Tag: prevencao

Centro de Referência em Prevenção, Assistência e Tratamento promoverá ações durante o Dezembro Vermelho em Itabuna

Domingos Matos, 29/11/2019 | 17:35

No mês dedicado mundialmente à conscientização e combate à Aids, o dezembro vermelho, o Centro de Referência em Prevenção, Assistência e Tratamento – Cerpat, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) desenvolverá em Itabuna, uma série de ações voltadas para a prevenção das Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) que matam se não forem cuidadas. Na agenda de ações, estão incluídas palestras, panfletagens, testes rápidos, dentre outros.

O lançamento da campanha do dezembro vermelho aconteceu nesta sexta-feira (29), para os profissionais de saúde da rede que trabalham no Cerest, segundo a coordenadora do Cerpat, Fabrícia Moura Costa. Ainda como parte da programação, acontecerá uma caminhada da prevenção, no próximo dia 6, a partir das 14 horas com saída do Jardim do Ó em direção as ruas centrais.

No dia 9, a programação chega ao Conjunto Penal de Itabuna, onde serão desenvolvias ações com os presidiários. Eles serão submetidos a testes rápidos para detecção de HIV, sífilis e hepatites B e C. Também serão realizadas rodas de conversa nas unidades de saúde do município e em outros centros de referência de Itabuna, com a participação dos departamentos municipais da Atenção Básica, da Alta e Média Complexidade e da Vigilância à Saúde.

Fabrícia lembra que o Cerpat já realiza importantes ações de combate às Infecções Sexualmente Transmissíveis durante todo o ano em Itabuna. “E no dezembro vermelho, quando todas as atenções estão voltadas para intensificar o trabalho de conscientização e o combate à Aids, não poderíamos ficar de fora, pela oportunidade que temos de levar mais informação para todos os públicos”, concluiu a coordenadora.

O azul da prevenção do diabetes iniciado em Itabuna se espalha pelo Brasil

Domingos Matos, 25/11/2019 | 14:42

Uma cidade azul de solidariedade e voluntariado. O sábado em Itabuna foi marcado pela realização do Mutirão do Diabetes, promovido pela ONG Unidos pelo Diabetes, reconhecido mundialmente pela Federação Internacional do Diabetes e consolidado como o maior evento de prevenção da doença em todo o Brasil.

Numa manhã ensolarada e de céu azul, como se a natureza fizesse questão de aderir à cor da campanha. Mais de 10 mil pessoas foram atendidas nos 20 stands de serviços multidisciplinares e multiprofissionais médicos e educativos, além de 300 crianças no DiabetesKids. 1500 pessoas com diabetes realizaram mapeamento de retina e exame do pé diabético e 300 pessoas com maior risco realizaram avaliação laboratorial, renal e cardiológica. Todos os casos graves de Retinopatia Diabética serão tratados gratuitamente com Laser na retina.

O Mutirão, cujo modelo foi adotado por cerca de 30 cidades brasileiras, contou com a presença de dirigentes de entidades nacionais de medicina e associações de diabetes, que destacaram a importância e as dimensões do evento, considerado o maior do país na prevenção e tratamento da doença.

Dr. Rubens Belfort Junior, da Academia Nacional de Medicina destacou que “o mutirão transformou Itabuna em referência nacional na prevenção do diabetes. A cidade deve ser orgulhar desse projeto iniciado pelo Dr. Rafael há 15 anos e que a cada ano fica melhor e mais abrangente”.

“Estou impressionada com as dimensões do Mutirão e tenho certeza de que essa iniciativa vai se espalhar cada vez mais”, disse a Dra Hermelinda Pedrosa, da Sociedade Brasileira de Diabetes. Ela estará na próxima semana na Córeia do Sul, para a posse da nova diretoria da Federação Internacional do Diabetes e garantiu que vai reforçar a aplicação do modelo itabunense em outros países.

