CMVI

Tag: workshop

Festival em Ilhéus destaca qualidade do cacau e chocolate

Domingos Matos, 19/07/2019 | 12:18

Buscando ampliar a capacidade de produção do cacau e do chocolate de qualidade no Sul da Bahia, o Sebrae está apoiando as atividades da 11ª edição do Chocolat Bahia - Festival Internacional do Chocolate e Cacau, que começou nesta quinta-feira, 18, e segue até domingo, 21, no Centro de Convenções de Ilhéus. O evento conta com 170 expositores e 70 marcas de chocolate de origem, que estarão participando de palestras, cursos e capacitações específicas.

O objetivo, segundo a gerente regional do Sebrae em Ilhéus, Claudiana Figueiredo, é munir os produtores de conhecimento, através da apresentação da análise setorial do cacau do Sul da Bahia, financiado pela instituição, em parceria com o Instituto Arapyaú. “Iremos trabalhar juntos com o CNA [Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil], uma parceria para atender o público alvo e traçar uma trilha de capacitação”.

Segundo o coordenador do Chocolat Festival, Marco Lessa, a cada ano o Festival se consolida como um evento impulsionador da economia regional. “A ampliação das marcas e os investimentos na qualidade das amêndoas e do produto final permitem a criação de um polo chocolateiro, com imenso potencial de mercado no Brasil e no Exterior, onde existe uma demanda crescente de chocolates de origem”.

Leilane Benevides, dona da marca Benevides Chocolate completou um ano nesta quinta-feira, trabalhando com a produção de chocolate, desde o branco até o de 70 % de cacau tradicional, além da linha Sensações, com a adição de sabores típicos da região. A maioria do cacau utilizado é de produtores do Sul da Bahia que investem na produção de qualidade desde o momento em que Leilane, enquanto bancária da carteira de financiamentos e operações rurais, incentivava-os a esse sistema.

“Eu comecei a pesquisar o movimento Bean To Bar. Em 2016 surgiu uma pós-graduação que comecei a fazer para buscar mais informações, e no final do curso resolvi comprar uma máquina para fazer chocolate na área de serviço de casa”, relatou Benevides, que atualmente possui uma fábrica própria, com alto controle de qualidade, além da primeira e única fábrica de chocolates artesanais gourmets localizada em Itabuna.

A parceria tem sido um diferencial competitivo entre os produtores de chocolate, a exemplo de Sérgio Lages, da fazenda Jupará, que mantém uma parceria com um dos maiores grupos de produtores de cacau do Brasil, a Cantagalo. Segundo Sérgio, o diferencial tem sido a qualidade, o sabor do produto e a inovação tecnológica, como a possibilidade de rastrear a matéria prima utilizada no chocolate. Para o festival ele lançou o cappuccino, chocolate branco com café, uma experiência que deu certo.

Com o apoio do Sebrae, Sérgio conseguiu inovar na produção do logotipo da marca e está no processo dessa reformulação e da embalagem do produto. Atualmente, trabalha com 11 tipos de chocolates, desde o chocolate branco com 41 % de cacau, produzido com a manteiga de cacau própria. As barras de chocolates variam entre a concentração de 50% de cacau no chocolate ao leite, até a produção de 80% 90% e meso 100% de cacau puro.

Programação

No período da tarde desta sexta-feira, 19, acontece o 7º Fórum Brasileiro do Cacau, com a palestra do Sebrae, Faeb e CNA sobre o programa de qualidade da amêndoa do cacau e chocolate, quando será apresentada a análise setorial do cacau do Sul da Bahia. A ideia, segundo a gestora do projeto Cacau e Chocolate do Sebrae, Ana Carolina Menezes, é “fazer uma parceria entre as três instituições e montar uma trilha para atender os produtores cadastrados nesse programa de qualidade”.

No sábado, 20, à tarde, acontece o Chocoday, com palestrantes nacionais e internacionais discutindo as tendências do mundo do chocolate. Ao longo do evento estarão acontecendo as Cozinhas Shows, um espaço com execução de receitas ao vivo por grandes chefs. Serão realizados Workshops e cursos de gastronomia com receitas à base de chocolate.

Rui Costa participa do Festival Internacional do Chocolate em Ilhéus

Domingos Matos, 18/07/2019 | 21:40

A abertura da 11ª edição do Chocolat Bahia - Festival Internacional do Chocolate e Cacau, em Ilhéus, contou com a presença do governador Rui Costa na tarde desta quinta-feira (18). Realizado no Centro de Convenções do município, o festival tem a participação de 170 expositores e reúne 70 marcas de chocolate de origem. 

"Cada vez que venho ao evento, eu fico mais entusiasmado e otimista. Ele representa o ressurgimento da economia do cacau. Estamos saindo daquela lógica de exportar o cacau in natura para agregar valor. É impressionante a qualidade e a diversidade de produtos. Também já temos garantida a presença do estado na feira do chocolate de Paris", afirmou Rui. 

