Câmara Municipal

Tag: suspeito

Jovem é executado com 11 tiros em plena luz do dia em Itabuna

Domingos Matos, 19/08/2019 | 13:15

Um jovem de 19 anos foi executado com 11 tiros na manhã desta segunda-feira (19), na rua Félix Mendonça, Bairro de Zizo, em Itabuna. Alessandro Amaral Júnior tinha 19 anos e familiares garantiram que o rapaz não tinha envolvimento com o mundo do crime.

Segundo testemunhas, a vítima seguia para o trabalho em companhia do padrasto, quando os assassinos o interceptaram. Os dois criminosos estavam em um Gol Prata, de placa JSK-8989.

O padrasto de Alessandro relatou que um dos suspeitos desceu do veículo e foi logo atirando contra o jovem, que foi atingido na cabeça, mãos e costas.

A polícia investiga o caso.

 

Engenheiro é preso após alugar carro, não pagar e deixar de devolver o veículo na Bahia

Domingos Matos, 16/08/2019 | 19:13

Um engenheiro foi preso, em Ilhéus, no sul da Bahia, suspeito de alugar um carro, não fazer o pagamento e nem devolver o veículo. Segundo a polícia, Gidevaldo Silva Queiroz foi encontrado na quinta-feira (15), dentro do carro da locadora.

De acordo com o delegado André Aragão, coordenador da Polícia Civil da região, o homem já era procurado pela polícia, desde abril deste ano, por aplicar golpes de venda de terreno em Itabuna. Ele estava com um mandado de prisão em aberto, pelo crime de estelionato.

Ainda conforme o delegado, com o suspeito, a polícia achou documentos falsificados, notebooks, um HD externo com modelos de escritura e documentos públicos, carimbos, folhas de cheque devolvidas por falta de fundos e selos de autenticidade.

De acordo com o delegado, após a prisão de quinta, o engenheiro foi indiciado pela segunda vez por estelionato.

Gidevaldo Silva foi encaminhado para a delegacia de Itabuna e está à disposição da Justiça. (Com informações do G1)

 

Padrasto de Eva Luana é condenado a 35 anos de prisão; vítima foi estuprada e torturada durante 10 anos

Domingos Matos, 15/08/2019 | 18:34

O padrasto da jovem Eva Luana, que comoveu o país após relatar diversos abusos sofridos durante oito anos, foi condenado pela Justiça a 35 anos e 21 dias de reclusão em regime fechado e a um ano e três meses de detenção em regime aberto. Thiago Oliveira Alves foi denunciado pelo Ministério Público do Estado da Bahia à Justiça e teve a prisão preventiva decretada em fevereiro deste ano.

Ele foi condenado pelos crimes de lesão corporal no âmbito da violência doméstica, tortura e estupro de vulnerável. A decisão foi publicada ontem (14), pelo juiz Ricardo José Vieira de Santana. O processo continua em segredo de Justiça.

 

O caso

No dia 19 de fevereiro deste ano, o drama vivido pela jovem Eva Luana da Silva chocou o país após a garota relatar os abusos nas redes sociais. O caso já havia sido registrado na polícia e o suspeito estava preso, quando Eva revelou os episódios de abuso e tortura sofridos por ela e a mãe, durante quase 10 anos. "Tinha vezes que chegava a ser estuprada duas vezes no dia", disse.

“Operação Capinagem” desarticula na Bahia organização criminosa ligada ao PCC

Domingos Matos, 15/08/2019 | 17:38

A “Operação Capinagem” cumpriu nesta quinta 15), nos municípios de Senhor do Bonfim, Jacobina, Juazeiro, Capim Grosso, Serrolândia e Lauro de Freitas 19 mandados de prisão e 25 de busca e apreensão. Até o fechamento dessa matéria, 13 suspeitos haviam sido presos: nove em Capim Grosso, dois em Lauro de Freitas, um em Jacobina e um em Petrolina (Pernambuco). Entre os alvos, estão integrantes de organização criminosa ligada ao PCC que atua com tráfico de drogas e é responsável por diversos homicídios no estado. A operação ainda está em curso e é coordenada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público do Estado da Bahia (Gaeco), com o apoio da Coordenadoria de Segurança Institucional e Inteligência (CSI), em parceria com Polícia Rodoviária Federal e com a Polícia Militar do Estado da Bahia, através do Comando de 

