Tag: alunos

Pacientes da radioterapia da Santa Casa de Itabuna recebem visita de alunos do Colégio Sistema

Domingos Matos, 13/09/2019 | 15:39

Como forma de levar um pouco de alegria, calor humano e esperança, alunos do 2º ano das turmas A e B do Colégio Sistema, visitaram nos dias 11 e 12 de setembro, o setor de Radioterapia da Santa Casa de Itabuna.

A visita foi uma iniciativa da professora de Biologia, Michelle Fürst, para que os alunos pudessem vivenciar na prática o que eles aprendem em sala sobre doenças genéticas e identificar novas realidades a partir dessa experiência na instituição.

Os adolescentes distribuíram lanches (conforme a dieta permitida) para os pacientes e seus acompanhantes e contaram com o auxílio das irmãs Auxiliadoras e Religiosas da Santa Casa. Conversaram, tocaram violão, cantaram, dançaram e encheram de alegria o local. A emoção tomou conta dos alunos que não se intimidaram ao expressar a gratidão pelo momento que viveram na radioterapia.

Para a aluna Bruna Lins, a visita foi muito gratificante. “Os pacientes da radioterapia são muito alegres e demonstram uma força imensa. A gente aprendeu com eles a não reclamar tanto e a sorrir, independente de tudo. Quando estávamos lá, uma paciente tinha acabado de passar pela avaliação do médico e bateu o sino, pois estava curada do câncer”, declarou.

A paciente em questão, é a Nilzete Leite de Menezes, de 61 anos, que teve câncer de mama e após 9 meses de tratamento com quimioterapia e radioterapia comemorou o fim do tratamento.

Anne Miracy disse que estava transbordando de felicidade por ter levado um pouco de alegria e satisfação para aquelas pessoas. “Falo por mim e pela sala, foi incrível e emocionante de verdade, gratificante ver o sorriso de pessoas que estão em uma rotina sempre cansativa. Foi muito bom passar a manhã com eles e, sinceramente, não queria sair de lá”, disse a aluna.

Maria Eduarda Lemos falou que vai carregar com ela o momento prazeroso que foicompartilhado. “Tive o prazer de poder ver mais de perto a realidade de muitas pessoas que diariamente lutam para sobreviver. Ter levado amor, alegria e empatia foi fundamental para mostrar a essas pessoas que elas não estão sozinhas e o quanto são capazes de vencer. Uma experiência incrível, não só para o meu aprendizado, mas para a minha vida”, concluiu.

 

Itacaré: Escola de Taboquinha inicia projeto para jovens empreendedores

Domingos Matos, 13/09/2019 | 14:33

Como parte de uma parceria firmada entre a Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria Municipal de Educação, e o Sebrae, o Grupo Escolar Bom Jesus, do distrito de Taboquinhas, realizou nesta manhã desta sexta-feira (13) um desfile para o lançamento do Projeto Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP). que tem como objetivo possibilitar que a criança aprenda e desenvolva habilidades e comportamentos empreendedores.

No desfile, acompanhado pela Fanfarra de Percussão de Taboquinhas, os alunos mostraram como funcionará o programa e a importância do JEPP na formação de jovens empreendedores. A educação empreendedora proposta pelo Sebrae para o Ensino Fundamental incentiva os alunos a buscar o autoconhecimento, novas aprendizagens, além do espírito de coletividade.

A ideia é a de que a educação deve atuar como transformadora desse sujeito e incentivá-lo à quebra de paradigmas e ao desenvolvimento das habilidades e dos comportamentos empreendedores. O curso procura apresentar práticas de aprendizagem, considerando a autonomia do aluno para aprender, além de favorecer o desenvolvimento de atributos e atitudes necessários para a gestão da própria vida.

A secretária de Educação, Eliane Camargo, e a sub-subsecretária Alessandra Machado consideram o programa como de fundamental importância na formação dos estudantes de fato em jovens empreendedores. Por esse motivo que a Prefeitura de Itacaré aderiu ao projeto do Sebrae e desde então vem cumprindo todas as etapas para o desenvolvimento do JEPP.

