Tag: situacao

Ilhéus decreta situação de emergência nas áreas afetadas pelas chuvas de agosto 

Domingos Matos, 13/09/2019 | 12:31

Na última semana o superintendente de Proteção e Defesa Civil da Bahia, Paulo Sérgio Menezes retornou a Ilhéus para visitar as áreas afetadas pelas fortes chuvas registradas entre os dias 15 e 17 de agosto último. O responsável deu parecer favorável à homologação do decreto municipal nº 73, publicado no dia 29 de agosto de 2019. A medida visa a utilização de recursos próprios e captação de recursos junto aos órgãos federal e estadual.

De acordo com o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN), em apenas 72h foi registrado um índice de chuva de 142 milímetros. Em consequência das fortes chuvas, a Codificação Brasileira de Desastres (COBRADE) aponta que houve danos a moradores dos Altos do Coqueiro, Tapera, Socorro, Amparo, Legião, Basílio, Nerival e Soledade.

O coordenador da Defesa Civil, Joandres Neres explica que o trabalho é uma ação conjunta entre as secretarias municipais de Infraestrutura (Seinfra), Cultura e Turismo (Secult), Desenvolvimento Econômico, Meio Ambiente e Urbanismo e Desenvolvimento Social (SDS). “A equipe está vigilante em relação aos pontos críticos no município, dando suporte na assistência social e realizando o trabalho de conscientização e acolhimento das famílias que residem nas áreas de risco”.   

De acordo com o decreto municipal, houve perdas materiais consideráveis, além da perda ambiental. Alguns moradores ficaram desalojados em decorrência das chuvas, entretanto, a SDS inseriu as famílias no programa federal de habitação. A Defesa Civil de Ilhéus orienta os moradores quanto à construção dos imóveis em áreas de risco. A construção deve acontecer mediante autorização legal dos órgãos competentes.

 

Ilhéus: Mutirão inédito vai beneficiar população em situação de rua

Domingos Matos, 20/08/2019 | 10:38

Pela primeira vez, a Prefeitura de Ilhéus vai realizar uma ação voltada para a população em situação de rua. Através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SDS), em parceria com a Saúde (Sesau) serão ofertados a este público, vários serviços gratuitos nas áreas de assistência social, saúde, defensoria pública e bazar solitário, nesta quarta-feira  (21), a partir das 7h, no estacionamento Aurélio Linhares - Avenida 2 de Julho.

“A população em situação de rua precisa ser melhor compreendida por toda sociedade. Muitos passam por problemas familiares, desemprego, depressão e acabam indo para as ruas. Nosso papel é entender a situação de cada um e buscar ajuda-los para que retornem ao seio familiar. Cuidando e humanizando o nosso atendimento teremos ótimos resultados”, afirmou Rubenilton Silva, titular da SDS.

Atualmente, o Centro Pop perfaz uma média de 30 a 50 atendimentos por dia, e entre 580 a 620 ao mês, com serviços psicológico, assistencial, acompanhamento ao SAC para a obtenção de documentos, Cadastro Único (CadÚnico), além de intercâmbio para ajudar aos usuários a retornarem para o seio familiar. Quando necessário, o Centro Pop direciona os atendidos para órgãos de saúde e casas de recuperação, no caso daqueles que são usuários de drogas.

Para saber mais sobre o trabalho que é feito com a população em situação de rua no município de Ilhéus visite o Centro Pop na Avenida Candeias, no bairro da Conquista. O serviço funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 17h. O trabalho faz parte da rede de proteção social do município e possui uma equipe técnica especializada, cujo objetivo é reinserir o cidadão em situação de rua na sociedade.

 

Governo reconhece situação de emergência em três cidades do sudoeste e sul da Bahia

Domingos Matos, 12/08/2019 | 08:05

O governo da Bahia reconheceu a situação de emergência de duas cidades do sudoeste do estado e uma da região sul, em publicação no Diário Oficial de sábado (10).