Policiamento da Região Norte (CPR-N), que apoiou com o efetivo das seguintes unidades: 74ª CIPM/Juazeiro, 91ª CIPM/Capim Grosso, CIPT-N (Rondesp Norte), bem como através do Comando de Policiamento Especializado (CPE), com apoio da CIPE Caatinga (antiga Cepac). Participaram da operação onze promotores de Justiça, 74 policiais militares e 99 policiais rodoviários federais, que contou com helicópteros da Base de Operações Aéreas e cães farejadores do Grupo de Operações com Cães.

A operação integra uma ação realizada hoje por nove Grupos de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaecos) do Ministério Público brasileiro contra integrantes de organizações criminosas em todo o país. A ação nacional é articulada pelo Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas (GNCOC) - colegiado que reúne os Gaecos de todos os estados brasileiros. As diligências desta quinta-feira estão sendo realizadas simultaneamente pelos estados de Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Mato Grosso do Sul, Pernambuco e Rio de Janeiro. Com auxílio de forças policiais, os Gaecos de cada um desses estados cumprem mandados de prisão e de busca e apreensão contra integrantes de grupos criminosos. No total, estão sendo cumpridos mais de 300 mandados judiciais, entre prisões e busca e apreensões.

De acordo com a coordenadora do Gaeco do MPBA, promotora de Justiça Ana Emanuela Meira, a parceria no combate às organizações criminosas foi a tônica da operação. “O trabalho nasceu de uma investigação conjunta da Promotoria de Capim Grosso e do Gaeco, e foi articulado de maneira integrada para desmantelar uma pungente facção criminosa que vem atuando na Região Norte do nosso Estado, comercializando drogas, a partir de ramificações de outros Estados Brasileiros”.Acompanhando os trabalhos em uma sala especial da Coordenadoria de Segurança e Inteligência do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (CSI/MPRJ), o presidente do GNCOC, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, garantiu que esse tipo de enfrentamento seguirá ocorrendo em todo o Brasil. “Os Gaecos do país inteiro estão trabalhando incessantemente para combater as organizações criminosas que tanto afrontam as forças de segurança do país. Seguiremos nesse propósito todos os dias”, assegurou Gaspar, que é também procurador-geral de Justiça de Alagoas.

 

Assaltantes são presos pela PRF com carga de whisky roubada na BR-116

Domingos Matos, 14/08/2019 | 08:31

Um caminhão-baú adulterado que transportava 1.656 unidades de whisky roubadas, foi recuperado pela PRF na tarde de ontem (13) na BR 116, trecho do município de Vitória da Conquista, sudoeste da Bahia.

Tudo começou quando os agentes que realizavam fiscalização de rotina no Km 836 da rodovia, deram ordem de parada a um veículo I/VW Amarok, com três ocupantes. A equipe notou que o comportamento estranho de um dos passageiros 

Diante da suspeita fundada e contradições na entrevista, os PRFs iniciaram os procedimentos de fiscalização e abordagem no automóvel. Após busca minuciosa foi encontrada em uma bolsa aproximadamente 5 gramas de de cocaína. Já na carteira de um deles foi encontrada duas cartelas contendo 17 comprimidos de anfetaminas (nobésio), conhecido popularmente como ‘arrebite’.

Em continuidade a ocorrência e de acordo com as informações levantadas,  os policiais constataram que os indivíduos eram suspeitos de envolvimento em um assalto de carga de bebida ocorrido na segunda-feira (12) em um trecho da BR 251, no estado de Minas Gerais. A Amarok seguia à frente como ‘batedor’ da carga roubada.