Recentemente as professoras Marileuza Palafoz, coordenadora do Fundamental, e Nadja Almeida, coordenadora da Educação Infantil, foram capacitadas pelo Sebrae em Salvador como multiplicadoras, para que a metodologia seja repassada aos professores. Nesse primeiro momento serão contemplados 1000 alunos do ensino fundamental I e fundamental II da rede municipal de Itacaré.

Escola Frederico Smith promove nesta sexta Mostra sobre Cultura Nordestina 

Domingos Matos, 12/09/2019 | 18:39

Com o tema “Nordeste: Cantos, Sabores e Encantos”, o Grupo Escolar Frederico Smith Lima, no bairro Urbis IV, estará promovendo, nesta sexta-feira (13), das 8h às 16h, uma Mostra Cultural que envolvendo os 600 alunos matriculados, professores, coordenação pedagógica, funcionários e equipe gestora. 

Segundo a diretora, professora Maria da Glória Santos Muniz, “a escola já está na fase dos últimos preparativos para que a mostra aconteça com muito brilho, muito sucesso”. Segundo ela, cada professor e cada turma irá apresentar aspectos culturais de cada um dos estados que compõem a região Nordeste do Brasil, apresentando elementos como dança, música, culinária e artesanato. Durante os trabalhos, acontecerão ainda apresentações de teatro, e a programação contatabmém com atividades de recreação e lazer. 

A mostra é aberta ao público, com entrada gratuita e a perspectiva da diretora é a de que a escola receba a visita de pelo menos 500 pessoas, além dos 600 estudantes que já estão matriculados na unidade. O endereço é Rua B, 59 – Bairro Urbis IV. Para maiores informações sobre a mostra, os telefones ou (73) 9129 9159. 

 

Ranking britânico inclui Uesc entre as melhores universidades do mundo

Domingos Matos, 12/09/2019 | 13:34
Editado em 12/09/2019 | 15:25

A Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), pela primeira vez, alcançou os critérios para entrar na lista mundial de universidades classificadas pelo ranking do THE “Times Higher Education”.  A UESC está citada no ranking THE em 45º lugar entre as brasileiras, precedida na Bahia, somente pela Universidade Federal da Bahia (UFBA).

O THE “Times Higher Education” é o provedor dos dados que sustenta a excelência universitária em todos os continentes do mundo. Situa-se como empresa por trás do ranking universitário e com quase cinco décadas de experiência como fonte de análise e insights sobre o ensino superior e uma experiência incomparável nas tendências que sustentam o desempenho da universidade em todo o mundo.

“Estou feliz pelo resultado. É um esforço de toda a comunidade acadêmica que está sendo reconhecido,” comemora o reitor da UESC, Evandro Sena Freire. A notícia também foi comemorada pela professora Adélia Pinheiro. “Estou muito orgulhosa do resultado alcançado! Reflete o trabalho dedicado e comprometido de toda a comunidade acadêmica, ao longo de todos os anos de existência da UESC, jovem e pujante! Políticas e escolhas acertadas! Orgulho-me de fazer parte dessa historia!”  disse Adélia, que foi reitora da Uesc, no período de 2012 à 2019, e é atual secretaria de Ciência Tecnologia e Inovação do Estado da Bahia).

O professor Joaquim Bastos, reitor no período 2004 à 2012, manifestou a “gratidão e satisfação por fazer parte dessa história.  Tivemos reitores excelentes e tudo funciona.”
A UESC já havia sido incluída no Ranking comparativo de universidades latino-americanas divulgado pela THE (Times Higher Education), que é ligada ao jornal britânico The Times, em parceria com a empresa Elsevier. Também figura entre as universidades que têm ações em prol das metas do desenvolvimento sustentável da ONU.

 

Critérios de avaliação

O estudo analisa cinco critérios principais: qualidade de ensino (ambiente de aprendizagem, reputação, desempenho estudantil, número de professores com doutorado, docentes premiados e renda institucional); volume de publicações de pesquisa; citações em artigos científicos; projeção internacional (número de alunos e de professores estrangeiros);  e troca de conhecimento com outras instituições.