As cidades do sudoeste são Vitória da Conquista e Maetinga, que enfrentam período de estiagem. Já o município do do sul baiano é Ibicaraí, que enfrenta problemas por conta de deslizamento de solo.

No documento, o governo informa que tanto a estiagem quanto o deslizamento do solo afetam as atividades econômicas dos municípios, o que atinge a população. O decreto de emergência vale para 180 dias.

O reconhecimento da emergência, na prática, significa que os municípios afetados receberão recursos para reduzir os impactos da estiagem do deslizamento de solo. (Com informações deo G1)

 

LBV entrega cestas de alimentos a famílias em situação de vulnerabilidade social no sertão São Francisco

Domingos Matos, 24/07/2019 | 15:52

A Legião da Boa Vontade (LBV) deu início à entrega das cestas de alimentos não perecíveis arrecadados por meio de sua tradicional campanha Diga Sim!, iniciativa de caráter emergencial, que beneficiará famílias em situação de pobreza que enfrentam principalmente nesse período do ano, as estiagens e as cheias.

Com essa mobilização social, a Legião da Boa Vontade visa contribuir para minimizar o sofrimento de crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos em situação de vulnerabilidade social.

No estado baiano, serão entregues 1.350 cestas de alimentos nos dias 14, 15 e 16 de agosto, nos municípios de Sobradinho, Juazeiro e Uauá, localizados no Sertão São Francisco, para famílias atendidas pela LBV e por organizações parceiras da Instituição.

Ação solidária

A meta da LBV é entregar 12.500 cestas de alimentos, contendo itens básicos e que estejam de acordo com os costumes regionais, para famílias nos seguintes Estados: Acre, Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Sergipe e Tocantins.

Quem quiser colaborar para a campanha, ainda dá tempo de ajudar! Basta entrar acessar o site www.lbv.org, entrar em contato pelo tel.: 0800 055 50 99, ou ainda dirigir-se a uma das unidades da LBV (lbv.org/enderecos) e levar itens como arroz, feijão, óleo, açúcar, café, leite em pó, macarrão, extrato de tomate, farinha de trigo, farinha de mandioca, flocão de milho, carne de charque, gelatina, massa para bolo entre outros.

Acompanhe a entrega das doações:

14/08 (quarta-feira)

9h – Povoado de Algodões Novos e Velhos (Sobradinho/BA)

11h – Povoado de Correnteza (Sobradinho/BA)

16h – Comunidade de Goiabeira do Salitre (Juazeiro/BA)

15/08 (quinta-feira)

8h – Comunidade de Serra dos Espinhos (Juazeiro/BA)

15h – Povoado do Arraial (Uauá/BA)

16/08 (sexta-feira)

9h – Fazenda de Santana e Fazenda de Umbuzeiros (Uauá/BA)

15h – Sitio do Meio e Sitio Zacarias (Uauá/BA)

Para saber mais sobre a entrega das doações, acesse o endereço LBVBrasil no Facebook, no Instagram e no YouTube.

Ilhéus tem situação de emergência decretada após chuvas de março

Domingos Matos, 05/06/2019 | 08:21

Duas cidades da Bahia tiveram situação de emergência decretadas pelo governo na terça-feira (4). Os decretos valem pelo prazo de 180 dias.

A primeira foi Ilhéus, que fica no sul da Bahia. A cidade foi atingida por fortes chuvas no final do mês de março. Famílias ficaram desabrigadas e as aulas da rede municipal chegaram a ser suspensas.

De acordo com a publicação do Diário Oficial do estado, o prefeito de Ilhéus conseguiu comprovar que há áreas que foram afetadas no município.

O segundo município que teve situação de emergência decretada foi Itaetê, que fica na região da Chapada Diamantina. A cidade foi atingida por uma estiagem e, por conta disso, também teve estado de contingência.

Segundo o DO, o decreto foi publicado após considerar os danos que Itaetê sofreu com a estiagem. O documento diz ainda que as atividades econômicas do município foram afetadas e a população foi atingida com isso.

