Tag: autor

Inaugurado o Posto do Instituto Pedro Mello no Conjunto Penal de Itabuna

Domingos Matos, 20/05/2019 | 22:13

Autoridades, servidores estaduais e funcionários estiveram presentes hoje (dia 20), no Conjunto Penal de Itabuna, para a inauguração do Posto do Instituto de Identificação Pedro Melo naquela unidade. O equipamento vai facilitar o acesso de pessoas privadas de liberdade aos documentos de identificação, bem como à inscrição no Cadastro de Pessoa Física (CPF). O evento foi conduzido pelo chefe de Gabinete e secretário em exercício Carlos Eduardo Sodré, da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap).

O posto será operacionalizado pela empresa Socializa, cogestora do Conjunto Penal de Itabuna. Dois funcionários da empresa foram treinados pelos peritos do Instituto Pedro Mello para fazer a coleta das informações e repassá-las ao órgão, que irá fazer a conferência e emissão do documento de identidade.

O ato de inauguração marcou o início de um novo momento para o trabalho da equipe multidisciplinar de ressocialização do CPI, uma vez que as demandas por documentos – espontâneas ou provocadas – poderão ser atendidas em tempo muito mais reduzido. “Essa é uma ferramenta que muito nos ajudará no processo de ressocialização na unidade”, afirmou o diretor do CPI, major PM Adriano Valério Jácome da Silva.

Por sua vez, o superintendente de Ressocialização Sustentável da Seap, Luís Antônio Fonseca, destacou a importância do posto no interior da unidade prisional como uma forma de melhorar o acesso das pessoas privadas de liberdade ao trabalho, à educação e às diversas oportunidades  de reinserção social. “Além de Itabuna, já inauguramos um posto semelhante em Lauro de Freitas e vamos estender a todas nossas unidades”.

Ele enfatizou as conquistas no campo da ressocialização destacando as parcerias com a prefeitura de Vitória da Conquista, de Lauro de Freitas, com o Judiciário e com o próprio Governo do Estado, por meio de diversas secretarias, que empregam pessoas privadas de liberdade. “Esse é um grande avanço, porque estamos superando aquela visão de que essas pessoas só podem trabalhar em serviços braçais. Estão no serviço braçal, e também nos órgãos públicos, de acordo com suas aptidões”, destacou o superintendente.

Representando o secretário Nestor Duarte, o chefe de Gabinete Carlos Sodré fez questão de destacar o trabalho da secretaria e do próprio Governo, que tem reduzido o déficit de vagas no sistema prisional. “Como membro do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP), tenho observado que a Bahia é um dos estados com menor déficit de vagas. Seremos um dos primeiros estados a zerar essa deficiência de vagas, o que significa que teremos um sistema mais voltado à ressocialização, por ter melhores condições de convivência”.

Para o secretário em exercício, essas ações, somadas ao combate e, especialmente, à prevenção da prática delituosa, por meio do fortalecimento da educação, fará com que, no futuro, a finalidade da Seap esteja menos voltada à gestão dos presídios e passe a ser mais afeita ao trabalho de ressocialização. “A inauguração do Posto do Instituto Pedro Mello, nesse contexto, é de suma importância, por garantir o exercício da cidadania a pessoas privadas de liberdade com celeridade na emissão de seus documentos”.

Também participaram do evento o diretor-adjunto do CPI, Bernardo Cerqueira Dutra, o presidente da subseção local da OAB, Edmilton Carneiro; o coordenador local do Instituto Pedro Mello, Alberto Durão; o capitão PM Leonardo Jadiel (Esquadrão de Polícia Montada de Itabuna); e o diretor de Vagas da Seap, Julival de Jesus, que representou o superintendente de Gestão Prisional, major PM Júlio César Ferreira dos Santos. 

Suspeito de chacina morrem em confronto com a polícia

Domingos Matos, 20/05/2019 | 16:38

Três homens acusados de participação na morte de cinco pessoas, homicídio múltiplo ocorrido na noite de sábado (17), em Portão, Lauro de Freitas, foram encontrados no final da tarde do último sábado (18), numa localidade conhecida como Lagoa dos Patos, também na RMS.

Com Robson Rodrigues dos Santos e outros dois homens ainda não identificados foram encontrados duas pistolas calibres 9mm, mesmo tipo de arma utilizada nas mortes, e um revólver calibre 38. Exames balísticos serão realizados com o objetivo de confirmar a autoria das mortes.

Equipes da 52a Companhia Independente da Polícia Militar e da Rondesp RMS  intensificavam o policiamento na região desde o crime e, atendendo a uma denúncia, encontraram o trio, que reagiu à abordagem. No confronto, os suspeitos foram atingidos. Eles foram socorridos, mas não resistiram.