O Dr. Cristiano Caixeta, do Conselho Brasileiro de Oftalmologia, afirmou que o mutirão “é um modelo para o Brasil, atitudes como a do Dr. Rafael servem como exemplo de como se consegue mobilizar uma cidade em prol de uma causa. É fundamental que seja replicado, porque através dessas ações muitas vidas serão salvas”. Para o Dr. Maurício Maia, presidente da Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo, “estamos vendo em Itabuna um exemplo para o mundo. O foco da prevenção é fundamental para combater a doença ou fazer o tratamento precoce, evitando cegueira, amputações e outras complicações. Conscientizar a população é um trabalho permanente”. “A Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo, em parceria com o Conselho Brasileiro de Oftalmologia, pretende estender esse magnifico projeto para todas as cidades brasileiras”, disse.

O prefeito de Itabuna, Fernando Gomes destacou que “cuidar da saúde é valorizar a vida. O mutirão é uma ação que beneficia não apenas Itabuna, mas pessoas de toda a região. E mostra para o Brasil que a comunidade pode e deve ser unir em torno de uma causa”. A Dr. Marluce Leão, da Associação dos Diabéticos de Itabuna, parceira do mutirão desde a primeira edição, ressaltou que “esse é um dia especial para os pacientes e para todas as pessoas que recebem orientações e podem ter um estilo de vida saudável”.

O presidente da ONG Unidos pelo Diabetes, Dr. Rafael Andrade afirmou que “um evento de 15 anos é um modelo, porque a partir deste, temos mutirões em cerca de 30 cidades brasileiras, oito deles acontecendo simultaneamente ao de Itabuna”. “A luz azul da prevenção se espalhou a partir de Itabuna e hoje a cidade pode se orgulhar de ser uma referência nacional. Sozinhos não podemos fazer nada, mas juntos podemos fazer um mundo melhor. Essa é uma das grandes lições dos 15 anos do Mutirão do Diabetes".

A Record TV Cabrália apresentou o Balanço Geral Especial do Mutirão, direto da Cidade do Diabetes, com Tom Ribeiro, ao vivo para o Sul, Sudoeste e Extremo Sul da Bahia, com depoimentos e show com a Banda Lordão.

O Mutirão do Diabetes de Itabuna contou com a participação de cerca de 1000 voluntários, entre profissionais de saúde, estudantes, pessoal de apoio e clubes de serviço, como Lions e Rotary. O evento teve como apoiadores a Unimed, Novartis, Prefeitura de Itabuna, Record TV Cabrália, Bayer, Caixa e Governo Federal, Allergan, Terceira Via, Bahiagás, Lap Laboratório, Óticas Carol, Pai Mendonça e Novo Nordisk.

 

Cidade do Diabetes terá ações de prevenção e espaço para crianças

Domingos Matos, 19/11/2019 | 16:31

A ONG Unidos pelo Diabetes iniciou a montagem da estrutura do Mutirão do Diabetes de Itabuna, que chega à sua 15ª edição. No próximo sábado (23), a praça Rio Cachoeira se transforma na Cidade do Diabetes, com estandes onde serão realizadas ações de conscientização e prevenção da doença.

Entre os serviços oferecidos na Cidade do Diabetes estão o de avaliação de pressão arterial, exames de glicemia capilar para detecção do diabetes, orientação nutricional, cuidados com o pé diabético, utilização correta da insulina, monitoramento do diabetes em casa, direitos do diabético e educação física, além do Espaço Diabetes Kids para orientação e detecção de diabetes infantil.

No local, também está sendo montado um palco para um Ato Solene com autoridades locais e nacionais, bem como para o Balanço Geral Especial do Mutirão, com Tom Ribeiro, transmitido pela Record TV Cabrália. A expectativa é de que cerca de 15 mil pessoas sejam atendidas na Cidade do Diabetes.

O Mutirão do Diabetes de Itabuna tem como apoiadores a Unimed, Novartis, Prefeitura de Itabuna, Record TV Cabrália, Bayer, Bahiagás, Allergan, Terceira Via, Lap Laboratório, Óticas Carol, Pai Mendonça e Novo Nordisk.

 

Mutirão do Diabetes de Itabuna terá mapeamento de retina e ações de prevenção da doença

Domingos Matos, 13/11/2019 | 10:15

O Mutirão do Diabetes de Itabuna chega à sua 15ª edição no próximo dia 23 de novembro, consolidado como o maior evento de prevenção e tratamento do país. O evento faz parte do calendário da Federação Internacional do Diabetes e teve seu modelo levado para cerca de 30 cidades brasileiras.