Considerado o maior evento de chocolate de origem do Brasil, o festival segue até o próximo domingo (21). "A expectativa é de mais de 60 mil pessoas em quatro dias de evento. É um público de todo Brasil e do exterior. O primeiro dia já é um sucesso absoluto. Estamos felizes com o resultado alcançado e, principalmente, porque conseguimos agregar valor na produção de cacau e colocar essa região no patamar que ela sempre esteve: de referência mundial na produção de cacau, chocolate e turismo", explicou o organizador do Chocolat Bahia, Marco Lessa. 

O festival recebe apoio do Governo do Estado, por meio de diversas secretarias. Durante o evento, especialistas nacionais e internacionais discutem as tendências do setor no mundo. Palestras, workshops e cursos também fazem parte da programação. 

Cacau e Chocolate

O secretário estadual de Turismo, Fausto Franco destaca que “esse evento é importantíssimo para fomentar a economia da região. Ilhéus, que já conta com belezas naturais, uma rica cultura e a magia de Jorge Amado, agora tem o chocolate como fator de agregação ao turismo”. Para o secretário de Agricultura, Lucas Costa, “temos apoiado a evolução da produtividade do cacau, investindo no acesso à crédito, assistência técnica e produção de mudas de qualidade na Biofábrica”.

O secretário de Desenvolvimento Rural, Josias Gomes ressalta que “através de programas como o Bahia Produtiva, a agricultura familiar vem se destacando na produção de chocolates de origem e um exemplo é o  Bahia Cacau, que hoje comercializa seus produtos em vários estados do Brasil”.  Já a secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação, Adélia Pinheiro   disse que “o desenvolvimento de tecnologias e a transformação dessas tecnologias em processos de produtos e serviços impacta diretamente em toda a cadeia produtiva do cacau e chocolate,  incluindo assentamentos e pequenas propriedades rurais da agricultura familiar”.

Davidson Magalhães, secretário de Trabalho, Emprego e Renda, afirma que “o adensamento do cultivo de cacau, com a produção de chocolate e seus derivados, com investimentos na economia solidária e apoio a comercialização, é um trabalho que estamos intensificando no Sul da Bahia”. Para o secretário de Meio Ambiente, João Carlos Oliveira, “a produção de cacau, através do sistema cabruca, contribui para a conservação do meio ambiente. A produção de chocolate consolida um processo estratégico e dá uma nova dimensão à economia regional”.

O coordenador do Chocolat Festival, Marco Lessa destaca que “a cada ano o Festival se consolida como um evento impulsionador da economia regional, A ampliação das marcas  e os investimentos na qualidade das amêndoas e do produto final, permitem a criação de um polo chocolateiro, com imenso potencial de mercado no Brasil e no Exterior, onde existe uma demanda crescente de chocolates de origem”.

Empreendedores solidários participam do Festival Internacional do Chocolate e Cacau

Domingos Matos, 18/07/2019 | 12:36

O Centro Público de Economia Solidária (Cesol) do Litoral Sul, equipamento ligado à Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), vai participar da 11ª edição do Festival Internacional do Chocolate e Cacau, que começa nesta quinta (18) e segue até domingo (21), no Centro de Convenções de Ilhéus.

Produtos de 13 empreendimentos solidários de diversas cidades da região sul da Bahia, que trabalham com a cadeia do cacau, estarão à venda durante o evento no estande do Cesol. Entre os destaques, o lançamento do Cacauela, um creme de cacau produzido por um grupo de empreendedoras da zona rural de Camacan, que é atendido pelo Cesol desde 2014. A novidade será apresentada no primeiro dia do festival, às 19h.

Para o coordenador do Cesol Litoral Sul, Thiago Fernandes, a expectativa é estabelecer relações e redes de contato para ampliar as vendas dos grupos solidários do segmento cacaueiro. “O festival é uma vitrine importante para apresentar o trabalho que vem sendo feito ao longo dos anos no apoio aos empreendimentos de economia solidária e para potencializar a comercialização dos grupos que produzem chocolates e artigos derivados do cacau”, destaca o coordenador.

O Festival Internacional do Chocolate e Cacau conta com uma programação composta por cursos, palestras, workshops, feira e ateliê do chocolate, exposições de arte, turismo em fazendas, espaço educativo para crianças e shows com artistas regionais e nacionais. As atividades contribuem na promoção do turismo e da cultura regional, com foco na economia criativa.

Na última edição, mais de 65 mil pessoas circularam pelo evento, entre produtores, chocolateiros, jovens empreendedores, chefes especializados, pesquisadores, técnicos e consumidores. Além disso, 120 expositores, sendo 42 deles de marcas de chocolate da região, marcaram presença no festival.

Chocolate de origem incrementa turismo gastronômico e histórico em Ilhéus

Domingos Matos, 17/07/2019 | 20:35
Editado em 18/07/2019 | 08:34

A Costa do Cacau tem sol e praia, cultura valorizada pela obra do escritor Jorge Amado, turismo de negócios e ecoturismo, opções para um público diversificado. O destaque dessa região no mapa turístico da Bahia não para por aí. Deve-se também à rica tradição e produção de cacau, que alcança visibilidade internacional esta semana, com a realização da 11ª edição do Chocolat Bahia Festival, entre os dias 18 e 21 de julho.   

