BAHIAGAS - 25 ANOS

Tag: sequestrador

Sequestrador de ônibus no Rio é morto por atiradores de elite

Domingos Matos, 20/08/2019 | 12:00

O porta-voz da Polícia Militar (PM) do Riode Janeiro, coronel Mauro Fliess, confirmou que o sequestrador que fez 37 reféns no início da manhã, em um ônibus na Ponte Rio-Niterói, foi morto por atiradores de elite.

Tiros foram ouvidos no local por volta das 9h. Pelo Twitter, a PM informou que a ocorrência foi encerrada sem vítimas entre os reféns. “O tomador de refém foi neutralizado por um atirador de precisão do #Bope [Batalhão de Operações Policiais Especiais] e todos os reféns foram libertados ilesos” postou a corporação.

O sequestro começou pouco antes das 6h e interditou a ponte nos dois sentidos. Até as 9h, o sequestrador havia liberado seis reféns. Segundo as primeiras informações, ainda não confirmadas, o sequestrador estava armado e se identificou como policial militar.

A polícia disse que a arma usada por ele era um simulacro, ou seja, de brinquedo.

A ponte permanece interditada. (Com informações da Agência Brasil)

 

Bebê é sequestrado em maternidade de Ilhéus

Domingos Matos, 25/10/2010 | 22:08
Editado em 25/10/2010 | 22:36

Do site Bahia online

A polícia de Ilhéus investiga o sequestro de um recém-nascido que foi levado de dentro do Hospital São José, em Ilhéus. A criança que tinha apenas 11 dias de vida, havia retornado ao hospital para ser amamentado pela mãe, que estava internada com complicações provenientes do parto.

A criança, do sexo masculino, foi deixada por alguns instantes com a avó, que é cega, enquanto a mãe, Luziene Gonçalves, de 16 anos, passava por exames. Segundo a versão apresentada pela avó, duas mulheres teriam se aproximado e pedido que ela entregasse o bebê para que ele pudesse tomar algumas vacinas e não mais retornaram com o recém-nascido.

Segundo informações do Jornal Bahia Online, na tarde desta segunda-feira, a Polícia Civil esteve no local e já iniciou a investigação. Suspeita-se que as sequestradoras tenham saído pela porta dos fundos do hospital, em direção à Ladeira da Rua do Café, já que dificilmente passariam desapercebidas pela recepção do hospital.

A polícia já tem alguns suspeitos e deve ouvir nas próximas horas três parturientes que observaram, de longe, a ação das duas mulheres. A única pista é que elas usavam gorros na cabeça muito parecidos com os das enfermeiras do hospital.

O provedor da Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus, Eusínio Lavigne Gesteira, lamentou o ocorrido e disse que trata-se de um caso de polícia, através de uma ação provavelmente orquestrada por uma quadrilha experiente no roubo de crianças. Ele garantiu total apoio à família do recém-nascido. Eles prestaram queixa na Polícia Civil de Ilhéus.

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.