Este ano, o Brasil aumentou o número de universidades que entraram na lista do THE, liderada pela britânica Universidade de Oxford, a lista deste ano tem 46 universidades brasileiras, contra 35 no ano passado.

O salto fez o Brasil passar de nono para o sétimo país com maior número de universidades na lista, deixando para trás nações como Chile, Itália e Espanha. A USP (Universidade de São Paulo) se manteve como a melhor universidade do Brasil.
 

Ilhéus: alunos do Instituto Municipal de Ensino serão alocados na Faculdade Madre Thais

Domingos Matos, 12/09/2019 | 07:05
Editado em 12/09/2019 | 10:33

Alunos dos turnos matutino e vespertino do Instituto Municipal de Ensino (IME) Eusinio Lavigne, serão temporariamente alocados na Faculdade Madre Thaís, situado na Avenida Itabuna. De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Lazer (Seduc), as aulas terão reinício na próxima segunda-feira (16), a partir das 7h.

O espaço possui 20 salas com ar-condicionado ocupadas no 1º andar da instituição. Essa medida foi devido a um princípio de incêndio no interior do IME, ocorrido no último dia 28 de agosto, que causou susto nos professores, funcionários e alunos. O Corpo de Bombeiros e a Coelba foram acionados e as aulas interditadas.

Enquanto o prédio passa por reformas corretivas e preventivas da sua estrutura. Com isso, o Governo Municipal visa continuar a oferecer segurança aos professores, alunos, pais e responsáveis. Os alunos do noturno que integram o programa Educação de Jovens e Adultos (EJA), ocupam as instalações da Escola Heitor Dias.

Com 80 anos de existência, o IME possui cerca de 1.300 alunos. A instituição realiza trabalho educacional em parceria com cursos de Teologia, Rotina Administrativa e Pré Militar, totalizando cerca de 1.600 alunos. Recentemente, a Prefeitura incluiu a unidade no projeto de requalificação total com outras 10 unidades escolares.

 

Hortas escolares reforçam desenvolvimento pedagógico na rede estadual 

Domingos Matos, 10/09/2019 | 14:51

O manejo do solo e o plantio de mudas de hortaliças, frutas e flores vêm transformando a relação de estudantes com o espaço escolar. A partir do projeto 'Hortas Escolares - plantar, cuidar e cuidar-se', mais de 400 mil alunos da rede estadual passaram a ter contato com a terra nas próprias escolas. Uma delas é o Colégio Estadual Alaor Coutinho, em Mata de São João, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). 

"O Horta nas Escolas vem na perspectiva de atender ao Plano Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional, com o objetivo de promover uma alimentação mais saudável, tendo como ponto de partida o fazer pedagógico. As hortas são criadas e utilizadas pelos nossos estudantes e professores como laboratório vivo", explica o coordenador estadual de Educação Ambiental e Saúde, Fábio Barbosa. Em 2019, a iniciativa recebe um investimento de R$ 300 mil do Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação.

No Alaor Coutinho, 12 estudantes do ensino médio participam do projeto às terças-feiras. Eles plantam coentro, tomate, pimenta e alface, além de flores. Os alimentos colhidos são utilizados no preparo da merenda escolar. "Eles aprendem sobre a rotação de cultura e as técnicas de manejo e cultivo. Nós também fazemos um trabalho sobre os defensivos naturais, para não utilizar nenhuma parte química de contaminação do solo. Eles conseguem identificar quando há necessidade de adubação e também o período de colheita. É um trabalho muito enriquecedor", conta a professora responsável pelo projeto, Patrícia Figueiredo.

Em períodos específicos, como a colheita, o número de participantes aumenta. A diretora do Alaor Coutinho, Maria do Socorro Aquino, destaca que a iniciativa "contribui para o aprendizado de conteúdos, mas também para o exercício da cidadania. Os estudantes passam a valorizar o trabalho que é feito com a terra. Eles compreendem a importância da alimentação mais saudável, de cuidar da escola e a entender a horta como um espaço que, além do aprendizado, revitaliza o convívio na escola". 