Com público estimado em mais de 60 mil pessoas durante os quatro dias, o evento é aberto ao público, que será recepcionado por baianas tipicamente vestidas. Mais de 70 produtores de chocolate de origem e de 170 expositores estarão no pavilhão de feiras do Centro de Convenções de Ilhéus. Realizado em parceria com o Governo da Bahia, o festival fortalece o calendário turístico do Estado.

Além da degustação da iguaria, o evento oferece aos investidores cursos de capacitação, debates, rodadas de negócios e palestras ministradas por especialistas internacionais. A programação do Chocolat Bahia inclui ainda workshops gratuitos de receitas com renomados chefs do país, visitas a fazendas produtoras de cacau e exposição de esculturas de chocolate.

O festival promove Ilhéus como polo chocolateiro e contribui para difundir a cadeia produtiva do cacau, excelente oportunidade de negócios e valorização da gastronomia, destacou o secretário estadual do Turismo, Fausto Franco. "Estamos empenhados em valorizar ainda mais o ciclo produtivo das fazendas de cacau às fábricas de chocolate, estruturando a Estrada do Chocolate para o turismo, associado à relevância cultural da região", disse.

O Chocolat Festival foi criado para fomentar a profissionalização desse novo mercado que, em 2008, surgia na região e hoje está em plena expansão. "Há 11 anos reunimos consumidores, especialistas e produtores nesse evento, uma grande oportunidade para discutir a industrialização, a verticalização da produção e a melhoria da qualidade das amêndoas de cacau selecionado e produto final elaborado”, explica o empresário Marco Lessa, idealizador do festival.
O Governo da Bahia apoia o evento por meio das secretarias do Turismo, Desenvolvimento Econômico, Agricultura, Desenvolvimento Rural, CAR, e apoio financeiro do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura, assim como da Prefeitura Municipal de Ilhéus, Sebrae. O evento também tem apoio institucional da Ceplac. O Chocolat Bahia é uma realização da MVU Eventos.

Rui Costa participa da abertura do Chocolat Bahia 2019 em Ilhéus

Domingos Matos, 17/07/2019 | 18:30

O governador Rui Costa participa nesta quinta-feira (18), às 16 horas, em Ilhéus,  da abertura oficial do XI Festival Internacional do Chocolate e Cacau, o Chocolat Bahia 2019. O evento, que acontece até domingo (21) no Centro de Convenções, com o apoio do Governo do Estado, reúne cerca de  170  expositores, com mais de    70 marcas de chocolate de origem.

Durante quatro dias, além da venda de chocolates e outros derivados do cacau selecionado, o Chocolat Bahia promove experiências sensoriais, exposições históricas e artísticas, cursos de capacitação, workshops, debates sobre temas do setor e palestras ministradas por especialistas internacionais.

O festival terá também espaço de recreação e minicursos de confeitaria para crianças, a Cozinha Kids, e exposição de bolos confeitados e esculturas de chocolate no Ateliê do Chocolate.

 

Curso da Faculdade Madre Thaís de Ilhéus no Chocolat Festival 

Domingos Matos, 09/07/2019 | 17:01

O curso superior de Tecnologia em Produção de Cacau e Chocolate oferecido pela Faculdade Madre Thaís (FMT-Ilhéus) é um marco na formação de profissionais por ser o primeiro e único curso de graduação no Brasil. Foi criado com o objetivo de atender o mercado de trabalho existente com a formação de profissionais capacitados para contribuir de forma específica no desenvolvimento técnico e socioeconômico das regiões cacaueira da Bahia e outros estados.

Esse é um dos itens que vai esta disponibilizado no Chocolat Festival juntamente com os demais cursos de graduação e de graduação tecnológica ofertados pela FMT-Ilhéus tais como: Administração, Enfermagem, Biomedicina, Direito, Logística (Tecnológico), Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Fisioterapia, Gestão de Recursos Humanos (Tecnológico), Serviço Social, Farmácia, Gastronomia, Arquitetura e Urbanismo.

A Faculdade Madre Thaís é uma das principais instituições de ensino superior da região e está disponibilizando vagas para todos seus cursos com entrada neste segundo semestre de 2019. As provas, uma de conhecimentos gerais contemporâneos e outra de redação, serão aplicadas no dia 21 de julho (domingo), das 09 às 13 horas, na sede da Faculdade à Avenida Itabuna, 1491, Gabriela Center, Ilhéus. As inscrições podem ser feitas, durante o Festival, no estande da Faculdade, no Centro de Convenções.

Realizado desde 2009, em Ilheús, o Festival Internacional do Chocolate e Cacau, principal encontro sobre o tema no País, entre os dias 18 e 21 de julho, o Centro de Convenções de Ilhéus recebe produtores de toda a cadeia, do cacau ao chocolate, além de especialistas da área para cursos e palestras, workshops e uma grande feira com exposição de chocolate, derivados de cacau e produtos da cadeia. 

 

Ministério do Turismo garante apoio para o Centro de Convenções de Itacaré

Domingos Matos, 25/06/2019 | 14:12

Itacaré vai ganhar um moderno Centro de Convenções para sediar grandes eventos e consolidar cada vez mais o turismo de negócios no município. O anúncio foi feito pelo prefeito Antônio de Anízio durante a 2ª Edição do Fórum de Turismo de Itacaré, realizado de 18 a 20 de junho no Hotel Ecoporan. A área para o novo Centro de Convenções de Itacaré, conforme anunciou o prefeito, foi doada pelo empresário Cléber Isaac, que compreendeu a necessidade do espaço e a importância de todos estarem unidos visando o fortalecimento do turismo no município.

