nº 13.134, de 14 de junho de 2015, sendo garantido ao pescador profissional artesanal o pagamento de seguro-defeso.

E para garantir a preservação dessas espécies, as secretarias de Meio Ambiente e Agricultura e Pesca destacam a importância da conscientização e a colaboração de todos, principalmente dos pescadores e dos próprios consumidores. De modo geral, grande parte dos consumidores não está informada do período de defeso ou proibição, não entendem sua importância, além de não conhecerem as espécies e não compreenderem os fatores que levam a necessidade da interrupção na captura destes animais.

Desta forma, com uma demanda constante, à comercialização destas espécies exerce uma forte influência no descumprimento das leis ambientais por parte dos pescadores e seus clientes, que são os bares, restaurantes, mercados e feiras, que encontram vantagem no risco existente entre a comercialização ilegal e as multas ambientais. Daí a importância da campanha, que visa justamente esclarecer sobre a importância, o período do defeso e a necessidade de todos colaborarem com o meio ambiente

 

Após greve de vigilantes, aulas do período noturno são suspensas em algumas unidades da Ufba

Domingos Matos, 28/08/2019 | 12:34
Editado em 28/08/2019 | 11:04

Algumas unidades da Universidade Federal da Bahia (Ufba) decidiram suspender as aulas do período noturno, depois que os vigilantes que prestam serviço para a instituição iniciaram uma greve por tempo indeterminado, na terça-feira (27).

Entre as unidades da Ufba que suspenderam as aulas no período noturno estão o Instituto de Química e Física, a Escola Politécnica, a Faculdade de Direito e o Instituto de Biologia. Não há previsão de quando as atividades vão ser normalizadas nessas unidades.

Segundo os vigilantes, a UFBA possui uma dívida de R$ 15 milhões com a empresa que detém o contrato de terceirização dos cerca de 380 vigilantes.

O Sindicato dos Vigilantes (Sindivigilantes) informou que a empresa garantiu os salários deste mês, mas informou que não terá como arcar com o próximo pagamento. Com isso, a categoria a provou a greve e reivindica que a Ufba pague os salários diretamente aos vigilantes.

Por meio de nota, a Ufba informou que está ciente da paralisação por tempo indeterminado dos vigilantes e que mantem diálogo com a MAP, empresa responsável pelo contrato com os vigilantes, e também com o sindicato, buscando alternativas para reduzir as pendências financeiras.

A nota informa ainda que, para garantir a segurança da comunidade, solicitou que seja mantida 30% da equipe de vigilantes, como prevê a legislação, além de alertar a Polícia Militar para reforçar o entorno dos campi.

 

Semana passada

Na quinta-feira (22), os vigilantes já havia feito uma paralisação de 24h, por conta da situação. Na ocasião, através de nota, a universidade informou que mantinha diálogo com o sindicato da categoria e com a empresa responsável pela contratação dos vigilantes, na busca de alternativas para reduzir as pendências financeiras.

Ainda na nota da última semana passada, a UFBA disse que a grave situação orçamentária atravessada pela universidade e causada pela defasagem da dotação acumulada nos últimos cinco anos, do contingenciamento de recursos e do bloqueio de 30% de seu orçamento pelo Ministério da Educação. A instituição informou ainda que esse quadro vem impedindo a instituição de manter em dia pagamentos a seus fornecedores e que a Reitoria tem buscado solucionar através de diálogo com o Ministério. (Com informações do G1)

 

Período de festas alerta para necessidade de maior estoque de sangue

Domingos Matos, 15/06/2010 | 09:27
Editado em 15/06/2010 | 09:35

sangueA Santa Casa de Misericórdia de Itabuna realiza nesta quarta e quinta-feira (16 e 17), a segunda Campanha de Captação de Sangue no Hospital Manoel Novaes.

Durante todo o dia, das 7 às 18 horas, um posto de coleta será instalado na Escola Técnica em Saúde, nas dependências do Hospital, que também receberá parte da equipe do Banco de Sangue para operacionalização das coletas.

A meta é superar o número de 250 bolsas de sangue arrecadadas, auxiliando assim na elevação dos estoques de sangue no Banco de Sangue da Santa Casa de Itabuna.

Voltada para o público externo e interno, do Hospital Manoel Novaes, acompanhantes e familiares de pacientes estarão entre os possíveis doadores, bem como colaboradores, funcionários, prestadores de serviços, gestores e médicos do Hospital.

"Neste período de festas, que também segue de férias escolares e viagens, precisamos manter o estoque em melhores condições, já que vamos enfrentar um período de baixa nas doações e temos mais ocorrências de acidentes nas estradas", declarou o coordenador de captação, Rosildo Ribeiro.

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.