Tag: preso

Soldado do exército e comparsa são presos acusados de assalto

Domingos Matos, 22/08/2019 | 15:31

O soldado do Exército Brasileiro Devisson Sant'anna dos Santos e o comparsa Henrique Antônio Bastos de Jesus foram capturados na noite de quarta-feira (21), depois de serem flagrados assaltando pedestres na Ladeira do Capoteiro, Vila Laura, em Brotas, Salvador. A dupla foi flagrada por equipes da 26ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/ Brotas). 

Os acusados, após roubarem os pertences das vítimas, seguiram em um Celta Life prata, de placa NTP 9779, em direção a Rotula do Abacaxi, onde foram alcançados pela PM. Com a dupla, foram apreendidos cinco celulares, um tablete, cartões, documentos de identificação, bolsas e outros itens.

De acordo com o comandante da 26ª CIPM, major Cláudio Guanaes, os dois suspeitos abordaram os pedestres com um simulacro de pistola. “Eles foram levados para a Central de Flagrantes e reconhecidos pelas vítimas”, detalhou o oficial. Devisson está custodiado no Quartel do Exército.

 

Estelionatários são presos em flagrante

Domingos Matos, 22/08/2019 | 13:01

Policiais do Serviço de Investigação (SI) da 14ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), de Irecê, prenderam em flagrante, na quarta-feira (21), os estelionatários Valci Machado e Francisco Rodrigues Junior, o “Ninho da Pedra”.

O coordenador da 14ª Coorpin/Irecê, delegado Almir Fernandes dos Santos, explicou que as prisões ocorreram após as investigações apontarem que os criminosos distribuíam cheques clonados naquela região. “Apreendemos com eles documentos falsificados, cartões bancários e diversos talões e folhas de cheque”. 

Na ação, ainda foram apreendidas 50 garrafas vazias de uísque, que seriam utilizadas para falsificação da bebida. Enquanto Valci foi autuado por estelionato e falsificação de documento público, Francisco também será indiciado por receptação, adulteração de bebidas e agiotagem. 

 Ninho ainda estava com um veículo Toyota SW4, que tinha restrição de furto e placa adulterada. Após a prisão em flagrante, a dupla permanece custodiada na sede da Coordenadoria, à disposição do Poder Judiciário.

Condenado por tráfico é o 50° flagrado pelo Reconhecimento Facial

Domingos Matos, 21/08/2019 | 09:23

O Sistema de Reconhecimento Facial da Secretaria da Segurança Pública chegou, na manhã de ontem (20), ao 50° foragido da Justiça flagrado e preso. Com mandado de prisão em aberto pela comarca do município de Tucano e condenado por tráfico de drogas, Ataadson Cardoso de Almeida, 30 anos, acabou encontrado em Salvador.

Ele passou em um dos pontos da capital com câmeras da SSP. Um alerta foi gerado e equipes da Superintendência de Telecomunicações (Stelecom), no Centro de Operações e Inteligência (COI), fizeram acionamento da guarnição da PM mais próxima do fato.

Ataadson foi seguido e interceptado dentro de um escritório. O foragido foi encaminhado até a 6a Delegacia Territorial (DT/Brotas) que, com apoio da Polinter, realizou a constatação da condenação com a comarca de Tucano. O criminoso, em seguida, foi levado até o Departamento de Polícia Técnica (DPT) para exame de corpo de delito e fica à disposição da Justiça.

"Chegamos a este número emblemático não somente por conta da ferramenta, mas, principalmente pelo empenho das nossas equipes da Stelecom, Sgto, polícias Militar, Civil e Técnica. Vamos avançar com esse sistema, buscando sempre combater a violência e o cumprimento das leis", destacou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.

 

Suspeito de matar mulher em praia de Ilhéus é preso cinco meses após crime; vítima foi achada nua

Domingos Matos, 20/08/2019 | 17:20

O homem suspeito de matar umamulher na praia do Malhado, em Ilhéus, sul da Bahia, foi preso na segunda-feira (19). A informação foi confirmada por Helder Carvalhal, delegado responsável pelo caso.

