Tag: suspeito

Homem é preso suspeito de estuprar duas adolescentes; uma das vítimas é enteada dele

Domingos Matos, 20/02/2019 | 15:28

Um idoso de 61 anos foi preso em Nova Viçosa, extremo sul da Bahia, na terça-feira (20), suspeito de estuprar duas adolescentes de 12 anos. Um dos crimes ocorreu no Espírito Santo, onde ele tinha um mandado de prisão preventiva em aberto há, aproximadamente, cinco anos.

De acordo com a polícia, o suspeito, de prenome Orcalino, cometeu o primeiro abuso no estado do Espírito Santos, contra a enteada dele. Posteriormente, o idoso passou a morar no distrito de Posto da Mata, na região sul da Bahia, onde se tornou proprietário de comércio de compra e vendas de produtos. Ainda segundo a polícia, foi na região baiana que uma segunda adolescente foi violentada por Orcalino, na última semana.

Após denúncias anônimas, o homem foi localizado em um imóvel, na Rua Cajueiro. Ele foi levado para a delegacia da cidade, onde permanece preso. (Com informações do G1)

Pai é preso suspeito de dar cachaça com refrigerante para filho de 1 ano na Bahia

Domingos Matos, 18/02/2019 | 15:01

Um homem de 26 anos foi preso em flagrante, no município de Mucuri, sul da Bahia, suspeito de dar doses de cachaça misturada com refrigerante ao filho de 1 ano. Segundo informações do delegado Charlton Bertolini, que investiga o caso, o bebê sofreu coma alcoólico. O hospital para onde o menino foi levado não divulgou o estado de saúde dele.

Conforme o delegado, a mãe do menino, que não teve a identidade revelada, contou em depoimento que o pai da criança, Gleciano de Souza Santos, deu ao bebê algumas doses de cachaça misturada com refrigerante. Ela ainda afirmou que o filho foi encontrado desmaiado na cama. O suspeito nega a versão e disse que a criança ingeriu a bebida sem ele ver.

A criança foi socorrida desacordada por policiais militares e levada para a Unidade Municipal Materno Infantil (Ummi) de Teixeira de Freitas, onde permanece internada.

Ainda segundo o delegado Charlton Bertolini, o pai do bebê foi levado para a sede da 8ª Coordenadoria Regional do Interior (Coorpin/Teixeira de Freitas).

O delegado disse que já tomou depoimento dos policiais, conselheiro tutelar, mãe da criança e Gleiciano. O suspeito foi autuado em flagrante por fornecer bebida alcoólica para crianças ou adolescentes. (Com informações do G1)

Turista de Brasília é estuprada e agredida durante passeio em Maraú

Domingos Matos, 11/02/2019 | 10:20
Editado em 11/02/2019 | 10:49

Uma turista de Brasília foi estuprada e agredida por um homem não identificado, quando estava realizando um passeio em uma praia de Maraú, no sul da Bahia, região muito procurada por visitantes no verão.

De acordo com informações da Polícia Civil, o caso ocorreu no domingo (10), na Praia da Ponta do Mutá (foto). A vítima não teve identidade divulgada. A mulher prestou depoimento no domingo, na Delegacia de Turismo de Ilhéus, e foi submetida a exame.

Segundo a 7ª Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (Coorpin/Ilhéus), a turista foi surpreendida por um homem moreno e magro, de aproximadamente 25 anos, com cabelo raspado, e que estava usando camiseta vermelha.

A vítima, conforme a polícia, tentou se livrar do criminoso após ser atacada, mas foi agredida com socos e chutes, antes de ser violentada sexualmente.

