Jaques Wagner participa das comemorações dos 60 anos da Ceplac

Domingos Matos, 17/02/2017 | 10:24

O secretário de Desenvolvimento Econômico  Jaques Wagner, participa nesta segunda-feira (20) das comemorações dos 60 anos de implantação da Ceplac. Na ocasião, Wagner fará uma explanação sobre as ações do Governo da Bahia para o Sul do Estado e novos projetos para a região.

O evento Ceplac 60 anos acontece às 8:00 horas, no Auditório Hélio Reis, na Sede Regional da Ceplac, na Rodovia Ilhéus/Itabuna

Conjunto Penal de Itabuna investe na formação de brigadistas

Domingos Matos, 15/02/2017 | 11:02

Em cumprimento à NBR-ABNT 14276, que disciplina a implantação de brigadas de incêndio em locais de grande aglomeração, a empresa Socializa, que faz a co-gestão do Conjunto Penal de Itabuna (CPI) com o Governo do Estado, está capacitando todo seu corpo funcional como brigadistas de emergências. A capacitação faz parte da estratégia de investimentos da empresa buscando minimizar fatores de risco, especialmente após situações ocorridas em presídios de outros estados.

O curso é coordenado pelo engenheiro de segurança da Socializa, Rafael Pinheiro, e tem carga horária de 16 horas/aulas, nas modalidades teórica e prática. "Trouxemos para ministrar esse curso o renomado instrutor Cosme da Fonseca, um profissional altamente qualificado e atualizado no que diz respeito aos novos procedimentos preconizados pela NBR 14276, da ABNT, e à legislação específica", afirma.

Pinheiro destaca que o curso envolve simulações de atendimentos em primeiros-socorros, métodos de combate a incêndio, classes de fogo e técnicas de resgate entre outros. "Além de Itabuna, a Socializa busca oferecer esse curso em todas as unidades que administra, com profissionais capacitados nas áreas de saúde e segurança do trabalho", observa o engenheiro de segurança Rafael Pinheiro.

De acordo com o gerente operacional da Socializa no CPI, Yuri Damasceno, todo o material necessário ao atendimento da NBR-ABNT 14276 está sendo adquirido pela unidade, uma vez que, implantadas as brigadas de incêndio de acordo com a norma, a instituição fica obrigada a dar cumprimento a todos as exigências nela contidas. "Por exemplo, agora, todo ano teremos uma simulação de incêndio e também faremos uma reciclagem do treinamento".

Itabuna sedia temporada de estreia do 2º Festival de Teatro do Interior da Bahia

Domingos Matos, 15/02/2017 | 10:22

A cidade de Itabuna será o palco de estreia na segunda edição do Polo Teatral - Festival de Teatro do Interior da Bahia. Entre os dias 15 e 18 de fevereiro, o Centro de Cultura Adonias Filho abrirá as cortinas para a programação do evento, que contará com apresentação de espetáculos, oficinas, roda de conversa e mesa redonda. Em parceria com o Prêmio Braskem de Teatro, a iniciativa tem como proposta fomentar a produção teatral em municípios do interior baiano. Após temporada em Itabuna, o projeto segue para as cidades de Juazeiro, de 08 a 11 de março, e Camaçari, de 15 a 18 de março.

No dia 15 de fevereiro, às 16h, o espetáculo Trovinhas Na(f)talinas abre as apresentações do Festival na região Sul do estado. A montagem do Coletivo Ciganas Cigarras e Cirandas, de Jequié, traz no enredo uma série de versos estendidos num cordel, um varal, no qual lavadeiras misturam suas lembranças de infância e a memória de rimas e versos.  Às 20h, será a vez da Cia OperaKata, de Vitória da Conquista, encenar o espetáculo Pariré. De forma poética e bem-humorada, a história vivida entre duas mulheres traz para a cena aquilo que já é constituído, estabelecido não pela relação do encontro entre indivíduos em si, mas pela construção de um jogo de projeções e expectativas. Na quinta-feira (16), haverá reapresentação dos dois espetáculos, nos mesmos horários.

Nos dias 17 e 18 de fevereiro, às 16h, sobe ao palco o espetáculo As Lendas do Velho Chico, um trabalho da Cia. de Teatro Mistura de Ibotirama, que retrata os contos, histórias, causos e lendas de Ibotirama e outras cidades ribeirinhas que são banhadas pelo Rio São Francisco. Às 20h, nestes dois dias, será a vez da Cia. de Teatro Acordada, de Ilhéus, mostrar O Santo e a Porca, comédia em três atos escrita por Ariano Suassuna em 1957, onde um velho avarento e devoto de Santo Antônio guarda as economias de toda a vida numa porca de madeira. Os ingressos para os espetáculos custam R$4,00 (inteira) e R$2,00 (Meia).