Ricardo Benedito dos Santos, 38 anos, é suspeito de matar Juliana Vieira Santos, em março deste ano. A mulher foi nua e com marcas de violência pelo corpo, além de machucados no rosto e no olho esquerdo.

Ainda de acordo com o delegado, a prisão do homem ocorreu depois de testemunhas apontarem que Ricardo é o autor do crime. Ele nega.

“Mas um depoimento recente, de uma testemunha ocular, apontou que ele estava no local do fato, na hora do fato. Por isso pedimos a prisão”, afirmou Helder.

O homem foi preso em Ilhéus e levado para a delegacia da cidade. Ele deve passar por audiência de custódia ainda nesta terça. (Com informações do G1)

 

Santa Cruz Cabrália: familiares fazem reconhecimento de corpo de índio encontrado em cova rasa

Domingos Matos, 20/08/2019 | 16:35

Familiares reconheceram na manhã de ontem (19), o corpo do índio Fabrício Santos Silva, de 23 anos, que estava desaparecido desde outubro do ano passado. O cadáver da vítima foi encontrado na manhã do último sábado (17), enterrado em cova rasa na área de uma invasão conhecida como “Aldeia Faculdade”.

O corpo foi localizado, após depoimentos dos irmãos Cariano Maia dos Santos, de 19 anos, e Edicleudes Maia dos Santos, o “Sombra”, de 26, acusados do crime. Eles também são indígenas.

Os suspeitos foram presos no dia 26 de julho desse ano pela Polícia Civil de Itororó, numa operação conjunta com a Delegacia de Santa Cruz Cabrália, que já havia representado pela prisão da dupla em dois outros casos.

Segundo a Polícia Civil, pelo menos outras quatro pessoas participaram do assassinato de Fabrício.  O crime teria sido motivado por desavenças entre os Bairros Carajás e Aldeia Nova Coroa.

Fabrício foi morto a tiros, quando foi aquela localidade entregar um pacote de fraldas. Além da morte de Fabrício, os suspeitos respondem ainda pelos crimes de latrocínios, homicídios e tentativa de homicídio.

Engenheiro é preso após alugar carro, não pagar e deixar de devolver o veículo na Bahia

Domingos Matos, 16/08/2019 | 19:13

Um engenheiro foi preso, em Ilhéus, no sul da Bahia, suspeito de alugar um carro, não fazer o pagamento e nem devolver o veículo. Segundo a polícia, Gidevaldo Silva Queiroz foi encontrado na quinta-feira (15), dentro do carro da locadora.

De acordo com o delegado André Aragão, coordenador da Polícia Civil da região, o homem já era procurado pela polícia, desde abril deste ano, por aplicar golpes de venda de terreno em Itabuna. Ele estava com um mandado de prisão em aberto, pelo crime de estelionato.

Ainda conforme o delegado, com o suspeito, a polícia achou documentos falsificados, notebooks, um HD externo com modelos de escritura e documentos públicos, carimbos, folhas de cheque devolvidas por falta de fundos e selos de autenticidade.

De acordo com o delegado, após a prisão de quinta, o engenheiro foi indiciado pela segunda vez por estelionato.

Gidevaldo Silva foi encaminhado para a delegacia de Itabuna e está à disposição da Justiça. (Com informações do G1)

 

Enfrentamento a bandos reduz roubo a bancos em 19%

Domingos Matos, 15/08/2019 | 19:42

Enfrentamento a quadrilhas especializadas em roubo a bancos conseguiu reduzir em 19% os crimes contra instituições financeiras no primeiro semestre de 2019, comparado ao mesmo período do ano anterior.

Em todo o estado, este ano, foram registrados 30 casos de roubos a bancos, sete a menos que em 2018. Essa queda fica ainda mais acentuada em Salvador, com apenas cinco casos contabilizados e o índice de –37,5%. Já no interior, foram anotados seis casos a menos, o que representa um decréscimo de 22,2%.

“Estamos há cinco anos com reduções consecutivas neste delito. Saímos de uma média de 22 para cinco casos por mês. Este ano tivemos mês com zero ocorrência”, lembrou o secretário da Segurança Pública do Estado, Maurício Teles Barbosa.