Para a estudante Ingrid Santos, 19 anos, do 3º ano, o projeto favorece a integração com os colegas. "A gente não se falava. Só andávamos no corredor, mas não sabíamos quem era quem. E, nesse tempo todo de horta, a gente consegue se dar bem, falar, plantar e colher", afirma. 

Também aluno do 3º ano, Carlos Eduardo Santana, 18, considera a experiência um incentivo para aumentar a qualidade de vida dos estudantes. Graças ao projeto, ele já entende, por exemplo, a diferença entre o alimento com agrotóxicos e o orgânico. "Dá para perceber a diferença no sabor, tamanho e coloração". 

Mais Estudos: estudantes podem se inscrever no programa até sexta-feira

Domingos Matos, 10/09/2019 | 14:35

Seguem abertas no Portal da Educação, até a próxima sexta-feira (13), as inscrições para adesão ao programa Mais Estudo. Executada pela Secretaria da Educação do Estado, a iniciativa vai possibilitar que cerca de 10 mil alunos da rede estadual de ensino com bom desempenho em Língua Portuguesa e Matemática recebam uma bolsa de R$200 para oferecer reforço escolar aos colegas que estão abaixo da média nas disciplinas.

O Mais Estudo visa, além de fortalecer o processo de aprendizagem, despertar nos estudantes o interesse pela docência e contribuir com práticas inovadoras de ensino, destaca a diretora de Acompanhamento Pedagógico e Planejamento da Política Continuada da Secretaria da Educação, Cristina Santana. “O projeto tem abrangência em todos os 27 Núcleos Territoriais de Educação e a expectativa é envolver, de fato, 10 mil estudantes com bom desempenho nas disciplinas. Alguns deles já desenvolvem a atividade de monitoria e agora vão receber um incentivo para que possam participar de modo mais engajado”, conta.

 

Metodologia

Para participar, os gestores escolares devem identificar o número de vagas disponíveis na escola, informar dados gerais sobre os professores que atuarão como supervisores e quais estudantes foram selecionados como monitores. Para ganhar o auxílio, os alunos do 9º ano do Ensino Fundamental e de todas as séries do Ensino Médio devem ter média escolar igual ou superior a 8,0 nas disciplinas. O programa envolve uma carga horária semanal de oito horas, sendo duas dedicadas à preparação com uma orientação pedagógica e seis em sala de aula, no contra turno das aulas regulares, com os alunos monitorados.

Uma das escolas que já fizeram a seleção e adesão dos monitores é o Colégio Estadual Rubén Darío, localizado na Avenida San Martin, em Salvador. Uma das estudantes escolhidas é Sabrina Tatiane, do 2º ano do Ensino Médio, que sempre registrou bom desempenho em Língua Portuguesa. “De forma pró-ativa, a gente pode conseguir outras pessoas pra se dedicarem mais aos estudos, utilizando uma linguagem que eles entendam com mais facilidade, por sermos da mesma faixa etária”, acredita a estudante.

Para o diretor da unidade escolar, o professor Antônio Pimenta, todo o sistema educacional do estado ganha com a iniciativa. “Os estudantes, com essa oportunidade, podem dar um passo à frente nos estudos e, ainda, ampliar a relação com os colegas e professores. Todos ganham”, afirmou.  

O Mais Estudo foi lançado na última semana pelo governador Rui Costa e pelo secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, e deve iniciar as monitorias oficiais já a partir do próximo dia 16.

 

Internos do CPI são certificados em curso de Instalação e Manutenção de Ar-condicionado

Domingos Matos, 09/09/2019 | 20:01

Foi realizada, na manhã de segunda-feira (9), uma cerimônia para certificação de 11 internos do Conjunto Penal de Itabuna (CPI), no curso de Instalação e Manutenção de Ar-condicionado. Ao todo, 8 dos concluintes receberam o certificado, uma vez que três deles já foram beneficiados com a progressão de regime e já se encontram em liberdade – estes receberão o documento em outro momento.