Na oportunidade, Antônio de Anízio solicitou ao secretário nacional de Integração Interinstitucional do Ministério do Turismo, Bob Santos, o apoio do Governo Federal para ajudar a implantar o centro de convenções, considerando a importância de Itacaré para o turismo nacional. Bob Santos confirmou o apoio, garantiu que será parceiro de Itacaré para construir o novo espaço e assegurou que vai viabilizar diversos outros projetos que possam fortalecer o turismo do município. “Estou apaixonado pela cidade e as portas do Ministério do Turismo estarão sempre abertas pra Itacaré”, confirmou o representante do Ministério do Turismo.

O secretário nacional de Integração Interinstitucional falou sobre os programas do Ministério do Turismo e principais ações desenvolvidas para impulsionar o turismo brasileiro. Bob Santos participou dos três dias do evento, conheceu os pontos turísticos de Itacaré, ressaltou as belezas da cidade e se colocou como um parceiro do município para desenvolver projetos junto ao Ministério do Turismo que venham a atrair cada vez mais visitantes. Se comprometeu a acompanhar os projetos de investimentos para Itacaré que estão em andamento no Ministério do Turismo e anunciou que retornará à cidade para passar o Réveillon no município.

Já o Governo do Estado da Bahia será parceiro do município de Itacaré em eventos como o Campeonato Mundial de Surf, o Workshop de Turismo de Observação de Aves, Festival Gastronômico e Réveillon Número 1, a maior festa da virada de ano do Brasil e vários outros eventos. O anúncio foi feito pelo secretário de Turismo da Bahia, Fausto Franco, também durante a 2ª Edição do Fórum de Turismo de Itacaré. No encontro Fausto Franco apresentou os projetos do Estado para os municípios com vocação turística e destacou as potencialidades e as belezas naturais de Itacaré.

Abertas inscrições para o Workshop de Observação de Aves em Itacaré

Domingos Matos, 11/06/2019 | 13:26

Observadores e especialistas de diversos estados brasileiros vão estar em Itacaré na segunda edição do Workshop Turismo de Observação de Aves, que acontecerá de 19 a 21 de setembro no Hotel Vila Ecoporan. As inscrições para participar do evento já estão abertas e podem ser feitas através do site www.observacaodeavesba.com.br. A promoção do evento é da Associação de Aves da Bahia, com a organização da Happy Tour Eventos e o patrocínio do Prefeitura de Itacaré, Governo da Bahia, através da Secretaria de Turismo.

Também conhecido como birdwatching, a observação de aves é uma atividade de ecoturismo que tem como objetivo observar as aves em seu habitat natural, sem interferir no seu comportamento ou no seu ambiente. A prática tem sido uma atividade crescente no Brasil e no mundo, sendo um tipo de ecoturismo que favorece ganhos tanto para a economia quanto para o meio ambiente.

Diante do cenário baiano de grande diversidade de biomas e consequentemente de espécies de aves (834 espécies), esse tipo de turismo tem ganhado força no estado, aumentando o número de visitantes e guias na Bahia. No entanto, devido à grande extensão do território Baiano, a comunicação entre diferentes regiões não tem acontecido de forma eficiente, dificultando o contato entre guias e observadores das diferentes regiões do estado.

A primeira edição do Workshop Turismo de Observação de Aves, reuniu na cidade de Mucugê, Bahia, por três dias, autoridades, representantes de associações de turismo, secretarias de turismo de várias cidades do estado da Bahia, guias de turismo, observadores de aves, estudiosos interessados no tema, agentes de viagens e representantes do comércio da cidade de Itacaré. O evento promoveu duas passarinhadas, visitas de campo, com a participação de guias locais e do público participante do evento, resultando na identificação de 123 espécies de aves observadas e fotografadas e quatro novas espécies identificadas na região de Mucugê.

Durante o evento, foi possível integrar e compartilhar conhecimento entre guias e observadores de aves regionais, unificando ideias de diferentes regiões do estado e agregando valor ao ramo do turismo de observação de aves. A expectativa é de que em Itacaré seja ainda melhor, com a participação de centenas de pessoas e a identificação de novas espécies.

 

Definida programação da 2ª edição do Fórum de Turismo de Itacaré

Domingos Matos, 05/06/2019 | 15:28

Grandes nomes do turismo nacional e internacional vão estar em Itacaré na 2ª edição do Fórum de Turismo, que acontecerá no período de 18 a 20 de junho, no Ecoporam Hotel. Esse ano o Fórum terá como tema “Turismo de Experiência & Melhoria da Competitividade”. O evento terá como palestrantes profissionais renomados das mais diversas áreas, do Brasil e até de outros países. A inscrição é gratuita e será aberta a todas as pessoas interessadas em conhecer mais e discutir o fortalecimento do turismo no município.                                                                       

Para o prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio o Fórum de Turismo será mais uma grande oportunidade para empresários, comunidades e o poder público conhecerem as principais tendências de turismo e trabalharem a grande diversidade que o turismo de Itacaré, que não se resume apenas às belas praias, mas também toda a região rural, a exemplo de Taboquinhas e Água Fria, com suas cachoeiras, aventuras e fazendas de cacau. Serão trêsdias de imersão em turismo com palestrantes nacionais e internacionais, rodadas de negócios, oficinas e visitas técnicas aos pontos turísticos do município.