Policiais Militares de Barra Grande foram acionados para atender a ocorrência e fizeram buscas na região, mas não conseguiram localizar o suspeito. (Com informações do G1)

Professora de 37 anos é morta a tiros após ser chamada em janela de casa; família suspeita de ex-companheiro

Domingos Matos, 07/02/2019 | 15:16

Uma professora de 37 anos foi morta a tiros, na janela de casa, em Salvador, após ser chamada por um homem na frente da residência. O crime ocorreu na noite de terça-feira (5), no bairro de Vila Canária, e é investigado pela Polícia Civil. O suspeito fugiu logo após os disparos.

Identificada como Priscila Rebeca Oliveira de Souza, a vítima foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro de São Marcos, de onde foi transferida para o Hospital do Subúrbio, mas não resistiu aos ferimentos.

Priscila foi baleada no quarto em que dormia com a filha mais nova, uma bebê de 2 meses. No mesmo andar do imóvel, ela abriria, nesta quarta-feira (6), uma escolinha. Ela morava com a família mesmo prédio.

O irmão da vítima, Pablo Oliveira, que socorreu ela até a UPA, contou que o suspeito procurou por Priscila do lado de fora da residência, com a justificativa de que queria fazer matrícula para o filho dele.

Ainda de acordo com a família, Priscila foi surpreendida pelo tiro quando apareceu na janela do cômodo. Ela foi atingida na cabeça. O irmão dela, que estava no andar de cima do imóvel, ouviu o barulho do tiro e desceu para socorrer a vítima.

"Eu estava lá em cima, não presenciei totalmente. Ouvi o barulho e vim correndo ver o que era, para dar socorro. O que minha outra irmã, que viu a situação mais ou menos, conta é que esse homem chegou no portão e disse que queria falar com Priscila para fazer a matrícula do filho dele. Priscila foi atender [na janela] e, quando deu as costas, ele atirou nela", disse Pablo Oliveira.

O homem ainda não foi identificado. A família informou, no entanto, que ele já havia estado no local pelo menos duas vezes procurando pela vítima. A escolinha, que abriria nesta quarta, não funcionou.

A família suspeita que o homem tenha agido a mando do ex-companheiro de Priscila. Os familiares contaram que ela enfrentava disputa contra ele na Justiça, para ele, que é pai da bebê de 2 meses, reconhecesse a paternidade da criança. Uma audiência sobre o caso estava marcada para a quinta-feira (7).

"A gente acha que foi a mando do ex-companheiro dela. Esse homem [o suspeito de ter matado] já esteve aqui umas duas vezes, então a gente acha que foi tudo premeditado. Priscila tem uma filha de dois meses com o ex, mas ele não queria reconhecer a paternidade. A audiência seria amanhã, mas agora minha irmã está morta", disse o irmão da vítima.

A família de Priscila conta que a vítima não tinha inimigos. "Era uma pessoa boa. Agora a gente fica assim. Além da bebê, ela tem uma menina de 10 anos. As duas vão ficar com a gente", afirmou Pablo.

Uma equipe do Departamento de Polícia Técnica (DPT) esteve no local do crime e fez perícia, na manhã desta quarta. A família da vítima também vai ser ouvida pela polícia. Não há informações de quando e onde Priscila será enterrada. O caso segue sob investigação da Polícia Civil. (Com informações do G1)

 

 

Curso de Libras para policiais militares de Paulo Afonso

Domingos Matos, 18/01/2019 | 10:02

A Língua Brasileira de Sinais (Libras) que utiliza combinações de movimentos de mãos, braços e expressões faciais para a comunicação passará a ser utilizada pelos policiais do 20º Batalhão de Polícia Militar (BPM/ Paulo Afonso). Acontece até esta sexta-feira (18), na sede da unidade, o curso básico de Libras voltado para atendimento de ocorrências policiais.

De acordo com o comandante da unidade, tenente-coronel Carlos Humberto Moreira, os 32 alunos soldados que integram a primeira turma da atualização se tornarão multiplicadores do conhecimento. “Pretendemos promover novas turmas para ampliar cada dia mais o número de PMs capacitados”, enfatizou.