Ministrado pela empresa Ciqprol Cursos Profissionalizantes, o curso teve carga horária de 56 horas e foi realizado durante o mês de agosto. O instrutor Flávio Lima destacou o aproveitamento dos alunos e manifestou o desejo de desenvolver a parceria com o CPI formando novas turmas. O curso foi coordenado pela terapeuta ocupacional Gabriela Gonçalves, e oportunizado pela Socializa – Soluções em Gestão, empresa cogestora que operacionaliza o Conjunto Penal de Itabuna.

O diretor do CPI, major PM Adriano Valério Jácome da Silva, disse que outros cursos como este serão organizados, sempre com o objetivo de garantir ao reeducando uma oportunidade de reintegração social com uma perspectiva de sustentabilidade econômica. “É nosso objetivo garantir que o maior número possível de reeducandos tenha acesso a cursos como esse, bem como a todos os nossos programas e projetos de ressocialização”, garante o diretor.

Como forma de garantir a retenção dos conhecimentos adquiridos, além de possibilitar a prática constante daquilo que aprenderam no curso, o diretor Adriano Jácome autorizou que a manutenção de aparelhos de ar-condicionado na unidade prisional seja feita, prioritariamente, pelos concluintes. “Havendo condições, eles serão chamados a realizar os serviços de manutenção. Isso vai garantir que retenham e ampliem seus conhecimentos, com a vivência na prática daquilo que aprenderam no curso”, destaca.

Participaram, ainda, da cerimônia, o diretor-adjunto Bernardo Cerqueira Dutra, o coordenador de Segurança Fábio Vivas, a representante da Ciqprol, Elisângela Pereira, além de representantes do Corpo Técnico e toda a equipe de ressocialização da unidade.

Secretaria da Saúde da Bahia capacita profissionais de 64 municípios para tratar pé diabético

Domingos Matos, 09/09/2019 | 16:35

O Secretário Estadual da Saúde Fábio Vilas-Boas, lançou hoje o programa de treinamento para prevenção e tratamento do pé diabético. Até o final do ano serão implantadas 200 centros em toda a Bahia, a maior parte distribuída em municípios com menos de 100 mil habitantes. Para tanto, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), por meio da Escola de Saúde Pública (ESPBA) e do Centro de Diabetes e Endocrinologia da Bahia (Cedeba), iniciou nesta segunda-feira (9), um programa de treinamento com profissionais da assistência de 64 cidades, visando qualificar este cuidado, prevenindo lesões e internações associadas ao pé diabético.

De acordo com o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, as amputações decorrentes de complicações do pé diabético constituem um grave problema de saúde pública no Brasil e no mundo, levando em conta as elevadas taxas de internação hospitalar. "Além do impacto social na vida do usuário e da alta mortalidade associada, as amputações estão relacionadas a altos custos diretos e indiretos para o sistema de saúde. Dados do Sistema de Pactuação dos Indicadores (Sispacto) apontam que 25% das internações de pacientes na capital, por exemplo, poderiam ser prevenidas por serem condições sensíveis à Atenção Básica. Sem o adequado acompanhamento, o paciente diabético não realiza exames, não toma os medicamentos e acaba por ir a uma emergência de um hospital com o pé infectado que levará, possivelmente, à amputação de um dos membros”, afirma Vilas-Boas.

Ainda de acordo com o titular da pasta da Saúde, estima-se que, na Bahia, de 40 a 60% de todas as amputações não-traumáticas de membros inferiores são realizadas entre pacientes portadores de Diabetes Mellitus. Destas amputações, 85% são precedidas de feridas com úlceras. “O objetivo é reduzir o número de amputações decorrentes da falta de controle do diabetes, que entre 2010 e 2018, ocasionou mais de 6 mil amputações”, ressalta o secretário, ao pontuar também que as policlínicas regionais de saúde tem um papel fundamental para auxiliar o controle do diabetes. "O governador Rui Costa já entregou 11 policlínicas em diferentes regiões, dotadas de equipes especializadas e equipamentos específicos, e até o final do ano chegaremos a vinte unidades", diz.