Segundo a atriz e produtora Alethea Novaes “A qualidade das produções, a diversidade estética, a diversidade da temática dos espetáculos realizados também é de grande relevância, e aborda de uma forma muito rica a vida, não só de cada região do interior da Bahia, mas retrata o Brasil. Vejo essa qualidade e relevância na maioria dos espetáculos inscritos, e os 12 contemplados vão representar muito bem a qualidade e diversidade do teatro produzido em cada região do interior baiano”.

 

A nossa prioridade é o Carnaval de rua, sem cordas, afirma Rui

Domingos Matos, 15/02/2017 | 10:20
Editado em 15/02/2017 | 10:22

"A nossa prioridade é o Carnaval de rua, sem cordas. Por isso, o Governo do Estado mantém o seu apoio não apenas aos blocos históricos e tradicionais, como os blocos afro, mas também vamos manter o apoio ao Carnaval sem cordas, o Carnaval democrático. Ressaltando que conseguimos articular o apoio de empresas privadas, que vão bancar o custo dos artistas mais renomados", afirmou o governador Rui Costa na apresentação das ações para o Carnaval 2017, na Concha Acústica do Teatro Castro Alves (TCA), nesta terça-feira (13). 

O evento incluiu show de Saulo, uma das grandes atrações dos trios sem cordas apoiados pelo Governo da Bahia. Na plateia estavam estudantes da rede estadual e jovens de projetos sociais apoiados por Bases Comunitárias de Segurança (BCS). 

O Governo do Estado preparou uma programação diversificada para agradar aos baianos e ao 1,5 milhão de turistas que são esperados na capital baiana no Carnaval. Além de artistas como Ivete Sangalo, Leo Santana, Anitta e Luiz Caldas, que vão animar a pipoca na Barra-Ondina e no Campo Grande, o Carnaval do Pelô vai contar com 171 shows e performances artísticas em palcos montados nos largos do Pelourinho, do Pedro Archanjo, Tereza Batista e Quincas Berro D’Água.

Outros setores de serviços essenciais receberão atenção no Carnaval e estarão à disposição do folião durante todos os dias da festa. Na saúde, os principais hospitais da cidade, o Geral do Estado (HGE), Roberto Santos (HGRS), Ernesto Simões (HGES) e Menandro de Faria (HGMF), terão o plantão reforçado. As unidades estarão prontas para receber ocorrências de maior gravidade. Dois postos de testagem para a detecção de HIV/Aids, sífilis e hepatites virais estarão montados em Ondina e na Barra. 

Na segurança pública, a novidade é a participação do monitoramento das rus e circuitos em tempo real por profissionais do Centro de Operações e Inteligência - 2 de Julho, onde trabalharão 500 profissionais, em esquema de plantão, acompanhando por 250 câmeras tudo que acontece na cidade. Nos 46 portais de abordagem, a inovação do Carnaval 2017 são as câmeras acopladas às estruturas, para acompanhar melhor a entrada e saída dos circuitos. Ao todo, são mais de 25 mil profissionais entre policiais civis, militares, técnicos e bombeiros militares vão atuar no Carnaval em Salvador e em mais 31 municípios do estado.  

Carnaval no interior

E não é apenas na capital, onde o fluxo de pessoas será maior, que tem festa. A folia está garantida em 23 cidades do interior baiano. O tradicional Carnaval de Maragojipe, que reúne cerca de 80 mil pessoas na cidade, recebe apoio da Secretaria de Cultura, além de municípios apoiados pela Bahiatursa, entre eles Madre de Deus, Juazeiro, São Félix do Coribe, Vera Cruz, Paratinga, Porto Seguro, Ilhéus, Itabuna e Marau.    

(Foto: Manu Dias/GOVBA)

Prefeitura de Itacaré inicia cadastramento do Bolsa Família

Domingos Matos, 14/02/2017 | 15:45
Editado em 15/02/2017 | 09:30

A Secretaria de Desenvolvimento Social da Prefeitura de Itacaré iniciou esta semana o cadastramento dos beneficiários do Bolsa Família, com a proposta de a atender um grande número de pessoas contempladas com o programa. O atendimento está sendo feito das 8 às 14 horas, com prioridade para as pessoas que tiveram seus benefícios cancelados e aqueles que se deslocam da zona rural, tendo em vista a dificuldade de acesso, mas todos estão sendo atendidos.