O Diário Oficial explicou ainda que, para a publicação, foram consideradas informações prestadas pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil - Sudec. (Com informações do G1)

Casas Abrigo recebem mulheres em situação de violência doméstica 

Domingos Matos, 25/05/2019 | 14:33
Editado em 25/05/2019 | 14:32

Receber proteção pode ser a diferença entre a vida e a morte de uma mulher. As Casas Abrigo administradas pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), representam a possibilidade de deixar para trás uma rotina de violência doméstica. Atualmente, as três unidades dispõem de 60 vagas, sendo 20 em cada uma. Elas ficam em três municípios diferentes da Bahia e estão à disposição de mulheres dos 417 municípios baianos.  

Durante o acolhimento, a mulher recebe suporte para que não volte para a situação de violência em que se encontrava, como explica o secretário da SJDHDS, Carlos Martins. “Nós temos todo um trabalho de proteção, com equipe de psicólogos e assessores, que discutem a possibilidade de colocá-la em políticas de educação, profissionalização ou empreendedorismo, a depender do caso. Isso para que elas possam sair do abrigo com uma perspectiva de autonomia”.

As Casas Abrigo fazem parte do projeto 'Oferta Regionalizada do Serviço Institucional de Acolhimento para Mulheres em Situação de Violência'. “Antes, a gente tinha apenas uma Casa Abrigo e, em 2018, nós resolvemos regionalizar e ampliar, com a meta de chegar a cinco até 2020. Assim, nós saltamos de 20 para 100 vagas disponíveis. Já estamos discutindo com os próximos dois municípios que vão receber as duas unidades”, acrescenta Martins. 

Coordenadora de uma das Casas Abrigo, Geisika Dantas destaca que “muitas mulheres ficam sujeitas à violência doméstica pela dependência econômica. Então, quando a mulher chega à Casa Abrigo, ela passa por oficinas profissionalizantes. Além das oficinas e cursos que oferecemos, a gente também estimula para que, ao se desabrigar, ela faça o Enem, ingresse na Educação para Jovens e Adultos [EJA] ou procure uma atividade produtiva remunerada". 

Abrigada há dois meses em uma unidade, uma das mulheres conta a história que viveu e diz que o período de acolhimento ampliou seus horizontes. “Eu passei, durante oito meses, por violência física, sexual e psicológica. Fiz a denúncia, fui encaminhada e, aqui na Casa Abrigo, eu tenho refletido bastante sobre o que eu quero na minha vida. Foi aqui que eu conheci a Educação para Jovens e Adultos e vou fazer a prova quando sair daqui. Na Casa Abrigo, eu aprendi muitas coisas. Participo de oficinas em áreas que podem ser até minha sobrevivência, sem depender de ninguém”, afirma. 

 

Importância da denúncia 

Psicóloga da Central Estadual de Atendimento, Cíntia Palma orienta que qualquer mulher que sofra violência doméstica, seja física, psicológica ou patrimonial, procure uma delegacia especializada da mulher ou uma delegacia comum e faça a denúncia. “O caso será encaminhado para os órgãos competentes de acompanhamento na Assistência Social do município, que vai entrar em contato com a Central de Acolhimento Estadual. O caso será analisado e a mulher será abrigada em uma das unidades. Mas é preciso que a mulher denuncie”.

Segundo Cíntia, a mulher pode sair da Casa Abrigo no momento em que decidir. “Mas enquanto estiver ali, ela não pode ter contato com o exterior. À medida em que presta a denúncia, o homem é indiciado e é iniciada uma Medida Protetiva de Urgência [MPU], que vai servir para que o agressor responda um processo criminal e vai garantir que ele não se aproxime mais dela”.