Investigações preliminares dão conta de que as mortes  estão relacionadas à disputa pelo tráfico em Portão. De acordo com os policiais,  no momento da abordagem, o trio comemorava as mortes ocorridas no dia anterior.

O caso é investigado pela 34ª Delegacia Territorial e pela Delegacia de Homicídios Múltiplos.

 

Rui autoriza investimento de R$ 19,4 milhões para a economia solidária no estado

Domingos Matos, 20/05/2019 | 13:25

Empreendimentos solidários espalhados por diversas regiões do território baiano vão continuar a contar com o apoio ofertado pelos 13 Centros Públicos de Economia Solidária (Cesol) instalados na Bahia. Contratos de gestão dos espaços multifuncionais, que somados envolvem cerca de R$19,4 milhões e garantem o funcionamento dessas unidades, foram assinados pelo governador Rui Costa, na manhã desta segunda-feira (20), durante cerimônia no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. 

“Essa ação busca alcançar pessoas de menor formação, que possuem um talento natural para produzir artesanato ou uma culinária específica, por exemplo, mas que precisam de apoio, principalmente, na área de comercialização. Muitos até conseguem microcrédito para produzir, mas não sabem como comercializar o seu produto. O apoio do Estado, a partir desses contratos de gestão dos Cesols, significa que estamos ensinando essas pessoas a pescarem e a comercializarem seu peixe. Estamos dando oportunidade para que o microempreendedor possa melhorar a sua vida e a de sua família”, ressaltou Rui Costa. 

Os contratos são válidos por dois anos e beneficiam, diretamente, 40 mil pessoas de 276 municípios de 18 territórios de identidade. Os Cesols são unidades de caráter comunitário que se destinam a articular oportunidades de geração, fortalecimento e promoção do trabalho coletivo baseado na economia solidária. Por intermédio desses espaços, as comunidades têm acesso à assistência técnica, microcrédito assistido, apoio à comercialização, qualificação técnica e distribuição de insumos e equipamentos. 

Segundo o titular da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), Davidson Magalhães, o edital ajuda a fortalecer o microempreendedorismo em todo o estado. “Esse incentivo intensifica a distribuição de renda entre os baianos. A política de economia solidária da Bahia é referência nacional e uma importante ferramenta de combate ao desemprego, principalmente no interior do estado", afirmou.


Centros

O Cesol é um instrumento da política pública de economia solidária baiana, conduzido pela Setre. Os espaços funcionam em Salvador, Cruz das Almas, Guanambi, Itabuna, Pintadas, Juazeiro, Irecê, Monte Santo, Nilo Peçanha, Serrinha, Lauro de Freitas, Piatã e Vitória da Conquista.

O montante necessário para administrar esses espaços é proveniente do Fundo de Combate à Pobreza do Estado da Bahia (Funcep). Desde 2013, quando foram criados, os centros já atenderam 2.270 empreendimentos, com mais de dez mil famílias contempladas. Por meio dos Cesols, foram criadas, ainda, lojas, que têm gerado faturamento anual médio de R$ 3,2 milhões.

 

Juiz Marcos Bandeira confirma palestra sobre abuso infantil no “Queremos Saber!”

Domingos Matos, 19/05/2019 | 08:20

O juiz aposentado Marcos Bandeira confirmou o convite da Câmara de Itabuna para proferir uma palestra no próximo dia 28 de maio, sobre crimes cometidos contra crianças e adolescentes, durante a quarta edição do Projeto “Queremos Saber!”. A informação foi prestada pelo presidente, vereador Ricardo Xavier, ao lembra neste sábado, 18, de maio, a passagem do “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual da Criança e Adolescente”, uma data simbólica para a luta pelo enfrentamento da violência sexual infanto-juvenil no país.

O abuso sexual de crianças e adolescentes é um dos mais graves crimes no Brasil. No sul da Bahia, Itabuna – município cortado por duas rodovias federas e considerada pelas autoridades como uma rota da exploração sexual infanto-juvenil – registra diariamente dezenas de casos de violência e abusos sexuais praticados inclusive no ambiente familiar. Para marcar a Semana, membros do Conselho Tutelar e agentes da Secretaria de Assistência Social promoveram uma série de atividades para conscientização, prevenção e orientação sobre esses graves crimes.

“Os números de casos abusos contra as crianças e os adolescentes itabunenses são preocupantes e pedem uma tomada de providencia por parte das autoridades e população. A Câmara de Itabuna deseja, com a realização da palestra do Dr. Marcos Bandeira, despertar a sociedade, encontrar alternativas para a prevenção da violência e desenvolver ações concretas e efetivas em defesa da criança e do adolescente” garantiu Ricardo Xavier.

