Tag: suicidio

Setembro Amarelo: Presídio realiza oficina de prevenção ao suicídio

Domingos Matos, 13/09/2018 | 20:18

O suicídio é um fenômeno complexo, fruto de múltiplos fatores, que afeta, além de suas vítimas e de quem está no seu entorno, outros setores que direta ou indiretamente lidam com o problema. Daí a necessidade da participação de todos na sua prevenção. Com o objetivo de orientar e prevenir situações de suicídio, o Conjunto Penal de Itabuna realizou, na manhã de quinta-feira (13), uma oficina, como parte do projeto “Valorize a Vida! Diga Não ao Suicídio”.

A ação foi promovida pelo Centro de Ressocialização e envolveu psicólogos, assistentes sociais, pedagoga e foi desenvolvida em forma de palestra e dinâmica com os cerca de 80 internos participantes.

O sofrimento, o arrependimento, a própria situação de cárcere, o abandono familiar são fatores que influenciam para o surgimento de pensamentos suicidas e até atentados contra a própria vida no ambiente prisional.

“Por esses motivos, o trabalho foi focado também em ouvi-los, dar a oportunidade para que falassem sobre o problema”, observa a psicóloga Amanda Costa. E, após as palestras e as dinâmicas, diversos internos se prontificaram a falar sobre o assunto, muitos deles externando que já tiveram pensamentos suicidas e alguns até tentaram, mas que hoje agradecem pela vida.

“Fui salvo por um amigo, era pra hoje eu estar morto. Mas estou aqui”, declarou um dos reeducandos, que agradeceu também pela oportunidade de falar sobre o assunto.

A iniciativa envolveu a direção do Conjunto Penal e equipe da Socializa – Soluções em Gestão. O trabalho fez referência ao Setembro Amarelo, mês que é mundialmente dedicado à prevenção ao suicídio.

CPI realiza ações e palestras de prevenção ao suicídio no Setembro Amarelo

Domingos Matos, 25/09/2017 | 22:13
Editado em 29/09/2017 | 09:13

Com uma série de palestras e outras intervenções, a exemplo de dinâmicas de grupo e distribuição de cartilha educativa, profissionais da equipe de Psicologia e Psiquiatria realizaram um trabalho de alerta e prevenção ao suicídio junto a reeducandos do Conjunto Penal de Itabuna.

Na sexta-feira (22) ocorreu, no Centro de Ressocialização, a culminância do projeto, com a palestra “Suicídio – Entender para Prevenir”, proferida pela psicóloga Solange Prates, reunindo mais de 100 internos. A psicóloga, especialista em Saúde Mental, faz parte da Secretaria de Saúde do Município de Itabuna.

A iniciativa envolveu a direção do Conjunto Penal e toda equipe da Socializa, da Gerência à Segurança, incluindo a equipe multidisciplinar de ressocialização. O trabalho fez referência ao Setembro Amarelo – o mês de setembro é mundialmente dedicado à prevenção do suicídio.

Ação externa

Além da ação com os internos do CPI, a Socializa desenvolveu uma ação externa, em parceria com a Escola Estadual General Osório. A empresa cedeu um de seus profissionais da Psicologia para realizar uma palestra sobre Ressocialização, durante seminário que abordou a violência no ambiente escolar, no esporte e na sociedade.

O psicólogo Alessandro Peixoto falou do trabalho de ressocialização desenvolvido com os internos e abordou o Setembro Amarelo no âmbito do CPI. Foi realizada ainda a distribuição de cartilhas de prevenção ao suicídio – a mesma com que a equipe trabalhou com os internos – para professores e estudantes do Ensino Médio.

Mandante de chacina comete suicídio na cadeia

Domingos Matos, 04/03/2011 | 12:13
Editado em 04/03/2011 | 12:17

Do Pimenta

americoO ex-funcionário da Petrobras e mandante da chacina de Itajuípe, José Américo dos Reis Filho, cometeu suicídio no Conjunto Penal de Itabuna nesta sexta (4). Américo tomou overdose de medicamentos, o que provocou a morte.

Américo foi apontado como o autor intelectual da chacina contra três mulheres e duas crianças em Itajuípe, em março de 2007. O ex-funcionário da Petrobras acabou condenado a 98 anos e nove meses de prisão em julgamento ocorrido em setembro do ano passado, no fórum local.

Dentre as vítimas da chacina estavam a amante Ediane Duarte Souza, 40, e José Américo Reis Júnior, de apenas cinco anos e filho de Américo com Ediane. As outras vítimas foram Geise Silva dos Santos, 25, Leidelaura da Paz Santos, 26, mortas com golpes de faca e enxada. Pedro Henrique Santos Cruz, 2, filho de Geisa.

As vítimas foram assassinadas por Anderson Gonçalves dos Reis e Alex de Paula Silva, ambos condenados a mais de 100 anos de prisão. A dupla cumpre a pena no presídio de Itabuna.

Sobreviveu à tentativa de suicídio, mas não resistiu ao HBLEM

Domingos Matos, 20/07/2010 | 15:03
Editado em 20/07/2010 | 15:04

O trabalhador rural Sinvaldo Santos de França, de 48 anos, morreu no Hospital de Base de Itabuna, na madrugada de hoje. Sinvaldo estava internado desde o dia 26 de maio, após tentar suicídio na fazenda onde morava, no município de Arataca.

Naquela ocasião, ele usou um revolver calibre 38 para tentar tirar a própria vida, mas o objetivo não foi alçando. Hospitalizado, não resistiu a uma infecção, e faleceu hoje, às 03h15min.

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.