Tag: prevencao

Setembro Amarelo: Presídio realiza oficina de prevenção ao suicídio

Domingos Matos, 13/09/2018 | 20:18

O suicídio é um fenômeno complexo, fruto de múltiplos fatores, que afeta, além de suas vítimas e de quem está no seu entorno, outros setores que direta ou indiretamente lidam com o problema. Daí a necessidade da participação de todos na sua prevenção. Com o objetivo de orientar e prevenir situações de suicídio, o Conjunto Penal de Itabuna realizou, na manhã de quinta-feira (13), uma oficina, como parte do projeto “Valorize a Vida! Diga Não ao Suicídio”.

A ação foi promovida pelo Centro de Ressocialização e envolveu psicólogos, assistentes sociais, pedagoga e foi desenvolvida em forma de palestra e dinâmica com os cerca de 80 internos participantes.

O sofrimento, o arrependimento, a própria situação de cárcere, o abandono familiar são fatores que influenciam para o surgimento de pensamentos suicidas e até atentados contra a própria vida no ambiente prisional.

“Por esses motivos, o trabalho foi focado também em ouvi-los, dar a oportunidade para que falassem sobre o problema”, observa a psicóloga Amanda Costa. E, após as palestras e as dinâmicas, diversos internos se prontificaram a falar sobre o assunto, muitos deles externando que já tiveram pensamentos suicidas e alguns até tentaram, mas que hoje agradecem pela vida.

“Fui salvo por um amigo, era pra hoje eu estar morto. Mas estou aqui”, declarou um dos reeducandos, que agradeceu também pela oportunidade de falar sobre o assunto.

A iniciativa envolveu a direção do Conjunto Penal e equipe da Socializa – Soluções em Gestão. O trabalho fez referência ao Setembro Amarelo, mês que é mundialmente dedicado à prevenção ao suicídio.

CPI realiza ações e palestras de prevenção ao suicídio no Setembro Amarelo

Domingos Matos, 25/09/2017 | 22:13
Editado em 29/09/2017 | 09:13

Com uma série de palestras e outras intervenções, a exemplo de dinâmicas de grupo e distribuição de cartilha educativa, profissionais da equipe de Psicologia e Psiquiatria realizaram um trabalho de alerta e prevenção ao suicídio junto a reeducandos do Conjunto Penal de Itabuna.

Na sexta-feira (22) ocorreu, no Centro de Ressocialização, a culminância do projeto, com a palestra “Suicídio – Entender para Prevenir”, proferida pela psicóloga Solange Prates, reunindo mais de 100 internos. A psicóloga, especialista em Saúde Mental, faz parte da Secretaria de Saúde do Município de Itabuna.

A iniciativa envolveu a direção do Conjunto Penal e toda equipe da Socializa, da Gerência à Segurança, incluindo a equipe multidisciplinar de ressocialização. O trabalho fez referência ao Setembro Amarelo – o mês de setembro é mundialmente dedicado à prevenção do suicídio.

Ação externa

Além da ação com os internos do CPI, a Socializa desenvolveu uma ação externa, em parceria com a Escola Estadual General Osório. A empresa cedeu um de seus profissionais da Psicologia para realizar uma palestra sobre Ressocialização, durante seminário que abordou a violência no ambiente escolar, no esporte e na sociedade.

O psicólogo Alessandro Peixoto falou do trabalho de ressocialização desenvolvido com os internos e abordou o Setembro Amarelo no âmbito do CPI. Foi realizada ainda a distribuição de cartilhas de prevenção ao suicídio – a mesma com que a equipe trabalhou com os internos – para professores e estudantes do Ensino Médio.

Itabuna é a Capital Brasileira da prevenção do diabetes

Domingos Matos, 16/11/2010 | 10:14
Editado em 16/11/2010 | 10:37

mutirão diabéticoO sábado, 13 de novembro de 2010, ficará marcado como o dia em que Itabuna deu um exemplo ao Brasil  de que, através do voluntariado e da união de diversos segmentos da sociedade civil organizada, é possível transformar uma cidade em referência na área de saúde, num segmento que afeta diretamente qualidade de vida das pessoas.

O Mutirão do Diabético, promovido  pelo Hospital de Olhos Beira Rio e  Associação dos Diabéticos de Itabuna (Asdita), consolidou-se como um dos maiores eventos de prevenção e tratamento do diabetes em todo o país. O evento contou ainda com o apoio do Governo da Bahia/Secretaria Estadual de Saúde,  Prefeitura Municipal de Itabuna, TV Cabrália/Record News, Lions Clube, Uesc, Santa Casa de Misericórdia, Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, Bahiagás e outras empresas e instituições.