Magistrado aposentado, Dr. Marcos Bandeira, é professor de Direito, autor de livros e estudioso do Estatuto da Criança e do Adolescente-ECA. Por mais de duas décadas teve uma atuação marcante na Justiça itabunense. Foi juiz da Vara do Júri, Execuções Penais, Infância e Juventude e Delitos de Imprensa. Realizou mais de duzentos julgamentos, criou o Conselho da Comunidade e realizou um trabalho ressocializador no interior da Cadeia Pública de Itabuna.

Na Vara da Infância e Juventude, Dr. Marcos Bandeira estimulou o número de adoções nacionais com o Projeto “Adote a Esperança”. Membro da Coordenadoria da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça da Bahia, ele é autor de três livros que abordam temas como Guarda e Tutela na Prática Forense, Adoção na Prática Forense, e Atos Infracionais e Medidas Socioeducativas.

“Queremos Saber!” é um projeto criado pela Câmara de Itabuna. Tem o objetivo de promover, na última terça-feira de cada mês, palestras seguidas de debates e apresentação de sugestões, sobre temas de interesse geral, propostos por vereadores ou sugeridos pelos cidadãos, por meio da Ouvidoria da Casa. Os debates, abertos ao público, ocorrem no plenário Raymundo Lima. 
 

Congresso da Pequena Empresa reúne autoridades e empreendedores na Uesc

Domingos Matos, 17/05/2019 | 19:38

O 10º Congresso Norte Nordeste da Pequena Empresa – Empreendedorismo com Desenvolvimento Sustentável - reuniu hoje (17), no Auditório Paulo Souto, da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), estudantes, empreendedores, além de autoridades regionais e nacionais. O evento contou com uma série de palestras técnicas ligados aos pequenos negócios.

Durante a abertura do congresso, o presidente da Associação das Micros e Pequenas Empresas da Bahia (Ampesba), Valdir Ribeiro destacou a participação de representantes do Poder Público da região, de uma caravana vinda do Estado do Espírito Santo, a presença de uma representante das mulheres empreendedoras de Blumenau – SC, Suzete Novaes, e empreendedores locais e regionais.

Ainda na sua fala, Valdir agradeceu o apoio das empresas parceiras que contribuíram para a realização do Congresso e citou a Amurc como uma importante agência de desenvolvimento e de fomento aos pequenos negócios. Segundo o coordenador executivo da Amurc, Luciano Veiga, “os pequenos empreendedores movimentam a economia dos municípios e possuem uma participação efetiva no desenvolvimento local”.

No evento, o Pró-reitor de Extensão da Uesc, Alessandro Santana defendeu mais investimentos para a Educação Superior nas instituições públicas, tendo em vista o papel fundamental na formação de futuros empreendedores. Ainda marcaram presença, o representante do Sicomércio de Ilhéus, Antônio Marcos, o presidente eleito da Associação Comercial de Ilhéus, Libério Menezes, o presidente da Femicro – ES, José Vargas e o diretor jurídico da Bahiagás, Wenceslau Júnior.

A palestra magna com o tema “Empreendedorismo na gestão pública e políticas de apoio aos pequenos negócios”, foi conduzida pelo professor e deputado federal do Espírito Santo, Helder Salomão, que falou da importância do empreendedor na sociedade, e da sua contribuição para o desenvolvimento da economia do Brasil.

Defesa de ginecologista suspeito de abusar de pacientes diz que acusações são indevidas e mentirosas

Domingos Matos, 17/05/2019 | 15:07
Editado em 17/05/2019 | 14:33

A defesa do ginecologista Orcione Ferreira Guimarães Junior, acusado por pacientes de abusos durante consultas na cidade de Vitória da Conquista, região sudoeste da Bahia, disse que as alegações das mulheres se disseram vítimas e que procuraram a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e a Polícia Civil são "indevidas, mentirosas e não comprovadas".

Os advogados do médico concederam entrevista coletiva, na manhã desta sexta-feira (17), para falar sobre o caso e afirmaram que o cliente é inocente.

As denúncias contra Orcione começaram a surgir na última sexta-feira (10), depois que um perfil foi criado no Instagram por uma pessoa, que não se identificou, que relatou um caso de abuso por parte do médico, que atende nas redes pública e privada da cidade.

Depois desse primeiro relato, várias outras vítimas denunciaram ter passado pela mesma situação. Mais de 20 mulheres relataram à OAB ter sido vítimas. Nove delas também já procuraram a Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) para prestar depoimento sobre os casos. Os crimes teriam ocorrido entre 2018 e 2019.

A advogada Palova Amisses Parreiras, uma das que atuam na defesa do médico, apontou durante a entrevista coletiva nesta sexta que não há provas sobre as denúncias contra o cliente.

Ela ainda apresentou uma liminar expedida pela 1ª Vaga do Sistema de Juizados da Comarca de Vitória da Conquista que determina a remoção do perfil no Instagram usado para denunciar o médico e o fornecimento de informações acerca da identidade do criador.