A secretária de Desenvolvimento Social, Ivonete Damasceno, explicou que um dos primeiros passos foi organizar as instalações da secretaria, reformando as unidades e criando espaços mais dignos para receber as pessoas que procuram os serviços e os benefícios sociais. Depois foi a vez de organizar cada benefício e o Bolsa Família mereceu uma atenção especial pois é um programa de transferência direta de renda, direcionado às famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza em todo o País, de modo que consigam superar essa vulnerabilidade. O programa busca garantir a essas famílias o direito à alimentação e o acesso à educação e à saúde. E a proposta é ampliar o úmero de pessoas de Itacaré beneficiadas com o programa.

Além do Bolsa Família, a Secretaria de Desenvolvimento Social também já está realizando a carteira de idoso, o cadastramento do Programa Minha Casa Minha Vida e vários outros tipos de atendimento e benefícios como encaminhamento para próteses e cadeiras de rodas. Equipes da Secretaria de Assistência Social também vem realizando in loco a busca de identificação de pessoas que estão em vulnerabilidade para prestar o atendimento. Profissionais da área de assistência social, psicólogos e técnicos da secretaria se deslocam até as pessoas para verificar a situação de cada cidadão e encaminhar para os atendimentos e serviços.

Todo esse trabalho, segundo explica Ivonete Damasceno, faz parte do compromisso do prefeito Antônio de Anízio de prestar um atendimento de excelência aos cidadãos de Itacaré, possibilitar a essas pessoas o acesso aos benefícios e programas sociais, além de assegurar a qualificação profissional para que possam gerar emprego e renda para as famílias. A Secretaria de Assistência Social funciona na praça Santos Dummont, na chamada Praça dos Cachorros. Já Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) está localizado na rua 07 de Setembro, enquanto que o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) funciona no bairro São Miguel.

SDR se reúne com gestores municipais do Território Litoral Sul na Uesc

Domingos Matos, 14/02/2017 | 13:45

Com o objetivo de fortalecer a estratégia da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), de interiorização dos serviços, gestores e técnicos da secretaria, estão percorrendo, nos meses de fevereiro e março, os 27 Territórios de Identidades da Bahia para apresentar as ações da SDR aos gestores municipais e pactuar com as prefeituras estratégias para fortalecer o desenvolvimento rural no estado.

Nesta  quarta-feira (15), o secretário da SDR, Jerônimo Rodrigues, e a equipe técnica da SDR, estarão reunidos com os dirigentes municipais do Território Litoral Sul. O evento acontecerá, às 9h, no auditório da torre administrativa da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), em Ilhéus. A iniciativa tem o objetivo de intensificar a articulação de políticas públicas, por meio do Serviço Territorial de Apoio à Agricultura Familiar (SETAF) e do Serviço Municipal de Apoio à agricultura Familiar (SEMAF).

O público prioritário serão os gestores públicos municipais e estaduais, Colegiados Territoriais, integrantes dos Conselhos Municipais de Desenvolvimento Sustentável (CMDS), instituições prestadoras de serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) e movimentos ou entidades representativas da agricultura familiar.

A Bahia é o estado que possui o maior número de famílias vivendo da agropecuária, atividade responsável pela produção de 77% dos alimentos saudáveis que chegam a mesa dos baianos.  De acordo com o Censo Agropecuário (IBGE, 2010), o estado concentra a maior população rural do Brasil, com 3,9 milhões de habitantes. Também reúne o maior número de estabelecimentos da agricultura familiar, com cerca de 700 mil propriedades.

A Agricultura Familiar responde por 44% de tudo que se produz na agropecuária do Estado, com o Valor Bruto da Produção (VBP) anual de R$ 3,74 bilhões. A agricultura familiar também é responsável por 77% dos alimentos que chegam à mesa das famílias baianas e por 81% da mão de obra das famílias no campo. A Agricultura Familiar é destaque na produção de mandioca, feijão, mel, leite, pesca e aquicultura artesanal, fruticultura, oleaginosas e caprinovinocultura, entre outros produtos.

Conjunto Penal de Itabuna define início do ano letivo de 2017

Domingos Matos, 11/02/2017 | 12:26

Durante reunião com representantes das redes estadual, municipal e do Todos Pela Educação (federal), a direção do Conjunto Penal de Itabuna (CPI) definiu o início das aulas para o próximo dia 19. A matricula das turmas 2017 estão sendo finalizadas, mas já há a expectativa de um número recorde de estudantes nas diversas modalidades oferecidas pelas três redes.

De acordo com Yuri Damasceno, gerente operacional da Socializa, empresa que administra o CPI em regime de co-gestão com a Secretaria Estadual da Administração Penitenciária (Seap), todo apoio será garantido por parte da empresa, para que as aulas transcorram de maneira tranquila, segura e com o conforto necessário para os profissionais e educandos.

