Tag: reuniao

Secti e Faeb alinham estratégias no 3º Workshop Cacau Sul Bahia

Encontro da Secti com a Faeb, organizadora do evento, teve início com uma reunião

Domingos Matos, 06/09/2019 | 11:32

O cacau é considerado uma das maiores riquezas da Bahia. Agora, a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e a Federação de Agricultura e Pecuária do Estado (Faeb) vão unir forças para alavancar ainda mais este setor que tem alto potencial econômico. O elo entre as duas partes se estruturou durante o 3º Workshop Cacau Sul Bahia, que aconteceu no auditório do edifício sede da Faeb/Senar, localizado no Comércio, na quinta-feira (5). O tema do encontro foi “diversificação na produção de cacau”.

Antes mesmo do evento começar, a Secti, representada pela secretária Adélia Pinheiro, foi convidada para uma reunião de cortesia, na qual a equipe de diretoria da Faeb, liderada pelo presidente Humberto Miranda, apresentou os projetos da casa e afirmou o compromisso com a indústria agropecuária baiana. Já em sua fala ao longo da apresentação que antecedeu as atividades do Workshop, o presidente ressaltou a necessidade de aproximar a Secti para desenvolver o agronegócio na Bahia. “Todo baiano é um pouco cacauicultor pela importância que este fruto tem na história do estado e precisamos da ciência, tecnologia e inovação para desenvolver ainda mais esta área e, assim, torná-la novamente uma fonte econômica”, afirmou.

A secretária da Secti, Adélia Pinheiro, acredita que é necessário protagonizar este espaço da produção do cacau com inovação. “A região é muito rica, cheia de instituições de ensino, faculdades, e com o maior número de doutores, proporcional a quantidade de habitantes. Por tudo isso, é necessário estreitarmos os laços entre todo o ecossistema de CT&I e a produção de cacau. É uma satisfação colocar a Secti à disposição deste setor produtivo”, ressaltou.

O evento, que também teve a participação do secretário de Meio Ambiente João Carlos, contou com a apresentação do Instituto Arapyaú, responsável por uma exposição sobre o potencial econômico do cacau e a necessidade de diversificar esta receita. O dia seguiu com as atividades do Workshop que trouxeram cases envolvendo inovação para gerar novas perspectivas em cima de um dos alimentos mais ricos da Bahia.

Nestlé quer reunião com parlamentares e governo do Estado

Domingos Matos, 06/08/2019 | 16:26

Por Andreyver Lima

 

A Nestlé respondeu à Câmara de Vereadores, que havia solicitado reunião com a direção da empresa, no sentindo de evitar a desativação da fábrica. A mobilização aconteceu após a notícia que a empresa estuda fechar sua unidade em Itabuna, gerar repercussão em todo o Estado.

Em nota, a empresa disse estar em contato com o Governo do Estado, para reunião no fim de agosto e sugere a mesma data para que os vereadores também estejam presentes. “Essa conversa será importante para termos embasamento do que realmente está acontecendo e saber como o Legislativo pode ajudar na permanência da fábrica” afirmou o presidente Ricardo Xavier, após se reunir com representantes do SindAlimentação.

Outros parlamentares também se manifestaram contra o fechamento da empresa. O deputado estadual Tiago Correia (PSDB) afirmou que ‘ações efetivas do Governo’ devem assegurar a permanência da Nestlé em Itabuna. O também deputado estadual, Pedro Tavares (DEM), cobrou ao Governo do Estado ações no sentido de impedir o fechamento da fábrica e citou a estimativa de que 300 pessoas podem perder seus empregos.

Em reunião com reitores, Rui libera R$ 36 milhões para investimento em universidades

Domingos Matos, 09/04/2019 | 08:21

O governador Rui Costa determinou a liberação imediata de R$ 36 milhões para investimento nas quatro universidades estaduais baianas. O anúncio foi feito durante reunião nesta segunda-feira (8), em Salvador, com os reitores Evandro do Nascimento Silva (Uefs), Adélia Maria Pinheiro (Uesc), Luiz Otávio Magalhães (Uesb) e José Bites de Carvalho (Uneb). 

