Tag: rodada

Porto Seguro ganhará 12 novos voos da Latam

Domingos Matos, 15/08/2019 | 10:31

Segundo maior destino turístico da Bahia, o município de Porto Seguro, localizado na Costa do Descobrimento, no Extremo Sul do Estado, receberá 12 novos voos semanais da Latam neste segundo semestre. O anúncio das rotas que virão de São Paulo (6), Belo Horizonte (4) e Brasília (2) foi feito pelo secretário do Turismo do Estado, Fausto Franco, durante o Show Tour, evento que reúne até sexta-feira (16), no município, operadores, agentes e empresários do setor hoteleiro. 

Os voos fazem parte de um plano da companhia em ampliar em 30% a oferta de linhas no Estado e casa-se com o decreto editado pelo governador Rui Costa, que prevê incentivos para atrair até 161 novos voos para a Bahia.   

Franco considerou o evento um sucesso, pois as rodadas de negócio foram positivas para representantes do trade do Estado e do Brasil, “mostrando a força do nosso turismo e o protagonismo da Costa do Descobrimento nesse segmento”. 

O secretário  acrescentou ainda que os índices de ocupação da rede hoteleira estão acima da média para a época do ano. “Isso é resultado de um modelo de captação e investimento do governo do Estado que estão dando certo”, concluiu o secretário. 

Sobre o Show Tour - Com o tema “Estratégia Multicanal no Turismo”, a Feira acontece simultaneamente no hotel Solar do Imperador e no Portal Beach, em Porto Seguro, com uma extensa programação que conta com palestras, exposições, eventos técnicos, Famtour, capacitações e rodadas de negócios.

Participaram da abertura do evento,  a prefeita de Porto Seguro, Claudia Oliveira, os diretores da Azul, Marcelo Bento, da CVC, Claiton Armelin, da Decolar.com Renata Bufarat, o vice presidente da Abav-ba, Jorge Pinto e o presidente da ABIH - BA , Glicério Lemos.

Intermunicipal: primeira rodada chega ao fim com 19 triunfos

Domingos Matos, 12/08/2019 | 11:18

Chegou ao fim, ontem (11), a 1ª rodada do Intermunicipal 2019. O total de 29 jogos foi realizado nos quatro cantos do estado.  Oito seleções largaram com destaque na competição.

Santaluz, Conceição do Coité, Valente, Santo Amaro, Valença, Camacan e Paul Brasil venceram seus jogos fora de casa. A expectativa, agora, é de que as demais busquem o triunfo. Fora das quatro linhas, a torcida quer embalar as equipes.

A segunda rodada já reunirá 60 seleções em campo. Os 30 jogos serão realizados no próximo domingo (18).

 

TVE exibe Belmonte e São José da Vitória no Intermunicipal

Domingos Matos, 09/08/2019 | 14:26

Neste domingo (11), às 15h, a TVE transmite ao vivo o jogo entre Belmonte e São José da Vitória pelo Campeonato Intermunicipal. É possível acompanhar ao vivo na Internet no Facebook, Twitter, YouTube e site www.tve.ba.gov.br/tveonline

Este ano, a competição contou com um aumento no número de times participantes em relação ao ano passado. São 67 seleções em busca do título.

Até dezembro, a TVE transmite um jogo por rodada, definido através de sorteio ao vivo no programa Cartão Verde.

No dia 30 de julho, a emissora anunciou a transmissão da partida entre Quijingue e Canudos porém, um novo sorteio foi realizado após a Federação Bahiana de Futebol indicar que não havia condições de transmissão no estádio do município. Este é o primeiro ano que a seleção Quijinguense disputa o campeonato.

Na internet, os torcedores poderão interagir por meio das redes sociais, utilizando a hashtag #IntermunicipalNaTVE ou enviar suas fotos e vídeos acompanhando os jogos para o número de Whatsapp (071) 9 9626 0307. Os vídeos serão exibidos ao longo da programação.

Destinos da Bahia são promovidos no mercado sul-americano

Domingos Matos, 09/08/2019 | 14:01
Editado em 09/08/2019 | 13:18

Os atrativos turísticos da Bahia foram divulgados pela Secretaria do Turismo do Estado esta semana nas cidades de Bogotá (Colômbia) e Lima (Peru), durante a segunda etapa do Meeting Brasil. A Diretoria de Promoções da Secretaria de Turismo do Estado (Setur) realizou duas capacitações, o que permitiu uma divulgação intensa da Bahia junto a todos os convidados. Nas duas cidades houve a participação do Comitê Visit Brasil.