O Mutirão é promovido ONG Unidos pelo Diabetes e Hospital Beira Rio, em parceria com a Associação dos Diabéticos de Itabuna (ASDITA). Na área interna do Hospital Beira Rio, cerca de 2.000 pacientes com Diabetes realizarão mapeamento de retina para detecção de retinopatia diabética e exame do pé diabético. Os pacientes com retinopatia diabética grave, tem mais chance de ter complicações de maior risco de vida e incapacidade, estes serão submetidos a exame do rim com a equipe de nefrologia, e exames para avaliação de doenças do coração. Os casos com risco de cegueira serão submetidos a tratamento gratuito com laser de retina, que terá continuidade após o Mutirão.

Na Praça Rio Cachoeira, denominada Cidade do Diabetes, serão prestados inúmeros serviços de orientação e prevenção, como exames de glicemia capilar para detecção do diabetes, avaliação nutricional, cuidados com o pé diabético, utilização correta da insulina, monitoramento do diabetes em casa, direitos do diabético e atividades físicas com avaliação dos pacientes, entre outras atividades.

O espaço Diabetes Kids terá atividades recreativas e exames de detecção do diabetes em crianças e avaliação e acolhimento para orientação de crianças com diabetes ou de risco. Esta área é liderada pela equipe da Secretaria Municipal de saúde, grande parceira do Mutirão do Diabetes. Estudantes da UESC, UNIME, Santo Agostinho e FTC também atuarão em ações educativas e de atendimento.

 “Trata-se de uma grande mobilização de toda a sociedade organizada de Itabuna e da região, envolvendo órgãos públicos, empresas, instituições de ensino e clubes de serviço, numa ação de solidariedade que beneficia milhares de pessoas que completa 15 anos marco importante na história da cidade”, afirma o Dr. Rafael Andrade, idealizador e coordenador do mutirão e presidente da ONG Unidos pelo Diabetes.

Dia Mundial do AVC: médico da Santa Casa de Itabuna fala sobre os sinais e prevenção da doença

Domingos Matos, 30/10/2019 | 00:13
Editado em 30/10/2019 | 13:57

O Acidente Vascular Cerebral (AVC) acontece quando vasos que levam sangue ao cérebro entopem ou se rompem, provocando a paralisia da área cerebral que ficou sem circulação sanguínea. 

De acordo com o Dr. Antônio Fernando Ribeiro Silva Jr, especialista em doenças cerebrovasculares, existem dois tipos de AVC, que ocorrem por motivos diferentes: o mais comum é isquêmico, quando há obstrução de uma artéria, impedindo a passagem de oxigênio para células cerebrais, que acabam morrendo. Já o hemorrágico acontece quando há rompimento de um vaso cerebral, provocando hemorragia dentro do tecido cerebral ou na superfície entre o cérebro e a meninge. “Esse tipo pode levar à morte com mais frequência do que o AVC isquêmico e representa 15% dos casos”, afirma.

Tido como uma das principais causas de morte, incapacitação e internações no mundo, ocorre mais em pessoas do sexo masculino e entre os fatores relacionados ao problema estão: a hipertensão, o diabetes tipo 2, colesterol alto, obesidade, tabagismo, uso excessivo de álcool e idade avançada.

O médico comenta que os principais sinais de alerta da doença são: fraqueza ou formigamento na face, no braço ou na perna, especialmente em um lado do corpo; confusão mental, alteração da fala ou compreensão, alteração na visão (em um ou ambos os olhos), alteração do equilíbrio, coordenação, tontura ou alteração no andar, dor de cabeça súbita e intensa. “Diante desses sintomas é preciso ligar imediatamente para o SAMU (192), Bombeiros (193) ou encaminhar a pessoa para o hospital mais próximo”, alerta.

O diagnóstico é feito através de exames de imagem, que permitem identificar a área do cérebro afetada e o tipo do derrame. “As chances de recuperação e sobrevivência são grandes se a doença for diagnosticada rapidamente. Para tanto, é preciso procurar atendimento médico o quanto antes”, pontua.

Segundo o especialista, cerca de 90% dos casos podem ser evitados se adotarmos um estilo de vida mais saudável, como: visitas regulares ao médico, alimentação balanceada, prática de atividades físicas, controle da pressão alta, do diabetes, evitar o álcool e tabagismo.