De acordo com o secretário municipal de Turismo, Júlio Oliveira, as pessoas quando viajam a turismo não querem apenas conhecer um lugar novo ou simplesmente sair da rotina, mas sim vivenciar uma experiência marcante em suas vidas. E foi pensando nisso que se chegou ao tema da 2ª edição do Fórum de Turismo de Itacaré, exatamente para debater as melhores práticas e ações para transformar esse setor em negócios ainda mais marcantes e rentáveis.

A realização é da Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria Municipal de Turismo, com o apoio da Conselho Municipal de Turismo, Sebrae. SPHA, Ecoporan Hotel, Ministério do Turismo e Governo da Bahia/Secretaria Estadual de Turismo. A proposta desse evento, segundo explicou Júlio Oliveira, é compartilhar as experiências, ampliar os conhecimentos nessa área, vivenciar os casos de sucesso e possibilitar a integração com agentes e profissionais brasileiros renomados.

Confira a programação:

Dia 18 de junho de 2018 (Terça-feira)

08h30 – Credenciamento

09h00 – Abertura: Prefeito de Itacaré António Mário Damasceno, Autoridades locais, regionais, estaduais e nacionais.

09h30 – Palestras de Abertura:

- “Programas do Ministério do Turismo e principais ações desenvolvidas para impulsionar o turismo brasileiro.".  Bob Santos –Secretário Nacional de Integração Interinstitucional do Ministério do Turismo

- “Atual estágio do setor turístico brasileiro e perspectivas de crescimento" Alexandre Sampaio - Presidente Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade da CNC

- “Desafios e oportunidades na Gestão Pública Municipal do Turismo no Brasil” – Jair Galvão – Presidente da Associação Nacional de Secretários e Dirigentes Municipais de Turismo – ANSEDITUR e Secretário de Turismo de Maceió.

12h30 às 14h – Intervalo para Almoço

14h – Palestra Motivacional - "Mercado de Eventos, cases de sucesso em suas empresas, estratégias para quem deseja obter sucesso na área “de eventos.  José Victor Oliva - Presidente da Holding Clube e do Banco de Eventos

 15h – Painel " Inteligência Empresarial e Competividade no Turismo "

- “Como Aumentar a Rentabilidade do seu Hotel - Rodolfo Delphorno – Gerente nacional de Vendas da OMNIBEES

“Como produzir imagens e conteúdo para propagação nos meios digitais” Lupércio Oliveira - Fotografo Certificado pelo Google

- “Cidades Empreendedora - Impacto e Resultados para o Segmento de Turismo” – Claudiana Campos Figueiredo – Gerente da Unidade Regional SEBRAE

– Educação Profissional, um caminho para o mercado de trabalho no turismo – Nanci Costa – Supervisora Pedagógica do SENAC

18h – RODADA DE NEGÓCIOS

Humberto Capelin - Gestor de Produtos Extremo Sul da Bahia da Azul Viagens

Daniel Firmino - Diretor de Produtos Nacionais & Operações da Flytour Viagens

Nilton Roberto Filho - Supervisor de Produtos da CVC CORP (CVC - VISUAL - TREND)

Michael Ferreira - Executivo de Vendas do HOTEL URBANO

Rafael Moura -  Coordenador Regional OMNIBEES / BA

 

Dia 19 de junho de 2019 (Quarta-feira)

09h00 – Painel " Turismo de Experiência: Potencialidades e Desafios"

- “O Turismo Rural com vivências do Cacau ao Chocolate” – Fabiola Leme, Turismológa e Consultora da Empresa Eixo 4

- “A Evolução do Turismo de Observação de Baleias no Nordeste do Brasil” Sergio Cipolotti, Coordenador Ambiental do Instituto Baleia Jubarte:

- “Turismo Gastronômico: Conhecendo os saberes e sabores da gastronomia de raiz” – Revecca Tapie – Representante do Movimento Slow Food Brasil 

- “Turismo de Pesca Esportiva Oceânica em Itacaré: Desafios e oportunidades” – Origenes Araújo - Itacaré Marine Sport Fishing

12h00 às 14h – Intervalo para Almoço

14h – Apresentação do case de sucesso em Ecoturismo – Reserva de Itacaré  – Paulo Ferrera – Proprietário e Guia

14h30 – Palestra “Impacto do turismo de observação de aves na sociedade, economia e meio ambiente” - Rafael Piedade Felix -Presidente da Associação Passarinhar é Viver

- Lançamento do 2º Workshop de Turismo de Observação de Aves em Itacaré

16h00 - Palestra de Encerramento "Planejamento de Ações da Secretaria Estadual de Turismo” - Fausto de Abreu Franco - Secretário de Turismo do Estado da Bahia

17h00 – Encerramento

18h00 - Coquetel de Lançamento do 6º Festival Gastronômico Sabores de Itacaré

Dia 20 de junho de 2018 (Quinta-feira)

10h - Visita Técnica

- Visita a Reserva Itacaré

13h - Encerramento

 

Santa Casa de Itabuna promove Workshop sobre Pasteurização de Leite Humano 

Domingos Matos, 15/05/2019 | 12:40

No próximo dia 20, o Banco de Leite da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna promoverá um Workshop sobre pasteurização de leite humano e uma roda de conversa com as mães da UTI Neonatal.