Rodada de negócios que tem por objetivo divulgar o turismo brasileiro para os principais operadores e agentes de viagens da América Latina, o Meeting Brasil 2019 passou, entre 29 de julho e 7 de agosto, pelo Uruguai, Argentina, Paraguai, Colômbia e Peru. Os países da região estão entre os que mais emitem turistas estrangeiros para a Bahia.

Nesta etapa participaram 1.103 operadores e agentes de viagem, com uma média de 220 profissionais por evento, segundo o gerente de mercado América do Sul, da Diretoria de Promoções da Setur, Pedro Gramacho.

Chocolate de origem incrementa turismo gastronômico e histórico em Ilhéus

Domingos Matos, 17/07/2019 | 20:35
Editado em 18/07/2019 | 08:34

A Costa do Cacau tem sol e praia, cultura valorizada pela obra do escritor Jorge Amado, turismo de negócios e ecoturismo, opções para um público diversificado. O destaque dessa região no mapa turístico da Bahia não para por aí. Deve-se também à rica tradição e produção de cacau, que alcança visibilidade internacional esta semana, com a realização da 11ª edição do Chocolat Bahia Festival, entre os dias 18 e 21 de julho.   

Com público estimado em mais de 60 mil pessoas durante os quatro dias, o evento é aberto ao público, que será recepcionado por baianas tipicamente vestidas. Mais de 70 produtores de chocolate de origem e de 170 expositores estarão no pavilhão de feiras do Centro de Convenções de Ilhéus. Realizado em parceria com o Governo da Bahia, o festival fortalece o calendário turístico do Estado.

Além da degustação da iguaria, o evento oferece aos investidores cursos de capacitação, debates, rodadas de negócios e palestras ministradas por especialistas internacionais. A programação do Chocolat Bahia inclui ainda workshops gratuitos de receitas com renomados chefs do país, visitas a fazendas produtoras de cacau e exposição de esculturas de chocolate.

O festival promove Ilhéus como polo chocolateiro e contribui para difundir a cadeia produtiva do cacau, excelente oportunidade de negócios e valorização da gastronomia, destacou o secretário estadual do Turismo, Fausto Franco. "Estamos empenhados em valorizar ainda mais o ciclo produtivo das fazendas de cacau às fábricas de chocolate, estruturando a Estrada do Chocolate para o turismo, associado à relevância cultural da região", disse.

O Chocolat Festival foi criado para fomentar a profissionalização desse novo mercado que, em 2008, surgia na região e hoje está em plena expansão. "Há 11 anos reunimos consumidores, especialistas e produtores nesse evento, uma grande oportunidade para discutir a industrialização, a verticalização da produção e a melhoria da qualidade das amêndoas de cacau selecionado e produto final elaborado”, explica o empresário Marco Lessa, idealizador do festival.
O Governo da Bahia apoia o evento por meio das secretarias do Turismo, Desenvolvimento Econômico, Agricultura, Desenvolvimento Rural, CAR, e apoio financeiro do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura, assim como da Prefeitura Municipal de Ilhéus, Sebrae. O evento também tem apoio institucional da Ceplac. O Chocolat Bahia é uma realização da MVU Eventos.

Rui é o segundo governador mais bem avaliado pelo Congresso

Domingos Matos, 12/07/2019 | 12:16

Seis governadores de partidos que fazem oposição ao presidente Jair Bolsonaro são os mais bem avaliados pela cúpula do Congresso, revela nova rodada do Painel do Poder, pesquisa feita pelo Congresso em Foco em parceria com a In Press Oficina. Desses, cinco são do Nordeste.

Para os parlamentares entrevistados, os governadores Flávio Dino (PCdoB), do Maranhão, Rui Costa (PT), da Bahia, e Wellington Dias (PT), do Piauí, são, pela ordem, os três de melhor desempenho. Na sequência vêm Camilo Santana (PT), do Ceará, Renato Casagrande (PSB), do Espírito Santo, e Paulo Câmara (PSB), de Pernambuco.