A equipe saiu em diligência na rodovia e logo em seguida avistou em sentido contrário um veículo VOLVO/Fh 440, tracionando um semi-reboque. Os agentes retornaram, foi quando o condutor do caminhão, desobedeceu a ordem de parada e empreendeu fuga em alta velocidade.

Durante o acompanhamento tático, o motorista transitou na rodovia em velocidade incompatível, sem observar as normas gerais de circulação e conduta prudente no trânsito, bem como desrespeitou às sinalizações dos trechos durante a fuga, colocando em risco a segurança dos demais usuários da rodovia.

Os ocupantes do caminhão começaram a atirar contra os policiais, que revidaram. Logo em seguida, o veículo entrou na marginal, nas proximidades do povoado de Iguá, onde três indivíduos de armas em punho desceram atirando, abandonaram o caminhão e adentraram no matagal. Um dos projétil perfurou o para-brisa da viatura e transfixou o banco do passageiro e traseiro. Não houve feridos.

Durante fiscalização na carreta, os policiais encontraram no compartimento de carga, diversas caixas de bebidas, do tipo whisky. Foi encontrado também um equipamento JAMMER, utilizado para bloqueio de sinal de rastreamento veicular. Com técnicas de identificação veicular, ficou constatado que o veículo possuí diversas adulterações. A carreta adulterada pertencia a um dos ocupantes da caminhonete Amarok.

Forças policiais da região foram acionadas e seguem na busca dos suspeitos.

Diante dos fatos, a carreta adulterada, o veículo Amarok, a carga roubada, drogas, a documentação apreendida, demais objetos e os três acusados, com idades entre 24 e 38 anos, foram apresentados a autoridade policial de plantão da Delegacia de Polícia Federal em Vitória da Conquista.

Polícia apreende meia tonelada de explosivos; suspeito é preso

Domingos Matos, 14/08/2019 | 07:35

As diligências continuadas do efetivo da 42ª Companhia Independente da Polícia Militar (Lençóis) resultaram, no início da manhã de ontem (13), na prisão de José Carlos Passos de Santana, 53 anos, proprietário da meia tonelada de explosivos, apreendida no município de Souto Soares, na Bahia.

Ele foi encontrado pelas guarnições quando tentava fugir para a zona rural. Além das bananas de dinamites, também foram encontrados no veículo, três bobinas de cordão e 10 caixas de espoletas explosivas. Os materiais foram localizados na madrugada desta terça, no momento em que as guarnições faziam abordagens da 'Operação Varredura’'. Na ocasião, ao notar as guarnições, José Carlos abandonou o veículo e fugiu. 

Encaminhado para a Delegacia Territorial (DT) de Seabra – unidade para qual os materiais também foram apresentados -, José Carlos foi autuado por porte ilegal de artefato explosivo. 

"Durante o depoimento, ele além de confessar ser dono dos explosivos, disse também que trabalha em um garimpo e que os explosivos adquiridos na cidade de Ibiatiara seriam levados para o município de Sento Sé", contou o delegado plantonista da DT, Elton Sodré Muniz Andrade.

 

Líder do tráfico em Tanquinho de Feira morre em confronto com a polícia

Domingos Matos, 07/08/2019 | 13:31

Leandro de Almeida Viana, conhecido como 'TX' ou 'Chatuba', apontado como líder do tráfico de drogas no município de Tanquinho de Feira, foi localizado na manhã desta quarta-feira (7). Uma operação conjunta entre equipes da Superintendência de Inteligência (SI) da Secretaria da Segurança Pública, Departamento de Polícia do Interior (Depin) e Coordenação de Operações Especiais (COE) encontrou o suspeito escondido no bairro de Sussuarana, na capital. O acusado acabou morrendo durante confronto com os policiais.