No mês passado, um bando procedente de Pernambuco e que praticava assaltos na Bahia e em outros estados foi localizado em Paulo Afonso, de posse de fuzis e de veículos roubados, previamente selecionados para facilitar a fuga. Um outro grupo criminoso foi identificado e preso em Luís Eduardo Magalhães, Oeste baiano, especializado em prática de assaltos e com atuação em cinco estados.

 

Preparados para o combate

A capacitação dos policiais no combate a esta modalidade delituosa é continuada. Unidades especializadas da Polícia Militar executam, ao longo do ano, atualizações de combate, rastreamento e contra rasteamento, além de participarem de instruções voltadas para operações complexas e de palestras.

A luta contra os assaltos a bancos também foi tema de mestrado do major PM Fernando Cardoso, lotado noBatalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), defendido naEscola de Administração da Universidade Federal da Bahia (Ufba).

Em maio, durante evento que contou com a presença de representantes das polícias Civil e Militar, as forças de segurança do estado foram homenageadas pelo Banco do Brasil, pelo reconhecimento às operações preventivas e repressivas na preservação daquela instituição financeira.

 

Padrasto de Eva Luana é condenado a 35 anos de prisão; vítima foi estuprada e torturada durante 10 anos

Domingos Matos, 15/08/2019 | 18:34

O padrasto da jovem Eva Luana, que comoveu o país após relatar diversos abusos sofridos durante oito anos, foi condenado pela Justiça a 35 anos e 21 dias de reclusão em regime fechado e a um ano e três meses de detenção em regime aberto. Thiago Oliveira Alves foi denunciado pelo Ministério Público do Estado da Bahia à Justiça e teve a prisão preventiva decretada em fevereiro deste ano.

Ele foi condenado pelos crimes de lesão corporal no âmbito da violência doméstica, tortura e estupro de vulnerável. A decisão foi publicada ontem (14), pelo juiz Ricardo José Vieira de Santana. O processo continua em segredo de Justiça.

 

O caso

No dia 19 de fevereiro deste ano, o drama vivido pela jovem Eva Luana da Silva chocou o país após a garota relatar os abusos nas redes sociais. O caso já havia sido registrado na polícia e o suspeito estava preso, quando Eva revelou os episódios de abuso e tortura sofridos por ela e a mãe, durante quase 10 anos. "Tinha vezes que chegava a ser estuprada duas vezes no dia", disse.

“Operação Capinagem” desarticula na Bahia organização criminosa ligada ao PCC

Domingos Matos, 15/08/2019 | 17:38

A “Operação Capinagem” cumpriu nesta quinta 15), nos municípios de Senhor do Bonfim, Jacobina, Juazeiro, Capim Grosso, Serrolândia e Lauro de Freitas 19 mandados de prisão e 25 de busca e apreensão. Até o fechamento dessa matéria, 13 suspeitos haviam sido presos: nove em Capim Grosso, dois em Lauro de Freitas, um em Jacobina e um em Petrolina (Pernambuco). Entre os alvos, estão integrantes de organização criminosa ligada ao PCC que atua com tráfico de drogas e é responsável por diversos homicídios no estado. A operação ainda está em curso e é coordenada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público do Estado da Bahia (Gaeco), com o apoio da Coordenadoria de Segurança Institucional e Inteligência (CSI), em parceria com Polícia Rodoviária Federal e com a Polícia Militar do Estado da Bahia, através do Comando de 

Policiamento da Região Norte (CPR-N), que apoiou com o efetivo das seguintes unidades: 74ª CIPM/Juazeiro, 91ª CIPM/Capim Grosso, CIPT-N (Rondesp Norte), bem como através do Comando de Policiamento Especializado (CPE), com apoio da CIPE Caatinga (antiga Cepac). Participaram da operação onze promotores de Justiça, 74 policiais militares e 99 policiais rodoviários federais, que contou com helicópteros da Base de Operações Aéreas e cães farejadores do Grupo de Operações com Cães.