O conteúdo do curso, com duração de 40 horas, foi adaptado para o atendimento de circunstancias policiais. “Notamos que, em muitas ocorrências, vítimas ou suspeitos eram surdos e para facilitar o diálogo resolvemos preparar nossos policiais para atender a esse público”, garantiu.

Os militares são ensinados a solicitar documento de identificação, atender pedidos de socorro, pedir calma, identificar se a ação foi roubo ou furto, além de expressões de cordialidade como 'bom dia', 'boa tarde', 'por favor', dentre outras.

As aulas são ministradas voluntariamente pela interprete de Libras Raiane Silva, que também atua no Projeto Superação, e pela presidente da Associação de Surdos de Paulo Afonso, Eliude Nascimento.

 

 

Homem leva filha de 11 anos para hospital e é preso após médicos constatarem estupro na Bahia

Domingos Matos, 17/01/2019 | 17:10

Um homem, que não teve a identidade divulgada, foi preso suspeito de estuprar a filha, de 11 anos, na noite de quarta-feira (16), na cidade de Tremedal, no sudoeste da Bahia.

O suspeito foi detido depois que levou a menina para o Hospital Municipal, afirmando que a garota estava muito agitada. Segundo a polícia, durante avaliação, os médicos descobriram que a criança havia sido abusada sexualmente.

A Polícia Militar foi acionada e agentes da 80ª CIPM estiveram na unidade de saúde. O homem foi preso e, em seguida, encaminhado para a delegacia da cidade.

O caso está sob investigação da Polícia Civil.  (Com informações do G1)

Dois ônibus retidos e queimados na zona rural de Ilhéus

Domingos Matos, 07/01/2019 | 23:45

Quatro homens armados e encapuzados são suspeitos de atearam fogo em dois ônibus coletivos na noite de segunda-feira (07), na região Itariri, zona rural de Ilhéus.

Segundo testemunhas, os veículos, que faziam linha do centro da cidade para a zona rural foram retidos pelos acusados e depois incendiados.

A polícia Civil investiga o caso e tenta localizar os suspeitos. Segundo um cobrador do transporte coletivo, os moradores da comunidade de Itariri estariam revoltados por causa dos constantes atrasos no horário dos ônibus. 

Menino de oito morre após ser atingido com tiro durante ataque ao tio dele

Domingos Matos, 07/01/2019 | 16:31

Um garoto de 8 anos foi baleado no peito e morreu durante um ataque a tiros contra o tio dele, na tarde de domingo (6), na cidade de Eunápolis. O alvo dos disparos também foi atingido e ficou gravemente ferido. De acordo com informações das Polícia Civil e Militar, o ataque ocorreu por volta das 14h30, na Avenida Dom Pedro II, no bairro Gusmão.

As vítimas estavam em um bar, com outros familiares, quando um homem chegou no local, em um carro, e começou a atirar. O garoto, identificado como Joelson Neto França de Oliveira, chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do hospital. Já o tio do menino, Iago França dos Anjos, foi levado para o Hospital Regional de Eunápolis.

O suspeito de cometer o crime, que ainda não foi identificado, fugiu após a ação. O caso está sob investigação da Polícia Civil. Conforme a polícia, Iago já havia sido preso por porte ilegal de arma. (Com informações do G1)


 

Ceará transfere 20 chefes de facções para presídios federais

Domingos Matos, 07/01/2019 | 10:43

O governo federal, por meio do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), disponibilizou 60 vagas em presídios federais de segurança máxima para detentos que estão no em penitenciárias do Ceará. O estado vive, há seis dias, uma onda ataques contra veículos, órgãos públicos, agências bancárias, estabelecimentos comerciais e equipamentos de segurança.Os atentados, organizados por facções criminosas, com forte atuação dentro dos presídios, seriam uma represália ao anúncio do governo estadual de medidas para endurecer as regras no sistema carcerário estadual.

Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária do Ceará, um preso já foi transferido e outros 19 estão sendo embarcados nas próximas horas, totalizando 20 transferências de forma imediata. A identidade dos detentos não foi divulgada, mas são lideranças das facções que atuam no estado, vinculadas a grupos como o Comando Vermelho (CV) e Guardiões do Estado (GDE). Também não foi informado para quais dos cinco presídios federais os presos estão sendo remanejados. O governo analisa a transferência de mais presos ao longo dos próximos dias.

A população carcerária do estado ultrapassa os 29,5 mil detentos, incluindo presos provisórios e aqueles dos regimes semiaberto e fechado. O número total de vagas, no entanto, é de pouco mais de 13 mil, somando todas as unidades prisionais do estado, uma superlotação de quase 60% da capacidade, segundo os dados mais recentes do governo do estado.

Em varredura nos presídios do estado nos últimos dias, foram apreendidos, segundo o governo, cerca de 400 celulares e alguns aparelhos de televisão, em número não informado. Não houve registro de incidentes nas unidades e, em duas delas, as visitas foram suspensas ao longo do fim de semana, por razões de segurança.

No domingo (6), a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) do Ceará confirmou a prisão de 110 suspeitos de envolvimento nos ataques criminosos dos últimos dias. A Polícia também informou a morte de ao menos três pessoas, supostamente em confronto com as forças de segurança. (Com informações da Agência Brasil)

Bahia: homem é procurado pela polícia por morte de duas pessoas após supostas cirurgias espirituais

Domingos Matos, 04/01/2019 | 10:47

Vanderluce morreu após uma suposta cirurgia espiritual

Um homem é procurado pela polícia pela morte de duas pessoas e por provocar lesões a uma outra após supostas cirurgias espirituais, realizadas na cidade de Barreiras, no oeste da Bahia.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito é identificado pelas vítimas como Antônio. O homem se apresentava como médium e dizia trabalhar em um centro espirita na cidade de Aparecida de Goiânia (GO).

Antônio viajava para Barreiras todo mês, desde o ano passado, para os atendimentos. Os procedimentos eram realizados em uma chácara na zona rural. A propriedade está fechada. Desde novembro, ninguém mais soube do homem.

Uma das vítimas que morreu após o procedimento é Vanderluce, de 42 anos (foto). Segundo o marido dela, Eguinaldo Cavalcante, a mulher sofria muito com dores abdominais e, em novembro do ano passado, decidiu passar pela suposta cirurgia espiritual, após se consultar com Antônio. O auxiliar de portaria conta que ele e outras pessoas acompanharam o procedimento realizado na mulher, que durou mais de três horas. "Foi introduzida uma agulha na parte do abdômen, na linha da cintura, abaixo do 'umbigo', entre a genitália dela. Ele fazia cirurgia numa sala, no meio de todo mundo, homem, mulher, criança, todo mundo junto", contou Eguinaldo.

Depois da cirurgia, de acordo com o marido de Vanderluce, a esposa teria tomado uma substância receitada e vendida pelo suposto médium, que afirmou ser um remédio manipulado. Em seguida, a mulher começou a passar mal e foi internada. Um mês depois, a mulher morreu em decorrência de uma infecção generalizada. Eguinaldo conta que tenta contato com o suspeito, mas não consegue retorno. "Eu estou lutando com todas as forças, mas sei que a justiça vem de Deus. Estou tentando entrar em contato por telefone, mando pessoas ligarem de números diferentes, não estou conseguindo entrar em contato de maneira alguma", disse Eguinaldo.

Outra pessoa atendida pelo suspeito morreu em um hospital, na cidade de Barreiras, na semana passada. Arnaldo Domingos era da cidade de Baianópolis, que fica a cerca de 50 km de Barreiras. A causa da morte ainda não foi divulgada.