Segundo a polícia, o traficante comandava de longe a venda de drogas na cidade e voltava apenas para executar rivais e desafetos. Chatuba era investigado por quatro homicídios, sendo três deles cometidos este ano. “Ele foi o responsável por assassinar um vendedor de água mineral em via pública”, revelou o titular da 1ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/ Feira de Santana), delegado Roberto da Silva Leal. O criminoso também já tinha passagem por roubo e condenação por tráfico.

Chatuba estava escondido e, após perceber a presença policial, atirou.No confronto, foi baleado. O acusado ainda foi socorrido para o Hospital Geral Roberto Santos, mas não resistiu. Com ele foram encontrados um revólver calibre 38, pinos para embalar cocaína, balança, certa quantidade de droga, três celulares, relógios e anotações referentes ao comércio de drogas.

 

Acusado de assalto é o 47° preso pelo Reconhecimento Facial da SSP

Domingos Matos, 07/08/2019 | 09:16
Editado em 06/08/2019 | 22:16

Foragido da Justiça, Alisson de Assis Ferreira, 28 anos, é o 47° suspeito capturado, na Bahia, pelo sistema de Reconhecimento Facial da Secretaria da Segurança Pública. A prisão ocorreu, na tarde desta terça-feira (6), no metrô de Salvador.

Alisson chegou a percorrer mais de uma estação, mas foi acompanhado e detido por policiais militares. Com mandado de prisão em aberto pela prática de roubos, na Região Metropolitana de Salvador, o criminoso foi encaminhado para a Central de Flagrantes onde foi cumprida a determinação judicial.

"Vamos avançar com o sistema de Reconhecimento Facial para as cidades da RMS e interior, com a mesma eficiência que estamos presenciando em Salvador e que também ficou evidenciada na Micareta de Feira de Santana", afirmou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.

 

Mandados garantem prisões de suspeitos de assaltos a banco na Bahia

Domingos Matos, 07/08/2019 | 08:09

Acusados de participação em pelo menos três assaltos a bancos em 2018, Ueldon José Oliveira de Assis, Elielson Evangelista de Oliveira Souza, Washington Alisson Santos de Jesus e Gabriel Henrique de Jesus Silva ficarão mais tempo presos, graças a novos mandados cumpridos contra eles.

O grupo estava em audiência, respondendo pelo furto à uma agência bancária, quando investigadores apresentaram novo documento judicial determinando a manutenção da prisão por outros ataques bancários. "Eles fazem parte de uma quadrilha maior, que já foi desarticulada em ações anteriores", afirmou o diretor do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), unidade responsável pelas investigações, delegado Marcelo Sansão.

Ainda segundo ele, os novos mandados cumpridos tiveram fundamental importância, já que o grupo respondia inicialmente por furto, tipo de crime que, geralmente, permite penas mais brandas. "Os novos mandados são referentes ao ataque a um banco de Simões Filho, situação que amedrontou a população local, devido à forma violenta da ação criminosa", continuou.

O delegado finalizou destacando a importância da manutenção das prisões do quarteto para a continuação da redução dos índices criminais nesta modalidade. As investigações também apontam participação do quarteto nos casos de Catu e Jeremoabo.

 

Traficante flagrado tentando fugir vestido de mulher é encontrado morto na cela em Bangu

Clauvino da Silva teria se enforcado com um lençol

Domingos Matos, 06/08/2019 | 13:57

O preso Clauvino da Silva, de 42 anos, que tentou fugir da cadeia vestido de mulher , foi encontrado morto na cela que ocupava no presídio Bangu 1 na manhã de terça-feira (6). De acordo com informações da Secretaria de Administração Penitenciária, o traficante se enforcou com um lençol. O Corpo de Bombeiros e a Polícia Civil foram acionados.

Clauvino tentou fugir do presídio Gabriel Ferreira Castilho, Bangu 3, unidade que abriga presos da maior facção criminosa do Rio, no último sábado. Após o episódio, ele foi colocado em isolamento em Bangu 1, presídio de segurança máxima do Rio. O traficante estava sozinho na cela. Clauvino, que possuía condenação de quase 100 anos de prisão, tentou escapar no último sábado usando uma máscara de látex, peruca e roupas femininas . Ele tentou se passar pela sua filha, Ana Gabriele Silva, de 19 anos.

