Tag: tiros

Acusado de sequestro seguido de estupro morre em confronto com a polícia

Domingos Matos, 21/08/2019 | 15:41

Vivaldo Ferreira Brito Filho, 26 anos, acusado de cometer um sequestro seguido de estupro no último domingo (18), foi localizado pelo Esquadrão de Motociclistas Falcão e guarnições da 77ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Vitória da Conquista) com apoio do setor de inteligência da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), na madrugada de segunda-feira (19), após denúncias anônimas. O suspeito estava escondido em um terreno baldio no bairro Morada Real, em Conquista.

O acusado teria forçado uma mulher de 47 anos a sacar dinheiro em um caixa eletrônico, na Avenida Olívia Flores, e depois levado a vítima, junto com sua filha de 9 anos, e a violentado sexualmente três vezes. “Quando chegamos na localidade fomos recebidos a tiros por ele. Vivaldo estava com um revólver calibre 38, com seis munições, três delas deflagradas”, contou o comandante da 77ª CIPM, major Nivaldo Góes Oliva Júnior.

Outra mulher também identificou Vivaldo como o autor de crimes praticados anteriormente. “Na ação, ele foi atingido e encaminhado para o Hospital Geral de Vitória da Conquista, mas não resistiu aos ferimentos”, informou o oficial.

O delegado titular da DRFR, Arilano Kléber Medeiros Botelho, contou como chegou até Vivaldo. “Fizemos toda a investigação através de câmeras do local e informações de populares, após a divulgação da foto. Compartilhamos com a Polícia Militar para um trabalho em conjunto. Vivaldo acumulava passagens por furto e envolvimento em confusões”, disse o delegado.

 

 

Santa Cruz Cabrália: familiares fazem reconhecimento de corpo de índio encontrado em cova rasa

Domingos Matos, 20/08/2019 | 16:35

Familiares reconheceram na manhã de ontem (19), o corpo do índio Fabrício Santos Silva, de 23 anos, que estava desaparecido desde outubro do ano passado. O cadáver da vítima foi encontrado na manhã do último sábado (17), enterrado em cova rasa na área de uma invasão conhecida como “Aldeia Faculdade”.

O corpo foi localizado, após depoimentos dos irmãos Cariano Maia dos Santos, de 19 anos, e Edicleudes Maia dos Santos, o “Sombra”, de 26, acusados do crime. Eles também são indígenas.

Os suspeitos foram presos no dia 26 de julho desse ano pela Polícia Civil de Itororó, numa operação conjunta com a Delegacia de Santa Cruz Cabrália, que já havia representado pela prisão da dupla em dois outros casos.

Segundo a Polícia Civil, pelo menos outras quatro pessoas participaram do assassinato de Fabrício.  O crime teria sido motivado por desavenças entre os Bairros Carajás e Aldeia Nova Coroa.

Fabrício foi morto a tiros, quando foi aquela localidade entregar um pacote de fraldas. Além da morte de Fabrício, os suspeitos respondem ainda pelos crimes de latrocínios, homicídios e tentativa de homicídio.

Sequestrador de ônibus no Rio é morto por atiradores de elite

Domingos Matos, 20/08/2019 | 12:00

O porta-voz da Polícia Militar (PM) do Riode Janeiro, coronel Mauro Fliess, confirmou que o sequestrador que fez 37 reféns no início da manhã, em um ônibus na Ponte Rio-Niterói, foi morto por atiradores de elite.

Tiros foram ouvidos no local por volta das 9h. Pelo Twitter, a PM informou que a ocorrência foi encerrada sem vítimas entre os reféns. “O tomador de refém foi neutralizado por um atirador de precisão do #Bope [Batalhão de Operações Policiais Especiais] e todos os reféns foram libertados ilesos” postou a corporação.

O sequestro começou pouco antes das 6h e interditou a ponte nos dois sentidos. Até as 9h, o sequestrador havia liberado seis reféns. Segundo as primeiras informações, ainda não confirmadas, o sequestrador estava armado e se identificou como policial militar.

A polícia disse que a arma usada por ele era um simulacro, ou seja, de brinquedo.