Durante o Mutirão do Diabético foram realizados cerca de 10 mil atendimentos, entre orientação e prevenção e exames do fundo do olho, pé diabético, laser e avaliação renal, com encaminhamento dos casos mais graves para tratamento.

Na Feira de Saúde,dr rafael andrade realizada na Praça Rio Cachoeira, foram prestados serviços como exames de glicemia, avaliação de saúde, higiene bucal, vacinação, avaliação cardiovascular e de pressão arterial, alimentação saudável, saúde e lazer, serviço social, cirurgia  bariátrica e  assessoria jurídica.

O Dr. Rafael Andrade (esq.) explica que “estamos contribuindo para controlar uma doença que é a maior causadora de cegueira e amputações no Brasil e no Mundo. Em 2010 contamos com  cerca de 600 voluntários e atingimos um  número recorde de pacientes. Quero agradecer a todos os parceiros, que tornaram possível a realização de um evento que coloca Itabuna como exemplo para o Brasil”.

A TV Cabrália/Record News, que deu apoio total e teve um papel decisivo no êxito do evento, realizou a transmissão ao vivo para toda a Bahia e vários estados do Nordeste, num programa especial de duas horas, apresentado por Tom Ribeiro. “Estamos felizes em apoiar o Mutirão do Diabético, uma iniciativa de grande alcance social”, disse o diretor da emissora, Marcos Silva.

Leia tudo AQUI

Novembro Azul na prevenção do diabetes em Itabuna

Domingos Matos, 05/11/2010 | 10:31
Editado em 05/11/2010 | 10:34

torreA cada ano, o Dia Mundial do Diabetes (14 de novembro) instituições e pessoas de todas as partes do planeta, numa ampla mobilização para a conscientização e prevenção da doença, colocando o tema como foco de atenção internacional.

A campanha é uma celebração mundial que reúne milhões de pessoas em mais de 160 países. Em Itabuna, o Mutirão do Diabético, promovido pelo Hospital de Olhos Beira Rio e pela Associação dos Diabéticos de Itabuna (Asdita), com a coordenação do Dr. Rafael Andrade, acontece no próximo  sábado, dia 13 de novembro.

O Dr. Rafael Andrade destaca que “esta é uma conclamação a todos que desejam lutar pelo Diabetes para que iluminem de azul suas casas, seus locais de trabalho, os edifícios de seus escritórios pelo Dia Mundial do Diabetes. Vamos deixar Itabuna o mais azul possível”. Ele pede aos  responsáveis por prédios e espaços públicos, que iluminem seus gabinetes, os monumentos da cidade.

Desde o dia 1º de novembro,  o Hospital de Olhos Beira Rio e a Torre da TV Cabrália / Record News  foram iluminadas de azul para dar início ao Novembro AZUL contra o Diabetes em Itabuna. “Ao escurecer do dia 12 e até o final da noite de 14 de novembro, vamos nos juntar à esta ação mundial e iluminar Itabuna de azul pelo Diabetes, de modo que possamos documentar e obter imagens, que serão enviadas para todo o Brasil e o mundo”, diz o Dr. Rafael.

Leia mais

Itabuna reabre serviço de prevenção ao câncer

Domingos Matos, 15/07/2010 | 15:33
Editado em 15/07/2010 | 15:39

Será reaberto amanhã, às 8 horas, em solenidade presidida pelo prefeito Capitão Azevedo, o centro de Prevenção Oncológica (Cepron), que vai funcionar na avenida Inácio Tosta Filho.

O Cepron vai operar como serviço de referência de diagnóstico e prevenção em oncologia da Secretaria da Saúde, simultaneamente às outras atividades.

A unidade também oferece suporte ao projeto Detecção Precoce do Câncer Infanto-Juvenil, fazendo com que todos os casos suspeitos sejam priorizados, inclusive os exames necessários para o diagnóstico.

Cúmulo do anticlímax: prefeitura recomenda ida aos postos de saúde para prevenção à hipertensão

Domingos Matos, 24/05/2010 | 11:50
Editado em 27/04/2010 | 22:47

Não faltaram gracinhas hoje, durante a realização do Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, em Itabuna.

Depois da recomendação do ministro da Saúde, José Gomes Temporão, que admoestou os brasileiros a praticarem sexo para controlar a pressão arterial, os gaiatos não se contiveram:

- Nossa, tá alta mesmo né, doutora? O que a senhora reconenda?

- Procure um posto de saúde!

Muitos hipertensos reclamaram que, só de pensar nas longas filas, na falta de tensiômetros - que estão sendo roubados - e na 'boa vontade' de alguns atendentes, a broxada foi coletiva...

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.