 

Vereadores de Itabuna buscam alternativas para situação dos moradores da Bananeira

Domingos Matos, 24/05/2019 | 17:01

Câmara de Itabuna realiza na próxima segunda-feira, dia 27, uma Sessão Especial para discutir a questão que envolve os moradores da Bananeira, a Prefeitura e o Aeródromo Tertuliano Guedes de Pinho. Segundo o vereador Jairo Araújo, autor da proposta, moradores da daquela área da cidade tiveram o acesso bloqueado ao bairro Lomanto, em função da reabertura do aeródromo.

“O aeródromo é importante, mas precisamos ouvir a comunidade e buscar alternativas para amenizar a situação dos moradores que estão sem acesso. Eles reclamam que estão com dificuldades para a ir e vir da localidade”, afirmou Jairo Araújo. A Sessão, que está prevista para ocorrer às 16 horas, no plenário Raymundo Lima. Deverá contar com as presenças dos moradores da Bananeira e dos bairros próximos.

A Bananeira está localizada entre a pista de pouso e decolagem do Aeródromo Tertuliano Guedes de Pinho e a margem do Rio Cacheira. Durante o período em que o aeródromo permaneceu desativado, por mais de vinte anos, os moradores da localidade circulavam diariamente no local, fazendo o cruzando a pista reservada às aeronaves.

Para discutir a questão, a Mesa Diretora da Câmara de Itabuna convidou os secretários Dinaílson Oliveira, da Administração, e Coronel Gilberto Santana, do transporte e Trânsito, e o procurador do município, Luiz Carlos Guarnieri. A proposta do convite às autoridades surgiu após um acordo entre os vereadores Ronaldo Geraldo-Ronaldão e Jairo Araújo.

 

PF liberta 10 pessoas que trabalhavam em situação de escravidão em Itabuna

Domingos Matos, 18/04/2019 | 13:32

 Polícia Federal resgatou uma mulher e nove homens venezuelanos durante operação com a Secretaria do Trabalho, do Ministério da Economia, na manhã desta quinta-feira (18), em Itabuna. Os dez venezuelanos foram encontrados em situação análoga à de escravidão na empresa que, segundo informações, pertence a um brasileiro e um polonês. Os donos do negócio foram detidos e encaminhados para a sede da PF em Ilhéus.

Os venezuelanos estariam sendo explorados na empresa em Itabuna há mais de dois meses. Conforme denúncias, eles trabalhavam no galpão – uma oficina mecânica para veículos e equipamentos de lazer -, onde dormiam em colchões jogados no chão e sem água potável. As condições foram consideradas subumanas.

O galpão funciona ao lado do Condomínio Residencial São José, em Ferradas, às margens da BR-415, trecho que liga Itabuna a Ibicaraí. As primeiras informações são de que a mulher e os nove homens entraram legalmente no país e foram aliciados pela empresa pela internet com a promessa de emprego.

Via Pimenta

Prefeito decreta situação de emergência contra a dengue em Itabuna

Domingos Matos, 04/01/2012 | 19:48
Editado em 04/01/2012 | 19:49

O prefeito Nilton Azevedo assinou decreto de situação de emergência contra a dengue, sobre o agravamento epidemiológico da infestação predial que atingiu 8,8%, em Itabuna.

O decreto que declara situação de emergência em todo o território municipal, tem um prazo de 90 dias e prorrogável por igual período.

O decreto é assinado pelos secretários de Governo, Carlos Burgos e da Saúde, Geraldo Magela, “destaca o trabalho que vem sendo desenvolvido pela secretaria municipal da Saúde, através de ações e serviços no sentido de combater o mosquito aedes aegypti, principal vetor de transmissão da doença”.

Segundo o prefeito, “o decreto mobiliza o Sistema Municipal de Defesa Civil, representado pela Comissão Municipal de Defesa Civil, a quem cabe a coordenação das providências adotadas no sentido de atender à população, através do plano emergencial de resposta aos desastres, após ser adaptado à situação real de emergência ocorrida em Itabuna”.