Já o marido de dona Sonha Maria Alves, Mário, de 71 anos, ficou em estado grave, mas conseguiu superar as complicações que apareceram depois da suposta cirurgia espiritual para curar um problema nos testículos. Contudo, precisará passar por uma cirurgia de reparação.

"A gente passou pela filha dele, que faz parte da equipe, e ela cobrou R$ 200 pela cirurgia e mais R$ 600 pelos medicamentos. Inchou muito. A gente veio para o Hospital do Oeste e quando chegamos aqui foi preciso ser feita uma cirurgia de emergência", disse Sonia.

Inquérito - O inquérito policial sobre o caso foi aberto no dia 6 de dezembro, após denúncias de pessoas atendidas pelo suspeito. "Ele atendia mais de 500 pessoas por dia. Tinha, inclusive, pessoas de outros estados. Segundo informações, ele utilizava um objeto perfurocortante, tipo um bisturi, e uma sala. Foi expedido guia para a Polícia Técnica, para que vá até a chácara, e dali se verifique as condições de higiene e segurança. Bom como, também foi oficiado a nossa Vigilância Sanitária, para que fosse até o local, porém, a chácara encontra-se fechada. Nós vamos manter contato com o advogado da proprietária dessa chácara, para que ele facilite a entrada", contou o delegado Francisco de Sá. (Com informações do G1)

“Deu a vida pelo filho”, diz irmão de pastora assassinada ao tentar separar briga com vizinho

Domingos Matos, 03/01/2019 | 10:08
Editado em 03/01/2019 | 10:20

"Ela deu a vida dela pelo filho". É como o rodoviário Gilvan de Jesus resume a morte da irmã, Norma Lúcia Pereira Daltro de Souza, de 52 anos, que foi atacada a tiros enquanto tentava proteger o filho durante uma briga com vizinhos, na cidade de Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador.

O caso ocorreu na noite da terça-feira (1º), no bairro Pampalona, na Rua São Joaquim, onde a família mora. Além de Norma, outras duas pessoas foram baleadas e uma esfaqueada. Os feridos eram amigos da mulher. As três estão internadas no Hospital Geral Clériston Andrade, em Feira de Santana. Norma era pastora e atuava na igreja que fundou há 8 anos.

"Uma tragédia que ainda não caiu a ficha. Ela deu a vida dela pelo filho. Onde muitos foram baleados e minha irmã perdeu a vida. Deu a vida delas pelos filhos. É uma grande perda para a sociedade toda, como no bairro. Perdeu uma mãe, uma pastora, uma pessoa que aconselhava a todos que procuravam ela. Então, foi uma tragédia horrível", disse Gilvan de Jesus.

Testemunhas contaram que houve uma confusão generalizada e, durante a briga, um homem identificado como Erisvaldo da Silva Almeida, que era vizinho da família, atirou duas vezes na pastora. Em seguida, Adailson Macedo Almeida, que estava na casa do suspeito, teria efetuado mais um disparo.

Após o crime, três motocicletas que estavam estacionadas em frente à casa de Erisvaldo foram incendiadas por vizinhos da vítima. O grupo também chegou quebrar garrafas de vidro que estavam no local.

Adailton foi preso logo após a ação. Já Erisvaldo, conhecido como Dinho, é preocurado. Segundo a polícia, em um primeiro momento, Adailton confessou o crime, mas, em seguida, negou envolvimento na ação. O caso está sob investigação da Delegacia de Homicídios de Feira de Santana.

Conforme a polícia, a briga teria sido motivada por uma desavença antiga entre um dos 11 filhos de de Norma e o vizinho. Rebeca Pereira, de 20 anos, que é uma das filhas da pastora, contou como a rixa começou.

"Uma vez, as crianças estavam brincando na frente da casa do irmão dele. Aí, eu não sei como foi, acho que outras crianças fizeram xixi na porta da casa dele. Aí, o irmão dele pensou que era meu sobrinho, filho desse meu irmão. E ele disse que ia agredir meu vizinho. Aí começou a confusão. Esse rapaz que falou isso pediu desculpa. Ninguém tem nada contra ele. Mas o irmão dele [Erisvaldo], já invadiu a casa onde minha mãe mora", contou Rebeca Pereira.