Itacaré define programação da 2ª edição do Fórum de Turismo

Domingos Matos, 17/06/2019 | 14:37

A 2ª edição do Fórum de Turismo de Itacaré será aberta oficialmente nesta terça-feira, dia 18, às 9 horas da manhã, no Ecoporan Hotel, contando com a presença do prefeito Antônio de Aníizio e de autoridades estaduais e nacionais. O evento acontecerá entre os dias 18 a 20 de junho, trazendo para a cidade grandes nomes do turismo nacional e tendo como palestrantes profissionais renomados das mais diversas áreas, do Brasil e até de outros países. Esse ano o evento tem como tema “Turismo de Experiência & Melhoria da Competitividade”.

Para o prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio o Fórum de Turismo será mais uma grande oportunidade para empresários, comunidades e o poder público conhecerem as principais tendências de turismo e trabalharem a grande diversidade que o turismo de Itacaré, que não se resume apenas às belas praias, mas também toda a região rural, a exemplo de Taboquinhas e Água Fria, com suas cachoeiras, aventuras e fazendas de cacau. Serão trêsdias de imersão em turismo com palestrantes nacionais e internacionais, rodadas de negócios, oficinas e visitas técnicas aos pontos turísticos do município.

De acordo com o secretário municipal de Turismo, Júlio Oliveira, as pessoas quando viajam a turismo não querem apenas conhecer um lugar novo ou simplesmente sair da rotina, mas sim vivenciar uma experiência marcante em suas vidas. E foi pensando nisso que se chegou ao tema da 2ª edição do Fórum de Turismo de Itacaré, exatamente para debater as melhores práticas e ações para transformar esse setor em negócios ainda mais marcantes e rentáveis.

A realização é da Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria Municipal de Turismo, com o apoio da Conselho Municipal de Turismo, Sebrae. SPHA, Ecoporan Hotel, Ministério do Turismo e Governo da Bahia/Secretaria Estadual de Turismo. A proposta desse evento, segundo explicou Júlio Oliveira, é compartilhar as experiências, ampliar os conhecimentos nessa área, vivenciar os casos de sucesso e possibilitar a integração com agentes e profissionais brasileiros renomados.

Clique AQUI e confira a programação:

Definida programação da 2ª edição do Fórum de Turismo de Itacaré

Domingos Matos, 05/06/2019 | 15:28

Grandes nomes do turismo nacional e internacional vão estar em Itacaré na 2ª edição do Fórum de Turismo, que acontecerá no período de 18 a 20 de junho, no Ecoporam Hotel. Esse ano o Fórum terá como tema “Turismo de Experiência & Melhoria da Competitividade”. O evento terá como palestrantes profissionais renomados das mais diversas áreas, do Brasil e até de outros países. A inscrição é gratuita e será aberta a todas as pessoas interessadas em conhecer mais e discutir o fortalecimento do turismo no município.                                                                       

Para o prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio o Fórum de Turismo será mais uma grande oportunidade para empresários, comunidades e o poder público conhecerem as principais tendências de turismo e trabalharem a grande diversidade que o turismo de Itacaré, que não se resume apenas às belas praias, mas também toda a região rural, a exemplo de Taboquinhas e Água Fria, com suas cachoeiras, aventuras e fazendas de cacau. Serão trêsdias de imersão em turismo com palestrantes nacionais e internacionais, rodadas de negócios, oficinas e visitas técnicas aos pontos turísticos do município.

De acordo com o secretário municipal de Turismo, Júlio Oliveira, as pessoas quando viajam a turismo não querem apenas conhecer um lugar novo ou simplesmente sair da rotina, mas sim vivenciar uma experiência marcante em suas vidas. E foi pensando nisso que se chegou ao tema da 2ª edição do Fórum de Turismo de Itacaré, exatamente para debater as melhores práticas e ações para transformar esse setor em negócios ainda mais marcantes e rentáveis.

A realização é da Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria Municipal de Turismo, com o apoio da Conselho Municipal de Turismo, Sebrae. SPHA, Ecoporan Hotel, Ministério do Turismo e Governo da Bahia/Secretaria Estadual de Turismo. A proposta desse evento, segundo explicou Júlio Oliveira, é compartilhar as experiências, ampliar os conhecimentos nessa área, vivenciar os casos de sucesso e possibilitar a integração com agentes e profissionais brasileiros renomados.

Confira a programação:

Dia 18 de junho de 2018 (Terça-feira)

08h30 – Credenciamento

09h00 – Abertura: Prefeito de Itacaré António Mário Damasceno, Autoridades locais, regionais, estaduais e nacionais.