No encontro, realizado na Governadoria, o governador também apresentou levantamento feito pela Secretaria da Administração do Estado (Saeb) que mostra um aumento de 19,35%, nos últimos quatro anos, na folha de pagamento dos servidores dessas instituições. O Estado está no limite da capacidade financeira para remuneração de pessoal e não pode desrespeitar a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). 

Na reunião com os reitores, Rui ainda anunciou que publicará projeto de lei redistribuindo 68 vagas do quadro do magistério da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), gerando a possibilidade para a promoção de até 151 professores. As promoções vão gerar um impacto para os cofres públicos de R$ 2,7 milhões neste ano e R$ 3,6 milhões em 2020. Entre as 151 promoções, um total de 68 professores poderá ser promovido para o cargo de professor adjunto, outros 63 podem promovidos para o cargo de professor titular e 20 para ocupar o cargo de professor pleno.

 

Reunião vai apresentar o Programa Empreender à sociedade itabunense

Domingos Matos, 13/02/2019 | 15:29

Itabuna é uma das 10 cidades baianas que serão contempladas com o programa Empreender, projeto de apoio ao desenvolvimento empresarial da Federação das Associações Comerciais e Empresariais da Bahia – Faceb. O programa será apresentado a sociedade itabunense nesta quinta-feira (14), às 17h30, no auditório da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna (ACI).

A proposta do projeto é trabalhar com grupos setoriais, e através de uma metodologia, discutir os problemas de um conjunto de empresas do mesmo nicho de mercado e entregar uma solução. O projeto será executado pela Associação Comercial em parceria com a Faceb e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae.

Ainda participam do programa, os municípios de Seabra, Feira de Santana, Camaçari, Vitória da conquista, Alagoinhas, Ribeira do Pombal, Lauro de Freitas, Amargosa e Santo Antônio de Jesus

A ACI fica localizada na rua Osvaldo Cruz, nº 56, 10º andar do Edifício União Comercial, centro de Itabuna.

 

Presidente do CREA-BA vai falar sobre segurança de barragens em reunião da Amurc e Cimurc

Domingos Matos, 07/02/2019 | 12:03

O presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia (CREA/BAHIA), Luis Edmundo Prado de Campos (foto) estará presente nesta quinta-feira (7), na Câmara de Vereadores de Barra do Rocha, em uma reunião promovida pela Associação dos Municípios da Região Cacaueira e o Consórcio Intermunicipal do Médio Rio das Contas (CIMURC) para tratar sobre Segurança de Barragens.

O 3ª encontro com prefeitos, autoridades e a sociedade civil organizada acontece com o objetivo de discutir ações preventivas visando prevenir possíveis danos ambientais e humano, por conta da barragem de rejeitos da Mirabela. Segundo o coordenador executivo da Amurc, Luciano Veiga, o assunto será ampliado para outras barragens que existem na Bahia e que podem ocasionar o mesmo dano em termos de sinistro.

O presidente do CREA, que é engenheiro civil e especialista em Solo vai apresentar as condições de segurança das barragens da Bahia. Ainda segundo ele, “serão apresentados assuntos relacionados a ação do órgão na região e serão firmadas parcerias com diversos municípios visando uma maior aproximação, principalmente na fiscalização de obras”, completou Luis.

Está prevista ainda na reunião, a assinatura de um termo de cooperação técnica entre a Associação/Município e o CREA/BA, visando a troca de informações para otimizar a atuação do órgão e das prefeituras associadas, além de projetar a implantação de um escritório de assistência técnica de engenharia nos municípios.

A Câmara de Vereadores de Barra do Rocha fica localizada na rua Maria Oliveira Bitencurt, s/n - Centro, Barra do Rocha – BA.

 

Violência no campo é tema de reunião entre governo e produtores rurais em Itabuna

Domingos Matos, 30/01/2019 | 17:01

O prefeito Fernando Gomes recebeu em seu gabinete no Centro Administrativo Firmino Alves, os produtores rurais Alex Maron e  Antônio Augusto Paraíso (Guto), proprietários de fazendas  na região do Mutuns e do Rio do Braço, zona rural de Itabuna. A reunião que também contou com a presença do comandante do 15º BPM, Tenente-Coronel PM Daniel Riccio, do agente da Policia Civil Lúcio Serra e do empresário Diney Oliveira, teve como pauta a busca por soluções para o combate a violência no campo.