Após passar por necropsia, o corpo de Norma Lúcia foi levado para a igreja fundada pela vítima, "Arca da Promessa", para ser velado. (Com informações do G1).

 

Vítima é velada na igreja que fundou — Foto: Reprodução/TV Subaé

 

Sinal dos tempos: Malafaia é alvo de mandado de condução coercitiva

Domingos Matos, 16/12/2016 | 10:50
Editado em 16/12/2016 | 11:35

Envolvido em um esquema de resgate fraudulento de créditos de royalties da indústria da mineração, o pastor Silas Malafaia, um dos maiores opositores do PT e do "comunismo generalizado" que só ele e fanáticos quetais enxergam no Brasil atual, foi alvo de um mandado de condução coercitiva hoje, na Operação Timóteo, realizada pela Polícia Federal em várias cidades. Ele é suspeito de "emprestar" contas bancárias para lavar o dinheiro do esquema. O líder religioso estava em São Paulo, e os policiais cisitaram sua casa no Rio de Janeiro - portanto, não encontraram, mas ele garantiu que se apresentará (veja Outro lado).

Certamente ele vai dizer que se trata de obra do diabo, como sempre faz com tudo o que lhe confronta enquanto cidadão. Não é. Levar ao campo espiritual o que é estritamente material é uma estratégia do novo pentecostalismo e dos seguidores da teologia da prosperidade que essa turma prega.

O esquema do qual Malafaia é suspeito de fazer parte envolve informações privilegiadas e uma "jurisprudência" fraudulenta utilizada por escritórios de advocacia para ganhar, na justiça, os direitos creditícios dos royalties que empresas de mineração devem a munucípios Brasil a fora.

"As provas recolhidas pelas equipes policiais devem detalhar como funcionava um esquema em que um Diretor do Departamento Nacional de Produção Mineral detentor de informações privilegiadas a respeito de dívidas de royalties oferecia os serviços de dois escritórios de advocacia e uma empresa de consultoria a municípios com créditos de CFEM junto a empresas de exploração mineral.

Em 2015, os valores recolhidos a título de CFEM chegaram a quase R$ 1,6 Bilhão.

De acordo com a Polícia Federal, o esquema se dividia em ao menos 4 grandes núcleos: o núcleo captador, formado por um Diretor do DNPM e sua mulher, realizava a captação de prefeitos interessados em ingressar no esquema; o núcleo operacional, composto por escritórios de advocacia e uma empresa de consultoria em nome da esposa do Diretor do DNPM, que repassava valores indevidos a agentes públicos; o núcleo político, formado por agentes políticos e servidores públicos responsáveis pela contratação dos escritórios de advocacia integrantes do esquema; e o núcleo colaborador, que se responsabilizava por auxiliar na ocultação e dissimulação do dinheiro", publica o Estadão (reproduzido via DCM).

Outro lado

Em sua conta no Twitter, Malafaia se manifestou e se disse indignado. Afirmou que poderia ter sido "convidado" a depor, em vez de ser obrigado. Garantiu que vai se apresentar. Em sua defesa, disse que recebeu de um advogado - outro pastor - uma oferta de R$ 100 mil, e que não tem como conferir a origem de uma oferta. "Recebo inúmeras ofertas, e as declaro ao Imposto de Renda".

Ofertas de R$ 100 mil. Então, tá.

Polícia Federal prende dois por fraude previdenciária

Domingos Matos, 20/07/2016 | 21:44

Agentes da Polícia Federal prenderam, ontem, dois homens em flagrante, quando faziam saques de benefício previdenciário fraudulento. As prisões ocorreram em Uruçuca, no momento que os suspeitos sacavam R$ 2.917,00 de um benefício em nome de Wadson José Pereira Ramos.