09h30 – Palestras de Abertura:

- “Programas do Ministério do Turismo e principais ações desenvolvidas para impulsionar o turismo brasileiro.".  Bob Santos –Secretário Nacional de Integração Interinstitucional do Ministério do Turismo

- “Atual estágio do setor turístico brasileiro e perspectivas de crescimento" Alexandre Sampaio - Presidente Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade da CNC

- “Desafios e oportunidades na Gestão Pública Municipal do Turismo no Brasil” – Jair Galvão – Presidente da Associação Nacional de Secretários e Dirigentes Municipais de Turismo – ANSEDITUR e Secretário de Turismo de Maceió.

12h30 às 14h – Intervalo para Almoço

14h – Palestra Motivacional - "Mercado de Eventos, cases de sucesso em suas empresas, estratégias para quem deseja obter sucesso na área “de eventos.  José Victor Oliva - Presidente da Holding Clube e do Banco de Eventos

 15h – Painel " Inteligência Empresarial e Competividade no Turismo "

- “Como Aumentar a Rentabilidade do seu Hotel - Rodolfo Delphorno – Gerente nacional de Vendas da OMNIBEES

“Como produzir imagens e conteúdo para propagação nos meios digitais” Lupércio Oliveira - Fotografo Certificado pelo Google

- “Cidades Empreendedora - Impacto e Resultados para o Segmento de Turismo” – Claudiana Campos Figueiredo – Gerente da Unidade Regional SEBRAE

– Educação Profissional, um caminho para o mercado de trabalho no turismo – Nanci Costa – Supervisora Pedagógica do SENAC

18h – RODADA DE NEGÓCIOS

Humberto Capelin - Gestor de Produtos Extremo Sul da Bahia da Azul Viagens

Daniel Firmino - Diretor de Produtos Nacionais & Operações da Flytour Viagens

Nilton Roberto Filho - Supervisor de Produtos da CVC CORP (CVC - VISUAL - TREND)

Michael Ferreira - Executivo de Vendas do HOTEL URBANO

Rafael Moura -  Coordenador Regional OMNIBEES / BA

 

Dia 19 de junho de 2019 (Quarta-feira)

09h00 – Painel " Turismo de Experiência: Potencialidades e Desafios"

- “O Turismo Rural com vivências do Cacau ao Chocolate” – Fabiola Leme, Turismológa e Consultora da Empresa Eixo 4

- “A Evolução do Turismo de Observação de Baleias no Nordeste do Brasil” Sergio Cipolotti, Coordenador Ambiental do Instituto Baleia Jubarte:

- “Turismo Gastronômico: Conhecendo os saberes e sabores da gastronomia de raiz” – Revecca Tapie – Representante do Movimento Slow Food Brasil 

- “Turismo de Pesca Esportiva Oceânica em Itacaré: Desafios e oportunidades” – Origenes Araújo - Itacaré Marine Sport Fishing

12h00 às 14h – Intervalo para Almoço

14h – Apresentação do case de sucesso em Ecoturismo – Reserva de Itacaré  – Paulo Ferrera – Proprietário e Guia

14h30 – Palestra “Impacto do turismo de observação de aves na sociedade, economia e meio ambiente” - Rafael Piedade Felix -Presidente da Associação Passarinhar é Viver

- Lançamento do 2º Workshop de Turismo de Observação de Aves em Itacaré

16h00 - Palestra de Encerramento "Planejamento de Ações da Secretaria Estadual de Turismo” - Fausto de Abreu Franco - Secretário de Turismo do Estado da Bahia

17h00 – Encerramento

18h00 - Coquetel de Lançamento do 6º Festival Gastronômico Sabores de Itacaré

Dia 20 de junho de 2018 (Quinta-feira)

10h - Visita Técnica

- Visita a Reserva Itacaré

13h - Encerramento

 

Bahia: Técnicos e analistas de universidades estaduais fazem acordo com o Governo

Domingos Matos, 24/05/2019 | 07:01

O Fórum dos Sindicatos dos Servidores Técnico Administrativos das Universidades Estaduais e o Governo do Estado assinaram um acordo, na tarde desta quinta-feira (23), após reunião com o governador Rui Costa na sede da Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. Ficou definida a reestruturação da tabela de vencimentos dos técnicos administrativos das quatro universidades estaduais que têm vencimentos abaixo do salário mínimo. 