A filha dele, Ana Gabriele Leandro da Silva, é suspeita de ter ajudado o pai na tentativa de fuga, segundo informações da Seap. Ela estava na visita deste sábado. Outros oito visitantes, entre eles uma grávida, também são suspeitos de terem auxiliado o criminoso. Ana Gabriele foi autuada em flagrante pelo crime de facilitação de fuga. Já o pai responderia apenas administrativamente, já que para que fosse configurado o crime de "Evasão mediante violência contra a pessoa", previsto no Código Penal, seria necessário que o preso tivesse usado de violência em sua tentativa de fuga , o que não ocorreu.   

Clauvino da Silva, conhecido como Ronca e Baixinho, já tinha outra fuga em seu histórico. Ele foi um dos 31 presos que escaparam pelo esgoto do Instituto Penal Vicente Piragibe, no Complexo de Gericinó , em fevereiro de 2013. Ele acabou sendo preso um mês após a fuga, em Angra dos Reis. 

Leia mais

Tags:Clauvino

Suspeitos de ataque a agências bancárias morrem em confronto com a polícia

Domingos Matos, 18/07/2019 | 10:16

Um cerco montado pela Polícia Militar, na região Sul da Bahia, resultou na desarticulação de parte do bando que atacou, na madrugada de ontem (17), agências bancárias na cidade de Jucuruçu. Durante perseguição, dois suspeitos entraram em confronto com equipes da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Mata Atlântica, da 43ª CIPM (Itamaraju) e das Rondas Especiais (Rondesp) Sul.

Os assaltantes, ainda não identificados, foram alcançados no povoado de Água Limpa, município de Itabela, durante a manhã. Após confronto, ambos foram socorridos, mas não resistiram aos ferimentos. Dois veículos modelos Touro e Hilux foram recuperados pelos militares.

“Seguimos na região e até o final do dia poderemos ter novidades. A população pode ajudar denunciando qualquer movimentação suspeita. A resposta será dentro da lei e proporcional à empregada pelos criminosos”, informou o comandante de Operações da PM, coronel Humberto Sturaro.

Preso suspeito de participar da morte de adolescente em Itabuna; vítima foi baleada enquanto andava de skate

Domingos Matos, 16/07/2019 | 12:36

Um homem foi preso na segunda-feira (15), suspeito de participar da morte do adolescente de 17 anos, baleado enquanto andava de skate, no centro de Itabuna, sul da Bahia. O crime aconteceu no dia 9 de julho.

Conforme a polícia, Adriano Santos Figueiredo, o "Fubá", foi detido após ser identificado em atitude suspeita na cidade de Aurelino Leal e depois transferido para Delegacia de Homicídios de Itabuna. Entretanto, a polícia não passou mais detalhes sobre a prisão do homem.

Já na delegacia, ainda segundo a polícia, Adriano confirmou participação no crime e alegou que a motivação do crime foi que o celular da vítima continha fotos e áudios que levaram a crer que ele seria de uma associação criminosa rival. Por conta disso, ao avistarem o adolescente nas proximidades da quadra, falaram com um outro suspeito, "Birito", que matou o jovem.

Dois dias depois do crime, Paula Correa, prima do adolescente, informou que o celular e os documentos da vítima tinham sido roubados.

Abraão Correia da Silva (foto), 17 anos, foi morto a tiros enquanto andava de skate na praça Rio Cachoeira. De acordo com a Polícia Civil, o crime ocorreu por volta das 19h40 e foi testemunhado por um grupo de pessoas que estava no local.

Segundo informações da delegada Magda Figueiredo, testemunhas que se exercitavam no local relataram ter visto um homem se aproximando de Abraão, atirando e fugindo após o crime. O rapaz estava com R$ 20 em uma das mãos.