A operação integra uma ação realizada hoje por nove Grupos de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaecos) do Ministério Público brasileiro contra integrantes de organizações criminosas em todo o país. A ação nacional é articulada pelo Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas (GNCOC) - colegiado que reúne os Gaecos de todos os estados brasileiros. As diligências desta quinta-feira estão sendo realizadas simultaneamente pelos estados de Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Mato Grosso do Sul, Pernambuco e Rio de Janeiro. Com auxílio de forças policiais, os Gaecos de cada um desses estados cumprem mandados de prisão e de busca e apreensão contra integrantes de grupos criminosos. No total, estão sendo cumpridos mais de 300 mandados judiciais, entre prisões e busca e apreensões.

De acordo com a coordenadora do Gaeco do MPBA, promotora de Justiça Ana Emanuela Meira, a parceria no combate às organizações criminosas foi a tônica da operação. “O trabalho nasceu de uma investigação conjunta da Promotoria de Capim Grosso e do Gaeco, e foi articulado de maneira integrada para desmantelar uma pungente facção criminosa que vem atuando na Região Norte do nosso Estado, comercializando drogas, a partir de ramificações de outros Estados Brasileiros”.Acompanhando os trabalhos em uma sala especial da Coordenadoria de Segurança e Inteligência do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (CSI/MPRJ), o presidente do GNCOC, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, garantiu que esse tipo de enfrentamento seguirá ocorrendo em todo o Brasil. “Os Gaecos do país inteiro estão trabalhando incessantemente para combater as organizações criminosas que tanto afrontam as forças de segurança do país. Seguiremos nesse propósito todos os dias”, assegurou Gaspar, que é também procurador-geral de Justiça de Alagoas.

 

Assaltantes são presos pela PRF com carga de whisky roubada na BR-116

Domingos Matos, 14/08/2019 | 08:31

Um caminhão-baú adulterado que transportava 1.656 unidades de whisky roubadas, foi recuperado pela PRF na tarde de ontem (13) na BR 116, trecho do município de Vitória da Conquista, sudoeste da Bahia.

Tudo começou quando os agentes que realizavam fiscalização de rotina no Km 836 da rodovia, deram ordem de parada a um veículo I/VW Amarok, com três ocupantes. A equipe notou que o comportamento estranho de um dos passageiros 

Diante da suspeita fundada e contradições na entrevista, os PRFs iniciaram os procedimentos de fiscalização e abordagem no automóvel. Após busca minuciosa foi encontrada em uma bolsa aproximadamente 5 gramas de de cocaína. Já na carteira de um deles foi encontrada duas cartelas contendo 17 comprimidos de anfetaminas (nobésio), conhecido popularmente como ‘arrebite’.

Em continuidade a ocorrência e de acordo com as informações levantadas,  os policiais constataram que os indivíduos eram suspeitos de envolvimento em um assalto de carga de bebida ocorrido na segunda-feira (12) em um trecho da BR 251, no estado de Minas Gerais. A Amarok seguia à frente como ‘batedor’ da carga roubada.

A equipe saiu em diligência na rodovia e logo em seguida avistou em sentido contrário um veículo VOLVO/Fh 440, tracionando um semi-reboque. Os agentes retornaram, foi quando o condutor do caminhão, desobedeceu a ordem de parada e empreendeu fuga em alta velocidade.

Durante o acompanhamento tático, o motorista transitou na rodovia em velocidade incompatível, sem observar as normas gerais de circulação e conduta prudente no trânsito, bem como desrespeitou às sinalizações dos trechos durante a fuga, colocando em risco a segurança dos demais usuários da rodovia.

Os ocupantes do caminhão começaram a atirar contra os policiais, que revidaram. Logo em seguida, o veículo entrou na marginal, nas proximidades do povoado de Iguá, onde três indivíduos de armas em punho desceram atirando, abandonaram o caminhão e adentraram no matagal. Um dos projétil perfurou o para-brisa da viatura e transfixou o banco do passageiro e traseiro. Não houve feridos.

Durante fiscalização na carreta, os policiais encontraram no compartimento de carga, diversas caixas de bebidas, do tipo whisky. Foi encontrado também um equipamento JAMMER, utilizado para bloqueio de sinal de rastreamento veicular. Com técnicas de identificação veicular, ficou constatado que o veículo possuí diversas adulterações. A carreta adulterada pertencia a um dos ocupantes da caminhonete Amarok.