No acordo, aceito na quinta-feira (23) pelos servidores da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) e da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), também ficou estabelecido o ajuste do quadro de vagas para permitir a promoção na carreira de 244 servidores dessas duas instituições, sendo 184 da Uneb e 60 da Uesc, entre técnicos administrativos e analistas.

Representantes das universidades estaduais de Feira de Santana (Uefs) e do Sudoeste da Bahia (Uesb) ainda não assinaram o acordo com o Governo do Estado, mas também terão direito ao ganho salarial por decisão do governador. No entanto, as promoções e progressões de carreira ainda não estão asseguradas, até que um acordo entre as duas universidades e o Estado seja efetivado. 

 

Progressão para Uneb e Uesc

Um projeto de lei com a reestruturação do quadro de vagas da Uneb e Uesc será encaminhado à Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) até esta sexta-feira (24). “O destravamento das promoções e das progressões gera, cada um, ganhos entre 8% e 7%, e as ampliações de carga horária, quando acontecerem para esses servidores, representarão mais um terço na remuneração. No total, estamos falando, para este grupo das universidades, de um investimento entre 7 e 8 milhões de reais ao ano, que certamente serão refletidos na melhoria da qualidade de ensino”, afirmou o superintendente de Recursos Humanos da Secretaria da Administração do Estado (Saeb), Adriano Tambone. 

Também participaram da reunião os secretários da Educação, Jerônimo Rodrigues; da Administração, Edelvino Góes; e de Relações Institucionais, Cibele Carvalho; além dos representantes de entidades sindicais e parlamentares. O resultado do acordo surgiu após três rodadas de negociações. “O mais importante é entendermos que, neste momento, com a manutenção de um cronograma efetivo de reuniões com o Estado, todos nós poderemos alcançar voos mais altos”, destacou o presidente do Fórum de Técnicos, Firmino Oliveira, sobre a continuidade do diálogo com o governo, item que também compôs o acordo.

 

Festival transforma Ilhéus na capital brasileira do cacau e do chocolate

Domingos Matos, 21/07/2017 | 11:13

Durante quatro dias, Ilhéus se transforma na capital brasileira do chocolate, com a realização do Chocolat Bahia 2017, aberto na noite desta quinta-feira (20) e que segue até domingo (23) no Centro de Convenções. Em sua 9ª edição, o Festival Internacional do Cacau e do Chocolate deve atrair cerca de 60 mil pessoas, que podem se deliciar com as 40 marcas de chocolates de origem produzidos no Sul da Bahia.

Com expectativa de R$ 10 milhões de negócios para os 80 expositores, que apresentam seus produtos do Pavilhão de Feiras, o evento tem o apoio do Governo do Estado da Bahia, através das secretarias da Cultura, do Turismo, de Desenvolvimento Rural, de Agricultura, de Ciência, Tecnologia e Inovação.

“Além da geração de emprego e renda, que é uma das prioridades do governador Rui Costa, o que temos hoje é uma mudança de mentalidade, com a verticalização da lavoura cacaueira, com a produção de chocolate de qualidade, um processo em que o Sul da Bahia é único do mundo, indo da amêndoa ao chocolate”, disse  o secretário de Desenvolvimento Econômico Jaques Wagner.

O Governo do Estado, através do programa Bahia Produtiva, investiu até junho de 2017, R$ 13 milhões em 31 projetos de apoio à agricultura familiar no sul do estado, com recursos para melhorar o cultivo de cacau e a produção de chocolate. De acordo com secretário de Desenvolvimento Rural Jeronimo Rodrigues, é necessário focar na qualidade “e é importante permitir o acesso ao crédito e à assistência técnica, para agregar valor ao principal produto regional”. Para o secretário de Agricultura Vitor Bonfim, o sul da Bahia vive um período marcante. “Estamos vivendo o ciclo da agroindustrialização, gerando amêndoas e chocolates alto valor agregado. O Sul da Bahia deixa de ser apenas a região do cacau, para ser também a região do chocolate”, ressaltou.

O secretário de Ciência e Tecnologia Vivaldo Mendonça destaca que “estamos disponibilizando tecnologias para a qualificação das amêndoas, o processamento e o produto final. O festival é um importante instrumento para essa troca de experiências”.