O curso prevê aulas teóricas e práticas, sendo ministrado em dois dias. Serão seis módulos: I Aprendendo a reconhecer e intervir no pé diabético; II Manejo de calosidades; III O auto cuidado dos pés da pessoa com diabetes; IV Contextualizando as lesões ulcerativas em pé diabético; V A importância do movimento para o pé diabético; VI Vinculando redes no cuidado ao pé. Durante as aulas, os alunos farão a discussão de casos clínicos, aprenderão a utilizar um doppler portátil, bem como identificarão tipos diferentes de lesões, dentre outros temas.

 

Dados da doença

Em todo o mundo, 425 milhões de pessoas vivem com diabetes e 4,5 milhões morrem anualmente por causa da doença, segundo dados da International Diabetes Federation (IDF), responsável pelo Novembro Diabetes Azul, mobilização mundial que alerta para o crescimento da doença – considerada pandemia – e a necessidade de prevenção e diagnóstico precoce. Tendo como tema este ano “Família DMe Diabetes”, a campanha destaca a importância da família no manejo da doença.

No Brasil, onde os diabéticos são mais de 13 milhões – ocupa o quarto lugar entre os 10 países com maior população de diabéticos. No país, as complicações do diabetes custaram ao Ministério da Saúde, em 2016, R$ 92 milhões. Isso reflete o diagnóstico tardio, uma vez que mais de 40% das pessoas só são identificadas (no caso de diabetes mellitus tipo 2 -DM2) quando já apresentam complicações.

Prevenir as complicações do diabetes, onde se insere a retinopatia diabética, é muito importante. No mundo inteiro, a perda de visão por causa do diabetes tem aumentado assustadoramente. Entre 1990 e 2010, a quantidade de pessoas com perda de visão parcial ou total devido à doença subiu de 27% para 64%. Em 2010, uma em cada 52 pessoas teve perda de visão e uma em cada 39 pessoas ficou cega por causa da retinopatia diabética – desdobramento da doença que danifica a retina.

 

Laboratório de análises clínicas realiza exames gratuitos em Itabuna

O LEAC realizará 20 tipos de exames laboratoriais para população, de segunda a quarta, das 7h30 às 9h30

Domingos Matos, 09/09/2019 | 15:34

Até dezembro, o Laboratório Escola de Análises Clínicas (LEAC) da Unime Itabuna (BA) realizará 20 tipos de exames laboratoriais gratuitos para comunidade, como hemograma completo, urina e fezes. Os atendimentos, por ordem de chegada, serão realizados de segunda a quarta, das 7h30 às 9h30, no LEAC, localizado no campus I da unidade. Os interessados devem levar RG original e xerox e estar em jejum, mínimo, de oito horas. Para menores de idade sem RG, apresentar cópias da certidão de nascimento e do RG do responsável. Serão disponibilizadas 10 fichas de atendimentos por dia.

Importante ação de responsabilidade social que permitirá uma maior integração entre alunos, pacientes e instituição de ensino, a realização dos exames para a comunidade possibilitará que os estudantes desempenhem atividades que permeiam desde a coleta e o processamento das amostras biológicas até a liberação de exames, sob supervisão de um corpo clínico laboratorial de especialistas nas áreas em que os exames são ofertados.

Entre os tipos de exames oferecidos estão: ácido úrico, antiestreptolisina O (ASLO), colesterol total, creatinina, fator reumatóide (FR), fosfatase alcalina, gama GT, glicose, HDL, hemograma completo, LDL, parasitológico de fezes (sedimentação espontânea), proteína C reativa (PCR), sumário de Urina, TGO, TGP, triglicerídeos, ureia, VDRL e VLDL. Para mais informações, entrar em contato no (73) 3215-1704.

 

 

Câmara de Itabuna reverencia Josué Brandão e Escola Bíblica

Domingos Matos, 06/09/2019 | 14:35

A Câmara Municipal de Itabuna aprovou dois projetos de lei na Sessão Ordinária de quarta-feira (04). O primeiro, de autoria do vereador Júnior Brandão, reverencia a Escola Bíblica Dominical - EBD; o segundo, de iniciativa do Executivo itabunense, homenageia o professor Josué de Souza Brandão, falecido em 1989. A redação final das duas matérias será encaminhada para sanção ou veto do prefeito Fernando Gomes.