Na oportunidade, os produtores rurais falaram sobre os constantes assaltos a mão armada que vem acontecendo naquela região e pediram  ajuda do Executivo.  O Comandante do 15º BPM, informou  ao prefeito que já tinha conhecimento dessas ocorrências e que já estava desenvolvendo um monitoramento em parceria com a Policia Civil que, representada pelo agente Lúcio Serra, ficou de tomar as providencias necessárias, inclusive para o envio de viaturas ao local. Para finalizar, o prefeito Fernando Gomes prometeu dar todo o apoio para o combate ao crime na região.     

 

Reunião na FICC discute segurança da Lavagem do Beco do Fuxico 2019

Domingos Matos, 17/01/2019 | 15:05

Representantes da Segurança Pública se reuniram com o presidente da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), Daniel Leão, para discutir e definir estratégias que garantirão a segurança e a tranquilidade dos foliões na Lavagem do Beco do Fuxico, marcado para o dia 23 de fevereiro. Segundo o presidente da FICC, “as estratégias estão sendo analisadas e montadas nos mínimos detalhes para que população possa se divertir sem qualquer tipo de preocupação”.

O major do 15º Batalhão da Polícia Militar, Manoilzo Alves, informou que, além do suporte das viaturas, haverá ainda um efetivo com mais de 300 homens dentro do circuito. Ele também anunciou a implantação dos portais de abordagem com detector de metais. “Toda essa engrenagem pode ser desconfortável, mas é absolutamente necessária para evitar tumultos, agressões e desordem a ordem pública”, ressaltou o major. Além da PM, a Guarda Civil Municipal também fará a segurança do evento.

A Secretaria de Seguranca, Transporte e Trânsito (Settran), sob a responsabilidade do Coronel Gilberto Santana, montará um esquema para fechar algumas ruas que darão acesso ao circuito. Santana confirmou a presença de diversos agentes atuando no momento da festa momesca, para garantir o “disciplinamento do trânsito, evitando que veículos possam adentrar ao local”.

As próximas reuniões definirão o cronograma das vias de acesso, a divulgação do horário de fechamento das ruas e de áreas que poderão sofrer alterações. O esquema de segurança prevê ainda a presença de um efetivo do Corpo de Bombeiros, além de duas ambulâncias do SAMU. O cadastramento dos ambulantes ficará a cargo do Departamento de Indústria e Comércio da Secretaria de Sustentabilidade Econômica e Meio Ambiente. De acordo com o titular da pasta, Jorge Vasconcelos, uma reunião será marcada para discutir o ordenamento do comércio informal dentro na festa.

A tradicional Lavagem do Beco do Fuxico, este ano, está sob a coordenação do diretor de Turismo da FICC, Ari Rodrigues. Ele revelou está sendo articulada a presença de uma banda de percussão para abrilhantar a festa, “porque o objetivo é fazer um carnaval eminentemente cultural, uma vez que a lavagem tem tradição e já está consolidada no calendário de eventos da FICC”, concluiu, ressaltando que as principais atrações são os blocos afros e outras entidades carnavalescas locais.

Rui Costa participa de reunião de governadores em Brasília

Domingos Matos, 30/05/2017 | 19:27

O Governador Rui Costa e outros 17 governadores estão reunidos hoje, em Brasília, para discutir assuntos de interesse comum e buscar saídas para a crise que também afeta os Estados. Na pauta, temas como o projeto que regulariza os incentivos fiscais concedidos à empresas e que será votado hoje na Câmara dos Deputados e a situação política do país.

Participam do encontro os governadores de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espirito Santo, Pernambuco, Ceará, Alagoas, Piauí, Sergipe, Rio Grande do Norte, Paraíba, Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, Tocantins e Acre. Pela manhã, antes do encontro nacional, Rui e os outros oito governadores do Nordeste fizeram um encontro reservado e preparatório para o encontro nacional.

Geraldo critica venda da Emasa em reunião do PGP

PGP Itabuna, Partido dos Trabalhadores, Geraldo Simões

Domingos Matos, 23/05/2016 | 14:11
Editado em 23/05/2016 | 14:14

O pré-candidato a prefeito de Itabuna, Geraldo Simões (PT), participou de mais uma plenária do Programa de Governo Participativo (PGP), no sábado (21). No encontro, realizado no Colégio Ciso, foram discutidas as prioridades apontadas pela comunidade de diversos bairros do entorno de Fátima. Em seu discurso, Geraldo comentou as reivindicações e criticou a solução apontada pelo governo municipal para a crise da água – a venda da Emasa.