A programação do Chocolat Bahia inclui workshops gratuitos de receitas à base de chocolate com renomados chefs do país, cursos de capacitação, debates sobre temas do setor, rodadas de negócios e palestras ministradas por especialistas internacionais, visitas a fazendas produtoras de cacau, exposição de esculturas de chocolate e shows musicais com artistas regionais.

Para o secretário do Turismo, José Alves, a associação entre a produção do chocolate e a cadeia produtiva do turismo tem tudo para gerar resultados ainda mais expressivos para ambos os lados. “A Rota do Chocolate será fortalecida com as obras da rodovia Ilhéus-Uruçuca, onde o visitante tem um tour completo”, disse.

Nas fazendas de cacau de Ilhéus é possível caminhar entre os cacaueiros na Mata Atlântica. O visitante percorre desde o cultivo da amêndoa até a produção do chocolate, passando pelo controle de qualidade e embalagem antes da  degustação. “Ao roteirizar o ciclo produtivo das fazendas de cacau até as fábricas de chocolate, estamos consolidando um produto turístico único, associado à relevância cultural da região, cenário das obras de Jorge Amado", enfatizou José Alves.

O coordenador do Chocolat Bahia, Marco Lessa diz que “o evento tem o papel de estimular a verticalização da produção, com o surgimento e novos empreendedores. O cacau pode ser o fruto de ouro, desde que seja transformado em chocolate de qualidade e o Sul da Bahia deve assumir esse protagonismo. Sem o apoio do Governo do Estado, esse evento não teria a dimensão que adquiriu e a cada ano vemos o surgimento de novas marcas, ampliação dos negócios”.

A abertura do Chocolat Bahia contou com as presenças dos secretários estaduais Jaques Wagner (SDE), Jeronimo Rodrigues (SDR), Vitor Bonfim (Seagri), Vivaldo Mendonça (Secti), José Alves (Setur) e do superintendente da Secult, Alexandre Simões.

Começa a greve dos bancos

Domingos Matos, 27/09/2011 | 09:02
Editado em 27/09/2011 | 09:04

Os bancários decidiram entrar em greve em todo o país a partir desta terça-feira (27), por tempo indeterminado. A decisão foi tomada após assembleias dos sindicatos da categoria realizadas em todo o país na noite desta segunda. A paralisação atingirá bancos públicos e privados.

Em nota, a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), que coordena o Comando Nacional dos Bancários, disse que o objetivo do movimento é pressionar a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) a retomar as negociações e a melhorar a proposta de aumento real de salários da categoria, cuja data-base para renovação da convenção coletiva de trabalho é 1º de setembro.

Seguindo orientação do Comando Nacional, a categoria recusou a proposta de 8% de reajuste, feita pela Fenaban durante a quinta rodada de negociações, na última sexta-feira (23), em São Paulo. "Isso significa apenas 0,56% de aumento real, continuando distante da reivindicação de 12,8% de reajuste (5% de ganho real mais a inflação do período)", diz Carlos Cordeiro, presidente da Contraf-CUT e coordenador do Comando Nacional.

Reivindicações

Para os trabalhadores, a proposta dos bancos não contém valorização do piso salarial, não amplia a participação nos lucros e não traz avanços em relação às reivindicações de emprego e melhoria das condições de trabalho. "Os bancários reivindicam fim da rotatividade, mais contratações, fim das metas abusivas, combate ao assédio moral, mais segurança, igualdade de oportunidades e inclusão bancária sem precarização, dentre outras reivindicações", destaca a Contraf-CUT.

"Contamos com o apoio e a compreensão dos clientes e usuários, que sofrem com as altas taxas de juros, as tarifas exorbitantes, as filas intermináveis pela falta de funcionários, a insegurança e a precarização do atendimento bancário", diz Cordeiro.

Colo Colo faz seu primeiro freguês na história do Baianão - e não é o Itabuna

Domingos Matos, 16/01/2011 | 18:44
Editado em 16/01/2011 | 23:33

o tigre e o leãoO time não se parece com o campeão de 2006, mas o Colo Colo que entrou em campo no Barradão neste domingo (16) impôs seu ritmo de jogo sobre o Vitória e levou a melhor. O zagueiro Alex marcou o gol solitário do triunfo por 1 a 0 sobre os rubro-negros.