"A acusações são indevidas, mentirosas e não comprovadas com relação a atuação do médico Orcione Ferreira Júnior. Desde o início, não estamos conseguindo detectar verossimilhança entre o que as senhoras estão dizendo e aquilo que está sendo comprovado. Inicialmente se diz que o blog foi criado depois de muito meditar, de muito pensar, semanas e semanas. Quando a gente pega a data da criação do blog e a data da consulta na qual teria havido o abuso, não tem 24 horas entre um e outra. Então, a falha começa aí", afirmou a jornalistas.

Palova disse que detectou "falhas" nos relatos das vítimas e que uma das mulheres que se disseram vítimas teria se apresentado à OAB dizendo ser advogada, mas sem ter registro na Ordem.

"Eu estive ontem [quinta-feira, dia 16] com o nosso presidente da subseção da OAB de Vitória da Conquista, e ele nos disse que as pacientes procuraram por ele usando, inicialmente, uma falsidade ideológica, porque dentro da OAB existem inserções, uma delas é a OAB Mulher, criada especialmente para proteger as mulheres advogadas que tivessem sofrido algum agavo. E a pessoa que se intitula vítima e advogada não é advogada. Ela fez o curso de direito, é bacharel, mas não conseguiu passar na prova da OAB. Então, ela iniciou com um blog, um Instagram, com informações falsas e perante a autoridade da OAB também com uma informação falsa", destacou.

Palova também afirmou que o cliente vai conseguir provar que é inocente e que, ao contrário de boatos que circulam na cidade, ele não planeja fugir. "Não temos razão para fugir e não há expedição de mandado de prisão e nem previsão de que isso aconteça", destacou. (Com informações do G1)

Após post, mais de 20 mulheres relatam ter sido abusadas por ginecologista durante consultas

Domingos Matos, 16/05/2019 | 12:24
Editado em 16/05/2019 | 12:22

Mais de 20 mulheres relataram ter sido vítimas de abuso sexual por parte de um médico ginecologista e obstetra durante consultas, na cidade de Vitória da Conquista, na região sudoeste da Bahia. O caso foi denunciado à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e à Polícia Civil, que instaurou inquérito para apurar a situação.

As denúncias começaram a surgir na última sexta-feira (10), depois que um perfil foi criado no Instagram por uma pessoa, que não se identificou, que relatou um caso de abuso por parte do médico Orcione Júnior, que atende nas redes pública e privada da cidade.

Depois desse primeiro relato, várias outras vítimas denunciaram ter passado pela mesma situação. Os crimes teriam ocorrido no consultório do médico, entre 2018 e 2019. A defesa do médico disse que ele nega as acusações.

Na última segunda-feira (13), as mulheres procuraram a OAB solicitando uma audiência com representantes do órgão. "Vinte e quatro mulheres procuraram a OAB com a narrativa, repetindo o que estava nas redes sociais, e pedindo que a OAB tomasse providência. A OAB formalizou esse pedido, todas elas assinaram e, a partir desse momento, a OAB oficiou a autoridade policial, que foi a Delegacia da Mulher, através da doutora Decimária Gonçalves, pedindo providências", disse a presidente da Comissão Mulher Advogada da OAB, Luciana Santos Silva.

"Temos notícia que o inquérito já foi instaurado. Então, já estão investigando e algumas mulheres, inclusive, já foram ouvidas. Pelo que a gente leu, sobretudo nas redes sociais e com as falas de algumas mulheres lá na OAB, a gente pode vislumbrar, sem dar tanta certeza, porque ainda tem uma investigação em curso, o crime de importunação sexual mediante fraude", completou.

A delegada Decimária Gonçalves, da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Vitória da Conquista, informou que, ainda na segunda-feira, foi aberto uma Investigação Pública Incondicionada, que não necessita de depoimento de vítima, porque na ocasião nenhuma mulher ainda tinha comparecido à unidade para relatar o caso.

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) informou, nesta quarta, que está acompanhando o caso e aguarda a conclusão do inquérito por parte da Polícia Civil para decidir, com base nos autos, se vai ou não oferecer denúncia contra o suspeito.

 

O que diz a defesa do médico

O advogado de defesa médico Orcione Júnior, Paulo de Tarso, informou ao G1, nesta quarta-feira, por telefone, que o profissional nega todas as acusações. O advogado disse, ainda, que o cliente vai conceder uma entrevista coletiva à imprensa, na sexta-feira (17), para dar sua versão sobre o caso.

Itabuna: aulas na rede municipal de ensino começam nesta quinta 

Domingos Matos, 14/05/2019 | 17:38

Pouco mais de 16.620 alunos da Rede Municipal de Ensino de Itabuna estarão iniciando as aulas do ano letivo de 2019 na próxima quinta-feira (16). A preparação do ano letivo contou com a realização da Pré-jornada, entre 8 e 10 de maio e da XXXI Jornada Pedagógica da Rede Municipal de Ensino entre 13 e 15 de maio. 