Debate sobre situação das obras da Ferrovia Oeste-Leste

Domingos Matos, 27/11/2011 | 20:26
Editado em 27/11/2011 | 20:27

A comissão especial da Ferrovia Oeste-Leste recebe nesta quarta-feira (30), a partir das 10h30min, na sessão ordinária da comissão,  o superintendente Regional da Valec na Bahia, Neville Barbosa, para falar sobre a situação atual das obras da ferrovia na Bahia.

De acordo com informação de integrantes da comissão, a intenção é promover um debate criterioso para o devido esclarecimento dos variados aspectos inerentes à Ferrovia Oeste-Leste.

E essa? ''Situação de jogo'' ou ''tapa com luva de pelica''?

Domingos Matos, 22/11/2010 | 23:48
Editado em 22/11/2010 | 23:55

Já disse um gênio do futebol que "situação de jogo não tem explicação". Ou seja, o que ocorre dentro das quatro linhas não necessariamente é o que se vê.

Mas, a cada dia, aparecem mais bizarrices nesse esporte "viril", como já disse um juiz paulista ao julgar a incapacidade do - para ele - "delicado" Richarlysson de se dar bem no futebol.

Schweinsteiger, o alemão que infernizou adversários na Copa, saiu-se com essa comemoração estranha, pescada pelo tablóide Bild (Alemanha). A farra foi após gol de Mário Gomez, no empate de 1 a 1 entre Bayern de Munique e Bayer Leverkusen, pela Bundes Liga.

Veja.

Jaques Wagner já é considerado reeleito

Domingos Matos, 03/10/2010 | 20:48
Editado em 03/10/2010 | 20:53

O governador Jaques Wagner (PT) já é considerado reeleito - o principal adversário, Paulo Souto (DEM) já reconheceu a derrota. Com 75% dos votos apurados, o quadro é o seguinte:

Votos apurados 30,62%: Wagner lidera

Domingos Matos, 03/10/2010 | 17:30
Editado em 03/10/2010 | 19:05

Senado: Pinheiro lidera e Lídice é segunda

Domingos Matos, 03/10/2010 | 17:21
Editado em 03/10/2010 | 18:17

Atualizada às 18h16min

Ilhéus: secretário discute situação das cabanas da Praia do Sul

Domingos Matos, 04/08/2010 | 15:08
Editado em 04/08/2010 | 17:11

Ao tomar conhecimento da notificação emitida pela Superintendência do Patrimônio da União na Bahia aos cabaneiros para a demolição dos imóveis na Praia do Sul, o prefeito Newton Lima designou o secretário de Indústria, Comércio e Planejamento, Alisson Mendonça, para convocar o Comitê Gestor do projeto Orla Sul para discutir o problema.

O objetivo é buscar uma solução e acabar com o clima de insegurança entre os empresários que ocupam a área da orla sul de Ilhéus, em toda a extensão da praia dos Milionários e do Cururupe, uma das regiões mais frequentadas do litoral ilheense. O secretário assegurou que sobre o assunto tratou recentemente em Salvador, com a superintendente do Patrimônio da União na Bahia, Ana Lúcia Vilas Boas.

Alisson Mendonça explicou que, na oportunidade, foram discutidos alguns pontos principais, a exemplo de, através de estudos técnicos juntamente com o Comitê Gestor do Projeto Orla Sul, identificar em curto prazo o número de cabanas que ocupam a área, as que funcionam de forma permanente e a extensão de cada uma, para em seguida entrar em outra etapa.

“Lembramos à superintendente do Patrimônio da União que no nosso entendimento, com o advento do serviço de asfaltamento da BA-001 foram feitos em toda sua extensão serviços de terraplenagem, alargamento das duas margens da pista de rolamento e colocação de diversos tipos de materiais e também de aterro que eram utilizados por empresas que atuaram na atividade. Assim, foi expandido o espaço e permitida a instalação das cabanas em áreas não pertencentes à União”.

Leia AQUI a notícia completa. 

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.