A ponte permanece interditada. (Com informações da Agência Brasil)

 

Mulher é morta a tiros após sair de luau em cidade do sul da Bahia

Domingos Matos, 19/08/2019 | 14:32

Uma mulher foi morta a tiros, após sair de um luau realizado em praia de Santa Cruz Cabrália, cidade da região sul da Bahia. Conforme o 8º Batalhão da Polícia Militar (BPM), o caso ocorreu em no distrito de Santo Antônio, na madrugada de domingo (18).

Danila Carvalho foi baleada depois que um conhecido chegou no luau, em uma barraca de praia, e chamou ela. Entretanto, a polícia não soube informar se os disparos foram feitos por esse conhecido ou por outra pessoa.

Danila chegou a ser socorrida, mas morreu quando estava no Hospital Municipal José Maria de Magalhães Neto. O corpo dela foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT). Não há informações sobre sepultamento.

Segundo a Polícia Civil, a autoria e motivação do crime são investigadas pela 1ª Delegacia de Porto Seguro, cidade da mesma região. (Com informações do G1)

 

Jovem é executado com 11 tiros em plena luz do dia em Itabuna

Domingos Matos, 19/08/2019 | 13:15

Um jovem de 19 anos foi executado com 11 tiros na manhã desta segunda-feira (19), na rua Félix Mendonça, Bairro de Zizo, em Itabuna. Alessandro Amaral Júnior tinha 19 anos e familiares garantiram que o rapaz não tinha envolvimento com o mundo do crime.

Segundo testemunhas, a vítima seguia para o trabalho em companhia do padrasto, quando os assassinos o interceptaram. Os dois criminosos estavam em um Gol Prata, de placa JSK-8989.

O padrasto de Alessandro relatou que um dos suspeitos desceu do veículo e foi logo atirando contra o jovem, que foi atingido na cabeça, mãos e costas.

A polícia investiga o caso.

 

Itabuna: Tiroteio em frente à Escola Pedro Jerônimo assusta professores e alunos

Domingos Matos, 19/08/2019 | 12:42
Editado em 19/08/2019 | 19:15

Um tiroteio que aconteceu no final da manhã desta segunda-feira (19), assustou a direção, funcionários, professores e estudantes do Grupo Escolar Municipal Pedro Jerônimo, no bairro Pedro Jerônimo, em Itabuna. A ação fez com que professores e alunos, principalmente, passassem boa parte do tempo de aula no interior da escola, completamente abaixados, como forma de proteção contra possíveis balas perdidas, durante a troca de tiros. 

Assim que começou o trioteio, a direção acionou a Polícia Militar (PM/BA) e entrou em contato com a secretária municipal da Educação, Nilmecy Gonçalves, para explicar a suspensão das atividades no dia de hoje, mesmo porque houve o aceno por parte de envolvidos de que o ataque seria revidado. 

Em contato com a Central 190 da Polícia Militar, a Secretaria Municipal de Educação de Itabuna (SME) foi informada que as rondas foram intensificadas na localidade, mas nenhum integrante envolvido nos disparos foi identificado. Também não há informações, segundo a Polícia Militar, se está acontecendo algum “toque de recolher” no bairro ou nas imediações. 

A orientação da Polícia Militar, diante do ocorrido, é a de que “até que a Polícia Militar esteja segura de que a situação está controlada, moradores, transeuntes e até lojistas evitem situações que podem transformá-los em possíveis alvos”. 

Para a professora Nilmecy Gonçalves, “é inaceitável que esse tipo de ocorrência aconteça em nossa cidade, a ponto de interferir diretamente no cotidiano de uma escola de Educação Infantil. A imagem de crianças da Escola Pedro Jerônimo todas abaixadas, com medo dos tiros não é a imagem que queremos para as nossas escolas. Estaremos em contato com o prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, e, juntos, forças de segurança, prefeitura, Secretaria da Educação e sociedade estarão unidos para que esse tipo de situação não volte a acontecer”. 

Informações ainda não confirmadas dão conta de que o tiroteio teve um tempo de duração de cerca de dez minutos. 