Itacaré realiza palestra sobre a “Prevenção do Suicídio”

Domingos Matos, 16/09/2019 | 07:07

A Prefeitura de Itacaré se une à campanha nacional Setembro Amarelo de Combate ao Suicídio, promovendo uma série de ações, palestras e informações sobre os riscos desse problema e a abordagem de um tema tão complexo que tem tirado muitas vidas. E como parte dessas ações, a Secretaria de Desenvolvimento Social de Itacaré estará realizando na próxima quarta-feira (18), a palestra com o tema “Prevenção ao Suicídio – Setembro Amarelo”, com a psicóloga Ana Paula Laranjeira.

A palestra acontecerá às 10 horas da manhã na sede da Secretaria de Desenvolvimento Social, ao lado do Clube Pirajá, e é aberta a todas as pessoas interessadas em conhecer mais sobre o problema e descobrir as formas de ajudar cada vez mais a mostrar o dom da vida. De acordo com a secretária de Desenvolvimento Social de Itacaré, Sirlândia Lyrio, o objetivo desse trabalho é alertar a comunidade sobre o problema, acompanhar e prestar assistência as pessoas, nformar sobre os fatores de riscos e as formar de apoio, como elevar a autoestima, o bom suporte familiar, os laços sociais estabelecidos, atividades de lazer, o senso de responsabilidade com a família e mostrar a importância da vida.

Setembro Amarelo é uma campanha brasileira de prevenção ao suicídio, iniciada em 2015. É uma iniciativa do Centro de Valorização da Vida (CVV), do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). O mês de setembro foi escolhido para a campanha porque, desde 2003, o dia 10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio. A ideia é promover eventos que abram espaço para debates sobre suicídio e divulgar o tema alertando a população sobre a importância de sua discussão.

No Brasil, o suicídio é considerado um problema de saúde pública e sua ocorrência tem aumentado muito entre jovens. De acordo com números oficiais, 32 brasileiros se matam por dia em média, sendo essa uma taxa maior do que a de vítimas de AIDS e da maioria dos tipos de câncer. De acordo com um relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) de 2014, o Brasil está em oitavo dentre os países com maior número de suicídios. No mundo, o suicídio é a terceira causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos e a sétima causa de morte de crianças entre 10 e 14 anos de idade. A OMS também afirma que o suicídio tem prevenção em 90 por cento dos casos.

 

CBMBA forma quarta turma do Curso de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais

Domingos Matos, 02/09/2019 | 18:28

Na manhã desta segunda-feira (2), 35 bombeiros militares participaram da solenidade de conclusão da 4ª Edição do Curso de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais (CPCIF). O evento aconteceu no auditório do quartel do comando-geral do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA) e contou com a presença de militares e familiares dos formandos.

Os alunos realizaram o combate em áreas de charco, pasto e de vegetação alta, o que deu ainda mais dinâmica ao curso. "Assim eles conseguiram utilizar de forma real as técnicas aprendidas e se tornarão multiplicadores, principalmente na prevenção", explicou capitão BM Murilo Rocha, coordenador do curso.

Realizado pelo CBMBA, o curso teve carga horária de 427h/a. Dentre os 35 discentes, cinco são do CBM do Acre e um do CBM da Paraíba. Com aulas teóricas e práticas, o CPCIF aconteceu na capital baiana e na região da Chapada Diamantina e oeste baiano, abrangendo áreas dos três biomas baianos (Mata Atlântica, Caatinga e Cerrado), ambientando os militares às condições meteorológicas de cada região.

Com a primeira versão no ano de 2016 e atualmente contando com 97 bombeiros formados, o CPCIF visa o aperfeiçoamento de seus militares para que as respostas aos incêndios florestais sejam cada vez mais efetivas. Faz parte do que recomenda o programa  Bahia Sem Fogo, do Governo do Estado, sob coordenação da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema). 

Formandos se sentem privilegiados - Integrando a corporação há pouco mais de seis meses, e o primeiro colocado da turma, o soldado BM Breno Lopes destaca a importância do CPCIF. "Saímos com mais conhecimento técnico, mental, intelectual e físico, nos sentimos dignos de integrar essa tropa especializada", pontuou.