Forças policiais da região foram acionadas e seguem na busca dos suspeitos.

Diante dos fatos, a carreta adulterada, o veículo Amarok, a carga roubada, drogas, a documentação apreendida, demais objetos e os três acusados, com idades entre 24 e 38 anos, foram apresentados a autoridade policial de plantão da Delegacia de Polícia Federal em Vitória da Conquista.

Polícia apreende meia tonelada de explosivos; suspeito é preso

Domingos Matos, 14/08/2019 | 07:35

As diligências continuadas do efetivo da 42ª Companhia Independente da Polícia Militar (Lençóis) resultaram, no início da manhã de ontem (13), na prisão de José Carlos Passos de Santana, 53 anos, proprietário da meia tonelada de explosivos, apreendida no município de Souto Soares, na Bahia.

Ele foi encontrado pelas guarnições quando tentava fugir para a zona rural. Além das bananas de dinamites, também foram encontrados no veículo, três bobinas de cordão e 10 caixas de espoletas explosivas. Os materiais foram localizados na madrugada desta terça, no momento em que as guarnições faziam abordagens da 'Operação Varredura’'. Na ocasião, ao notar as guarnições, José Carlos abandonou o veículo e fugiu. 

Encaminhado para a Delegacia Territorial (DT) de Seabra – unidade para qual os materiais também foram apresentados -, José Carlos foi autuado por porte ilegal de artefato explosivo. 

"Durante o depoimento, ele além de confessar ser dono dos explosivos, disse também que trabalha em um garimpo e que os explosivos adquiridos na cidade de Ibiatiara seriam levados para o município de Sento Sé", contou o delegado plantonista da DT, Elton Sodré Muniz Andrade.

 

Preso falso advogado acusado de estupro; vítimas eram atraídas por anúncio de emprego na OLX

Domingos Matos, 12/08/2019 | 10:11
Editado em 12/08/2019 | 10:18

Equipes da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) de Periperi capturaram, na tarde da última sexta-feira (9), Edson dos Santos Rocha, 66 anos. O falso advogado foi localizado em um prédio empresarial de luxo, próximo do Salvador Shopping, onde mantinha um escritório.

O caso começou a ser investigado em fevereiro deste ano, após uma das vítimas relatar que foi agarrada durante a entrevista de emprego. Ações de inteligência comprovaram que o criminoso atacava as vítimas e também praticava chantagem contra as contratadas.

No momento da prisão, Edson voltava de um almoço com duas funcionárias, ambas com 16 anos. Uma terceira jovem, de 18 anos, também foi encontrada no local onde funcionava o escritório Advogados e Consultores. Na sala e na residência (Villas do Atlântico) do criminoso, com suporte de mandados de busca e apreensão, os policiais civis apreenderam celulares, computadores, pen drives e documentos.


Modus operandi

"Edson anunciava as vagas de emprego no site OLX, marcava com as vítimas no prédio empresarial e durante as entrevistas cometia os abusos sexuais", contou a titular da Deam de Periperi, delegada Simone Moutinho. Ela explicou ainda que as mulheres eram ameaçadas.

As três funcionárias do falso advogado recebiam apenas 500 reais por mês como salário e o dinheiro do transporte. A delegada Simone Moutinho informou ainda que o criminoso será indiciado por estupro, redução a condição análoga de escravo, corrupção de menores e ameaça.

"Todo o material recolhido será encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) e Edson seguirá para o sistema prisional", concluiu a delegada.

 

Contador flagrado com documentos falsos e veículo irregular

contador, preso, documento falso, Bahia

Domingos Matos, 12/08/2019 | 09:09

Policiais civis da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE) de Vitória da Conquista prenderam o contador Adriano Abreu Silva, 44 anos, com documentos falsos, um veículo comprado de forma irregular e uma certa quantidade de crack. O flagrante aconteceu, na noite de sexta-feira (9). 