Com o resultado, o Tigre de Ilhéus assumiu a liderança isolada do Grupo 1, já que foi a única equipe da chave que venceu na rodada inaugural do Campeonato Baiano 2011. Por outro lado, o Leão é o sexto e último colocado do Grupo 2, sendo a única equipe que nao pontuou na chave.

Fechadinho, o time comandado pelo técnico Quintino Barbosa soube segurar a pressão do Leão e apostou nos contra-ataques, principalmente pelas laterais. Já a equipe Vitória teve mais volume de jogo, mas errou muitos passes e fez o técnico Antonio Lopes esbravejar durante os 90 minutos na área técnica.

A segunda rodada do Baianão 2011 será realizada no próximo domingo (23) e todos os jogos começam às 16h. O Vitória vai encarar o Juazeiro no estádio Pedro Amorim, com transmissão exclusiva da TV Bahia. Já o Colo Colo jogará em casa, no Mário Pessoa, contra o Fluminense de Feira.

Veja como foi a primeira rodada:

tabelaInformações do iBahia.com

'Mea culpa'

Domingos Matos, 06/12/2010 | 14:16
Editado em 06/12/2010 | 14:20

Do globoesporte.com:

viafaraSobraram lamentações depois que o árbitro Sálvio Spinola decretou o fim do jogo e o rebaixamento do Vitória para a Série B. Após o empate sem gols contra o Atlético-GO, neste domingo, o goleiro Viáfara tomou a frente do grupo e se entregou.

- Eu sou o culpado por isso. O Vitória perdeu vários jogos por erros meus - disse, com a voz embargada.

Para o colombiano, o Rubro-Negro não se deparou com o descenso na última rodada.

- Perdemos muitos pontos, principalmente jogando no Barradão. Não tenho nada mais para explicar. Só pedir desculpas à torcida e à diretoria.

Mas o camisa 1 já se comprometeu em reerguer o time e afirma que continua no clube ano que vem de qualquer jeito.

- Pode chegar a melhor oferta, do melhor clube, mas não vou sair. Não me importo de ser terceiro, quarto goleiro, roupeiro ou funcionário. Vamos levar o Vitória de novo para a Série A - concluiu.

Política, preconceito e religião vitaminam intolerância

Domingos Matos, 17/11/2010 | 10:31
Editado em 17/11/2010 | 10:39

marcelo semerMarcelo Semer | marcelo_semer@terra.com.br  (Publicado inicialmente em Terra Magazine)

Não se pode dizer, ainda, que as agressões da Paulista que vitimaram gays, tiveram motivação homofóbica. Infelizmente não seria nenhuma novidade.

Faz tempo temos convivido com extremismos discriminatórios, que vez por outra transbordam para o noticiário policial. Nordestinos, mendigos, índios e homossexuais estão entre as vítimas preferenciais de operações de limpeza étnica ou expressões de pura arrogância.

Mas mesmo entre aqueles que não agridem, é de se notar que a intolerância e a discriminação têm alcançado índices alarmantes. Que o digam as violentas manifestações no twitter, culpando nordestinos pelo resultado da eleição.

Por pouco, a coisa não piora.

Recentemente soubemos que no começo de agosto grupos neonazistas preparavam manifestação em homenagem a Rudolf Hess, condenado à prisão perpétua por crimes contra a humanidade, dos quais, aliás, morreu dizendo jamais se arrepender.

Denúncia de anarquistas ao Ministério Público paulista desarticulou a passeata que até então vinha sendo preparada em grupos de discussão na Internet, defensores do "orgulho branco".

Os neonazistas chamam Hess de "mensageiro da paz", mas as mensagens que eles mesmos produziam, entre louvações a Hitler e ao poder branco, estavam repletas de afirmações discriminatórias a "anarcos, judeus, pretos e comunistas".

As comunidades afirmam: "somos brancos nacionalistas; há milhares de organizações promovendo os interesses, valores e heranças dos não-brancos. Nós promovemos os nossos".

Lembrar o nazismo parece um absurdo de alucinados saudosistas da barbárie.

Mas o tom do recente manifesto "São Paulo para os Paulistas" não destoa muito destas palavras de reverência ao "orgulho branco".

Trocados migrantes por judeus e paulistas por arianos, a idéia de "defender o que é verdadeiramente nosso", tipicamente paulista, sem mistura, não está longe daquela que alavancou o nazismo, tenham eles consciência ou não disso.