Bandidos atiram em ônibus de banda em Camamu

Domingos Matos, 12/08/2019 | 12:28

O grupo musical baiano O Poeta passou por momentos de tensão na cidade de Camamu, localizado na Costa do Dendê, litoral sul do estado da Bahia. O ônibus da banda foi atacado por ladrões que tentaram praticar um assalto e dispararam contra o veículo. Todos os músicos ficaram jogados no chão durante a tentativa de roubo. “O nosso ônibus foi acertado três vezes por tiros, mas ninguém ficou ferido. Entrou uma bala na direção do banco do motorista, mas ele não estava sentado lá”, afirmou o cantor John Ferreira, O Poeta, através de vídeos postados no instagram oficial do grupo.

John relatou que no momento do ataque eles foram salvos por uma viatura da Polícia Militar. “Infelizmente antes do evento a gente passou aqui uma situação de desespero. Nosso ônibus foi atacado por bandidos que tentaram assaltar nossos aparelhos e pertences, mas graças a Deus e uma guarnição que se aproximou rapidamente conseguiu conter os bandidos e estamos bem”, destacou o cantor da banda que ganhou visibilidade após lançar a música Saco de Pão da Cara. (Com informações do Correio)

 

Preso suspeito de participar da morte de adolescente em Itabuna; vítima foi baleada enquanto andava de skate

Domingos Matos, 16/07/2019 | 12:36

Um homem foi preso na segunda-feira (15), suspeito de participar da morte do adolescente de 17 anos, baleado enquanto andava de skate, no centro de Itabuna, sul da Bahia. O crime aconteceu no dia 9 de julho.

Conforme a polícia, Adriano Santos Figueiredo, o "Fubá", foi detido após ser identificado em atitude suspeita na cidade de Aurelino Leal e depois transferido para Delegacia de Homicídios de Itabuna. Entretanto, a polícia não passou mais detalhes sobre a prisão do homem.

Já na delegacia, ainda segundo a polícia, Adriano confirmou participação no crime e alegou que a motivação do crime foi que o celular da vítima continha fotos e áudios que levaram a crer que ele seria de uma associação criminosa rival. Por conta disso, ao avistarem o adolescente nas proximidades da quadra, falaram com um outro suspeito, "Birito", que matou o jovem.

Dois dias depois do crime, Paula Correa, prima do adolescente, informou que o celular e os documentos da vítima tinham sido roubados.

Abraão Correia da Silva (foto), 17 anos, foi morto a tiros enquanto andava de skate na praça Rio Cachoeira. De acordo com a Polícia Civil, o crime ocorreu por volta das 19h40 e foi testemunhado por um grupo de pessoas que estava no local.

Segundo informações da delegada Magda Figueiredo, testemunhas que se exercitavam no local relataram ter visto um homem se aproximando de Abraão, atirando e fugindo após o crime. O rapaz estava com R$ 20 em uma das mãos.

O jovem era de Ilhéus, mas morava há quatro meses em Itabuna, no bairro Pontalzinho, com a irmã mais velha. Na época do crime, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada, mas o adolescente já estava morto quando o socorro chegou. Ele foi enterrado no dia 10 de julho. (Com informações do G1)

 

Polícia suspeita da participação de parentes na morte de pastor

Domingos Matos, 18/06/2019 | 09:18
Editado em 18/06/2019 | 15:29

A Polícia Civil trabalha com a hipótese da suspeita de participação de familiares na morte do pastor evangélico Anderson do Carmo de Souza, marido da deputada federal e cantora gospel Flordelis (PSD-RJ) . O pastor foi morto na madrugada de domingo (16), quando chegava em casa acompanhado da mulher, após receber mais de 30 tiros de pistola nas costas, no peito, na genitália e nas pernas. Nada de valor foi levado da casa, o que fez a polícia trabalhar com hipótese de execução. A maioria dos disparos foi feito à queima-roupa, mas a polícia técnica, não pode precisar o número exato de disparos.

De acordo com a Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo, um dos filhos do casal, Flávio dos Santos Rodrigues foi preso nesta segunda-feira (17) em cumprimento a mandado de prisão pelo crime de ameaça na forma da Lei Maria da Penha. Ele foi ouvido na sede da especializada, em Niterói, região metropolitana do Rio. A prisão ocorreu na hora do velório do pai adotivo. Ele é filho legítimo apenas de Flordeliz. O casal tem 55 filhos registrados, sendo 51 adotados.