De acordo com a coordenadora do Banco de Leite, Bianca Latrilha, o evento vai acontecer das 14h às 16h na sala de espera do Pavilhão Otaciana Pinto do Hospital Manoel Novaes e vai contar com a presença dos bombeiros falando sobre a importância da Rota (coleta em domicílio). “Além disso faremos uma movimentação nos pavilhões para lembrar sobre o Dia Nacional da Doação de Leite Humano”, afirma.

Comemorado no dia 19 de maio, o Dia Nacional da Doação de Leite Humano tem por intuito sensibilizar a sociedade acerca da importância da doação de leite humano, sendo esta, uma forma de promover o aleitamento materno. No Hospital Manoel Novaes, essa prática é incentivada diariamente através de diversas ações promovidas pelo Banco de Leite da instituição.

 

Importância da doação de leite materno

Alguns bebês nascem prematuros e são internados com baixo peso, com algumas patologias e muitas vezes não podem ser alimentados diretamente pelas próprias mães. Dentro dessa perspectiva, a doação do leite materno é de extrema importância. Além disso, a prática da doação de leite materno também favorece a produção de leite para as mães que estão amamentando normalmente seus filhos. É um ato de amor que pode ajudar muitas crianças que passam pelo Hospital Manoel Novaes.

Luciana Nobre, coordenadora de enfermagem da UTI Neonatal do Novaes, explica que a partir do momento em que a mulher começa a retirar o leite enquanto colostro, ela começa a fazer uma reserva de um leite mais rico para quando o bebê precisar ou outras crianças cujas mães não possam amamentar possam aproveitar. “A mulher que estimula o peito tem uma amamentação assegurada, para quando o bebê estiver pronto para absorver esse leite. Essa produção será mantida e o bebê vai poder ir ao seio com uma facilidade maior para sugar”, destaca.

Sendo assim, é necessário incentivar a doação de leite materno e criar ações que promovam uma maior divulgação sobre a doação e o trabalho feito pelo Banco de Leite da Santa Casa, de forma a garantir um estoque para esses bebês.

 

Como fazer para doar leite materno

O primeiro passo é orientar a mulher a buscar o banco de leite humano para fazer um cadastro, onde ela é orientada e recebe todas as informações. Ela também deve apresentar todos os exames realizados durante o pré-natal. Só após uma análise o banco dará uma devolutiva a essa mulher. “Vamos avaliar se ela tem esses critérios de elegibilidade”, explica.

Uma vez dentro dos critérios exigidos, a mulher é orientada para fazer a extração do leite, chamada de ordenha, a maneira como ela vai extrair e guardar esse leite em casa para manter as propriedades dele. Uma vez na semana, alguém do hospital vai até a casa da doadora recolher esse leite acompanhado do corpo de bombeiros, ver como a mulher está, se está tendo alguma intercorrência com relação ao pós-parto e a orienta com relação a alimentação. “Acaba sendo uma troca dentro desse contexto porque ela doa o leite e ganha orientações acerca de cuidados com ela e com o bebê”, completa.

 

Classificação do leite materno

-Nos primeiros dias após o parto, que leva de 0 a sete dias, o leite vai ser classificado como colostro;

-De sete a 14 dias, será considerado como leite de transição;

-De 14 dias em diante, o leite vai ser classificado como maduro, sendo esse o tempo de adaptação e adequação do intestino do bebê para receber o leite nessa modalidade;

 

 

 

 

2º Workshop de Observação de Aves será em setembro em Itacaré

Domingos Matos, 07/05/2019 | 10:39

Itacaré vai sediar o 2º Workshop de Observação de Aves, no período de 19 a 21 de setembro, atraindo para a cidade turistas e observadores de diversas partes do Brasil. A ideia é dinamizar esta vertente do ecoturismo na Bahia, onde é grande a diversidade de espécies de aves, conforme explicaram os representantes da Associação Passarinhar é Viver e da agência Happy Tour ao secretário estadual do Turismo, Fausto Franco, durante reunião realizada na última sexta-feira (3).

Segundo o presidente da Associação Passarinhar é Viver, Rafael Piedade Félix, a observação de aves atrai turistas e contribui para a preservação das espécies. “É uma atividade que possui também cunho científico, pois fazemos um cadastro e conseguimos monitorar o movimento dessas aves na Bahia, muitas das quais vêm anualmente do Hemisfério Norte em busca de calor”, explicou.