Entre as novidades preparadas pela Secretaria Municipal da Educação de Itabuna (SME), estão as reformas estruturais realizadas na Creche Ester Gomes (bairro Lomanto), na Escola Creche Pequeno Aprendiz (Vale do Sol) e a ampliação da Escola Marechal Castelo Branco (Califórnia). Uma nova sala de aula está sendo inaugurada para atender à clientela da Educação no Campo, na sede da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR-101. E no Instituto Municipal de Educação Aziz Marom (IMEAM), será colocado em prática o vetor disciplinar, numa parceria firmada entre a Prefeitura de Itabuna, através da SME com a Polícia Militar da Bahia. A inserção do vetor, segundo aponta a professora Nilmecy Gonçalves, secretária da Educação, foi fator preponderante de atração de novos alunos. A escola saiu dos cerca de 700 alunos em 2018, para quase 1.100 em 2019, contando, agora, com 37 turmas, todas de 5º ao 9º anos. 

Na esfera da valorização dos profissionais do magistério, a secretária aponta ainda a concessão de reajuste linear nos proventos salariais dos professores de níveis I, II e III em 4,18%, autorizado pelo prefeito Fernando Gomes, sendo que, para o nível I, a concessão já tinha sido concedida no mês de janeiro e para os níveis II e III, no mês de abril. Também nessa perspectiva, Gonçalves destaca  a autorização para que se proceda a reserva técnica para os professores de 1º, 2º e 3º anos (um terço da carga horária de trabalho separada para o planejamento das aulas). 

No que se refere às matrículas, a Rede Municipal de Ensino, embora tenha tido avanços no seu quantitativo ainda registra um total menor que o do ano passado. Nos últimos quinze dias, houve um movimento maior na procura por vagas, sobretudo, graças ao apoio de veículos de comunicação (sites, blogs, emissoras de rádio e TV), com a ampliação dos números saindo de 14.136 matrículas em janeiro, para 16.623 no início de maio. 

As secretarias das escolas continuarão matriculando até o dia 31 de maio, na expectativa de que se atinja, até lá, 18 mil estudantes. A Rede Municipal de Ensino de Itabuna é a terceira maior do Estado da Bahia, com 90 unidades escolares, 1.223 professores e cerca de 800 funcionários. 

Segundo milagre atribuído a Irmã Dulce é reconhecido e ela será proclamada santa

Domingos Matos, 14/05/2019 | 14:31

Um segundo milagre atribuído à Irmã Dulce, conhecida como “O Anjo bom da Bahia”, foi reconhecido por meio de decreto e, com isso, ela será proclamada Santa, informou, na manhã desta terça-feira (14), o site "Vatican News", canal oficial de comunicação do Vaticano. Ela será a primeira mulher nascida no Brasil a ser canonizada.

"Com o Decreto autorizado pelo Santo Padre reconhecendo o milagre atribuído à intercessão de Irmã Dulce, a Baeta será proximamente proclamada santa em solene celebração de canonizações", informa o site.

De acordo com a publicação, o Papa Francisco recebeu em audiência, na segunda-feira (13), o prefeito do Congregação das Causas dos Santos, cardeal Angelo Becciu, o qual autorizou o Dicastério vaticano a promulgar o decreto. A data da celebração de canonizações não foi divulgada.

Entre outros decretos promulgados, houve destaque também para o que reconhece as virtudes heroicas do Servo de Deus Salvador Pinzetta, Frade Menor Capuchinho nascido em Casca, no Rio Grande do Sul, em 1911 e falecido em 1972.

Três graças alcançadas por devotos, após orações a Irmã Dulce, estavam sendo analisadas pelo Vaticano, com vista no processo de canonização da religiosa. Esses três casos foram enviados ao Vaticano pelas Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), em 2014, após análise de profissionais da própria instituição. O segundo milagre que foi reconhecido agora, no entanto, ainda não foi divulgado. (Com informações do G1)

“Queremos Saber” discutirá abuso sexual infantil, anuncia vereador Ricardo Xavier

Domingos Matos, 14/05/2019 | 08:06

O abuso sexual de crianças e adolescentes, considerado um dos mais graves crimes existentes em nossa sociedade, será tema da quarta edição do Projeto “Queremos Saber”, prevista para acontecer no próximo dia 28. O anúncio foi feito na manhã desta segunda-feira, dia 13, pelo vereador Ricardo Xavier, ao destacar a abertura da “Semana Nacional de Prevenção e Combate à Violência Sexual de Crianças e Adolescentes”.

“A Semana se estenderá até o próximo sábado, 18, o “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual da Criança e Adolescente”, uma data simbólica para a luta pelo enfrentamento da violência sexual infanto-juvenil no país. “Em Itabuna, membros do Conselho Tutelar e agentes da Secretaria de Assistência Social promoverão uma série de atividades para conscientização, prevenção e orientação sobre esses graves crimes”, acrescentou Ricardo Xavier.