À tarde, investigadores da Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo prenderam Lucas, filho adotado pelo casal, que teve problemas com drogas quando era menor de idade. Ele foi preso em casa, após o enterro do pastor. Lucas foi levado para o Departamento de Ações Socioeducativas (Degase), porque na época de prisão com drogas ainda era adolescente.

A polícia investiga também porque os cães da casa não latiram quando o crime ocorreu. A primeira versão dada pela família é que o pastor Anderson foi até a garagem da casa, que tinha ficado com o portão aberto, quando foi surpreendido por dois homens no terreno da casa. Para a polícia, se os homens fossem estranhos, os cães atacariam. 

Inquérito

Os policiais militares, que foram chamados ao local para atender a uma tentativa de homicídio, depois de ouvirem o relato de pessoas da família e de vizinhos, acionaram agentes da Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo . A Secretaria de Estado de Polícia Civil informou que agentes da unidade ouviram testemunhas. A deputada Flordelis, dois filhos e dois netos do casal prestaram depoimento. “Até o momento, as circunstâncias apontam para uma execução, realizada com uma arma de calibre 9 milímetros”, informou a secretaria.

Os policiais da especializada realizaram perícia na casa e no carro do pastor e analisam imagens captadas por câmeras instaladas próximo ao local do crime. As investigações estão em andamento.

O velório do pastor começou na noite desse domingo, com um culto no Ministério Flordelis, a Cidade do Fogo, no bairro Mutondo, em São Gonçalo, igreja fundada pelo casal, na presença de fiéis e de líderes religiosos. A deputada compareceu ao velório. (Com informações da Agência Brasil)

Acusado de tráfico morre em confronto com a polícia em Itacaré

Domingos Matos, 04/06/2019 | 12:31

Landerson Silva Almeida, o Ban, integrante de uma organização criminosa morreu em confronto na madrugada desta terça-feira (4), após trocar tiros com policiais da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Cacaueira e da 72ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Itacaré).

Guarnições da Cipe Cacaueira foram acionados através da 72ª (CIPM/Itacaré) sobre uma situação em que, aproximadamente, seis homens estavam portando armas, no bairro Pituba 2, em Itacaré, e realizando disparos no local. Policiais se deslocaram e foram recebidos a tiros.

Segundo o tenente da Cipe Cacaueira Igor Silva, cinco homens conseguiram fugir por um matagal. Landerson foi atingido, socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. “Temos uma equipe monitorando para tentarmos localizar os que conseguiram fugir”, disse. Com Landerson foram apreendidos um revólver calibre 38, com uma munição picotada, e quatro deflagradas, um tablete de maconha e 20 gramas de cocaína.

Todo material apreendido foi encaminhado para a Delegacia Territorial (DT/Itacaré), onde será registrado o caso.

Mulher é morta a tiros na porta de casa no sul da Bahia

Domingos Matos, 28/05/2019 | 10:21

Uma mulher foi morta a tiros na porta da casa onde morava, na Rua Buerarema, em Itamaraju, no extremo sul da Bahia. De acordo com funcionários da delegacia da cidade, o crime ocorreu na noite de segunda-feira (27), e a vítima foi identificada como Rafaela de Souza Celestino.

Após os disparos, vizinhos da vítima acionaram a Polícia Militar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas a mulher já estava morta. Ninguém foi preso no momento do crime.

Em uma postagem no Facebook, a irmã de Rafaela lamentou a morte da mulher e disse que a família ficou incompleta.

"Senhor, que dor! Deus coloque minha irmã em um bom lugar. Nossa família agora está incompleta. Que dor, Senhor quanta dor. Meu coração está aflito. Rafaella Celestino, não estou conseguindo passar por isso. Você sempre me deu forças, sempre foi a mais forte, me apoia tudo. E sem você? O que vou fazer ?", escreveu.