No tocante à Escola Bíblica, a Casa de Leis declarou a EBD como patrimônio imaterial de Itabuna. A atividade evangelizadora das igrejas protestantes reformadas chegou ao Brasil em 1855 e hoje atende mais de 60 milhões de alunos matriculados. “Se [a lei] for sancionada, Itabuna pode ser a primeira cidade do interior da Bahia a tratar a Escola Bíblica como patrimônio”, destacou o vereador Júnior Brandão.

Na mesma Sessão, os vereadores denominaram de Professor Josué de Souza Brandão a contenção numa encosta da Avenida Juracy Magalhães, próximo à Vila das Dores. A obra de urbanização, inaugurada em 2018, é uma homenagem ao educador que, além de fundar o Colégio Ciso, exerceu três mandatos como vereador destacando-se nas áreas de educação e assistência social.

 

Mais de seis mil pessoas participaram da mobilização dos Jogos Universitários Brasileiros em Itabuna

Domingos Matos, 06/09/2019 | 13:15

Um total de mais de seis mil pessoas participaram em Itabuna da mobilização dos Jogos Universitários Brasileiros – JUB’s, com a realização de clínicas em nove escolas da rede estadual de ensino e uma série de ações práticas na arena montada na Praça Otávio Mangabeira (Camacã), que atraiu no período de 4 a 6 de setembro alunos da rede municipal, de escolas particulares, atletas e pessoas da própria comunidade. As atividades incluíram a realização de um campeonato de basquete 3 x 3 disputado na tarde de hoje(6).

Na arena, foram apresentadas  ao público novas modalidades esportivas do JUB’s, como o basquete 3 x 3 e o jogo eletrônico Fifa 2019. O espaço funcionou nos dias do evento sempre das 9h às 17h, aberto para crianças, jovens e adultos. Segundo Rafael Macedo Lopes de Oliveira, um dos coordenadores da Caravana dos Jogos Universitários Brasileiros, a arena recebia uma média de 120 pessoas por hora e estava aberta sem nenhum custo para a população.

Ele explica que Itabuna foi a terceira cidade a receber a mobilização do JUB’s, que deve visitar 11 municípios baianos e atendeu mais de seis mil pessoas, das quais mais de duas mil na arena instalada na praça de Camacã e mais de quatro mil em nove escolas da rede estadual de ensino. As duas primeiras cidades visitadas foram Juazeiro e Senhor do Bomfim. 

Uma das atrações da arena foi a presença do atleta do Novo Basquete do Brasil, o paulista Edu Marinho, que ministrou oficinas e fez uma apresentação, juntamente com o grupo técnico dos JUB’s, a nova modalidade que faz parte dos Jogos, o basquete 3x3.

 

Objetivo

Com o objetivo de demonstrar que educação e esporte andam lado a lado, a equipe de mobilização dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) percorrerá até  21 de setembro, 11 cidades das regiões norte, centro norte, sul e a capital baiana, contemplando as cidades de Juazeiro, Senhor do Bonfim, Itabuna, Ilhéus e Salvador.

A ação, que prevê ambientações com arenas em praças e escolas públicas, atendendo ao todo 100 mil alunos, com o apoio do Governo do Estado, por meio da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, a Secretaria de Educação e tem organização da Federação Universitária da Bahia (Fube). Em Itabuna a Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania também participou da parceria para a realização da mobilização para os JUB’s, que voltam a acontecer na Bahia em outubro, após um intervalo de 51 anos.

 

 

Ilhéus: Instituto Municipal de Ensino passa por manutenção e aulas estão suspensas

Domingos Matos, 05/09/2019 | 07:01

A Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Lazer (Seduc), por meio de comunicado feito à comunidade ilheense explicou que no último dia 28 de agosto, o prédio do Instituto Municipal de Ensino (IME) sofreu um curto circuito no quadro de energia elétrica. No intuito de salvaguardar os alunos, servidores e comunidade escolar, a Seduc suspendeu de imediato as aulas.

A Seduc informa que a instituição municipal de ensino passa por averiguação com equipes técnicas e que está organizando os procedimentos burocráticos para realizar a reforma da parte elétrica, bem como a reforma do telhado e outras melhorias estruturais.