O documento que circulou pela web se afirmou anti-racista e contra o preconceito. Mas está fincado, basicamente, na idéia de "soberania do paulista em sua terra".

Os migrantes, sobretudo nordestinos, são acusados de promover bagunças, invasões de propriedade e ocupar empregos dos paulistas, com a mesma contundência que se vê nos grupos xenófobos europeus em relação a árabes e africanos.

"A grande maioria dos crimes, violências e fraudes, está relacionada a migrantes", sustenta o abaixo-assinado, sendo estes, ainda, os que "mais se apoderam dos serviços públicos".

A campanha, para além de glorificar o "orgulho paulista", propõe absurdas limitações no uso de serviços estatais e acesso a cargos públicos, a serem restritos aos da terra. A migração deveria ser revertida, apregoam, lembrando que "os migrantes possuem altíssima taxa de natalidade e ocupam espaços que pertencem ao povo paulista"; ademais, "promovem arruaças em transportes públicos, saciam a fome e impõem seus costumes aos bandeirantes".

A xenofobia não é nada nova, mas foi recentemente vitaminada por uma campanha eleitoral repleta de desinformação e despolitização.

Durante a eleição presidencial, muitos foram os analistas que atribuíam uma possível vitória de Dilma a seu desempenho no Nordeste. Ouvimos ad nauseam tais comentários, insinuando um país eleitoralmente dividido, além do preconceito enrustido sob a crítica da eleição ganha por intermédio de favores aos mais pobres.

Os números foram severos com esses argumentos, pois Dilma venceu expressivamente no Sudeste e teria sido eleita mesmo sem os votos do Norte e Nordeste. Mas a impressão de um país rachado entre cultos e incultos, Sul e Norte, já havia conquistado muitos corações e mentes na elite paulista.

Afinal, como dizia Sartre, o inferno são os outros. São eles que responsabilizamos por nossos fracassos, porque é custoso demais atribuir os erros a nós mesmos.

A tática do vale-tudo e a adesão desesperada à estratégia típica dos ultraconservadores norte-americanos, de trazer a religião para os palanques, ou levar a política para os cultos, estimulou ainda uma nova rodada de preconceitos.

Não bastasse a questão do aborto ter sido tratada como ponto central da disputa, religiosos exigiam dos candidatos rejeição ao casamento gay e a não-criminalização da homofobia, instrumentos que apenas aprofundam a discriminação pela orientação sexual.

Os níveis diferenciados de crescimento das regiões mais pobres, a ascensão social provocada pelos mecanismos de transferência de renda, a ampliação da classe média e a redução da sensação de exclusividade são, paradoxalmente, condimentos para a evolução da intolerância.

Tradicionalmente os momentos de mobilidade social são tão sensíveis quanto aqueles de depressão.

Que saibamos evitar no crescimento a intolerância de que sempre soubemos desviar nos momentos de crise.

Marcelo Semer é Juiz de Direito em São Paulo. Foi presidente da Associação Juízes para a Democracia. Coordenador de "Direitos Humanos: essência do Direito do Trabalho" (LTr) e autor de "Crime Impossível" (Malheiros) e do romance "Certas Canções" (7 Letras). Responsável pelo Blog Sem Juízo.

Bahia é líder e torcida tricolor promete invadir aeroporto

Domingos Matos, 18/09/2010 | 23:32
Editado em 18/09/2010 | 23:36

Do Bahia Notícias

bahia lideraDe volta à liderança da Série B após 17 rodadas – foi líder na 5º - o Bahia empolgou a torcida que, nos sites de relacionamentos e nas rádios, prometeu invadir o aeroporto internacional Luis Eduardo Magalhães neste domingo (19) no retorno da delegação de Campinhas, São Paulo.

O triunfo de virada por 2x1 contra a Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli, na tarde deste sábado (18), além da primeira posição, manteve o tricolor no G4 matematicamente por mais uma rodada, independente do resultado frente ao Vila Nova na terça-feira (21), às 19h30, em Pituaçu.

A diretoria e os jogadores aproveitaram o ensejo e convocaram os torcedores para a recepção. Consciente de que a provável “invasão” pode causar tumulto no aeroporto, o Bahia avisa que toda a segurança foi providenciada. A delegação tem chegada prevista para às 13 horas.

Foto: Max Haack/Bahia Notícias

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.