Para o 3° sargento do Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba, Yuri Marinho, o CPCIF foi um divisor de águas. "Uma referência para o Brasil. Vou levar o que aprendi aqui e difundir os conhecimentos no meu estado. Conseguiram priorizar a parte mais importante, que é a prevenção ao incêndio. Tudo o que fizemos foi de forma bastante técnica", concluiu.

Bahia reforça importância da prevenção ao sarampo

Domingos Matos, 07/08/2019 | 17:41

Os casos de sarampo no Brasil e no mundo aumentaram desde o ano passado. Apesar de nenhum registro ter surgido na Bahia, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) vem reforçando a importância da prevenção para que a doença não se instale no estado, a exemplo do que está ocorrendo com São Paulo, Pará e Rio de Janeiro. Entre 2018 e 2019, 561 casos foram registrados nos três estados. 

“Atualmente, nós temos três casos confirmados no estado. Mas todos eles são importados, ou seja, as pessoas foram infectadas em outros locais, seja no próprio Brasil, no estado de São Paulo, ou até fora do país, como o caso de uma criança que teve como local provável de infecção a Espanha”, explica a coordenadora do Programa de Imunização da Sesab, Akemi Erdens. “Estamos em um momento de alerta para evitar que novos casos ocorram e até casos daqui mesmo”. 

A única medida efetiva de prevenção contra o sarampo é a vacina Tríplice Viral, distribuída gratuitamente nos postos de saúde e que também imuniza contra caxumba e rubéola. Essa imunização faz parte do calendário vacinal. A primeira dose deve ser tomada com um ano de vida e a segunda é aplicada três meses depois. Caso a vacinação não seja feita no tempo ideal, ainda é possível se proteger. Até os 29 anos é preciso tomar as duas doses. Entre 30 e 49 anos é ministrada dose única. Acima dos 50 anos não é mais feita a imunização.

“Estamos alertando os municípios para que busquem as pessoas não vacinadas e a gente crie uma proteção tanto individual quanto coletiva, evitando casos e situações de surto do estado”, salienta Akemi. O sarampo é altamente contagioso, transmitido pelas secreções extraídas na tosse, fala e espirro. Os principais sintomas são febre alta, manchas vermelhas na pele, tosse, coriza e conjuntivite.

Dia Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho: CIPA e SESMT realizaram blitz no Calixto

Domingos Matos, 06/08/2019 | 14:28

Por conta do Dia Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho, a CIPA e o SESMT realizaram no último dia 26 de julho, uma ação nas áreas externas e internas do Hospital Calixto Midlej Filho. A data, que é comemorada no dia 27 de julho, simboliza a luta de trabalhadores por melhores condições de saúde e segurança no trabalho. 

A ação aconteceu com uma blitz, em dois horários, na rotatória do hospital, onde membros da CIPA realizaram uma abordagem junto aos motoristas, para a conscientização e prevenção de acidentes no trabalho. Na área interna, a equipe fez panfletagem e colou etiquetas adesivas nos colaboradores, com o intuito de alertá-los com medidas prevencionistas no ambiente de trabalho.

De acordo com o presidente da CIPA do Calixto, Wendel Simões, tais ações ajudam na redução de acidentes. “Essas ações são muito importantes para a conscientização dos nossos colaboradores, esse é o objetivo da CIPA e do SESMT”, declarou.

Segundo ele, o saldo da ação foi positivo, o que demonstra a preocupação da Santa Casa com o bem-estar e a saúde dos seus colaboradores.

 

Setembro Amarelo: Presídio realiza oficina de prevenção ao suicídio

Domingos Matos, 13/09/2018 | 20:18

O suicídio é um fenômeno complexo, fruto de múltiplos fatores, que afeta, além de suas vítimas e de quem está no seu entorno, outros setores que direta ou indiretamente lidam com o problema. Daí a necessidade da participação de todos na sua prevenção. Com o objetivo de orientar e prevenir situações de suicídio, o Conjunto Penal de Itabuna realizou, na manhã de quinta-feira (13), uma oficina, como parte do projeto “Valorize a Vida! Diga Não ao Suicídio”.

A ação foi promovida pelo Centro de Ressocialização e envolveu psicólogos, assistentes sociais, pedagoga e foi desenvolvida em forma de palestra e dinâmica com os cerca de 80 internos participantes.