Entre as necessidades apontadas pela população, a crise da água figura como um dos principais problemas. Para Geraldo, é consenso que o município não tem condições de bancar os investimentos necessários para superar a crise do abastecimento de água e do saneamento no município, em torno de R$ 500 milhões.

“Mas vender à iniciativa privada não é a melhor solução. Defendo que seja feito um acordo com o governo do estado: a devolução em troca da construção da barragem do rio Colônia – de forma acelerada – e dos investimentos necessários. O governo do estado pega a Emasa de volta e faz os investimentos que precisamos”, resumiu Geraldo.

A dona de casa Maria São Pedro, do bairro Nova Califórnia, sabe o que Geraldo fala, pela vivência prática. “A gente foi morar lá sem água. Geraldo foi quem botou água na Nova Califórnia. Se não fosse a Emasa, a gente nunca ia ter água encanada?”, questiona, agradecendo a ação do então prefeito Geraldo Simões, em 1996.

São Caetano recebe primeira reunião do Programa de Governo Participativo

Domingos Matos, 05/05/2016 | 08:04
Editado em 05/05/2016 | 08:05

A primeira reunião para discussão do Plano de Governo Participativo (PGP), promovida pelo Partido dos Trabalhadores em Itabuna, será no bairro São Caetano, no próximo sábado (7). Realizada no espaço Nefertiti (avenida Manoel Chaves, em frente ao Itão), a plenária contemplará, além do São Caetano, moradores do Sarinha, Novo São Caetano, Carlos Silva, Jardim Primavera, Jaçanã, Santa Clara, Núcleo da Ceplac e Banco Raso.

O PGP é um modelo de construção coletiva do programa de governo que o partido vai protocolar na Justiça Eleitoral, e que deverá ser seguido pelo prefeito, caso eleito. Em Itabuna, o pré-candidato a prefeito do PT é o ex-deputado federal e ex-prefeito Geraldo Simões.

A primeira experiência do PGP foi na eleição do governador Rui Costa, em 2014, e foi tão bem sucedida que foi estendida aos diretórios municipais. “Em Itabuna, diante da situação em que o município se encontra, nada mais justo do que ouvir a população para que ela exponha seus anseios. O PT vai registrar as contribuições que coletar nessas plenárias como o documento norteador de uma eventual administração a partir de 2017”, explica o presidente do PT em Itabuna, Flávio Barreto.

A dinâmica, explica Barreto, será igual à utilizada na eleição para governador. “Os moradores serão divididos em grupos e cada grupo apresentará as sugestões do que considera necessário para sua comunidade. Ao final de cada plenária, todo material será sistematizado e apresentado aos participantes. Também está prevista a participação do pré-candidato Geraldo Simões, que fará um debate de conjuntura com os presentes”.

Flávio Barreto afirma que já está programada a próxima reunião do PGP Itabuna. Será no dia 14, no bairro Nossa Senhora da Conceição. “Ressaltamos a importância da participação de todos nesses eventos. Não é direcionado apenas aos nossos militantes nem mesmo aos possíveis eleitores do companheiro Geraldo Simões, mas é um exercício de cidadania mais do que nunca necessário, para que tenhamos, a partir de 2017, um governo popular e participativo, caso consigamos êxito na eleição, como sempre foram os governos petistas em Itabuna”.

Reunião logo mais pode acabar greve nas universidades

Domingos Matos, 06/06/2011 | 15:49
Editado em 06/06/2011 | 16:56

Está marcada para logo mais, a partir das 17 horas, uma reunião entre professores grevistas e governo do estado, que pode decidir o fim da greve dos professores das quatro universidades estaduais da Bahia. O movimento chega a quase dois meses (57 dias) e ameaça o semestre letivo de milhares de alunos em todo o estado.

O governo se comprometeu com a redução do período de trevas, em que congelaria o salário dos servidores até 2014, e prometeu moratória apenas até 2012. Os professores gostaram dessa proposta, o que pode facilitar um acordo na reunião de daqui a pouco.