Ele observou ainda que países como Estados Unidos movimentam a economia com essa atividade. “O retorno financeiro está ligado diretamente ao público que prestigia esta prática, e o Brasil tem tudo para se destacar, porque é o terceiro país do mundo em diversidade de aves”, afirmou Félix. Para o prefeito de Itacaré, a realização do workshop vai não somente mostrar a diversidade de animais que existem no município, como também irá colaborar com a preservação do meio ambiente, além de movimentar o turismo com a chegada desses observadores e suas famílias.

Fausto Franco disse que a Secretaria do Turismo (Setur) aposta em ações que venham contribuir para a diversificação das atividades turísticas no estado. "A observação de aves é uma vertente que vem crescendo significativamente nos últimos anos", assinalou. Participaram da reunião a diretora da Happy Tour, Ângela Carvalho; os executivos de eventos Andréa Garrido e J.J. Garcia; o conselheiro da Associação Passarinhar é Viver, Roberval Costa; e o superintendente de Serviços Turísticos da Setur, Jorge Ávila.

Palestra sobre o setor de moda abre série de eventos do Sebrae Conecta em Itabuna

Domingos Matos, 12/02/2019 | 17:03

Empresários do segmento de varejo de moda foram orientados na segunda-feira (11), em Itabuna, sobre as oportunidades para inovar e competir no mundo fashion a partir da moda sustentável. O encontro iniciou uma série de encontros gratuitos com especialista do Sebrae Conecta.

No encontro com os empresários do varejo de moda, a especialista Fernanda Simon levantou o debate sobre o movimento Global Fashion Revolution Brasil, que chama a atenção das pessoas para um consumo sustentável, respeitando as condições ambientais e sociais no processo de produção.

Segundo ela, a ideia foi discutir de que forma podem ser minimizados os impactos ao meio ambiente e ao meio social, e, como isso, pode ser uma ferramenta de transformação.

Nesse contexto, a palestrante destacou que o empresariado exerce um grande poder de influência na escolha de produtos que carreguem no seu processo produtivo valores como ética e coerência.

“A nova geração de consumidores quer produtos com causa, com propósito, que tenham uma história e não comprar por comprar. Então, o empresário que não estiver atento a essas novas demandas, vai ficar para trás”, declarou a especialista de moda.

Indústria de alimentos

Nesta quinta-feira, 14, às 18h30, será a vez dos empresários do setor de panificação e áreas afins, que vão participar da palestra “Grandes Tendências para as Indústrias de Alimentos”, no Tarik Fontes, também em Itabuna.

O evento é direcionado para empresários e profissionais que atuam nos setores de panificação, confeitaria, fábrica de pães congelados, salgados e biscoitos.

O consultor e palestrante do Instituto Tecnológico de Alimentação, Panificação e Confeitaria, Marcelino Rodrigues vai abordar as principais tendências do segmento, técnicas para inovar em sua produção e o cenário da alimentação no Brasil e no Mundo.

O próximo encontro acontece no dia 19, no auditório do Sebrae em Ilhéus, com o especialista em Alimentação Fora do Lar, Léo Teixeira, que é sócio e membro da equipe de consultores da NaMesa e especialista em gastronomia.

Logo depois, no dia 25, no Tarik Fontes, está reservada a palestra “Inovação e Marketing Omnichannel: as tendências para o segmento de beleza”, com a gerente de marketing da ADCOS Cosméticos, Miriam Machado.

Sebrae Conecta

O Sebrae Conecta tem o objetivo de atender empresários e colaboradores com soluções customizadas para 18 áreas diferentes dos setores de indústria, comércio e serviços. De acordo com o gerente adjunto do Sebrae em Ilhéus, Michel Lima, o projeto segue uma trilha de atendimentos visando identificar os principais gargalos.

“Em seguida, o programa oferece workshops específicos para cada segmento, consultorias empresariais com o subsídio de 50%, capacitações temáticas, proposta de viagem de negócios e um encontro setorial no final do ano”.

 

Em quatro anos, houve redução de 16% em acidentes nas rodovias baianas

Domingos Matos, 07/02/2019 | 18:07

A Bahia teve uma redução de aproximadamente 16% no número de acidentes em rodovias estaduais, em comparação aos anos de 2015 e 2018. Em 2015, houve 6.021 ocorrências, enquanto 5.023 acidentes ocorreram no ano passado. Uma diminuição de 998 ocorrências registradas em estradas baianas em quatro anos. A informação é do Sistema de Acidente e Estatística de Trânsito (ACT), da Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra).

Também houve no estado uma diminuição de cerca de 5% em relação ao número de mortes em rodovias baianas entre os anos de 2017 e 2018. No ano passado, foram 343 vítimas fatais e 703 feridos por conta de acidentes. Em 2017, ocorreram 361 mortes e 711 feridos. 

Ainda de acordo com o relatório, a principal causa de ocorrências em 2018 foi a imprudência do motorista como falta de atenção, excesso de velocidade e ultrapassagem indevida, com 3.436 registros. A rodovia com maior quantidade de acidentes no último ano foi a BA-099, com 584 casos. Em seguida, a BA-001, com 489 registros, e a BA-262, com 253 acidentes.