O sofrimento, o arrependimento, a própria situação de cárcere, o abandono familiar são fatores que influenciam para o surgimento de pensamentos suicidas e até atentados contra a própria vida no ambiente prisional.

“Por esses motivos, o trabalho foi focado também em ouvi-los, dar a oportunidade para que falassem sobre o problema”, observa a psicóloga Amanda Costa. E, após as palestras e as dinâmicas, diversos internos se prontificaram a falar sobre o assunto, muitos deles externando que já tiveram pensamentos suicidas e alguns até tentaram, mas que hoje agradecem pela vida.

“Fui salvo por um amigo, era pra hoje eu estar morto. Mas estou aqui”, declarou um dos reeducandos, que agradeceu também pela oportunidade de falar sobre o assunto.

A iniciativa envolveu a direção do Conjunto Penal e equipe da Socializa – Soluções em Gestão. O trabalho fez referência ao Setembro Amarelo, mês que é mundialmente dedicado à prevenção ao suicídio.

CPI realiza ações e palestras de prevenção ao suicídio no Setembro Amarelo

Domingos Matos, 25/09/2017 | 22:13
Editado em 29/09/2017 | 09:13

Com uma série de palestras e outras intervenções, a exemplo de dinâmicas de grupo e distribuição de cartilha educativa, profissionais da equipe de Psicologia e Psiquiatria realizaram um trabalho de alerta e prevenção ao suicídio junto a reeducandos do Conjunto Penal de Itabuna.

Na sexta-feira (22) ocorreu, no Centro de Ressocialização, a culminância do projeto, com a palestra “Suicídio – Entender para Prevenir”, proferida pela psicóloga Solange Prates, reunindo mais de 100 internos. A psicóloga, especialista em Saúde Mental, faz parte da Secretaria de Saúde do Município de Itabuna.

A iniciativa envolveu a direção do Conjunto Penal e toda equipe da Socializa, da Gerência à Segurança, incluindo a equipe multidisciplinar de ressocialização. O trabalho fez referência ao Setembro Amarelo – o mês de setembro é mundialmente dedicado à prevenção do suicídio.

Ação externa

Além da ação com os internos do CPI, a Socializa desenvolveu uma ação externa, em parceria com a Escola Estadual General Osório. A empresa cedeu um de seus profissionais da Psicologia para realizar uma palestra sobre Ressocialização, durante seminário que abordou a violência no ambiente escolar, no esporte e na sociedade.

O psicólogo Alessandro Peixoto falou do trabalho de ressocialização desenvolvido com os internos e abordou o Setembro Amarelo no âmbito do CPI. Foi realizada ainda a distribuição de cartilhas de prevenção ao suicídio – a mesma com que a equipe trabalhou com os internos – para professores e estudantes do Ensino Médio.

Itabuna é a Capital Brasileira da prevenção do diabetes

Domingos Matos, 16/11/2010 | 10:14
Editado em 16/11/2010 | 10:37

mutirão diabéticoO sábado, 13 de novembro de 2010, ficará marcado como o dia em que Itabuna deu um exemplo ao Brasil  de que, através do voluntariado e da união de diversos segmentos da sociedade civil organizada, é possível transformar uma cidade em referência na área de saúde, num segmento que afeta diretamente qualidade de vida das pessoas.

O Mutirão do Diabético, promovido  pelo Hospital de Olhos Beira Rio e  Associação dos Diabéticos de Itabuna (Asdita), consolidou-se como um dos maiores eventos de prevenção e tratamento do diabetes em todo o país. O evento contou ainda com o apoio do Governo da Bahia/Secretaria Estadual de Saúde,  Prefeitura Municipal de Itabuna, TV Cabrália/Record News, Lions Clube, Uesc, Santa Casa de Misericórdia, Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, Bahiagás e outras empresas e instituições.

Durante o Mutirão do Diabético foram realizados cerca de 10 mil atendimentos, entre orientação e prevenção e exames do fundo do olho, pé diabético, laser e avaliação renal, com encaminhamento dos casos mais graves para tratamento.