“Queremos Saber” é um projeto criado pela Câmara de Itabuna. Tem o objetivo de promover, na última terça-feira de cada mês, palestras seguidas de debates e apresentação de sugestões, sobre temas de interesse geral, propostos por vereadores ou sugeridos pelos cidadãos, por meio da Ouvidoria da Casa. Os debates, abertos ao público, ocorrem no plenário Raymundo Lima. 

O convidado no próximo dia 28 será o juiz aposentado Marcos Bandeira. Professor de Direito, autor de livros e estudioso do Estatuto da Criança e do Adolescente-ECA, ele teve por mais de duas décadas uma atuação marcante na Vara da Infância e adolescência de Itabuna. “Nós queremos, com a realização da palestra, despertar a população e encontrar alternativas para a prevenção da violência, principalmente nos ambientes familiar e escolar, desenvolvendo ações em defesa da criança e do adolescente do município” garantiu Ricardo Xavier.


 

Professoras de Itabuna transformam a pedagogia do oprimido em pedagogia libertadora

Domingos Matos, 13/05/2019 | 13:50
Editado em 13/05/2019 | 14:52

Em tempos de constante ataque às instituições de ensino, um grupo de Professores da Rede Municipal de Itabuna comprova, por meio de práticas exitosas, que a educação é realmente transformadora. As pedagogas Miralva Cardoso e Rosilene Adelina estiveram no Sindicato do Magistério – SIMPI para um bate-papo, onde puderam contar um pouco de suas trajetórias como educadoras no Conjunto Penal de Itabuna, que leva acesso à educação aos detentos numa proposta construtivista de transformação social.

O Conjunto Penal de Itabuna implantou desde o ano de 2010 o Sistema Educacional Prisional, que possibilita acesso à educação dos presos que estão cumprindo regime fechado e semiaberto. Conforme disposição da Lei de Execução Penal nº 7.210/84, o preso poderá remir a sua pena por meio do trabalho e/ou do estudo. Dessa forma, a pena privativa de liberdade do autor de algum crime poderá ser reduzida, desde que cumpra alguns requisitos, como, por exemplo, participar de atividades educacionais regulares.

Como agente transformadora de realidades, a Profa. Miralva Cardoso, formada em história e pedagogia, integrante da rede municipal desde 2005, começou seu trabalho de professora no conjunto penal em 2014, e de imediato se surpreendeu com a estrutura que o lugar dispunha para o processo de ressocialização. “Quando cheguei lá pela primeira vez, fiquei surpresa, pois eles possuíam uma estrutura melhor que muitas escolas convencionais dos centros urbanos”. De acordo com a professora, o trabalho no presídio veio para complementar seu objetivo inicial na carreira, que seria passar por todas as modalidades de ensino. “Trabalhei com alunos do campo, depois com educação de jovens e adultos, atuei na educação infantil no sistema de Ciclo de Formação e hoje, continuo meu trabalho lecionando para os internos do conjunto penal”, afirma Miralva.

Quando questionada se houve algum receio por trabalhar em um sistema tão estigmatizado pela sociedade, Miralva foi enfática ao dizer que nunca teve medo ou se sentiu desamparada. “Percebi que no fundo são pessoas carentes de afetividade. Nem todos tiveram acesso à educação, alguns estão aprendendo a ler e a escrever agora e percebo que muitos acabam desenvolvendo um respeito e carinho fraternal. Eles conseguem relatar coisas para mim que não contaram nem mesmo para seus advogados. A gente se torna uma espécie de conselheira, tentando mostrar que cometeram um erro, mas que a vida deles é maior que aquilo”, declara emocionada a professora.

A Pedagoga Rosilene Adelina (Rose), por sua vez ingressou como professora no Conjunto Penal em 2016, mesmo já integrando a rede municipal desde o ano de 2002. “Iniciei meu trabalho no Ciclo de Formação Humana com a Pré-escola, infelizmente a escola de Mutuns conhecida como o Sítio IV desabou e nunca foi reformada. Depois disso, me tornei Orientadora de estudo no Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa e ali me dei conta de que meu trabalho sempre deveria envolver a troca de experiência com pessoas. Tenho em minha mente a certeza de que se eu não fosse professora, teria sido babá ou ocuparia qualquer outra função que auxiliasse no desenvolvimento das pessoas, que é o que me move”, afirma Rose.

Ao ser questionada sobre os motivos que a faz tão feliz em seu atual trabalho, Rose é enfática ao dizer que acredita na educação como vetor de transformação. Ela que auxiliou no retorno da educação feminina no presídio discute assuntos relevantes, como empoderamento e conhecimento constitucional. “Eu deixo claro para meus alunos que eles estão naquele lugar porque cometeram um erro, mas informo que existem leis que os amparam e que o conhecimento é a única ferramenta eficaz de libertação”.