O jovem era de Ilhéus, mas morava há quatro meses em Itabuna, no bairro Pontalzinho, com a irmã mais velha. Na época do crime, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, mas o adolescente já estava morto quando o socorro chegou. Ele foi enterrado no dia 10 de julho. (Com informações do G1)

 

MP cumpre mandado de prisão por exploração ilegal de imóveis no Rio

Domingos Matos, 16/07/2019 | 09:01

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) cumpre nesta terça-feira (16), 17 mandados de prisão preventiva contra acusados de exploração imobiliária clandestina na comunidade da Muzema e nos arredores. O grupo é suspeito de loteamento, construção, venda, locação e financiamento ilegal de imóveis.

Além disso, eles são acusados de ligações clandestinas de água e energia elétrica e a corrupção de agentes públicos. A operação de hoje também cumpre diversos mandados de busca e apreensão.

Ao todo, foram denunciadas 27 pessoas por suspeito de envolvimento no grupo criminoso, de acordo com o Ministério Público.

Além dos riscos para as pessoas que vivem nesses edifícios, as construções ilegais provocam a destruição de vegetação da Mata Atlântica.

Em abril, dois prédios construídos ilegalmente desabaram na comunidade da Muzema, deixando 24 mortos. A região é controlada por uma milícia, grupo criminoso que extorque moradores e explora serviços clandestinos. (Com informações da Agência Brasil)

Turista adolescente morre em hospital do sul da Bahia com suspeita de H1N1

Domingos Matos, 15/07/2019 | 14:33
Editado em 15/07/2019 | 14:36

Uma turista de 17 anos, de São Paulo, morreu no Hospital Regional Luís Eduardo Magalhães, em Porto Seguro, no sul da Bahia, no sábado (13), e a suspeita é que a causa da morte tenha sido a influenza H1N1.

O corpo da adolescente foi levado para São Paulo (14), onde será sepultado. A menina estava viajando em uma excursão com a turma da escola. Em nota, empresa Forma Turismo, que é especializada em viagens estudantis, lamento a morte da adolescente. "A empresa está cooperando com as autoridades locais e prestando todo suporte à família da estudante", diz trecho do documento.

A Secretaria Municipal de Saúde de Porto Seguro divulgou nota na manhã desta segunda-feira (15), lamentando a morte da estudante. O órgão ainda destacou que o caso foi isolado e que não existe surto da doença na cidade.

Ainda segundo a Secretaria de Saúde, a morte da adolescente está sendo investigada e que estão aguardando resultado de testes que confirmarão ou não a ocorrência da H1N1.

A nota informa ainda que duas pessoas que tiveram contato direto com a paciente estão hospitalizadas e sendo medicadas. A Secretaria de Saúde ainda disse que, segundo investigação epidemiológica, o caso suspeito foi importado de outro estado, ou seja, a adolescente já chegou na Bahia com a doença. (Com informações do G1)

Adolescente é apreendido por suspeita de homicídio

Domingos Matos, 08/07/2019 | 18:18

Um adolescente suspeito de homicídio foi apreendido na noite de domingo (7), por guarnições do 20º Batalhão da Polícia Militar (BPM/ Paulo Afonso), no bairro Boa Esperança em Paulo Afonso.

Segundo o comandante 20º BPM, tenente-coronel Carlos Humberto Moreira, policiais conduziram a vítima até o Hospital, em seguida realizaram rondas para tentar localizar o autor do crime. “A faca foi encontrada no local e a tesoura ainda com sangue estava em posse do menor”, explicou o comandante.

A titular da 18ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Paulo Afonso), delegada Mirela Santana, explicou que uma briga teria motivado as agressões. Adson Jeferson Nunes de Souza, 31 anos, estava em posse de uma faca e foi encaminhado para o Hospital com perfurações no tórax. Enquanto o menor, que estavacom uma tesoura foi apresentado a Delegacia Territorial de Paulo afonso e em seguida apresentado ao Ministério Publico.

 

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.