Na Feira de Saúde,dr rafael andrade realizada na Praça Rio Cachoeira, foram prestados serviços como exames de glicemia, avaliação de saúde, higiene bucal, vacinação, avaliação cardiovascular e de pressão arterial, alimentação saudável, saúde e lazer, serviço social, cirurgia  bariátrica e  assessoria jurídica.

O Dr. Rafael Andrade (esq.) explica que “estamos contribuindo para controlar uma doença que é a maior causadora de cegueira e amputações no Brasil e no Mundo. Em 2010 contamos com  cerca de 600 voluntários e atingimos um  número recorde de pacientes. Quero agradecer a todos os parceiros, que tornaram possível a realização de um evento que coloca Itabuna como exemplo para o Brasil”.

A TV Cabrália/Record News, que deu apoio total e teve um papel decisivo no êxito do evento, realizou a transmissão ao vivo para toda a Bahia e vários estados do Nordeste, num programa especial de duas horas, apresentado por Tom Ribeiro. “Estamos felizes em apoiar o Mutirão do Diabético, uma iniciativa de grande alcance social”, disse o diretor da emissora, Marcos Silva.

Leia tudo AQUI

Novembro Azul na prevenção do diabetes em Itabuna

Domingos Matos, 05/11/2010 | 10:31
Editado em 05/11/2010 | 10:34

torreA cada ano, o Dia Mundial do Diabetes (14 de novembro) instituições e pessoas de todas as partes do planeta, numa ampla mobilização para a conscientização e prevenção da doença, colocando o tema como foco de atenção internacional.

A campanha é uma celebração mundial que reúne milhões de pessoas em mais de 160 países. Em Itabuna, o Mutirão do Diabético, promovido pelo Hospital de Olhos Beira Rio e pela Associação dos Diabéticos de Itabuna (Asdita), com a coordenação do Dr. Rafael Andrade, acontece no próximo  sábado, dia 13 de novembro.

O Dr. Rafael Andrade destaca que “esta é uma conclamação a todos que desejam lutar pelo Diabetes para que iluminem de azul suas casas, seus locais de trabalho, os edifícios de seus escritórios pelo Dia Mundial do Diabetes. Vamos deixar Itabuna o mais azul possível”. Ele pede aos  responsáveis por prédios e espaços públicos, que iluminem seus gabinetes, os monumentos da cidade.

Desde o dia 1º de novembro,  o Hospital de Olhos Beira Rio e a Torre da TV Cabrália / Record News  foram iluminadas de azul para dar início ao Novembro AZUL contra o Diabetes em Itabuna. “Ao escurecer do dia 12 e até o final da noite de 14 de novembro, vamos nos juntar à esta ação mundial e iluminar Itabuna de azul pelo Diabetes, de modo que possamos documentar e obter imagens, que serão enviadas para todo o Brasil e o mundo”, diz o Dr. Rafael.

Leia mais

Itabuna reabre serviço de prevenção ao câncer

Domingos Matos, 15/07/2010 | 15:33
Editado em 15/07/2010 | 15:39

Será reaberto amanhã, às 8 horas, em solenidade presidida pelo prefeito Capitão Azevedo, o centro de Prevenção Oncológica (Cepron), que vai funcionar na avenida Inácio Tosta Filho.

O Cepron vai operar como serviço de referência de diagnóstico e prevenção em oncologia da Secretaria da Saúde, simultaneamente às outras atividades.

A unidade também oferece suporte ao projeto Detecção Precoce do Câncer Infanto-Juvenil, fazendo com que todos os casos suspeitos sejam priorizados, inclusive os exames necessários para o diagnóstico.

Cúmulo do anticlímax: prefeitura recomenda ida aos postos de saúde para prevenção à hipertensão

Domingos Matos, 24/05/2010 | 11:50
Editado em 27/04/2010 | 22:47

Não faltaram gracinhas hoje, durante a realização do Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, em Itabuna.

Depois da recomendação do ministro da Saúde, José Gomes Temporão, que admoestou os brasileiros a praticarem sexo para controlar a pressão arterial, os gaiatos não se contiveram:

- Nossa, tá alta mesmo né, doutora? O que a senhora reconenda?

- Procure um posto de saúde!

Muitos hipertensos reclamaram que, só de pensar nas longas filas, na falta de tensiômetros - que estão sendo roubados - e na 'boa vontade' de alguns atendentes, a broxada foi coletiva...

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.