A motivação e autoria do crime são investigados pela Polícia Civil de Itamaraju. O corpo de Rafaela foi encaminhado para o Instituto Médico Legal do município. Ainda não há detalhes sobre sepultamento. (Com informações do G1)

 

MP recorre da sentença aplicada a acusado pelo assassinato do jornalista Manoel Leal

Domingos Matos, 24/05/2019 | 12:21
Editado em 24/05/2019 | 14:43

O Ministério Público estadual recorreu da sentença aplicada a Marcone Rodrigues Sarmento, que foi condenado ontem, dia 22, pelo Tribunal do Júri, a seis anos de prisão em regime aberto, por ter assassinado o jornalista Manoel Leal, fundador do jornal itabunense A Região.

A denúncia foi sustentada no Fórum Ruy Barbosa pelos promotores de Justiça Cássio Marcelo de Melo, Davi Gallo, e Antônio Luciano Assis. Conforme a denúncia, no dia 14 de janeiro de 1998, o jornalista foi vítima de uma emboscada e acabou executado a tiros na porta de casa.

Marcone Sarmento foi denunciado pelo Ministério Público estadual como um dos executores. Ele chegou a ser julgado, mas foi absolvido pela participação no crime em 2005.

O MP recorreu da decisão e o Tribunal de Justiça julgou que a absolvição era manifestamente contrária às provas dos autos, designando a nova sessão de julgamento. A sentença de ontem foi proferida pela juíza Gelzi Maria Almeida Souza, mas os promotores de Justiça não concordaram com a dosimetria da pena e recorreram.

 

Itabuna registra mais um assassinato; vítima foi executada na avenida Bionor Rebouças

Domingos Matos, 23/05/2019 | 15:51
Editado em 23/05/2019 | 16:15

A Avenida Bionor Rebouças, no bairro São Roque, em Itabuna, foi palco, agora há pouco, de um assassinato. A vítima, identificada  como Marcos Barbosa Santos, mais conhecido como Big Big, foi executada com nove tiros.

Segundo testemunhas, o atirador estava de moto. A motivação do crime ainda é desconhecida.

Após duas décadas, suspeito de matar jornalista na Bahia é condenado a 6 anos de prisão

Domingos Matos, 22/05/2019 | 22:44
Editado em 24/05/2019 | 14:45

O homem suspeito de matar um jornalista na década de 1990, na cidade de Itabuna, no sul da Bahia, foi condenado a 6 anos de prisão, nesta quarta-feira (22), mais de duas décadas após o crime.

Marcone Rodrigues Sarmento passou por júri popular no Fórum Ruy Barbosa, em Salvador. Na audiência, o crime foi classificado como homicídio simples.

De acordo com o promotor Cássio Marcelo de Melo, o Ministério Público recorreu da decisão, por considerar a pena baixa, pois o órgão buscava uma condenação por homicídio qualificado.

O recurso deverá ser julgado em cerca de um ano. O réu vai aguardar em liberdade até se esgotarem todos os recursos.

O jornalista Manoel Leal de Oliveira foi vítima de uma emboscada e acabou executado a tiros, na porta de casa, em 14 de janeiro de 1998. Ele era dono de um jornal de Itabuna.

Segundo o promotor, Marcone dirigia o carro onde estava o então policial civil Monzar Castro Brasil, que realizou os disparos que mataram o jornalista, depois de passar a tarde esperando a vítima chegar em casa.

Em 2003, Monzar foi condenado há 18 anos de prisão por homicídio qualificado. Uma outra pessoa investigada pelo crime foi julgada em 2003. Contudo, na época, o suspeito foi absolvido a pedido do MP.

Em 2005, Marcone foi absolvido de um júri, mas o MP recorreu e o novo julgamento ocorreu nesta terça-feira.

“Já existia uma condenação para Monzar por homicídio qualificado. Como Marcone é condenado por homicídio simples, já que ele participou da emboscada junto com Monzar?”, questiona o promotor. (Com informações do G1)

 

Itabuna registra mais um assassinato

Domingos Matos, 18/05/2019 | 07:09
Editado em 18/05/2019 | 07:53

Mais um jovem foi alvo da violência em Itabuna. A vítima, ainda sem identificação, foi executada na madrugada deste sábado (18), com mais de 10 tiros. O crime aconteceu na rua da Olaria, bairro Califórnia.

No local, os peritos recolheram cerca de 14 cápsulas de pistola calibre 380. O caso está sendo investigado.

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.