Segundo a Associação do Docentes da Uesc (Adusc), amanhã será realizada uma assembleia para apresentar o resultado das negociações à categoria. Só essa assembleia é que poderia, em tese, findar a greve em cada unidade.

Reunião para agilizar desbloqueio de verbas falha e Ilhéus pode ter administração inviabilizada

Domingos Matos, 10/09/2010 | 20:14
Editado em 10/09/2010 | 20:15

Representantes da Secretaria da Fazenda e da Procuradoria Jurídica do Município foram a Salvador nesta sexta-feira (10) com a finalidade buscar uma solução para o bloqueio contínuo de verbas para o pagamento de precatórios trabalhistas pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) 5ª Região.

Entretanto, a audiência para tratar do assunto foi inviabilizada em função do Pleno da 5ª Região ter se reunido para escolher e empossar a nova vice-presidenta do Tribunal, desembargadora Maria Adna Aguiar do Nascimento, em substituição à desembargadora Delza Karr, recentemente aposentada.

O atraso na análise do processo de desbloqueio poderá trazer sérios transtornos para o pagamento da folha dos servidores e também dos fornecedores. Caso o sequestro dos recursos municipais seja mantido haverá comprometimento na prestação de serviços, inclusive os essenciais realizados pela Prefeitura.

De janeiro até agosto deste ano, o Município de Ilhéus já realizou o pagamento de precatórios trabalhistas de cerca de R$ 5 milhões. O sequestro autorizado esta semana atingiu diversas contas do Município, inclusive em recursos destinados ao pagamento de pessoal, cheques de fornecedores e outras obrigações da Prefeitura.  

Em reunião com 400 militantes, Geraldo e J. Carlos falam em ampliar votação

Domingos Matos, 06/06/2010 | 22:55
Editado em 06/06/2010 | 23:46

geraldo e j carlosOs deputados petistas J. Carlos (estadual) e Geraldo Simões (federal) se reuniram nesse domingo com cerca de 400 militantes em Itabuna, com o objetivo de "animar a turma para ampliar a votação de J. Carlos na cidade", nas palavras de Simões. O evento foi na Casa 105, no bairro Góes Calmon.

Geraldo disse que em 2006 recebeu do parceiro estadual 15 mil votos em Salvador, e deu 5 mil a ele, J. carlos, em Itabuna. "E agora ele diz que ainda vai aumentar essa votação por lá. Então, para que eu não fique 'descabriado' quando chegar na cidade dele, precisamos aumentar a sua votação aqui. Pelo menos dobrar", afirmou o parlamentar, com aquele ar de quem está brincando, mas que deseja muito que o pedido seja atendido.

As projeções partiram da premissa que a eleição para os petistas, a cada pleito, fica mais difícil. "As contas que se fazem é que precisamos de 100 mil votos para nos elegermos. Então, o trabalho tem que ser intensificado".

No discurso, Geraldo anda aproveitou para um pequeno exercício de 'tiro ao alvo': "Tem candidato que carrega uma fama de bom moço, mas fica implorando pelo apoio de um ex-prefeito. Não é bom moço, porque fica puxando o saco de quem até outro dia era inimigo para conseguir o apoio de qualquer jeito". 

"Há também um coronel, que agora vem pedindo voto aos pobres. Mas quando era comandante da polícia perseguia a população, era mandado pelo ex-prefeito. Até prendeu Eduardo Barcellos, a mando do ex-prefeito. Aliás, não sei pra que tanto militar pedindo voto. Militar que nós queremos é o Capitão Fábio, que é de bem".

j carlosJá o deputado J. Carlos defendeu que a militância vá pra rua, como fez em 2006, ano em que Geraldo enfrentava grandes dificuldades devido à questão da vassoura de bruxa. "E foi o que fizemos naquele ano. Percebemos a dificuldade e partimos pra cima. Eu fazia de tudo para conquistar um voto pra Geraldo".

Ele contou que um eleitor seu, que morava numa região de litoral, estava convencido da história da vassoura de bruxa. "Quando eu vi que não tinha jeito, porque a armação foi forte, eu apelei: disse a ele que vassoura de bruxa não dava em frutos do mar".

Ou seja: brincando, brincando, na verdade a reunião mais parecia uma preleção de treinador de futebol antes do time entrar em campo. Pura psicologia. Mostrou mesmo que os homens vão querer buscar os tais 100 mil votos na unha.

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.