Em busca de contribuir com a melhoria na segurança viária, a Secretaria de Infraestrutura promoveu a entrega de novas viaturas e etilômetros para o Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv), para que as fiscalizações nas estradas fossem intensificadas. Além disso, a Seinfra também promove ações com foco na promoção de um trânsito mais seguro. 

“Realizamos workshops, cursos para policiais rodoviários e campanhas educativas, como o Programa de Educação para o Trânsito, com objetivo de ajudar na capacitação dos agentes de trânsito e também tornar o motorista mais prudente ao conduzir o veículo”, destaca o secretário de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti.

Seminário debate violência entre os jovens em Itabuna

Domingos Matos, 03/09/2018 | 18:00
Editado em 03/09/2018 | 17:13

O Colégio General Osório, em Itabuna,  realiza nesta terça-feira (4) um seminário para debater causas e soluções para o combate da violência entre os jovens. O evento, que acontece a partir das 8 horas no Clube dos Comerciários, será aberto com um Momento Cultural, seguido de palestras sobre “Violência de crianças e adolescentes”, com o Dr. Hilton de Miranda Gonçalves; “Ética nas relações virtuais“, com o Dr. Fabricio Guida de Menezes;  “Violência contra a Mulher”, com a Dra. Aline Maron Setenta; e “Violência Sexual”, com a psicóloga Carlinéia Lima dos Santos.

A programação inclui ainda workshops sobre “autodefesa feminina”, “cyberbullying, a violência virtual”, “violência doméstica”, “ronda para homens”, e será encerrada com a mesa redonda “”Violência Sexual, estratégias de enfrentamento”, com   a assistente social Therezinha Severino e o psicólogo Romário Lopes.

O seminário é aberto à toda comunidade.

Sebrae tem mais de 600 vagas de capacitação em Itabuna e Ilhéus

Domingos Matos, 03/09/2018 | 17:13
Editado em 03/09/2018 | 17:12

Com o foco na inovação dos pequenos negócios, o Sebrae está com 690 vagas de capacitações abertas para workshops de indicadores, cursos de treinamento gerencial básico e atendimento ao cliente, além de palestras, oficinas e seminários diversos. Do total, 540 vagas são gratuitas, e os interessados podem se inscrever pelos telefones (73) 3613-9734 e (73) 99974-2262, em Itabuna, ou (73) 3634-4068 e (73) 99974-2263, em Ilhéus.

Visando aperfeiçoar a competitividade empresarial através da gestão por indicadores, o Sebrae Itabuna estará reunindo empresários e gerentes do segmento de Beleza e Estética no Workshop de Indicadores, nesta segunda-feira, 3, a partir das 18h30, na sala de treinamentos da instituição, com o especialista em gestão de micro e pequenas empresas, Aelson Souza.

No dia seguinte, no mesmo horário e local, Ana Carolina Moura, especialista em planejamento estratégico, empreendedorismo e gestão de pessoas, vai conduzir o Workshop, mas destinado aos profissionais do varejo de moda. No dia 17, a capacitação é retomada por Ana Carolina, que vai orientar os profissionais de varejo de alimentos, e, no dia 18, será destinada àqueles atuam no setor de materiais para construção.

A série Workshop de Indicadores encerra no dia 25, em Itabuna, voltada aos profissionais do segmento de alimentação fora do lar, com a palestra da consultora e estrategista empresarial Luane Di Paulo.  A técnica do Sebrae Karla Peixoto explica que, em todos os encontros, os consultores estarão apresentando aos empreendedores “a importância das empresas possuírem indicadores que tornam a gestão dos negócios mais efetiva”.

Oportunidades

Já na sala de treinamento do Sebrae Ilhéus, acontecerá a oficina de capacitação Pratique Atendimento para Microempresas, no dia 18, das 13h às 17h, com o objetivo de desenvolver procedimentos e estratégias para identificar as necessidades e encantar o cliente.

Para quem deseja abrir o próprio negócio, o Sebrae estará oferecendo orientação gratuita sobre “Como planejar o seu negócio”, com informações atualizadas de mercado, todas as sextas-feiras do mês, nos dias 14 e 28, em Ilhéus, e dia 21, em Itabuna.

sos

Na semana de 10 a 14 de setembro, o Sebrae Itabuna promove o curso “Como Atender Melhor seu Cliente”, com o objetivo de desenvolver nos participantes habilidades que contribuam para a satisfação do cliente. O curso acontece das 19h às 22h, na sala de treinamento da instituição. O investimento é de R$ 80.

Já em Ilhéus, na semana de 24 a 28, os micro e pequenos empresários terão a oportunidade de participar do Treinamento Gerencial Básico, com o foco nos fundamentos da gestão empresarial, a partir de conteúdos relacionados a planejamento, gestão de pessoas, de compras e vendas, estoque, gestão financeira, capital de giro e introdução ao marketing. O investimento é de R$ 100.

O Sebrae em Ilhéus fica localizado no Edifício Premier Business Center, Avenida Osvaldo Cruz, 74, Cidade Nova. Já em Itabuna, a agência de atendimento do Sebrae fica na Rua Paulino Vieira, 175, Edifício Lizete Mendonça, Centro. Outras informações podem ser obtidas na Central de Relacionamento Sebrae, no 0800 570 0800.

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.