A reunião foi coordenada pela pedagoga Maria Miranêz Santana, coordenadora pedagógica do Colégio Estadual de Itabuna, escola-matriz do anexo do CPI, e teve a participação, além do corpo docente que atua na unidade, de um representante do Ministério Público – Felipe Setenta, da 13ª Promotoria – e do diretor-adjunto (Seap) Bernardo Cerqueira Dutra.

Entre as demandas apresentadas pelos representantes das três redes, estão a adequação acústica nas salas de aula, instalação de ventiladores e adequação dos procedimentos de segurança e de serviços sociais. “A Socializa busca a excelência na prestação dos serviços de gestão prisional, e entende que a educação, assim como demais atividades de ressocialização, que também oferecemos. Não mediremos esforços para garantir toda a estrutura necessária para que tenhamos cada vez maior êxito”.

Cursos

No final de janeiro (dia 28) ocorreu a formatura da turma de Corte e Costura (foto). Além desse, também são oferecidos cursos de serigrafia, cabeleireiro, manicure, marcenaria, artesanato entre outros. Há também na unidade o oferecimento de um curso do idioma Italiano, ministrado por um interno dessa nacionalidade. Todos são certificados e cumprem o que preconiza a Lei de Execuções Penais, em relação à remição e garantia de direitos.

Domingos Matos, 11/02/2017 | 12:15

Carnaval de Itabuna começa hoje com apoio do governo do estado

Domingos Matos, 10/02/2017 | 15:34

O 'Itabuna Folia 2017', primeiro Carnaval antecipado do Brasil, começa nesta sexta-feira (10) e segue até domingo (12), com o apoio do Governo da Bahia, por meio da Superintendência de Fomento ao Turismo do Estado (Bahiatursa).

A abertura da festa será marcada pela Lavagem do Beco do Fuxico, com a participação de baianas, trio elétrico e blocos culturais. O tema será 'Saga de Guerreiro', uma homenagem ao ator Mário Gusmão, primeiro negro formado na Faculdade de Teatro da Universidade Federal da Bahia (Ufba). 

Após a Lavagem do Beco, a folia terá dez bandas na primeira noite, como Babado Novo, Tsunami, Amor a Dois, Negaline, Constelação da Bahia, Eletrikka, Bikuí, Sem Censura e Bonde dos Catchorros.  No palco alternativo, na Praça Rio Cachoeira, irão se apresentar a Banda Arreio de Couro, Takabum, Alex Oliveira, John e Ruares.

Precisamos falar da relação Ministério Público x Fernando Gomes

Domingos Matos, 08/02/2017 | 12:14

Dizem que bebês fazem testes constantes com suas mamães e papais, através do choro. Fazem testes para saber até onde podem ir com o choro para receber a recompensa do colo, por exemplo. Se os pais vão pegá-lo no colo pelo carinho imediato ou pelo desespero cusado pelo choro. São verdadeiros cientistas da fofura. 

O Ministério Público Estadual em Itabuna tem feito alguns testes com os prefeitos nos últimos anos, especialmente em relação à realização do Carnaval. Com Azevedo e Vane, por exemplo, uma recomendação contra a festa surtiu efeito, e os gestores foram desmoralizados perante a parte do público que pedia a festa e a quem eles a prometera.

O mesmo teste foi feito com Fernando Gomes agora: uma recomendação contra os gastos do dinheiro público - na prática uma recomendação contra a folia, que não se realiza sem nenhum aporte de verba pública -, que foi solenemente ignorada pelo atual mandatário.

Aliás, não ignorada, mas devidamente tripudiada por Fernando Gomes. (Uma pergunta: por que, ao invés de recomendar, não propor uma ação?)

É que, no fundo, Ministério Público e Fernando Gomes sabem que o maior escárnio dessa relação foi e é a sua candidatura, eleição e posse no pleito de 2016. Se ele, multi-condenado, pode ser candidato e, mais votado, tomar posse, claro que lhe foi dado um cetro mágico.

Fernando nunca escondeu isso, e uma prova é o seu slogan de campanha, que usa até hoje: "Foram me chamar...".

Ora, quem diz isso diz com todas as letras que fará o governo que bem entender, afinal ele não queria, mas o "forçaram" a ser prefeito.

Taí. O Ministério Público - como a sociedade - terá que o engolir.

Voltando aos bebês cientistas: alguns pais se mostrarão fracos diante de tanta gritaria e farão de tudo para cessar aquele sofrimento. Outros, dirão: deixe de manha, que eu conheço esse choro.

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.