Por sua vez, a secretária municipal de Educação, Eliane Oliveira esclarece que as aulas serão repostas posteriormente, sem prejuízo dos 200 dias letivo. As provas que estavam em andamento serão aplicadas em data subsequente, comunicada previamente pela Equipe Gestora do IME.

A titular da educação comunica ainda que os alunos do noturno (EJA) irão utilizar temporariamente as salas da Escola Municipal Heitor Dias e as aulas dos períodos matutino e vespertino serão retomadas assim que for encontrado um espaço para locação e até a conclusão dos reparos do prédio escolar.

A Seduc irá informar quando for definida data para retorno das atividades escolares, além de elaborar um cronograma de reposição das aulas sem prejuízo aos estudantes. A Prefeitura de Ilhéus aguarda o resultado do laudo técnico.

 

Taboquinhas realizará desfile cívico da Independência do Brasil

Domingos Matos, 04/09/2019 | 13:35

O município de Itacaré vai realizar no distrito de Taboquinhas o Desfile Cívico em comemoração a Independência do Brasil, como forma de garantir a tradição e incentivar o patriotismo. O desfile acontecerá na manhã de sexta-feira (06) e contará com a participação das escolas municipais Antônio Raimundo dos Santos, Dr. José Cruz, Padre Edgar dos Santos Torres, Grupo Escolar Bom Jesus, Instituto Municipal de Educação Paulo Souto, Oscar Moreira, Marieta e Castro Alves, além do Colégio Estadual de Taboquinhas.

Esse ano o desfile cívico da Independência do Brasil de Taboquinhas terá como tema central “O Conhecimento é a Luz do Mundo”. De acordo com a programação, a concentração será às 7h30min no Colégio Paulo Souto, onde as escolas estarão divididas por alas, cada uma apresentando um subtema voltado para a importância do conhecimento. O desfile circulará por diversas ruas de Taboquinhas, encerrando nem frente à subsecretaria de Educação, na Rua do Comércio, onde será entoado o Hino Nacional Brasileiro.

A proposta é envolver alunos das mais diversas unidades escolares, da sede e da zona rural, num grande ato de comemoração pela independência do Brasil. O desfile contará com personagens que marcaram a história do Brasil e também alas com os alunos das mais diversas escolas, acompanhados pela Fanfarra de Percussão de Taboquinhas.

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, explica que apesar dos problemas que o Brasil enfrenta, o desfile da Independência é uma oportunidade para as escolas trabalharem questões como ética, cidadania e símbolos da pátria. De acordo com ele, esse é um momento para se refletir e continuar a luta em defesa de dias melhores para o Brasil. E Taboquinhas e Itacaré não poderiam deixar de comemorar a independência, de relembrar esse fato histórico na vida do país e de realçar a luta de grandes mártires que contribuíram com esse novo momento.

A Independência do Brasil é um dos fatos históricos mais importantes do país, pois marca o fim do domínio português e a conquista da autonomia política. O Dia da Independência, também chamado Dia da Independência do Brasil, Sete de Setembro e Dia da Pátria, é um feriado nacional do Brasil celebrado no dia 7 de setembro de cada ano. A data comemora a Declaração de Independência do Brasil do Império Português no dia 7 de setembro de 1822.

No #PapoCorreria desta terça, Rui Costa anuncia novidades do Partiu Estágio

Domingos Matos, 03/09/2019 | 16:01

No dia seguinte ao lançamento do projeto de monitoria Mais Estudo,  voltado para alunos do 9º ano ao ensino médio da rede pública estadual, Rui Costa traz novidades sobre o programa para universitários Partiu Estágio no #PapoCorreria desta terça (3). 

O Papo é transmitido a partir das 19h pelo Facebook, Youtube e Instagram do governador. 

O Partiu Estágio é voltado para estudantes dos cursos de graduação em qualquer instituição de ensino, tendo concluído, ao menos, 50% da grade curricular. Durante o programa, Rui Costa também anuncia as próximas agendas no interior e capital.

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.