As equipes ds DTE encontraram Adriano em um imóvel, no Centro de Vitória da Conquista, que ele utilizava como escritório. No estacionamento foi apreendido o carro modelo Etios, comprado pelo contador com a utilização de documentos falsos.   

Dentro da sala onde eram atendidos clientes os policiais civis encontram porções de crack. Adriano, que possuía passagens por falsificação de documentos, foi autuado e encaminhado para o Conjunto Penal.

 

Operação Caixa-Forte prende traficantes que atuavam em 4 estados

Domingos Matos, 09/08/2019 | 09:29

Uma força-tarefa formada pelas polícias Federal, Rodoviária Federal e Civil de Minas Gerais deflagrou hoje (9) a Operação Caixa-Forte. É para combater crimes de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro, praticados em âmbito nacional.

A ação conta com a participação de 250 agentes públicos para cumprir 52 mandados de prisão preventiva, 48 mandados de busca e apreensão, 45 mandados de sequestro de valores/bloqueio de contas bancárias em 18 cidades e unidades prisionais de Minas Gerais, São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul.

Até o início da manhã, seis pessoas já tinham sido detidas. Expedidos pela Vara de Tóxicos de Belo Horizonte, os mandados foram cumpridos nos municípios mineiros de Uberaba e Conceição da Alagoas; em Campo Grande e Corumbá, em Mato Grosso do Sul; nos municípios paulistas de São Paulo, Ribeirão Preto, Itaquaquecetuba e Embu das Artes; e nas cidades paranaenses de Curitiba, Londrina, São José dos Pinhais, Almirante Tamandaré, Colombo, Fazenda Rio Grande, Goioerê, Mandirituba, Matinhos, Paranaguá, Pinhais e Piraquara.

Segundo nota divulgada pela Polícia Federal, os presos são investigados pelos crimes de tráfico de drogas, participação em organização criminosa e lavagem de dinheiro. As penas podem chegar a 33 anos de prisão.

Estrutura

Iniciadas em novembro de 2018, as investigações identificaram a existência de uma seção “rigidamente estruturada” dentro de uma facção chamada Geral do Progresso. Segundo a PF, o setor era responsável por gerenciar o tráfico de drogas, “distribuindo os entorpecentes que garantem o sustento da organização criminosa, bem como por orquestrar a lavagem de dinheiro dos valores oriundos dos crimes praticados”.

Ainda segundo os investigadores, “pessoas aparentemente estranhas ao grupo criminoso” tinham suas contas bancárias cooptadas com o objetivo de “ocultar e dissimular a natureza ilícita do montante movimentado”.

Nas contas, pequenas quantias eram depositadas de forma a evitar chamar a atenção de autoridades de controle de atividades financeiras (Coaf). Posteriormente, o dinheiro era transferido a outras contas ou mesmo sacado em terminais eletrônicos.

Quarenta e cinco contas bancárias já foram identificadas e bloqueadas pela Justiça, responsáveis por uma movimentação superior a R$ 7 milhões. (Com informações da Agência Brasil) 

Acusado de assalto é o 47° preso pelo Reconhecimento Facial da SSP

Domingos Matos, 07/08/2019 | 09:16
Editado em 06/08/2019 | 22:16

Foragido da Justiça, Alisson de Assis Ferreira, 28 anos, é o 47° suspeito capturado, na Bahia, pelo sistema de Reconhecimento Facial da Secretaria da Segurança Pública. A prisão ocorreu, na tarde desta terça-feira (6), no metrô de Salvador.

Alisson chegou a percorrer mais de uma estação, mas foi acompanhado e detido por policiais militares. Com mandado de prisão em aberto pela prática de roubos, na Região Metropolitana de Salvador, o criminoso foi encaminhado para a Central de Flagrantes onde foi cumprida a determinação judicial.

"Vamos avançar com o sistema de Reconhecimento Facial para as cidades da RMS e interior, com a mesma eficiência que estamos presenciando em Salvador e que também ficou evidenciada na Micareta de Feira de Santana", afirmou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.

 

Acesse com seus dados:

ou
Ainda não tem acesso?
Registre-se em nosso Blog.