No atual sistema prisional, o aluno que assisti a 3 dias de aula tem direito a 1 dia de remição (diminuição) da pena. Há também a possibilidade de remição pela leitura, onde os alunos precisam ler um livro e escrever uma resenha para conquistar a diminuição da pena. Além disso, as professoras desenvolvem projetos para datas especiais e situações cotidianas. “Tenho desenvolvido um projeto intitulado ‘O comercio de Itabuna, por meio da educação, adentra o conjunto penal’, onde levo informações triviais do dia-a-dia para eles. É uma forma de aproximar eles da realidade cá fora e fazer com que não se sintam excluídos do mundo exterior”, afirma Rose.

Infelizmente, apesar de todos os esforços, nem sempre estes profissionais que trabalham com a ressocialização dos presos são valorizados pelo poder público. Governo Municipal suspendeu o direito ao recebimento de adicional de periculosidade e estão tendo que lutar judicialmente para o retorno do benefício. Mesmo com a falta de valorização, se mantém firme no propósito da ressocialização pela educação. “Acreditamos que nosso trabalho não é meramente educacional, mas também social, pois à medida que os internos conseguem compreender que precisam mudar sua postura, nós conseguimos transformar à sociedade”, finaliza Rose.

Fonte: www.simpitabuna.com.br

Câmara de Itabuna anuncia Mariana Benedito como assessora e dinamiza Comunicação

Domingos Matos, 08/05/2019 | 14:34
Editado em 08/05/2019 | 20:17

A dinamização das ações do Legislativo itabunense no setor de Comunicação Social está sendo promovida pela Mesa Diretora da Câmara de Itabuna, anunciou o presidente Ricardo Xavier, duirante uma Coletiva de Imprensa. Na manhã desta quarta-feira, dia 08, ele afirmou que a proposta é “transformar a Câmara de Vereadores num centro de discussão sócio-política sulbaiano e, para isso, estamos efetivando uma série de mudanças na Assessoria de Comunicação da Casa”.

Duas dessas mudanças, segundo Ricardo Xavier, são: a elaboração e a execução de um eficiente e dinâmico Plano de Comunicação Social e a nomeação de Mariana Benedito para assumir a chefia do setor. Especialista em marketing, ela substituirá o radialista Fábio Luciano, que continuará integrando a equipe, atuando na área de Relações Públicas e desenvolvendo um projeto de relacionamento entre o Legislativo e a sociedade itabunense.

“Mariana é uma jovem preparada e uma técnica valorosa. Ela coordenará uma equipe de profissionais competentes, do mais alto nível. Além de Fábio Luciano, radialista, nós temos Claus Oliveira, jornalista; Deise Maron, assessora em Rádio e TV; Gabriel De Oliveira, repórter-fotográfico; Hugo Henrique, cerimonialista público; Manoel Messias, intérprete de libras e Bruno de Jesus, operador de Áudio e Vídeo”, afirmou o presidente.

Especialista em Marketing e Mídias Digitais, Mariana Benedito é itabunense. Administradora de empresas graduada pela Universidade Estadual de Santa Cruz, possui pós-graduação em Administração Mercadológica e tem experiência em consultoria de projetos e organização de eventos sociais, culturais e políticos. Psicanalista em formação, é mediadora do Grupo de Meditação do Instituto Teles, de Itabuna, e palestrante com ênfase em comportamento e mente humana. É, também, autora da coluna “Comportamento”, publicada às sextas-feiras do jornal “Diário Bahia”.

Ricardo Xavier garantiu que “a equipe terá o apoio e todas as condições necessárias para que esta Casa seja uma caixa de ressonância das necessidades da população regional. Já contamos com uma agência de propaganda, a RCM, do publicitário Rui Carvalho. Estamos investindo em equipamentos e na qualificação desses jovens comunicadores, que terão um grande desafio: fortalecer e preservar a imagem institucional da Câmara, transformando-a num produto de mudança político-social”.

A meta é ampliar o diálogo do Legislativo com a sociedade, aproveitando ao máximo as potencialidades das Mídias Digitais, produzindo conteúdos, em tempo real. “A Câmara de Itabuna aposta nas Redes Sociais como ferramenta que garanta uma comunicação instantânea, de forma interativa e atraente, preservando os veículos de Comunicação tradicionais. Com competência e dinamismo, quer democratizar a informação sobre os trabalhos dos seus vereadores”, garantiu.

Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio dá dicas para evitar fraudes na internet

Domingos Matos, 07/05/2019 | 11:41

A utilização de sites e aplicativos de compra e venda aumentou entre consumidores baianos nos últimos anos. Se por um lado esse cenário contribuiu para aquecer a economia, por outro gerou um aumento nas estatísticas relacionadas a fraudes cometidas por estelionatários em ambientes virtuais. O Departamento de Crimes contra o Patrimônio (DCCP) da Polícia Civil da Bahia vem intensificando o combate a este tipo de delito e alerta a população sobre cuidados simples que podem ser essas ocorrências.

De acordo com o delegado Delmar Bittencourt (foto), que lida com as ocorrências relacionadas à internet do DCCP, “esse aumento aconteceu em todo o Brasil e, como a maioria desses crimes é contra o patrimônio, o Departamento está aperfeiçoando as investigações para compreender como se dá todo o processo, a fim de diminuir e identificar os autores dos crimes. Além disso, as delegacias do interior também têm recebido o suporte do DCCP para investigar essas fraudes”.

Dicas

Os estelionatários aplicam os golpes em consumidores que procuram produtos com os mais variados valores, passando por veículos e até peças de roupas íntimas. Delmar lembra que cuidados simples podem evitar que o consumidor se torne vítima de uma fraude. “Em primeiro lugar é preciso ter atenção para produtos que estejam abaixo do valor de mercado. Não se deve fazer depósito em nomes de terceiros, que não estejam envolvidos na negociação. Por fim, é necessário sempre fazer uma busca pela reputação da empresa ou do site”, lista o delegado.

O escrevente Rodrigo Fraga faz muitas compras pela internet e conta que já foi vítima de alguns golpes. “Hoje, tudo se faz digitalmente, inclusive a aquisição de bens e fica difícil escapar de golpistas. Eu já fui fraudado e, por isso mesmo, só compro em lojas virtuais com procedência ou indicadas por amigos e colegas”.

Em casos de fraudes, o consumidor que deseja fazer uma denúncia ou registrar uma ocorrência deve procurar a delegacia mais próxima. Caso tenha disponibilidade pode ir diretamente ao Departamento de Crimes conta o Patrimônio, que fica na sede da Polícia Civil, na Praça da Piedade, em Salvador. 

Ilhéus abre inscrições para eleição dos novos Conselheiros Tutelares

Domingos Matos, 07/05/2019 | 07:09

Interessados em participar das eleições que vão definir os novos conselheiros tutelares de Ilhéus já podem se inscrever na sede do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), situada à Rua Mário Alfredo, s/n, antiga sede da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SDS), no bairro da Conquista. Os futuros conselheiros atuarão de 2020-2023. 

As inscrições vão até as 14 horas de sexta-feira (10) e, para concorrer a uma das vagas, o interessado deve ser maior de 21 anos, residir em Ilhéus há pelo menos dois anos no território onde irá concorrer à vaga e ter três anos de atuação comprovada na área. Dada a relevância das funções por eles exercidas, é de suma importância que o pleito eleitoral transcorra dentro das regras do estado democrático de direito, assegurando a igualdade de participação de todos os pretendentes ao cargo.

O Conselho Tutelar é um órgão permanente e autônomo, sem jurisdição, encarregado pela sociedade de zelar pelo cumprimento dos direitos da criança e do adolescente, definidos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). O exercício das atribuições legais dos conselheiros não depende de autorização de ninguém - nem da prefeitura, nem da Justiça, mas suas decisões podem ser revistas pelo Juiz da Infância e da Juventude.

Câmara de Itabuna reforçará evento focado em pequenas empresas

Domingos Matos, 02/05/2019 | 16:19

Os vereadores de Itabuna foram convidados para o X Congresso Norte-Nordeste da Pequena Empresa, organizado pela Associação das Micros e Pequenas Empresas da Bahia (Ampesba). O chefe do Legislativo itabunense, Ricardo Xavier (Cidadania23) recebeu o convite das mãos do presidente da Associação, Valdir Ribeiro que estava acompanhado do diretor Pascoal Freire.

“Esse evento privado busca apoio do poder público para que [juntos] possamos fomentar e construir um ambiente favorável ao desenvolvimento”, ressaltou Ribeiro na visita institucional a Xavier na terça, 30. O presidente da Câmara confirmou presença no evento frisando que “tudo que estiver ao alcance da Casa, faremos para beneficiar os pequenos empreendedores itabunenses.”

Nessa edição o Congresso abordará empreendedorismo com desenvolvimento sustentável, tendo entre os palestrantes o vice-governador da Bahia, João Leão, que também é Secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado. O evento da Ampesba está marcado para 17 de maio, às 8h na UESC, com expectativa de 500 participantes, entre empresários, convidados e autoridades.

Entre as demais presenças confirmadas no X Congresso estão os prefeitos Mário Alexandre, de Ilhéus, e Fernando Gomes, de Itabuna; o superintendente do Sebrae/BA, Jorge Khoury; e o deputado federal Helder Salomão (PT/ES).

 

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.