A PF não divulgou os nomes dos golpistas, apenas suas iniciais: D.P.S. e W.S.S. A dupla usou documentos falsos para efetuar o saque. Após receberem voz de prisão, confirmaram que haviam acabado de sacar um benefício no estabelecimento bancário.

A ação policial foi acompanhada pela coordenação da Assessoria de Pesquisas Estratégicas e Gerenciamento de Riscos (APE) da Previdência Social, a qual tem realizado fiscalização, para apurar fraudes em benefícios previdenciários, na área da Gerência Regional da Previdência Social de Itabuna.

Os dois indivíduos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Federal em Ilhéus, onde foram indiciados pelos crimes de fraude contra a Previdência Social (Art. 171, §3º, do CPB) e uso de documento falso (art. 304, CPB).

(Imagem: ilustração)

Casal desaparecido em Floresta Azul foi assassinado; tio do rapaz foi preso

Domingos Matos, 28/06/2016 | 10:51
Editado em 28/06/2016 | 11:01

Foram encontrados agora há pouco os corpos do jovem casal Isabela Regis (18 anos) e Edson "Jipe", moradores de Floresta Azul. Segundo as primeiras informações, os corpos foram encontrados enterrados no quintal de uma residência naquela cidade. Um tio do rapaz, identificado inicialmente por "Ricardo" acabou preso, suspeito da morte dos dois. Ele estava ajudando nas buscas.

A última vez que amigos em que foram vistos foi na madrugada de quinta para sexta-feira (23 para a 24 de junho), na praça do Jardim Encantado, no centro da cidade. Isabela estava em companhia do namorado.  Segundo amigos o casal foi visto por volta das 4h30min, na agência de ônibus da cidade.

Ao lado, a foto retrata, possivelmente, a última imagem em vida do casal, na noite de São João. Ainda hoje, mais informações.

 

Nova política: PF diz que corrupção financiou campanha de Campos e Marina

Domingos Matos, 21/06/2016 | 16:07
Editado em 21/06/2016 | 16:08

O esquema criminoso investigado na Operação Turbulência, deflagrada nesta terça-feira (21), pode ter financiado a campanha de reeleição do então governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), em 2010, segundo a Polícia Federal. Também teria envolvimento com a compra do avião Cessna Citation que caiu em Santos (SP), em agosto de 2014, causando a morte do presidenciável.

"O esquema foi utilizado para pagar propina na campanha do governador”, afirmou a delegada federal Andrea Pinho, durante entrevista coletiva no Recife.

A operação teve início com investigações sobre a compra do avião, logo após o acidente que matou Campos e outras seis pessoas, mas chegou a um esquema de lavagem de dinheiro que teria movimentado até R$ 600 milhões, segundo a PF. Esse montante seria alimentado por recursos de propinas e usado por firmas de fachada e sócios “laranjas” para fazer a lavagem de dinheiro.

A Polícia Federal investiga, agora, a relação entre essas empresas citadas na Turbulência – que não tiveram os nomes divulgados – e grupos já envolvidos na Operação Lava Jato e em investigações que estão no Supremo Tribunal Federal (STF).

A operação prendeu nesta terça-feira quatro empresários suspeitos de integrar a organização criminosa e se beneficiar dela – João Carlos Lyra Pessoa de Mello Filho, Eduardo Freire Bezerra Leite, Arthur Roberto Lapa Rosal e Apolo Santana Vieira. Todos foram levados para a sede da PF, no Recife.

Para justificar a prisão, a PF faz a relação entre as empresas deles e o avião usado pela comitiva de Eduardo Campos. Mello Filho afirma ser o dono do avião que caiu e causou a morte do ex-governador de Pernambuco durante a campanha presidencial de 2014. A PF verificou o envolvimento de empresas de fachada na compra da aeronave.

Via G1.com

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.